Página 1 dos resultados de 8 itens digitais encontrados em 0.026 segundos

Toxocariasis in children attending a Public Health Service Pneumology Unit in Paraná State, Brazil

Guilherme,Edson V.; Marchioro,Ariella A.; Araujo,Silvana M.; Falavigna,Dina Lúcia Morais; Adami,Carolina; Falavigna-Guilherme,Gustavo; Rubinsky-Elefant,Guita; Falavigna-Guilherme,Ana Lucia
Fonte: Instituto de Medicina Tropical Publicador: Instituto de Medicina Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 EN
Relevância na Pesquisa
26%
The enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) is the most widely used tool to detect anti-Toxocara IgG antibodies for both serodiagnostic and seroepidemiological surveys on human toxocariasis. In the last eight years a high prevalence of toxocariasis (32.2-56.0%) has been reported in children attending public health units from municipalities in the state of Paraná, Brazil. Therefore, the aim of this work was to compare the frequency found among the general child population with that of children attending a public pneumology service in Maringá, Paraná, Brazil and describe the laboratorial, clinical and epidemiological findings. The research was conducted at the Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Setentrião Paranaense (CISAMUSEP) from July 2009 to July 2010 among children aged between one and 15 years. From a total of 167 children studied, only 4.2% (7/167) tested positive for anti-Toxocara spp. IgG antibodies and presented mild eosinophilia (2/7), increased serum IgE levels (6/7) and a positive allergy test for mites (5/7). The presence of pets (dogs or cats) at home did not correlate with the seroprevalence. In conclusion, cases of toxocariasis involving the respiratory tract are rare in children attending a public health pneumology unit in the northwestern region of Paraná State...

Cons?rcio intermunicipal para gest?o ambiental nos munic?pios de pequeno porte 1 e 2 do nordeste paraense: uma possibilidade para gest?o ambiental?

MACEDO JUNIOR, Roberto Cavalleiro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.75%
Ap?s a publica??o da Lei Complementar Federal no. 140 (LC 140/2011), de 08/12/2011, que definiu as compet?ncias dos munic?pios na gest?o de pol?ticas p?blicas ambientais, surgiu a necessidade de propor a??es pelo poder p?blico municipal para sua implementa??o. Para assegurar a efic?cia da referida lei, os munic?pios deveriam estruturar-se para licenciar e fiscalizar as atividades degradadoras, ou potencialmente degradadoras, em seus territ?rios. Os ?rg?os criados no ?mbito das pol?ticas municipais ambientais demandariam estrutura??o f?sica e de pessoal que, por serem onerosas, se tornaram verdadeiros ?bices ? prioriza??o do gestor para garantir as condi??es necess?rias para a gest?o ambiental municipal. Dessa forma, a coopera??o entre os entes federados, por interm?dio do instrumento de Cons?rcio P?blico se apresenta como uma alternativa estrat?gica para implementa??o da lei nos munic?pios de pequeno porte para encaminhamento das quest?es ambientais. Entende-se que um planejamento territorial regional facilitaria o encaminhamento para solicita??o de recursos, bem como para a celebra??o de contratos e conv?nios que beneficiassem os munic?pios consorciados. O presente estudo analisa a Capacidade Institucional de gest?o ambiental entre os munic?pios de Vigia de Nazar?...

Proposta de taxonomias para ??rg??os e entidades da Administra????o P??blica Federal e outros entes de coopera????o e colabora????o

Cunha Junior, Luiz Arnaldo Pereira da; Salgado, Val??ria Alpino Bigonha; Almeida, Valdomiro Jos?? de
Fonte: Editora IABS Publicador: Editora IABS
Tipo: Livro
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
76.33%
O quarto volume da s??rie Inova????o na Gest??o P??blica apresenta dois estudos que analisam a taxonomia para ??rg??os e entidades da Administra????o P??blica Federal e outros entes de coopera????o e colabora????o de perspectivas diferentes. O primeiro estudo, realizado pelo consultor Luiz Arnaldo Pereira da Cunha Junior, analisa e faz sugest??es de aperfei??oamento nos modelos das organiza????es e dos instrumentos de implementa????o de pol??ticas p??blicas, com foco no Poder Executivo. Ressalte-se, assim, que esse estudo n??o reflete as diretrizes ou orienta????es de governo. Trata-se de importante material de pesquisa que poder??, talvez, inspirar melhorias no modelo de aparelho de Estado no Brasil como resposta aos desafios de uma gest??o p??blica democr??tica voltada para resultados. O segundo estudo foi realizado pela Secretaria de Gest??o P??blica, de autoria de Val??ria Alpino Bigonha Salgado, com a colabora????o de Valdomiro Jos?? de Almeida. Consiste em um modelo taxon??mico de an??lise das formas de exerc??cio das fun????es executivas do Estado na regula????o social e na economia, constru??do a partir das disposi????es legais e normativas atualmente vigentes no ??mbito do Poder Executivo Federal; N??mero de p??ginas: 292 p.; Volume: v. 4; Gest??o P??blica; ISBN: 978-85-64478-10-7; A s??rie de publica????es intitulada Inova????o na Gest??o P??blica resulta da exitosa coopera????o t??cnica entre a Secretaria de Gest??o P??blica (Segep) e a Ag??ncia Espanhola de Coopera????o Internacional para o Desenvolvimento (Aecid) e nasceu da necessidade de organizar e disseminar o conhecimento sobre a tem??tica de gest??o p??blica produzido na secretaria; Sum??rio: APRESENTA????O CAP??TULO I TAXONOMIA DOS ??RG??OS E ENTIDADES DA ADMINISTRA????O P??BLICA FEDERAL E DE OUTRAS ENTIDADES E INSTRUMENTOS DE IMPLEMENTA????O DE POL??TICAS P??BLICAS Luiz Arnaldo Pereira da Cunha Junior 1. Modelos de organiza????o e de instrumentos de implementa????o de pol??ticas p??blicas e delimita????o do estudo 2. Fun????es P??blicas (inclusive as de Estado) da Uni??o 2.1. Atividades de Estado...

Orienta????es b??sicas para a gest??o consorciada de res??duos s??lidos

Schneider, Dan Moche; Ribeiro, Wladimir Antonio; Salomoni, Daniel; Oliveira, Nelcil??ndia Pereira de (Organizadora); Helou, Luciana Dinah Ribeiro (Organizadora); Antero, Samuel A. (Organizador)
Fonte: Editora IABS Publicador: Editora IABS
Tipo: Livro
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
86.78%
O s??timo volume da s??rie Inova????o na Gest??o P??blica apresenta orienta????es b??sicas para a gest??o consorciada de res??duos s??lidos. Este ???guia??? surgiu de uma a????o conjunta entre a coopera????o espanhola e o Projeto Brasil Munic??pios, realizada entre setembro de 2010 maio de 2011, com o intuito de apoiar a implementa????o de uma experi??ncia de cons??rcio p??blico na Regi??o Metropolitana da Grande Aracaju para a gest??o integrada dos res??duos s??lidos nos moldes da Lei de Cons??rcios (Lei 11.107/2005) e seu decreto regulamentador, bem como na Lei de Saneamento B??sico (Lei 11.445/2007) e em sintonia com a Pol??tica Nacional de Res??duos S??lidos. O cap??tulo 1 traz informa????es sobre a Pol??tica Nacional de Res??duos S??lidos (PNRS), a ado????o de solu????es intermunicipais para a destina????o final de rejeitos e sobre as novas responsabilidades dos munic??pios para gest??o e manejo de res??duo s??lidos previstas na PNRS. O segundo cap??tulo, por sua vez, discorre sobre o instituto do cons??rcio p??blico dando ??nfase ?? gest??o consorciada intermunicipal dos res??duos s??lidos. Por fim, o terceiro cap??tulo apresenta informa????es t??cnicas para apoiar esse arranjo institucional, como ??ndices de gera????o per capita de res??duos s??lidos domiciliares e p??blicos...

M??dulo 3 - esfecificidades da pol??tica do saneamento b??sico: curso ger??ncia de projetos - teoria e pr??tica

Martins, Raildy (conteudista, 2013)
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: M??dulo Completo
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
76.17%
Esse documento trata de: compet??ncia do titular dos servi??os; composi????o dos Servi??os P??blicos de Saneamento B??sico; gest??o associada dos servi??os p??blicos de saneamento: a import??ncia dos cons??rcios p??blicos e dos conv??nios de coopera????o; Planejamento do Saneamento B??sico; atividades de regula????o, organiza????o, fiscaliza????o e presta????o dos servi??os; N??mero de p??ginas: 42 p.; Habita????o. Saneamento B??sico. Urbanismo

Federalismo e rela????es intergovernamentais: os cons??rcios p??blicos como instrumento de coopera????o federativa; Federalismo y relaciones intergubernamentales: los consorcios p??blicos como instrumento de cooperaci??n federativa; Federalism and intergovernmental relations: public consortia as instruments of federative cooperation

Cunha, Rosani Evangelista da
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP); Revista do Servi??o P??blico (RSP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP); Revista do Servi??o P??blico (RSP)
Tipo: Artigo de Revista Científica
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
106.7%
Se nos estados federais os mecanismos de coopera????o e coordena????o intergovernamental j?? s??o relevantes, no caso brasileiro eles ganham centralidade ainda maior. A Constitui????o Federal de 1988 agregou complexidade ao desenho federativo brasileiro, reconhecendo o munic??pio como ente federado. Esse processo foi acompanhado por intensa descentraliza????o de pol??ticas p??blicas, pelo fortalecimento do poder local e por mecanismos pouco coordenados de rela????o vertical e horizontal entre os entes federativos. Ao mesmo tempo, a aus??ncia de pol??ticas de desenvolvimento regional acentuou as desigualdades locais e regionais observadas historicamente no pa??s. Diferentes experi??ncias de consorciamento foram levadas a cabo por munic??pios no pa??s e ainda hoje esse ?? um instrumento de larga utiliza????o. De forma diversa, as iniciativas de coopera????o entre estados s??o ainda incipientes. As limita????es institucionais e jur??dicas dos desenhos utilizados pelos munic??pios, no entanto, levaram ?? aprova????o da Emenda Constitucional n?? 19/98, que instituiu os cons??rcios p??blicos e a gest??o associada de servi??os p??blicos.; Si en los Estados federales los mecanismos de cooperaci??n y coordinaci??n intergubernamental ya son relevantes...

Centros de Servi??os Compartilhados: da experi??ncia brit??nica ??s perspectivas de inova????o na gest??o p??blica brasileira

Ferreira, Cicero; Bresciani, Lu??z Paulo; Mazzali, Leonel
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP); Revista do Servi??o P??blico (RSP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP); Revista do Servi??o P??blico (RSP)
Tipo: Artigo de Revista Científica
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
96.42%
O presente artigo toma como ponto de partida a revis??o do estado da arte sobre os centros de servi??os compartilhados (CSC). Arranjos de servi??os compartilhados est??o ganhando import??ncia na gest??o p??blica como meio para reduzir despesas e elevar a qualidade dos servi??os. Os objetivos da pesquisa foram investigar as determinantes do surgimento dos CSC na gest??o p??blica, os principais problemas em sua implanta????o e as tend??ncias futuras dos CSC. Al??m da publica????o cient??fica e t??cnica sobre o tema, a metodologia se assenta no estudo da experi??ncia brit??nica de compartilhamento de servi??os entre diferentes esferas de governo. Uma das conclus??es relevantes da pesquisa ?? que o Brasil, embora tenha poucas experi??ncias de servi??os compartilhados na administra????o p??blica, poder?? obter significativos benef??cios financeiros e na qualidade dos servi??os p??blicos.; Este art??culo toma como punto de partida la revisi??n del estado del arte acerca de los centros de servicios compartidos (CSC). Los servicios compartidos est??n ganando importancia en la administraci??n p??blica como un medio para reducir costes y elevar el nivel de servicio. Los objetivos de la investigaci??n fueron de investigar los factores determinantes de la aparici??n de CSC en la administraci??n p??blica...

Projetos de parceria público-privada: fatores que influenciam o avanço dessas iniciativas

Thamer,Rogério; Lazzarini,Sérgio Giovanetti
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
16.13%
Baseando-se no marco teórico de estruturas de governança e instituições econômicas, esta pesquisa tem como objetivo identificar e testar fatores críticos para que as parcerias público-privadas (PPPs) avancem ao longo das fases pré-contratuais. A partir de um modelo de regressão Poisson e de uma amostra de 177 projetos de PPP desenvolvidos nos estados brasileiros, os resultados empíricos mostram a importância de o poder público criar e estimular agências especializadas no modelo para a interface com as firmas e definir modelos regulatórios que incentivem o envolvimento do setor privado desde a concepção desses projetos. Os resultados também indicam que PPPs avançam mais rapidamente em locais com nível moderado de corrupção. Do lado das firmas, a busca por parcerias que adicionem competências complementares ao consórcio privado é um fator relevante para o avanço da PPP.