Página 1 dos resultados de 225 itens digitais encontrados em 0.074 segundos

Avalia????o pr??tica da lavagem das m??os pelos profissionais de sa??de em atividades l??dico-educativas

Scheidt, K??tia Liberato Sales; Carvalho, Manoel de
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.92%
Reconhecida como a mais importante medida de preven????o no controle das infec????es hospitalares, a lavagem das m??os h?? muito vem sendo estimulada nos hospitais. Este estudo objetivou analisar a pr??tica da lavagem das m??os pelos profissionais de sa??de, mediante a????es l??dico-educativas sobre o tema. Em maio de 2003, foi realizado o Dia Nacional de Controle de Infec????es Hospitalares, no Instituto Fernandes Figueira, Rio de Janeiro. Durante esse evento, uma pia foi montada especialmente para os participantes realizarem a lavagem b??sica das m??os. Atrav??s de m??todo observacional estruturado, foram observados 50 profissionais, em car??ter volunt??rio. S??o resultados: baixo desempenho t??cnico, com inobserv??ncia da retirada de adornos (84%) e aplica????o do sab??o l??quido sem que as m??os estivessem molhadas (56%). A maioria (80%) utilizou tempo superior ao recomendado (15 segundos), n??o realizando a lavagem de forma completa (54%). Concluiu-se que, apesar das freq??entes campanhas educativas e oferta de produtos adequados, os profissionais n??o realizam a t??cnica a contento.

An??lise da ader??ncia ?? procedimentos de preven????o e controle da infec????o hospitalar em unidades de terapia intensiva neonatal

Scheidt, K??tia Liberato Sales
Fonte: Instituto Fernandes Figueira Publicador: Instituto Fernandes Figueira
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
66.04%
Introdu????o - O rec??m-nascido (RN) ?? mais vulner??vel ??s infec????es hospitalares, dada a fragilidade de seus mecanismos de defesa. Sob assist??ncia intensiva, os riscos s??o agravados pelas freq??entes manipula????es e invas??es a que s??o submetidos. Objetivos - Analisar a ader??ncia dos profissionais de sa??de na preven????o da infec????o, durante a execu????o de pr??ticas assistenciais em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN); conhecer a rela????o entre o n??mero de profissionais e RN; descrever a preval??ncia de infec????o hospitalar (IH) nas UTIN estudadas. M??todo - Quantitativo e descritivo que, atrav??s da observa????o estruturada, analisou os procedimentos de lavagem de m??os, manipula????o venosa e aspira????o do tubo endotraqueal; levantou a rela????o entre profissionais e rec??m-nascidos e a preval??ncia de infec????o hospitalar. Os dados foram coletados em duas UTIN de hospitais de ensino no Rio de Janeiro, por um ??nico observador, em per??odos do dia e da noite, nos diversos dias da semana, durante o per??odo de janeiro a junho de 2005.. Resultados- Foram observados 765 procedimentos de lavagem de m??os, 347 manipula????es do sistema de infus??o venosa e 108 aspira????es endotraqueais. Nos procedimentos de lavagem das m??os observados...

Desenvolvimento e valida????o de um instrumento de informa????o para a assessoria do programa de controle de infec????o ??s decis??es do dirigente hospitalar

Prade, Sandra Suzana
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.04%
Baseado na configura????o brasileira do problema das infec????es hospitalares e nas responsabilidades do gerente do Programa de Controle de Infec????o Hospitalar (PCIH) e do dirigente hospitalar, entende haver uma falta de comunica????o, motivado por desconhecimentos m??tuos sobre as a????es de assessoria; do significado da qualidade hospitalar; da abrang??ncia e profundidade do PCIH; e, do emprego da informa????o, al??m de inexistir informa????o sistem??tica e oficial desta ??rea no Brasil. Objetiva desenvolver e validar um sistema de informa????o capaz de avaliar diferentes dimens??es do escopo sist??mico da assist??ncia hospitalar no gerenciamento do PCIH e na assessoria ??s decis??es do dirigente hospitalar. O trabalho ?? realizado em dois momentos metodol??gicos, emprega m??ltiplas estrat??gias e procedimentos para esta pesquisa. A constru????o do Sistema de Informa????es OConsultor ?? constru??do e validado progressivamente e o efeito imediato do seu produto ?? avaliado em efici??ncia para seus prop??sitos informativos. A validade interna s?? ?? comprometida pelo resultado insatisfat??rio de um dos estudos, que dever?? ser reconduzido ap??s modifica????es no preparo dos avaliadores. Ap??s as modifica????es sugeridas, o estudo deve ser ampliado...

An??lise de dados de infec????es nosocomiais em unidades de terapias intensivas (uti) de hospitais de n??vel terci??rio de Fortaleza, estado do Cear??, no per??odo de janeiro de 2005 a dezembro de 2007

Patr??cio, Maria Iracema de Aguiar
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
76.15%
As infec????es hospitalares acarretam o aumento da morbimortalidade de indiv??duos internados em unidades hospitalares, como tamb??m, ampliam o tempo de perman??ncia e conseq??entemente o aumento dos custos hospitalares. Atualmente, as Unidades de Terapia Intensiva-UTI representam uma importante e indispens??vel ferramenta da medicina moderna para prestar assist??ncia a pacientes criticamente enfermos utilizando recursos humanos especializados e tecnol??gicos avan??ados. Por??m, contamos com o??nus do risco de IH. Neste contexto a UTI constitui um importante foco de aten????o relacionada ??s pr??ticas assistenciais por representar, em m??dia, de 20 a 30 por cento de todas asinfec????es notificadas. No Brasil, os leitos destinados para UTI, representam menos de 2 por cento dos leitos hospitalares dispon??veis, no entanto, contribuem com mais de 25 por cento das infec????es com uma alta taxa de ??bitos. O objetivo do estudo foi analisar os casos notificados de infec????es nosocomiais em UTI de dois hospitais de n??vel terci??rio do munic??pio de Fortaleza, estado do Cear??, no per??odo de janeiro de 2005 a dezembro de 2007. Tratou-se de um estudo descritivo, explorat??rio, retrospectivo, baseado na coletade dados secund??rios obtidos a partir do registro dos prontu??rios elaborados pela CCIH dos hospitais participantes. Al??m da coleta de dados...

O modelo hekura para interromper a transmiss??o da mal??ria: uma experi??ncia de a????es integradas de controle com os ind??genas Yanomami na virada do s??culo XX

Pithan, Oneron de Abreu
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.02%
Esta disserta????o de mestrado descreve o perfil epidemiol??gico da mal??ria e as a????es de controle da mal??ria que foram realizadas no per??odo de 1998 a 2002 junto aos Yanomami assistidos atrav??s do Distrito Sanit??rio Yanomami da Funda????o Nacional de Sa??de em Roraima e analisa o impacto de um modelo integrado de controle (Hekura) que foi aplicado durante o Plano de Intensifica????o de A????es Integradas de Controle da Mal??ria nesta ??rea (PIACM/DSY) de julho de 2000 a dezembro de 2002, com objetivo de interromper a transmiss??o da mal??ria, de elevad??ssima morbi-mortalidade entre estes ind??genas h?? mais de treze anos. A estrat??gia foi a execu????o de modalidades integradas de controle nas localidades com autoctonia de transmiss??o, identificadas pela vigil??ncia e estratifica????o epidemiol??gica onde a sistem??tica busca ativa de casos para o esgotamento da fonte de infec????o humana foi realizada concomitante ao controle dos mosquitos adultos em fase de transmiss??o, para o esgotamento da fonte de infec????o vetorial. (...) O n??vel de integralidade mensal foi relacionado ao ??ndice Parasit??rio Mensal (IPM) e tamb??m procedida a an??lise de tend??ncia exponencial deste ??ltimo para a avalia????o final de cada ??rea. Durante o Plano o n??mero de localidades trabalhadas para o controle da endemia foi bem superior do que anteriormente...

Avalia????o da susceptibilidade de Cavia Porcellus ao v??rus da Hepatite A

Araujo, Fernanda Rimolli de Castro
Fonte: Instituto de Tecnologia em Imunobiol??gicos Publicador: Instituto de Tecnologia em Imunobiol??gicos
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.05%
A infec????o pelo v??rus da hepatite A (HAV) em geral ?? transmitida pelo contato fecal-oral. Prec??rias condi????es sanit??rias e de higiene favorecem a transmiss??o do HAV. Dados dispon??veis sobre o saneamento b??sico mostram a precariedade em muitas regi??es do Brasil onde se concentram a maioria dos casos de infec????espelo HAV. O desenvolvimento de uma vacina efetiva e segura contra o HAV ?? uma das prioridades do Programa Nacional de Imuniza????es (PNI). Para o desenvolvimento de vacinas contra a hepatite A um dos principais obst??culos ?? um modelo animal para o seu controle. Algumas esp??cies de primatas n??o-humanos s??o utilizadas como modelos para infec????o pelo HAV, por serem semelhantes aos humanos no curso da infec????o. Geralmente apresentam, ap??s a infec????o experimental pelo HAV, viremia, elimina????o de v??rus nas fezes, aumento dos n??veis s??ricos de enzimas hep??ticas, soroconvers??o, altera????es histol??gicas edetec????o de ant??genos de HAV no f??gado. ?? indiscut??vel tamb??m a import??ncia dos primatas n??o-humanos nas pesquisas sobre patogenia. Entre as op????es para substitu??-los, em virtude do alto valor econ??mico e moral (pelo alto n??vel de consci??ncia), foi pesquisada a viabilidade do uso de cobaias (Cavia porcellus) na infec????o experimental pelo HAV. Neste estudo foram inoculadas intraperitonialmente tr??s cobaias com a cepa brasileira HAF-203 do HAV...

Identifica????o de prote??nas imunog??nicas para o desenvolvimento de estrat??gias, baseadas em imunoterapia, contra infec????es por Acinetobacter spp

Bonin, Renata Fajardo
Fonte: Instituto de Tecnologia em Imunobiol??gicos Publicador: Instituto de Tecnologia em Imunobiol??gicos
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.01%
Acinetobacter baumannii ?? um importante pat??geno oportunista Gram-negativo que causa pneumonia, infec????es do trato urin??rio e septicemia em pacientes imunocomprometidos. Este pat??geno est?? freq??entemente associado associado a surtos nosocomiais em todo o mundo e tornou-se particularmente problem??tico no Brasil devido a sua preval??ncia e padr??es de resist??ncia a v??rios antimicrobianos. O desenvolvimento de imunoterapia para o tratamento de infec????es bacterianas, geralmente trabalha focada em alvos como os fatores de coloniza????o e virul??ncia localizados na superf??cie bacteriana. Entre estes fatores est??o as prote??nas de membrana externa (OMPs) que podem agir como potenciais alvos para a ades??o de outras c??lulas e liga????o de compostos bactericidas na superf??cie das bact??rias Gram-negativas. Al??m disso, A. baumannii secretam ves??culas de membrana externa (OMVs) que transportam m??ltiplas prote??nas associadas ?? virul??ncia para o interior da c??lula hospedeira. Portanto, uma abordagem baseada na imunoprote??nica foi desenvolvida para identificar prote??nas imunog??nicas na membrana externa de Acinetobacter baumannii, como poss??veis alvos para o desenvolvimento de alternativas de tratamento com base na imunoterapia. Inicialmente...

Deficiencia de vitamina A e fatores associados em criancas de areas urbanas

de Queiroz,Daiane; Paiva,Adriana de Azevedo; Pedraza,Dixis Figueroa; Cunha,Maria Auxiliadora Lins da; Esteves,Gustavo Henrique; de Luna,Joao Gil; Diniz,Alcides da Silva
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.02%
OBJETIVO: Analisar a prevalência da deficiência de vitamina A em crianças e os fatores associados. MÉTODOS: Estudo de corte transversal de base populacional realizado com 1.211 crianças de seis a 59 meses de idade, de ambos os sexos, procedentes da área urbana de nove cidades do estado da Paraíba, Brasil. O estado nutricional de vitamina A foi avaliado pelas concentrações séricas de retinol e presença de infecção subclínica avaliada pelas concentrações de proteína C-reativa. Foram investigadas as condições socioeconômicas, demográficas, de saneamento, além da suplementação prévia com vitamina A. Foram consideradas com deficiência de vitamina A as crianças com concentrações de retinol sérico < 0,70 µmol/L. Níveis séricos de vitamina A < 0,70 µmol/L com prevalência ≥ 20% foram considerados como grave problema de saúde pública. Análises uni e multivaridas foram conduzidas para testar associações estatísticas (p < 0,05). RESULTADOS: A prevalência de deficiência de vitamina A foi de 21,8% (IC95% 19,6;24,2), mostrando associação com a presença de infecção subclínica e ausência de água no domicílio. A prevalência de deficiência de vitamina A foi de 21...

Infecções relacionadas à assistência a saúde baseada em critérios internacionais, realizada em unidade neonatal de cuidados progressivos de referência de Belo Horizonte, MG

Romanelli,Roberta Maia de Castro; Anchieta,Lêni Márcia; Mourão,Maria Vitória Assumpção; Campos,Flávia Alves; Loyola,Flávia Carvalho; Jesus,Lenize Adriana de; Armond,Guilherme Augusto; Clemente,Wanessa Trindade
Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
76.05%
OBJETIVO: Descrever a ocorrência de infecções relacionadas à assistência à saúde em uma unidade neonatal de serviço público de referência em Belo Horizonte, MG, baseando-se em critérios internacionais. MÉTODOS: Trata-se de estudo descritivo, realizado por busca ativa, na Unidade Neonatal de Cuidados Progressivos do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC/UFMG), de 2008 a 2009. A notificação de infecções baseou-se nos critérios do National Healthcare Safety Network (NHSN). O banco de dados e análise foi realizado em programa interno do serviço. RESULTADOS: Foram notificados 325 episódios de infecção nos recém-nascidos, com densidade de incidência de 22,8/1.000 pacientes-dia e incidência proporcional geral de infecção de 36,7%. A sepse foi a principal infecção (62,5%) notificada. A densidade de incidência de infecções foi maior em neonatos com peso menor que 750g (42,4/1.000 pacientes-dia). Observou-se 18,15 episódios de Sepse Relacionada a Cateter/1.000 Cateter Venoso Central-dia e 19...

Avalia??o do perfil de IgG e subclasses de IgG de pacientes portadores de infec??o chag?sica do munic?pio de Berilo, Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais.

Santos, Lilian da Silva
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.13%
A pesquisa de t?cnicas sorol?gicas de alta especificidade e sensibilidade que sejam capazes de avaliar a morbidade da doen?a de Chagas ? de grande interesse. O maior objetivo desse trabalho foi realizar uma avalia??o sorol?gica pesquisando IgG total e suas subclasses IgG1, IgG2 e IgG3, em dilui??es sucessivas de soro, em pacientes do munic?pio de Berilo, Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, infectados pelo Trypanosoma cruzi com diagn?stico sorol?gico positivo e previamente avaliados do ponto de vista epidemiol?gico, cl?nico e parasitol?gico. O diagn?stico sorol?gico foi feito pelas t?cnicas de ELISA e HAI e a hemocultura empregada na avalia??o parasitol?gica. A seguir, todos os pacientes responderam um question?rio cl?nicoepidemiol?gico. Para a avalia??o cl?nica os pacientes passaram por exame f?sico, eletrocardiograma, ecocardiograma e Raios-X do t?rax e do es?fago e c?lon contrastados. Ap?s estes exames, foram selecionados para este estudo 15 pacientes em cada uma das seguintes formas cl?nicas da doen?a de Chagas: forma Indeterminada (IND), forma Card?aca 1 (CARD 1), forma Card?aca 2 (CARD 2), forma Digestiva e/ou Mista (DIG/MIS), al?m de um grupo com 15 indiv?duos n?o reativos (grupo controle) da mesma localidade. Inicialmente a t?cnica de ELISA n?o comercial rotineiramente usada para o diagn?stico da doen?a de Chagas foi empregada para a dosagem das imunoglobulinas nos pacientes com infec??o chag?sica e posteriormente aplicada a soros de indiv?duos com algumas doen?as infecciosas tais como HIV...

Avalia??o da participa??o das ecto-nucleotidases do Trypanosoma cruzi nos processos de infec??o e virul?ncia em modelo murino.

P?ssa, Marcela Auxiliadora Souza
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.02%
A Doen?a de Chagas ? uma das doen?as parasit?rias com maior impacto social e econ?mico na Am?rica Latina, acometendo, ainda hoje, milhares de pessoas. Desta forma alvos mais espec?ficos t?m sido estudados visando uma abordagem racional para a quimioterapia da doen?a; visto que os f?rmacos hoje comercializados oferecem baixos ?ndices de cura na fase cr?nica da infec??o, al?m de muitos efeitos colaterais. Vias bioqu?micas associadas ? sobreviv?ncia e virul?ncia do Trypanosoma cruzi t?m sido estudadas. Neste trabalho foi avaliada a participa??o das ecto-nucleotidases, nos processos de infec??o e virul?ncia do T. cruzi em camundongos Swiss, por meio da utiliza??o de inibidores de ecto-nucleotidases, com a??o sobre E-NTPDases (Suramina, Gadol?nio e ARL67156). O pr?-tratamento dos parasitos com diferentes concentra??es dos inibidores levou a diminui??es significativas da parasitemia e mortalidade. A influ?ncia dos pr?-tratamentos no curso da infec??o foi dose-dependente e as concentra??es mais efetivas foram de 300?m, 300?m e 1mM respectivamente para o GdCl3, ARL e Suramina. O pr?-tratamento dos parasitos levou a um aumento na express?o de INF-? no cora??o dos camundongos e dos n?veis s?ricos de INF-?, nos est?gios iniciais da infec??o; sugerindo que a inibi??o de ecto-nucleotidases leve ao aumento da concentra??o de ATP extracelular (ATPe)...

Distribui??o de macr?fagos e altera??es teciduais no cora??o e na medula espinhal de c?es inoculados com formas tripomastigotas metac?clicas ou sang??neas da cepa Berenice-78 do Trypanosoma cruzi submetidos ? imunossupress?o durante a fase aguda da infec??o

Santos, Vitor Rodrigues Lima dos
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Biol?gicas. N?cleo de Pesquisas em Ci?ncias Biol?gicas, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.18%
Como resultado da enorme diversidade gen?tica do Trypanosoma cruzi e de seus hospedeiros vertebrados, a intera??o entre estes pode levar a cursos de infec??o distintos. Do ponto de vista da biologia do parasito, t?m-se os diferentes fen?tipos apresentados por diferentes cepas do T. cruzi, diferen?as estas observadas tamb?m quando se compara suas formas evolutivas. Por parte da biologia do hospedeiro vertebrado, tem-se a import?ncia da resposta imunol?gica como determinante da gravidade da infec??o; indiv?duos imunossuprimidos, por exemplo, t?m menos sucesso em alcan?ar o equil?brio parasito/hospedeiro e apresentam maior gravidade das les?es observadas no cora??o e sistema nervoso central. Infec??es experimentais no modelo c?o mimetizam v?rios aspectos da infec??o pelo T. cruzi em humanos. Nosso grupo demonstrou recentemente que a infec??o por formas tripomastigotas ou sang??neas da cepa Be-78 do T. cruzi influencia a evolu??o dos par?metros imunol?gicos e parasitol?gicos durante a fase aguda da infec??o em c?es. No sangue perif?rico foi demonstrada a diminui??o de mon?citos circulantes nos animais infectados por formas tripomastigotas sang??neas e um predom?nio de c?lulas T CD8+ nos animais infectados por ambas formas infectantes, sendo maior nos animais infectados por formas tripomastigotas metac?clicas. In?meros aspectos da imunopatog?nese da Doen?a de Chagas ainda n?o foram esclarecidos. Os resultados da avalia??o do sangue perif?rico levaram a sugerir a hip?tese de que os mon?citos circulantes teriam migrado para o tecido e se diferenciado em macr?fagos. A partir destas informa??es...

Caracteriza??o molecular das infec??es pelos poliomav?rus humanos JC e BK em pacientes renais cr?nicos candidatos a transplante renal no Estado do Acre

MELO, Fernando de Assis Ferreira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.07%
O presente trabalho investigou a ocorr?ncia de infec??o pelos poliomav?rus JCV e BKV na popula??o de pacientes com doen?a renal cr?nica, no Estado do Acre e em um grupo controle de indiv?duos sem doen?a renal. Foram examinadas 100 amostras de urina do grupo de Pacientes e 99 amostras de urina do grupo Controle. Ap?s a extra??o do DNA, a PCR foi usada para a amplifica??o de 173pb do gene que codifica o ant?geno-T de ambos os v?rus. A diferencia??o entre as infec??es por JCV e por BKV foi realizada por meio da digest?o enzim?tica do produto amplificado, usando-se endonuclease de restri??o. Esse estudo n?o identificou a presen?a do BKV nas amostras de urina do grupo de Pacientes e do grupo Controle. O JCV foi identificado em 11,1% (11/99) dos indiv?duos do grupo Controle e em 4% (4/100) dos indiv?duos do grupo de Pacientes. Foi encontrada diferen?a estatisticamente significante entre os grupos de Pacientes e Controle quanto ? m?dia de Ur?ia (p < 0,001), onde a m?dia no grupo de Pacientes foi significantemente maior do que a m?dia no grupo Controle. Estes resultados sugerem que os elevados n?veis de ur?ia excretada na urina, a baixa celularidade urin?ria, a diminui??o do ?washout? (limpeza) da bexiga e o tempo para a an?lise das amostras...

Acompanhamento cl??nico, histopatol??gico e avalia????o dos n??veis de interleucina 10 de c??es com demodicose cr??nica

Felix, Anelize de Oliveira Campello
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Veterin??ria; Programa de P??s-Gradua????o em Veterin??ria; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Veterin??ria; Programa de P??s-Gradua????o em Veterin??ria; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
85.79%
Demodicosis is considered one of the most severe canine skin disease. It is caused by the excessive proliferation of the Demodex canis mite, normal member of the canine skin. Skin lesions caused by the parasite predispose the skin to secondary infections that will further aggravate the patients clinical aspects. The objective of this work was to evaluate the clinical a histopathological evolution of the disease, as well as to study the seric levels of interleukin 10 (IL10) in demodicosis patients. The first study was conducted using 20 animals, 10 demodicosis patients (GD), and 10 control dogs (GC). All these animals were clinically evaluated, and submitted to deep skin scraping in search of Demodex mites. The dogs in the GD group were treated with moxidectin and evaluated in days 0, 20, 40, 60, and 80. Five of these animals were healed and submitted to skin biopsies on days 0 and 80, for the observation of histopathological alterations. A second study used 26 animals, 17 on G1 (demodicosis patients) and 9 on G2 (healthy dogs). All G1 animals were positive for demodicosis on the skin scrape test, and were submitted to clinical evaluation. Blood was harvested from all the animals, with the interleukin 10 dosage being carried out with the comrcial kit Quantikine Canine IL-10 Immunoassay?? (R&D Systems) . Results obtained in the first experiment showed considerable clinical and scrape test improvement in GD...

Tecnologia da informa????o como suporte ?? gest??o em controle de infec????es hospitalares: impacto na qualidade assistencial

Brasil. Minist??rio da Educa????o (MEC); Hospital de Cl??nicas de Porto Alegre (HCPA); Rio Grande do Sul. Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Relato de Experi??ncia
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
126.12%
O controle de infec????es hospitalares (CIH) implica a????es complexas e multifacetadas, representando um observat??rio privilegiado das pr??ticas de gest??o. Relata-se aqui o desenvolvimento de ambiente de informa????es gerenciais no Hospital de Cl??nicas de Porto Alegre (HCPA) e seu impacto na institui????o. A tecnologia da informa????o permitiu a cria????o de interface ??nica e a an??lise dos diferentes indicadores epidemiol??gicos de forma intuitiva. Foi desenvolvido um banco de dados orientados a assuntos que permitissem a vis??o multidimensional dos indicadores e a comparabilidade externa. Houve mudan??a no perfil de a????o dos profissionais de CIH n??o apenas pela redu????o do tempo e do trabalho gastos com a coleta exclusiva dos dados, mas principalmente pela interven????o direta nos processos assistenciais. Entre outros exemplos, houve redu????o nas taxas hiperend??micas de infec????o associadas ?? ventila????o mec??nica, com impacto sist??mico; N??mero de p??ginas: 5 p.; Classifica????o::Administra????o P??blica. Teoria Geral da Administra????o::Desenvolvimento Gerencial::Inova????o; Iniciativa premiada no 8?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal sob responsabilidade de Beatriz Graeff Santos Seligman, Coordenadora da Comiss??o de Controle de Infec????o Hospitalar. A????es premiadas no 8?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal ??? 2003; ??reas tem??ticas: gest??o da informa????o; gerenciamento de informa????es

Resistência de piperáceas nativas da Amazônia á infecção causada por Nectria haematococca f. sp. piperis

ALBUQUERQUE,Fernando Carneiro de; DUARTE,Maria de Lourdes Reis; BENCHIMOL,Ruth Linda; ENDO,Tadamitsu
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2001 PT
Relevância na Pesquisa
66%
A reação de resistência das espécies Piper aduncum, P. arboreum, P. carniconnectivum, P. colubrinum, P. hispidinervium, P. hispidum, P. hostmannianum, P. tuberculatum, P. nigrum e Piper sp. à infecção causada por dois isolados de Nectria haematococca f. sp. piperis foi determinada em condições de telado, através do cultivo em solo infestado e de inoculações no internódio de mudas com três meses de desenvolvimento. Mudas de P. nigrum (pimenta-do-reino) foram usadas como controle, devido a alta suscetibilidade ao patógeno. Aos 110 dias observou-se que o isolado Adu obtido de Ρ. aduncum não causou podridão das raízes em todas as espécies, com exceção de Piper sp. e de P. nigrum, enquanto que o isolado Nig obtido de P. nigrum causou infecção apenas nas raízes desse hospedeiro. Diferenças significativas (p<0,01) foram observadas no nível de resistência entre as espécies, sendo as espécies nativas mais resistentes à infecção causada pelo fungo. Os isolados apresentaram variação para virulência (p<0,01), sendo o isolado Nig mais virulento do que o Adu. Não ocorreu...

Arbov?rus Morumbi (Phlebovirus : Bunnyaviridae) - estudo histopatol?gico e imuno-histoqu?mico do f?gado na infec??o experimental em camundongos: compara??o entre as vias cerebral, intraperitoneal e subcut?nea

BARROS, Vera L?cia Reis Souza de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.08%
O v?rus Morumbi ? membro do sorogrupo Phlebotomus fever (fam?lia Bunyav?r?dae: g?nero Phlebov?rus) nativo da Regi?o Amaz?nica. Seu vetor ? desconhecido, mas sup?em-se ser transmitido por flebotom?neos. Foi isolado em 1988 de ser humano apresentando quadro febril agudo. Este arbov?rus, quando inoculado em camundongo por via cerebral, demonstrou viscerotropismo, induzindo inclusive les?es no f?gado do animal inoculado. Com os objetivos de: i) estabelecer as caracter?sticas an?tomo-patol?gicas e imuno-histoqu?micas em f?gado de camundongos albinos Sw?ss rec?m-nascidos experimentalmente infectados pelo v?rus Morumbi; ii) verificar se o v?rus apresenta hepatotropismo diferenciado na depend?ncia de inocula??o pelas vias cerebral, peritoneal ou subcut?nea; iii) caracterizar detalhadamente os padr?es an?tomo-patol?gicos sequenciais no f?gado; iv) demonstrar a localiza??o do ant?geno viral no tecido hep?tico ao longo da infec??o experimental; v) estudar poss?veis inter-rela??es entre os achados an?tomo-patol?gicos e os imuno-histoqu?micos. Foram estudados experimentalmente 71 camundongos Sw?ss rec?m-nascidos (dois e tr?s dias), distribu?dos ao final do experimento como segue: 21 animais inoculados por via intracerebral (IC), 21 por via intraperitoneal (IP) e 29 animais inoculados por via subcut?nea (SC). Utilizou-se a dose infectante 5...

Efficacy of the d-phenothrin/pyriproxyfen association against mites in naturally co-infested rabbits

FERNANDES, Julio Israel; VEROCAI, Guilherme Gomes; RIBEIRO, Francisco de Assis; MELO, Raquel Moreira Pires dos Santos; AZEVEDO, Tha?s Ribeiro Correia; COUMENDOUROS, Katherina; SCOTT, Fabio Barbour
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
85.89%
O objetivo do presente estudo foi avaliar a efic?cia da associa??o de d-fenotrina e piriproxifen no controle de infesta??es simult?neas por Psoroptes ovis, Cheyletiella parasitivorax e Leporacarus gibbus em coelhos naturalmente co-infestados. Vinte coelhos mesti?os (Nova Zel?ndia Branco x Calif?rnia) infestados simultaneamente pelas tr?s esp?cies de ?caros foram divididos aleatoriamente em dois grupos. Todos os coelhos infestados por apresentavam eritema, hiperemia e forma??o de crostas nas orelhas, causados por P. ovis. Infesta??es simult?neas por C. parasitivorax e L. gibbus foram considerados assintom?ticas em todos os animais. Dez animais foram tratados com uma formula??o spray contendo d-fenotrina a 4,4% e piriproxifen a 0,148%, pulverizando toda a superf?cie corporal de forma uniforme, incluindo a face interna das orelhas. Os outros 10 coelhos n?o foram t ratados, sendo mantidos como grupo controle. Os animais foram avaliados nos dias 7, 14, 21, 28 e 35 p?s-tratamento. A associa??o de d-fenotrina e piriproxifen foi 100% eficaz no controle das tr?s esp?cies de ?caros e foi respons?vel pela remiss?o das les?es de sarna psor?ptica nos animais tratados. N?o foram observados sinais de intoxica??o. Os resultados indicam que a formula??o spray de d-fenotrina e piriproxifen em uma ?nica aplica??o ? uma op??o clinicamente segura e eficaz no controle de infesta??es por ?caros em coelhos.; ABSTRACT: The aim of the present study was to evaluate the efficacy of the d-phenothrin/pyriproxyfen association against Psoroptes ovis...

Deficiencia de vitamina A e fatores associados em criancas de areas urbanas

de Queiroz,Daiane; Paiva,Adriana de Azevedo; Pedraza,Dixis Figueroa; Cunha,Maria Auxiliadora Lins da; Esteves,Gustavo Henrique; de Luna,Joao Gil; Diniz,Alcides da Silva
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.02%
OBJETIVO: Analisar a prevalência da deficiência de vitamina A em crianças e os fatores associados. MÉTODOS: Estudo de corte transversal de base populacional realizado com 1.211 crianças de seis a 59 meses de idade, de ambos os sexos, procedentes da área urbana de nove cidades do estado da Paraíba, Brasil. O estado nutricional de vitamina A foi avaliado pelas concentrações séricas de retinol e presença de infecção subclínica avaliada pelas concentrações de proteína C-reativa. Foram investigadas as condições socioeconômicas, demográficas, de saneamento, além da suplementação prévia com vitamina A. Foram consideradas com deficiência de vitamina A as crianças com concentrações de retinol sérico < 0,70 µmol/L. Níveis séricos de vitamina A < 0,70 µmol/L com prevalência ≥ 20% foram considerados como grave problema de saúde pública. Análises uni e multivaridas foram conduzidas para testar associações estatísticas (p < 0,05). RESULTADOS: A prevalência de deficiência de vitamina A foi de 21...

Infeccoes relacionadas a assistencia a saude baseada em criterios internacionais, realizada em unidade neonatal de cuidados progressivos de referencia de Belo Horizonte, MG

Romanelli,Roberta Maia de Castro; Anchieta,Leni Marcia; Mourao,Maria Vitoria Assumpcao; Campos,Flavia Alves; Loyola,Flavia Carvalho; Jesus,Lenize Adriana de; Armond,Guilherme Augusto; Clemente,Wanessa Trindade
Fonte: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
76.05%
OBJETIVO: Descrever a ocorrência de infecções relacionadas à assistência à saúde em uma unidade neonatal de serviço público de referência em Belo Horizonte, MG, baseando-se em critérios internacionais. MÉTODOS: Trata-se de estudo descritivo, realizado por busca ativa, na Unidade Neonatal de Cuidados Progressivos do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC/UFMG), de 2008 a 2009. A notificação de infecções baseou-se nos critérios do National Healthcare Safety Network (NHSN). O banco de dados e análise foi realizado em programa interno do serviço. RESULTADOS: Foram notificados 325 episódios de infecção nos recém-nascidos, com densidade de incidência de 22,8/1.000 pacientes-dia e incidência proporcional geral de infecção de 36,7%. A sepse foi a principal infecção (62,5%) notificada. A densidade de incidência de infecções foi maior em neonatos com peso menor que 750g (42,4/1.000 pacientes-dia). Observou-se 18,15 episódios de Sepse Relacionada a Cateter/1.000 Cateter Venoso Central-dia e 19,29/1.000 episódios de Sepse Relacionada a Cateter Umbilical/1.000 Cateter umbilical-dia. Em 122 (37...