Página 1 dos resultados de 53737 itens digitais encontrados em 0.034 segundos

Influência do custo de oportunidade do tempo da mulher sobre o padrão de consumo alimentar das famílias brasileiras; The influence of the woman’s opportunity costs of time on the food consumption of Brazilian family’s

Schlindwein, Madalena Maria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.44%
O objetivo central desta tese foi o de testar a hipótese de que o custo de oportunidade do tempo da mulher brasileira, afeta positivamente o consumo de alimentos de fácil e rápido preparo e negativamente, o consumo dos alimentos “tempo intensivos”. Os dados utilizados no estudo são oriundos da Pesquisa de Orçamentos Familiares - (POF) 2002-2003, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Foram utilizados tanto os microdados quanto as publicações da referida pesquisa. Com base na Teoria da Produção Domiciliar, e por meio da utilização de um modelo econométrico – o procedimento em dois estágios de Heckman, buscou-se avaliar a influência do custo de oportunidade do tempo da mulher e de alguns outros fatores como: o nível de renda domiciliar, a composição familiar, a urbanização entre outros, sobre o consumo domiciliar de um grupo selecionado de alimentos – feijão, arroz, batata, mandioca, carnes, farinha de trigo, alimentos prontos, pão, iogurte e refrigerantes e sucos – e sobre o consumo de alimentação fora do domicílio. Os principais resultados mostram que houve uma significativa mudança nos padrões de consumo alimentar das famílias brasileiras desde a década de 1970. Como exemplo cita-se a redução de 46% no consumo domiciliar de arroz polido e 37% no consumo de feijão e...

Competência social, dificuldades interpessoais e consumo de drogas em adolescentes escolares de Monterrey, N.L. México; Social Competence, Interpersonal Difficulties and Drugs Consumption among Adolescent Students in Monterrey, Nuevo León, Mexico.

López García, Karla Selene
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.48%
Estudo descritivo, correlacional, cujos objetivos foram realizar a adaptação transcultural para México dos instrumentos Teenagee Inventory of Social Skills (TISS) e o Cuestionario de Evaluación de Dificultades Interpersonales en la Adolescencia (CEDIA) e identificar as características pessoais, familiares e sociais (competência social e dificuldades interpessoais) que podem influenciar o consumo de drogas em adolescentes escolares de Monterrey, N. L. México. Seguiram-se as etapas metodológicas para a adaptação transcultural: 1) Tradução, 2) Retrotradução, 3) Revisão por um comitê de especialistas 4) Aplicação de uma prova piloto e analise das propriedades psicométricas de validação e confiabilidade dos instrumentos TISS e CEDIA, numa amostra de 1.221 estudantes de ensino fundamental. Os resultados encontrados mostraram que o instrumento TISS é uma ferramenta confiável na avaliação da competência social, obtendo-se valores de consistência interna aceitáveis ao aplicar-se em adolescentes escolares mexicanos. As Inter-correlações entre as subescalas de conduta pró-social e anti-social demonstraram ser negativas e estatisticamente significativas, o que confirma a existência de domínios de condutas diferentes...

Consumo de produtos culturais em São Paulo: análise dos fatores antecedentes e proposta de modelo; Consumption of cultural products in Sao Paulo: analysis of background factors and proposed model

Silva, Áurio Lúcio Leocadio da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.45%
Os jogos de distinção social têm sido importantes para determinar o modo de consumo dos produtos culturais. Características demográficas e sócio-econômicas dos consumidores apontam para antecedentes do consumo em detrimento a fatores culturais e individuais. Esta pesquisa tem por objetivo geral propor um modelo que represente as relações entre o consumo de produtos culturais e os fatores que antecedem e influenciam o consumo. Além disso, pretendeu-se identificar perfis de consumidores de acordo com os antecedentes do consumo de produtos culturais e analisar o consumo de cada perfil de consumidores. O projeto foi fundamentado teoricamente no consumo cultural, conceitos e classificações de produtos culturais, antecedentes sociais e individuais para o consumo. É apresentado um modelo que integra antecedentes do consumo cultural, identificando os significados individuais e sociais das práticas culturais. O método utilizado foi o levantamento (survey), aplicado com 546 respondentes, em 42 bairros, nas sete zonas da cidade de São Paulo, consumidores de produtos culturais dentro e fora do domicílio. Foram utilizadas técnicas multivariadas de análise de dados, por meio de análise fatorial, análise de agrupamentos (clusters)...

Consumo de açúcares de adição entre adultos e idosos: inquérito populacional do município de São Paulo; Added sugar consumption in adults and elderly Population-based survey in São Paulo city

Bueno, Milena Baptista
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.45%
Evidências científicas apontam para os efeitos indesejáveis do açúcares de adição na saúde, especialmente, cáries e a associação com consumo excessivo de energia e, conseqüentemente, com o ganho de peso e diluição de outros nutrientes. A Organização Mundial da Saúde recomenda limitar o consumo em 10% do valor energético total (VET). Apesar do Brasil ser um dos principais produtores mundiais de açúcares proveniente de cana, não há estudos populacionais que investiguem o consumo de açúcares nesta população. Este trabalho apresenta três artigos relacionados ao consumo de açúcares de adição obtido por inquérito populacional domiciliar entre adultos e idosos residentes do município de São Paulo. Os objetivos foram: analisar a associação entre variáveis demográficas, socioeconômicas e de estilo de vida e consumo de açúcares de adição; investigar o consumo de açúcares de adição e sua relação com o consumo de energia e nutrientes; identificar a relação entre consumo de refrigerantes, como uma das principais fontes de açúcares de adição, e variáveis de estilo de vida, antropométricas e sociodemográficas. Obteve-se uma amostra probabilística de 1311 indivíduos (689 adultos e 622 idosos) por conglomerados. Aplicou-se um recordatório alimentar de 24 horas e um segundo recordatório em uma subamostra. O consumo alimentar habitual de energia...

Tendência temporal do consumo de carne no município de São Paulo: estudo de base populacional - ISA Capital 2003/2008; Trends in meat consumption in city of São Paulo: population based study ISA Capital 2003/2008

Carvalho, Aline Martins de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.45%
Introdução. As carnes são boas fontes nutricionais para o homem, porém devem ser consumidas com moderação, pois seu consumo excessivo tem sido relacionado ao aumento do risco de doenças crônicas. Além de agravos à saúde, a carne promove grande impacto no meio ambiente a partir da sua produção. No Brasil, a disponibilidade de carnes vem aumentando na alimentação domiciliar, entretanto, dados de consumo alimentar individual de carnes são escassos no país. Objetivo. Descrever a tendência de consumo individual de carne em São Paulo na última década, e avaliar a relação entre o consumo excessivo de carne, qualidade da dieta e impacto ambiental. Métodos. Foram utilizados dados de 2361 indivíduos coletados em 2003 e 1662 indivíduos coletados em 2008 de ambos os sexos, com idade de 12 anos ou mais, incluídos no estudo transversal de base populacional: Inquérito de Saúde de São Paulo (ISA-Capital). A amostragem se deu probabilisticamente em dois estágios, setor censitário e domicílio. O consumo alimentar foi verificado em cada ano com o uso dois recordatórios alimentares de 24 horas. A estimativa de ingestão habitual das carnes foi feita pelo Multiple Source Method. A qualidade da dieta foi analisada pelo Índice de Qualidade da Dieta Revisado e o impacto ambiental pela estimativa de equivalentes de gás carbônico (CO2) a partir do consumo de carne. Resultados. O consumo de carnes em São Paulo aumentou em cerca de 20 por cento na população estudada. O consumo excessivo de carne foi observado em quase 75 por cento das pessoas e o tipo de carne mais consumido nos dois períodos foi a bovina...

O comportamento alimentar de escolares do ensino básico e sua associação com excesso de peso e consumo da alimentação escolar; The feeding behavior of elementary school children and its association with overweight and consumption of school meals

Juliana Melo Teruel Biagi Camargo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
A mudança no padrão de consumo de alimentos e o sedentarismo têm levado ao aumento do excesso de peso da população em todo mundo. Nos países em desenvolvimento, a prevalência do excesso de peso tem aumentado rapidamente, principalmente entre as crianças. No Brasil, as analises das Pesquisas de Orçamentos Familiares (POF) tem evidenciado a tendência do aumento do excesso de peso na infância e da diminuição da desnutrição. A obesidade é acompanhada de comorbidades consideradas problemas de saúde pública como a diabetes, a hipertensão, a síndrome metabólica, a asma entre outros. Consequentemente, sua prevenção e tratamento são fundamentais para garantir a saúde à população e evitar os elevados custos da carga da doença relacionada à obesidade da vida adulta. Portanto, justifica-se a realização de estudo que com o objetivo de avaliar o estado nutricional de escolares, e o consumo da merenda escolar, e identificar as variáveis que se associam ao excesso de peso e ao baixo consumo da merenda. Os dados utilizados nesta dissertação foram obtidos através de estudo transversal com escolares de 7 a 10 anos do terceiro ano do ensino fundamental das escolas municipais de Campinas em 2013. Utilizando uma amostragem probabilística por conglomerados...

Context-based identification of energy consumption in industrial plants

Cruz, João Manuel da Costa e
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2014 ENG
Relevância na Pesquisa
36.44%
Nowadays, reducing energy consumption is one of the highest priorities and biggest challenges faced worldwide and in particular in the industrial sector. Given the increasing trend of consumption and the current economical crisis, identifying cost reductions on the most energy-intensive sectors has become one of the main concerns among companies and researchers. Particularly in industrial environments, energy consumption is affected by several factors, namely production factors(e.g. equipments), human (e.g. operators experience), environmental (e.g. temperature), among others, which influence the way of how energy is used across the plant. Therefore, several approaches for identifying consumption causes have been suggested and discussed. However, the existing methods only provide guidelines for energy consumption and have shown difficulties in explaining certain energy consumption patterns due to the lack of structure to incorporate context influence, hence are not able to track down the causes of consumption to a process level, where optimization measures can actually take place. This dissertation proposes a new approach to tackle this issue, by on-line estimation of context-based energy consumption models, which are able to map operating context to consumption patterns. Context identification is performed by regression tree algorithms. Energy consumption estimation is achieved by means of a multi-model architecture using multiple RLS algorithms...

Methods of Household Consumption Measurement Through Surveys : Experimental Results from Tanzania

Beegle, Kathleen; De Weerdt, Joachim; Friedman, Jed; Gibson, John
Fonte: Banco Mundial Publicador: Banco Mundial
Relevância na Pesquisa
36.51%
Consumption expenditure has long been the preferred measure of household living standards. However, accurate measurement is a challenge and household expenditure surveys vary widely across many dimensions, including the level of reporting, the length of the reference period, and the degree of commodity detail. These variations occur both across countries and also over time within countries. There is little current understanding of the implications of such changes for spatially and temporally consistent measurement of household consumption and poverty. A field experiment in Tanzania tests eight alternative methods to measure household consumption on a sample of 4,000 households. There are significant differences between consumption reported by the benchmark personal diary and other diary and recall formats. Under-reporting is particularly relevant in illiterate households and for urban respondents completing household diaries; recall modules measure lower consumption than a personal diary, with larger gaps among poorer households and households with more adult members. Variations in reporting accuracy by household characteristics are also discussed and differences in measured poverty as a result of survey design are explored. The study concludes with recommendations for methods of survey based consumption measurement in low-income countries.

The Impacts of Cash and In-Kind Transfers on Consumption and Labor Supply : Experimental Evidence from Rural Mexico

Skoufias, Emmanuel; Unar, Mishel; González-Cossío, Teresa
Fonte: Washington, DC: World Bank Publicador: Washington, DC: World Bank
Relevância na Pesquisa
36.45%
The authors use the unique experimental design of the Food Support Program (Programa Apoyo Alimentario) to analyze in-kind and cash transfers in the poor rural areas of southern states of Mexico. They compare the impacts of monthly in-kind and cash transfers of equivalent value (mean share 11.5 percent of pre-program consumption) on household welfare as measured by food and total consumption, adult labor supply, and poverty. The results show that approximately two years later the transfer has a large and positive impact on total and food consumption. There are no differences in the size of the effect of transfer in cash versus transfers in-kind on consumption. The transfer, irrespective of type, does not affect overall participation in labor market activities but induces beneficiary households to switch their labor allocation from agricultural to nonagricultural activities. The analysis finds that the program leads to a significant reduction in poverty. Overall, the findings suggest that the Food Support Program intervention is able to relax the binding liquidity constraints faced by poor agricultural households...

Public Expenditure and Consumption Volatility

Herrera, Santiago; Vincent, Bruno
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Relevância na Pesquisa
36.47%
Recent estimates of the welfare cost of consumption volatility find that it is significant in developing nations, where it may reach an equivalent of reducing consumption by 10 percent per year. Hence, examining the determinants of consumption volatility is of utmost relevance. Based on cross-country data for the period 1960-2005, the paper explains consumption volatility using three sets of variables: one refers to the volatility of income and the persistence of income shocks; the second set of variables refers to policy volatility, considering the volatility of public spending and the size of government; while the third set captures the ability of agents to smooth shocks, and includes the depth of the domestic financial markets as well as the degree of integration to international capital markets. To allow for potential endogenous regressors, in particular the volatility of fiscal policy and the size of government, the system is estimated using the instrumental variables method. The results indicate that...

Local Elections and Consumption Insurance : Evidence from Chinese Villages

Gan, Li; Xu, Lixin Colin; Yao, Yang
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Relevância na Pesquisa
36.47%
While the literature on consumption insurance is growing fast, little research has been conducted on how rural consumption insurance is affected by democracy. In this paper the authors examine how consumption insurance of Chinese rural residents is affected if the local leader is democratically elected. Exploring a unique panel data set of 1,400 households from 1987 to 2002, they find that consumption insurance is more complete when the households are in villages with elected village leaders. Furthermore, democracy improves consumption insurance only for the poor and middle-income farmers, but not for the rich. These findings underline the importance of democratic governance for ensuring better rural consumption insurance and poverty reduction.

Adult Mortality and Consumption Growth in the Age of HIV/AIDS

Beegle, Kathleen; De Weerdt, Joachim; Dercon, Stefan
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
EN_US
Relevância na Pesquisa
36.46%
The authors use a 13-year panel of individuals in Tanzania to assess how adult mortality shocks affect both short and long-run consumption growth of surviving household members. Using unique data which tracks individuals from 1991 to 2004, they examine consumption growth, controlling for a set of initial community, household and individual characteristics. The effect is identified using the sample of households in 2004 which grew out of baseline households. The authors find robust evidence that an affected household will see consumption drop 7 percent within the first five years after the adult death. With high growth in the sample over this time period, this creates a 19 percentage point growth gap with the average household. There is some evidence of persistent effects of these shocks for up to 13 years, but these effects are imprecisely estimated and not significantly different from zero. The impact of female adult death is found to be particularly severe.

High Consumption Volatility : The Impact of Natural Disasters?

Auffret, Philippe
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
EN_US
Relevância na Pesquisa
36.49%
A history of repeated external and domestic shocks has made economic insecurity a major concern across the Caribbean region. Of particular concern to all households, especially the poorest segments of the population, is the exposure to shocks that are generated by catastrophic events or natural disasters. The author shows that despite high consumption growth, the Caribbean region suffers from a high volatility of consumption that decreases household welfare. After presenting some empirical evidence that consumption volatility is higher in the Caribbean region than in the rest of the world, he makes some empirically testable inferences that help explain consumption volatility. The author develops a conceptual framework for analyzing the effects of catastrophic events on household and aggregate welfare. According to this framework, the volatility of consumption comes from production shocks that are transformed into consumption shocks mostly because of underdeveloped or ineffective risk-management mechanisms. Auffret conducts an empirical analysis of the impact of catastrophic events on 16 countries (6 from the Caribbean region and 10 from Latin America) from 1970-99 and shows that catastrophic events lead to: 1) A substantial decline in the growth of output. 2) A substantial decline in the growth of investment. 3) A more moderate decline in consumption growth (most of the decline is in private consumption...

An inquiry into the disaggregotion of Consumption measures in forecasting total of consumption

Kosev, Mitch
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Relatório
Relevância na Pesquisa
36.5%
Consumption forecasting has provided economists with a great challenge. It seems that the models developed cannot predict consumption with any real accuracy. Whether this is due to unreasonably high expectations or extremely poor forecasts, is another matter altogether. The fact remains, that there is much still to learn about consumption. Consumption analysis is vital as an indicator of welfare and a signal of economic health. This implies that accurate consumption forecasts can provide invaluable information to governments, investors and the population more broadly. This has prompted an investigation into the power of an alternative consumption forecasting approach. Specifically, the analysis examines the accuracy of forecasting consumption by disaggregating the measure into durable, non-durable and services components. It is expected that these components are driven by different factors, causing the variability of each to differ. Thus, it is hypothesised that through modelling each of these components separately and combining the estimates, a far more accurate forecast of total consumption can be obtained. This approach to forecasting total consumption has not been found in reviewing the consumption forecasting literature. While components of consumption have been investigated...

Poverty Profile in Lao PDR; Poverty Report for the Lao Consumption and Expenditure Survey 2012–2013

Pimhidzai, Obert; Fenton, Nina Clare; Souksavath, Phonesaly; Sisoulath, Vilaysouk
Fonte: World Bank, Vientiane Publicador: World Bank, Vientiane
Tipo: Report; Economic & Sector Work; Economic & Sector Work :: Poverty Assessment
ENGLISH; EN_US
Relevância na Pesquisa
36.45%
The report starts with an overview of poverty and inequality estimates in chapter one, focusing on the trends in poverty and the distributional pattern of growth between 2002-3 and 2012-13. Chapter two then provides a description of the poverty profile by geographical and household characteristics, both in terms of the levels of poverty and its rate of change. Consumption patterns are presented in chapter three, and other socio-economic characteristics describing the living conditions of households are presented in chapter four, which is then followed by a chapter detailing the conclusions that can be drawn from this initial poverty profile analysis. The annexes provide additional detail. Annex one provides a detailed technical explanation of the methodology for measuring poverty while annex two presents sensitivity analysis for the poverty estimates including the confidence intervals of these estimates. Annex three provides additional tables and figures on poverty and inequality including other measures of poverty.

Risk Sharing Opportunities and Macroeconomic Factors in Latin American and Caribbean Countries : A Consumption Insurance Assessment

Ventura, Luigi
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Tipo: Publications & Research :: Policy Research Working Paper; Publications & Research
ENGLISH
Relevância na Pesquisa
36.47%
This paper evaluates the degree of consumption insurance enjoyed by Latin American and Caribbean countries, with respect to various reference areas, by estimating a parameter expressing the sensitivity of a country's consumption growth to a measure of idiosyncratic shocks to income. The paper surveys common econometric implementations of "consumption insurance tests." The author proposes some econometric procedures in order to detect the actual presence of international risk sharing, as well as to assess the relative impact of idiosyncratic versus aggregate shocks. The evidence suggests that Latin American and Caribbean economies have been hit by non-diversifiable income shocks, that idiosyncratic risk is relatively more important than aggregate risk, and that some countries in the region appear to enjoy a certain amount of international risk diversification. The paper also identifies some macroeconomic factors that may be responsible for a higher or lower degree of risk pooling (such as international openness...

A financeirização do consumo : uma análise das modificações do consumo pessoal nos Estados Unidos da década de 1980 à crise financeira de 2007-9; Financialization of consumption : an analysis of personal consumption changes in U.S. from the 1980's until the 2007-9 crisis

Lídia Brochier
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.45%
O consumo pessoal, dentro da tradição keynesiana, costuma ser entendido como uma função estável da renda, constituindo o elemento passivo e previsível da demanda agregada. Sabe-se que o investimento é o elemento mais instável da economia, sujeito frequentemente a flutuações e alterações imprevistas. Contudo, as transformações verificadas nas economias capitalistas, a partir do processo de financeirização, também originaram modificações no consumo e no papel ocupado por essa variável na economia - podendo funcionar como motor ativo de expansão dos gastos. Logo, pretende-se analisar nesta dissertação como o consumo é entendido pelas teorias convencionais do consumo e mostrar seus limites e contribuições para apreender a evolução recente do consumo pessoal, dado que esse se mostra crescentemente vinculado ao crédito, ao endividamento e à dinâmica de valorização dos ativos. Além disso, objetiva-se examinar como as principais questões relacionadas à financeirização afetam o consumo das famílias nos Estados Unidos. Essas questões são: as inovações financeiras (e as inovações no mercado imobiliário), o efeito riqueza, o processo de estagnação das rendas, a política monetária e o papel desse país na economia mundial. Por fim...

Diagnostico nutricional, consumo alimentar e criterios utilizados por adolescentes na seleção dos alimentos consumidos.; Nutritional analysis, food consumption and food choice criteria of Brazilian adolescents.

Dora Neumann
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.45%
Adolescência é um estágio da vida do indivíduo marcado por intensas mudanças fisiológicas, cognitivas e sócio-culturais, que afetam seu comportamento alimentar e saúde. Práticas alimentares inadequadas representam riscos imediatos para a saúde do adolescente e trazem implicações negativas para a sua saúde na idade adulta. Consequentemente, estudos que avaliam o estado nutricional e a adequação do consumo dietético de adolescentes são importantes e têm sido realizados no Brasil. Entretanto, em pesquisas nacionais de avaliação do consumo dietético da população, a utilização das novas recomendações nutricionais, as Dietary References Intakes- DRIs, como valores de referência, são ainda raras. Por sua vez, a prática regular de atividades físicas apresenta uma relação inversa com os riscos de doenças crônicas não transmissíveis e tem um efeito positivo na qualidade de vida do indivíduo. Assim, é importante avaliá-la concomitantemente à avaliação do estado nutricional, do consumo dietético e das predisposições e tendências no consumo dos alimentos pelos indivíduos. Pelo exposto, o presente estudo teve como objetivos avaliar: i) o estado nutricional dos adolescentes do Colégio Técnico da UNICAMP...

População e consumo : efeitos de características sociodemográficas sobre o consumo de energia elétrica domiciliar em Lucas do Rio Verde (MT) e Santarém (PA); Population and consumption : sociodemographic characteristics effects on household energy consumption in Lucas do Rio Verde (MT) e Santarém (PA)

Carla Craice da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.45%
Esta dissertação tem como objetivo refletir sobre a relação entre população e consumo de uma perspectiva conceitual mais geral no campo das Ciências Sociais, buscando identificar a contribuição da Demografia nos estudos sobre o consumo e, a partir de tal referencial, testar empiricamente a existência de relações entre características da população e o consumo de energia elétrica. O trabalho se insere no crescente interesse da demografia pelo campo de população e ambiente nas últimas décadas, o qual se afasta do viés malthusiano do debate para construir diferentes abordagens. Entender o consumo no momento atual consiste não só em observar o que se consome, mas também entender como a dinâmica populacional influencia o padrão e nível consumo. A hipótese central que orienta o trabalho é que o consumo da população é afetado por suas características sociodemográficas, tais como anos de estudo, posição na ocupação, idade dos chefes do domicílio, composição domiciliar (idade dos moradores, sexo), entre outros. O estudo se desenvolve a partir de dados coletados na área urbana de Lucas do Rio Verde-MT e de Santarém-PA, no ano de 2009, com informações de 3.767 moradores e 999 domicílios, além de dados secundários do Censo Demográfico de 2010 para a caracterização da população dos dois municípios. Os resultados dos testes de correlação apontaram a existência do efeito de algumas variáveis sociodemográficas na variação do consumo de energia elétrica. As variáveis relativas à composição etária do domicílio mostraram-se importantes para avaliação do consumo...

Race, Social Context, and Consumption: How Race Structures the Consumption Preferences and Practices of Middle and Working-Class Blacks

Pittman, Cassi
Fonte: Harvard University Publicador: Harvard University
Tipo: Thesis or Dissertation
EN_US
Relevância na Pesquisa
36.47%
The contemporary experience of race in America demands that blacks become astute observers of their surroundings, required to read subtle social, interactional and environmental cues to determine how to appropriately engage others in order to gain respect and social acceptance. Consumption objects, whether physical or material goods or services and experiences, are symbolic tools that blacks mobilize in order to define and assert themselves wherever they may be. Market research reveals that divergent patterns of consumption exist along racial lines. Blacks outspend whites in three central categories: apparel, personal care, and electronics and technology. Sociological research on consumption, however, has inadequately addressed how race influences blacks' consumption. Claims that blacks are conspicuous consumers are pervasive in both popular and academic works, and research indicates that blacks' consumption is, at least partially explained by status considerations, yet no comprehensive, empirically grounded theory exists to account for the contextually determined, symbolic and strategic use of goods by middle and working-class blacks. In my dissertation entitled “Race, Social Context, and Consumption: How Race Structures the Consumption Preferences and Practices of Middle and Working-class Blacks...