Página 1 dos resultados de 2341 itens digitais encontrados em 0.017 segundos

Conflito, reconhecimento e justiça: uma nova forma à teoria crítica

Ravagnani, Herbert Barucci
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 106 f.
POR
Relevância na Pesquisa
56.38%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Filosofia - FFC; Axel Honneth tem procurado, nos últimos anos, conceituar o conflito social enquanto luta por reconhecimento, assim como as esferas sociais do reconhecimento como compondo fundamentos da realidade social, a partir dos quais se pode retirar critérios para uma teoria do reconhecimento e uma teoria da justiça na modernidade. O presente trabalho visa oferecer uma leitura da contribuição honnethiana, partindo da crítica a Habermas, principalmente em Luta por reconhecimento: a gramática moral dos conflitos sociais, de 1992, e em Sofrimento de indeterminação: uma reatualização da Filosofia do Direito de Hegel, de 2001. Esta leitura tem como mote principal a reflexão acerca das noções de reconhecimento, conflito e justiça, tidos como centrais na nova teoria proposta por Honneth, e tem como fio condutor a tentativa de identificar e delinear os pontos comuns possíveis de serem encontrados nessas duas obras decisivas do pensamento honnethiano. Será possível notar que Honneth está sempre tentando ―elucidar categorialmente a realidade social‖, isto é, ele procura suprir uma nova conceituação acerca do ―social‖ a qual represente condições de estabelecimento da Teoria Crítica não mais sobre os fundamentos do consenso e do entendimento...

Os impactos do processo de licenciamento ambiental : analise da administração estatal do conflito socioambiental, interetnico e multicultural da usina hidreletrica de estreito

Lamontagne, Annie
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.29%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas, 2010.; Esta dissertação apresenta uma análise da textualização discursiva do conflito socioambiental, interétnico e multicultural em torno da Usina Hidrelétrica de Estreito, localizada no Rio Tocantins, a partir de sua dinâmica de internalização administrativa pelo Estado. A origem do conflito se situa, em nosso olhar, na dialética da dupla face do Estado: agente de desenvolvimento por meio dos projetos econômicos e protetor da natureza e das populações vulneráveis. Analisam-se as formas de administração e as respostas ao conflito fornecidas pelos campos burocráticos da administração estatal, do setor privado e das ONGs, com apoio na análise de discurso crítica de Fairclough. A pesquisa examina o aspecto semântico da noção de impacto, com inclusão da visão do mundo indígena, e seus “impactos” para o processo de licenciamento. Questiona-se, num contexto de economia escriturística e de legitimação pelo procedimento, as possibilidades e estratégias das coletividades afetadas e seus aliados de influenciar, mediante a dimensão textual, um processo que transforma seu referencial socioeconômico e cultural. Finalmente...

Conflito social e welfare state: Estado e desenvolvimento social no Brasil

Gomes,Fábio Guedes
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
56.09%
Este artigo argumenta que no Brasil a luta de classes não alcançou dimensões profundas que pudesse engendrar a constituição do welfare state. Ao contrário, o Estado, sobretudo sua forma mais moderna, capitalista, que emergiu a partir da década de 1930, sempre se antecipou aos movimentos sociais que representassem ameaças de rupturas. De forma repressiva, o Estado brasileiro desde o Império dissipou os conflitos com o objetivo de manter uma certa harmonia em favor do processo de expansão e reprodução capitalista e a integração dos espaços regionais. O artigo, portanto, é uma tentativa, prematura, de entender o processo de constituição dos sistemas de seguridade social, analisando as experiências de alguns países e suas respectivas características, com isso confrontando alguns estudos e realizando comparações com a dinâmica da luta de classes no Brasil e a função do Estado nesse processo.

Conflito social e movimento estudantil no Chile

de la Cuadra,Fernando
Fonte: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas Publicador: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.31%
O presente artigo busca refletir sobre a forma como o governo chileno de Michelle Bachelet reagiu ao conflito desencadeado pelos estudantes secundaristas a partir de abril de 2006. Além de avaliar as reivindicações estudantis, pretendemos compreender o posicionamento expressado por alguns setores do governo e da sociedade política diante da emergência do conflito social. Propomos uma interpretação da atual experiência chilena e latino-americana a partir daquilo que chamamos de "hipergovernabilidade", quer dizer, um empenho excessivo em manter a governabilidade através da "solução antecipada" das demandas da sociedade. A análise das mobilizações estudantis respalda nosso argumento a respeito do temor que existe diante do conflito social, e da desmedida preocupação do Estado com a paz e a coesão social.

Da honra ao patrimônio: conflito social e instituições políticas nos Discorsi de Maquiavel

Silva,Ricardo
Fonte: Universidade de Brasília. Instituto de Ciência Política Publicador: Universidade de Brasília. Instituto de Ciência Política
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.37%
Uma das mais radicais inovações de Maquiavel na tradição de pensamento político republicano é a tese de que o conflito entre a nobreza e a plebe foi a "causa primeira" da liberdade da antiga república romana. Mas, assim como o conflito social pode causar a liberdade, ele pode também resultar na corrupção e na tirania, exatamente como Maquiavel afirma ter ocorrido em Roma a partir de certo momento. Discuto as relações entre conflito social e instituições políticas em Maquiavel, de modo a indicar as condições que explicam os efeitos positivos e negativos dos conflitos. Por meio do exame da discussão de Maquiavel sobre a Lei Agrária dos irmãos Graco, o paper sugere que o fim dos efeitos virtuosos do conflito social coincide com a mudança de atitude da nobreza frente às novas demandas da plebe. A nobreza abandona a reação institucional e assume uma reação violenta, por meios extraordinários, quando o objeto do conflito se desloca da divisão de honras para a divisão de patrimônio.

O conflito social como ferramenta teórica para interpretação histórica e sociológica

Santos,Leonardo Bis dos
Fonte: MCTI/Museu Paraense Emílio Goeldi Publicador: MCTI/Museu Paraense Emílio Goeldi
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.22%
Os conceitos são as ferramentas utilizadas pelos cientistas das Humanidades para a labuta intelectual. Artefatos substantivos, os conceitos diferenciam uma análise científica do senso comum. Este ensaio pretende debater uma dessas ferramentas, o conceito de conflito social. Diante dos últimos acontecimentos no mundo e, mais recentemente, no Brasil, este conceito tende a ganhar cada vez mais destaque. Entretanto, ainda há carências teóricas para organizar o debate acadêmico, sob o risco de superficialidade. Propõe-se aqui, amparado por pensadores como Pierre Bourdieu, Georg Simmel, E. P. Thompson e Axel Honneth, uma abordagem que extrapola a interpretação utilitarista do conceito. Dessa forma, espera-se contribuir para o entendimento dos movimentos sociais pretéritos, históricos, e atuais, sociológicos.

Conflitos socioambientais e participação social no Complexo Industrial Portuário de Suape, Pernambuco

Augusta Silveira, Karla; Regia Fernandes Gehlen, Victoria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.35%
A discussão sobre conflitos socioambientais vem sendo uma questão chave para a compreensão das diversas contradições existentes no atual modelo de desenvolvimento global ancorado predominantemente no modo de produção capitalista. É nessa perspectiva de estudo e reflexão que este trabalho trilha seus esforços na compreensão da temática dos conflitos socioambientais aproximando a questão ambiental das ciências sociais. O trabalho desenvolveu-se com base no conceito de Acselrad (1995) sobre conflito socioambiental. Entende-se o conflito socioambiental como sendo um conflito social em torno do modo de apropriação e uso dos elementos da natureza envolvendo relações de poder onde os sujeitos envolvidos constroem uma dimensão ambiental para suas lutas. O Complexo Industrial Portuário de Suape (CIPS) em Pernambuco, como referencial empírico, é um exemplo relevante desta temática que surge na história do país entre as mais claras evidências da abordagem que considera o meio ambiente como simples externalidade do cálculo econômico. A partir desse tema foi possível demonstrar a influência dos valores econômicos sobre os conflitos socioambientais em torno do uso e apropriação dos recursos naturais. Essa dinâmica tem afetado...

Programa Liberdade assistida em Natal/RN: adolescentes em conflito com a lei e a violação de direitos

Pinheiro, Any Kadidja de Melo Tavares
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.39%
This work shows the results of the research: Attended Liberty Program Adolescents in Conflict with the Law and the Disapproval of Rights, effected in the community of Natal, Rio Grande do Norte, in period of august 2007 to September 2008. It aims to analyze the social-educative attendance directed to adolescents in conflict with the law through the state, since the Social-educative Measure Attended Liberty, known, as an idoneous way of confrontation to the practice of infraction acts imputed to the adolescent, that needs to give emphasis, in disadvantage of the Social-educative Measurement of Internment, to be proposed (ECA, art 118 and 199) to follow the adolescent in this quotidian, close to his family and community, proposing him through social-educative work, the access to education and occupancy, as well other public services, that help him to surpass the context of privation and disapproval of rights in which lives joined to his family. In our study, it was observed in sequence of approaching, subsidized for theoretical-methodological procedures justified in quantity and quality research, that were privileged to the documental research, the observation and the interview almost structured, besides a theoretical basis about the subject...

O conflito social e político nas hidrelétricas da bacia do Uruguai

Rocha,Humberto José da; Pase,Hemerson Luiz
Fonte: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS Publicador: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.22%
No Brasil, a geração de energia é proveniente sobretudo de fonte hidrelétrica, exigindo a construção de obras de infraestrutura que impulsionam um processo social contraditório. Nesse processo, vislumbramos o conflito entre as Sociedades de Propósito Específico (SPEs), proponentes das hidrelétricas, e o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), representante de segmentos das populações locais deslocadas compulsoriamente. Tendo como locusa bacia do Uruguai, no Sul do Brasil, este artigo discute esse conflito no quadro formado por hidrelétricas e reassentamentos. Procuramos compreender a frequência e as motivações da comunidade atingida em participar politicamente de mobilizações contra hidrelétricas após já ter sido remanejada. Para tanto, utilizamos uma metodologia que articula instrumentos qualitativos e quantitativos baseados em pesquisa empírica.

Adolescentes em conflito com a lei: a saga das punições na rota da exclusão social

Nunes, Cléa Nadja Roseno de Castro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.39%
This work deals with the problematic of the determinations that contribute to become the adolescents involved with law. Thus, in this research, the social exclusion is apprehended as one of the most important determining to understand this problematic, once we defend that it is part of the trajectory of this adolescent's life since its birth as a punishment that starts before they becoming envolved in act's that break the law. It is still questioned the discussion of the reduction of the penal age, viewed aa a proposal that will contribute to perpetuate the repression. The objectives of the research were: analyze the problematic of adolescents in conflict with law, where social exclusion is seen here as a main category. The research also aims to understand the situation towards social exclusion and that this public is undertaken in the state of Rio Grande do Norte, more specifically in Natal. This is dane through analysis of the profile of adolescents that are submitted to the treatment at Centro Integrate de Atendimento ao Adolescente Acusado de Ato Infracional - CIAD in 2005. This is dane on arder to identify of the State's and society's actions towards this issue, how it has prevailed in analyzing if there is punishing or social protection. The research also contributed with discussion towards the non penal reduction of for underage minors. The approach realized if of qualiquantitative nature. The research was realized with 190 male adolescent subjects...

Tempo, trabalho e conflito social no complexo coureiro-calçadista de Franca-SP (1950-1980); Time, work and social conflict in the footware industry of Franca (São Paulo, Brazil), 1950-1980

Vinícius Donizete de Rezende
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.11%
Entre as décadas de 1950 e 1980, inserido na conjuntura nacional de expansão industrial, crescimento urbano e concentração populacional nas cidades, o município de Franca-SP consolidou se como o principal produtor de calçados masculinos de couro do Brasil. A exportação de calçados teve início nos anos 1970 e os produtores locais tiveram nos Estados Unidos os principais compradores de suas mercadorias. O desenvolvimento do setor deu origem a um complexo coureiro calçadista composto por diferentes indústrias produtoras de matéria-prima e componentes para calçados, com destaque para os curtumes e as indústrias de artefatos de borracha. Uma das principais características desse parque fabril foi a heterogeneidade do porte e da tecnologia empregada pelas fábricas. O crescimento industrial tornou a cidade um importante pólo de atração populacional e milhares de ex-trabalhadores rurais migraram em busca de trabalho e melhores condições de vida. Dessa maneira, os principais objetivos desta tese foram analisar as transformações nos processos produtivos, as relações de trabalho e a formação da classe trabalhadora ao longo do período. Para tanto, privilegiei as experiências cotidianas dos trabalhadores e trabalhadoras que dedicaram longos anos de suas vidas à produção de couros...

Para um modelo penal não moderno

Motta, Felipe Heringer Roxo da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 288 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
46.35%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas, Programa de Pós-Graduação em Direito, Florianópolis, 2010; Partindo da interpretação histórica baseada na teoria dos sistemas-mundo, situa-se a formação da modernidade por meio de uma dupla ramificação. O segundo momento, eurocêntrico, percebe o fenômeno moderno desde a Europa, coincidindo com a segunda onda colonizadora. Porém, oculta fica sua primeira fase, na qual ocorre o encontro (choque) ético de mundos, base da formação material e simbólica do ethos conquistador europeu. Iniciando na segunda fase da modernidade, colocam-se delineamentos gerais sobre formas de se teorizar o conflito social, que, apesar das nuanças, podem ser separadas duas linhas principais: uma calcada no consenso como regra das relações das pessoas em sociedade; outra percebe o conflito como elemento sempre presente socialmente. Da contextualização geral, inicia-se uma análise de discurso de textos atuais da dogmática jurídico-penal na constituição de uma narrativa sociológica implícita e que permeia a maioria dos manuais com impressionante homogeneidade. Percebe-se a sociedade como um todo consensual, de valores homogêneos, sendo que os bens essenciais para a própria sobrevivência da coletividade são transformados em normas penais pelo legislador racional. As relações humanas são travadas a partir de sujeitos (universais...

Reconciliação pós-conflito e dominância social num grupo de crianças de quatro anos de idade em meio pré-escolar

Sousa, Sara Raquel Fragoso de
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
46.29%
Dissertação de Mestrado em Etologia; Espécies gregárias, de forma geral, desenvolvem estratégias de resolução de conflitos de modo a minimizar os custos resultantes da competição por recursos limitados. As crianças, em ambiente pré-escolar, interagem e também partilham recursos com os seus pares. Por conseguinte, são frequentes as situações de conflito para ganhar ou manter o acesso a recursos limitados, pelo que se torna necessário desenvolver estratégias de gestão de conflitos. À semelhança do que acontece noutras espécies de primatas, uma das estratégias utilizadas para este fim é a reconciliação, ou seja, interacções afiliativas entre os oponentes. O objectivo deste estudo foi analisar a variação da frequência de reconciliação em crianças do pré-escolar, em função do estatuto de dominância, tanto ao nível individual como diádico. O grupo estudado era constituído por 25 crianças de 4 anos (M=50,24 meses), 14 raparigas e 11 rapazes, frequentando um jardim de infância situado nos arredores de Lisboa - Portugal. A recolha de dados decorreu durante o primeiro período escolar, através de observação directa, enquanto as crianças se encontravam em períodos de actividade livre, em contexto de sala. Para analisar a reconciliação utilizou-se o método PC-C (Post-conflict/Matched Control...

Amazônia : desenvolvimento para quem? Desmatamento e conflito social no Programa Grande Carajás (PGC)

Araújo, Aloísio Barboza de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.16%
Trata-se da resenha do livro Amazônia : desenvolvimento para quem? Desmatamento e conflito social no Programa Grande Carajás (PGC) na qual o autor propõe-se examinar a gênese e os efeitos do Programa Grande Carajás (PGC), com ênfase nos aspectos agrários e ambientais, estando presente em ambos a preocupação central: os efeitos perversos sobre as populações de baixo nível de renda.; p. 413-418

Conflito social, meio ambiente e sistema de justiça: notas sobre o novo papel do Ministério Público brasileiro na defesa de interesses difusos

Maciel, Débora Alves
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Originais" Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2001 POR
Relevância na Pesquisa
56.06%
O artigo discute o novo papel do Ministério Público brasileiro na defesa dos interesses difusos, destacando os dilemas entre o pressuposto da universalidade normativa do interesse ambiental na sociedade e o quadro de estratificação social. Trata-se de problematizar o processamento formalista das disputas, baseado na operação judicial típica de subsunção do fato  norma, tendo em vista os vrios significados que as demandas de "proteção ambiental" podem adquirir em contextos específicos de conflitos.

O conflito social no Chile: Estado, mercado e democracia

Encina, Carlos Ruiz
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
56.09%
A recente conflitualidade social e política no Chile se vincula ao esgotamento dos limites da política estabelecida pelo pacto da transição para a democracia. A expansão contínua dos processos de privatização das condições da reprodução social acabou por criar uma situação de aguda incerteza na vida cotidiana de amplos setores da sociedade, os quais, apesar do crescimento econômico, enfrentam uma grande desigualdade, derivada da extrema concentração econômica e de oportunidades. Os limites do sistema político e da até então bem-sucedida coalizão de governo são transbordados por um mal-estar que abriga a formação de novos atores sociais e políticos. Isso configura a possibilidade de uma passagem para um novo período político.

O conflito social e o jogo sagrado dos deuses; The social conflict and the Gods sacred game

Trindade, Liana
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Brasileiros Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Brasileiros
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/1987 POR
Relevância na Pesquisa
56.15%
Estudo sobre a "Demanda Umbandista" como representação simbólica do conflito social. Nesta prática mágica a força dos deuses substitui a dos homens em sua luta social competitiva, propiciando oportunidades para a manifestação das intenções hostis e agressivas contidas nas relações sociais. Compreendemos o processo da "demanda" como um jogo, empregando as concepções de J. Huizinga sobre a atividade lúdica. Este culto sagrado, assim como o jogo profano, é praticado dentro de limites espaciais e temporais próprios, segundo uma certa ordem e certas regras, em cuja estrutura situa os indivíduos fora da existência ordinária, conduzindo-os ao universo utópico onde os participantes revelam-se enquanto pessoas individualizadas e julgadas segundo critérios que garantam a justiça social.; It concerns to the "Demanda Umbandista" as a representative symbol of the social conflict.In this magic practice the force of Gods substitutes the force of men in their competitive struggle, giving them opportunities to the manifestation of adverse and agressive intentions included in the social relation.Using the J. Huizinga's conceptions about the activities pertaining to games, we understand the process of the "demanda" as a game.this sacred cult...

The Attacked Mouse: neurochemical, Physiological, and behavioral correlates; The Attacked Mouse: neurochemical, Physiological, and behavioral correlates

Siegfried, Bert; Institute of Pharmacology, University of Zurich, CH – 8006 Zurich, Switzerland.; de Souza, Ricardo Luiz Nunes; Laboratory of Psychobiology, FFCLRP, Campus of the University of São Paulo, 14049, Ribeirão Preto , Brazil.
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1990 POR
Relevância na Pesquisa
46.31%
O presente trabalho é uma revisão dos dados neuroquímicos fisiológicos e comportamentos mencionados do camundongo agredido. São apresentadas  as possíveis relações entre os sistemas de dor, memória e defesa, com especial ênfase no papel dos peptídeos opióides endógenos (EOPs). Nas estruturas do sistema defensivo do cérebro de camundongos agredidos,  tem sido encontrada uma diminuição da imunorreatividade semelhante a     – endorfina e modificações nas características de ligações dos opiáceos e benzodiazepinicos. EOPs mediam o aumento da síntese de dopamina no periaqueduto cinzento e córtex frontal no conflito social induzido. A  analgesia no conflito social em camundongos agredidos está sob o controle de mecanismo opióide (e.g., benzodizepina, glutamato) e foi modificado por experiência (e.g., aumento do tempo de reação analógica, tolerância). EOPs e mecanismos inibidores da dor participam na organização  da defesa  comportamental, comportamento recuperativo e a memorização da experiência de ataque. Conclui-se que a situação de conflito social entre os  murinos, de relevante significados biológicos em vários níveis e cons tituem uma alternativa aos modelos animais existentes de aversão e defesa.; The present work reviews  neurochemical...

Da honra ao patrimônio: conflito social e instituições políticas nos Discorsi de Maquiavel

Silva, Ricardo; Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Fonte: Revista Brasileira de Ciência Política Publicador: Revista Brasileira de Ciência Política
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 13/11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.41%
Uma das mais radicais inovações de Maquiavel na tradição de pensamento político republicano é a tese de que o conflito entre a nobreza e a plebe foi a “causa primeira” da liberdade da antiga república romana. Mas, assim como o conflito social pode causar a liberdade, ele pode também resultar na corrupção e na tirania, exatamente como Maquiavel afirma ter ocorrido em Roma a partir de certo momento. Discuto as relações entre conflito social e instituições políticas em Maquiavel, de modo a indicar as condições que explicam os efeitos positivos e negativos dos conflitos. Por meio do exame da discussão de Maquiavel sobre a Lei Agrária dos irmãos Graco, o paper sugere que o fim dos efeitos virtuosos do conflito social coincide com a mudança de atitude da nobreza frente às novas demandas da plebe. A nobreza abandona a reação institucional e assume uma reação violenta, por meios extraordinários, quando o objeto do conflito se desloca da divisão de honras para a divisão de patrimônio.Palavras-chave: Maquiavel, conflito social, instituições políticas, liberdade, reconhecimento, redistribuição. AbstractThe thesis of the conflict between nobles and plebeians as the ‘prime cause’ of freedom of the ancient Roman republic is one of the most innovative changes made by Machiavelli in the tradition of republican political thought. However...

Para uma história operária do capital: classe, valor e conflito social

Noronha,Ricardo
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade do Porto Publicador: Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.06%
Procura-se, neste texto, utilizar o conceito proposto por Mário Tronti - a “história operária do capital” - para analisar a história da modernidade à luz das relações de produção e das modalidades de conflituosidade social inerentes ao trabalho assalariado, passando em revista a revolução de 1848 e a experiência da Comuna de Paris, em 1871, no sentido de compreender a dinâmica de desenvolvimento do modo de produção capitalista à escala mundial