Página 1 dos resultados de 1439 itens digitais encontrados em 0.064 segundos

Controle de infecção relacionada a cateter venoso central impregnado com antissépticos: revisão integrativa; Infection control related to central venous catheter impregnated with antiseptics: an integrative review; Control de infección relacionada con catéter venoso central impregnado con antisépticos: revisión integradora

FERREIRA, Maria Verônica Ferrareze; ANDRADE, Denise de; FERREIRA, Adriano Menis
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
105.76%
O uso de cateter venoso central é apontado como um dos principais fatores para infecção da corrente sanguínea. Objetiva-se, neste estudo, buscar evidências científicas sobre o controle de infecção relacionada ao cateter venoso central impregnado com antissépticos utilizado em pacientes adultos hospitalizados. Para seleção dos estudos, foram utilizadas as bases de dados LILACS, CINAHL e MEDLINE. Totalizaram-se nove artigos por meio da revisão integrativa da literatura. As publicações acerca da utilização de cateteres impregnados com antissépticos mostraram diferença estatisticamente significante quanto à redução da colonização microbiana. Entretanto, apenas um estudo demonstrou redução na ocorrência da infecção. Diante das análises dos estudos, há necessidade de pesquisas adicionais em diferentes populações de pacientes com a finalidade de efetuar generalizações.; The use of central venous catheter is pointed out as a risk factor to blood stream infection. The objective of this study was to reach scientific evidence on infection control related to central venous catheter impregnated with antiseptics, used in hospitalized adult patients. Studies were selected from the LILACS, CINAHL and MEDLINE databases. Nine articles were selected by means of integrative literature review. The publications on the use of catheters impregnated with antiseptics showed statistically significant differences regarding the reduction of microbial colonization; however...

Revisão sistemática sobre antissepsia cirúrgica das mãos com preparação alcoólica em comparação aos produtos tradicionais; A systematic review of surgical hand antisepsis utilizing an alcohol preparation compared to traditional products; Revisión sistemática sobre antisepsia quirúrgica de manos con preparación alcohólica comparada a productos tradicionales

Gonçalves, Karen de Jesus; Graziano, Kazuko Uchikawa; Kawagoe, Julia Yaeko
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
95.86%
A antissepsia cirúrgica das mãos visa à prevenção de infecções do sítio cirúrgico, importante causa de morbimortalidade pós-operatória e aumento dos custos hospitalares. Este estudo teve como objetivo comparar a eficácia de preparações alcoólicas com os produtos tradicionais na antissepsia cirúrgica das mãos por meio de uma revisão sistemática da literatura. Foram considerados estudos primários ou secundários, tendo como desfecho a contagem microbiana das mãos ou taxas de infecções do sítio cirúrgico. A busca foi realizada no Portal BVS, PubMed, Ask e MEDLINE. Foram selecionados 25 estudos (2 revisões sistemáticas, 19 experimentais e 4 de coorte). As preparações alcoólicas tiveram uma redução microbiana igual e/ou maior aos produtos tradicionais em 17 estudos e inferior em 4; as taxas de infecções do sítio cirúrgico foram similares. Portanto, existem evidências científicas que suportam a segurança das preparações alcoólicas para antissepsia cirúrgica das mãos.

Controle de infecção relacionada a cateter venoso central: revisão integrativa; Control of infection related to central venous catheter: integrative review

Ferreira, Maria Verônica Ferrareze
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
95.79%
O uso do cateter venoso central é apontado como um importante fator de risco para infecção da corrente sanguínea, acarretando no prolongamento da internação, aumento da morbimortalidade, e elevação dos custos de hospitalização. Frente ao exposto objetivou-se avaliar as evidências científicas sobre o controle de infecção relacionada ao cateter venoso central utilizado em pacientes adultos hospitalizados. A prática baseada em evidências representou o referencial teórico-metodológico. E, como recurso para obtenção das evidências de Níveis I e II realizou-se a revisão integrativa da literatura nas bases de dados LILACS, CINAHL e MEDLINE. Totalizou-se 17 publicações nos últimos dez anos. A análise dos estudos culminou em 03 categorias temáticas: cateteres impregnados com anti-sépticos, dispositivos seguros e manutenção do cateter. Como resultado obteve-se o apontamento de diversos aspectos no controle da infecção relacionada a cateter, dentre eles: uso de cateter de lúmen único, inserção por via subclávia com técnica estéril e aplicação de anti-séptico a base de clorexidine. Acresce-se que a indicação de cateteres impregnados com anti-sépticos, bem como de sistemas valvulados sem agulha, ainda é controversa. Em geral...

Percepções de profissionais de saúde relativas à infecção hospitalar e às práticas de controle de infecção; Perceptions of health professionals regarding to nosocomial infection

Fernandes, Antonio Tadeu
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
86.1%
O objetivo deste estudo foi verificar a percepção de médicos, enfermeiros e auxiliares ou técnicos a respeito das infecções hospitalares e de suas práticas de prevenção e controle. Realizou-se entrevista semi-estruturada com oito profissionais de cada categoria, que atuam em hospitais da cidade de São Paulo, com comissão de controle de infecção de acordo com as normas legais. A motivação inicial foi a não aderência dos profissionais de saúde às principais recomendações da CCIH, aliada a sua ineficácia em alterar os comportamentos destes em relação a estas medidas. Observouse que os profissionais de saúde adquiriram na sua prática conhecimentos sobre as infecções hospitalares e sua prevenção, mas sentem dificuldades para incorporar estas medidas no atendimento aos pacientes. Tendem a atribuir sua ocorrência ao acaso, condições inadequadas de trabalho ou buscam culpado. Nos hospitais existe uma divisão hierárquica rígida do trabalho. Os médicos exercem o comando das ações diagnósticas e terapêuticas, e atribuem as infecções hospitalares ao acaso, associado à gravidade do paciente. Os enfermeiros gerenciam os cuidados prestados aos pacientes. Atribuem as infecções hospitalares aos procedimentos invasivos e falhas na atenção prestada aos pacientes. Os auxiliares prestam diretamente o cuidado assistencial e relacionam os casos de infecção a algum culpado...

As atividades de enfermagem no controle de infecções hospitalares : uma revisão integrativa

Gregorius, Felipe
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
86.06%
A incidência de infecções hospitalares tem aumentado significativamente nos últimos anos e se tornou uma das principais preocupações na área da saúde. A enfermagem, por se tratar da categoria com maior número de profissionais, e por ser responsável pela maior parte dos cuidados prestados aos pacientes, está particularmente envolvida no controle das infecções hospitalares. O presente estudo é uma revisão integrativa baseada na metodologia de pesquisa proposta por Cooper (1982), que objetivou descrever as atividades realizadas pela equipe de enfermagem relacionadas ao controle de infecção hospitalar. A amostra foi composta por 10 artigos científicos encontrados nas bases de dados LILACS, MEDLINE e BDENF, sendo estes publicados entre os anos de 2000 e 2011. Os resultados apontaram que a maioria dos profissionais de enfermagem recebeu orientações quanto ao emprego de medidas de controle de infecção, seja na graduação ou durante a vida profissional. Foi observado que, na prática, a adesão a estas medidas apresenta problemas quanto à utilização da técnica correta, ou até mesmo o não emprego de tais ações preventivas. Sugere-se a abordagem do tema desde o início da graduação e de forma a tornar o assunto mais atraente...

As ações de biossegurança implementadas pelas comissões de controle de infecções hospitalares

Scheidt, Kátia Liberato Sales; Rosa, Leda Regina Soares; Lima, Eliane de Fátima Almeida
Fonte: Faculdade de Enfermagem da UERJ Publicador: Faculdade de Enfermagem da UERJ
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
85.99%
A biossegurança corresponde à adoção de normas e procedimentos seguros e adequados à manutenção da saúde dos pacientes, dos profissionais e dos visitantes. Buscando conhecer as ações de biossegurança aplicadas nos hospitais, foi realizado um estudo descritivo a partir de trabalhos apresentados por alunos de um curso de especialização em controle de infecções hospitalares, no Rio de Janeiro, no período de 2000 a 2003. A amostra totalizou 71 avaliações, destacando-se a Comissão de Controle de Infecções Hospitalares (CCIH), em 90% dos manuscritos, como órgão responsável pela implementação de políticas de biossegurança, com ênfase no gerenciamento dos programas de acidentes com material biológico (73%), incluindo ações educativas (48%) e manutenção de medidas de isolamento (79%). Concluiu-se que a pesquisa proporcionou um precioso diagnóstico das ações praticadas nos hospitais da região, apontando a CCIH como principal gerenciadora de medidas necessárias ao bloqueio de transmissão cruzada de infecções de importância nosocomial.

Medidas de prevenção e controle de infecções urinarias hospitalares em hospitais da cidade de São Paulo

Penteado,Maridalva Souza
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/1997 PT
Relevância na Pesquisa
86.11%
Trata-se de parte de estudo onde avalia-se o conhecimento e a prática de enfermeiros e ocupacionais de enfermagem em relação a medidas de prevenção e controle de infecções hospitalares em vinte e nove hospitais gerais, da cidade de São Paulo. Objetiva, além de avaliar o conhecimento e a prática acerca das medidas de prevenção e controle das infecções, investigar se existem diferenças entre os níveis de conhecimento e de atuação prática dos enfermeiros e ocupacionais de enfermagem, quando lotados em diferentes grupos de hospitais: hospitais públicos com serviço de prevenção e controle de infecções hospitalares; hospitais públicos sem serviço de prevenção e controle de infecções hospitalares; hospitais privados com serviço e privados sem o referido serviço. Constata-se que existem lacunas no que se refere ao conhecimento e a prática acerca das medidas de prevenção e controle das infecções estudadas e que embora se detectem diferenças significativas para o conhecimento e a prática dos profissionais e ocupacionais de enfermagem, quando lotados em diferentes grupos de hospitais, a análise de perguntas isoladas nem sempre distingue, com significância, os mesmos grupos.

Controle de infecção relacionada a cateter venoso central impregnado com antissépticos: revisão integrativa

Ferreira,Maria Verônica Ferrareze; Andrade,Denise de; Ferreira,Adriano Menis
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
95.76%
O uso de cateter venoso central é apontado como um dos principais fatores para infecção da corrente sanguínea. Objetiva-se, neste estudo, buscar evidências científicas sobre o controle de infecção relacionada ao cateter venoso central impregnado com antissépticos utilizado em pacientes adultos hospitalizados. Para seleção dos estudos, foram utilizadas as bases de dados LILACS, CINAHL e MEDLINE. Totalizaram-se nove artigos por meio da revisão integrativa da literatura. As publicações acerca da utilização de cateteres impregnados com antissépticos mostraram diferença estatisticamente significante quanto à redução da colonização microbiana. Entretanto, apenas um estudo demonstrou redução na ocorrência da infecção. Diante das análises dos estudos, há necessidade de pesquisas adicionais em diferentes populações de pacientes com a finalidade de efetuar generalizações.

Desigualdades nas condições de controle de infecção em consultórios odontológicos em município brasileiro

Frazão,Paulo; Bortolotti,Marcia Gabriella L. de Barros
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2006 PT
Relevância na Pesquisa
95.8%
Analisar as condições de controle de infecção dos estabelecimentos de assistência odontológica do Município de Cariacica, Espírito Santo, Brasil. Dados relativos ao respondente, localização e tipo de estabelecimento, bem como às condições do ambiente, equipamentos e materiais, foram recolhidos mediante observação direta em todos os serviços odontológicos e em vinte estabelecimentos operados por "dentistas práticos". Para efetuar a análise, foi construído Índice de Controle de Infecção (ICI) composto de 19 variáveis, e quanto menor o seu valor, melhores as condições de controle. Foram observados 113 estabelecimentos. A condição nos estabelecimentos mantidos por dentistas não licenciados (médiaICI = 23,05, dp = 11,86) foi quatro vezes pior em relação ao melhor valor observado nos estabelecimentos particulares. Em condição intermediária, localizaram-se os serviços públicos (médiaICI = 16,27; dp = 6,96). Os serviços localizados nas regiões periféricas apresentaram condição quatro vezes pior. Observou-se profunda divisão nas condições sanitárias da assistência odontológica. Uma parcela significativa da população, que depende de assistência odontológica oferecida por estabelecimentos operados por "dentistas práticos"...

O impacto de mudanças nas medidas de prevenção e no tratamento de infecções incisionais em cirurgia de revascularização do miocárdio

Antoniali,Fernando; Costa,Cledicyon Eloy da; Tarelho,Luciano dos Santos; Lopes,Maurício Marson; Albuquerque,Ana Paula Nunes de; Reinert,Gleice Agnes Almeida; Ribeiro,Gustavo Calado de Aguiar
Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular Publicador: Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
95.93%
OBJETIVO: Avaliar o impacto de novas medidas de prevenção e tratamento para infecções incisionais em cirurgia de revascularização do miocárdio (RM). MÉTODO: Estudo retrospectivo incluindo 468 pacientes submetidos a RM com circulação extracorpórea, distribuídos em Grupo A (n=224) e Grupo B (n=244), de pacientes operados antes e após a adoção do novo protocolo, respectivamente. Análise comparativa entre os grupos procurou detectar a incidência de infecções superficiais e profundas na incisão para esternotomia, de recorrências e reinternações. RESULTADOS: Quanto aos fatores de risco relacionados a hábitos e doenças dos pacientes, aspectos cirúrgicos e hospitalares, ocorreram diferenças entre os grupos quanto a maior utilização da artéria mamária (p=0,003) e menor tempo de intubação orotraqueal (p=0,001) no Grupo B. Infecções incisionais - no Grupo A foram 44 (19,6%) casos, sendo 33 (14,7%) superficiais e 11 (4,9%) profundas; no Grupo B foram 13 (5,3%) casos com 10 (4,1%) superficiais e três (1,2%) profundas, sendo significativa a diferença quanto ao número total de infecções incisionais (p<0,001), superficiais (p<0,001) e profundas (p=0,037). As recorrências foram de 36,3% e 7,7%, respectivamente para os Grupos A e B (p=0...

A importância de medidas preventivas na profilaxia de infecções em pacientes submetidos a transplante cardíaco nos primeiros 30 dias de pós-operatório

Boaz,Marta Regina; Bordignon,Solange; Nesralla,Ivo A
Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular Publicador: Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
96.02%
OBJETIVO: Descrever a incidência de infecções apresentadas pelos pacientes submetidos a transplante cardíaco, durante os primeiros 30 dias da cirurgia, quanto à topografia e agente etiológico e, comparar a incidência de infecções no pós-operatório imediato ao transplante cardíaco com as medidas preventivas adotadas no controle de infecções. MÉTODO: Estudo descritivo de séries históricas numa população de 125 pacientes submetidos a transplante cardíaco, de junho de 1984 a janeiro de 2004. A coleta de dados foi realizada mediante a análise dos prontuários dos pacientes submetidos a transplante, com o auxílio de um roteiro investigativo específico. A idade da população variou de 9 dias a 71 anos, com mediana de 47 anos. A predominância foi do sexo masculino (75,2%). RESULTADOS: Apresentaram infecção, nos primeiros 30 dias pós-cirurgia, 32,8% dos pacientes. Houve predominância das infecções bacterianas (32%), seguindo as fúngicas (5,6%) e as causadas por vírus (4%). Não se observou diferença na incidência de infecção, quando comparadas em duas situações: (1) na assistência de enfermagem ao paciente com uso de isolamento protetor (29,9%); e (2) sem isolamento protetor (36,2%) - p= 0,835. CONCLUSÃO: As infecções bacterianas predominaram nesta população...

Os postulados de Nightingale e Semmelweis: poder/vital e prevenção/contágio como estratégias para a evitabilidade das infecções

Carraro,Telma Elisa
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2004 PT
Relevância na Pesquisa
85.99%
Trata-se de pesquisa qualitativa, que utilizou a observação como técnica para coleta de dados, tendo como guia um instrumento elaborado a partir de postulados de Florence Nightingale e Ignaz Phillip Semmelweis: poder vital/vida e prevenção/contágio. Registra breve histórico sobre o controle de infecções, destacando o enfoque prevenção/contágio. Discorre sobre o postulado poder vital/vida, apresentando e discutindo os componentes da assistência de Enfermagem dele decorrentes para o desenvolvimento da assistência. Recomenda que se considere articuladamente as vertentes - Poder Vital/Vida e Prevenção/Contágio - como estratégias para a evitabilidade das infecções.

Um projeto interdisciplinar de controle de infecções hospitalares - passos para a implantação e possíveis desdobramentos

Rodrigues,Maria Cristina Soares
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
105.99%
Este trabalho apresenta um projeto de extensão de enfermagem no controle de infecções hospitalares, desenvolvido em um hospital-escola. Tem como pressupostos a interação ensino-pesquisa-extensão e a integração universidade-comunidade. Trata-se de um relato de experiência que parte das bases teóricas que subsidiaram a elaboração da proposta, seguido da descrição dos objetivos da ação extensionista e dos agentes de atuação, o cenário da prática, as etapas de operacionalização e o sistema de avaliação do projeto, indicando seus componentes metodológicos e o financiamento da proposta. Os resultados nessa fase inicial de desenvolvimento do projeto apontam a necessidade de avanço e de inovação das atividades de ação contínua de enfermagem na vigilância de infecções hospitalares. Assim, essa experiência integradora e interdisciplinar contribuiu para a formação do futuro profissional enfermeiro (a), abriu canais de interlocução para o enriquecimento recíproco e estreitou a relação entre trabalho acadêmico e assistência à saúde.

Controle de infecção relacionada a cateter venoso central impregnado com antissépticos: revisão integrativa

Ferreira, Maria Verônica Ferrareze; Andrade, Denise de; Ferreira, Adriano Menis
Fonte: Revista da Escola de Enfermagem da USP Publicador: Revista da Escola de Enfermagem da USP
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
95.76%
O uso de cateter venoso central é apontado como um dos principais fatores para infecção da corrente sanguínea. Objetiva-se, neste estudo, buscar evidências científicas sobre o controle de infecção relacionada ao cateter venoso central impregnado com antissépticos utilizado em pacientes adultos hospitalizados. Para seleção dos estudos, foram utilizadas as bases de dados LILACS, CINAHL e MEDLINE. Totalizaram-se nove artigos por meio da revisão integrativa da literatura. As publicações acerca da utilização de cateteres impregnados com antissépticos mostraram diferença estatisticamente significante quanto à redução da colonização microbiana. Entretanto, apenas um estudo demonstrou redução na ocorrência da infecção. Diante das análises dos estudos, há necessidade de pesquisas adicionais em diferentes populações de pacientes com a finalidade de efetuar generalizações.; ABSTRACT - El uso de catéter venoso central es señalado como uno de los principales factores de infección de la corriente sanguínea. El estudio objetiva buscar evidencias científicas sobre control de infección relacionada con catéter venoso central impregnado con antisépticos utilizado en pacientes adultos hospitalizados. Para seleccionar estudios se utilizaron las bases de datos LILACS...

Validação de proposta de avaliação de programas de controle de infecção hospitalar; Validation of a proposal for evaluating hospital infection control programs; Validación de propuesta de evaluación de programas de control de infección hospitalaria

SILVA, Cristiane Pavanello Rodrigues; LACERDA, Rúbia Aparecida
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
95.85%
OBJETIVO: Validar as propriedades de construto e discriminante de programa de prevenção e controle de infecção hospitalar. MÉTODOS: O programa consiste de quatro indicadores: estrutura técnico-operacional; diretrizes operacionais de controle e prevenção; sistema de vigilância epidemiológica; atividades de controle e prevenção. Esses indicadores, cujo conteúdo foi previamente validado, foram aplicados em 50 instituições de saúde, no município de São Paulo, SP, em 2009. Utilizou-se estatística descritiva para caracterizar os hospitais e escores dos indicadores e o coeficiente α de Cronbach para avaliar a consistência interna. A análise da validade discriminante foi realizada comparando-se escores dos indicadores entre grupos de hospitais, com versus sem certificação em qualidade. A análise da validade de construto baseou-se na análise fatorial exploratória com matriz de correlação tetracórica. RESULTADOS: Os indicadores de estrutura técnico-operacional e vigilância epidemiológica apresentaram quase 100% de conformidade em toda amostra. Os indicadores de diretrizes operacionais de controle e prevenção, bem como os de atividades de controle e prevenção apresentaram consistência interna com variação de 0...

Investigação da fadiga e/ou satisfação por compaixão em profissionais da saúde nas práticas de controle de infecções relacionadas à assistência à saúde; Investigation of fatigue and/or satisfaction compassion in health care professionals on the health care infection control practices

Souza, Claudia Gesserame Vidigal Mendes de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
95.94%
Introdução: Esta pesquisa é um recorte do projeto de pesquisa INVESTIGAÇÃO DAS DIFICULDADES HUMANAS DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE NAS PRÁTICAS DE CONTROLE DE INFECÇÃO RELACIONADA À ASSISTÊNCIA À SAÚDE. Parte da hipótese de que o sofrimento decorrente da condição que um profissional de assistência à saúde (PAS) tem de se envolver emocionalmente e afetivamente ao sofrimento e às dores dos pacientes a quem prestam assistência possa ser a principal causa da não adesão às práticas de controle de infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS) e a responsável por fazer com que eles se descuidem, colocando a vida do paciente e a deles própria em risco de morte uma vez que o sofrimento decorrente dessa condição interfere em seus trabalhos, aumentando a possibilidade de erros e de não adesão, colaborando, assim, para a sua transmissão. As manifestações decorrentes da condição de envolvimento emocional e afetivo de um PAS ao sofrimento e às dores de seus pacientes vêm recebendo diversas nomeações e definições, como Fadiga e/ou Satisfação por Compaixão. Objetivos: investigar: a) se PAS de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) apresentam sofrimento decorrente da condição de envolvimento emocional e afetivo ao sofrimento e às dores dos pacientes a quem prestam assistência...

Organização e normatização de serviço e comissão de controle de infecção hospitalar: um manual técnico para consulta

Mantovani, Mariana
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.12%
As taxas de infecções hospitalares vêm crescendo a cada dia. A incidência dessas infecções é alta tanto em hospitais de rede pública quanto de rede privada. Muitos são os surtos epidemiológicos encontrados, como é o caso recente da Klebsiella pneumonia carbapenemase, popularmente conhecida como KPC. É obrigatório que todo hospital do Brasil tenha um Programa de Controle de Infecções Hospitalares que é composto pela Comissão de Controle de Infecções Hospitalares (CCIH). Essa comissão é uma equipe multiprofissional que atua nos hospitais com intuito de diminuir os casos de infecção. Visando essa diminuição e o auxilio de profissionais atuantes na CCIH, elaborou-se um Manual de Atividades e Condutas para a Comissão de Controle de Infecções Hospitalares. Esse Manual aliado a uma boa atuação da CCIH é de grande importância para a prevenção de novos surtos e diminuição da gravidade das infecções.; Farmácia

Infection control related to central venous catheter impregnated with antiseptics: an integrative review; Controle de infecção relacionada a cateter venoso central impregnado com antissépticos: revisão integrativa; Control de infección relacionada con catéter venoso central impregnado con antisépticos: revisión integradora

Ferreira, Maria Verônica Ferrareze; Andrade, Denise de; Ferreira, Adriano Menis
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2011 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
95.76%
El uso de catéter venoso central es señalado como uno de los principales factores de infección de la corriente sanguínea. El estudio objetiva buscar evidencias científicas sobre control de infección relacionada con catéter venoso central impregnado con antisépticos utilizado en pacientes adultos hospitalizados. Para seleccionar estudios se utilizaron las bases de datos LILACS, CINAHL y MEDLINE. Se totalizaron 9 artículos mediante revisión integradora de literatura. Las publicaciones referidas a utilización de catéteres impregnados con antisépticos mostraron diferencias estadísticamente significantes en lo referente a reducción de colonización microbiana, mientras apenas un estudio demostró reducción de ocurrencia de infección. Ante el análisis de los estudios, existe necesidad de investigaciones adicionales en diferentes poblaciones de pacientes con la finalidad de efectuar generalizaciones.; The use of central venous catheter is pointed out as a risk factor to blood stream infection. The objective of this study was to reach scientific evidence on infection control related to central venous catheter impregnated with antiseptics, used in hospitalized adult patients. Studies were selected from the LILACS, CINAHL and MEDLINE databases. Nine articles were selected by means of integrative literature review. The publications on the use of catheters impregnated with antiseptics showed statistically significant differences regarding the reduction of microbial colonization; however...

Medidas de prevenção e controle de infecções urinarias hospitalares em hospitais da cidade de São Paulo; Methods of prevention and control of Hospital Urinaty tract acquired infection in hospitals of the city of São Paulo

Penteado, Maridalva Souza
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/1997 POR
Relevância na Pesquisa
86.11%
Trata-se de parte de estudo onde avalia-se o conhecimento e a prática de enfermeiros e ocupacionais de enfermagem em relação a medidas de prevenção e controle de infecções hospitalares em vinte e nove hospitais gerais, da cidade de São Paulo. Objetiva, além de avaliar o conhecimento e a prática acerca das medidas de prevenção e controle das infecções, investigar se existem diferenças entre os níveis de conhecimento e de atuação prática dos enfermeiros e ocupacionais de enfermagem, quando lotados em diferentes grupos de hospitais: hospitais públicos com serviço de prevenção e controle de infecções hospitalares; hospitais públicos sem serviço de prevenção e controle de infecções hospitalares; hospitais privados com serviço e privados sem o referido serviço. Constata-se que existem lacunas no que se refere ao conhecimento e a prática acerca das medidas de prevenção e controle das infecções estudadas e que embora se detectem diferenças significativas para o conhecimento e a prática dos profissionais e ocupacionais de enfermagem, quando lotados em diferentes grupos de hospitais, a análise de perguntas isoladas nem sempre distingue, com significância, os mesmos grupos.; Theorectical knowledge and practical ability of nurses and nursing auxiliaries regarding methods of prevention and control of hospital acquired urinary tract aquired infection are studied in 29 hospitals of São Paulo. For this it was filled a form with questions constructed with questions for the correct form of prevention and control of urinary tract acquired infection...

Desigualdades nas condições de controle de infecção em consultórios odontológicos em município brasileiro

Frazão,Paulo; Bortolotti,Marcia Gabriella L. de Barros
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2006 PT
Relevância na Pesquisa
95.8%
Analisar as condições de controle de infecção dos estabelecimentos de assistência odontológica do Município de Cariacica, Espírito Santo, Brasil. Dados relativos ao respondente, localização e tipo de estabelecimento, bem como às condições do ambiente, equipamentos e materiais, foram recolhidos mediante observação direta em todos os serviços odontológicos e em vinte estabelecimentos operados por "dentistas práticos". Para efetuar a análise, foi construído Índice de Controle de Infecção (ICI) composto de 19 variáveis, e quanto menor o seu valor, melhores as condições de controle. Foram observados 113 estabelecimentos. A condição nos estabelecimentos mantidos por dentistas não licenciados (médiaICI = 23,05, dp = 11,86) foi quatro vezes pior em relação ao melhor valor observado nos estabelecimentos particulares. Em condição intermediária, localizaram-se os serviços públicos (médiaICI = 16,27; dp = 6,96). Os serviços localizados nas regiões periféricas apresentaram condição quatro vezes pior. Observou-se profunda divisão nas condições sanitárias da assistência odontológica. Uma parcela significativa da população, que depende de assistência odontológica oferecida por estabelecimentos operados por "dentistas práticos"...