Página 1 dos resultados de 1180 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

51 - A participação dos professores na direcção da escola secundária entre 1926 e 1986

Ferreira, Henrique da Costa
Fonte: Instituto Poltécnico de Bragança Publicador: Instituto Poltécnico de Bragança
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
46.51%
Este trabalho tem dois objectivos: o primeiro é o de constituir um quadro teórico da Escola Comunidade Educativa, no que respeita aos seus princípios político-administrativos, ao estatuto social das pessoas nela envolvidas e às formas da participação dos professores, dos alunos, dos funcionários e da comunidade cultural e profissional local na Direcção da Escola contrapondo-a a uma outra forma de organização administrativa da Escola - a Escola Serviço Local do Estado. O segundo objectivo é o de analisar qual dos dois modelos administrativos de Escola foi realizado pela Administração Escolar Portuguesa, entre 1926 e 1989. A Constituição do quadro teórico é fundamentada na literatura educacional sobre a Escola Comunidade Educativa, nomeadamente nos estudos de Formosinho, 1989a; Dacal, 1986; Delgado, 1985; Garcia-Hoz, 1975, no que respeita aos princípios educacionais constitutivos da Escola Comunidade Educativa, donde ressaltam a igualdade, a cooperação, a reciprocidade e a participação. No que respeita aos princípios político-administrativos, a constituição do quadro teórico é fundamentada nos princípios constitucionais de organização administrativa, no Direito Administrativo e na Sociologia das Organizações. Quanto ao estatuto das pessoas na Escola recorre-se essencialmente às tipologias de Blau e Scott (1970) e Formosinho (1989a). E finalmente quanto às formas de participação recorre-se a estudos sobre participação nomeadamente os constitucionalistas Baptista Machado (1982) e J. Canotilho...

Representações da escola comunidade educativa em professores dos ensinos preparatório e secundário

Ferreira, Henrique da Costa
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
O autor descreve as representações e expectativas dos professores das Escolas Preparatórias e Secundárias da cidade de Bragança face ao modelo de Escola Comunidade Educativa e face à autonomia da Escola

Clima escolar, participação docente e relação entre os professores de educação física e a comunidade educativa

Cortesão, Mónica Isabel Pessoa
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.55%
A presente investigação tem como principal objectivo dar um contributo para compreender, numa perspectiva comparativa, como é que os professores de Educação Física e os professores das restantes disciplinas percepcionam o Clima Escolar e o seu grau de Participação na vida da mesma. Pretende ainda, e também numa perspectiva comparativa, conhecer as percepções que os dois grupos de professores têm acerca das relações interpessoais que os professores de Educação Física estabelecem com os vários elementos da Comunidade Educativa. Na sequência dos objectivos do estudo, especificados no ponto anterior, optámos por uma metodologia de natureza quantitativa, não experimental e descritiva, sendo o questionário, o instrumento de recolha de dados utilizado. Foi construído, no âmbito desta investigação, o questionário Relação entre os Professores de Educação Física e a Comunidade Educativa (RPEFCE) e foi ainda utilizado e adaptado o questionário Clima Escolar e Participação dos Professores (CEPP). A nossa amostra é constituída por 141 professores (60 de Educação Física e 81 de outras disciplinas), a leccionar nos segundo e terceiro ciclos do Ensino Básico e no Ensino Secundário, e que no Ano Lectivo de 2009/2010 exerciam funções nas Escolas Secundárias ou Agrupamentos de Escolas dos Concelhos de Cantanhede e de Castelo Branco. A partir dos principais resultados concluímos que os professores têm opiniões positivas acerca das várias dimensões do clima escolar: percepção acerca do(a) Director(a)...

Identidade socioprofissional, participação e relação entre os professores de educação física e a comunidade educativa

Santos, João Alberto Valente dos; Matos, Armanda Pinto da Mota
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
A presente investigação procurou analisar as perceções que os professores de Educação Física (EF) têm acerca da sua identidade socioprofissional, do grau de participação na vida da escola e das relações que estabelecem com os vários elementos da comunidade educativa. O estudo apresenta uma natureza não experimental, quantitativa e descritiva. Recorreu-se à aplicação do questionário como instrumento de recolha de dados. Foram utilizados os seguintes instrumentos de recolha de dados: o questionário “identidade socioprofissional dos professores de EF”, o questionário “clima escolar e participação dos professores” e o questionário “relação entre os professores de EF e a comunidade educativa”. Para a realização do estudo, recorreu-se a uma amostra não probabilística de 464 professores de EF dos 2.º, 3.º ciclos e ensino secundário, de um total de setenta e sete estabelecimentos escolares distribuídos por quarenta e um concelhos do Continente e três da ilha da Madeira. A partir da análise dos principais resultados é possível concluir que existe, em geral, uma perceção positiva sobre a identidade socioprofissional do professor de EF. Esta perceção é tanto mais positiva quanto melhor se apresente a situação profissional dos professores. Adicionalmente...

Clima escolar, participação docente e relação entre os professores de educação física e a comunidade educativa

Cortesão, Mónica Isabel Pessoa
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.55%
A presente investigação tem como principal objectivo dar um contributo para compreender, numa perspectiva comparativa, como é que os professores de Educação Física e os professores das restantes disciplinas percepcionam o Clima Escolar e o seu grau de Participação na vida da mesma. Pretende ainda, e também numa perspectiva comparativa, conhecer as percepções que os dois grupos de professores têm acerca das relações interpessoais que os professores de Educação Física estabelecem com os vários elementos da Comunidade Educativa. Na sequência dos objectivos do estudo, especificados no ponto anterior, optámos por uma metodologia de natureza quantitativa, não experimental e descritiva, sendo o questionário, o instrumento de recolha de dados utilizado. Foi construído, no âmbito desta investigação, o questionário Relação entre os Professores de Educação Física e a Comunidade Educativa (RPEFCE) e foi ainda utilizado e adaptado o questionário Clima Escolar e Participação dos Professores (CEPP). A nossa amostra é constituída por 141 professores (60 de Educação Física e 81 de outras disciplinas), a leccionar nos segundo e terceiro ciclos do Ensino Básico e no Ensino Secundário, e que no Ano Lectivo de 2009/2010 exerciam funções nas Escolas Secundárias ou Agrupamentos de Escolas dos Concelhos de Cantanhede e de Castelo Branco. A partir dos principais resultados concluímos que os professores têm opiniões positivas acerca das várias dimensões do clima escolar: percepção acerca do(a) Director(a)...

A importância da formação na melhoria do desempenho dos auxiliares de acção educativa

Carreira, José Manuel Batista
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
46.38%
Dissertação de Mestrado em Administração e Gestão Educacional apresentada à Universidade Aberta; Resumo - A presente tese efectua um estudo de carácter qualitativo com o objectivo de compreender como é que os agentes da comunidade educativa encaram o papel da formação específica dos auxiliares de acção educativa do ponto de vista da melhoria de desempenho profissional destes elementos. Neste sentido realizou-se uma observação participante de uma reunião, ministraram-se inquéritos por questionário ao auxiliares de acção educativa e conduziram-se entrevistas para recolher dados que foram posteriormente analisados. O primeiro capítulo deste trabalho apresenta o enquadramento teórico que fundamentou toda a investigação. O capítulo seguinte apresenta os procedimentos metodológicos seguidos e o método da análise da informação. No penúltimo capítulo apresentam-se os dados e discutem-se os resultados desta investigação. Por fim, apresentam-se as conclusões. Em suma, a formação disponível para os auxiliares de acção educativa não é suficiente para dotar estes profissionais de competências específicas para o desempenho das suas funções, o que conduz a uma fraca imagem profissional que persiste...

Conceções sobre o impacto da biblioteca escolar na comunidade educativa senense

Amaral, Licínio Alberto Nogueira
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.55%
Dissertação de Mestrado em Administração e Gestão Educacional apresentada à Universidade Aberta; Com este estudo pretendemos analisar o grau de satisfação da comunidade educativa senense quanto às atividades e recursos disponibilizados pela Biblioteca Escolar, e verificar até que ponto esta promove os objetivos educativos delineados de acordo com as finalidades da escola. Assim, as nossas questões de investigação são: (i) Quais os contributos da Biblioteca Escolar para a satisfação da comunidade educativa? (ii) Que conceções possuem os elementos da comunidade educativa relativamente à Biblioteca Escolar? (iii) De que forma contribui a Biblioteca Escolar para a promoção e dinamização cultural da comunidade educativa? (iv) Como são perspetivados os benefícios resultantes da existência da Biblioteca Escolar? O enquadramento teórico deste estudo está organizado em três partes: a primeira apresenta algumas das conceções sobre a biblioteca escolar; a segunda aborda a importância da biblioteca escolar para a satisfação da comunidade educativa; e, a terceira diz respeito à gestão e dinamização da biblioteca escolar, referindo o papel desempenhado quer pelo professor bibliotecário, quer pela direção da escola. Para esta investigação...

O envolvimento da comunidade educativa na escola inclusiva

Barros, Zita Raquel Loureiro de
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
Este estudo enquadra-se numa abordagem descritiva da problemática do envolvimento da Comunidade Educativa na escola inclusiva, tendo em conta a influência do Projecto Educativo e da Organização da Escola. Trata-se de uma reflexão contextualizada numa escola de 1º ciclo. Este estudo perspectiva-se equacionando a influência das linhas orientadoras do Projecto Educativo, na gestão da Organização da Escola, no processo de participação/envolvimento da Comunidade Educativa. Aponta no sentido de orientar o processo de participação, em função da autonomia conferida pelo Projecto Educativo e em função da liderança, dando assim visibilidade aos diversos aspectos da Organização da Escola. Conferindo à escola uma visão inclusiva, aponta-se ainda no sentido de mudança, pela via da implementação da qualidade para todos os alunos e em particular para os que têm Necessidades Educativas Especiais. A mudança só será possível se houver investimento da Comunidade Educativa na formação. A escola enquanto organização deve preparar-se para proporcionar informação e formação aos professores e demais intervenientes da Comunidade educativa, de forma a saberem gerir aspectos como a liderança e a comunicação. A metodologia utilizada foi a do inquérito por questionário e estudo de documentos. A análise dos dados levou-nos à confirmação das nossas hipóteses.; Orientador : Luis de Sousa

Os media e as questões ambientais na comunidade escolar

Francisco, Sílvia Maria
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
As estratégias de desenvolvimento preconizam a incorporação da componente ambiental em todas as áreas da actividade educativa, económica e social. O trabalho desenvolvido pretendeu efectuar um estudo que contribuísse para a percepção do papel dos media no incremento de conceitos sobre Educação Ambiental, através da recolha de informações sobre a comunidade educativa, em duas escolas localizadas em áreas distintas do Distrito de Aveiro, nomeadamente, o Colégio de Nossa Senhora da Apresentação (Calvão), zona próxima do litoral, e a Escola Secundária de Oliveira do Bairro, situada mais a interior do Distrito, factores que conferiram contrastes educativos e sociais particulares. O trabalho de investigação desenvolveu-se com o objectivo de: (i) caracterizar o perfil de cada grupo de participantes; (ii) conhecer as concepções de cada grupo acerca dos papel dos media na sua educação ambiental; (iii) inferir a percepção de cada grupo no que se refere à melhoria da sua educação ambiental através dos media; (iv) avaliar a contribuição dos media para o aumento da circulação da informação sobre as questões ambientais. O estudo foi baseado em diversos inquéritos semi-estruturados com alunos do 10º ano de escolaridade...

Interação escola, família e comunidade nas práticas de autoavaliação das escolas. Um estudo em escolas do alentejo

Silvestre, Maria José; Gomes, Sónia; Fialho, Isabel; Cid, Marília
Fonte: Revista Galego-Portuguesa de Psicoloxía e Educación Publicador: Revista Galego-Portuguesa de Psicoloxía e Educación
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.4%
A instituição escolar é um organismo social que, para alcançar os objetivos educacionais, reúne pessoas que interagem mutuamente por meio de estruturas e processos organizativos exclusivos. É um sistema de relações humanas e sociais, com particularidades de interação entre as pessoas que a diferenciam de qualquer empresa convencional. Afigura-se essencial uma gestão holística e sustentável nas áreas da estratégia, criatividade e inovação, da gestão do capital humano e do conhecimento, sendo importante investir na formação, na comunicação/informação e na autorregulação/autoavaliação. Numa sociedade em constante transformação, que exige mudanças rápidas, parece necessário investir na comunicação, desenvolver as capacidades dos atores organizacionais e intensificar e rentabilizar as interações entre a escola, a família e a comunidade. Visando conhecer o grau de participação das famílias e comunidade educativa na concretização do processo de autoavaliação das escolas bem como identificar boas práticas nas interações entre as escolas, as famílias e a comunidade escolar, extra-escolar e educativa – nomeadamente em áreas como as da formação e da comunicação e informação –, o presente estudo...

Uma visão da escola pela comunidade educativa - estudo de caso: escolas nºs 970, 9085 e 9131 - Zango-Viana-Luanda-Angola

Pena, Tomé Manuel
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.51%
O presente trabalho de investigação, tem como objetivo estudar a forma como a Escola é vista pela comunidade educativa, tendo como referência as escolas n°s 970, 9085 e 9131, todas localizadas na Comuna do Zango, Município de Viana, Província de Luanda. Tendo em conta o objetivo geral da dissertação e as questões de partida desta investigação, optámos por uma metodologia quantitativa, na forma de inquérito por questionário, porque se pretendia fazer um estudo que envolvia uma amostra de relativa dimensão e diversificada. Dos resultados obtidos constatou-se que os profissionais ligados à educação, assim como os munícipes de uma maneira geral, estão preocupados com o verdadeiro papel da Escola, devido às debilidades existentes no sistema de educação e ensino em Angola. Assim sendo, reçalta a necessidade de um maior envolvimento dos diferentes atores educativos, com vista não só a melhorar o processo de educação no país, mas também, mudar a forma de perceção da Escola pela comunidade educativa. Constatou-se, ainda, que a escola tem sido vista apenas como um local apropriado para o ensino-aprendizagem deixando de parte outras componentes de natureza educativa para as quais os atores acima mencionados deveriam concentrar a sua atenção...

A VISÃO DA ESCOLA PELA COMUNIDADE EDUCATIVA- ESTUDO DE CASO: ESCOLAS Nº 970, 9085 E 9131- ZANGO (VIANA), ANGOLA

Favinha, Marília; Pena, Tomé
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.51%
O presente trabalho de investigação, tem como objetivo estudar a forma como a Escola é vista pela comunidade educativa, tendo como referência as escolas n°s 970, 9085 e 9131, todas localizadas na Comuna do Zango, Município de Viana, Província de Luanda. Tendo em conta o objetivo geral da dissertação e as questões de partida desta investigação, optámos por uma metodologia quantitativa, na forma de inquérito por questionário, porque se pretendia fazer um estudo que envolvia uma amostra de relativa dimensão e diversificada. Dos resultados obtidos constatou-se que os profissionais ligados à educação, assim como os munícipes de uma maneira geral, estão preocupados com o verdadeiro papel da Escola, devido às debilidades existentes no sistema de educação e ensino em Angola. Assim sendo, reçalta a necessidade de um maior envolvimento dos diferentes atores educativos, com vista não só a melhorar o processo de educação no país, mas também, mudar a forma de perceção da Escola pela comunidade educativa. Constatou-se, ainda, que a escola tem sido vista apenas como um local apropriado para o ensino-aprendizagem deixando de parte outras componentes de natureza educativa, para as quais os atores acima mencionados deveriam concentrar a sua atenção...

Conhecimentos dos profissionais da comunidade educativa sobre a diabetes mellitus tipo 1 na criança

Bernardo, Bruno José Varandas Ramos
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
Enquadramento: A falta de capacitação que existe em muitas comunidades escolares para lidar com a criança com diabetes mellitus, enquanto esta se encontra sob a sua responsabilidade no ambiente escolar, gera dificuldades e insegurança. São necessários instrumentos válidos que permitam obter informação sobre os conhecimentos dos educadores sobre a criança com diabetes mellitus tipo 1 na escola, no sentido de planear intervenções educativas mais dirigidas. Objetivos: Avaliar os conhecimentos da comunidade educativa sobre a diabetes mellitus tipo 1 na criança e validar um questionário de avaliação de conhecimentos da comunidade educativa sobre a diabetes mellitus tipo 1. Métodos: O estudo delineado insere-se no tipo de investigação não experimental e descritiva, desenvolvido numa amostra não probabilística por conveniência, constituída por 382 indivíduos, com uma média de idades de 43,05 anos (± 8,675), pertencentes a uma comunidade educativa de Escolas Básicas e Secundárias da região centro do país. Foi aplicada a Escala de Conhecimentos Sobre Diabetes Mellitus Tipo 1 na Criança (Francisco, Silva, Bernardo & Martins, 2007), a qual foi ainda sujeita a um estudo psicométrico, que englobou dois a consistência interna e a análise fatorial. Resultados: dos participantes...

Construção do projeto educativo de escola

Casanova, Maria Prazeres
Fonte: Afirse Publicador: Afirse
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
O Projeto Educativo é um instrumento identitário da Escola, elaborado de acor-do com os normativos em vigor. Apoia os órgãos de gestão nas suas opções estratégicas de desenvolvimento organizacional; apoia o desempenho da profissionalidade docente, (cf. Antúnez, 1987; Silva, 2000) e apoia os pais na escolha da Escola dos seus educandos. O Projeto Educativo de Escola (PEE) define as metas e as estratégias, alicerça-das nos valores preconizados, e institui as prospetivas para o futuro. Definimos como objetivos desta comunicação: 1. Identificar o processo de elaboração do Projeto Educativo de Escola. 2. Identificar o modo como a comunidade educativa se envolveu na elaboração do PEE. 3. Identificar constrangimentos sentidos na elaboração. 4. Identificar o modo de organização do PEE. 5. Conhecer a forma como a comunidade educativa o colocou em prática. Toda a investigação conducente à elaboração do PEE foi organizada em rede de gestão cristalina. Foi solicitada a colaboração de amigos críticos que ajudaram a olhar para todos os documentos produzidos de forma mais eficaz e eficiente. A metodologia seguida na caracterização da Escola desenvolveu-se em várias etapas. Num primeiro momento foram apresentados ao Conselho Pedagógico os objetivos que nortearam a elaboração do Projeto Educativo de Escola e as técnicas a serem utili-zadas na caracterização da comunidade educativa. A elaboração do PEE só tem sentido se for fruto da reflexão conjunta da Escola para identificar os seus próprios problemas...

Educação matemática no pré-escolar : significação para uma comunidade de etnia cigana

Madureira, Liliana Elisa Pereira, 1979-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
Tese de mestrado, Educação (Didáctica da Matemática), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2011; A motivação para o desenvolvimento do presente estudo deve-se à falta de informação actualizada em Portugal sobre a cultura da comunidade cigana relativamente à educação pré-escolar e, em particular, sobre a educação matemática em idade pré-escolar. Conhecer esta significação é basilar para a implementação de respostas educativas que ajudem a aumentar a taxa de sucesso dos alunos pertencentes a esta comunidade. À luz de um conhecimento histórico sobre esta etnia, de conhecimentos sobre educação matemática pré-escolar e de uma semiótica que ajuda a interpretar a significação destes signos – Educação Matemática, Pré-escolar e Comunidade Cigana – concretizou-se o presente estudo, de cariz etnográfico, num paradigma qualitativo. O mesmo contou com uma permanência no terreno de um ano lectivo, concretizando-se em visitas regulares ao jardim-de-infância mas, também, encontros com os moradores ou reuniões com elementos da comunidade educativa da freguesia. Estes encontros permitiram recolher dados sobre os conhecimentos matemáticos, ao nível do pré-escolar, de alunos e familiares...

Participação da comunidade educativa na gestão escolar

Veloso,Luísa; Craveiro,Daniela; Rufino,Isabel
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.48%
O presente texto discute as modalidades de participação da comunidade educativa na gestão escolar, examinando essa dimensão já há muito tempo presente na agenda política portuguesa. Centra-se na análise da dimensão organizacional de 297 escolas portuguesas, tendo como base informações contempladas nos relatórios da avaliação externa nos anos lectivos 2006/2007, 2007/2008 e 2008/2009. O corpus analisado permitiu atender a dois eixos centrais dos processos de participação: a modalidade de integração da comunidade envolvente na vida escolar e os processos e limitações inerentes à participação de dois grupos de actores - os encarregados de educação e os alunos. Apesar de as imagens organizacionais das escolas presentes nos relatórios de avaliação externa serem semelhantes entre si, são significativos os aspectos diferenciadores. Os processos de participação não se mostram consolidados da mesma forma nas diferentes organizações escolares e nos respectivos territórios, mas assiste-se à crescente importância da presença dos vários agentes nas tarefas de gestão escolar. Esse envolvimento implica um conhecimento que se requer cada vez mais aprofundado sobre os processos de construção das aprendizagens culturais que atravessam as escolas. Detecta-se a presença de diferentes agentes nas escolas estudadas...

A escola "Rocha" ao espelho : relação com a comunidade

Macieira, Maria da Graça Vareiro
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 27/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.5%
O relatório que agora se apresenta sustenta-se na pesquisa diversificada abaixo inserta – nos conceitos que foram as ferramentas de leitura da realidade e os pressupostos de interpretação dessa vivência – e do percecionado e apreendido, ao longo dos anos, em contexto da Comunidade Educativa – aplicação dos conceitos teóricos à interpretação da realidade –, nomeadamente na Escola Secundária Rocha Peixoto, aqui, ao espelho e numa lógica de relação escola-comunidade. Mobilizada a prática pedagógica e relacional, por via da reflexão sobre a ação, percebemos a importância do marketing educacional e empreendemos uma atitude positiva de divulgação e de marca do projeto educativo que anima a nossa escola. A globalização, a mundialização da economia e das tecnologias de informação e de comunicação, bem como, a produção dos seus efeitos na comunidade, nomeadamente a célere mudança daí decorrente, relevou os sistemas económicos em detrimento das representações ideológicas. Se, numa primeira fase, obrigou a assunção do papel intervencionista do Estado o facto é que, depois, liberou-o, progressivamente, por força dos efeitos da competitividade mundial. A ética suportada numa consciência axiológica normativa que se adequou àquela mudança...

A era da comunidade educativa, ter voz na escola participada: contributo para uma análise da participação dos diferentes actores na administração da escola secundária no (contexto do DL 172/91), segundo a óptica da metáfora política

Bento, Domingos Alberto Macedo da Silva
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.54%
A participação na vida da escola, alargada a todos os actores da Comunidade Educativa, revelou-se como uma das inovações essenciais instituídas (decretadas) no desenho do modelo experimental de administração, direcção e gestão das escolas não superiores. Esta derradeira componente da denominada Reforma do Sistema Educativo que não foi generalizada, após a sua experimentação, parecia visar a ultrapassagem das crónicas insuficiências e limitações inerentes à gestão das escolas, num quadro de uma progressiva autonomia e desafiando os actores da Comunidade a exercer, através de um órgão representativo da mesma (a direcção), um controlo (avaliação) intemo sobre a gestão praticada (Director Executivo). A margem de liberdade concedida à escola pressupunha um processo gradual de conquistas de novos espaços de autonomia e a progressiva e inerente devolução de poderes à referida Comunidade. A triangulação estratégica de poderes tendo como vértices a direcção (Conselho de Escola), a gestão (Director Executivo) e a administração central/regional (Ministério da Educação) arquitectava-se segundo um modelo por muitos considerados como espartilhante. Tal geometria organizacional determinou a opção por uma abordagem deste problema...

O olhar do estudante com relação à extensão universitária a partir da experiência na comunidade educativa.

Lima, Marivelton Diogo Sousa; Nogueira, Tássia Hashylles de Jesus
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Relatório de pesquisa Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.4%
A proposta deste estudo é levantar uma discussão sobre a extensão universitária, a fim de analisar a compreensão dos alunos a cerca do tema extensão, bem como as causas que levam os estudantes a não participarem de projetos. Verificou-se ainda, entre os alunos que atuam na comunidade ou com a comunidade, os benefícios que tais atividades extensionistas acarretam para suas vidas no aspecto pessoal e profissional. Para atender aos objetivos, realizou-se uma pesquisa com 10 estudantes da UCB, dos quais 5 participam de algum projeto de extensão. Levou-se ainda, em consideração a experiência dos estudantes Marivelton Diogo e Tassia Nogueira no projeto Comunidade Educativa. Concluiu-se, que a pouca participação dos estudantes se deve principalmente, na opinião dos entrevistados, a falta de divulgação por parte da universidade e a defasagem na compreensão dos estudantes sobre a extensão. Todavia, ficou claro que a participação em projetos acarreta benefícios no aspecto pessoal e profissional.; Seminário em Extensão

The participation of the education community in school management; Participação da comunidade educativa na gestão escolar

Veloso, Luísa; Craveiro, Daniela; Rufino, Isabel
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.48%
O presente texto discute as modalidades de participação da comunidade educativa na gestão escolar, examinando essa dimensão já há muito tempo presente na agenda política portuguesa. Centra-se na análise da dimensão organizacional de 297 escolas portuguesas, tendo como base informações contempladas nos relatórios da avaliação externa nos anos lectivos 2006/2007, 2007/2008 e 2008/2009. O corpus analisado permitiu atender a dois eixos centrais dos processos de participação: a modalidade de integração da comunidade envolvente na vida escolar e os processos e limitações inerentes à participação de dois grupos de actores - os encarregados de educação e os alunos. Apesar de as imagens organizacionais das escolas presentes nos relatórios de avaliação externa serem semelhantes entre si, são significativos os aspectos diferenciadores. Os processos de participação não se mostram consolidados da mesma forma nas diferentes organizações escolares e nos respectivos territórios, mas assiste-se à crescente importância da presença dos vários agentes nas tarefas de gestão escolar. Esse envolvimento implica um conhecimento que se requer cada vez mais aprofundado sobre os processos de construção das aprendizagens culturais que atravessam as escolas. Detecta-se a presença de diferentes agentes nas escolas estudadas...