Página 1 dos resultados de 29 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Nupcialidade e fecundidade na região da Madalena (ilha do Pico)

Santos, Carlota M.
Fonte: Edições Universidade Fernando Pessoa Publicador: Edições Universidade Fernando Pessoa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
26.23%
No presente estudo, foi analisada a informação extraída dos registos de nascimento, casamentos e óbitos em seis comunidades açorianas da ilha do Pico, aplicando a metodologia de “reconstituição de paróquias”. O principal objectivo consiste em descrever a evolução da nupcialidade e da fecundidade na região, entre os séculos XVIII e XIX, destacando comportamentos específicos em diferentes grupos ocupacionais. Os resultados obtidos revelaram acentuados contrastes na idade ao casamento, na fecundidade legítima, na dimensão da família e nos níveis de esterilidade. In this study, we have analysed the information extracted from reccords of birhs, marriages and deaths in six azorean communities from Pico Island, using the “parishes reconstitution” methodology. The main purpose is describing the evolution of regional nupciality and fertility, from the eighteenth to the twentieth centuries, and pointing out specific behaviours in different occupational groups. The results obtained indicate strong contrasts in age at marriage, marital fertility, family size and sterility levels.

Maturação de lamas vulcânicas açorianas e sua aplicação em peloterapia

Santos, Ana Carina Tavares Quintela dos
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
26.53%
Em Portugal, nomeadamente nos Açores (Centro Termal das Furnas), durante vários anos foram utilizados pelóides naturais (lamas/argilas obtidos após conveniente maturação com água mineral) como agentes terapêuticos. Apesar das evidências empíricas da aplicação das argilas para fins terapêuticos, o suporte científico é ainda escasso. Além disso, contrariamente ao que se verifica para águas minerais utilizadas para fins termais, no campo da peloterapia, não existe regulamentação que estabeleça critérios quanto à qualidade padrão de um pelóide. Este trabalho visou a avaliação das características biológicas, físico-químicas e mineralógicas de lamas vulcânicas das ilhas de São Miguel e da Terceira para aplicação em peloterapia antes e após maturação. A área de amostragem foi caracterizada sob o ponto de vista geomorfológico, geológico, hidrológico e climático. A análise dos materiais colhidos contemplou estudos de granulometria e de mineralogia da amostra total e da fracção argilosa; caracterização química; e determinação de outras propriedades tais como índice de abrasividade, superfície específica, pH, capacidade de troca catiónica e catiões de troca, limites de consistência (plasticidade e liquidez e índice de plasticidade) e taxa de arrefecimento. A caracterização biológica das lamas incluiu a identificação e quantificação relativa de diatomáceas e a determinação do teor em coliformes totais e microrganismos cultiváveis a 37 ºC e a 22 ºC. Estudos efectuados em amostras comerciais argilosas e em recursos naturais açorianos precederam os ensaios de maturação. Estes estudos visaram...

Açorianidade e construção comunitária : a Região Autónoma dos Açores e o seu contexto : Europeu e Transatlântico

Amaral, Carlos Eduardo Pacheco
Fonte: Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina. Publicador: Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina.
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //1998 POR
Relevância na Pesquisa
26.23%
Comunicação apresentada no Simpósio comemorativo ao cinquentenário do 1º Congresso de História Catarinense e 250 anos da presença açoriana em Santa Catarina, Florianópolis, 8 e 9 de Setembro de 1998.; “[…]. São precisamente estas as duas grandes dimensões que caracterizam a comunidade açoriana, integrando os seus elementos mais nucleares Por um lado, a dimensão espacial, que rompe com as barreiras das fronteiras nacionais e estatais tradicionais, trazendo para a comunidade açoriana gentes das mais diversas paragens, desde o continente português até ao Hawai, e desde o Canadá até aqui, ao Sul do Brasil. E, por outro, a dimensão histórica, que nos fornece profundidade, dimensão e raízes. Prolongando os Açores e os açorianos no tempo, liga a história à geografia e à cultura; abolindo as fronteiras que demarcam o passado do presente, coloca a geração actual em diálogo Íntimo com os seus, os nossos antepassados, com as suas histórias, com as suas experiências de viela, com os seus mundos e com as suas mundividências. Nenhuma comunidade constrói a sua vida a partir do zero, mas sempre no quadro de uma matriz civilizacional que lhe é fornecida através da memória histórica e com a qual assume uma posição dialéctica de constante diálogo íntimo...

Prefácio

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Governo dos Açores Publicador: Governo dos Açores
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.83%
Prefácio/Foreword do Livro de Atas do Simpósio Internacional sobre Direitos Humanos e Qualidade de Vida nas Comunidades Falantes do Português nos EUA e Canadá, realizado nos dias 9 e 10 de novembro de 2011.; PREFÁCIO: A presente edição, dedicada à publicação das atas do "Simpósio Internacional sobre Direitos Humanos e Qualidade de Vida nas comunidades falantes do português nos EUA e Canadá", iniciativa realizada pelo Governo dos Açores, em parceria com a Massachusetts Alliance for Portuguese Speakers (MAPS) e a Lesley University, nos dias 09 e 10 de Novembro de 2011, na cidade de Cambridge, Massachusetts - EUA., visa partilhar e difundir, junto de um público alargado, as reflexões feitas pelos palestrantes, provenientes de Portugal, EUA, Canadá, Cabo Verde, Brasil e Angola. [...].; FOREWORD: This current edition, dedicated to the publication of papers presented at the "International Symposium on Human Rights and Quality of Life in Portuguese-Speaking Communities in the U.S. and Canada", an initiative of the Government of the Azores in partnership with the Massachusetts Alliance for Portuguese Speakers (MAPS) and Lesley University on November 9 and 10, 2011, in Cambridge, Massachusetts (USA), aims at sharing and disseminating...

Projeto inédito traz aos Açores portadores de deficiência radicados na diáspora

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Mundo Português Publicador: Mundo Português
Tipo: Anotação
Publicado em 01/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.53%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades Açorianas no Mundo", integrada no jornal Mundo Português, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.; A direção regional das Comunidades (DRC), do Governo dos Açores, desenvolve atividades e programas específico para grupos populacionais cada vez mais diversificados, como emigrantes, imigrantes, regressados, voluntários, deportados e candidatos à emigração. Para além da preservação da cultura açoriana, trabalhamos em prol da integração, reinserção, combate à exclusão, direitos humanos, educação, etc. [...].

Jovens em formação nos EUA

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Mundo Português Publicador: Mundo Português
Tipo: Anotação
Publicado em 31/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.53%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades Açorianas no Mundo", integrada no jornal Mundo Português, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.; As Casas dos Açores são instituições, algumas com mais de meio século de existência, que sempre desempenharam um papel de relevante importância na divulgação e promoção da açorianidade. Através das atividades levadas a cabo durante todo o ano são o rosto da Região nas comunidades radicadas no estrangeiro. [...].

V Congresso Internacional do Divino Espírito Santo em Maio nos Açores

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Mundo Português Publicador: Mundo Português
Tipo: Anotação
Publicado em 06/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.48%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades Açorianas no Mundo", integrada no jornal Mundo Português, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.; As nove ilhas dos Açores estão prestes a vivenciar uma das maiores festas que caracterizam a açorianidade no mundo. Se existe solenidade que possa caracterizar o povo açoriano esta e, sem dúvida, a celebração das Festas do Divino Espírito Santo que reúne milhares de açorianos e açordescendentes. Símbolo da união de todos os açorianos pelo mundo e motivo de interesse e estudo por parte de académicos e outros interessados, as Festas do Espírito Santo são um fenómeno profano-religioso de grande relevância para a caracterização do povo ilhéu. [...].

Professores de língua e cultura portuguesas dos EUA frequentam curso de verão

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Mundo Português Publicador: Mundo Português
Tipo: Anotação
Publicado em 27/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.83%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades Açorianas no Mundo", integrada no jornal Mundo Português, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.; Mar, sol, vegetação, a arte de bem receber, exclusividade, são apenas algumas das especificidades que caracterizam as nove ilhas dos Açores. Cada vez mais reconhecidas, a nível mundial, por usufruírem de características propícias ao desenvolvimento de determinadas atividades lúdicas e culturais, muitas organizações aproveitam a altura do verão para realizar os seus objetivos. Tendo por base esta linha orientadora e, cientes de que e na altura do verão que muitos turistas e emigrantes açorianos e açordescendentes optam por passar as suas férias neste arquipélago. Chamamos a atenção para algumas das iniciativas que estão a decorrer e outras que se vão realizar nos Açores. [...].

Curso de verão nos Açores para professores de português dos EUA

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Mundo Português Publicador: Mundo Português
Tipo: Anotação
Publicado em 27/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.83%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades Açorianas no Mundo", integrada no jornal Mundo Português, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.

I encontro de imigrantes no desporto açoriano

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Mundo Português Publicador: Mundo Português
Tipo: Anotação
Publicado em 26/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.87%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades Açorianas no Mundo", integrada no jornal Mundo Português, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.; No âmbito das suas competências, a Direção Regional das Comunidades realizou nos dias 28 e 29 de setembro, na ilha do Faial, o I Encontro de Imigrantes no Desporto Açoriano. A iniciativa que decorreu na cidade da Horta, juntou cerca de 70 atletas, dirigentes e palestrantes e teve como objetivos evidenciar o contributo dado pelos imigrantes para o desenvolvimento do desporto açoriano, nas diversas modalidades, bem como o papel da atividade desportiva na promoção da multiculturalidade e do respeito pelas diferenças.

Comunidades açorianas no mundo : da incerteza do passado ao sucesso do presente

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Mundo Português Publicador: Mundo Português
Tipo: Anotação
Publicado em 25/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
67.16%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades Açorianas no Mundo", integrada no jornal Mundo Português, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.; No âmbito da celebração do Dia dos Açores. A diretora regional das Comunidades. Graça Castanho, proferiu uma palestra na Casa dos Açores em Lisboa sobre as dificuldades e os sucessos que caracterizaram a emigração açoriana, que se efetivou, de forma sistemática, desde o séc. XVIII. Durante a sua intervenção, intitulada "Comunidades Açorianas no Mundo: da incerteza do passado ao sucesso do presente", foram realçados os sucessivos fluxos migratórios dos Açores para o exterior, bem como os problemas inerentes à partida. Entre suor e lágrimas e tantos outros constrangimentos, os emigrantes açorianos são, hoje em dia, um símbolo de força, união e sucesso, exemplo a ser seguido por todas as gerações.

DRC dá a conhecer as comunidades Judaicas

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Açormédia Publicador: Açormédia
Tipo: Anotação
Publicado em 19/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.63%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades", integrada no jornal Açoriano Oriental, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.; Na sequência da Conferência Internacional sobre a Herança Judaica nos Açores, que a Direção Regional das Comunidades organizou em Ponta Delgada, convidamos os leitores/as a conhecer o roteiro apresentado publicamente neste evento. Nesta edição, chamamos também a atenção para um projeto inovador, muito especial para a DRC, chamado Crianças Unidas com os Açores, destinado a crianças hospitalizadas, portadoras de doença oncológica, radicadas nas comunidades de forte expressão açoriana. Este projeto conta com a colaboração de escolas dos Açores que se encontram a organizar prendas a enviar para as crianças pelo correio. [...].

Açores e EUA : uma história de emigração com mais de cem anos

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Mundo Português Publicador: Mundo Português
Tipo: Anotação
Publicado em 06/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.02%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades Açorianas no Mundo", integrada no jornal Mundo Português, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.; Na deslocação nos Estados Unidos, mais propriamente aos Estados de Massachusetts. Rhode lsland e Califórnia, Graça Castanho promoveu encontros com políticos açordescendentes, órgãos dos governos locais e instituições que connosco colaboram em diferentes projetos, tendo aproveitado para divulgar os vários programas que esta direcção regional desenvolve em prol das comunidades açorianas naquele país. De todos os interlocutores recebeu os maiores elogios e agradecimentos pelo papel que as comunidades açorianas têm desempenhado no desenvolvimento do país, em geral, e dos estados onde se encontram radicadas, em particular.

Açores : espaço de partida no passado e de regresso desejado no presente

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Mundo Português Publicador: Mundo Português
Tipo: Anotação
Publicado em 16/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.99%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades Açorianas no Mundo", integrada no jornal Mundo Português, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.; O povo açoriano, nascido dos processos migratórios que garantiram o povoamento das ilhas, desde os finais do século XV, traz registado na alma a errância que sempre o caracterizou. Chegou de barco ao arquipélago e deste foi partindo ao longo dos séculos subsequentes, tendo-se instalado maioritariamente no Brasil, Uruguai, EUA, Havai, Bermuda e Canadá. Presentemente nas ilhas somos perto de 250.000 habitantes, mas, na diáspora, contamos com mais de um milhão e quinhentos mil açorianos/as e açordescendentes, espalhados pelos cinco continentes.

Açores recebe Congresso Internacional de Universal Design for Learning

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Mundo Português Publicador: Mundo Português
Tipo: Anotação
Publicado em 10/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.53%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades Açorianas no Mundo", integrada no jornal Mundo Português, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.; Os Açores são cada vez mais espaço de interculturalidade e promoção de eventos com grande relevância a nível internacional. Consciente desta realidade, a Direção Regional das Comunidades (DRC), do Governo dos Açores, tem apostado, por um lado, em atividades que dão visibilidade e reforçam a nossa diversidade cultural e, por outro, na realização de todos os tipos de encontros que reúnem, nos Açores, milhares de especialistas nas mais diversas áreas do saber. [...].

Tradição e tradução: festa e etnicidade entre os imigrantes açorianos nos E.U.A.

Leal, João
Fonte: Edições Colibri Publicador: Edições Colibri
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2005 POR
Relevância na Pesquisa
26.23%
O autor analisa a recriação das Festas dos Espírito Santo pelas comunidades açorianas dos E.U.A. na viragem do século XXI, nomeadamente a tensão entre fidelidade à tradição e inovação. A retórica tradicionalista e etnomimética coexiste com um conjunto de adaptações ao novo contexto social e cultural. Nas sociabilidades subjacentes à Festa, o protagonismo de círculos sociais da terra de origem - a família, o parentesco, a freguesia - convive com a importância das novas identidades forjadas na imigração.

As Casas dos Açores da América do Norte: Um projeto ao serviço das comunidades açorianas na diáspora

Cabral, Tânia Patrícia Lopes
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.78%
Fruto do fantástico fluxo emigratório açoriano com destino aos Estados Unidos e ao Canadá, nasceram comunidades onde costumes e tradições são partilhados na mesma língua. Com a intenção de congregar os açorianos dispersos numa mesma região, preservar a matriz cultural açórica e assegurar a comunhão com as nove ilhas, as Casas dos Açores da América do Norte – objeto de análise do trabalho que agora apresentamos, são fundadas, crescem e modificam-se em prol das funções que assumem. São ao mesmo tempo espaços de recreação e apoio, onde o bem-estar do emigrante açoriano, açor-descendente ou simpatizante dos Açores assume um lugar vital à sua continuidade. Do ponto de vista metodológico, a presente investigação assume-se de carácter qualitativa e com uma abordagem multidisciplinar. Destaca-se aqui a importância da reflexão acerca das necessidades que se impõem ao futuro destas organizações.

Nupcialidade e fecundidade na região da Madalena (ilha do Pico). Um estudo de demografia diferencial.; Nupcialidade e fecundidade na região da Madalena (ilha do Pico). Um estudo de demografia diferencial.; Nupcialidade e fecundidade na região da Madalena (ilha do Pico). Um estudo de demografia diferencial.; Nupcialidade e fecundidade na região da Madalena (ilha do Pico). Um estudo de demografia diferencial.

M. Santos, Carlota; Universidade do Minho
Fonte: Fundação Fernando Pessoa/Edições Universidade Fernando Pessoa Publicador: Fundação Fernando Pessoa/Edições Universidade Fernando Pessoa
Tipo: article; article; article; article Formato: application/pdf
Publicado em 17/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.69%
No presente estudo, foi analisada a informação extraída dos registos de nascimento, casamentos e óbitos em seis comunidades açorianas da ilha do Pico, aplicando a metodologia de “reconstituição de paróquias”.O principal objectivo consiste em descrever a evolução da nupcialidade e da fecundidade na região, entre os séculos XVIII e XIX, destacando comportamentos específicos em diferentes grupos ocupacionais. Os resultados obtidos revelaram acentuados contrastes na idade ao casamento, na fecundidade legítima, na dimensão da família e nos níveis de esterilidade.; In this study, we have analysed the information extracted from reccords of birhs, marriages and deaths in six azorean communities from Pico Island, using the “parishes reconstitution” methodology.The main purpose is describing the evolution of regional nupciality and fertility, from the eighteenth to the twentieth centuries, and pointing out specific behaviours in different occupational groups. The results obtained indicate strong contrasts in age at marriage, marital fertility, family size and sterility levels.; No presente estudo, foi analisada a informação extraída dos registos de nascimento, casamentos e óbitos em seis comunidades açorianas da ilha do Pico...

Da presença da literatura açoriana nos manuais escolares de português língua estrangeira no contexto de aprendizagem dos luso-descendentes nos Estados Unidos (EUA)

Medeiros, Ana Isabel do Couto
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.78%
Tese de mestrado, Língua e Cultura Portuguesa (Língua Estrangeira/Língua Segunda), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2012; O objecto de estudo deste trabalho de investigação, conducente à dissertação do Mestrado em Língua e Cultura Portuguesa (LE/ l2), centra-se no papel da literatura designada como açoriana, no contexto do ensino-aprendizagem do português, designadamente no contexto dos Estados Unidos (EUA) dirigida a um público-aprendente jovem adulto luso-descendente, filhos de pais de origem açoriana. Esta dissertação pretendeu entender a ligação entre a presença da Literatura Açoriana e a sua representação nos manuais escolares de Português Língua Estrangeira utilizados nas escolas dos Estados Unidos da América, entre 1994 e 2011. A proposta de investigação conjuga a análise da presença da Literatura Açoriana, em cinco manuais escolares, com os três maiores movimentos diaspóricos do povo açoriano para os EUA. Para além disso, o trabalho tentou dialogar com os ícones da identidade açoriana, através da sua representatividade nas comunidades açorianas, no âmbito da preservação de uma identidade espalhada por todos os movimentos de índole cultural, designadamente - os encontros da lusofonia...

Cultura e identidade açoriana: o movimento açorianista em Santa Catarina

Santos, Miriam de Oliveira; Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropolgia Social da UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropolgia Social da UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado por Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
26.23%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-8034.2008v10n2p202Os movimentos e as políticas de identidade constituem-se uma presença quase obrigatória na contemporaneidade e, junto com o seu sucesso, surgem também os problemas e as tensões. Neste livro o antropólogo português João Leal busca analisar o movimento de reivindicação de uma identidade açoriana em Santa Catarina e a rápida ampliação desse movimento nos últimos dez anos. Segundo o autor, a pesquisa que deu origem ao livro começou em 1995, no IV Congresso das Comunidades Açorianas, realizado em Horta, a capital da Ilha do Faial, uma das nove ilhas que integram o Arquipélago dos Açores.