Página 1 dos resultados de 260 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Análise econômica de cultivos consorciados de alface americana x rabanete: um estudo de caso

Rezende, Bráulio Luciano A.; Cecílio Filho, Arthur B.; Fábio, Catelan; Martins, Maria Inez E. G.
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 853-858
POR
Relevância na Pesquisa
27.32%
O trabalho foi realizado para verificar se cultivos consorciados de alface e de rabanete são economicamente viáveis. Foram elaborados os custos de produção das culturas em monocultivo e em consorciação. Alguns indicadores agroeconômicos foram usados para avaliar a eficiência dos sistemas consorciados: índice de uso eficiente da terra, receita bruta, receita líquida, vantagem monetária, vantagem monetária corrigida, taxa de retorno e índice de lucratividade. A associação das culturas da alface e rabanete permitiu um melhor aproveitamento dos fatores de produção, com aumento na produção por unidade de área. Os consórcios estabelecidos ao zero (espaçamento entrelinha 0,30 x 0,30 m) e aos 14 dias após o transplantio da alface (espaçamento entrelinhas de 0,40 x 0,30m) tiveram os melhores indicadores agroeconômicos, com índices de uso eficiente da terra de 1,76 e 1,61, taxas de retorno de 4,13 e 4,53, e índices de lucratividade de 75,77 e 77,94%, respectivamente.; Our aim was to verify if intercropping systems of crisphead lettuce and radish were economically viable. The costs of production of the cultures were evaluated in monoculture and in intercropping. Some agrieconomic indicators were used to evaluate the efficiency of the systems such as the appropriate use of the land gross and net revenue...

Transferência simultânea de tecnologia de gestão (TST) em projetos consorciados de construção civil

Taigy, Ana Cristina
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
27.03%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; Com as transformações ocorridas na economia mundial, as organizações nacionais vêem-se à volta com o grande desafio de, em curto prazo, modernizarem sua tecnologia e estrutura organizacional, autoregulando-se para defesa às mudanças ambientais. Em se tratando do setor da construção civil, as alianças interfirmas, surgidas na forma de projeto consorciado, têm sido uma das formas encontradas para se lograr competitividade. Esse trabalho compartilhado leva a uma transferência de tecnologia entre as empresas, bem como a um maior nível de relações e conflitos interindivíduos, intergrupos e interfirmas. E, no caso específico de atuação conjunta, em um mesmo espaço físico, um fator crítico a se considerar é a transferência simultânea de tecnologia de gestão. Neste contexto, este estudo tem por objetivo identificar os fatores a serem considerados para a formação e funcionamento de projetos consorciados de construção civil, segundo a abordagem antropotecnológica. De acordo com a metodologia antropotecnológica, a pesquisa procurou estudar, além da tecnologia de gestão utilizada no consórcio...

Acúmulo e liberação de P, K, Ca e Mg em crotalária e milheto solteiros e consorciados

Perin,Adriano; Santos,Ricardo Henrique Silva; Caballero,Segundo Sacramento Urquiaga; Guerra,José Guilherme Marinho; Gusmão,Luiz Antônio
Fonte: Universidade Federal de Viçosa Publicador: Universidade Federal de Viçosa
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
27.03%
As características das leguminosas e gramíneas usadas como plantas de cobertura são bastante conhecidas, mas a velocidade com que os nutrientes associados à biomassa vegetal tornam-se disponíveis às culturas é ainda pouco estudada. O objetivo deste trabalho foi determinar o acúmulo e a taxa de liberação de nutrientes de crotalária e milheto solteiros ou consorciados. O delineamento experimental adotado foi blocos ao acaso, com quatro repetições. Os tratamentos foram crotalária, milheto, crotalária + milheto e vegetação espontânea. O acúmulo de P e Mg foi influenciado pela produção de massa, com valores elevados na crotalária, enquanto o acúmulo de Ca resultou tanto do maior teor quanto da maior produção de massa nos tratamentos com a leguminosa. A liberação de nutrientes dos resíduos apresentou dinâmica semelhante, com duas fases distintas: a primeira com taxas mais elevadas nos primeiros 15 dias e a segunda mais lenta a partir dessa fase. As taxas de liberação de K, Ca e Mg foram semelhantes, independentemente dos tratamentos. Os resíduos da crotalária apresentaram maior liberação de P do que as da vegetação espontânea, com meia vida de 11 dias e a vegetação espontânea de 17 dias. O Ca foi liberado mais lentamente do que os demais nutrientes...

Sistemas consorciados de aveia preta e ervilhaca comum como cobertura de solo e seus efeitos na cultura do milho em sucessão

Bortolini,C. G.; Silva,P. R. F.; Argenta,G.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
27.32%
Com o aumento do cultivo do milho no sistema plantio direto (SPD), várias espécies vegetais de inverno estão sendo avaliadas, visando à obtenção de uma cobertura de solo que beneficie o milho cultivado em sucessão e o SPD. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de três densidades de semeadura de aveia preta e ervilhaca comum em sistemas consorciados e em cultivos isolados e de três níveis de adubação nitrogenada (zero, 60 e 160 kg ha-1) aplicados em cobertura sobre a cultura do milho em sucessão. O experimento foi realizado em campo na Estação Experimental Agronômica da UFRGS em Eldorado do Sul (RS), no ano agrícola 1998/99. O rendimento total de matéria seca da cobertura de solo foi similar entre os sistemas consorciados de aveia e ervilhaca e os cultivos isolados. O aumento da dose de N aplicada no milho e o incremento da proporção de sementes de ervilhaca no consórcio da cobertura de solo elevaram a quantidade de N acumulado por planta de milho. Na produtividade de grãos de milho, percebeu-se interação de doses de N aplicadas e sistemas de cobertura de solo. Sem aplicação de N, houve aumento de 321 kg ha-1 na produtividade de grãos, para cada 10% de substituição de aveia por ervilhaca nos sistemas de consórcio. Com 60 kg ha-1 de N...

Fungos micorrízicos e fósforo, no crescimento, nos teores de nutrientes e na produção do sorgo e soja consorciados

Bressan,Wellington; Siqueira,José Oswaldo; Vasconcellos,Carlos Alberto; Purcino,Antonio Alvaro Corsetti
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2001 PT
Relevância na Pesquisa
27.03%
O objetivo deste trabalho foi avaliar em casa de vegetação os efeitos da inoculação de fungos micorrízicos arbusculares sobre o crescimento, produção de grãos e teores de nutrientes no sorgo, e na soja, consorciados, num Latossolo Vermelho-Escuro fumigado que recebeu 0, 25, 50, 100 e 200 mg/kg de P. O peso da matéria seca da parte aérea do sorgo aumentou em 55%, 33% e 6%, respectivamente, com o Glomus etunicatum, o Gigaspora margarita e o Glomus clarum. O peso dos grãos secos aumentou em 31% e 21%, respectivamente, com o Glomus etunicatum e com o Gigaspora margarita. Na soja, o peso da matéria seca da parte aérea aumentou linearmente com as doses de P, independentemente da inoculação de fungo micorrízico, enquanto o peso dos grãos secos aumentou na mesma grandeza que o do sorgo. O Glomus etunicatum foi a espécie micorrízica mais eficiente em todas as doses de P. A inoculação de fungos micorrízicos contribuiu para o aumento da matéria seca, produção de grãos e para os teores dos nutrientes N, P, K, Zn e Cu no sorgo e na soja. Estes efeitos são dependentes das doses de P no solo e da espécie de fungos micorrízicos inoculados.

Análise multidimensional de consórcios cenoura-alface sob diferentes combinações de densidades populacionais

Bezerra Neto,Francisco; Gomes,Eliane Gonçalves; Nunes,Glauber Henrique de Sousa; Barros Júnior,Aurélio Paes
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.32%
Este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho biológico de sistemas consorciados de cenoura e alface, sob diferentes combinações de densidades populacionais, com uso das análises bivariada de variância e envoltória de dados (DEA). O delineamento experimental usado foi o de blocos ao acaso completos, com cinco repetições, com os tratamentos arranjados em esquema fatorial 4x4. Os tratamentos resultaram da combinação de quatro populações de plantas de cenoura (40, 60, 80 e 100% da população recomendada no cultivo solteiro - PRCS) com quatro populações de plantas de alface (40, 60, 80 e 100% da PRCS). As populações recomendadas para os cultivos solteiros da cenoura e alface foram 500 mil e 250 mil plantas por hectare, respectivamente. Tanto o método bivariado como o método de análise de envoltória de dados são bastante eficazes na discriminação dos melhores sistemas de cultivo consorciados, por meio dos rendimentos das culturas. Os resultados da eficiência produtiva, medidos por modelos DEA, permitem uma análise estatística simples do ensaio consorciado. A robustez do método de análise bivariada de variância assegura a validade dos resultados.

Desempenho de quatro de Eucalyptus spp em plantios puros e consorciados com sabiá (Mimosa caesalpiniaefolia Benth) em cava de extração de argila

Mendonça,Andrea Vita Reis; Carneiro,José Geraldo de Araujo; Barroso,Deborah Guerra; Santiago,Anderson Ribeiro; Freitas,Teresa Aparecida Soares de; Souza,Josival Santos
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.03%
Para a recuperação ambiental de áreas mineradas, uma das alternativas é o florestamento ou reflorestamento, havendo a necessidade de selecionar espécies e práticas silviculturais que favoreçam o estabelecimento dos povoamentos. O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho de Eucalyptus camaldulensis Dehnh, E. pellita F. Muel, E. tereticornis Sm. e E. robusta Sm., em plantios puros e consorciados com a leguminosa arbórea Mimosa caesalpiniaefolia Benth, em áreas degradadas pela extração de argila. Este estudo foi realizado em uma cava de 1,5 ha, com solo salino, localizada em Campos dos Goytacazes, RJ, de onde foi removido argila até a profundidade média de 1,5 m. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições, em esquema fatorial 4 x 2, com quatro espécies de eucalipto, em plantios puros, e cada uma delas em consórcio com M. caesalpiniaefolia . O desempenho das plantas foi avaliado quanto à sobrevivência, altura, diâmetro ao nível do solo (DAS), diâmetro a 1,30 m de altura (DAP), área de copa, razão altura/DAP, área superficial e comprimento de raízes finas (? 2 mm). Até 24 meses, observou-se que E. pellita não é indicado para plantios em cavas de extração de argila, enquanto E. camaldulensis...

Qualidade de raízes de cenoura em sistemas consorciados com alface sob diferentes densidades populacionais

Barros Júnior,Aurélio P.; Bezerra Neto,Francisco; Silva,Ebenézer de O.; Negreiros,Maria Zuleide de; Oliveira,Eliane Q. de; Silveira,Lindomar Maria da; Lima,Jailma S.S. de; Freitas,Karidja K.C. de
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
27.03%
O experimento foi realizado de junho a setembro de 2003, em campo da ESAM, com o objetivo de avaliar a qualidade de raízes de cenoura (Brasília) em sistemas consorciados com alface (Tainá) sob diferentes densidades populacionais. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados, em esquema fatorial 4 x 4, com três repetições. Os tratamentos foram resultantes da combinação de quatro populações de cenoura [(40%, 60%, 80% e 100% da população recomendada no cultivo solteiro (PRCS)] com quatro populações de alface (40%, 60%, 80% e 100% da PRCS). As características avaliadas nas raízes da cenoura foram acidez total titulável (ATT), sólidos solúveis totais (SST), açúcares totais (ACT) pH, relação sólidos solúveis totais e acidez total titulável, além da produtividade comercial da cenoura e da alface. Ocorreu interação significativa entre as densidades populacionais das culturas componentes na ATT das raízes da cenoura. Houve aumento no conteúdo de SST e no pH à medida que se aumentou a densidade populacional de cenoura. Houve também um aumento na produtividade comercial de raízes de cenoura e na produtividade da alface com o aumento de suas densidades populacionais, respectivamente. A variação na população de cenoura não afetou a produtividade da alface...

Desempenho agronômico do bicultivo da alface em sistemas consorciados com cenoura em faixa sob diferentes densidades populacionais

Barros Júnior,Aurélio P.; Bezerra Neto,Francisco; Negreiros,Maria Zuleide de; Oliveira,Eliane Q. de; Silveira,Lindomar Maria da; Câmara,Maria José T.
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
O experimento foi realizado de junho a setembro de 2003, em área experimental da ESAM, para avaliar o desempenho agronômico do bicultivo da alface em sistemas consorciados com cenoura em faixa sob diferentes associações de densidades populacionais. O delineamento experimental utilizado foi blocos casualizados completos, com cinco repetições, em esquema fatorial 4 x 4. Os tratamentos foram resultantes da combinação de quatro populações de alface (40%, 60%, 80% e 100% da população recomendada no cultivo solteiro, PRCS) com quatro populações de cenoura (40%, 60%, 80% e 100% da PRCS). A população recomendada, para o cultivo solteiro da alface foi de 250.000 plantas/ha e para cultivo da cenoura foi de 500.000 plantas/ha. As cultivares de alface e cenoura utilizadas foram, respectivamente: Tainá e Brasília. Avaliou-se na alface: altura e diâmetro das plantas, número de folhas e peso fresca por planta, peso seca da parte aérea e produtividade. Na cenoura foram avaliadas a produtividade total e comercial de raízes. Não houve interação significativa entre as densidades populacionais de alface e de cenoura em qualquer uma das características avaliadas em ambas as culturas. No primeiro cultivo, o aumento da densidade populacional da alface aumentou de modo significativo a sua produtividade...

Análise econômica de cultivos consorciados de alface americana x rabanete: um estudo de caso

Rezende,Bráulio Luciano A.; Cecílio Filho,Arthur B.; Fábio,Catelan; Martins,Maria Inez E.G.
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2005 PT
Relevância na Pesquisa
27.32%
O trabalho foi realizado para verificar se cultivos consorciados de alface e de rabanete são economicamente viáveis. Foram elaborados os custos de produção das culturas em monocultivo e em consorciação. Alguns indicadores agroeconômicos foram usados para avaliar a eficiência dos sistemas consorciados: índice de uso eficiente da terra, receita bruta, receita líquida, vantagem monetária, vantagem monetária corrigida, taxa de retorno e índice de lucratividade. A associação das culturas da alface e rabanete permitiu um melhor aproveitamento dos fatores de produção, com aumento na produção por unidade de área. Os consórcios estabelecidos ao zero (espaçamento entrelinha 0,30 x 0,30 m) e aos 14 dias após o transplantio da alface (espaçamento entrelinhas de 0,40 x 0,30m) tiveram os melhores indicadores agroeconômicos, com índices de uso eficiente da terra de 1,76 e 1,61, taxas de retorno de 4,13 e 4,53, e índices de lucratividade de 75,77 e 77,94%, respectivamente.

Produtividade biológica em sistemas consorciados de cenoura e alface avaliada através de indicadores agroeconômicos e métodos multicritério

Bezerra Neto,Francisco; Gomes,Eliane G.; Oliveira,Antônio Marcos de
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.71%
O experimento foi conduzido de maio a setembro de 2002, na UFERSA, Mossoró-RN, para avaliar consórcios de cenoura e alface, através de critérios agronômicos, econômicos (rendimentos financeiros) e de eficiência produtiva (avaliada segundo modelos de Análise de Envoltória de Dados - DEA). Para agregar a informação de todos os critérios e identificar os melhores tratamentos, foram utilizados os métodos multicritério ordinais de Borda, Condorcet e Copeland. O delineamento experimental foi blocos casualizados, em fatorial 3 (cultivo solteiro e consorciado, em faixas, com três fileiras de cenoura e três de alface (3F) e quatro de cenoura e quatro de alface (4F)) x 4 (cultivares de alface americana: Lucy Brown, Tainá, Laurel e Mesa 659), com quatro repetições. Em cada bloco foi plantada a cenoura solteira. Avaliou-se o índice de uso eficiente da terra (UET), o índice de lucratividade (IL) e a eficiência produtiva DEA. Uma análise de variância univariada foi usada para avaliar estes indicadores, no esquema fatorial 2 x 4 + 1 (dois sistemas consorciados em faixas, quatro cultivares de alface e cenoura solteira). Os UETs dos sistemas consorciados foram significativamente superiores ao UET do cultivo solteiro, com a vantagem dos sistemas consorciados variando de 90 (cenoura + cultivar Tainá 4F) a 133% (cenoura + cultivar Mesa 659 4F). Não se observou diferença significativa no índice de lucratividade entre os cultivos solteiro e consorciado. Na eficiência produtiva DEA foi observada interação significativa entre sistemas de cultivo e cultivares de alface. Os métodos multicritério indicaram Cenoura + Mesa 659 (4F)...

Produtividade de sistemas forrageiros consorciados com leguminosas

Diehl,M.S.; Olivo,C.J.; Agnolin,C.A.; Bratz,V.F.; Bem,C.M.; Agüirre,P.F.; Glienke,C.L.; Correa,M.R.; Serafim,G.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.03%
O objetivo desta pesquisa foi avaliar três sistemas forrageiros (SF) com capim elefante (CE) + azevém (AZ) + espécies de crescimento espontâneo (ECE); CE + AZ + ECE + amendoim forrageiro (AM); e CE + AZ + ECE + trevo vermelho (TV), usando-se a mesma área, sob pastejo rotacionado, no decorrer do ano agrícola. O CE foi estabelecido em linhas afastadas a cada 4m. No período hibernal, fez-se o estabelecimento do AZ entre as linhas do CE; o TV foi semeado e o AM foi preservado, considerando-se os respectivos SF. O delineamento experimental foi o inteiramente ao acaso, com três tratamentos (SF), duas repetições (piquetes) e avaliações independentes (ciclos de pastejos). Para avaliação, foram utilizadas vacas da raça Holandesa em lactação, que receberam suplementação alimentar com concentrado à razão de 1% do peso corporal/dia. Foram avaliados a massa de forragem, os componentes botânicos do pasto e estruturais do CE e a taxa de lotação. Durante o período experimental, foram efetuados oito ciclos de pastejo. Sistemas forrageiros que envolvem gramíneas e leguminosas de diferentes ciclos proporcionam a utilização da área durante todo o ano agrícola em pastejo rotativo com bovinos leiteiros. Considerando-se a predominância das avaliações em cada pastejo...

Análise multidimensional de consórcios cenoura-alface sob diferentes combinações de densidades populacionais

BEZERRA NETO, F.; GOMES, E. G.; NUNES, G.H. de S.; JÚNIOR, A.P.B.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 42, n. 12, p. 1697-1704, dez. 2007 Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 42, n. 12, p. 1697-1704, dez. 2007
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.32%
Este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho biológico de sistemas consorciados de cenoura e alface, sob diferentes combinações de densidades populacionais, com uso das análises bivariada de variância e envoltória de dados (DEA). O delineamento experimental usado foi o de blocos ao acaso completos, com cinco repetições, com os tratamentos arranjados em esquema fatorial 4x4. Os tratamentos resultaram da combinação de quatro populações de plantas de cenoura (40, 60, 80 e 100% da população recomendada no cultivo solteiro - PRCS) com quatro populações de plantas de alface (40, 60, 80 e 100% da PRCS). As populações recomendadas para os cultivos solteiros da cenoura e alface foram 500 mil e 250 mil plantas por hectare, respectivamente. Tanto o método bivariado como o método de análise de envoltória de dados são bastante eficazes na discriminação dos melhores sistemas de cultivo consorciados, por meio dos rendimentos das culturas. Os resultados da eficiência produtiva, medidos por modelos DEA, permitem uma análise estatística simples do ensaio consorciado. A robustez do método de análise bivariada de variância assegura a validade dos resultados.; 2007

Métodos de apoio à decisão em experimentação agrícola: o caso de sistemas consorciados.

GOMES, E. G.; BEZERRA NETO, F.
Fonte: IN: SIMPÓSIO DE PESQUISA OPERACIONAL E LOGÍSTICA DA MARINHA, 11., 2008, Rio de Janeiro. Publicador: IN: SIMPÓSIO DE PESQUISA OPERACIONAL E LOGÍSTICA DA MARINHA, 11., 2008, Rio de Janeiro.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.32%
Este artigo teve como objetivo avaliar o desempenho de sistemas consorciados de cenoura e alface e indicar o melhor para o manejo dos recursos ambientais em relação a produtividade e indicadores econômicos. O modelo DEA CCR e o método multicritério ordinal de Copeland foram usados na análise. No primeiro, as variáveis foram as produtividades da alface e da cenoura e o índice de lucratividade. Na segunda abordagem, os critérios de decisão foram o índice de uso eficiente da terra e o índice de lucratividade. Observaram-se maiores v alores de eficiência DEA nos sistemas consorciados que tinham a cenoura "Brasília" como cultura componente, e aqueles baseados nas alfaces "Maravilha das 4 estações" ou "Verônica". A ordenação obtida do método de Copeland ratificou os resultados do modelo DEA.; 2008

Índices de desempenho de sistemas agrícolas consorciados: uso eficiente da terra, indicadores econômicos e eficiência DEA.

BEZERRA NETO, F.; GOMES, E. G.
Fonte: IN: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. A INTEGRAÇÃO DE CADEIAS PRODUTIVAS COM A ABORDAGEM DA MANUFATURA SUSTENTÁVEL, 28., 2008, Rio de Janeiro. Publicador: IN: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. A INTEGRAÇÃO DE CADEIAS PRODUTIVAS COM A ABORDAGEM DA MANUFATURA SUSTENTÁVEL, 28., 2008, Rio de Janeiro.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.32%
Este artigo teve como objetivo avaliar o desempenho de sistemas consorciados de cenoura e alface e indicar qual sistema é melhor para o manejo dos recursos ambientais em relação a produtividade e indicadores econômicos. Foram avaliados o ínndice de uso eficiente da terra - UET, o índice de eficiência produtiva - IEP (via modelos DEA), além de indicadores econômicos (renda bruta, renda líquida, vantagem monetária, taxa de retorno e índice de lucratividade). Observaram-se maiores valores de eficiência agronômica e dos indicadores econômicos nos sistemas consorciados que tinham a cenoura ?Brasília? como cultura componente, e aqueles baseados no grupo de alface crespa.; 2008

Desenvolvimento Metodológico para Análise Econômica Ambiental de Sistemas Consorciados a Base de Citros nos Tabuleiros Costeiros.

MARTINS, C. R.; BARROS, I. de; RODRIGUES, G. S.; SOUZA, M. E. de
Fonte: In: SEMINÁRIO SOBRE INTENSIFICAÇÃO ECOLÓGICA DA FRUTICULTURA, 3; REUNIÃO COMITÊ GESTOR DO PROJETO SISTEMA ECOLOGICAMENTE INTENSIVO DE PRODUÇÃO DE FRUTAS. 3., 2004,0Brasília, DF; Aracaju, SE. Seifrut: [anais..]. Aracaju, SE: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2014. 197 p. Editores Técnicos: Carlos Roberto Martins, Embrapa Clima Temperado; Francisco Alisson Xavier, Embrapa Mandioca; Antônio Souza do Nascimento, Embrapa Mandioca e Fruticultura. Publicador: In: SEMINÁRIO SOBRE INTENSIFICAÇÃO ECOLÓGICA DA FRUTICULTURA, 3; REUNIÃO COMITÊ GESTOR DO PROJETO SISTEMA ECOLOGICAMENTE INTENSIVO DE PRODUÇÃO DE FRUTAS. 3., 2004,0Brasília, DF; Aracaju, SE. Seifrut: [anais..]. Aracaju, SE: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2014. 197 p. Editores Técnicos: Carlos Roberto Martins, Embrapa Clima Temperado; Francisco Alisson Xavier, Embrapa Mandioca; Antônio Souza do Nascimento, Embrapa Mandioca e Fruticultura.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.32%
Objetivo principal da atividade é avaliar o desempenho econômico e ambiental de sistemas de produção consorciados de citros e de coqueiros, visando seleção de associações com melhor desempenho nos TCs. No entanto, carece do desenvolvimento metodológico de um sistema integrado de indicadores para a avaliação de desempenho econômico e ambiental de sistemas consorciados. Embora, o trabalho não esteja finalizado, apresenta-se o atual estágio do desenvolvimento dos indicadores.; 2014

O contrato do consórcio e os direitos do consumidor, após a vigência da lei 11.795/2008

NUNES, Viviane de Souza
Fonte: Universidade Municipal de São Caetano do Sul Publicador: Universidade Municipal de São Caetano do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.32%
Esta monografia tem por objeto de estudo o sistema de consórcio regulamentado pela Lei nº 11.795/2008 e sua aplicação aos direitos do consumidor. O sistema de consórcio é o resultado natural e necessário da evolução do modelo de autofinanciamento numa economia cada vez mais consumista e incentivada principalmente pela sua característica de ausência de cobrança de juros. Acompanhando essa evolução, o sistema de consórcio injeta milhões de reais no mercado financeiro oriundos da união de participantes que visam por meio de esforços comuns atingirem um fundo de recursos que sejam suficientes para aquisição de bens ou serviços, que serão contemplados através de sorteios e lances. Por isso, cabe aos órgãos de proteção ao consumidor, por intermédio da sistemática da Lei 11.795/2008, a análise da legalidade deste instituto de forma a disciplinar a outorga deste crédito. Para cumprir com o objetivo deste trabalho traça-se, primeiramente, um perfil do sistema de consórcio no Brasil, com a evolução histórica e disciplina jurídica. Em seguida, fala-se sobre tratamento das partes estruturais do contrato, identificando conceito, características e as partes da relação obrigacional, bem como os fundamentos da submissão ao Código de Defesa do Consumidor. E ao final...

Suplementação energética para terminação de bovinos de corte em pastos consorciados durante a época seca.

SALES, M. F. L.; ANDRADE, C. M. S. de; FARINATTI, L. H. E.; PORTO, M. O.; MESQUITA, A. Q. de; CLEMENCIO, R. de M.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA, 25., 2015, Fortaleza. Dimensões tecnológicas e sociais da Zootecnia: anais. Fortaleza: SBZ, 2015. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA, 25., 2015, Fortaleza. Dimensões tecnológicas e sociais da Zootecnia: anais. Fortaleza: SBZ, 2015.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.32%
Este estudo objetivou avaliar os efeitos de níveis suplementação energética para bovinos de corte, em fase de terminação, manejados em pastos consorciados, sobre o desempenho produtivo durante a época seca do ano, no Estado do Acre. Foram utilizados 24 novilhos Nelore, não castrados, com idade inicial média de 24 meses e peso vivo de 397 kg. A área experimental foi constituída de quatro piquetes de 2,0 ha cada, um consórcio de Cynodon nlemfuensis cv. Lua, Brachiaria decumbens, B. brizantha cv. Marandu e Arachis pintoi cv. Belmonte. Os suplementos foram formulados à base de milho e farelo de soja, com 12% de proteína bruta (PB), e fornecidos nas quantidades de 0, 1,5; 3,0 e 4,5 kg/animal/dia. O nível testemunha foi constituído de suplementação mineral. Os animais foram agrupados em um delineamento inteiramente casualizado e as médias de tratamentos submetidas à análise de regressão. Os níveis de suplementação influenciaram positivamente o desempenho dos animais, com ganhos adicionais variando de 155 a 266 g/dia, um aumento de 35% no ganho de peso individual e aumento linear na produtividade, com incrementos estimados em 41,5 kg/ha de peso vivo e de 37,3 kg/ha de carcaça por quilograma de suplemento fornecido diariamente por animal. A suplementação energética de pastos consorciados durante a época seca é tecnicamente recomendada para a terminação de bovinos de corte...

Desempenho de sistemas consorciados de cenoura e alface avaliados através de métodos uni e multivariados

Bezerra Neto,Francisco; Gomes,Eliane G; Nunes,Glauber Henrique de S; Oliveira,Eliane Q de
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.82%
A análise de dados provenientes de experimentos de consorciação geralmente é mais complexa do que as advindas de experimentos em cultivo solteiro. Nesta situação, vários tipos de análises são recomendados, como análise univariada de variância do rendimento das culturas componentes separadamente; dos rendimentos combinados dos sistemas consorciados; da eficiência produtiva por modelos de análise de envoltória de dados (DEA) ou de métodos de análise multivariada dos rendimentos das culturas associadas. Neste trabalho, o objetivo foi avaliar o desempenho biológico de sistemas consorciados de cenoura e alface crespa através de métodos uni e multivariados. Dois experimentos (um consorciado e outro solteiro) foram conduzidos em blocos casualizados completos, com quatro repetições. O experimento consorciado foi conduzido em esquema fatorial 2 x 4 + 2, com os tratamentos provenientes da combinação de duas cultivares de cenoura (Alvorada e Brasília) com quatro cultivares de alface crespas (Lucy Brown, Tainá, Laurel e Verônica) e as duas cvs. de cenoura sem consorciação. Os tratamentos do experimento solteiro consistiram das quatros cvs. de alface testadas. As características avaliadas na alface e cenoura foram massa fresca da parte aérea e rendimento de raízes comerciais...

Edaphic characteristics of a digging area for clay extraction after Eucalyptus spp. and Mimosa caesalpiniifolia Benth (sabia) in pure and mixed plantings and quantification of pruning of sabia.; ATRIBUTOS EDÁFICOS DE CAVAS DE EXTRAÇÃO DE ARGILA APÓS CULTIVOS PUROS E CONSORCIADOS DE Eucalyptus spp. E Mimosa caesalpiniifolia BENTH (SABIÁ) E QUANTIFICAÇÃO DA PODA DE SABIÁ

Mendonça, Andrea Vita Reis; Carneiro, José Geraldo de Araújo; Guerra, Deborah Barroso; Coutinho, Marcos P.; Souza, Josival Santos
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2008 POR
Relevância na Pesquisa
27.32%
This work aimed to evaluate the effect of eucalipt and sabiá in pure and mixed plantings on chemical characteristics of the soil in a clay extraction area and quantify the biomass and nutrients from pruned material of Mimosa caesalpiniifolia Benth (sabiá) plants. Seedlings of Eucalyptus camaldulensis, E. pellita, E. robusta and Mimosa caesalpiniifolia were planted in both planting systems. Soil analysis were carried out in each plot before, and 24 months after the planting. The Mimosa caesalpiniifolia plants were evaluated regarding survival, height, diameter, crown area and fine roots. Dry biomass of the pruned material at the ages of 12 and 24 months was quantified. Nutrient contents of Na and C were determined. Among the treatments the most adequate for soil reabilitation is E. robusta + sabiá. This mixed planting stimulated increasing C content in the soil and reduction of the salinity. All plantings showed K reduction in the soil. Plants of Mimosa caesalpiniifolia showed lower growth when mixed with E. pellita. Total dry biomass from the pruning of the Mimosa caesalpiniifolia plants (t ha –1) at the age of 12 months of the pure planting was 3.6 ± 0.5 and in the mixed, 1.3 ± 0.1. At the age of 24 months...