Página 1 dos resultados de 140 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

II Workshop sobre clima e recursos naturais nos países de língua portuguesa: livro de actas

Figueiredo, Tomás de (Ed.); Ribeiro, Luís Frölen (Ed.); Ribeiro, A.C. (Ed.)
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
86.04%
Neste livro são apresentadas as versões escritas e revistas das comunicações do II Workshop em Clima e Recursos Naturais realizadas entre os dias 15 e 19 de Novembro de 2010 no Instituto Politécnico de Bragança, Portugal - WSCRA2010. Pode considerar-se que a história dos Workshops em Clima e Recursos Naturais se inicia em Bragança em Janeiro de 1999, com a realização das Jornadas Luso-Africanas sobre Clima e Aplicações co-organizadas pela Agência CRIA e pelo Instituto Politécnico de Bragança. Évora recebeu o encontro de continuidade (2003) e é em Cabo Verde (2008) que os países africanos e Brasil adoptam integralmente este evento. O seu nome é alterado para acomodar esta nova realidade "I Workshop Internacional em Clima e Recursos Naturais nos países de Língua Portuguesa". Pretendeu a Comissão Organizadora dar um passo na consolidação desta comunidade de vontades procedendo à publicação de um Livro de Actas. Este livro está organizado como o programa do WSCRA2010. Os capítulos estão identificados como Sessões e seguem uma ordem idêntica à apresentada. A selecção dos resumos e artigos foi cuidadosamente elaborada e esperamos que se reflicta na qualidade das apresentações e nas muitas e frutuosas reuniões e discussões entre os participantes. Os Editores tem muito a agradecer aos membros do Corpo Editorial pelo rigor e rapidez com que responderam às solicitações da Comissão Científica deste Workshop. Nalguns casos...

CPLP : a cultura como principal factor de coesão

Gaivão, Luís Mousinho de Magalhães e Meneses de Mascarenhas
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.13%
CPLP – A Cultura Como Principal Factor de Coesão é uma dissertação que analisa a história da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), no sentido de descobrir qual será o elemento mais preponderante na sua unidade e coesão. Incentivar a difusão da língua portuguesa, da criação intelectual e artística, e contribuir para o reforço da solidariedade e fraternidade entre todos os povos que têm essa língua como um dos fundamentos da sua identidade específica são os seus objectivos. Investigou-se o grau e o modo do cumprimento desses propósitos. Da comparação dos dados ressaltou uma conclusão inequívoca: a cultura é o elo mais forte na coesão da CPLP, embora não se vislumbrem estratégias assumidas com rigor quer da política da língua portuguesa, quer da política das culturas lusófonas. Confirmou-se que a CPLP nasceu como Comunidade de língua e culturas e não como comunidade económica. Tentou-se caracterizar a «identidade» lusófona. Para tal, percorreu-se a história da expansão, os processos de colonização, as características de miscigenação física e intercultural, enquanto se chamavam as mais recentes teorias sociológicas para uma caracterização do conceito de cultura «lusófona»: «ecológica de saberes»...

Lusocom : a study of communications policies and discourses in the lusophone space; Lusocom : estudo das políticas de comunicação e discursos no espaço lusófono

Sousa, Helena; Marinho, Sandra
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2004 ENG
Relevância na Pesquisa
76.11%
Comunicação apresentada à International Communication Section da Conferência Científica da International Association for Media Communication Research (IAMCR) Scientific Conference, Porto Alegre, 2004.; Lusophony is the highly intricate construct we intend to interrogate. It is a geo-linguistic space, that is, dispersed regions, countries and societies whose official language is Portuguese (Angola, Brazil, Cape Verde, East-Timor, Guinea Bissau, Portugal, S. Tomé and Príncipe). It is also a sentiment, a memory of a common past, a shared culture and history. In addition to its symbolic patrimony, Lusophony integrates institutions attempting to expand the Portuguese language and inter-related forms of cultural expressions. The project «Lusocom: a Study of Communications policies and discourses in the Lusophone Space» is about communications and the media; social representation, memory and identity; language policy and discourses. From the Communications Sciences perspective, the Lusophone Space seems to be a promising (though volatile) research object. In an increasingly globalised world, the Lusophone Space, in general, and CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – Community of Portuguese Speaking Countries), in particular...

Cooperação multilateral - a CPLP: estágio na Embaixada de Cabo Verde em Lisboa

Semedo, Aleida Alexandre Fernandes Sanches
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76%
Dado que o meu Estágio curricular aconteceu no Departamento de Cooperação da Embaixada de Cabo Verde, decidi centrar o tema do meu Relatório na Cooperação Multilateral (a Comunidade dos Países da Língua Portuguesa, denominada também por CPLP). A CPLP é uma Comunidade plurilinguística e pluricultural, mas unida por uma língua comum, a Língua Portuguesa. Por este ser o ano em que se celebra oito séculos da Língua Portuguesa, quis ainda dar um pequeno enfoque às estratégias da CPLP para a Projeção da Língua Portuguesa no mundo. Refiro igualmente os serviços e as principais atividades em que participei, durante o estágio.; Since my traineeship was in Cooperation of the Embassy of Cabo Verde, I decided to focus the theme of my report on Multilateral Cooperation (the Community of Portuguese Language Countries, also called for CPLP). The CPLP is a multilingual and multicultural community, but United by a common language, Portuguese. Because this year be the year that we celebrate eight centuries of Portuguese still wanted to give a little focus to the strategies of the CPLP for the projection of the Portuguese in the world. Also, I will talk about the services that I had the opportunity to be and the main activities I attended.; Mestrado em Línguas e Relações Empresariais

Newsletter nº 4 - Rede de Estudos Ambientais de Países de Língua Portuguesa - REALP

Morais, Manuela
Fonte: Rede de Estudos Ambientais de Países de Língua Portuguesa Publicador: Rede de Estudos Ambientais de Países de Língua Portuguesa
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
76.02%
Dedicamos esta edição ao Desenvolvimento Sustentável através da divulgação de projetos no domínio da água que visam contribuir para um desenvolvimento mais justo. Razão porque a fizemos sair quase imediatamente após o encerramento da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável – Rio+20 e à declaração proferida pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, sobre o mesmo tema, proferida no Encontro da Assembleia Geral em Nova York no passado dia 28 de junho. A enorme adesão que esta conferência teve demonstra de uma forma clara que não pode haver crescimento económico sem sustentabilidade,sem integração social, sem proteção dos recursos naturais, sem participação pública. Muitos dos debates realizados incidiram na necessidade da realização de programas e projetos, para dar resposta às diferentes realidades e necessidades globais e contribuir para a redução das desigualdades sociais e erradicação da pobreza. Foi igualmente referida a importância de se fortalecer o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), aumentando a previsibilidade dos recursos disponíveis e o apoio a projetos em países em desenvolvimento. Noutro fórum de discussão, realizado quase simultaneamente com a Rio+20...

Globalização e a concepção de uma cidadania lusófona

Oliveira, Verônica Passos Rocha
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.13%
Ao mesmo tempo em que a globalização propicia a circulação de pessoas, informações, divisas e bens pelo mundo, massifica a cultura e enfraquece as barreiras territoriais e o poder político dos Estados nacionais. Diante da inexistência de instituições políticas internacionais capazes de disciplinar esse fenômeno, surgem comunidades econômicas, políticas e culturais como uma tentativa de preservar e criar novas identidades coletivas. Uma dessas comunidades é a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, que reconhece a língua portuguesa como um bem e instituição social e cultural produtora da unidade multicultural, com uma função política de constituir e integrar a comunidade lusófona. Essa comunidade é vivenciada em um espaço público transnacional onde o respeito à diferença cultural é um fator de integração, tolerância e é fundamental para convivência democrática. Ademais, espaços transnacionais demandam o exercício da cidadania para além das estruturas jurídico-territoriais do Estado-nação, ou seja, exigem a concepção de uma cidadania também transnacional. Ao se reconhecer a existência de uma cidadania lusófona, todas as pessoas que possuírem seus requisitos têm o direito e o dever de participar ativamente na vida civil...

A Arquitetura de Segurança e Defesa da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (1996-2011)

Bernardino, Luis; Leal, José Santos
Fonte: Instituto da Defesa Nacional Publicador: Instituto da Defesa Nacional
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
76.11%
Após a queda do muro de Berlim e com o final da Guerra Fria, a conflitualidade alterou-se radicalmente, passando-se dos conflitos interestatais entre as antigas potências do mundo bipolar, característicos da “velha ordem”, a conflitos de predominância intraestatal, em que os novos atores neste mundo globalizado, intervindo e sobrepondose ao Estado, passaram a dominar a atenção da comunidade internacional, caracterizando uma “nova ordem”. A temática dos conflitos adquiriu por isso, uma outra relevância, passando a associar intimamente, aspetos de segurança com o de desenvolvimento, pois “…sem segurança não pode haver desenvolvimento e sem desenvolvimento não há segurança…”. No continente africano, especialmente na África subsariana, esta dinâmica geoestratégica mundial, conduziu a um crescimento exponencial dos conflitos intraestatais, tendo contribuído para um maior protagonismo e intervenção de múltiplos atores internacionais no âmbito da prevenção e resolução de conflitos regionais. Esta intervenção bi ou multilateralmente, tem contribuído para consolidar e reforçar as capacidades próprias dos africanos, com vista a operacionalizar a arquitetura de segurança continental, garantindo-lhes a capacidade de intervirem na gestão dos seus próprios conflitos regionais. Um desses atores é a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa...

Juntos Contra a Fome na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Ramalhete, Tomás Filipe
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
86.13%
O presente relatório é o resultado de um estágio curricular no Secretariado Executivo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa. Este teve como propósito complementar o mestrado em Ciências Políticas e Relações Internacionais, sob a forma de componente não letiva, em conjunto com o presente relatório. No relatório encontra-se uma descrição da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, sua política de segurança alimentar e a sua campanha pela erradicação da fome e insegurança alimentar e nutricional, “Juntos Contra a Fome”, de forma a introduzir o contexto em que foi desenvolvido o estágio. Posteriormente é feita uma contextualização do próprio estágio e uma descrição do mesmo, incluindo como se desenvolveram as atividades dentro do mesmo. É avançada uma inicial avaliação de “Juntos Contra a Fome” através de uma limitada revisão bibliográfica e de dados recolhidos através da distribuição de um questionário dentro do Secretariado Executivo. Através da análise dos dados recolhidos é possível explorar possíveis relações entre seis variáveis estabelecidas para o propósito deste relatório.

II Seminário internacional sobre ensino superior na Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP). Qualidade do ensino superior: isomorfismo, diversidade e equidade

Seminário internacional sobre ensino superior na Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP)
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Livro
Publicado em /11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
76.05%
Os 35 artigos que constituem este livro baseiam-se em comunicações apresentadas no II Seminário Internacional sobre ensino superior na Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP), que se realizou em dezembro de 2010 na Universidade do Algarve.

O Brasil e a comunidade dos países de língua portuguesa (CPLP)

Miyamoto,Shiguenoli
Fonte: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais Publicador: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
85.9%
Uma das atenções da política externa brasileira nos últimos anos tem sido concedida ao relacionamento Sul-Sul. Dentro deste, as relações com os países da CPLP tem adquirido papel crescente, pelo menos em termos retóricos. O objetivo desse texto é analisar a real importância concedida pelo governo brasileiro aos países de língua portuguesa desde a criação da CPLP.

Construção e prática da educação ambiental no meio rural: caso da Comunidade São Francisco - Careiro da Várzea/AM.

GUIMARÃES, T. dos R.; SANTIAGO, J. L.; FRAXE, T. de J. P.; GUIMARAES, R. dos R.
Fonte: In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS DO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE NA AMAZÔNIA, 3.; ENCONTRO DA REDE DE ESTUDOS AMBIENTAIS DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA, 16., 2014, Manaus. Anais... Manaus: UFAM, 2014. v. 3. Publicador: In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS DO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE NA AMAZÔNIA, 3.; ENCONTRO DA REDE DE ESTUDOS AMBIENTAIS DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA, 16., 2014, Manaus. Anais... Manaus: UFAM, 2014. v. 3.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 434.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.68%
Os impactos provocados pela indústria na artificialização e no domínio dos processos naturais gerados pelo aperfeiçoamento das práticas agrícolas o meio rural tem a necessidade de desenvolver práticas ambientais para um desenvolvimento sustentável. A pesquisa aborda os saberes docentes acerca da Educação Ambiental e como estes saberes foram relacionados com as práticas pedagógicas dos educadores da Escola Estadual Francisca Góes.; 2014

Desafios para construções de estratégias coletivas de gestão dos recursos naturais: o caso da Comunidade Lago do Santana, Manacapuru, AM.

SILVA, L. de J. S.; MENEGHETTI, G. A.; PINHEIRO, J. O. C.; GUIMARAES, R. dos R.
Fonte: In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS DO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE NA AMAZÔNIA, 3.; ENCONTRO DA REDE DE ESTUDOS AMBIENTAIS DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA, 16., 2014, Manaus. Anais... Manaus: UFAM, 2014. v. 3. Publicador: In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS DO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE NA AMAZÔNIA, 3.; ENCONTRO DA REDE DE ESTUDOS AMBIENTAIS DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA, 16., 2014, Manaus. Anais... Manaus: UFAM, 2014. v. 3.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 437.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.75%
O objetivo deste trabalho foi estudar o processo organizativo da Comunidade do Santana, visando à formulação de estratégias coletivas comunitárias, para superação dos desafios relacionados a gestão e manutenção dos recursos pesqueiros do Lago do Santana.; 2014

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Ramalho, Ariana dos Reis
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 10/03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
76.03%
Dissertação de Mestrado em Relações Internacionais.; [...]. Este trabalho procura demonstrar que a CPLP não será seguramente a solução para todos os problemas internos dos seus Estados-membros, mas, no quadro do atual sistema internacional, pode ser um instrumento útil na procura por uma afirmação internacional mais sólida por parte dos seus membros, sendo ainda um projeto perfeitamente compatível com todas as suas integrações regionais. Enquanto projeto comum a oito Estados, deve ser capaz de através da cooperação, da concertação político-diplomática e da afirmação dos interesses dos países membros no contexto internacional, estabelecer canais de comunicação privilegiados entre os povos dos oito países. E sem dúvida que este projeto deve merecer prioridade máxima por parte dos Governos dos seus Estados-membros. É, pois, uma Organização com características únicas, que pretende "representar o reassumir das continuidades e um projecto de futuro face à globalização". [...]. (da Introdução)

Políticas informacionais da comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP): análise de alguns projectos

Moreiro Gongález, José António; Universidad Carlos III de Madrid; Alves, Fernanda Maria Melo
Fonte: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas Publicador: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; conferenceObject Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2010 POR
Relevância na Pesquisa
85.92%
Políticas informacionais da comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP): análise de alguns projectos

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e a concertação político-diplomática: a relação com o Brasil

Sousa, José de Jesus
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.02%
Portugal enfrenta um dos momentos mais difíceis da sua longa história, com mais de oito séculos, de glórias e adversidades. O país de Camões foi tido como um «protetorado» cuja soberania se encontra sob vigilância externa, determinada por uma profunda crise económica e corre o risco de caminhar para um Estado exíguo, se não forem implementadas as indispensáveis reformas, sobretudo estruturais. O país apresenta uma enorme dívida soberana, uma economia em recessão, que não gera receitas suficientes para o regular funcionamento das instituições. O desenvolvimento económico e a criação de emprego são mais que uma solução para uma parte significativa dos problemas do país, são um desígnio nacional. A CPLP - Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, que tem a língua como denominador comum, é uma espécie de “porto seguro”, capaz de potenciar o crescimento da economia portuguesa numa conjuntura fortemente globalizada e competitiva. Mas será este, afinal, o único caminho a seguir ou a Europa é a solução para todos os males? Leandro acredita que “por África e pelo Brasil passará também a resposta estratégica que nos dê expressão numa Europa mais globalizante”. Para além de um mercado com cerca de 280 milhões de pessoas...

A dimensão cultural da Lusofonia com factor de relevância económica

Pereira, Sandra Maria de Jesus
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 23/01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
95.95%
No âmbito do curso de Doutoramento em Estudos Europeus – Dominante Económica, a questão central desta tese versa A dimensão cultural da Lusofonia como factor de relevância económica. A abordagem introdutória do tema passa pela análise da natureza conceptual da Lusofonia assente nos seus fundamentos teóricos, de acordo com os seus significados possíveis, a sua dimensão universalista, a sua cobertura geográfica e a importância do mar enquanto elemento densificador do Espaço Lusófono. Posteriormente, o processo de investigação debruça-se sobre a sua questão central – compreender como a dimensão cultural da Lusofonia pode ou não constituir um factor de relevância económica, dependendo da sua capacidade de proactividade e da valência dos seus activos, nas suas diversas vertentes associadas, tais como a língua e as múltiplas manifestações/tradições/actividades culturais, no sentido de se verificar se a Lusofonia representa uma base para a intensificação das relações económicas no seio da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Seguidamente, o potencial da presença lusófona é também explorado, partindo da abordagem de alguns aspectos: o binário CPLP / Lusofonia; os espaços de integração regional que envolvem países lusófonos...

CPLP: Cooperação Técnico-Policial versus Cooperação Técnico-Militar

Rodrigues, José
Fonte: IESM Publicador: IESM
Tipo: Outros
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.99%
O presente trabalho de investigação individual tem como objetivo analisar a cooperação técnico-policial e a cooperação técnico-militar com os países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa. A investigação aborda a conflitualidade na nova ordem mundial e os instrumentos existentes para lhes fazer face, dos quais apresentaremos a vertente normativa da cooperação, abordando a cooperação técnico militar e a técnico-policial para determinar os seus pontos de convergência e de fricção na prossecução dos objetivos definidos pela política externa de Portugal. Relativamente à cooperação técnico-policial, estudámos o envolvimento da Guarda Nacional Republicana e da Polícia de Segurança Pública, citando as vertentes de cooperação com maior expressão e os países onde essas ações mais se fizeram sentir. Mais em pormenor foi abordado o programa de cooperação com Angola. Relativamente à cooperação técnico-militar foi estudada a intervenção das Forças Armadas Portuguesas nos vários países da CPLP, especificamente em Angola. Assim, permitiu-nos detetar alguns pontos convergentes nestes dois conceitos, o militar e o policial. Por fim, e após a análise efetuada, foram sugeridos formas de cooperação para a cooperação técnico-policial e a técnico militar...

Aspectos conceituais e práticos da atuação do Brasil em cooperação Sul-Sul: os casos de Haiti, Bolívia e Guiné Bissau; Conceptual and practical aspects of Brazil's role in South-South cooperation: the case of Haiti, Bolivia and Guinea Bissau; Texto para Discussão (TD) 1687: Aspectos conceituais e práticos da atuação do Brasil em cooperação Sul-Sul: os casos de Haiti, Bolívia e Guiné Bissau

Hirst, Monica
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
85.77%
O Brasil vem projetando uma presença internacional na qual combina ações de assistência humanitária, programas de cooperação horizontal e presença militarpolicial. Conquanto seja certo que esta atuação obedece às premissas da política internacional do país, os formatos desta presença são muito variados, condicionados pelos compromissos bilaterais e multilaterais específicos e pela própria realidade a ser atendida. Neste artigo serão analisados três casos particularmente ilustrativos, que, se espera, ajudem a compreender a forma e o conteúdo desta presença. Os exemplos do Haiti, da Bolívia e da Guiné Bissau são representativos, seja pelo volume de recursos despendidos, o número de ações e agências governamentais que envolvem e a própria destreza geopolítica da cooperação para o desenvolvimento oferecido pelo Brasil. Estes países correspondem também a focos de especial interesse da política externa brasileira, seja em função da importância atribuída à estabilidade democrática na América do Sul, como se dá no laço com a Bolívia; dos compromissos com a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) como instrumento de aprofundamento da política africana, como ocorre com vínculo mantido com a Guiné Bissau; ou dos compromissos assumidos na área de segurança global...

A invisibilização identitária da África lusófona na Folha de S. Paulo e em O Globo

Antunes, Elton; Góes, José Cristian
Fonte: Revista Observatório Publicador: Revista Observatório
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
76.11%
Com o objetivo de compreender como os jornais Folha de S. Paulo e O Globo noticiaram as relações entre Brasil e África portuguesa, investigamos as notícias nesses jornais no período de 1996 a 2006, quando a CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) fez dez anos de instituída. Esse trabalho se insere num debate sobre jornalismo e construções identitárias. Os resultados desse levantamento indicam existir uma produção midiática de ausências, de não ditos e de ditos, que tem sua base na história racial brasileira, e que propõe o apagamento dos traços étnico raciais entre os países de língua portuguesa, resultando em invisibilizações identitárias. Palavras-chave: Jornalismo; África portuguesa; Identidades; Invisibilização.   ABSTRACT In order to understand how the newspaper Folha de S. Paulo and O Globo reported relations between Brazil and Portuguese Africa, we investigated the news these papers, from 1996 to 2006, when the CPLP (Community of Portuguese Speaking Countries) did ten years established. The results of this survey indicate that there is a media production absences of unspoken and said, that has its basis in Brazilian racial history, and proposes the deletion of ethnic racial traits among the Portuguese-speaking countries...

Agostinho da Silva e José Luís Conceição Silva: professores luso-brasileiros na Universidade de Brasília

Sá, Lúcia Helena Alves de
Fonte: ParticipAção; ParticipAção Publicador: ParticipAção; ParticipAção
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
85.74%
Com o intuito de que a memória esquecida da Universidade de Brasília (UnB) não permaneça por mais 50 anos nos subterrâneos da história da fundação da Universidade de Darcy Ribeiro, o presente artigo destaca duas personalidades luso-brasileiras, Agostinho da Silva e José Luís Conceição Silva, que ajudaram a formar a intelectualidade acadêmica dessa Instituição de Ensino Superior para que ela fosse a melhor de todas as universidades do país. O professor Agostinho fundou e organizou o Centro Brasileiro de Estudos Portugueses (CBEP) e a Faculdade de Teologia, reanimou os laços diplomáticos entre os países africanos e o Brasil e foi o idealizador da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O professor Conceição Silva foi diretor do CBEP, exerceu atividades no campo da Reforma Agrária e foi expulso da UnB durante o regime militar.