Página 1 dos resultados de 185 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Características orofaciais de pacientes com artrite idiopática juvenil; Dental and facial characteristics of patients with juvenile idiopathic arthritis

Paula, Cynthia Savioli de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
A artrite idiopática juvenil frequentemente afeta a articulação temporomandibular, compromete o crescimento facial e pode ser fator de risco para cáries e doenças periodontais. Entretanto, são escassos os estudos que avaliam em conjunto todas essas alterações. O objetivo deste estudo foi avaliar a condição dentária, as características faciais e a articulação temporomandibular de 35 pacientes com artrite idiopática juvenil, evolução poliarticular, tratados em hospital escola, comparativamente a um grupo controle de 35 crianças saudáveis. O estudo constou de avaliação sistemática das estruturas dentárias, orais e faciais através de: questionário de anamnese, índice CPO-D, índice de placa, índice de sangramento gengival, relação dentária, perfil facial, índice de Helkimo e classificação das alterações condilares observadas nas radiografias panorâmicas da face. A idade média foi de 11,4±3,47 e 10,4±2,56 anos, respectivamente para os grupos estudo e controle. No grupo com artrite idiopática juvenil estiveram significativamente presentes, comparativamente ao grupo controle: o perfil facial convexo (p=0,002); os ruídos articulares (p=0,040); a disfunção da articulação temporomandibular (p=0,003); a limitação da abertura bucal (p=0...

TRABALHO, ESCOLA E CANSAÇO: CONSIDERAÇÕES ACERCA DA CONDIÇÃO JUVENIL ENTRE ESTUDANTES TRABALHADORES

Carreño Levi, Tsamiyah
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 86 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.38%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Curso de Ciências Sociais.; Este Trabalho de Conclusão de Licenciatura (TCL) é parte dos resultados da observação e atuação nas aulas de Sociologia em uma turma de 2º ano de Ensino Médio noturno durante o Estágio Obrigatório realizado na Escola de Educação Básica Leonor de Barros em Florianópolis. Esta pesquisa teve como objetivo compreender como, na percepção daqueles que acumulam estudos e trabalho, organizam-se os conceitos utilizados para delimitar suas próprias condições juvenis e, em que medida, tais percepções mobilizam questões de classe, gênero, raça, geração, poder e privilégios. O trabalho se inicia com um breve panorama das produções teóricas acerca da intersecção entre os jovens, a escola e o mundo do trabalho, para então descrever com profundidade o campo da pesquisa, seus sujeitos e seus métodos. Os resultados apontam para a ausência de reflexão sistematizada acerca das condições e das realidades do mundo escolar e do trabalho, indicando um movimento de conformismo e adaptação o qual abarca os sujeitos. Constata-se que tampouco a disciplina de Sociologia, obrigatória nos três anos de Ensino Médio no Brasil...

Marcos definidores da condição juvenil para católicos e pentecostais na baixada fluminense - algumas proposições a partir de um survey

Fernandes,Silvia Regina Alves
Fonte: Instituto de Estudos da Religião Publicador: Instituto de Estudos da Religião
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
Resumo: O artigo analisa dados parciais de um survey com jovens católicos em paróquias e jovens pentecostais em Igrejas da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. A pesquisa mais ampla discutiu ainda representações da política e noções de desenvolvimento. A proposta do presente artigo é apresentar elementos que favoreçam o delineamento do perfil de jovens religiosos; a compreensão sobre formas de construção da identidade juvenil e, ainda, alguns aspectos comportamentais, tais como sexualidade e drogas. Os resultados indicam aproximações e diferenças desses jovens em relação aos dois segmentos analisados e quando comparados a jovens metropolitanos em geral.

A escola "faz" as juventudes? Reflexões em torno da socialização juvenil

Dayrell,Juarez
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
O texto discute as relações entre juventude e escola, problematizando o lugar que a escola ocupa na socialização da juventude contemporânea, em especial dos jovens das camadas populares. Trabalha com a hipótese de que as tensões e os desafios existentes na relação atual da juventude com a escola são expressões de mutações profundas que vêm ocorrendo na sociedade ocidental, interferindo na produção social dos indivíduos, nos seus tempos e espaços, afetando diretamente as instituições e os processos de socialização das novas gerações. Nesse sentido, discute as características dos jovens que chegam às escolas públicas de ensino médio, evidenciando a existência de uma nova condição juvenil no Brasil contemporâneo. Localiza os problemas e desafios na relação dos jovens com a escola, constatando as transformações existentes na instituição escolar e as tensões e os constrangimentos na difícil tarefa de constituir-se como alunos, concluindo que a escola tornou-se menos desigual, mas continua sendo injusta.

Escola e participação juvenil: é possível esse diálogo?

Dayrell,Juarez; Gomes,Nilma Lino; Leão,Geraldo
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
A participação social dos jovens depende de como a sociedade oferece oportunidades nas quais eles possam se envolver em experiências participativas e se informarem sobre as possibilidades nesse campo. A partir dos dados de uma pesquisa nacional sobre a participação social da juventude brasileira, discute-se aqui o papel que a experiência escolar dos jovens vem desempenhando nesse processo na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com os dados apresentados, os estabelecimentos de ensino atuam muito timidamente nesse campo, o que parece ser o resultado, tanto das concepções que orientam a organização escolar, como da realidade social que restringe os canais de participação social e política dos jovens brasileiros. O artigo apresenta alguns dados sobre a condição juvenil na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em seguida analisa as representações juvenis sobre a participação social evidenciados na pesquisa. Por fim, o artigo discute o papel da escola como fomentadora de experiências participativas entre os seus alunos.

Quando a sociedade de consumidores vai à escola: um ensaio sobre a condição juvenil no Ensino Médio

Oliveira,Adriano Machado; Tomazetti,Elisete M.
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.4%
O presente artigo tem por objetivo refletir sobre a incidência de uma cultura de consumo de mercadorias, tal como diagnosticada por diversos autores, nas construções de sentido de jovens e adolescentes do Ensino Médio. Tomando-se como marco teórico as perspectivas da filósofa Hannah Arendt, do sociólogo Zygmunt Bauman e do psicanalista Jurandir Freire Costa, os autores buscaram tecer análises e interpretações que, coadunadas com um olhar educacional do contexto escolar contemporâneo, colaboram para a compreensão do desinteresse juvenil nas atividades de sala de aula. Em particular, a partir de elementos comportamentais presentes em uma sociedade de consumidores, são esboçados cenários presentes na crise do Ensino Médio brasileiro frente a jovens e adolescentes. O estudo conclui que, dadas as atuais demandas comportamentais presentes em uma cultura organizada em torno do consumo, a condição juvenil presentificada nas escolas tem se mostrado resistente a construções de sentido que vejam o aprendizado no ensino médio inserido em um projeto de longo prazo. Como resultado se têm, então, adesões distanciadas e o predomínio de uma cultura da diversão nos espaços escolares.

Lúpus eritematoso sistêmico juvenil em adolescente com síndrome da imunodeficiência adquirida

Sacilotto,Nathália de Carvalho; Yamashiro,Cintia Yukimi; Nishimoto,Teresa Maria Isaac
Fonte: Sociedade Brasileira de Reumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Reumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.24%
O lúpus eritematoso sistêmico juvenil (LESJ) é uma doença inflamatória crônica, multissistêmica e autoimune. Algumas manifestações clínicas dessa condição são semelhantes às encontradas na síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA). A coexistência da SIDA com o LESJ é rara, especialmente na população pediátrica, sendo descritos na literatura pesquisada apenas cinco casos de pacientes com infecção congênita por HIV que desenvolveram essa enfermidade reumatológica, tendo como manifestação inicial a nefrite lúpica. Relata-se o caso de uma paciente de 14 anos, com diagnóstico de infecção pelo HIV aos 8 meses de idade, na qual se realizou diagnóstico de LESJ com base nos critérios diagnósticos do Colégio Americano de Reumatologia. Este relato tem a finalidade de descrever uma paciente com SIDA que, embora tenha desenvolvido LESJ em sua forma clássica e grave, evoluiu satisfatoriamente

Prostituição juvenil: uma condição existencial em busca de seus sentidos

Molina,Ana Maria Ricci
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.48%
A prostituição, no Brasil, vem sendo exercida por algumas crianças e adolescentes. Estudos apresentam como seus fatores constitutivos as questões estruturais (condição sócio-econômica desfavorável) e as simbólicas (relações de poder entre gênero e dinâmica familiar). Esta é uma pesquisa piloto, com embasamento teórico-metodológico sobre o estudo de produção de sentidos através das práticas discursivas. Com os estudos de casos, fez-se a análise do discurso das entrevistas realizadas com jovens que “fazem ponto” nas ruas de Ribeirão Preto/SP. Pode-se compreender a prostituição juvenil como um dispositivo capaz de produzir sentidos à suas histórias de vida, representações de resistência e sobrevivência a uma condição de solidão e revolta.

O rap e o funk na socialização da juventude

Dayrell,Juarez
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
O texto se propõe a discutir a importância dos grupos musicais juvenis nos processos de socialização vivenciados por jovens pobres na periferia de Belo Horizonte, problematizando o peso e o significado de ser membro de um grupo musical no conjunto da vida de cada um. Tem como foco os integrantes de três grupos de rap e três duplas de funk, procurando analisar as suas experiências culturais e o sentido que tais práticas adquirem no conjunto dos processos sociais que os constituem como sujeitos. Significa compreender como eles elaboram as suas vivências em torno do estilo, e os significados que atribuem a elas, no contexto social onde se inserem como jovens pobres. A discussão aponta que os jovens rappers e funkeiros encontram poucos espaços nas instituições do mundo adulto para construir referências e valores por meio dos quais possam se construir como sujeitos. Os estilos rap e funk assumem uma centralidade na vida desses jovens por intermédio das formas de sociabilidade que constroem, da música que criam, e dos eventos culturais que promovem. Esses estilos possibilitaram e vem possibilitando a esses jovens práticas, relações e símbolos por meio dos quais criam espaços próprios, significando uma referência na elaboração e vivência da sua condição juvenil...

Protagonismo juvenil :um estudo da particição social dos adolescentes nos programas de saúde sexual e reprodutiva em Natal/RN; Protagonism Juvenile: The study about the social participation of teenagers in the healthy sexual and reproductive Programs in Natal/RN city

Mendonça, Rita de Cássia Araújo Alves
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.59%
The study does a analysis about the social participation of teenagers in the healthy sexual and reproductive Programs in Natal/RN city, in the perspective of Protagonism Juvenile, that presuppose the teenager condition like main actor and subject of the right and obligations. In front of this, the aim this search is to discuss and analyse the juvenile protagonism and theirpolitic , pedagogics and soscial means, to go off on to the participation of teenagers like social subject in the healthy sexual and reproductive Programs in Natal/Rn city. The way to the teoric reflexion this study privileged the approach historic-member, being assisted by quality methodology, to making useful an interview semistructured with teenagers, families and co-ordinators of the Programs. The social participation of the teenagers, in these programs, reaffirm itself like a proposal politic-pedagogical that contribute to the development of competences of the teenagers and improvement of habilities in the treatment of the questions about heathy sexual and reprodutive,valorizing the condition of the social subjects, in the perspective of the protagonism juvenile. The relevance this study to be detached by the contribution in the building and implementation of the programs politic-pedagogical...

“Tem gente ali que estuda música para a vida!”: um estudo de caso sobre jovens que musicam no projeto social Orquestra Jovem de Uberlândia.

Arantes, Lucielle Farias
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.63%
Esta pesquisa situa-se dentre os estudos sobre Juventudes, especificamente no debate sobre “juventudes e músicas”. Enquanto campo acadêmico insere-se na Educação Musical, em sua abordagem sociocultural. Caracterizada como um estudo de caso qualitativo, a investigação tem como propósito conhecer como as práticas musicais vivenciadas por jovens do projeto social Orquestra Jovem de Uberlândia (Uberlândia – MG) incidem sobre a constituição de sua condição juvenil (ABAD, 2002; ABRAMO, 2008; DAYRELL, 2007; SINGER, 2008; SPOSITO, 2008). Para isso, busca apreender as circunstâncias do envolvimento desses atores com as práticas musicais no projeto social configurado como um espaço de ensino e aprendizagem de instrumentos de cordas friccionadas; os modos como constroem seu conhecimento sobre práticas musicais e os significados que atribuem a tais práticas frente à sua condição juvenil. Os dados da pesquisa mostram que no projeto, os jovens têm experiências que marcam sua vivência, repercutindo em seu relacionamento com instâncias como a familiar, a escolar e a do trabalho. Ao passo em que experimentam o fazer musical naquele contexto, constroem conhecimentos e constituem-se como sujeitos – exercitando e reconhecendo suas potencialidades; construindo e regulando sua auto-identidade; idealizando projetos de vida; estabelecendo laços de afetividade; sentindo-se pertencentes a um grupo; relacionando-se com instâncias socializadoras tradicionais; tomando responsabilidades para si...

A construção do pensamento histórico e das identidades juvenis: um estudo com jovens de 8ª séries do ensino fundamental

Mendonça, Jacqueline Aparecida
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.59%
Esta dissertação apresenta os resultados da pesquisa desenvolvida no Programa de Pós- Graduação - Mestrado em Educação da UFU sobre a constituição do pensamento histórico e das identidades juvenis. Nossa problemática consistiu em compreender: quem são e o que pensam os jovens estudantes de 8ª séries? Quais os significados, relações e influências dos saberes e concepções, sobre as datas cívicas, na formação do pensamento histórico e da identidade dos jovens estudantes? Nosso objetivo geral está focado na análise do processo de formação do pensamento histórico sobre as datas cívicas e de construção da identidade de jovens estudantes de turmas da 8ª série do Ensino Fundamental, na cidade de Uberlândia, MG/Brasil, no ano de 2006. No primeiro capítulo, objetivamos caracterizar os perfis de jovens estudantes de 8ª série de escolas públicas e privadas e identificar e analisar as concepções dos jovens, sujeitos da pesquisa, acerca de sua condição juvenil e do ensino de história. No segundo capítulo, buscamos identificar e analisar a importância das datas cívicas para os jovens investigados. No terceiro capítulo, discutimos como o pensamento histórico, sobre as datas cívicas, dos jovens se relaciona com a formação da identidade juvenil...

\'Quase\' como antes: a (des)construção das representações de infância da classe trabalhadora na literatura infantil e juvenil; \'Almost\' as before: the (de)construction of childhood representations of the working class in young and youth literature

Tavares, Fabiana Valeria da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.3%
Este trabalho visa a apresentar um estudo investigativo do processo de construção e desconstrução das representações da infância da classe trabalhadora na literatura infantil e juvenil inglesa e brasileira. Para tanto, estabelecemos, a priori, no Capítulo I, as bases conceituais de nosso trabalho, bem como tratamos das esferas culturais, econômicas, políticas, ideológicas que propiciaram o surgimento do conceito de infância da classe operária durante a Revolução Industrial, e investigamos de que forma interesses de formação da mão de obra trabalhadora e movimentos sociais e filantrópicos, assim como obrigações legislativas fizeram com que a jornada de trabalho infantil fosse paulatinamente diminuída e os diversos tipos de ensino fossem instaurados, de acordo com o contexto socioeconômico em questão. A seguir, a tentativa de traçar um perfil literário histórico e social que demonstre as diversas representações da infância da classe trabalhadora na Inglaterra e no Brasil ou a ausência delas --, procedemos à análise de obras literárias representativas da condição da criança que fosse filha de trabalhadores ou ela mesma trabalhadora. Assim, no Capítulo II, iniciamos nossa exploração através da análise de Kim...

Análise da proposta do Ministério Público para desativação do centro de atendimento juvenil especializado.

Barros, Bruna Evaristo Carlos Regal de
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.24%
A presente monografia analisa a política de atendimento ao jovem em conflito com a lei no Centro de Atendimento Juvenil Especializado – CAJE, hoje conhecido como Unidade de Internação do Plano Piloto. Primeiramente fez-se, uma análise da evolução dos direitos infanto-juvenis no ordenamento jurídico brasileiro. Ao longo do trabalho buscou-se dar um enfoque à Doutrina da Proteção Integral consagrada no Estatuto da Criança e do Adolescente, que traz a proteção integral à criança e o adolescente, reconhecendo à eles direitos fundamentais e especiais em razão de serem pessoas em condição peculiar de desenvolvimento, deixando de ser apenas objetos de proteção para serem sujeitos de direitos. Ademais, abordou-se quem seriam, em caso de descumprimento e/ou inobservância dos direitos dos menores, os legitimados a ajuizar ação civil pública como forma de buscar proteger e resguardar tais direitos. Apresentou-se, por fim, uma análise das condições sub-humanas a que são submetidos os adolescentes em conflito com a lei no CAJE (hoje, UIPP), apontando os direitos e garantias violados, e por consequência a viabilidade da Ação Civil Pública interposta pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios.

Jovens e idosos nordestinos: exemplos de trocas intergeracionais?; Texto para Discussão (TD) 1031: Jovens e idosos nordestinos: exemplos de trocas intergeracionais?; Young and old Northeastern: examples of intergenerational exchanges?

Camarano, Ana Amélia
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
36.14%
O trabalho analisa as condições dos jovens e dos idosos nordestinos, tendo como pano de fundo a experiência da trajetória de vida estável dos idosos em relação à instabilidade da condição juvenil. Isso se dá, em especial, com relação a sua inserção no mercado de trabalho e constituição de suas famílias. Foram utilizados, principalmente, os dados do Censo Demográfico de 2000. O trabalho discute o que se entende por crise dos jovens e do envelhecimento, caracteriza os jovens e idosos nordestinos do ponto de vista demográfico, composição e dinâmica, e de suas atividades. Além disso, analisa o processo de constituição de suas famílias, assumindo que ter a sua própria família é uma das condições definidoras importantes da vida adulta. Constatou-se que os jovens nordestinos vivem em piores condições de vida do que os idosos. Esses parecem estar desempenhando importante papel de suporte na estrutura familiar, em especial aos jovens. Parcela expressiva das famílias é composta por três gerações, chefiadas por idosos e com expressiva contribuição de sua renda nos orçamentos familiares.; 24 p. : il.

Características dentárias e faciais de pacientes com artrite idiopática juvenil; Dental and facial characteristics of patients with juvenile idiopathic arthritis

Savioli, Cynthia; Silva, Clovis A.A.; Lin, H. Ching; Campos, Lucia M.M.A.; Prado, Eliane F.B.G.; Siqueira, José Tadeu T.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 ENG
Relevância na Pesquisa
36.47%
OBJETIVO: A articulação temporomandibular é freqüentemente afetada pela artrite idiopática juvenil, e esta doença degenerativa, durante o crescimento facial, resulta em disfunção mandibular grave. No entanto, não há estudos que avaliam conjuntamente alterações na saúde oral (cáries e doenças gengivais) e na articulação temporomandibular decorrentes da artrite idiopática juvenil. O objetivo deste estudo é avaliar a condição dentária e a função mandibular de pacientes com artrite idiopática juvenil tratados em um hospital escola. MÉTODO: Trinta e seis pacientes com artrite idiopática juvenil (26 meninas e 10 meninos) foram submetidos a uma avaliação clínica sistemática de suas estruturas dentárias, orais e faciais (índice CPO-D, índice de placa e sangramento gengival, relação dentária, perfil facial e índice de Helkimo para articulação temporomandibular). O grupo controle foi composto por 13 crianças saudáveis. RESULTADOS: A média de idade dos pacientes com diagnóstico de artrite idiopática juvenil foi 10,8 anos; o perfil facial convexo foi encontrado em 12 pacientes com artrite idiopática juvenil e relação molar classe II esteve presente em 12 deles (p=0,032). Os índices de placa e sangramento gengival foram significantes em pacientes com artrite idiopática juvenil que apresentavam maior número de articulações dos membros superiores comprometidas (p=0...

When the consumers’ society goes to school: an essay on young condition in high school.; Quando a sociedade de consumidores vai à escola: um ensaio sobre a condição juvenil no Ensino Médio

Oliveira, Adriano Machado; Universidade Federal do Tocantins; Tomazetti, Elisete Medianeira; Universidade Federal de Santa Maria
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.24%
RESUMOO presente artigo tem por objetivo refletir sobre a incidência de uma cultura de consumo de mercadorias, tal como diagnosticada por diversos autores, nas construções de sentido de jovens e adolescentes do ensino médio. Tomando-se como marco teórico as perspectivas da filósofa Hannah Arendt, do sociólogo Zygmunt Bauman e do psicanalista Jurandir Freire Costa, os autores buscaram tecer análises e interpretações que, coadunadas com um olhar educacional do contexto escolar contemporâneo, colaboram para a compreensão do desinteresse juvenil nas atividades de sala de aula. Em particular, a partir de elementos comportamentais presentes em uma sociedade de consumidores, são esboçados cenários presentes na crise do ensino médio brasileiro frente a jovens e adolescentes. O estudo conclui que, dadas as atuais demandas comportamentais presentes em uma cultura organizada em torno do consumo, a condição juvenil presentificada nas escolas têm se mostrado resistente a construções de sentido que vejam o aprendizado no ensino médio inserido em um projeto de longo prazo. Como resultado se tem, então...

Condição juvenil e a participação política no Brasil

Okado, Lucas Toshiaki Archangelo; Ribeiro, Ednaldo Aparecido
Fonte: TRE/PR e UFPR Publicador: TRE/PR e UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 24/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.54%
Este trabalho tem por objetivo verificar os impactos dos marcadores que caracte­rizam o fim da juventude e a entrada na vida adulta no ativismo político brasileiro. Tomam-se como referência os estudos sobre ciclos de vida que afirmam que, apesar da permanência residual de valores originados na socialização primária, o desempenho de novos papéis sociais originam novos repositórios de socialização, uma vez que a política é um domínio da vida responsivo a eles. Utilizando dados do projeto Latino­barômetro coletados em 1995, 2000 e 2005, procuramos verificar o impacto da con­dição juvenil, definida pelo casamento e o desempenho de uma atividade produtiva, nos repertórios convencionais e não convencionais de participação política. Os resul­tados encontrados apontam que a condição juvenil oferece restrições e oportunida­des para a participação política, de acordo com o tipo de repertório analisado. Desta forma concluímos que a participação convencional impõem mais custos participativos, portanto menos acessível aos jovens, enquanto a participação não convencional seria mais plural, proporcionando menos diferenças no acesso de jovens e adultos neste tipo de repertório. 

Translation of children’s literature; Tradução de literatura infanto-juvenil

de Queiroga, Marcílio Garcia; Universidade Federal de Campina Grande; Fernandes, Lincoln Paulo; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Revisão de Literatura; Formato: application/pdf
Publicado em 15/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.42%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7968.2016v36n1p64In this paper we aim to discuss the complexities of the translation of children’s literature. Therefore, we seek to make up the theoretical framework in search of a concept for children’s literature, its intersection points among a wide range of speeches and the challenges encountered in establishing a definition due to the complexity of the elements involved. The arguments about the definition of children’s literature allow us a deeper look about the complexity and peculiarities of the genre, as pointed out by theorists such as Peter Hunt, Ronald Jobe and Zohar Shavit. Specific features of the translation of children’s literature are pointed out and discussed, of which we highlight the asymmetrical relationship / dual player - the adult intervenes at all stages of the  translation children’s literature; the multiplicity of functions, as indicated by the insertion/ belonging of the genre to socio-educational and literary systems and permeated by their  values; and textual manipulation, through liberties because of the peripheral position of the genre. Abridgments, omissions, additions, adaptations, language adjustements all determined by ideological issues are some of the aspects discussed in this article.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7968.2016v36n1p62Neste trabalho nos propomos a discutir as complexidades da tradução de literatura infanto-juvenil. Para tanto...

The youth condition and the rebellions of the suburbs in France; Artigo: A condição juvenil e as revoltas dos subúrbios na França

Groppo, Luís Antonio; Centro Universitário Salesiano de São Paulo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.54%
Starting from a comparison between the student movement of 1968 and youth riots of French suburbs in October and November of 2005, it is considered that, in common, the juvenile condition from the social actors was important to the beginning of the rebellion, albeit it being youths from different social classes and with different cravings: in 1968, the “freedom”, in 2005, the “equality”. A critical analysis about different interpretations from the riot of 2005 is done, especially when they depart from the explanation that the events were motivated by social discontentment and caused by inequality in treatment from society and State to immigrants, but whose children and grandchildren profess themselves French citizens. Among those interpretations, the one of ethnic revolting from the acknowledgment of “difference”, as well as the urban mutiny and juvenile delinquency (which pointed towards a so-called “irrationality” of the violence promoted during the events). Keywords: juvenile condition; riots of French’s suburbs; equality; May 1968; urban mutiny; ethnic riot; juvenile delinquency.; Partindo de uma comparação entre o movimento estudantil de 1968 com as revoltas dos jovens dos subúrbios franceses em outubro e novembro de 2005...