Página 1 dos resultados de 65562 itens digitais encontrados em 0.023 segundos

Um Estudo em gestão do conhecimento para uma empresa de tecnologia da informação

Salmazo, Paulo Rogério
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.43%
Na sociedade atual, o conhecimento é um novo fator de produção que se agrega aos já tradicionais fatores de terra, mão de obra e capital financeiro. Porém, o conhecimento não pode ser herdado ou concedido. Diferente dos outros fatores, quanto mais o conhecimento é compartilhado, mais ele aumenta; quanto mais utilizado maior é o seu valor. Torna-se fundamental para as organizações, dependentes desse fator, capturar os ativos de conhecimento utilizados por seus colaboradores. Seu objetivo é transformar esse conhecimento em capital intelectual. Os meios para atingir esses objetivos são encontrados na Gestão do Conhecimento. A Gestão de Conhecimento corresponde ao conjunto de ações de uma organização para criar, adquirir, compartilhar e utilizar ativos de conhecimento, a fim de auxiliar na geração de idéias, solução de problemas e tomada de decisões. Essas ações são alcançadas através de metodologias, processos, técnicas, tecnologias e ferramentas. Este trabalho apresenta uma visão geral sobre as dimensões que influenciam a Gestão do Conhecimento – cultura e estrutura organizacional, estratégia, recursos humanos, aprendizado com o ambiente, avaliação permanente e tecnologia da informação. Embora todas as dimensões sejam consideradas...

Modelo de conhecimento para mapeamento de instrumentos da gestão do conhecimento e de agentes computacionais da engenharia do conhecimento baseado em ontologias

Rautenberg, Sandro
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 1 v.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2009; Esta tese tem como base a visão interdisciplinar da práxis das áreas Engenharia do Conhecimento e Gestão do Conhecimento. Para apoiar a Gestão do Conhecimento em seus processos de criação, organização, formalização, compartilhamento, aplicação e refinamento de conhecimento, a Engenharia do Conhecimento desenvolve modelos, utilizando sistemicamente métodos, técnicas e ferramentas. Uma análise da literatura dessas áreas revelou um desconhecimento dos construtos utilizados em pesquisas e desenvolvimentos interdisciplinares e a necessidade de um modelo de conhecimento da convergência de construtos inerentes. Assim, este trabalho teve como objetivo propor um modelo de conhecimento baseado em ontologias para mapear a utilização de Agentes Computacionais da Engenharia do Conhecimento em Instrumentos da Gestão do Conhecimento. Utilizando elementos da Engenharia de Ontologias, o modelo foi desenvolvido e teve sua viabilidade técnica comprovada em dois cenários, confirmando sua capacidade para: (a) organizar, formalizar e compartilhar conhecimento já estabelecido; e (b) criar conhecimento novo...

Gestão do conhecimento científico no contexto acadêmico : proposta de um modelo conceitual

Leite, Fernando César Lima
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.43%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Departamento de Ciência da Informação e Documentação, 2006.; A gestão do conhecimento tem se desenvolvido no ambiente das organizações empresariais e tem suas pesquisas e aplicações voltadas para a perspectiva do conhecimento organizacional. No entanto, existem outros contextos nos quais a gestão do conhecimento pode ser estudada, como, por exemplo, o contexto acadêmico, voltado para a perspectiva do conhecimento científico. Independentemente do contexto em que se inserem, os processos de comunicação constituem uma questão fundamental a ser levada em consideração em estudos sobre gestão do conhecimento. O fato é que a relação entre a comunicação e a gestão do conhecimento é recorrentemente abordada na literatura sob a perspectiva das tecnologias, e raramente do ponto de vista de seus processos propriamente ditos. No ambiente acadêmico, da mesma forma, a comunicação científica é um elemento crucial para a gestão do conhecimento científico. Contudo, estudos sobre a gestão do conhecimento científico e mais ainda estudos sobre gestão do conhecimento científico levando em consideração os processos de comunicação científica são raros. Esta pesquisa se propôs a investigar a relação...

Gestão estratégica e gestão do conhecimento na transferência do conhecimento, nas instituições de Ensino Superior Público Militar

Ferreira, António Anacleto Viegas
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
A estratégia entende-se como a criação de uma posição única e valiosa, envolvendo um conjunto de diferentes actividades, sendo a gestão estratégica descrita como um processo de decisões e acções de gestão que guiam a organização no relacionamento com o seu meio envolvente que, fundamentalmente, afectam o seu desempenho. Assim, para se elaborarem estratégias é essencial focar tanto a realização da análise estratégica, que consiste num processo contínuo e sistemático, através do qual se procede ao acompanhamento, análise e monitorização do meio ambiente interno e externo da organização, como os valores de quem gere formalmente a organização e as responsabilidades sociais. Neste sentido, a gestão do conhecimento é entendida como um processo colectivo, de natureza interactiva, que pressupõe uma partilha de informação e atitudes nas várias fases do desenvolvimento do conhecimento, sendo considerada a parte fundamental da estratégia para usar conhecimento na criação de vantagens competitivas sustentáveis. Deste modo, uma das actividades da gestão do conhecimento, mais concretamente a transferência do conhecimento e a sua eficácia nas IESPM, assume um papel fulcral, na medida em que permite a difusão do conhecimento...

Redes inter-organizacionais como um mecanismo para a partilha do conhecimento: fatores organizacionais, influenciadores e desempenho

Barbeira, Marisa Regina Reduto Santos
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.43%
Na atual envolvente, a formação de redes inter-organizacionais pode representar uma estratégia adequada para aumentar a competitividade das partes/atores envolvidas. Assim, a partilha do conhecimento inter-organizacional permite a criação e a transferência do conhecimento, sendo-se este último visto como um dos recursos mais valiosos para qualquer tipo de organização. No entanto, deve haver uma gestão eficaz e eficiente para incentivar este fenómeno, especialmente, dentro do setor da saúde que está sujeito às crescentes pressões de económicas e de responsabilidade social. Por conseguinte, torna-se necessário uma compreensão mais aprofundada das redes inter-organizacionais como um mecanismo facilitador para a partilha do conhecimento. Apesar da vasta literatura existente sobre redes do conhecimento, poucos são os estudos que têm demonstrado a sua importância no setor da saúde. Neste contexto, a presente investigação teve como principal objetivo estudar as redes inter-organizacionais como um mecanismo para a partilha do conhecimento. Mais concretamente, pretendeu-se avaliar a partilha do conhecimento em redes de organizações hospitalares e de ensino superior politécnico, através de um grupo de profissionais de saúde que são os Técnicos de Análises Clínicas e de Saúde Pública (TACSP). Para alcançar os objetivos definidos e validar as hipóteses formuladas...

Partilha do conhecimento em professores universitários: a importância do comprometimento organizacional

Costa, Vítor Manuel Valente da
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.42%
Conhecer os fatores que promovem a partilha do conhecimento nas organizações é um importante tópico de investigação. Estudos anteriores estabeleceram uma relação entre o comprometimento organizacional e a partilha do conhecimento, tendo destacado a importância do comprometimento organizacional afetivo como um antecedente do comportamento de partilha do conhecimento. No contexto português são no entanto inexistentes os estudos que procurem estabelecer uma relação entre o comprometimento organizacional e a partilha do conhecimento, bem como instrumentos capazes de medir a partilha do conhecimento. A presente dissertação procura assim examinar a relação entre o comprometimento organizacional – utilizando o modelo das três componentes de Meyer e Allen (1997) – e a partilha do conhecimento, tal como esta é definida por van den Hooff e de Rider (2006), cuja conceptualização distingue a partilha do conhecimento em dois processos distintos de transmissão e recolha do conhecimento. Especificamente, e de acordo com a revisão da literatura apresentada, hipotetizamos que o comprometimento afetivo influencia positivamente a partilha do conhecimento e que não existe uma relação positiva ou negativa entre o comprometimento normativo e calculativo e a partilha do conhecimento. Seguindo uma abordagem quantitativa e utilizando 162 inquéritos preenchidos por professores universitários de Gestão...

Modelo de conhecimento para mapeamento de instrumentos da gestão do conhecimento e de agentes computacionais da engenharia do conhecimento

Rautenberg,Sandro; Steil,Andrea Valéria; Todesco,José Leomar
Fonte: Escola de Ciência da Informação da UFMG Publicador: Escola de Ciência da Informação da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.42%
Este artigo, tem como base uma visão interdisciplinar da práxis das áreas de Engenharia do Conhecimento e de Gestão do Conhecimento nos processos de criação, organização, formalização, compartilhamento, aplicação e refinamento de conhecimento. Uma análise da literatura dessas áreas revelou um desconhecimento dos construtos utilizados em pesquisas e desenvolvimentos interdisciplinares e a necessidade de um modelo para a convergência de construtos inerentes. Discute-se um modelo de conhecimento, para mapear a utilização de Agentes Computacionais da Engenharia do Conhecimento em Instrumentos da Gestão do Conhecimento. Via Engenharia de Ontologias, o modelo proposto teve sua viabilidade técnica comprovada em dois estudos de caso, confirmando sua capacidade para organizar, formalizar e compartilhar conhecimento já estabelecido; e criar conhecimento novo, não estabelecido academicamente, para ser aplicado e refinado. O modelo foi verificado por especialistas, que apontaram, dentre os resultados: i) um conjunto de questões que norteiam o entendimento interdisciplinar de objetos de investigação da Engenharia e da Gestão do Conhecimento; e ii) uma forma de integração de unidades de conhecimento inerente ao projeto de Agentes Computacionais da Engenharia do Conhecimento como soluções tecnológicas mais aderentes aos Instrumentos da Gestão do Conhecimento.

Redes cooperativas em instituição de PD&I: uma abordagem integrada à gestão do conhecimento.

TORRES, T. Z.; PIEROZZI JÚNIOR, I.
Fonte: In: WORKSHOP BRASILEIRO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E GESTÃO DO CONHECIMENTO, 9., 2009. Belém. Anais... Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental; Brasília, DF: Ibict, 2009. Publicador: In: WORKSHOP BRASILEIRO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E GESTÃO DO CONHECIMENTO, 9., 2009. Belém. Anais... Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental; Brasília, DF: Ibict, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: Não paginado.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.29%
As organizações têm respondido com novas soluções de gestão às mudanças que as levam, atualmente, a buscarem diferenciais competitivos, melhoria de desempenho e sustentabilidade. Nesse cenário, a inovação surge como meta e o conhecimento como caminho, para garantia de resultados eficazes. Conhecimento e pessoas, assim como pessoas e cultura, são indissociáveis e esse entendimento já é realidade nos ambientes organizacionais. O presente trabalho discute as abordagens conceituais que aproximam cultura organizacional (CO) e gestão do conhecimento (GC), propondo um exercício prático no núcleo do processo de sistematização do conhecimento em instituições de PD&I, ou seja, o projeto de pesquisa. Essa experimentação está ocorrendo no âmbito do projeto ?Intensificação Agropecuária em Pólos de Produção de Soja e Cana-de-Açúcar: Territorialidade, Sustentabilidade e Competitividade (INTAGRO)?, inserido no Macroprograma 2 ? Competitividade e Sustentabilidade da Embrapa. Condições facilitadoras dessa prática, com suporte de ferramentas e procedimentos de GC e de tecnologias da informação, têm sido executadas desde a fase de planejamento do projeto estendendo-se para as fases de execução e avaliação dos resultados. Alinhar a execução do projeto à GC e ao desenvolvimento de uma CO só reforça a compreensão de que...

Redes cooperativas em instituição de PD&I: uma abordagem integrada à gestão do conhecimento.

TORRES, T. Z.; PIEROZZI JUNIOR, I.
Fonte: In: WORKSHOP BRASILEIRO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E GESTÃO DO CONHECIMENTO, 9. Belém, PA. Anais... Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental; Brasília, DF: Ibict, 2009. Publicador: In: WORKSHOP BRASILEIRO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E GESTÃO DO CONHECIMENTO, 9. Belém, PA. Anais... Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental; Brasília, DF: Ibict, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: Não paginado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.29%
As organizações têm respondido com novas soluções de gestão às mudanças que as levam, atualmente, a buscarem diferenciais competitivos, melhoria de desempenho e sustentabilidade. Nesse cenário, a inovação surge como meta e o conhecimento como caminho, para garantia de resultados eficazes. Conhecimento e pessoas, assim como pessoas e cultura, são indissociáveis e esse entendimento já é realidade nos ambientes organizacionais. O presente trabalho discute as abordagens conceituais que aproximam cultura organizacional (CO) e gestão do conhecimento (GC), propondo um exercício prático no núcleo do processo de sistematização do conhecimento em instituições de PD&I, ou seja, o projeto de pesquisa. Essa experimentação está ocorrendo no âmbito do projeto - Intensificação Agropecuária em Pólos de Produção de Soja e Cana-de-Açúcar: Territorialidade, Sustentabilidade e Competitividade (INTAGRO) -, inserido no Macroprograma 2 - Competitividade e Sustentabilidade da Embrapa. Condições facilitadoras dessa prática, com suporte de ferramentas e procedimentos de GC e de tecnologias da informação, têm sido executadas desde a fase de planejamento do projeto estendendo-se para as fases de execução e avaliação dos resultados. Alinhar a execução do projeto à GC e ao desenvolvimento de uma CO só reforça a compreensão de que...

Ferramenta de autoria colaborativa para construção de conhecimento e concepção de documentos baseados em mapas conceituais aplicados ao contexto de ensino a distância.; Author collaborative tool for kwnoledge build and documents base don conceptual maps to distance education.

Coelho, Alex
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Modelagem Computacional de Conhecimento; Programa de Pós-Graduação em Modelagem Computacional de Conhecimento; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Modelagem Computacional de Conhecimento; Programa de Pós-Graduação em Modelagem Computacional de Conhecimento; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.29%
The knowledge and learning building process through the technologic resources use, and consist in a complex and talked about subject. Both in the context psycho-educational as computational should be taken into consideration the entire process associated with the cognitive process. Several methodologies and experience have been used to enrich the learning process with the current possibilities that technology and especially the Internet can provide. Thus, this proposed work is a prototype of a collaborative environment as a new solution to the knowledge building process through the use of conceptual maps and resources for communication and video, subsidizing all learning process, being a different tool of others solutions currently. The process to become managed by a negotiable model, which does not exist in current environments, aids in the evaluation and measurement of learned content by using a synchronous communication model for the entire process. Techniques used for artificial intelligence in the environment construction could be considered and mechanisms used as the preti s networks, diagrammatic reasoning principles, languages of knowledge representation, and take into account aspects linked with studies on the collaboration learning with computational support...

Paradigmas do conhecimento e compartilhamento do conhecimento: Um olhar a partir da modalidade de ação extensionista do projeto Imaginário UFPE

Regina Tschá, Elizabeth; Ricardo Costa de Mendonça, José (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.42%
Este estudo procurou compreender qual o paradigma do conhecimento que refletido nos modelos mentais propicia o compartilhamento do conhecimento como eco-diálogo. O referencial teórico apresenta alguns esclarecimentos acerca da gestão do conhecimento com foco no compartilhamento do conhecimento. Em seguida, aborda-se o compartilhamento do conhecimento no contexto universitário, as barreiras do compartilhamento do conhecimento (os paradigmas do conhecimento e os modelos mentais), para proceder com a ampliação do conceito do compartilhamento do conhecimento e, por fim, apresenta-se o estado da arte do compartilhamento do conhecimento na atividade de extensão universitária. A abordagem metodológica adotada foi a de pesquisa qualitativa, e a estratégia de pesquisa foi a de estudo de caso do Laboratório "O Imaginário"- UFPE. Os dados foram coletados por meio de entrevistas, observações e documentos. A metodologia de análise adotada foi a Metodologia Interativa, cuja análise dos dados foi realizada em duas etapas: CHD - circulo hermenêutico dialético e AHD - análise hermenêutica dialética. Como principais resultados, tem-se que o modelo mental do compartilhamento do conhecimento e do conhecimento...

Gestão do conhecimento em empresas de incorporação e edificação de Curitiba e Região Metropolitana

Krainer, Jefferson Augusto
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.42%
Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo analisar as práticas de Gestão do Conhecimento facilitoras, dificultadoras ou inibidoras da criação e captura do conhecimento nas empresas de incorporação e edificação de Curitiba e Regão Metropolitana. Caracteriza-se como quantitativa e qualitativa, aplicada e com foco descritivo. A combinação de métodos quantitativo e qualitativo permitiu selecionar uma amostra de empresas em que o fenômeno investigado (criação e captura do conhecimento) efetivamente ocorre. Possibilitou, também, a partir da análise de um grande volume de dados, identificar previamente (antes do estudo de campo) a ocorrência de práticas - e o nível de intensidade destas - associadas à Gestão do Conhecimento. Utiliza, num primeiro momento, parte dos dados coletados em outra pesquisa, para realizar uma análise estatística descritiva, com a finalidade de sintetizar uma série de valores de mesma natureza e verificar, por consequência, o nível de efetividade de Gestão do Conhecimento das empresas pesquisadas. Distribui as empresas em três agrupamentos. Do grupo em que as empresas apresentam maior associação à Gestão do Conhecimento, seleciona, por acessibilidade, três empresas para o estudo de casos múltiplos. Houve...

A gestao do conhecimento e a inovaçao tecnologica como insumo basico para a vantagem competitiva das empresas

Regis, Josiana Florencio Vieira; Campos, Ana Célia Cavalcanti Fernandes
Fonte: Congresso Brasileiro de Gestao do Conhecimento Publicador: Congresso Brasileiro de Gestao do Conhecimento
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.35%
REGIS, Josiana Florencio Vieira ; CAMPOS, Ana Celia Cavalcanti Fernandes. A gestão do conhecimento e a inovaçao tecnológica como insumo básico para a vantagem competitiva das empresas. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO, 8., 2009, Sao Paulo. Anais eletrônicos... Sao Paulo: SBGC, 2009. Trabalho oral.; O estudo aborda o processo de Gestão do Conhecimento, Inovação e vantagem competitiva nas organizações. Apresenta como objetivos: Definir as atividades do processo de construção do conhecimento nas organizações; Descrever a importância da Gestão do conhecimento como ferramenta de auxílio na definição das estratégias tecnológicas das empresas; Entender o significado prático da Inovação Tecnológica e o modo como ela pode contribuir para tornar as organizações empreendedoras com atividades inovadoras e competitivas. Ressalta-se que este estudo é composto por uma revisão da literatura existente na área de Gestão do conhecimento, inovação e vantagem competitiva. Utilizou-se de pesquisa bibliográfica e eletrônica. Analisou-se os conteúdos para posteriores relações com a revisão de literatura. Portanto, considera-se que, na sociedade atual, precisamos ter idéias inovadoras para gerar um diferencial competitivo no mercado atual. Enfim...

ZACCAR : sistema de conhecimento para apoio à gestão do relacionamento com clientes

Gonçalves, Maria de Fátima Lemos Ferreira Armas
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2003 POR
Relevância na Pesquisa
36.45%
Tese de doutoramento em Tecnologias e Sistemas de Informação (área de especialização em Engenharia e Gestão de Sistemas de Informação); Nesta tese apresenta-se uma ferramenta para gestão, integração e consolidação do Conhecimento sobre o Comportamento dos Clientes (CCC) obtido a partir da actuação de ferramentas de data mining sobre bases de dados transaccionais de organizações. As ferramentas de data mining permitem automatizar a detecção de padrões de comportamento dos clientes de uma organização a partir das bases de dados transaccionais, num processo designado por Descoberta do Conhecimento em Bases de Dados (DCBD). Estes padrões podem ser transmitidos aos agentes organizacionais e utilizados em campanhas de marketing e outras actividades no contexto da organização. No entanto, este conhecimento sobre o comportamento dos clientes não é, normalmente, objecto de qualquer tratamento que permita a análise das razões para o seu aparecimento ou da sua evolução bem como a consolidação com outro conhecimento sobre o CCC já existente. Há, pois, neste processo, uma situação que consideramos que pode ser melhorada com a introdução dum novo conceito - a Gestão do CCC – o qual conduz a uma nova actividade organizacional – Zelar pelo CCC. A Gestão do Conhecimento sobre o Comportamento dos Clientes é entendida como a confrontação deste conhecimento com outro conhecimento já existente na organização...

Gestão do conhecimento: novo paradigma das organizações

Fialho, Cândido J. Falé
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Os novos tempos, marcados pela globalização, turbulência e competitividade, apelam a uma nova concepção da economia, exigem novos paradigmas organizacionais e conduzem-nos à era da informação e da gestão do conhecimento. O conhecimento transformou-se no factor estratégico do sucesso organizacional. As organizações necessitam de competências para a promoção do conhecimento e de vantagens competitivas de novas práticas de gestão e de organização do trabalho associadas a processos individuais e colectivos de criação, partilha e disseminação de conhecimento, aprendizagem e inovação. Neste contexto, o estudo destaca as características que moldam a sociedade da informação e do conhecimento, a importância do conhecimento como recurso económico para as organizações e para os países, os processos individuais e colectivos relacionados com a importância do conhecimento tácito e da intuição, a criação, disseminação e uso do conhecimento no seio das organizações, o novo contexto de trabalho e a acção dos agentes do conhecimento, o papel da cultura organizacional e dos sistemas de informação e tecnologias emergentes e, por último, sintetiza algumas práticas e princípios de gestão do conhecimento. O presente estudo identifica...

Gestão estratégica e gestão do conhecimento na transferência do conhecimento, nas instituições de Ensino Superior Público Militar

Ferreira, António Anacleto Viegas
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
A estratégia entende-se como a criação de uma posição única e valiosa, envolvendo um conjunto de diferentes actividades, sendo a gestão estratégica descrita como um processo de decisões e acções de gestão que guiam a organização no relacionamento com o seu meio envolvente que, fundamentalmente, afectam o seu desempenho. Assim, para se elaborarem estratégias é essencial focar tanto a realização da análise estratégica, que consiste num processo contínuo e sistemático, através do qual se procede ao acompanhamento, análise e monitorização do meio ambiente interno e externo da organização, como os valores de quem gere formalmente a organização e as responsabilidades sociais. Neste sentido, a gestão do conhecimento é entendida como um processo colectivo, de natureza interactiva, que pressupõe uma partilha de informação e atitudes nas várias fases do desenvolvimento do conhecimento, sendo considerada a parte fundamental da estratégia para usar conhecimento na criação de vantagens competitivas sustentáveis. Deste modo, uma das actividades da gestão do conhecimento, mais concretamente a transferência do conhecimento e a sua eficácia nas IESPM, assume um papel fulcral, na medida em que permite a difusão do conhecimento...

Redes inter-organizacionais como um mecanismo para a partilha do conhecimento: fatores organizacionais, influenciadores e desempenho

Barbeira, Marisa Regina Reduto Santos
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.43%
Na atual envolvente, a formação de redes inter-organizacionais pode representar uma estratégia adequada para aumentar a competitividade das partes/atores envolvidas. Assim, a partilha do conhecimento inter-organizacional permite a criação e a transferência do conhecimento, sendo-se este último visto como um dos recursos mais valiosos para qualquer tipo de organização. No entanto, deve haver uma gestão eficaz e eficiente para incentivar este fenómeno, especialmente, dentro do setor da saúde que está sujeito às crescentes pressões de económicas e de responsabilidade social. Por conseguinte, torna-se necessário uma compreensão mais aprofundada das redes inter-organizacionais como um mecanismo facilitador para a partilha do conhecimento. Apesar da vasta literatura existente sobre redes do conhecimento, poucos são os estudos que têm demonstrado a sua importância no setor da saúde. Neste contexto, a presente investigação teve como principal objetivo estudar as redes inter-organizacionais como um mecanismo para a partilha do conhecimento. Mais concretamente, pretendeu-se avaliar a partilha do conhecimento em redes de organizações hospitalares e de ensino superior politécnico, através de um grupo de profissionais de saúde que são os Técnicos de Análises Clínicas e de Saúde Pública (TACSP). Para alcançar os objetivos definidos e validar as hipóteses formuladas...

Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira (MGCAPB): o que sua organização precisa saber antes de implantar; Model of Knowledge Management for the Brazilian Public Administration (MGCAPB): what your organization needs to know before deploying

Batista, Fábio Ferreira
Fonte: Seminário Casos Reais de Implantação do Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira Publicador: Seminário Casos Reais de Implantação do Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira
Tipo: Slides / Apresentações
PT-BR
Relevância na Pesquisa
46.29%
Apresenta o Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira (MGCAPB) informando as condições para sua implementação. Discorre brevemente acerca dos seguintes temas: definição de 'conhecimento' e 'informação'; motivos para a aplicação da gestão do conhecimento na Administração pública; implantação de projetos de gestão do conhecimento na administração pública de acordo com o MGCAPB.; 24 slides : il.

Avaliação do grau de maturidade em Gestão do Conhecimento (GC): o caso do Departamento de TI do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT); Assessing the degree of knowledge management maturity: the case of Information Technology Department of the Public Prosecutor of the Federal District and the Territories (MPDFT)

Santos, Diana Leite Nunes dos
Fonte: Seminário Casos Reais de Implantação do Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira Publicador: Seminário Casos Reais de Implantação do Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira
Tipo: Slides / Apresentações
PT-BR
Relevância na Pesquisa
46.26%
Apresenta o processo de implantação do Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira (MGCAPB) no Departamento de Tecnologia da Informação (TI) do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Expõe o perfil institucional do MPDFT, contextualiza o Departamento de TI em relação a seu planejamento estratégico, apresenta o plano de gestão do conhecimento elaborado para o departamento e narra as etapas da implantação.; 27 slides : il.

GESTÃO DO CONHECIMENTO É EFEITO

Vargas, Elizabeth; Especialista, instrutora de cursos e consultora em gestão do conhecimento organizacional.
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2001 POR
Relevância na Pesquisa
46.29%
Gestão do conhecimento é um tema fascinante, abordado desde os tempos de Platão, Aristóteles e outros filósofos da antiguidade, sendo hoje estudado em diversas disciplinas, notadametue na de administração de empresas. Devido à preciosidade do seu conceito, imprescindível em qualquer âmbito de atuação do ser humano e infinita abrangência de seu significado, faz-se necessário, que neste artigo, haja uma limitação da abordagem, tratando a gestão do conhecimento apenas no âmbito empresarial.