Página 1 dos resultados de 1296 itens digitais encontrados em 0.044 segundos

Productive performance and composition of milk protein fraction in dairy cows supplemented with fat sources; Desempenho produtivo e composição da fração proteica do leite de vacas leiteiras sob suplementação com fontes de gordura

FREITAS JÚNIOR, José Esler de; RENNÓ, Francisco Palma; SANTOS, Marcos Veiga dos; GANDRA, Jefferson Rodrigues; MATURANA FILHO, Milton; VENTURELLI, Beatriz Conte
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
86.18%
The objective of this study was to evaluate the use of fat sources in rations for lactating cows on the productive performance and composition of milk protein fraction. Twelve Holstein cows were used, grouped in three balanced 4 × 4 Latin squares, fed with the following rations: control; refined soybean oil; whole raw soybean; and calcium salts of unsaturated fatty acid (Megalac-E). Dry matter and nutrient intake, and daily milk production were evaluated. The samples used to analyze milk composition were collected in two alternate days and were obtained from two daily milking. Milk composition and total nitrogen, non-protein nitrogen and non-casein nitrogen ratios were analyzed. The casein, serum protein and true protein ratios were obtained by difference. Dry matter and nutrient intakes were lower when cows received the diet containing calcium salts of fatty acids, in relation to the control diet. Among the diets with fat sources, the one with whole raw soybean and calcium salts decreased milk production. There was no effect of fat sources added to the diet on crude protein, non-protein nitrogen, non-casein nitrogen, true protein, casein, casein/milk true protein ratio and serum protein. Similarly, the experimental diets did not influence the protein fractions when expressed in percentage of milk crude protein. The utilization of fat sources in diets changes milk production and composition of lactating cows...

Efeito de níveis crescentes de uréia na dieta de vacas em lactação sobre produção, composição e qualidade do leite; Effects of dietary urea levels for dairy cows on milk yield, composition and quality

Aquino, Adriana Augusto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
86.19%
Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito de níveis crescentes de uréia na dieta de vacas em lactação sobre a produtividade, características físico-químicas e de composição do leite, bem como composição da proteína do leite. Foram utilizadas nove vacas Holandesas em lactação, em delineamento experimental tipo quadrado latino 3X3, com 3 tratamentos, 3 períodos e 3 quadrados. O experimento teve duração total de 63 dias divididos em 3 períodos de 21 dias. Os tratamentos foram: tratamento A (controle) com dieta formulada para suprir 100% das exigências do NRC (2001) em termos de PB, proteína degradável no rúmen (PDR), proteína não degradável no rúmen (PNDR), utilizando farelo de soja como principal fonte protéica e cana-de-açúcar como volumoso; tratamento B, dieta com a inclusão de 0,75% de uréia, em substituição parcial ao farelo de soja, e tratamento C, dieta com inclusão de 1,5% de uréia, em substituição parcial ao farelo de soja. Todas as dietas foram isoenergéticas (1,53 Mcal/kg de energia líquida de lactação) e isoprotéicas (16% de proteína bruta). Não foram observadas diferenças entre os tratamentos, quando os resultados foram analisados por regressão polinomial simples, quanto a: consumo de matéria seca...

Variantes genéticas de beta-lactoglobulina em vacas leiteiras e características físico-químicas e de composição do leite; Beta-lactoglobulina polymorphism in dairy cows and milk composition and physico-chemical characteristics

Botaro, Bruno Garcia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
96.19%
O presente estudo teve como objetivo avaliar a associação entre o polimorfismo da β-lactoglobulina e as características físico-químicas (pH, acidez e crioscopia), de composição (gordura, sólidos totais, uréia, proteína bruta, proteína verdadeira, nitrogênio não-protéico e caseína), e de estabilidade do leite. Para tanto, 11 rebanhos leiteiros foram selecionados, 5 da raça Holandesa e 6 da raça Girolanda, dos quais foram coletadas 4 amostras de leite de 164 vacas da raça Holandesa e 74 da raça Girolanda, sendo duas coletas realizadas na estação das secas e 2 na estação das chuvas. Cada amostra foi submetida à análise de composição e de características físico-químicas. Para a identificação do genótipo para β-lactoglobulina, foram coletadas amostras de sangue de cada vaca, as quais foram submetidas à reação de polimerase em cadeia (PCR), determinando-se as freqüências alélicas e genotípicas dos animais. A estabilidade do leite foi avaliada pelo teste de estabilidade ao etanol, nas seguintes concentrações alcoólicas: 70, 76, 80 e 84ºGL. As freqüências genotípicas foram 0,28, 0,30 e 0,41 para os genótipos AA, AB e BB, respectivamente. A freqüência do alelo B foi maior que do alelo A...

Influência da aplicação da somatotropina recombinante bovina (rBST) no lipidograma e composição do leite de bubalinos da raça Murrah em lactação; Influence of recombinant bovine somatotropin (rBST) in the lipid profile and milk composition of lactating Murrah water buffaloes

Feckinghaus, Marcelo Arne
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
96.07%
Com o objetivo de estudar os efeitos do uso da Somatotropina Recombinante Bovina (rBST) no lipidograma e constituição do leite de bubalinos foram utilizadas 28 búfalas divididas em dois grupos: Grupo 1 constituído de 14 búfalas nas quais foi realizada uma aplicação de 500 mg de rBST e Grupo 2 - constituído de 14 búfalas que não receberam qualquer tratamento hormonal (grupo controle). Durante o experimento, os animais tiveram amostras de plasma e soro sanguíneo, bem como de leite colhidas periodicamente nos seguintes momentos: dia da aplicação da rBST, 1º, 3º, 5º, 7º, 10º e 14º dia após a aplicação da rBST. A fim de minimizar possíveis influências da fase da lactação, todas as búfalas utilizadas no experimento estarvam entre 100 e 200 dias de lactação e com produção de leite variando entre 5 e 10 litros por dia. O lipidograma foi avaliado por meio da determinação dos teores séricos de colesterol, triglicérides, ácidos graxos não esterificados e β-HBO e teores plasmáticos de glicose, enquanto a constituição do leite de búfalas foi avaliada por meio de determinação dos teores lácteos de gordura, proteína, lactose, sólidos totais e do número de células somáticas. Durante a avaliação dos resultados obtidos podemos notar que a aplicação da somatotropina recombinante bovina não influenciou os teores séricos de NEFA...

Avaliação da contagem de células somáticas do leite como indicador da ocorrência de mastite em vacas Gir; Evaluation of milk somatic cell count as an indicator of mastitis occurrence in Gyr cows

Reis, Carolina Barbosa Malek dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
86.19%
Os objetivos deste trabalho foram determinar a sensibilidade e especificidade do limiar de contagem de células somáticas (CCS) de vacas Gir para o diagnóstico de mastite subclínica causada por patógenos primários e secundários e avaliar os efeitos de rebanho, vaca, mês de coleta, quarto mamário, presença de infecção intramamária, tipo de microrganismo e suas interações sobre o logCCS e composição do leite. Avaliou-se a hipótese que o limiar da CCS para detecção de mastite subclínica é igual entre vacas Gir e Holandesas. Foram utilizadas 221 vacas Gir em lactação, provenientes de três fazendas comerciais. Foram coletadas amostras de leite individuais por quarto mamário e compostas uma vez por mês, durante um ano. Foram realizadas análises de CCS, composição do leite e cultura microbiológica. O quarto mamário e a vaca foram considerados unidades experimentais. Para determinar a sensibilidade, especificidade e odds ratio (OR) dos limiares da CCS para identificação de quartos infectados, foram utilizados quatro valores de CCS: 100, 200, 300 e 400 (x 103 células/mL), assim como a correlação entre a CCS e composição do leite. Não houve efeito do rebanho sobre o logCCS para amostras individuais de quartos mamários e compostas...

Fontes nitrogenadas e teor de proteína bruta em dietas com cana-de-açúcar para vacas lactantes: consumo, digestibilidade, fermentação ruminal, balanço de energia, produção e composição do leite; Nitrogen sources and level of crude protein in diets with sugar cane for lactating cows: intake, digestibility, rumen fermentation, energy balance, milk production and composition

Jesus, Elmeson Ferreira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
96.06%
O objetivo foi avaliar o efeito de teores de proteína bruta (PB) (14,5 vs 16%) e da fonte nitrogenada na dieta de vacas leiteiras em lactação sobre o consumo e digestibilidade da matéria seca (MS) e nutrientes, fermentação ruminal, produção e composição do leite e balanço de energia, utilizando cana-de-açúcar como volumoso. Foram utilizadas 12 vacas Holandesas com média de 235 dias em lactação, agrupadas em três quadrados latinos 4x4 contemporâneos, com período experimental de 21 dias, sendo 14 para adaptação às dietas e os 7 últimos para coletas. As vacas foram alimentadas "ad libitum' com rações isoenergéticas, com duas fontes nitrogenadas principais (farelo de soja e uréia) e dois teores de PB (14,5 e 16,0 %) na dieta: A) 16% PB e farelo de soja (FS) como fonte nitrogenada, com 65% de PDR; B) 14,5% PB e uréia (U) como fonte nitrogenada, com 70% de PDR; C) 16% PB U e 70% de PDR; D) 14,5% PB FS e 65% de PDR na MS. As amostras de leite para análise da composição foram coletadas do 14º ao 17º dia de cada período. As amostras de líquido ruminal foram coletadas com a utilização de sonda esofágica, três horas após a alimentação matinal. A digestibilidade foi determinada por meio de indicador interno FDAi. Não houve efeito das dietas sobre o consumo de MS (Kg/dia)...

Produção e composição do leite de vacas com mastite subclínica causada por Staphylococcus coagulase negativa; Milk yield and composition of cows with subclinical mastitis caused by coagulase negative staphylococci

Tomazi, Tiago
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
96.19%
Staphylococcus coagulase negativa formam o grupo de agentes mais isolados de vacas com mastite em diversos países. No entanto, a grande variedade de espécies e a ausência de métodos de identificação simples e rápidos são fatores que limitam a avaliação do efeito da mastite causada por SCN sobre a produção e composição do leite. Portanto, os objetivos gerais deste estudo foram: 1) avaliar o efeito da infecção intramamária (IIM) subclínica causada por SCN sobre a composição e a produção de leite de quartos mamários; 2) determinar o efeito da IIM causada por SCN sobre a composição do leite e contagem de células somáticas (CCS); 3) avaliar a técnica de espectrometria de massas por ionização e dessorção a laser assistida por matriz tempo de voo (MALDI-TOF MS) para a identificação das espécies de SCN isoladas de vacas com mastite; 4) avaliar a frequência de espécies de SCN isoladas de vacas com mastite subclínica. Amostras compostas de leite foram coletadas de 1.242 vacas pertencentes a 21 rebanhos leiteiros. As coletas foram realizadas em duas etapas: na primeira, realizou-se coleta asséptica de amostras compostas para identificação dos agentes causadores de mastite; e na segunda, para as vacas com isolamento de SCN...

Farelo de algodão e grão de soja integral em dietas com de cana-de-açúcar para vacas leiteiras: consumo, digestibilidade, produção e composição do leite; Cottonseed meal and whole soybean seed in diets with sugar cane for dairy cows: intake, digestibility, milk yield and composition

Migliano, Marina Elena Diniz Amaral
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
96.12%
O objetivo do estudo foi avaliar o efeito de dois teores de proteína bruta (PB) e duas fontes nitrogenadas principais na dieta de vacas leiteiras, utilizando cana-de-açúcar como volumoso, sobre o consumo, a digestibilidade aparente, produção e a composição do leite. Foram utilizadas 12 vacas Holandesas em estágio intermediário de lactação, agrupadas em três quadrados latinos 4x4 contemporâneos, com período experimental de 21 dias, sendo 14 para adaptação às dietas e os sete últimos para coletas. As vacas foram alojadas em baias individuais e alimentadas "ad libitum" com 4 dietas com duas fontes nitrogenadas principais (farelo de algodão 38 e grão de soja cru integral) e dois teores de PB (130g e 148g/Kg de MS) na dieta. As amostras de leite para análise da composição foram coletadas do 14º ao 17º dia de cada período. A digestibilidade foi determinada por meio de indicador interno FDAi. O consumo de FDN e EE foi maior para vacas alimentadas com grão de soja que para as vacas alimentadas com farelo e algodão. O consumo de extrato etéreo (EE) foi maior para vacas alimentadas com dietas com 148g PB/Kg de MS. Por outro lado, vacas alimentadas com dietas contendo farelo de algodão, apresentaram maior consumo de matéria orgânica do que para vacas alimentadas com grão de soja. Houve interação entre fonte nitrogenada e teor de PB da dieta sobre CMS...

Indicadores do controle endócrino em vacas leiteiras de alta produção e sua relação com a composição do leite; Indicators of endocrine control in high-yielding dairy cows and their relation with milk composition

Campos, Rómulo; Diaz Gonzalez, Felix Hilario; Coldebella, Arlei; Lacerda, Luciana de Almeida
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106.12%
A produção de leite é um desafio para o metabolismo energético. O controle endócrino regula a síntese e a secreção do leite, e a homeostasia da vaca leiteira. Os principais hormônios da lactação são cortisol, insulina, triiodotironina (T3), tiroxina (T4) e leptina. A mobilização de reservas lipídicas e gliconeogênicas garantem a síntese do leite. O objetivo do presente trabalho foi monitorar o controle endócrino pós-parto em vacas leiteiras de alta produção e avaliar a sua relação com a composição do leite. O estudo foi realizado em 110 vacas multíparas da raça Holandesa. O cálculo da dieta foi feito mediante software comercial, para conhecer o balanço energético em cada rebanho. O período pós-parto avaliado correspondeu às semanas: 2, 5, 8, 11. Em cada período foram coletadas amostras de sangue e de leite de sete animais em cinco rebanhos diferentes. Os hormônios foram dosados mediante radioimunoanálise de fase sólida. A composição do leite foi determinada mediante espectrofotometria de infra-vermelho próximo (NIRS). As análises estatísticas incluíram provas de correlação, análises de variância e comparação de médias. Não foi encontrada correlação entre os hormônios e os sólidos totais do leite.; Milk production is a challenge for energy metabolism. Endocrine control regulates milk synthesis and secretion...

Indicadores do ambiente ruminal e suas relações com a composição do leite e células somáticas em diferentes períodos da primeira fase da lactação em vacas de alta produção; Indicators of rumen environment and their relation with milk composition and somatic cells in the first phase of lactation in high-yielding dairy cows

Campos, Rómulo; Diaz Gonzalez, Felix Hilario; Coldebella, A.; Cardoso, Felipe Cardoso de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.06%
No atual sistema internacional de pagamento do leite por qualidade, têm-se valorizado dois aspectos fundamentais: a contagem de células somáticas (CCS) e o conteúdo de sólidos totais. O primeiro fator depende da saúde da glândula mamária e o segundo, de maior importância econômica para os laticínios, está relacionado com o manejo alimentar e a raça dos animais. O ambiente ruminal pode modificar a composição do leite, em especial o teor de gordura. A fonte principal de proteína nos ruminantes depende da síntese de proteína no rúmen. Os atuais sistemas de alimentação, usados em vacas de alta produção, predispõem os animais à apresentação de síndromes metabólicas o que direta ou indiretamente afeta a produção de leite. Objetivou-se, com o presente trabalho, relacionar indicadores do ambiente ruminal (tempo de redução com azul de metileno e pH) e o pH da urina com a composição do leite (sólidos totais) e a CCS. Não foi encontrada associação estatística entre os parâmetros avaliados. Os valores médios dos sólidos não-gordurosos analisados no estudo foram inferiores ao limite estabelecido pela norma oficial do Brasil.; In the current international milk payment system, where the quality is the main factor; two fundamental aspects have acquired great importance: the somatic cells count and the amount of total solids. The first one depends on the health of the mammary gland and the second factor...

Fatores que afetam a estabilidade do leite bovino; Factors affecting the stability of bovine milk

Machado, Sandro Charopen
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.18%
Entre os anos de 2007 e 2009, no nordeste do Rio Grande do Sul, foi conduzido um estudo para avaliar a ocorrência de leite instável não ácido, fatores que afetam a estabilidade do leite bovino e a relação entre o teste do álcool e o teste de tempo de coagulação do leite. Fez-se um questionário para a tipificação das propriedades, um levantamento mensal do leite de 50 propriedades, e se analisou a acidez, coagulação na fervura e no álcool e tempo de coagulação no tanque, além da composição química, células somáticas e contagem bacteriana. Posteriormente, foi realizado um experimento avaliando dietas com três proporções de concentrado (35, 45 e 55%), por 56 dias, avaliando o número de dias em lactação, produção leiteira, peso, condição corporal, características físico-química do leite, pH ruminal e da urina e composição química do sangue. Complementarmente foram realizados quatro protocolos experimentais para avaliar o efeito da temperatura sobre o teste do álcool, o efeito do citrato sobre a estabilidade do leite, o efeito do uso de capilares de diferentes tamanhos sobre o resultado de tempo de coagulação e o uso de diferentes metodologias analíticas para determinação de lactose no leite. A análise estatística dos dados foi efetuada com o programa SAS (2001)...

Comparação entre os métodos de referência e a análise eletrônica na determinação da composição do leite bovino

Silveira,T.M.L.; Fonseca,L.M.; Cançado,S.V.; Ferraz,V.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
96.04%
Avaliou-se a metodologia de determinação da composição do leite por meio de analisador de infravermelho, utilizando-se 48 amostras individuais de leite de vacas da raça Holandesa e cinco amostras de leite de conjunto. A média dos resultados para gordura, proteína, lactose e sólidos totais das amostras individuais foram, respectivamente, 3,8%, 3,3%, 4,6% e 12,4%, usando-se metodologia de referência e 3,8%, 3,3%, 4,5% e 12,4%, usando-se equipamento eletrônico. Para amostras de tanque, as médias foram 3,9% e 4,0% para gordura, 3,2% e 3,2% para proteína, 4,7% e 4,6% para lactose e 12,6% e 12,6% para sólidos totais, respectivamente, para análises feitas por métodos de referência e por analisador de infravermelho. Não houve diferença (P>0,05) entre os valores das duas análises. Foi avaliada a qualidade das amostras-padrão canadense e americano, determinando-se os teores de gordura, proteína, lactose e sólidos totais por métodos de referência. Os resultados foram comparados com os valores declarados no laudo de análise das amostras, emitidos pelo laboratório fornecedor.

Efeito da condição corporal ao parto sobre a produção e composição do leite, a curva de lactação e a mobilização de reservas corporais em vacas da raça Holandesa

Rennó,F.P.; Pereira,J.C.; Santos,A.D.F.; Alves,N.G.; Torres,C.A.A.; Rennó,L.N.; Balbinot,P.Z.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
96.13%
Avaliaram-se os efeitos do escore da condição corporal ao parto sobre a produção e composição do leite, a curva de lactação e o padrão de mobilização de reservas corporais em vacas da raça Holandesa. Foram utilizadas 51 vacas, sendo 13 primíparas e 38 multíparas, distribuídas em delineamento inteiramente ao acaso, segundo a ordem de partos - primíparas e multíparas - e a classe de escore da condição corporal ao parto (ECCP) - classe 1 ECCP igual ou superior a 3,25, e classe 2 ECCP igual ou inferior a 3,0. Para avaliar o padrão de mobilização de reservas corporais, foram formados grupos de vacas em função do ECCP e do nível de produção de leite. Nas primíparas, não foram observados efeitos da ECCP sobre a produção e a composição do leite e sobre a curva da lactação, exceto para porcentagem de gordura. Nas multíparas, as vacas da classe 1 produziram mais leite e mais componentes do leite, e a curva da lactação mostrou pico de produção mais alto. As vacas de maior ECCP e maior produção de leite apresentaram padrão de mobilização de reservas corporais mais acentuado no início da lactação e maior peso corporal no pré-parto e ao parto. O peso corporal e a mudança de peso corporal ao parto e no início da lactação não foram influenciados pelo escore de condição corporal ao parto e pela produção de leite.

Composição do leite de tanques de rebanhos brasileiros distribuídos segundo sua contagem de células somáticas

Machado,Paulo Fernando; Pereira,Alfredo Ribeiro; Sarríes,Gabriel Adrian
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
96.07%
Foi realizado um levantamento dos dados de contagem de células somáticas (CCS), porcentagens de gordura, proteína, lactose e sólidos totais de amostras de leite de tanques recebidas no período de dezembro de 1996 a julho de 1998, com o objetivo de se caracterizar a composição do leite segundo sua contagem de células somáticas. Os 4785 dados de análise foram classificados segundo sua CCS, sendo formados quatro grupos (grupo 1, CCS < 500 mil cél./mL; grupo 2, 500 < CCS < 1000 mil cél./mL; grupo 3, 1000 < CCS < 1500 mil cél./mL; grupo 4, CCS > 1.500 mil cél./mL). Aos grupos foram aplicadass técnicas de estatística descritiva, análise de variância e comparações múltiplas de médias. O aumento da ordem das classes acarretou acréscimo da porcentagem de gordura e dos desvios-padrão e redução nas porcentagens de proteína e lactose. A concentração de sólidos totais, apesar de não-significativa, apresentou tendência de redução. Concluiu-se que leite de tanques com CCS mais altas apresentaram maior porcentagem de gordura, menor porcentagem de proteína e lactose e igual porcentagem de sólido totais. As mudanças significativas nas concentrações do componentes do leite ocorrem a partir de 1.000.000 cél./mL para gordura e 500 mil cél./mL para proteína e lactose. Grupos de tanques com maiores CCS apresentaram maior variabilidade nas concentrações dos constituintes do leite.

Fatores ambientais que afetam a produção e a composição do leite em rebanhos assistidos por cooperativas no Rio Grande do Sul

Noro,Giovani; González,Félix Hilario Diaz; Campos,Rómulo; Dürr,João Walter
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
96.12%
Neste estudo, avaliaram-se os efeitos de alguns fatores ambientais sobre a produção, a composição química e a contagem de células somáticas do leite em rebanhos vinculados às cooperativas no Rio Grande do Sul. Foram utilizados dados de um programa de controle leiteiro durante cinco anos, totalizando 165.311 observações, para analisar os seguintes efeitos ambientais: ano e mês do controle leiteiro, idade ao parto, tempo em controle leiteiro e estádio da lactação. A produção média de leite foi de 19,36 L/vaca/dia. Foi encontrada maior produção de leite em vacas de 5 a 6 anos de idade ao parto, nos primeiros 60 dias de lactação, nos meses de inverno e em rebanhos com mais tempo em controle leiteiro. Maior número de células somáticas foi relacionado à redução na produção de leite. Houve menor teor de gordura e de proteína no leite nos primeiros 60 dias de lactação e aumento desses componentes com o aumento no número de células somáticas. A concentração de lactose no leite diminuiu significativamente à medida que aumentaram as células somáticas e a idade ao parto. A contagem de células somáticas aumentou com a idade da vaca e à medida que avançou a lactação. Nos meses de inverno, verificaram-se valores mais elevados de proteína...

Características químicas e sensoriais do leite de cabras Moxotó alimentadas com silagem de maniçoba

Costa,Roberto Germano; Mesquita,Ítala Viviane Ubaldo; Queiroga,Rita de Cássia Ramos do Egypto; Medeiros,Ariosvaldo Nunes de; Carvalho,Francisco Fernando Ramos de; Beltrão Filho,Edvaldo Mesquita
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
96.11%
Avaliaram-se os efeitos da utilização de silagem de maniçoba (Manihot glaziovii Muell. Arg.) nas relações volumoso:concentrado 30:70; 40:60; 50:50 e 60:40% sobre a composição do leite, o perfil de ácidos graxos e as características sensoriais do leite de cabras Moxotó. Utilizaram-se oito cabras multíparas com aproximadamente 60 dias pós-parto, pesando em média 44 kg, em um delineamento quadrado latino duplo 4 × 4, com quatro tratamentos, quatro períodos e quatro animais. Cada período teve duração de 15 dias: dez de adaptação dos animais às dietas e cinco de coleta do leite. Não foi observado efeito das dietas na composição química do leite, que apresentou valores médios de proteína (3,79%), gordura (3,97 %), lactose (4,66 %), extrato seco total (13,12%), densidade (1,033) e acidez (19ºD). O fornecimento de silagem de maniçoba influenciou de forma linear crescente as concentrações de ácido mirístico (C14:0), que apresentaram valores de 6,15 a 7,85%, e de forma decrescente os teores de ácido linolênico (C18:3), cujos valores médios foram de 2,13 a 0,76% conforme aumentaram os níveis de silagem na dieta. Os resultados da ADQ (análise descritiva quantitativa) indicam que a utilização de silagem de maniçoba em dieta para cabras não confere mudanças sensoriais perceptíveis no leite. A inclusão de silagem de maniçoba na alimentação de cabras leiteiras em níveis de até 60% da dieta não altera a composição e as características sensoriais do leite.

Produção e composição química do leite de cabras mestiças Moxotó suplementadas com óleo de licuri ou mamona.

MAIA, M. de O.; QUEIROGA, R. de C. R. do E.; MEDEIROS, A. N. de; COSTA, R. G.; GUIMARÃES, R. A.; BOMFIM, M. A. D.; BRITO, A. C. de; LIMA, R. C. P. de.
Fonte: In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE CAPRINOS E OVINOS DE CORTE, 3; FEIRA NACIONAL DO AGRONEGÓCIO DA CAPRINO-OVINOCULTURA DE CORTE, 2007, João Pessoa. Anais... João Pessoa: EMEPA-PB, 2007. 3 f. 1 CD-ROM. Publicador: In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE CAPRINOS E OVINOS DE CORTE, 3; FEIRA NACIONAL DO AGRONEGÓCIO DA CAPRINO-OVINOCULTURA DE CORTE, 2007, João Pessoa. Anais... João Pessoa: EMEPA-PB, 2007. 3 f. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.06%
Avaliou-se o efeito da inclusão de fontes de óleos de Licuri e Mamona nas dietas sobre a produção e composição do leite de cabras mestiças Moxotó. Os tratamentos consistiam em um grupo controle sem óleo (SO), 3% de óleode Licuri (L-3), 5% de óleo de Licuri (L-5), 3% de óleo de Mamona (M-3) e 5% de óleo de Mamona (M-5), com base na matéria seca (MS). Foram utilizadas 10 cabras em lactação, confinadas, distribuídas em um quadrado latino duplo (5 x 5). O período experimental teve duração de 75 dias, sendo dividido em 5 períodos de 15 dias, sendo os 12 primeiros dias para adaptação dos animais as dietas e os três últimos dias para coleta do leite. Houve redução na produção de leite dos animais suplementados com lipídeos nas dietas, observando-se menor produção para os animais suplementados com óleo de Licuri no nível de 5% da MS. Porém, quando esse leite foi corrigido para 4% de gordura, a produção não apresentou diferença (P>0,05). A suplementação com óleo de mamona diminuiu (P<0,05) a quantidade de gordura e de sólidos totais, no entanto, aumentou o teor de lactose. Com relação ao teor de proteína, não houve diferença (P>0,05) entre os tratamentos. PRODUCTION AND CHEMICAL COMPOSITION OF THE MILK OF CROSSBRED MOXOTÓ GOATS SUPLEMENTED WITH LICURI OR CASTOR OIL. ABSTRACT - It was evaluate the effect of sources of Licuri and Castor oils in the production and composition of the Moxotó goat?s milk was tested in two levels in the diet. The treatments consisted of a non-supplemented group (control)...

Avaliação da contagem de células somáticas e correlação com a composição do leite de bovinos.

MARTINS, W. M. de O.; CARNEIRO JUNIOR, J. M.; CAVALCANTE, F. A.; NASCIMENTO, H. B. do; WOLTER, P. F.; COSTA, I. L.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 46., 2009, Maringá. Anais... Maringá: SBZ, 2009. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 46., 2009, Maringá. Anais... Maringá: SBZ, 2009.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.06%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o nível de células somáticas (CCS) e estimar as correlações entre CCS e composição do leite (gordura, proteína e lactose) em rebanhos leiteiros no estado do Acre. Fortam coletadas 150 amostras de leite nas três principais plataformas de recepção de leite do Estado no período de novembro a dezembro de 2008. As amostras foram enviadas ao laboratório da Embrapa Gado de Leite para a realização da contagem de células somáticas e análises de proteína, gordura, lactose e sólidos totais. Foram efetuadas correlações entre CCS, proteína, gordura, lactose, que foram analisadas pelo SAS (2000). A contagem de células somáticas média foi de 76.620 células/mL de leite. Não foi encontrado correlação entre CCS e gordura. Para CCS e proteína a correlação foi positiva e significativa (r = 0,29) e para CCS e lactose a correlação foi negativa e significativa (r = -0,16).; 2009

Qualidade do leite bovino nas diferentes estações do ano no estado do Rio Grande do Norte

Andrade, Kivya Dias de; UFRN; Rangel, Adriano Henrique do Nascimento; UFRN; Araújo, Viviane Maia de; UFRPE; Medeiros, Henrique Rocha de; UFRN; Bezerra, Karla Cavalcanti; UFRN; Bezerril, Rayssa Freire; UFRN; Lima Júnior, Dorgival Morais de; UFAL/Campus A
Fonte: Universidade Federal Fluminense Publicador: Universidade Federal Fluminense
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; Artigo original; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 30/10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
96.12%
Objetivou-se com este trabalho avaliar indicadores da qualidade do leite cru de tanques de expansão em dois períodos do ano (seco e chuvoso) na região agreste do estado do Rio Grande do Norte. Para isso, foram coletadas amostras de leite cru diretamente do tanque de expansão de oito propriedades no período de janeiro de 2010 a março de 2012. Os índices mensais médios de precipitação foram coletados do banco de dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte. As amostras foram analisadas quanto à composição, contagem de células somáticas (CCS) e contagem bacteriana total (CBT). A composição do leite não foi influenciada pela estação do ano (P>0,05) e apresentou médias de 3,53% para gordura, 3,30% para proteína e 12,19% para estrato seco total. Apesar do aumento na precipitação (P<0,05), não houve influencia da estação do ano (P>0,05) sobre os valores de CCS e CBT do leite nos tanques de expansão. A contagem bacteriana total variou de 795 a 505 mil UFC/mL de leite para o período seco e chuvoso, respectivamente. A estação do ano não influenciou na composição, CCS e CBT do leite bovino armazenado em tanques de expansão no agreste do Rio Grande do Norte.

Desempenho produtivo e composição do leite de vacas da raça holandesa no final da lactação, manejadas em pastagem e suplementadas com diferentes níveis de concentrado

Mota, Marcelo Falci; Professores do Curso de Medicina Veterinária – UNIPAR. Umuarama-PR.; Vilela, Duarte; Pesquisador. EMBRAPA – Gado de Leite.; Santos, Geraldo Tadeu dos; Professor. Pesquisador CNPq. Departamento de Zootecnia – UEM. Maringá-PR.;
Fonte: Universidade Federal Fluminense Publicador: Universidade Federal Fluminense
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; PA; Artigo Original; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
106.1%
Foram utilizadas 36 vacas da raça Holandesa na fase final de lactação em um delineamento com parcelas sub-subdivididas,em pastejo de Coastcross, com o objetivo de se avaliar diferentes quantidades de suplementação: três e seis quilos deconcentrado, sobre o desempenho animal (produção e composição do leite, peso e condição corporal). O Coastcross manejadoem pastejo intermitente no período de verão, com lotação de cinco unidades animal por hectare apresentou em média 11,7%de PB; 70,2% de FDN; 35,2% de FDA e 63,7% de digestibilidade in vitro da matéria seca. A maior ingestão de concentrado pelasvacas que receberam seis quilos de concentrado não afetou (P>0,05) a produção de leite, os teores de proteína, gordura,lactose e sólidos totais do leite produzido. No entanto, o escore da condição corporal (ECC) e a contagem de células somáticas(CCS) aumentaram com a maior suplementação de concentrado. Concluiu-se então que a suplementação de vacas holandesasno terço final de lactação mantidas em pastejo de Coastcross sp, com três e seis quilos de concentrado, não influenciou o pesocorporal, a produção e a composição do leite (gordura, proteína, lactose e sólidos totais). No entanto, a maior suplementaçãoinfluenciou o ECC e a CCS.