Página 1 dos resultados de 461 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Consciência fonológica: uma competência linguística fundamental na transição do Pré-Escolar para o 1º Ciclo do Ensino Básico

Ferraz, Inês Patrícia Rodrigues
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
67.12%
De acordo com os dados fornecidos pelo Gabinete de Avaliação Educacional do Ministério da Educação (GAVE) acerca do relatório do Programme for International Student Assessment (PISA) em 2006, os resultados das provas de aferição, do 4º ano de escolaridade do 1º ciclo do ensino básico (CEB), revelam o fraco desempenho das crianças portuguesas nas tarefas de leitura e de escrita. Os dados fornecidos do Progress in International Reading Literacy Study (PIRLS), em 2011, mostram que o conhecimento do alfabeto que é fornecido através da consciência fonológica é o melhor preditor do sucesso da leitura. Assim, os objectivos desta investigação são: diagnosticar os níveis de consciência fonológica das crianças que estão em transição entre a educação pré-escolar e o 1.º CEB; implementar e validar um programa de treino da consciência fonológica; e saber até que ponto o treino da consciência fonológica influencia na aquisição dos conhecimentos a longo prazo. Nos três estudos efectuados participaram 346 sujeitos que frequentavam o pré-escolar e o 1º CEB, 49,4% do sexo feminino e 50,6% do sexo masculino. Os instrumentos utilizados foram a Prova de Segmentação Linguística (Alpha de Cronbach = 0...

O papel do meio no desenvolvimento da consciência fonológica e da consciência morfológica em crianças em idade pré-escolar

Henriques, Florbela Marina Dias
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
67.13%
Dissertação de Mestrado apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Psicologia, especialização em Psicologia Clínica e da Saúde.; A aprendizagem da linguagem escrita constitui uma tarefa cognitiva exigente, que poderá ser tanto mais facilitada quanto mais desenvolvida linguisticamente estiver a criança, no momento de entrada na escola. O meio assume, assim, um papel preponderante no desenvolvimento da oralidade ao proporcionar uma variedade de experiências, práticas e recursos linguísticos. Ora, a literatura tem revelado que as crianças de meios desfavorecidos se encontram em situação de desvantagem para aprender a ler e escrever, comparativamente com crianças de meios mais ricos e estimulantes. Esta desvantagem poderá ser acentuada se as competências metalinguísticas não estiverem suficientemente desenvolvidas, em particular a consciência fonológica, uma variável cujo valor preditivo de sucesso na aprendizagem da leitura e escrita tem sido bem documentado. Recentemente, também tem vindo a ser sublinhada a importância da consciência morfológica na leitura e na escrita. Assim, este estudo pretendeu analisar o papel do meio no desenvolvimento da consciência fonológica e morfológica em crianças em idade pré-escolar. Foram observadas 60 crianças (30 do meio urbano + 30 do meio rural)...

Verificação da eficácia do CD-ROM Alfabetização Fônica Computadorizada no desenvolvimento de habilidades de consciência fonológica e de leitura; Verification of the effectiveness of the CD-ROM Alfabetização Fônica Computadorizada in the development of phonological awareness and reading

Manzoli, Priscila Maria de Lima Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
67.24%
Já é conhecida a relação de reciprocidade entre consciência fonológica e habilidades de leitura. Diversas pesquisas demonstraram o efeito direto do treino em habilidades de consciência fonológica sobre a aquisição da leitura e como o treino sistemático da leitura auxilia no desenvolvimento de níveis mais complexos de consciência fonológica. Dentro deste contexto, o objetivo da pesquisa foi verificar a eficácia do CD-ROM Alfabetização Fônica Computadorizada no desenvolvimento de habilidades de consciência fonológica e de leitura em crianças do segundo ano do ensino fundamental. Participaram do estudo 81 crianças, com idades entre seis e oito anos, de ambos os sexos, matriculadas no segundo ano de uma escola municipal da periferia de um município com 30.000 habitantes. Para avaliar a consciência fonológica foi aplicada a Prova de Consciência Fonológica. Para avaliar as habilidades de leitura utilizou-se uma versão da Provinha Brasil e uma prova de leitura oral de palavras. Foi adotado um delineamento de comparação de grupos com três momentos de avaliação. No primeiro momento, todas as crianças foram avaliadas. Depois da primeira avaliação, foi conduzida a intervenção somente com as crianças do Grupo 1. Na intervenção...

A poesia no 1º ciclo: consciência fonológica e variação intralinguística

Castro, Maria do Rosário Gonçalves Ochoa de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.21%
Este relatório evidencia o processo de conceção, implementação e avaliação de um conjunto de atividades com base no texto poético, com enfoque no desenvolvimento da consciência fonológica e na sensibilização à variação intralinguística de alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Preconiza-se que a utilização do texto poético permite desenvolver a Consciência Fonológica, que consiste no desenvolvimento da capacidade cognitiva que permite adquirir a consciência de que a linguagem é segmentável nas suas unidades constituintes, como por exemplo, palavras, sílabas e fonemas (Albuquerque, 2003). Além da consciência fonológica, a utilização do texto poético também permite a consciência da variação intralinguística e, consequentemente, “a consciencialização de um viver em comum num espaço alargado, mas que ao mesmo tempo se quer uno e coeso, onde se pretende construir um projecto que vise a vivência em democracia e paz” (Simões, 2006, p. 40). As questões norteadoras do projeto de intervenção foram as seguintes: Como desenvolver a consciência fonológica em alunos do 2.º ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico através de textos poéticos? e Qual o contributo da abordagem do texto poético no desenvolvimento da consciência da variação intralinguística da Língua Portuguesa em alunos do 2.º ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico? A planificação e a implementação do projeto de intervenção foram realizadas com uma turma do 2.º ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico do Concelho de Aveiro...

A relação entre a consciência fonológica e as conceptualizações de escrita em crianças dos 4 aos 6 anos

Ramos, Cláudia; Nunes, Terezinha; Sim-Sim, Inês
Fonte: Escola Superior de Educação de Lisboa Publicador: Escola Superior de Educação de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /03/2004 POR
Relevância na Pesquisa
67.16%
O presente estudo tem como objectivo investigar o desenvolvimento da consciência fonológica e a sua relação com as conceptualizações de escrita em crianças portuguesas dos quatro aos seis anos de idade. A amostra do estudo é constituída por 60 crianças de idade pré-escolar divididas por quatro grupos etários (4 anos – 4 anos e 6 meses.; 4 anos e 7 meses – 5 anos e 1 mês; 5 anos e 2 meses- 5 anos e 8 meses; 5 anos e 9 meses – 6 anos e 3 meses). As crianças foram testadas com uma bateria de seis provas de consciência fonológica e sujeitas a uma entrevista para apreciar as suas conceptualizações de escrita. O teste das Matrizes Progressivas Coloridas de Raven foi aplicado de forma a ser usado como controle na análise de regressão. Os resultados demonstram que existe um crescente desenvolvimento fonológico de acordo com a idade das crianças, mas que a maior parte das crianças ainda não vai além do nível pré-silábico, no que respeita às conceptualizações de escrita. Não foram encontradas correlações significativas entre a consciência fonológica e os níveis de conceptualização sobre a escrita. A hipótese de que a criança desenvolve conceitos de escrita como consequência da sua consciência fonológica não é suportada por este estudo. A falta de correlações significativas sugere que a consciência fonológica não deve ser vista como resultado do desenvolvimento de conceitos de escrita. É possível que a consciência fonológica seja uma condição necessária...

Efeitos do treino da consciência fonológica em crianças pré-escolares, com e sem problemas de linguagem

Fernandes, Tânia Filipa Moniz
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
67.16%
Este estudo de intervenção tem como objetivo avaliar o efeito de um programa de estimulação da Consciência Fonológica em crianças pré-escolares, com e sem problemas de linguagem. Os programas de intervenção em Consciência Fonológica são exequíveis e devem ser implementados precocemente, tal como é sugerido por Capovilla e Capovilla (2000) e Nunes (2009), influenciando positivamente na futura aquisição da leitura e da escrita. Da mesma forma Sim-Sim, Duarte, Barbeito e Pereira (2010) enaltecem a importância da aquisição desta competência dando especial enfoque às “Metas de Aprendizagem”, na promoção da continuidade entre ciclos de ensino. Neste estudo participaram 62 crianças de cinco e seis anos de idade, a frequentar sete estabelecimentos de ensino pré-escolar, divididas em três condições experimentais: a) Grupo Experimental 1 (crianças sem problemas de linguagem); b) Grupo Experimental 2 (crianças com problemas de linguagem e da fala); c) Grupo de Controlo, sem intervenção em Consciência Fonológica. Os dois grupos experimentais foram sujeitos a uma intervenção em Consciência Fonológica. Os instrumentos utilizados foram a Prova de Segmentação Linguística (Jiménez e Ortiz...

Avaliação de um programa para a estimulação da consciência fonológica em contexto escolar

Carvalho, Artur Jorge Matos de
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /02/2012 POR
Relevância na Pesquisa
67.26%
Neste trabalho apresentamos um estudo sobre o desenvolvimento da consciência fonológica em contexto escolar, pois sabe-se que a consciência fonológica pode ser estimulada com ensino explícito e que, ao fazê-lo, se facilita a posterior aquisição da leitura e da escrita por parte da criança (Blachman et al., 2006; Adams et al., 2007), o que, em última análise, consiste no objetivo da estimulação da consciência fonológica. Vários autores referem que existe uma forte relação entre o nível de consciência fonológica e a iniciação à leitura e à escrita (Bradley e Bryant, 1995, Gillon, 2004) e de que algumas dificuldades na aprendizagem da leitura e da escrita estão associadas ao fraco desempenho em tarefas de consciência fonológica (Freitas et al., 2007). Assim, em contexto escolar, assume-se que a estimulação precoce e generalizada a todas as crianças, da consciência fonológica, funcionará como medida de prevenção do insucesso na aprendizagem da leitura e da escrita (Freitas et al., 2007). Para o estudo aqui proposto é desenvolvido um programa devidamente ajustado às propriedades linguísticas do português europeu e aos requisitos da aprendizagem da leitura e da escrita no referido sistema alvo. Assim...

Potenciar a consciência fonológica de crianças pré-escolares em contexto naturalístico

Matias, Ana Cristina Lage
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
67.16%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ciências da Educação Especialidade Intervenção Precoce; Este estudo de intervenção tem como objetivo avaliar o efeito de um programa de estimulação da Consciência Fonológica no desenvolvimento metalinguístico de crianças pré-escolares. Este programa, desenhado pela investigadora, foi desenvolvido em contexto naturalístico, nas salas de atividades, pelas educadoras de infância. Os programas de intervenção em Consciência Fonológica devem ser implementados precocemente, tal como é sugerido por Capovilla e Capovilla (2000), Fernandes (2004) e Nunes (2009), dado que nesta faixa etária as crianças apresentam uma grande sensibilidade à estrutura sonora das palavras. É igualmente salientada a influência significativa na futura aprendizagem da leitura e da escrita (Silva, 2003; Lopes, 2006). Os participantes foram 60 crianças de quatro e cinco anos de idade, a frequentar um estabelecimento de ensino pré-escolar da rede pública, divididos em duas condições experimentais: a) Grupo Experimental (sujeito a um programa de estimulação em atividades de consciência fonológica; b) Grupo de Controlo (sem nenhuma intervenção). A consciência fonológica foi medida...

Caracterização do nível de consciência fonológica em crianças de idade pré-escolar

Antunes, Célia Ferreira
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
67.25%
Dissertação de Mestrado em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem na Criança, área de especialização em Terapia da Fala e Perturbações da Linguagem; A consciência fonológica consiste na capacidade de mobilizar a atenção do sujeito permitindo-lhe refletir e manipular as unidades fonológicas da língua. À medida que a criança vai desenvolvendo a habilidade fonológica, apercebe-se da natureza segmental da linguagem, tornando-se cada vez mais consciente de que a fala é composta por palavras e sílabas, e por sua vez estas são constituídas por elementos mais pequenos, os fonemas. Estudos recentes continuam a evidenciar a relevância do desenvolvimento da consciência fonológica em idade pré-escolar, bem como da sua relação com o sucesso na leitura. Nesta dissertação pretendeu-se averiguar o desenvolvimento fonológico de crianças falantes de português europeu em idade pré-escolar, nos seus diferentes níveis (silábico, intrassilábico e fonémico), bem como em outras dimensões fonológicas (consciência lexical e consciência de acento), recorrendo a um instrumento de avaliação da consciência fonológica em fase de construção. Este estudo procurou ainda averiguar a validade e fiabilidade do instrumento elaborado para o efeito. Em particular...

Caracterização do nível de consciência fonológica em idade escolar

Leitão, Gina Alexandra Vinagre
Fonte: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Saúde Publicador: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Saúde
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
67.19%
Dissertação de Mestrado em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem na Criança; Este estudo tem como principal objetivo descrever o desempenho de crianças em idade escolar (1º, 2º e 3º ano de escolaridade) em tarefas de consciência fonológica, assim como contribuir para a validação de um instrumento de avaliação de consciência fonológica em idade pré-escolar e escolar. Foram analisados os desempenhos em tarefas de consciência fonológica relativos a 30 crianças do 1º ano de escolaridade, 30 crianças do 2º ano e 31 crianças do 3º ano, com desenvolvimento típico da linguagem, falantes monolingues do português europeu, com boa capacidade de discriminação auditiva, sem défices cognitivos nem dificuldades na aquisição da leitura e escrita e que não frequentem, ou que já tenham frequentado terapia da fala. O estudo é descritivo, experimental e multifactorial, e teve por base um instrumento de avaliação constituído por dezassete provas, que testam cinco níveis de consciência fonológica (consciência lexical, silábica, intrassilábica, fonémica e de acento). Os dados foram analisados segundo a comparação do desempenho dos diferentes anos escolares nas diferentes provas. Verificou-se que, em idade escolar...

Intervenção em consciência fonológica em crianças com dificuldades de leitura e escrita

Cysne, Karla
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
67.17%
Trabalho de projeto de Mestrado em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem na Criança, área de especialização em Terapia da Fala e Perturbações da Linguagem; A consciência fonológica é uma representação das propriedades fonológicas e das unidades constituintes da fala, isto é, refere-se a consciência dos sons que ccompõem as palavra que ouvimos e falamos.É a compet~encia que permite a identificação de rimas, palavras que começam e terminam com o mesmo som e fonemas que saõ manipulados para a criação de novas palavras. Por conseguinte, esta está diretamente relacionada com o desempenho das crianças em idade escolar, no desenvolvimento das suas capacidades de leitura e escrita. Alguns autores consideram que esta é uma aptidão que deve ser desenvolvida em crianças com dificuldades de leitura e escrita, uma vez que promove melhorias significativas nas habilidades de leitura e escrita. Com o presente estudo pretende-se saber qual a influência de dois programas de intervençaõ direcionados para os aspetos formais e estruturais da linguagem, em particular para a consciência fonológica, em crianças do 1ºciclo com dificuldades de leitura e escrita. Participaram no estudo 6 crianças de agrupamentos de escolas...

Caracterização do nível de consciência fonológica em crianças de idade escolar. Contributo para a validação de um instrumento de avaliação

Leitão, Gina Alexandra Vinagre
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
67.19%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem na Criança – Área de Especialização em Terapia da Fala e Perturbações da Linguagem; Este estudo tem como principal objetivo descrever o desempenho de crianças em idade escolar (1º, 2º e 3º ano de escolaridade) em tarefas de consciência fonológica, assim como contribuir para a validação de um instrumento de avaliação de consciência fonológica em idade pré-escolar e escolar. Foram analisados os desempenhos em tarefas de consciência fonológica relativos a 30 crianças do 1º ano de escolaridade, 30 crianças do 2º ano e 31 crianças do 3º ano, com desenvolvimento típico da linguagem, falantes monolingues do português europeu, com boa capacidade de discriminação auditiva, sem défices cognitivos nem dificuldades na aquisição da leitura e escrita e que não frequentem, ou que já tenham frequentado terapia da fala. O estudo é descritivo, experimental e multifactorial, e teve por base um instrumento de avaliação constituído por dezassete provas, que testam cinco níveis de consciência fonológica (consciência lexical, silábica, intrassilábica, fonémica e de acento). Os dados foram analisados segundo a comparação do desempenho dos diferentes anos escolares nas diferentes provas. Verificou-se que...

Programa de treinamento de consciência fonológica para crianças surdas bilíngües

Souza,Érika Costa de; Bandini,Heloisa Helena Motta
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
67.22%
Um dos pré-requisitos básicos para a aquisição de leitura e escrita é a consciência fonológica. Estudos têm comprovado que quando expostas a um treinamento formal de consciência fonológica as crianças ouvintes melhoram esta habilidade e, conseqüentemente, aprimoram o desenvolvimento da leitura e da escrita. Entretanto, não há evidências deste tipo de procedimento para crianças surdas. Este estudo objetivou estruturar um Programa de Treinamento de Consciência Fonológica para crianças surdas bilingües e verificar sua efetividade. Participaram do estudo quatro crianças, que foram avaliadas quanto à consciência fonológica antes e após o Treinamento de Consciência Fonológica. Foram verificados efeitos positivos nos níveis de consciência fonológica destas crianças após a realização do Treino. Este estudo fornece indícios de que um Treinamento de Consciência Fonológica pode aprimorar o desenvolvimento da consciência fonológica em crianças surdas usuárias de língua de sinais.

Dificuldades na aquisição e aperfeiçoamento da leitura e da escrita: o papel da consciência fonológica e da consciência sintálica

Guimarães,Sandra Regina Kirchner
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
67.19%
Esta tese teve como objetivo central investigar a relação entre o nível das habilidades mclalinguísticas (consciência fonológica e consciência sintática) dos sujeitos e o seu desempenho na leitura e na escrita de palavras isoladas. Participaram da pesquisa três grupos de sujeitos que frequentam escolas públicas no município de Curitiba: 20 crianças com dificuldades de aprendizagem da leitura e da escrita, cursando a 3." e 4." séries (grupo 1); 20 crianças da 1.* série, com o mesmo nível de leitura e escrita dos sujeitos do grupo I (grupo 2) e 20 crianças da 3." e 4." séries, com a mesma idade cronológica dos sujeitos do grupo 1 (grupo 3). A pesquisa foi baseada em cinco tipos de provas experimentais: leitura e escrita de palavras reais e inventadas, tarefas de avaliação da consciência fonológica, tarefas de aval iação da consciência sintytica, tarefa de facilitação contextual na leitura e medidas de controle. Foi verificado que todos os sujeitos, incluindo os do grupo 1, tinham desenvolvido a compreensão do princípio alfabético e que os procedimentos adotados para a leitura e a escrita de palavras isoladas não diferiam entre os grupos. Espera-va-se que o grupo 1 apresentasse escores inferiores nas tarefas que avaliavam a consciência fonológica e a consciência sintática...

A terapia em consciência fonológica no processo de alfabetização

Paula,Giovana Romero; Mota,Helena Bolli; Keske-Soares,Márcia
Fonte: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda. Publicador: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
67.14%
TEMA: consciência fonológica e alfabetização. OBJETIVO: verificar a influência da terapia em consciência fonológica no processo de alfabetização. MÉTODO: 46 crianças foram submetidas à avaliação da leitura e escrita de palavras e pseudopalavras e da consciência fonológica; o grupo experimental foi submetido à intervenção. RESULTADOS: a terapia interferiu positivamente no desempenho das crianças do grupo experimental (76,47%) nas tarefas de consciência fonológica e em relação ao seu desempenho em leitura e escrita e somente as crianças alfabetizadas conseguiram realizar as tarefas de consciência fonêmica. CONCLUSÃO: a terapia de consciência fonológica facilita a aquisição do código alfabético.

Memória de trabalho, consciência fonológica e hipótese de escrita

Gindri,Gigiane; Keske-Soares,Márcia; Mota,Helena Bolli
Fonte: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda. Publicador: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
67.2%
TEMA: memória de trabalho, consciência fonológica e hipótese de escrita. OBJETIVO: verificar a relação entre a memória de trabalho, a consciência fonológica e a hipótese de escrita em alunos de pré-escola e primeira série. MÉTODO: a amostra foi composta de 90 alunos da rede estadual de ensino que apresentavam desenvolvimento lingüístico típico. Destes, 40 alunos eram da pré-escola, com idade média de seis anos e cinco meses, e 50 eram da primeira série, com idade média de sete anos e dois meses. A amostra selecionada foi submetida à avaliação das habilidades de memória de trabalho com base no Modelo de Memória de Trabalho de Baddeley (2000), envolvendo o componente fonológico. O componente fonológico foi avaliado através do subteste cinco, Memória Seqüencial Auditiva, do Teste Illinois de Habilidades Psicolinguísticas (ITPA), adaptação brasileira realizada por Bogossian e Santos (1977), e da Prova de Repetição de Palavras sem Significado, elaborado por Kessler (1997). As habilidades de consciência fonológica foram estudadas a partir do teste Consciência Fonológica: Instrumento de Avaliação Seqüencial (CONFIAS), elaborado por Moojen et al. (2003), considerando tarefas de consciência silábica e fonêmica. A escrita foi caracterizada conforme a proposta de Ferreiro e Teberosky (1999). RESULTADOS: os pré-escolares apresentaram capacidade de repetir seqüências de 4...

Consciência fonológica no início da escolarização e o desempenho ulterior em leitura e escrita: estudo correlacional

Pestun,Magda Solange Vanzo
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
67.12%
Pesquisas contemporâneas têm demonstrado que habilidades metalingüísticas são fundamentais para aquisição e desenvolvimento da leitura e escrita. Com o propósito de verificar se crianças que não haviam freqüentado a escola até sua inserção no pré III e que não possuíam conhecimento de leitura e soletração apresentavam consciência fonológica ao ingressarem no ensino formal, e se a presença dessa habilidade favorecia a aquisição da leitura e escrita, 167 crianças de ambos os sexos, com idade média de 5 anos e 8 meses, de nível sócio-econômico semelhante, participaram deste estudo, que foi realizado em três etapas. Na primeira etapa (início do pré III), a habilidade de consciência fonológica foi avaliada por meio da Prova de Consciência Fonológica. Nas segunda e terceira etapas (início e término do 1º ano), as crianças foram reavaliadas em consciência fonológica e avaliadas em leitura oral e escrita sob ditado de palavras e de pseudopalavras. Os resultados indicaram correlação positiva entre consciência fonológica e ulterior desempenho em leitura e em escrita.

Aquisição de leitura e escrita como resultado do ensino de habilidades de consciência fonológica

Bernardino Júnior,José Antonio; Freitas,Fabiana Rego; Souza,Deisy G. de; Maranhe,Elisandra André; Bandini,Heloisa Helena Motta
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Publicador: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
67.12%
Quatro estudantes com dificuldades na aquisição de leitura e escrita foram submetidos a um programa de ensino para o desenvolvimento de habilidades de consciência fonológica, com tarefas de identificação de rima e aliteração e análise e síntese silábica e fonêmica, enquanto continuavam sendo expostos a um programa individualizado para ensino de leitura, no qual não haviam obtido sucesso previamente. Todos os participantes apresentaram baixos escores no pré-teste da Prova de Consciência Fonológica, mas concluíram o programa com sucesso e apresentaram elevados escores no pós-teste. A aquisição de leitura e de escrita mostrou uma clara aceleração após o desenvolvimento das habilidades de consciência fonológica e o efeito foi replicado entre os quatro alunos. Os resultados confirmam descobertas prévias sobre a relação entre consciência fonológica e aquisição de leitura e escrita. Tendo em vista o baixo repertório de entrada dos participantes, mesmo após exposição prolongada ao ensino de leitura, estes resultados, aliados aos de pesquisas recentes, sugerem fortemente a importância de estratégias para promover o desenvolvimento de habilidades de consciência fonológica antes ou simultaneamente ao ensino de leitura e escrita. Essas estratégias são especialmente importantes para estudantes em risco para o fracasso na aquisição desses repertórios e que constituem o maior contingente de alunos que requerem procedimentos especiais de ensino.

Relação entre consciência fonológica, consciência morfológica, natureza dos erros e o desempenho ortográfico

Rodrigues, Sara Cristiana Morais Vargas
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
67.11%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; Nesta investigação procurámos analisar a relação entre o desempenho ortográfico de crianças do 2º ano de escolaridade e a consciência fonológica e morfológica das mesmas. Investigámos a relação entre o desempenho ortográfico e o tipo de erros dados pelas crianças. Das 75 crianças que inicialmente participaram neste estudo seleccionámos os quartis extremos, através de uma prova de ditado, para a obtenção de dados mais significativos. Apurámos 39 crianças divididas em 2 grupos, sendo 19 do grupo 1 (Quartil 1) e 20 do grupo 2 (Quartil 3). As suas consciências morfológica e fonológica foram avaliadas através de duas provas morfológicas e duas provas fonológicas. Verificámos a relação entre o desempenho ortográfico e o tipo de erros através de três categorias – erros que violam restrições contextuais, restrições morfológicas e erros estritamente fonéticos – encontrados na prova de ditado. Verificaram-se diferenças significativas entre os grupos, a favor das crianças com melhor desempenho ortográfico, quer nas provas que avaliavam a consciência morfológica, quer nas que avaliavam a consciência fonológica. Encontrámos diferenças significativas entre os grupos nos erros de tipo fonológico e morfológico...

Programa de entrenamiento de conciencia fonológica para niños sordos bilíngües; Phonological awareness training program for brazilian bilinguals deaf children; Programa de treinamento de consciência fonológica para crianças surdas bilíngües

Souza, Érika Costa de; Bandini, Heloisa Helena Motta
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2007 POR
Relevância na Pesquisa
67.28%
Um dos pré-requisitos básicos para a aquisição de leitura e escrita é a consciência fonológica. Estudos têm comprovado que quando expostas a um treinamento formal de consciência fonológica as crianças ouvintes melhoram esta habilidade e, conseqüentemente, aprimoram o desenvolvimento da leitura e da escrita. Entretanto, não há evidências deste tipo de procedimento para crianças surdas. Este estudo objetivou estruturar um Programa de Treinamento de Consciência Fonológica para crianças surdas bilingües e verificar sua efetividade. Participaram do estudo quatro crianças, que foram avaliadas quanto à consciência fonológica antes e após o Treinamento de Consciência Fonológica. Foram verificados efeitos positivos nos níveis de consciência fonológica destas crianças após a realização do Treino. Este estudo fornece indícios de que um Treinamento de Consciência Fonológica pode aprimorar o desenvolvimento da consciência fonológica em crianças surdas usuárias de língua de sinais.; Un pre-requisito básico para la adquisición de la lectura y la escritura es la conciencia fonológica. Estudios han mostrado que los niños oyentes expuestos a un entrenamiento formal de conciencia fonológica mejoran estas habilidades. No existiendo evidencias de este procedimiento en niños sordos. El objetivo fue estructurar un Programa de Entrenamiento de Conciencia Fonológica para niños sordos bilingües y verificar su efectividad. Participaran del estudio cuatro niños...