Página 1 dos resultados de 1209 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

A construção da competência de comunicação oral em língua portuguesa nas percepções dos professores

Paula, Sandra Carla Barreto de
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.1%
A escola,desde sempre, valorizou a prática educativa voltada para os gêneros escritos, enquanto os orais sempre foram entendidos como uma forma natural de falar e não como objeto de ensino. Este estudo buscaanalisar como os professores do Ensino Fundamental percepcionam as suas práticas de ensino da oralidade. O foco dapesquisa está centrado no espaço reservado à oralidade, no ambiente da sala de aula, em quatro escolas da Rede Estadual de Ensino e quatro da Rede Municipal do Recife-PE- Brasil. Trata-sede uma investigação de matriz qualitativa, embora utilizando a análise estatística com aplicação de questionários para 120 professores de Língua Portuguesa do Ensino Fundamental. Os resultados comprovam que a oralidade é um dos eixos básicos que norteia o ensino da Língua Portuguesa, embora ela não seja ainda reconhecida, pois a escola a concebe como secundária. É fundamental que haja uma reflexão sobre o ensino da modalidade oral, em contexto de formação escolar, pois o trabalho com os géneros orais enfrentaainda muitos obstáculos. Tal é devido ao ensino da língua portuguesa ter sido centralizado, durante muito tempo, na valorização da gramática normativa e, por isso, a modalidade oral não ser percepcionada como objeto ensinável.; School has always valued the practice of teaching focused on the written genres...

Diálogo e interações face a face na comunicação interna: um estudo da oralidade nas organizações; Dialogue and face-to-face interactions on internal communication: a study of oral speech in organizations.

Martins, Marta Terezinha Motta Campos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.32%
As novas demandas de públicos solicitam relacionamentos contíguos com gestores, dirigentes e representantes formais das organizações nas relações entre elas e as comunidades participantes de sua rede de relacionamentos. A pesquisa conduzida neste estudo projeta indicativos sobre modos e usos da oralidade na comunicação com empregados e delineia um elenco de posturas verificadas entre gestores que adotam a oralidade como estratégia relacional com suas equipes. Busca identificar e dimensionar o emprego de postulados da oralidade para compreender em que grau lhes pode ser conferido um caráter estratégico quando se trata de atingir resultados e agilizar processos de comunicação com público interno. O corpus empírico foi constituído no ambiente da comunicação interna de uma empresa pública, Embrapa Soja, na unidade localizada em Londrina-PR, uma das 47 unidades de pesquisa da estatal Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa. Uma pluralidade de métodos foi adotada como estratégia de pesquisa e orientou os procedimentos de coleta e análise de dados que também foram extraídos e tratados de modo fenomenológico, qualitativo e quantitativo. Quatro eixos temáticos foram estabelecidos com base na fundamentação desse método: comunicação interna...

Comunicação aumentativa e alternativa para sujeitos com transtornos globais do desenvolvimento na promoção da expressão e intencionalidade por meio de ações mediadoras

Bez, Maria Rosangela
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.22%
A linguagem e a comunicação são processos fundamentais para o desenvolvimento humano. Mas longe de serem processos inatos ou maturacionais são processos sócio-históricos que se desenvolvem ao longo da vida. Dessa forma, quando as crianças chegam à idade escolar trazem com elas uma linguagem e comunicação oral não como produtos acabados, mas como processos sociais e em desenvolvimento Professores de séries iniciais muitas vezes são surpreendidos quando uma criança não fala, ficando sem ação, pois a expectativa deles é trabalhar apenas com a escrita. Eles pressupõem que oralidade já deveria estar desenvolvida em seus alunos. A escola tem papel fundamental nesse processo de alfabetização, mas também no desenvolvimento da linguagem como um todo incluindo as diversas formas de comunicação possíveis, pois, é de suma importância que a escola acolha todas as pessoas sem discriminações ou preconceitos. Esta pesquisa teve como foco principal propor ações mediadoras com uso de recursos e estratégias de CAA para promover o desenvolvimento da comunicação em sujeitos com TGD. As ações mediadoras foram embasadas nos pressupostos da Teoria Sócio-Histórica, focando em estratégias nas quais a interação vise à comunicação com recursos de CAA de baixa e alta tecnologia como foco principal. O presente trabalho estruturou-se como um estudo de caso (multicaso) de dois sujeitos incluídos nas séries iniciais do ensino fundamental na rede publica municipal da grande Porto Alegre. Ambos os sujeitos tem TGD...

A tecnologias de informação e comunicação na promoção da comunicação oral dos alunos de português língua não materna

Santos, Georgete da Silva
Fonte: Porto : [Edição do Autor] Publicador: Porto : [Edição do Autor]
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.28%
As Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) apresentam-se, no campo educacional, como instrumentos de proeminente importância para as práticas pedagógicas. Cabe ao estudo apresentado evidenciar as potencialidades das TIC, enquanto recursos catalisadores de aprendizagens significativas, que as tornam fomentadoras da comunicação oral dos aprendentes de PLNM. Atentando na importância que as práticas comunicativas orais têm para o aluno de PLNM, na medida em que a comunicação oral lhe possibilita uma maior facilidade a nível da sua integração social, bem como o exercício activo da cidadania, o docente de Português para estrangeiros deverá socorrer-se dos recursos tecnológicos que as sociedades contemporâneas disponibilizam. Desta forma, o professor poderá auxiliar o aprendente no seu processo de aprendizagem, tornando-o capaz de mobilizar os seus conhecimentos linguísticos, sociolinguísticos, pragmáticos e estratégicos, com vista a realizar actos comunicativos adequados a práticas diversificadas. Com vista a efectuar-se uma abordagem mais reflexiva e consistente sobre a relevância da integração das TIC na prática pedagógica, em particular no sentido de promover o incremento de competências a nível do domínio oral dos alunos de PLNM...

O contributo dos exercícios de lacuna de informação para o desenvolvimento da comunicação oral

Andrade, Cristina Alexandra Tabuada de
Fonte: Porto : [Edição do Autor] Publicador: Porto : [Edição do Autor]
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.08%
O presente trabalho é o resultado de um processo de investigação-acção desenvolvido na Escola Secundária de Ermesinde e na Escola Básica 1 de Santa Cruz, em Freamunde, no âmbito da Iniciação à Prática Profissional do Ensino do Inglês e do Alemão, durante o ano lectivo de 2009/2010. Após o contacto inicial com os discentes, o diagnóstico de áreas problemáticas, nomeadamente a relutância e inibição na expressão oral, e a definição de procedimentos a implementar para a obtenção de mudanças positivas, os exercícios com lacunas de informa,ção foram encarados como uma estratégia eficaz para incentivar e desenvolver a expressão oral em língua estrangeira. Ao longo do ano lectivo foram aplicados, em contexto de sala de aula, dois ciclos de investigação e, de acordo com metodologias propostas por autores de renome na área em questão, foram analisados e interpretados os dados recolhidos. Os resultados obtidos confirmam a pertinência e eficácia da estratégia escolhida. O presente estudo apresenta-se como válido e como um reforço da pertinência dos exercícios de lacuna de informação no desenvolvimento de competências de expressão oral nas aulas de língua estrangeira.

O desenvolvimento da interacção oral na aula de LE : projecto de intervenção em duas turmas do 10º ano de Inglês e Espanhol

Antunes, Ana Margarida Timóteo
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.29%
Relatório de estágio de mestrado em Ensino de Inglês e Espanhol no 3º ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário; A Interacção Oral envolve vários processos, não só ao nível de competências de recepção e produção, mas também no que concerne a transmissão eficaz de mensagens orais. Saber comunicar é um aspecto muito importante na aprendizagem de uma língua estrangeira, saber interagir é, por sua vez, crucial para haver comunicação eficaz. Promover actividades que desenvolvam esta competência é uma forma bastante funcional de ensino-aprendizagem, pois prepara os alunos para utilizar a língua em diversificados contextos sociais. Para além disso, procurei consciencializar os alunos de algumas estratégias de comunicação utilizadas durante a interacção oral, permitindo-lhes desenvolver a competência estratégica, facilitadora dos processos de aprendizagem dos alunos. No seguinte relatório, desenvolvido durante o ano de estágio pedagógico, faz-se um trabalho de investigação teórico-prático sobre o tema, tendo em conta uma intervenção pedagógica incidida em duas turmas, uma de Espanhol nível A1 e outra de Inglês nível B2. Como instrumentos de recolha de dados, recorri a uma grelha de observação de aulas focalizada...

O currículo funcional no desenvolvimento da autonomia e da comunicação oral e escrita

Cunha, Andreia Susana dos Anjos
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.33%
Os alunos com necessidades educativas especiais, mais concretamente os alunos que apresentam deficiência mental, com limitações acentuadas no comportamento adaptativo, necessitam um ensino mais individualizado, com uma vertente mais funcional. Os currículos funcionais, planeados de acordo com os contextos de vida atuais e futuros em que cada aluno se insere e se irá inserir, permitem desenvolver competências com significado e úteis para a formação pessoal, social e laboral, possibilitando uma vida adulta com mais qualidade e com mais autonomia. Este estudo incide no desenvolvimento de atividades funcionais para a promoção da autonomia e da comunicação oral e escrita em duas crianças, com 11 anos de idade, com défice cognitivo. Delinearam-se três objetivos para o estudo: i) caraterizar o nível de desenvolvimento e aprendizagem de duas alunas com défice cognitivo, nomeadamente no que respeita à autonomia e ao desenvolvimento da linguagem; ii) desenvolver conteúdos, estratégias e atividades funcionais que facilitem o progressivo aumento da participação das alunas em contextos reais de atividades de vida diária; iii) contribuir para o desenvolvimento de competências de autonomia e comunicação oral e escrita de duas alunas com défice cognitivo. Organizou-se um projeto de intervenção...

Inclusão: Desenvolvimento de um programa em comunicação-linguagem oral e escrita com uma criança com necessidades educativas especiais

Violante, Elsa Maria Gomes
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
46.3%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional; O objectivo definido neste trabalho de investigação consiste em avaliar em que medida a organização e aplicação, num contexto de inclusão e parceria, de um programa de intervenção ao nível da comunicação - linguagem oral e escrita contribui para que um aluno com necessidades educativas especiais (NEE) melhore o seu desempenho. Com a implementação deste Programa e considerando o objectivo definido, pretende-se verificar a evolução da qualidade das produções do aluno ao nível da produção da linguagem oral e do desenvolvimento da produção escrita. Na aplicação do Programa de Intervenção estes dois aspectos foram trabalhados em simultâneo. O estudo incide sobre uma criança com doze anos de idade, matriculada no 4o ano de escolaridade, a quem convencionamos chamar de "João". Este aluno tem necessidades educativas especiais: apresenta uma imaturidade global, mutismo selectivo, uma auto-imagem acentuadamente negativa e um descontrolo emocional latente, principalmente perante situações novas. Evidencia problemas ao nível da autonomia funcional, socialização e na aprendizagem das várias áreas curriculares, mais acentuados nos aspectos relacionados com a comunicação oral e escrita. A metodologia seguida no desenvolvimento deste estudo teve em consideração as características individuais apresentadas pelo participante...

Ensino a distância do Português Língua Estrangeira – a prática da comunicação oral

Medalha, Liliana Noronha
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.22%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ensino do Português como Língua Segunda e Estrangeira; O desenvolvimento e a difusão da tecnologia têm contribuído de forma decisiva para o progresso da nossa sociedade. No domínio da educação, a inovação tecnológica trouxe novas formas de pensar e de abordar o ensino e a aprendizagem, quer em sala de aula quer a distância. Com este trabalho de investigação, realizado no âmbito do Mestrado em Ensino do Português como Língua Segunda e Estrangeira, temos como objetivo geral conhecer as respostas que têm sido dadas aos novos desafios e exigências da sociedade no campo do ensino de línguas estrangeiras. Escolhemos uma componente do ensino de língua estrangeira, a comunicação oral, e a modalidade b-learning, no âmbito do ensino a distância. Como objetivo específico, pretendemos confirmar se a comunicação oral é uma competência da língua passível de ser ensinada e exercitada no b-learning. Atendendo às características da compreensão e da expressão orais e ao modo como essas competências devem ser ensinadas e praticadas, tencionamos propor atividades para a prática da comunicação oral no b-learning...

Aprendizagem de Português Língua Não Materna e Comunicação Oral – Estudo de Caso

Lopes, Cátia Sofia Cardoso
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.17%
O presente trabalho tem como principal objetivo refletir sobre um projeto de Comunicação Oral implementado numa turma de 10º ano de Português Língua Não Materna, de nível B1, na Escola Secundária com 3º ciclo de Pinhal Novo. Trata-se de um estudo de caso, na medida em que se pretende analisar a evolução na língua portuguesa de um aluno de origem Cabo Verdiana aquando da implementação do referido projeto. Este trabalho assenta principalmente na competência da Comunicação Oral e na forma como esta é abordada e trabalhada em contexto de sala de aula. Procuramos mostrar o quão importante é esta competência para a aprendizagem de uma nova língua, neste caso o Português, e para a integração do aluno na escola e na sociedade. São apresentadas também as estratégias utilizadas durante a implementação do referido projeto, assim como as reflexões inerentes ao mesmo. Constatámos que esta competência é fundamental para a integração dos alunos no meio escolar, melhorando as suas competências linguísticas e favorecendo a cooperação e a entreajuda entre os alunos como forma de desbloquear o discurso e favorecer a interação entre eles.

O género e a comunicação social : a opinião escrita e radiofónica

Loureiro, Marlene da Conceição Vasques
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.24%
Atualmente, a sociedade aclama a igualdade entre homem e mulher. No entanto, no que diz respeito ao uso da linguagem, essa igualdade não pode ser proclamada. Homem e Mulher falam de modo diferente e têm distintos registos conversacionais e, por isso, interpretam a mesma conversação de forma diversa. Esta divergência no uso da linguagem está estritamente relacionada com o género, o que, por sua vez, está associado a diferenças psicológicas, sociais e culturais. Assim, vários foram os investigadores que, a partir da década de 70 do século passado, se debruçaram sobre as diferenças comunicativas de género, nomeadamente Robin Lakoff (1975), Barrie Thorne e Nancy Henley (1975), Dale Spender (1980), Deborah Tannen (1990), Deborah Cameron (1996 e 2006), Clare Walsh (2001), Mary Talbot (2003), Jane Sunderland (2006) entre outros. Tendo como ponto de partida estes e outros estudos, o nosso trabalho de investigação procurou verificar essas diferenças comunicativas e como se refletem em textos de opinião nos media portugueses. Desta forma, analisamos textos de opinião, metade de autoria feminina e outros tantos de autoria masculina, publicados em jornais e revistas nacionais com data de 2009, 1999, 1989 e 1979. Esta análise...

O contributo da rotina Ler, contar e mostrar para o desenvolvimento de competências da leitura e de expressão oral

Varela, Sara Fernandes
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.16%
Relatório de estágio apresentado à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ensino do 1º e 2º ciclo do Ensino Básico; O relatório final apresentado pretende dar uma perspetiva geral da prática pedagógica no 1º ciclo do Ensino Básico enquadrada no âmbito da Unidade Curricular Prática de Ensino Supervisionada II. Atendendo à diagnose realizada numa fase inicial, foi possível concluir que os alunos não vivenciavam situações de comunicação oral formal, estando os momentos de expressão oral restringidos a pequenas conversas informais. Por outro lado, tendo em conta que se tratava de um primeiro ano de escolaridade, impunha-se a criação de um ambiente pedagógico rico em estímulos no âmbito da leitura e no desenvolvimento de competências de escrita, da matemática e do estudo do meio. Desta forma, os objetivos gerais traçados tinham como finalidade desenvolver estas competências. No que diz respeito ao tema para a investigação, optou-se por concretizar a rotina, Ler, Mostrar e Contar, de forma a que a mesma desse um contributo eficaz para o desenvolvimento das competências de Expressão Oral e de Leitura. Assim, o tema de investigação centra-se no Contributo da rotina Ler...

O género e a comunicação social : a opinião escrita e radiofónica

Loureiro, Marlene da Conceição Vasques
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.24%
Atualmente, a sociedade aclama a igualdade entre homem e mulher. No entanto, no que diz respeito ao uso da linguagem, essa igualdade não pode ser proclamada. Homem e Mulher falam de modo diferente e têm distintos registos conversacionais e, por isso, interpretam a mesma conversação de forma diversa. Esta divergência no uso da linguagem está estritamente relacionada com o género, o que, por sua vez, está associado a diferenças psicológicas, sociais e culturais. Assim, vários foram os investigadores que, a partir da década de 70 do século passado, se debruçaram sobre as diferenças comunicativas de género, nomeadamente Robin Lakoff (1975), Barrie Thorne e Nancy Henley (1975), Dale Spender (1980), Deborah Tannen (1990), Deborah Cameron (1996 e 2006), Clare Walsh (2001), Mary Talbot (2003), Jane Sunderland (2006) entre outros. Tendo como ponto de partida estes e outros estudos, o nosso trabalho de investigação procurou verificar essas diferenças comunicativas e como se refletem em textos de opinião nos media portugueses. Desta forma, analisamos textos de opinião, metade de autoria feminina e outros tantos de autoria masculina, publicados em jornais e revistas nacionais com data de 2009, 1999, 1989 e 1979. Esta análise...

Retórica visual : o Shopping Iguatemi - Maceió e sua comunicação persuasiva.

Spinassé, Marcos Antonio
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Dinâmicas do Espaço Habitado; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Dinâmicas do Espaço Habitado; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.22%
The present dissertation verifies the possibility of objects concrete I will be generating stimulus on the visual sense , the dot of I'll be functioning I eat inductors of behavior, without imposition authoritarian. She picks understand the rhetoric Visual for the purpose of use yours basis as the means of examination of elements what sensitize the sense from view, materialize in a space built of the Shopping Iguatemi (Mall) in Maceió - Alagoas. About to as many, breaking of the concept from rhetoric I eat the art of persuade at speech verifies - if the possibility of relating the theories the respect, what originally linked together on the communication oral / writing, with the language visual. Understanding the language like a system of sign what serve about to communication, can you - if observe what the language visual differ - if from oral / writing &, given this, has characteristics proper I eat the tendency the be synoptic & analogical and that is, generally, learned of she forms tacit. From this she forms, I eat the use from the grammatical rules & of another originating in from linguistic as the means of I study, they seemed no deliver account from Rhetoric Visual, she sought - if elucidate I eat the excitements sensorial visual could...

Uma investigação quantitativa sobre a relação entre a ansiedade do aluno na comunicação oral em inglês e o perfeccionismo do professor na sala de aula de língua estrangeira

Massa, Isabel Fátima Xavier
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.3%
Em nenhum campo do conhecimento, a afetividade está tão presente quanto na aprendizagem/aquisição de uma língua. Entre os vários fatores afetivos que influenciam esse processo, a ansiedade é o mais recorrente. A habilidade que mais causa ansiedade para os estudantes de uma língua estrangeira é a fala, devido à exposição que falar exige. São vários os fatores que corroboram para a ocorrência da ansiedade. Entre esses fatores destaca-se o perfeccionismo que geralmente é concomitante com a ansiedade. No contexto da sala de aula de língua estrangeira, a postura, as abordagens pedagógicas adotadas e a personalidade do professor têm a capacidade de aumentar ou diminuir o nível de ansiedade. Considerando esses fatores como determinantes para o aumento da ansiedade na sala de aula, este trabalho tem como hipótese a existência de uma relação entre a ansiedade na comunicação oral em inglês dos alunos e o perfeccionismo do professor na sala de aula. Os objetivos deste trabalho são investigar a relação entre a ansiedade global e situacional na comunicação oral dos alunos e o perfeccionismo global e dimensional dos professores e desenhar um perfil do professor perfeccionista. Metodologicamente, trata-se de uma pesquisa de campo de natureza quantitativa. Não se constatou...

O desenvolvimento da expressão oral no Jardim-de-Infância e no 1.º Ciclo do Ensino Básico

Simões, Mariana Ferreira
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 15/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.25%
Mestrado, Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico, 15 de Junho de 2015, Universidade dos Açores.; [...]. O trabalho realizado visou A. Potenciar a organização do espaço da sala de atividades e o uso de determinados recursos didáticos para desenvolver da comunicação oral; B. Explorar diferentes formas de organização do trabalho com vista ao desenvolvimento da comunicação oral; A. Analisar a importância da organização de oficinas de expressão oral para o desenvolvimento comunicacional; B. Discutir a relevância do trabalho com diferentes tipologias textuais para a compreensão das intencionalidades comunicativas. Para o efeito, promovemos a realização de atividades que desenvolvessem a comunicação oral das crianças, atividades que apresentamos e analisamos neste relatório considerando os objetivos enunciados. [...].; ABSTRACT: [...]. The work aimed A. Enhancing the organization's activities room space and the use of certain teaching resources to develop oral communication; B. Explore different forms of work organization for the development of oral communication; A. To analyze the importance of organizing workshops speaking for communication development; B. Discuss the importance of working with different text types for understanding the communicative intentions. [...].

DISTÚRBIOS DA COMUNICAÇÃO ORAL EM CRIANÇAS; ORAL COMMUNICATION DISTURBANCES IN CHILDREN

Vitto, Márcia Madeira Peres; Feres, Maria Cristina Lancia Cury
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2005 POR
Relevância na Pesquisa
56.12%
Os distúrbios da comunicação oral em crianças são muito comuns, podendo ser causados por diversos tipos de alterações, incluindo distúrbios auditivos, neurológicos e psiquiátricos. É de grande importância o diagnóstico precoce da origem do problema, para intervenção terapêutica apropriada, a fim de minimizar os déficits decorrentes desses distúrbios. Os autores apresentam uma revisão sobre o assunto.; Oral communication disturbances in children are very frequent, and can be caused by auditory, neurologic and psychiatric alterations, among others. It’s of a great importance to stablish an early diagnosis about the origin of this disturbance, in order to perform the apropriated therapeutic method and to minimize the consequent deficits. The authors present a revision about this theme.

O corpo entre o rádio e a comunicação oral: estudos contemporâneos; The body between radio and oral communication: contemporary studies

Garcia, Wilton
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.17%
Esta proposta de escrita instaura-se como ensaio de ideias, cujo escopo aborda o corpo diante da relação rádio e comunicação oral, em um viés interdisciplinar. Busca-se evitar posições isoladas, ao convocar categorias discursivas como imagem, tecnologia, corpo e subjetividade. Estrategicamente, trata-se de alargar os processos concepto-teórico-metodológicos, a fim de não acomodar os fatos em uma zona de conforto. Mais que isso, articular a produção de conhecimento acerca de múltiplos referenciais, no âmbito da linguagem: ou seja, a estratificação entre cultura e representação, instauradas pelos estudos contemporâneos ; This article is written as an inter-disciplinary essay to discuss the body in relation to radio and oral communication. Avoiding isolate positions, we invoke discursive categories such as image, technology, body and subjectivity. Strategically, we aim to stretch concepts, theories and methodological processes, in order not to accommodate facts in a comfort zone. More than this, we articulate knowledge production considering a diversity of references in language: the stratification between culture and representation, as set by contemporary studies.

The evaluation of nursing graduates' scientific reasoning and oral and written communication; Evaluación del razonamiento científico y comunicación oral y escrita en el licenciado en enfermería; Avaliação do raciocínio científico e comunicação oral e escrita no graduado em enfermagem

Demandes, Ingrid; Latrach, Cecilia A.; Febre, Naldy Pamela; Muñoz, Claudia; Torres, Pamela; Retamal, Jessica
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2012 SPA; ENG
Relevância na Pesquisa
56.25%
This descriptive, cross-sectional study was performed in Santiago de Chile, with the objective to evaluate the scientific reasoning and the oral and written communication of nursing graduates. The sample consisted of 37 nursing graduates who participated in the three stages of the study: I) creation and validation of the instrument; II) training the faculty participating in the study to apply the instrument uniformly; and III) application of the instrument and data analysis. The data show different percentages regarding this competency, with the predominance of scientific reasoning (83.16%), followed by oral and written communication (78.37%). In conclusion, this study demonstrates the value for nursing schools to implement a formal evaluation that allows for determining the profile of nursing graduates, guaranteeing the quality of their training and education.; Estudio descriptivo, transversal, realizado en Santiago de Chile. Tuvo como objetivo evaluar el razonamiento científico y comunicación oral y escrita en el licenciado en enfermería. Muestra constituida por 37 estudiantes licenciados en la carrera de enfermería. La investigación fue diseñada en tres etapas: I) creación y validación del instrumento; II) capacitación del equipo de docentes participantes para la aplicación uniforme del instrumento; III) aplicación del instrumento y análisis de datos. Los principales resultados muestran porcentajes diferentes de competencia obtenidos por los licenciados en enfermería...

Apresentação de trabalho em eventos científicos: comunicação oral e painéis; Presentations on scientific events: oral communication and poster sessions

Carmo, João dos Santos; do Prado, Paulo Sérgio Teixeira
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 13/10/2005 POR
Relevância na Pesquisa
56.15%
The present work exposes a proposal of systematization of two very common modalities in academic and scientific events: oral communication and poster sessions. First it will be discussed the meaning and scope of scientific communication, introducing it as one of the scientist activities. The spreading of the researcher studies can be organized both as written or spoken communication, and also mixing them. Next, some conceptual and technical considerations will be made on oral communication and poster, discussing the following aspects: definition, objectives, features, observations and suggestions about planning and execution. In each modality specific orientations are presented to everyone interested in improving their presentations. This article is especially directed to beginners in academic and scientific events. It has no pretension of being exhaustive concerning the technical aspects involved in the elaboration and scientific publicizing through the modalities emphasized here.Keywords: scientific communication; oral communication; poster session.; O presente artigo apresenta uma proposta de sistematização de duas modalidades de divulgação de pesquisa bastante comuns em eventos acadêmicos e científicos: a comunicação oral e o painel. Inicialmente discutir-se-á o significado e âmbito da comunicação científica...