Página 1 dos resultados de 1015 itens digitais encontrados em 0.060 segundos

Microbial flora in organic honey samples of africanized honeybees from Parana river islands; Flora microbiana em amostras de mel orgânico de abelhas africanizadas provenientes das ilhas do rio Paraná

SEREIA, Maria Josiane; ALVES, Eloi Machado; TOLEDO, Vagner de Alencar Arnaut de; MARCHINI, Luis Carlos; FAQUINELLO, Patrícia; SEKINE, Elizabete Satsuki; WIELEWSKI, Priscila
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
85.99%
The purpose of this study was to verify and compare the main contamination sources and the hygienic/sanitary conditions of organic honey samples of Apis mellifera from Parana River islands. Thirty-three (33) samples were analyzed between January 2005 and August 2006. Eleven (11) samples were collected by beekeepers and twenty-two (22) samples were collected and processed in accordance with ideal personal hygiene norms and good manufacturing practices. The samples underwent microbiological analysis in search of coliforms at 35 ºC and 45 ºC, as well as fungi enumeration analysis. As for fungi counting, the samples harvested by beekeepers showed values above the maximum established by Resolution nº 15/94 of Common Market Group - Mercosul. The results showed that secondary contamination sources are responsible for the reduction of organic honey quality.; Este estudo teve como objetivo verificar e comparar as principais fontes de contaminação e as condições higiênico-sanitárias de amostras de mel orgânico de Apis mellifera proveniente das Ilhas do rio Paraná. Foram analisadas 33 amostras, de janeiro de 2005 a agosto de 2006, sendo que, 11 foram coletadas por apicultores e 22 foram colhidas e processadas de acordo com as normas de higiene pessoal e práticas corretas de manipulação de alimentos. As amostras foram analisadas para a presença de coliformes a 35 ºC...

Comércio varejista de alimentos no município de São Paulo: a evolução da legislação sanitária

BOANOVA, Andréa Barbosa; GERMANO, Maria Izabel Simões; GERMANO, Pedro Manuel Leal
Fonte: São Paulo Publicador: São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
85.95%
O código Sanitário Municipal de Alimentos, Decreto Municipal nº 25.544, de 14 de março de 1988, regulamentou a fiscalização sanitária de g~eneros alimentícios no varejo até 26 de novembro de 2002, data em que entrou em vigor a Lei Estadual nC 10.083, de 23 de setembro de 1998, Código Sanitário do estado de São Paulo, utilizado pelos serviços municipais de vigilância, em caráter temporário, até a promulgação do atual Código Sanitário do Município de São Paulo nº 13.735, em 9 de janeiro de 2004. Este código regulamenta todos os serviços e produtos de interesse da saúde, inclusive a produção e distribuição de alimentos e água para consumo humano. Por meio do estudo dos diferentes códigos vigentes no município e de legislações esparsas, foi possível identificar as nmudanças ocorridas na legislação e nos procedimentos administrativos da vigilância sanitária do varejo de alimentos no Município de São Paulo. Concluiu-se que o Código Sanitário do Município de São Paulo é uma legislação completa e atualizada, com previsão legal de utilização de regulamentos técnicos modernos de forma combinada, especialmente os que tratam da produção e distribuição de alimentos, com ênfase nas Boas Práticas de Fabricação (BPFs); The Municipal Food Standards...

Potencial antimicrobiano de resíduos agroindustriais sobre Listeria monocytogenes; Antimicrobial potential of agroindustrial residues on Listeria monocytogenes

Corrêa, Cristina Bani
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/11/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.03%
Os compostos fenólicos e os glucosinolatos vêm sendo pesquisados quanto à atividade antimicrobiana contra diversos microrganismos patogênicos, dentre eles a Listeria monocytogenes, um perigoso contaminante de alimentos. Este trabalho teve como objetivo principal avaliar resíduos agroindustriais com atividade contra Listeria monocytogenes, bem como identificar a composição química, visando a aplicação na indústria de alimentos. Neste trabalho foram analisados 23 resíduos agroindustriais. Os extratos destes resíduos foram preparados a partir de cinco solventes (hexano; clorofórmio; acetato de etila; etanol:água (80:20 v/v) e água), os quais foram utilizados na avaliação do potencial antimicrobiano contra Listeria monocytogenes por meio do teste de difusão em ágar. Os extratos que apresentaram resultado positivo foram selecionados para as análises de Concentração Inibitória Mínima (CIM), Concentração Bactericida Mínima (CBM), citometria de fluxo e composição química por CG-EM. A L. monocytogenes mostrou-se sensível apenas aos extratos aquosos de talo de brócolis e casca de abóbora moranga e extrato clorofórmico de semente de mamão apresentando valores de CIM de 102,4 mg/mL, >102,4 mg/mL e de 6,4mg/mL...

Métodos de descontaminação de produtos veterinários utilizados na produção de alimentos para animais

Borges, Pedro Augusto Romeiro de Souza
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 163 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
86.2%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-graduação em Ciências dos Alimentos, Florianópolis, 2010; Este trabalho teve como objetivo a observação da formação e da eliminação de resíduos de produtos veterinários durante execução de procedimentos de validação de limpeza em linhas de produção de premixes e rações. Foram analisadas 11 sequências piloto de validação de descontaminação de linha de produção de oito empresas diferentes. Nestas sequências piloto foram utilizados os princípios ativos tiamulina, florfenicol, lincomicina, oxitetraciclina e clortetraciclina. Foi avaliada a arquitetura geral das linhas de produção, o local de inserção no produto veterinário, o volume de material de flushing utilizado, a aplicabilidade da utilização de traceadores para validar métodos de descontaminação de linhas de produção, a regularidade das análises de detecção dos resíduos por HPLC e a quantidade de flushings necessária para redução do resíduo de produto veterinário abaixo de 1% da dose utilizada no produto com medicamento. Algumas inconsistências foram observadas em análises laboratoriais pontuais apresentadas durante o estudo...

Avaliação da qualidade de alimentos para aves de companhia quanto ingredientes, corantes artificiais, fungos e micotoxinas

Simão, Vanessa
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 193 f.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
86.11%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, Florianópolis, 2010; O Brasil possui grande potencial para o mercado de alimentos completos para animais de companhia. Por esse motivo sua qualidade deve ser constantemente avaliada como forma de garantir a segurança destes alimentos aos seus consumidores. Desta forma, foram realizados dois estudos relacionados à qualidade de alimentos completos: (1) Determinação do perfil de ingredientes e de corantes artificiais em alimentos e sua relação com micotoxinas; (2) Avaliação da micobiota e de micotoxinas em alimentos para aves de companhia comercializadas no sudeste e sul do Brasil. Em (1) foi determinado o perfil de ingredientes e corantes artificiais adicionados em alimentos completos destinados para aves de companhia, correlacionando com os dados descritos nos rótulos pelos fabricantes. Foram coletadas 36 amostras, sendo 26 comercializadas em embalagens lacradas e 10 à granel, para diferentes espécies de aves (sabiá, curió, trinca-ferro, papagaio, pássaro-preto, calopsitas, entre outros). Foram determinadas as proporções de cada ingrediente dos alimentos completos através de separação macroscópica (visual) e microscópica (estereoscópio) e calculada as respectivas proporções para 100 g (%). Os principais ingredientes contidos nos alimentos completos foram: (a) ração extrusada ou em pelets...

Rotulagem, qualidade e segurança biológica de alimentos para animais de companhia e seu impacto na saúde

Souza, Karina Koerich de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 232 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
86.1%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, Florianópolis, 2013.; Nas últimas décadas houve um aumento considerável na comercialização de alimentos para animais de companhia. Com foco na garantia desses alimentos, o presente trabalho obteve dados sobre o perfil qualitativo e de segurança de produtos comercializados em diferentes continentes, relacionando a influência de contaminantes biológicos presentes nos alimentos com possíveis danos a saúde animal. As etapas iniciais de desenvolvimento e obtenção de dados foram baseadas na certificação de concordância das informações descritas na rotulagem com a legislação vigente, além da verificação da veracidade das informações nutricionais do produto final embalado. Com relação à adequação de layouts de alimentos secos para cães comercializados no Brasil, 100% das amostras estavam em discordância com as exigências estabelecidas em lei. Já na verificação da veracidade dos níveis de garantia nutricional declarados na rotulagem de alimentos destinados a cães e gatos, 44% não correlacionaram os níveis nutricionais presente no alimento com os níveis de garantia estabelecidos e 36% das amostras estavam em desacordo com níveis nutricionais mínimos preconizados para a manutenção e desenvolvimento animal. Indicadores de qualidade e segurança alimentar também foram avaliados com o intuito de investigar a presença de contaminantes biológicos...

Avaliação dos conceitos e procedimentos de limpeza e desinfecção em estabelecimentos alimentares

Faria, Maria Salomé Lopes de
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em /01/2010 POR
Relevância na Pesquisa
85.95%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; Os últimos anos têm assistido a significativas alterações dos hábitos alimentares que, por consequência, potenciaram o crescimento do sector alimentar. As crescentes exigências e preocupações dos consumidores e os requisitos legais aplicáveis ao sector requerem uma maior atenção das empresas, que têm a responsabilidade de garantir a higiene dos alimentos e de assegurar que estes são nutritivos, seguros e adequados ao consumo. É neste contexto que a abordagem aos conceitos e procedimentos de limpeza e desinfecção se torna incontornável. Tais operações são essenciais para minimizar os riscos de contaminação dos alimentos, exigindo grande atenção e alto sentido de responsabilidade. O presente trabalho teve como principais objectivos a caracterização socio-demográfica dos manipuladores de alimentos, a avaliação das suas noções e práticas relativas à higiene de superfícies e à higiene pessoal, e a análise da eventual associação de diferentes variáveis socio-demográficas com as noções de higiene dos manipuladores de alimentos. O estudo foi conduzido em cem manipuladores de alimentos de diversos estabelecimentos alimentares. Para a colecta dos dados foi efectuada uma entrevista baseada num questionário previamente desenhado. A análise estatística revelou a existência de associação entre as noções de higiene satisfatórias e o facto de ter filhos...

Avaliação e controle da qualidade microbiológica de mãos de manipuladores de alimentos

Almeida,Rogeria Comastri de Castro; Kuaye,Arnaldo Yoshiteru; Serrano,Antônio de Melo; Almeida,Paulo Fernando de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1995 PT
Relevância na Pesquisa
96.01%
Foi conduzido monitoramento microbiológico das mãos de manipuladores de alimentos como parte de um estudo para implantação do Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle em um restaurante institucional, através da contagem padrão de aeróbios mesófilos e anaeróbios facultativos, S. aureus, C. perfringens e presença de Salmonella spp. Foram observadas contagens de microrganismos aerobios mesófilos e anaeróbios facultativos em níveis de até 10(7) UFC/mão, contaminações por S. aureus e C. perfringens e oportunidades de contaminação cruzada por essas mãos principalmente no fatiamento da carne assada. Salmonella spp. não foram isoladas. Foram adotadas medidas corretivas para este ponto crítico de controle, constatando de lavagem das mãos dos manipuladores com água corrente e sabonete líquido neutro seguida de antissepsia com iodóforo. Foram observadas reduções da contagem de aeróbios mesófilos em até 2,6 ciclos log e, apesar desta redução não ser a ideal, ela demonstra a contribuição que esta prática pode trazer aos serviços de alimentação, além do que não foram mais detectados microrganismos patogênicos como S. aureus e C. perfringens.

Condições de higiene de "cachorro-quente" comercializado em vias públicas

Lucca,Alessandra; Torres,Elizabeth Aparecida FS
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
86.09%
O objetivo do estudo foi identificar situações nas quais existiam riscos de alimentos preparados e comercializados em vias públicas (cachorro-quente) estarem ou se tornarem contaminados (pontos críticos) e estabelecer um método de controle para prevenir o perigo de contaminação de alimentos (pontos críticos de controle). Os dados foram coletados em 20 pontos de venda, na região de Cerqueira César, por meio de entrevistas, preenchimento de questionários, observação das práticas de manipulação e armazenamento dos alimentos, bem como medição da temperatura (produtos cárneos) e pH (molhos). Os resultados indicaram que, em 30% dos estabelecimentos, as condições de higiene foram consideradas péssimas ou regulares. As preparações à base de carne e frango e o purê de batata foram consideradas de alto risco. Tais observações revelaram técnicas higiênico-sanitárias inadequadas para o preparo dos lanches e falta de conhecimentos básicos sobre manipulação e higiene dos alimentos, razão pela qual tais alimentos representam um problema de saúde pública. Devido à escassez de pesquisas na literatura científica e de dados oficiais sobre o comércio de alimentos de rua no Brasil, propõe-se que estudos adicionais sejam feitos.

Vibrio cholerae O1 em amostras de ambientes aquáticos e de alimentos analisados no Estado de Pernambuco, Brasil

Colaço,Waldêny; Silva Filho,Sandoval Vieira da; Rodrigues,Dália dos Prazeres; Hofer,Ernesto
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/1998 PT
Relevância na Pesquisa
86.07%
No período de 1992 a 1994, foram analisadas 2.585 amostras de águas de diferentes ecossistemas, acrescidas de 91 espécimens de alimentos visando ao monitoramento de Vibrio cholerae O1 no Estado de Pernambuco. Nas 2.676 amostras foram detectadas 193 cepas de Vibrio cholerae O1 (7,21%) com predominância do sorovar Inaba (183-94,8%) sobre Ogawa (10-5,1%), todas classificadas no biotipo El Tor e sensíveis à tetraciclina. Numa parcela de setenta amostras selecionadas ao acaso, mas incluindo todas do sorovar Ogawa, foi evidenciada a produção de toxina colérica. A maior incidência do vibrião colérico em águas de rios, canais e de esgoto, representando 86% dos isolados, indicou a contaminação fecal por excretores como a causa preponderante na disseminação da bactéria nos sistemas aquáticos. Assinala-se a discreta ocorrrência de V. cholerae O1 nos alimentos processados (2,1%).

Atitudes de risco do consumidor em restaurantes de auto-serviço

Zandonadi,Renata Puppin; Botelho,Raquel Braz Assunção; Sávio,Karin Eleonora Oliveira; Akutsu,Rita de Cássia; Araújo,Wilma Maria Coelho
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
96.14%
OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar as possibilidades de contaminação dos alimentos no balcão de distribuição, causada por usuários de Unidades Produtoras de Refeições. MÉTODOS: A coleta de informações foi realizada em 10 Unidades Produtoras de Refeições do Distrito Federal, via observação direta de 12 atitudes de risco cometidas pelos consumidores (n=3.447), no período de outubro de 2003 a setembro de 2004. O horário selecionado para observação das atitudes foi o de maior movimento de cada unidade; a amostra foi sistematizada a cada 5 consumidores. O instrumento para coletar os dados relacionava as possíveis atitudes de risco de contaminação, no momento em que cada consumidor montava sua refeição. RESULTADOS: Os resultados obtidos demonstram que há probabilidade de contaminação alimentar causada por consumidores dos restaurantes de auto-serviço. Em 96% dos casos observados, os usuários não costumavam higienizar as mãos antes de se servirem. Observou-se também que não houve preocupação com o uso exclusivo de utensílios de servir por parte de 50% desses consumidores, enquanto 56% conversavam ou falavam sobre as preparações. CONCLUSÃO: Conclui-se que é necessário conscientizar os consumidores...

Boas práticas de manipulação de alimentos em cozinhas domiciliares: práticas de trabalhadores domésticos; Food safety practices in household kitchens: practices of domestic workers

Oliveira, Allys Vilela de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Nutrição e Saúde (FANUT); Faculdade de Nutrição - FANUT (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Nutrição e Saúde (FANUT); Faculdade de Nutrição - FANUT (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
95.98%
The Foodborne Diseases stand out as a public health problem, and the residences are among the main sites of occurrence. In many residences the household employee holds the position of food handler, being directly responsible for the health of the food served at the table. The aim of this study was to analyze the practices of food handling and responses to a questionnaire on these practices by domestic workers in their professional environment. Therefore, it was observed hygiene techniques applied for 35 domestic workers during the preparation of a meal, and then were asked about their habits when handling food at work. The instruments used to collect data were a checklist of practice of food safety and a questionnaire about the topic. We calculated descriptive indicators of the sample mean, median and standard deviation. The association between the questionnaire responses and attitudes during observation were calculated by Kappa coefficient and chi-square test (α = .05). The mean observation time of the preparation of the meal in each residence was 46 minutes, while the questionnaire required an average of 15 minutes for each subject answers it. The observation of food handling these individuals showed that 64% of their attitudes were adequate...

Comida de rua: avaliação das condições higiênico-sanitárias de manipuladores de alimentos

Souza,Giovanna Carbonera de; Santos,Celso Tadeu Barbosa dos; Andrade,Anderson Assunção; Alves,Luciene
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
85.95%
ResumoO consumo de alimentos de rua é uma alternativa econômica e prática para a população. No entanto, as preocupações sobre a segurança destes alimentos são cada vez maiores. Assim, este estudo teve como objetivo analisar as condições higiênico-sanitárias do comércio ambulante de alimentos em Uberaba-MG. Para isso, além da aplicação de um questionário em 30 pontos de comércio ambulante, foram realizadas também análises microbiológicas nas mãos dos manipuladores e nas superfícies dos recipientes que acondicionam os alimentos. Os achados mostraram baixa adequação dos ambulantes em relação às condições de higiene de mãos e superfícies em contato com os alimentos. Nas superfícies, os resultados para microrganismos aeróbios mesófilos mostraram que apenas 23,3% apresentavam condições satisfatórias de limpeza. O nível de contaminação das mãos por coliformes termotolerantes e/ou Staphylococcus coagulase positiva foi insatisfatório em aproximadamente 47% dos manipuladores. Conclui-se que as condições higiênico-sanitárias de vendedores ambulantes de alimentos em Uberaba são deficientes. Portanto, é urgentemente necessária a adoção de programas eficazes e permanentes de treinamento em segurança alimentar para os manipuladores de alimentos.

Enteroparasitoses em manipuladores de alimentos do município de Ribeirão Preto - SP, Brasil, 2000; Enteroparasitosis in food handlers in the city of Ribeirão Preto - SP, Brazil, 2000

CAPUANO, Divani Maria; LAZZARINI, Mônica P. Trentin; GIACOMETTI JÚNIOR, Eugênio; TAKAYANAGUI, Osvaldo Massaiti
Fonte: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
85.96%
INTRODUÇÃO: A segurança alimentar vêm adquirindo mundialmente uma importância crescente. As doenças transmitidas por alimentos (DTAS) têm impactos na saúde pública e socioeconômicos, acarretando custos hospitalares em tratamentos e internações. As pessoas envolvidas na produção de alimentos podem ser portadoras de enteroparasitos e vir a contaminar os alimentos, provocando surtos de origem alimentar. OBJETIVOS: Investigar a presença de enteroparasitoses em manipuladores de alimentos do município de Ribeirão Preto, SP, propondo medidas que assegurem a qualidade sanitária dos alimentos. MÉTODOS: Entre julho a dezembro de 2000, 429 manipuladores de alimentos (248 mulheres e 181 homens), com idades entre 16 e 77 anos, foram submetidos ao exame coproparasitológico por ocasião da obtenção ou renovação da carteira de saúde. As amostras de fezes foram examinadas pelos métodos de Kato e da sedimentação espontânea. A pesquisa de oocistos de Cryptosporidium spp foi realizada em 7,0% das amostras de fezes diarréicas através da técnica de concentração pelo formol-éter. RESULTADOS: Foram encontradas enteroparasitoses em 33,1% dos manipuladores, incluindo 20,0% de casos de poliparasitismo. Prevalências mais altas de infecções ocorreram entre os indivíduos envolvidos com atividades de manipulação direta dos alimentos (68%). CONCLUSÕES: Considerando os resultados obtidos...

Microbiological evaluation of food manipulator's hands and nasal cavity in a food unit of a university hospital; Avaliação aliação microbiológica das mãos e fossas nasais de manipuladores de alimentos da unidade de alimentação e nutrição de um hospital universitário

Machado, Juliana R.; Marson, Jorge M.; Oliveira, Ana C. S.; Silva, Paulo R.; Terra, Ana P. S.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
86.09%
This work had as objectives identify microorganisms present in the hands and nasal cavity of food handlers that work in a kitchen of a University Hospital. It was collected samples of 24 individuals usingswab Staphylococcus aureus , with 41.67% harbouring this bacterium in nasal cavity, 41.67% in the palm of the hand, and 16.67% in both hands and nasal cavity. Another microorganism detected was Escherichia coli , present in 29.17% of handlers, being 28.57% in nasal cavity and 71.43% in the hands of manipulators. In 12.5% of food handlers were found both S. aureus and E. coli in their hands. The demonstrations of S. aureus e E. coli in the food handlers´ isolated samples indicate food contamination; arise from contaminated hands and nasal cavity of them. The prevention for this contamination can be applied adopting an orientation procedure and available of products that facilitate the right sanitation of the hands in the work environment. s soaked in saline solution. These samples were sown in culture medium for isolation and identification of the microorganisms. All 24 food handlers presented ; Este trabalho teve como objetivo identificar os microorganismos presentes nas mãos e fossas nasais de manipuladores de alimentos da cozinha de um hospital universitário. Foram realizadas coletas de amostras de 24 manipuladores de alimentos...

Hygienic conditions of hot dogs sold on the streets, Brazil; Condições de higiene de "cachorro-quente" comercializado em vias públicas

Lucca, Alessandra; Torres, Elizabeth Aparecida FS
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2002 POR
Relevância na Pesquisa
86.09%
O objetivo do estudo foi identificar situações nas quais existiam riscos de alimentos preparados e comercializados em vias públicas (cachorro-quente) estarem ou se tornarem contaminados (pontos críticos) e estabelecer um método de controle para prevenir o perigo de contaminação de alimentos (pontos críticos de controle). Os dados foram coletados em 20 pontos de venda, na região de Cerqueira César, por meio de entrevistas, preenchimento de questionários, observação das práticas de manipulação e armazenamento dos alimentos, bem como medição da temperatura (produtos cárneos) e pH (molhos). Os resultados indicaram que, em 30% dos estabelecimentos, as condições de higiene foram consideradas péssimas ou regulares. As preparações à base de carne e frango e o purê de batata foram consideradas de alto risco. Tais observações revelaram técnicas higiênico-sanitárias inadequadas para o preparo dos lanches e falta de conhecimentos básicos sobre manipulação e higiene dos alimentos, razão pela qual tais alimentos representam um problema de saúde pública. Devido à escassez de pesquisas na literatura científica e de dados oficiais sobre o comércio de alimentos de rua no Brasil, propõe-se que estudos adicionais sejam feitos.; The study objective was to identify the circumstances where there was risk of contamination of food (hot dogs) prepared and sold on the streets and to establish a preventive action through the creation of key surveillance sites. Data were collected from 20 vending sites using interviews...

Avaliação e controle da qualidade microbiológica de mãos de manipuladores de alimentos; Microbial evaluations and control workers' hands

Almeida, Rogeria Comastri de Castro; Kuaye, Arnaldo Yoshiteru; Serrano, Antônio de Melo; Almeida, Paulo Fernando de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/1995 POR
Relevância na Pesquisa
96.01%
Foi conduzido monitoramento microbiológico das mãos de manipuladores de alimentos como parte de um estudo para implantação do Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle em um restaurante institucional, através da contagem padrão de aeróbios mesófilos e anaeróbios facultativos, S. aureus, C. perfringens e presença de Salmonella spp. Foram observadas contagens de microrganismos aerobios mesófilos e anaeróbios facultativos em níveis de até 10(7) UFC/mão, contaminações por S. aureus e C. perfringens e oportunidades de contaminação cruzada por essas mãos principalmente no fatiamento da carne assada. Salmonella spp. não foram isoladas. Foram adotadas medidas corretivas para este ponto crítico de controle, constatando de lavagem das mãos dos manipuladores com água corrente e sabonete líquido neutro seguida de antissepsia com iodóforo. Foram observadas reduções da contagem de aeróbios mesófilos em até 2,6 ciclos log e, apesar desta redução não ser a ideal, ela demonstra a contribuição que esta prática pode trazer aos serviços de alimentação, além do que não foram mais detectados microrganismos patogênicos como S. aureus e C. perfringens.; Microbiological analyses of workers' hands were made for the common indicators...

Avaliação e controle da qualidade microbiológica de mãos de manipuladores de alimentos

Almeida,Rogeria Comastri de Castro; Kuaye,Arnaldo Yoshiteru; Serrano,Antônio de Melo; Almeida,Paulo Fernando de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1995 PT
Relevância na Pesquisa
96.01%
Foi conduzido monitoramento microbiológico das mãos de manipuladores de alimentos como parte de um estudo para implantação do Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle em um restaurante institucional, através da contagem padrão de aeróbios mesófilos e anaeróbios facultativos, S. aureus, C. perfringens e presença de Salmonella spp. Foram observadas contagens de microrganismos aerobios mesófilos e anaeróbios facultativos em níveis de até 10(7) UFC/mão, contaminações por S. aureus e C. perfringens e oportunidades de contaminação cruzada por essas mãos principalmente no fatiamento da carne assada. Salmonella spp. não foram isoladas. Foram adotadas medidas corretivas para este ponto crítico de controle, constatando de lavagem das mãos dos manipuladores com água corrente e sabonete líquido neutro seguida de antissepsia com iodóforo. Foram observadas reduções da contagem de aeróbios mesófilos em até 2,6 ciclos log e, apesar desta redução não ser a ideal, ela demonstra a contribuição que esta prática pode trazer aos serviços de alimentação, além do que não foram mais detectados microrganismos patogênicos como S. aureus e C. perfringens.

Condições de higiene de "cachorro-quente" comercializado em vias públicas

Lucca,Alessandra; Torres,Elizabeth Aparecida FS
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
86.09%
O objetivo do estudo foi identificar situações nas quais existiam riscos de alimentos preparados e comercializados em vias públicas (cachorro-quente) estarem ou se tornarem contaminados (pontos críticos) e estabelecer um método de controle para prevenir o perigo de contaminação de alimentos (pontos críticos de controle). Os dados foram coletados em 20 pontos de venda, na região de Cerqueira César, por meio de entrevistas, preenchimento de questionários, observação das práticas de manipulação e armazenamento dos alimentos, bem como medição da temperatura (produtos cárneos) e pH (molhos). Os resultados indicaram que, em 30% dos estabelecimentos, as condições de higiene foram consideradas péssimas ou regulares. As preparações à base de carne e frango e o purê de batata foram consideradas de alto risco. Tais observações revelaram técnicas higiênico-sanitárias inadequadas para o preparo dos lanches e falta de conhecimentos básicos sobre manipulação e higiene dos alimentos, razão pela qual tais alimentos representam um problema de saúde pública. Devido à escassez de pesquisas na literatura científica e de dados oficiais sobre o comércio de alimentos de rua no Brasil, propõe-se que estudos adicionais sejam feitos.

Vibrio cholerae O1 em amostras de ambientes aquáticos e de alimentos analisados no Estado de Pernambuco, Brasil

Colaço,Waldêny; Silva Filho,Sandoval Vieira da; Rodrigues,Dália dos Prazeres; Hofer,Ernesto
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/1998 PT
Relevância na Pesquisa
86.07%
No período de 1992 a 1994, foram analisadas 2.585 amostras de águas de diferentes ecossistemas, acrescidas de 91 espécimens de alimentos visando ao monitoramento de Vibrio cholerae O1 no Estado de Pernambuco. Nas 2.676 amostras foram detectadas 193 cepas de Vibrio cholerae O1 (7,21%) com predominância do sorovar Inaba (183-94,8%) sobre Ogawa (10-5,1%), todas classificadas no biotipo El Tor e sensíveis à tetraciclina. Numa parcela de setenta amostras selecionadas ao acaso, mas incluindo todas do sorovar Ogawa, foi evidenciada a produção de toxina colérica. A maior incidência do vibrião colérico em águas de rios, canais e de esgoto, representando 86% dos isolados, indicou a contaminação fecal por excretores como a causa preponderante na disseminação da bactéria nos sistemas aquáticos. Assinala-se a discreta ocorrrência de V. cholerae O1 nos alimentos processados (2,1%).