Página 1 dos resultados de 14 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Burocracia e política: a construção institucional da política comercial brasileira pós-abertura econômica; Bureaucracy and Politics: the Construction of Institutional Policy Brazilian Trade Post Opening Economy

Fernandes, Ivan Filipe de Almeida Lopes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
A política comercial brasileira e o arcabouço institucional em que é coordenada e formulada passaram por importantes transformações a partir da abertura econômica em 1990. Suas estruturas administrativas foram completamente remodeladas. Estas mudanças incentivaram a politização e pluralização da política comercial de forma que a sua tomada de decisão e implementação passaram a ocorrer em um novo contexto, marcado por novos condicionantes e demandas num ambiente de comércio exterior muito mais complexo e competitivo. A complexificação da agenda comercial mobilizou novos atores burocráticos que não haviam participado da política comercial desenvolvimentista, tornando evidente o aumento do seu grau de politização. Posto isto, analisamos o processo de construção das instituições que regem a política de comércio exterior pós-abertura econômica, tendo como foco analítico as relações entre a mudança institucional e a dinâmica político-burocrática interna do Poder Executivo. Analisamos aqui o conflito interno ao Poder Executivo entre as diferentes agências e órgãos burocráticos que tinham ou tenham competências e interesses envolvidos neste campo mais complexo no qual a política comercial atual foi e é disputada e produzida e como foi a ação da Presidência da República em termos de seu grau de envolvimento efetivo em cada uma dessas alterações. Optamos por analisar as instituições que compõem o quadro de coordenação desta política. O primeiro corte de estudo foi o processo de extinção da Carteira de Comércio Exterior do Banco do Brasil (Cacex)...

A crise ambiental na perspectiva de novos paradigmas

Vidal, Lúcia Helena Pereira Tang
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
16.17%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; O ser humano está associado aos modelos de sociedade adotados pela modernidade, que formam dentro de sua lógica valores individualistas, consumistas, antropocêntricos e relações de poder, os quais provocam dominação e exclusão nas relações sociais e socioambientais e permitem, através da separação homem x homem e homem x natureza, a degradação de ambos, uma crise ambiental. O racionalismo da eficiência e da produtividade é alienante, desumano e degradante. Reduzido à unidimensionalidade de "ser trabalho", o ser humano absorve discursos e doutrinas de um pensamento linear que o influenciam em sua cultura e modo de vida. Isso opera uma confusão intelectual na vida moderna, uma grande inversão de valores, florescendo um mundo insustentável. Nesse campo lhe são tolhidas a liberdade, a criatividade e, sobretudo, a reflexão, essências substituídas como simples mercadorias. Os sistemas vivos compreendem os organismos individuais, os sistemas sociais e os ecossistemas, cujo equilíbrio se dá no conflito e não no consenso, como pressupõe a burocracia. O conservadorismo burocrático estimula a inércia organizacional...

O projecto curricular de turma na mudança das práticas do ensino básico : contributos para o desenvolvimento curricular e profissional nas escolas

Viana, Isabel Carvalho
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 17/12/2007 POR
Relevância na Pesquisa
16.17%
Tese de Doutoramento em Educação - Área de Especialização de Desenvolvimento Curricular; No âmbito da Reorganização Curricular do Ensino Básico, em que esta tese se situa, foi introduzido um novo Currículo Nacional, orientado para o desenvolvimento de competências, bem como a proposta das escolas construírem Projectos Curriculares, visando adequá-lo ao contexto de cada escola e de cada turma, o que trouxe uma viva discussão em torno dos conceitos e das formas de tornar reais as orientações educativas nacionais, em concordância com a diversidade cultural existente nas comunidades educativas. Num contexto de inovação, onde a escola é chamada a participar com base em Projectos Curriculares, este estudo pretende contribuir para a compreensão e a discussão da mudança das práticas de gestão curricular nas escolas e o seu impacto na melhoria das aprendizagens dos alunos. No intuito de conhecer “a partir de dentro” as condições, os significados e os processos de construção do Projecto Curricular de Turma, no contexto ecológico das escolas, foi mobilizada uma metodologia de investigação, de cariz qualitativo e interpretativo, traduzida na realização de dois Estudos de Caso, em duas Escolas do Ensino Básico...

Administração do sistema educativo e a organização das escolas em Moçambique no período pós-independência 1975-1999 : descentralização ou recentralização?

Domingos, Alberto Bive
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Dissertação de mestrado em Ciências da Educação (área de especialização em Administração Educacional); O presente trabalho de pesquisa intitulado “Administração do Sistema Educativo e a Organização das Escolas em Moçambique no Período Pós-Independência (1975-1999): Descentralização ou Recentralização?” aborda uma realidade educativa sob o primado da democracia participativa e sua influência na evolução das políticas educativas, das concepções e das práticas de administração e gestão da educação nos períodos da administração pública, em regime monopartidário e o do multipartidarismo. Na intenção de desvelar o sistema educativo e compreender as suas configurações, convocámos duas dimensões organizacionais no âmbito da teoria das organizações, nomeadamente, o modelo burocrático, baseado em critérios universais e cegos e o modelo político, baseado no conflito e nas disputas pelo poder. A utilização dos dois modelos ajudou-nos a conhecer as racionalidades das políticas e práticas da administração do sistema educativo e das escolas, baseadas ora em lógicas burocráticas, ora em lógicas políticas. Pudemos perceber os conflitos inerentes às racionalidades escolhidas procurando perceber as relações de poder...

Escola, professores e avaliação : narrativas e racionalidades da avaliação do desempenho docente na escola básica portuguesa

Ramalho, Henrique Manuel Pereira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 22/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Tese de doutoramento em Ciências da Educação (área de especialização em Organização e Administração Escolar); Orientado por um registo sociológico e político sobre as políticas e práticas de avaliação do desempenho docente, este trabalho faz abordagens mais específicas na sociologia e “politicidade” da avaliação educacional com um registo mais concreto no quadro da avaliação dos professores e educadores da escola básica portuguesa. Interessa-se, fundamentalmente, pela discussão de algumas narrativas e racionalidades da avaliação do desempenho docente e as (im)possibilidades de uma referencialização multifocalizada. Do ponto de vista teórico metodológico, o trabalho insere-se num modelo de investigação empírica enquadrado no paradigma qualitativo, solicitando, constantemente, os contributos da sociologia interpretativa e compreensiva. No que concerne à orientação teórico conceptual, propõese uma abordagem sugerida por diversos contributos conceptuais, designadamente da sociologia da educação, das teorias da administração e das organizações, da gestão de recursos humanos, da avaliação educacional e das políticas educativas. Trata-se, porquanto, de um texto que comporta um debate e reflexão que têm como pano de fundo a confrontação do poder e da influência que...

Escola Mosaico : as representações dos professores e o choque de racionalidades na organização escolar

Gomes, Alexandre Augusto dos Reis
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
16.36%
Dissertação de mestrado em Ciências da Educação (área de especialização em Administração Educacional); A escolha do tema de investigação resulta, numa primeira análise, da inquietude que temos vindo a sentir na sequência de quase duas décadas dedicadas ao ensino básico e secundário, em diversas escolas portuguesas. Mediante a dupla valência de professor, por um lado, e membro de uma direção, por outro, temos sido confrontados com claras evidências da existência de conflito, ineficiência e ineficácia no seio da organização escolar, como consequência da expressiva e reiterada concorrência de representações construídas pelos docentes acerca de uma mesma situação, originando o que optámos por designar choque de racionalidades. Não obstante a vasta literatura publicada nas últimas décadas concernindo estudos na área da administração educacional, “Escola mosaico: as representações dos professores e o choque de racionalidades na organização escolar”, almeja constituir-se um contributo válido, quer na sua vertente empírica, quer sob o ponto de vista teórico, para a melhor compreensão da influência das representações construídas pelos atores locais, na interpretação e operacionalização do papel educativo que lhes é confiado e...

Consciência nacional, democratização e conflito político: semelhanças e diferenças entre Guiné-Bissau e Moçambique

Teixeira, Ricardino
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 10/03/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.52%
Este trabalho debate a consciência nacional, a democratização e o conflito político vivenciados pela sociedade e pelo Estado guineense e moçambicano durante o processo de construção do Estado Nacional, bem como suas implicações nas recentes experiências de institucionalização da democracia minimalista-liberal que resultou num acentuado processo de diferenciação e pluralização de identidades e de atores sociais e políticos. Queremos entender, especificamente, o conflito entre a identidade nacional e as identidades étnicas surgido das tentativas do primeiro em controlar politicamente estas últimas durante a construção do nacionalismo. Não obstante a essa tentativa da homogeneização das diferenças étnicas e regionais, o discurso proto-nacionalista que defendia, pelo menos em termos da retórica, a bandeira da unidade nacional, mostrou-se insuficiente com a proliferação e a reconfiguração identitária dos grupos étnicos que as ideologias nacionalista-revolucionárias tentaram abafar ou reduzir a meros instrumentos ideológicos da luta de classes dentro do Estado burocrático-autoritário.; This paper discusses the national consciousness, the democratization and the political conflict experienced by the society and the State of Guinea and Mozambique during the process of construction of the national state as well as its implications on the recent experiences of institutionalization of the liberal-minimalist democracy which resulted in a severe process of differentiation and pluralization of identities and social and political actors. We want to understand specifically...

A construção do estado liberal. Elite política e burocracia na "Regeneração" (1851-1890)

Almeida, Pedro Tavares de
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //1995 POR
Relevância na Pesquisa
16.46%
Quem governa ? Qual a configuração e dinâmica da burocracia ? Sinteticamente, estas duas questões enunciam os objectivos principais da presente investigação sobre o sistema politico administrativo no Portugal oitocentista. No essencial, o âmbito cronológico do nosso estudo coincide com os limites temporais da "Regeneração ", no sentido lato do termo, isto e, com o novo ciclo liberal que tem como acto fundador o pronunciamento militar üsaldanhista" de finais de Abril de 1851 e se prolonga até à crise de 1890. comummente identificada pela historiografia portuguesa como um momento crucial de viragem. Este período de cerca de quarenta anos singulariza- se pela combinação de três aspectos fundamentais. Por um lado, tratou-se de uma época de relativa acalmia politica e social - apenas seriamente ameaçada na conjuntura critica de 1868 a 1871 -, durante a qual as manifestações de conflito violento, que tinham marcado a fase inicial do liberalismo, cederam o lugar às formas de conflito regulado. Esta alteração do tipo dominante de conflito, associada à institucionalização dos mecanismos e processos do sistema de "governo representativo", resultou da afirmação de uma lógica de compromisso (a "politica dos acordos") entre as várias parcialidades ou coligações rivais da elite...

A Sustentável leveza do estado: caminhando entre a anarquia e a minarquia

Baião, António Maria Ramalho Saraiva Russo
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
16.17%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Filosofia Política; A filosofia política moderna dedicou-se, durante séculos, à necessidade de compreender o conceito de soberania e a sua relação com o Estado. Contudo, a necessidade de compreender a essência e a justeza dos princípios legitimadores da instituição estatal expôs-se como algo de uma relevância extrema. Desta forma, o conteúdo desta dissertação assenta numa investigação sobre os princípios que poderão fundamentar o Estado, sem restringir ou anular os direitos imanentes ao homem. As doutrinas críticas da acção estatal são preponderantes para entender o conflito entre indivíduo e Estado. Assim, a avaliação das teorias libertárias, valorizadoras do homem e adversárias do mecanicismo estatal que absorve toda a responsabilidade individual, ganha uma relevância singular. Assim, consideramos ser relevante abordar a argumentação anarquista, de Pierre- Joseph Proudhon e Mikhail Bakunin, acerca da valorização do homem e de como este é prejudicado pelo Estado. A interpretação das suas perspectivas críticas permitir-nos-á concluir se este aparelho burocrático possui, na sua essência...

A construção institucional da política comercial brasileira: a Câmara de Comércio Exterior (CAMEX) no governo Cardoso

Fernandes,Ivan Filipe de Almeida Lopes
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.77%
O objetivo deste trabalho é analisar o processo de construção das instituições que regeram a política de comércio exterior no Brasil durante o governo Cardoso, tendo como foco as relações entre a mudança institucional e a dinâmica político burocrática interna ao Poder Executivo, com o qual avaliamos as condições nas quais o conflito burocrático é uma variável importante no processo de mudança institucional. Dado que o comércio exterior é uma atividade ampla, optamos por analisar as reformas realizadas sobre o seu quadro de coordenação: os processos de formação e reformas da Câmara de Comércio Exterior (CAMEX). Desenvolvemos na primeira parte do trabalho um arcabouço analítico a partir de uma avaliação breve e crítica do que já foi produzido sobre a influência e as implicações da participação da burocracia no jogo político, do qual derivamos as hipóteses de pesquisa. Em seguida, analisamos o papel exercido pelo conflito interno ao Poder Executivo entre as diferentes agências envolvidas com a política comercial e como foi a ação da Presidência. Propomos, finalmente, que o conflito e a disputa entre burocracias foi um fator determinante para a instabilidade institucional e para a consolidação de um formato subótimo...

Dinâmica decisória em política externa brasileira: o papel do presidente da república e de seus ministérios na solução de crises comerciais no Mercosul (200l-2006)

Oliveira, Eduarda Paiva Meira de; Medeiros, Marcelo de Almeida (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
16.17%
Após o período de ditadura militar, o Estado democrático brasileiro favoreceu a convergência política com a Argentina na busca de superar animosidades históricas mútuas. Na fase de negociação dos tratados de cooperação que culminaram na criação do Mercado Comum do Sul (Mercosul), dois atores emergem como figuras principais. O primeiro deles é o corpo burocrático especializado, o Ministério das Relações Exteriores (MRE) ou Itamaraty, agente tradicionalmente principal na concepção da inserção internacional do país. O segundo ator importante a intervir é o Presidente da República, assumindo um papel cada vez maior na solução de problemas, e, em certas situações, participando de negociações. A literatura sobre processo decisório, em geral, enfatiza um Itamaraty que perde seu monopólio na tomada de decisão, em favor de um Presidente da República forte e de ministérios especializados em determinados temas da agenda externa. No entanto, essas novas interpretações foram raramente testadas frente a um caso concreto. Além disso, visto que o Presidente da República responde pela política interna nacional, ele somente interfere em demandas específicas- o que certamente afeta a abrangência de sua diplomacia presidencial. O presente trabalho busca esclarecer...

O mais belo ornamento de Roma

Otávio Luiz Vieira Pinto
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
16.17%
Resumo: esta dissertação tem por objetivo apresentar uma analise centrada na Itália ostrogótica do século VI a partir de uma compilação chancelar intitulada Variae, idealizada e organizada pelo funcionário romano Flávio Magno Aurélio Cassiodoro Senator (c. 485 - c. 590 d.C.) por volta de 540. Enquanto personagem de extração tradicional latina, Cassiodoro atuou como um importante funcionário civil sob a coroa dos ostrogodos entre 507 e c. 538: durante este período, assumiu os cargos de Questor, Cônsul, Magister Officiorum e Prefeito do Pretório e, ao final de sua carreira, reuniu uma parte de sua produção oficial e as publicou numa coleção (em 12 livros) pensada, organizada e disposta pelo próprio autor. Nos últimos anos da atuação administrativa de Cassiodoro, o então imperador em Constantinopla, Justiniano I, moveu uma campanha militar contra territórios do ocidente, com destaque para a região da Península Itálica. Este conflito trouxe instabilidade para o poder dos ostrogodos, que sofreu um forte abalo com a perda de Ravena, a capital política, para as forças do general Belisário, em 540. Com a tomada da cidade, seus habitantes mais destacados, entre eles Cassiodoro, são enviados para Constantinopla (nosso autor permaneceria no oriente até 554)...

Conflito de usos em áreas de preservação permanente de assentamentos rurais e demais áreas em bacias hidrográficas de Goiás; Conflict of uses in areas of permanent preservation of rural settlements and other areas in watersheds of Goias

Oliveira, Victor Tomaz de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Engenharia do Meio Ambiente (EEC); Escola de Engenharia Civil - EEC (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Engenharia do Meio Ambiente (EEC); Escola de Engenharia Civil - EEC (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.17%
The national environmental council in Brazil (CONAMA) establishes guidelines for the environmental licensing in rural settlements in Brazil. The search for environmental conservation in areas of agrarian reform, by emiting environmental licenses, passes through a very bureaucratic process between environmental agencies and enforcement agencies of the agrarian reform. Up to May 2012, only 22 % of rural settlements in the state of Goiás had the installation and operation environmental license. To better understand this scenario and the environmental licensing in the rural settlements of Goiás, this article identified and characterized the state of the art environmental licensing settlements in Goiás in 2012. The adopted methodology quantified, checked the period of occurrence and spatialized the created settlements using GIS techniques. In parallel, we sought to understand the barriers that makes the environmental licensing processes difficult considering the agrarian reform in Goiás. The results indicated that the environmental licensing applied to the areas of agrarian reform in the present way that it is done, penalizes the beneficiary in the areas that are not licensed. Moreover, it was noticed that the licensing process does not consider the existing environmental problems in the area before the establishment of the settlements.; O Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) estabelece diretrizes para o licenciamento ambiental dos assentamentos rurais no Brasil. A busca pela conservação do meio ambiente em áreas da reforma agrária...

A CONSTRUÇÃO INSTITUCIONAL DA POLÍTICA COMERCIAL BRASILEIRA: A CÂMARA DE COMÉRCIO EXTERIOR (CAMEX) NO GOVERNO CARDOSO

Fernandes, Ivan Filipe de Almeida Lopes; USP
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 22/11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
O objetivo deste trabalho é analisar o processo de construção das instituições que regeram a política de comércioexterior no Brasil durante o governo Cardoso, tendo como foco as relações entre a mudança institucional e adinâmica político burocrática interna ao Poder Executivo, com o qual avaliamos as condições nas quais o conflitoburocrático é uma variável importante no processo de mudança institucional. Dado que o comércio exterior é umaatividade ampla, optamos por analisar as reformas realizadas sobre o seu quadro de coordenação: os processos deformação e reformas da Câmara de Comércio Exterior (CAMEX). Desenvolvemos na primeira parte do trabalho umarcabouço analítico a partir de uma avaliação breve e crítica do que já foi produzido sobre a influência e asimplicações da participação da burocracia no jogo político, do qual derivamos as hipóteses de pesquisa. Em seguida,analisamos o papel exercido pelo conflito interno ao Poder Executivo entre as diferentes agências envolvidascom a política comercial e como foi a ação da Presidência. Propomos, finalmente, que o conflito e a disputa entreburocracias foi um fator determinante para a instabilidade institucional e para a consolidação de um formato subótimo...