Página 1 dos resultados de 1532 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Construindo perfis comportamentais em ambiente organizacional : os estilos de mobilização dos gestores brasileiros. ; Building behavioral profiles into organizational environment : the mobilization styles of brasilian´s managers.

Ricco, Maria Filomena Fontes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2004 PT
Relevância na Pesquisa
56.47%
Seguindo uma linha natural de pesquisa iniciada com a construção do Diagnóstico M.A.R.E. de Orientações Motivacionais, este estudo avança no que concerne ao mapeamento das variáveis e suas relações, e constrói perfis comportamentais que representam o modo de agir dos gestores brasileiros em busca de resultados. Em uma abordagem empírico-analítica, que faz uso de análise multivariada de dados, orienta-se ideograficamente para propósito diagnóstico, e trabalha com uma amostra de 4981 casos. Fundamenta-se nas contribuições de Fromm, Coda e Hitt, e foca a relação entre orientação motivacional e competências de liderança no ambiente organizacional, pois se acredita que esclarecimentos nesse sentido possibilitarão maior efetividade do ponto de vista da aplicabilidade organizacional, por meio de otimização de esforços para a produção de resultados; principal busca das organizações e de seus integrantes no momento evolutivo atual. Os resultados indicam que os gestores brasileiros apresentam sete padrões de comportamento em ambiente organizacional, identificados como os Estilos de Mobilização: Especialista, Colaborador, Conquistador, Mantenedor, Competidor, Negociador e Realizador. Os procedimentos propostos para a classificação dos respondentes em tais perfis apresentam um índice de acerto próximo de 97%. A elaboração desses perfis comportamentais contribui com maior conhecimento sobre os métodos...

Comprometimento organizacional : anatomia e fisiologia das dimensões psicológicas dos contratos organizacionais

Sousa, Doreslene Fernandes de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
56.49%
A partir de um estudo exploratório sobre o comprometimento organizacional, o trabalho destaca os desafios colocados para as intervenções de mudança na realidade não só organizacional como pessoal. Enquanto estratégia de estudo do comportamento humano no trabalho, tem-se, no conceito de comprometimento, um elo para se estudar tambem o comportamento das organizações. Destarte, é apresentado o contrato psicológico - o elemento mediador da relação indivíduo-organização, com base nos fatores organizacionais e pessoais que determinam o comportamento organizacional. Sua análise é baseada em pesquisa bibliográfica, bem como complementada com pesquisa de campo. A proposição de contrato psicológico como condicionante permite situar o processo de construção de comprometimento organizacional tendo em vista que ele predispõe, de alguma forma, o indivíduo para se comportar segundo padrõesinternalizados, conforme seu cálculo de motivação e seu processo de tomada de decisões no que se refere à mudança e ao desenvolvimento organizacional. O trabalho conclui que comprometimento organizacional apresenta uma anatomia e em uma fisiologia que fazem emergir contratos psicológicos sadios ou patológicos.

Uma percepção do comportamento organizacional da agência Pelotas - Banco do Brasil S/A

Jacques, Ionéia Aparecida Lena
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.48%
A sociedade de um modo geral, e em especial as organizações voltadas para o lucro, estão inseridas em um ambiente altamente competitivo, com aceleradas mudanças econômicas, políticas e sociais, que causam distanciamento das pessoas. Estudar o comportamento organizacional em uma instituição como o Banco do Brasil tem sua importância destacada por trata-se de uma instituição bicentenária fortemente presente na vida de todos os brasileiros. O presente estudo enfoca os fatores motivacionais presentes no comportamento organizacional em uma agência do Banco do Brasil, sendo realizada a pesquisa na agência Pelotas. O trabalho iniciou-se com um levantamento do referencial teórico sobre motivação, fundamentos e variáveis que atuam na formação do comportamento organizacional, sob o ponto de vista de vários autores. A pesquisa por meio de entrevista com os funcionários da agência Pelotas possibilitou levantar percepções dos indivíduos sobre fatores que os motivam e seu envolvimento com a equipe da agência. O método de pesquisa utilizado foi o estudo de caso, especificamente uma agência do Banco do Brasil, a forma de coleta de dados foi a entrevista estruturada com os membros da equipe, abordando dois grupos de respondentes. Respondentes do grupo 1 pertencem ao nível gerencial/negocial...

Uma modelagem organizacional baseada em elementos de natureza comportamental

Lima, Edson Pinheiro de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xii, 297 f.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.44%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico.Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção; Representar, explicar e modelar a ação organizacional tem sido tema de muitos estudos e pesquisas e este trabalho se une a este esforço, como uma contribuição dentro da Teoria de Gestão de Operações. A abordagem deste estudo é de natureza qualitativa, apoiada em estudos de casos, e se fundamenta em disciplinas como a Sócio-técnica, Estruturas Organizacionais, Comportamento Organizacional e Gestão do Conhecimento, para explicar a ação ou comportamento organizacional. Pretende-se desenvolver referências, através de mapas conceituais e modelos, para se descrever e explicar a ação ou comportamento organizacional, que são representados pelos processos e atividades. Inicialmente, é construída uma base conceitual, em que se destacam aspectos relativos à forma da pesquisa, dentro de um enfoque estruturalista, e de aspectos relacionados ao conteúdo, identificados com a Teoria de Gestão do Conhecimento. Também se definem alguns elementos em termos de metodologia, para que se possa elaborar uma estratégia e diretrizes de pesquisa. De posse destes conceitos e definições, pode-se, então...

Comportamento organizacional em ambiente de mundanças

Kolczycki, Magali de Macedo
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 99 f.| tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Administração.; Este trabalho foi elaborado para caracterizar o comportamento organizacional diante das mudanças ocorridas no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba - IPPUC. O estudo decorre do destaque internacional do Instituto, que apesar dos percalços da atividade pública, continua a sua trajetória rumo a excelência do planejamento urbano. A análise objetivou: identificar as alterações organizacionais ocorridas no IPPUC entre 2000 e 2002; identificar a fundamentação teórica que melhor explica a construção organizacional do IPPUC; e finalmente, identificar os principais traços do comportamento organizacional em um ambiente de mudanças. Em última instância, identificar as características que distinguem o Instituto quanto à capacidade de elaboração de propostas inovadoras e também pelas características empíricas que possibilitam associá-lo aos Sistemas Organizacionais de Alto Desempenho - STAD. A pesquisa de cunho qualitativo foi aplicada a uma amostra proposital, composta por integrantes chaves. A análise dos dados ocorreu de forma matricial, a partir de uma abordagem multidimensional...

Inovação organizacional

Villela, Cristiane da Silva Santos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 267 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
56.48%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Florianópolis, 2013.; O presente trabalho possui caráter teórico-metodológico e se utiliza da lógica abdutiva para propor um método de inovação sistemática a partir da inovação organizacional. O método proposto ajuda organizações na condução do seu processo de inovação, possibilitando planejar a alteração do seu comportamento organizacional visando à adaptação e à sobrevivência pela introdução do ?novo? em sua estrutura e viabilizando a apresentação de inovações ao mercado. É considerado que um método privilegia estruturas, identificando as suas regularidades, selecionando os seus traços recorrentes e mensuráveis, dentro da busca de leis e da essência da realidade. Desta forma, a proposta deste trabalho inicia com a revisão da literatura para identificar tais regularidades, as quais foram consolidadas como pressupostos a respeito fenômeno inovação, uma vez que não existe, ainda, uma teoria geral da inovação. O levantamento bibliográfico mostra que a literatura existente é vasta, fragmentada e divergente, sendo necessário realizar sucessivos cortes analíticos...

As relações de poder como determinantes do comportamento de cidadania organizacional: um estudo nos setores de Gestão de Pessoas e SSMA da Embraco em Joinville/SC.

Verchai, Jeferson Kachan
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 111 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.54%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Administração.; Os estudos sobre comportamento organizacional tomaram-se um elemento de importância crescente na formação de administradores. Dentre os comportamentos mais estudados encontra-se o comportamento de cidadania organizacional (OCB). O OCB engloba os comportamentos extra-papel (extra-função) que beneficiam a empresa coma um todo. Diversos pesquisadores do comportamento de cidadania organizacional o relacionaram a variáveis como justiça organizacional, rotatividade, avaliação de desempenho, supervisão, clima organizacional, etc. Porém, não ha pesquisas que relacionem diretamente esse comportamento as relações de poder. Para estabelecer esta relação, o presente trabalho realiza uma pesquisa qualitativa, através de análise do discurso, e quantitativa, através de análise estatística na Embraco, em Joinville/SC. A pesquisa descobriu quais as relações de poder que determinam os comportamentos de cidadania organizacional dos funcionários dos setores de Gestão de Pessoas e SSMA (Saúde, Segurança e Meio Ambiente) da empresa. Foram coletados dados primários com o auxilio de questionário e realizada a análise de dados secundários a partir de pesquisa documental e bibliográfica. Verificou-se que a concepção de comportamento organizacional divulgada pela Embraco se aproxima dos ensinamentos da escola de Relações Humanas e da teoria Y de McGregor (1973) e afasta-se da concepção de homem parentético de Ramos (1984). 0 poder organizacional se sobressai como determinante do comportamento de cidadania organizacional dos funcionários dos setores de Gestão de Pessoas e SSMA da Embraco.

Comportamento organizacional positivo e empreendedorismo: Uma influência mutuamente

Palma, Patrícia Jardim Trindade Martins da; Cunha, Miguel Pina e; Pereira, Miguel
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.23%
O comportamento organizacional positivo (COP) e o empreendedorismo têm procurado distinguir-se enquanto campos de referência no estudo das organizações. Contudo, ambas as áreas podem ainda beneficiar de melhorias ao nível conceptual, metodológico ou interventivo. Com base no estado da arte das duas áreas, o presente artigo procura estabelecer sinergias entre o COP e o empreendedorismo, de modo a contribuir para um desenvolvimento mais sustentado de ambas as disciplinas. Por influência da literatura sobre empreendedorismo, o COP pode beneficiar da introdução de uma maior preocupação com o impacto societal, de uma abordagem integrada e de uma perspectiva temporal no estudo das capacidades psicológicas. A investigação sobre empreendedorismo pode ficar mais favorecida ao evidenciar o uso de critérios de êxito mais claros, a preocupação com o rigor metodológico e a utilidade de uma visão desenvolvimentista dos empreendedores, todas elas características patentes nos estudos do COP.

Espaços de trabalho e percepção do clima organizacional: Da psicologia ambiental ao comportamento organizacional

Dias, Maria João Diniz
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2000 POR
Relevância na Pesquisa
66.46%
Dissertação de Mestrado em Comportamento Organizacional; Desenvolveu-se o presente estudo com o objectivo de analisar a influência do espaço de trabalho (escritórios abertos versus escritórios fechados), na percepção do clima organizacional. A abordagem teórica incidiu sobre o desenvolvimento da psicologia ambiental, apresentando-se as perspectivas de alguns autores que se consideraram importantes na construção desta nova disciplina. Prestou-se, também, atenção ao ambiente como regulador do comportamento, ao meio construído, aos diversos tipos de ordenamentos e ao espaço e clima organizacional, tendo sido feita uma revisão da literatura através da qual foram apresentadas as contribuições de diversos autores julgados como relevantes e pertinentes neste contexto. Neste estudo utilizou-se como instrumento de avaliação de clima organizacional, a Work Environmental Scale (WES), Forma R, que contempla dez sub-escalas: envolvimento, coesão entre colegas, apoio do supervisor, autonomia, orientação para a tarefa, pressão no trabalho, clareza, controlo, inovação e conforto físico. A escala foi aplicada numa organização que se assume como pessoa colectiva de direito privado, de tipo fundacional e utilidade pública administrativa. A amostra recolhida (157 sujeitos)...

Um compêndio de medidas (frequentes e recentes) usadas em comportamento organizacional

Marcelino, Ana Regina; Pina e Cunha, Miguel; Faculdade de Economia, Universidade Nova de Lisboa
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.23%
Um dos obstáculos frequentes à actividade de investigação decorre da dificuldade de identificar medidas estáveis e testadas para operacionalizar as variáveis em estudo. Este artigo identifica um conjunto de instrumentos de medida, usados recente e/ou frequentemente pelos investigadores do comportamento organizacional. Não sendo um guia exaustivo, este compêndio pretende facultar um acesso mais rápido e direccionado àqueles que produzem investigação neste domínio científico.

Produção científica brasileira em comportamento organizacional no período 2000-2010

Sobral,Filipe João Bera de Azevedo; Mansur,Juliana Arcoverde
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.29%
O presente artigo tem como objetivo fazer uma análise da produção científica em Comportamento Organizacional (CO), com base nos principais periódicos brasileiros de Administração e anais do Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração (EnANPAD). No total, foram analisados 185 artigos publicados em periódicos e 696 no EnANPAD, de 2001 a 2010. As análises foram baseadas no levantamento das temáticas e procedimentos metodológicos utilizados. Os resultados encontrados contribuem para uma melhor delimitação do campo de CO e caracterização do seu escopo temático. Os resultados apontam para uma identidade própria da produção acadêmica brasileira de CO, com destaque para temas com enfoque macro, como cultura e aprendizagem organizacional, apesar de o campo evidenciar uma grande diversidade de temas. Quanto aos aspectos metodológicos, verifica-se que predomina uma abordagem qualitativa e destacam-se algumas fragilidades metodológicas. Por outro lado, é importante realçar que o campo tem crescido nos últimos anos e que se verifica um aumento na variedade de estratégias de pesquisa e na utilização de técnicas de análise de dados mais sofisticadas.

Medidas do comportamento organizacional

Siqueira,Mirlene Maria Matias
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.37%
O campo do comportamento organizacional foi concebido na década de sessenta por pesquisadores britânicos como disciplina emergente e quase independente, que se apoiaria em outras disciplinas já estabelecidas como Psicologia, Sociologia e Economia, devendo constituir uma área de teorização e pesquisa em que as atividades organizacionais seriam o objeto de estudo e não um contexto para onde conhecimentos seriam simplesmente transferidos e aplicados. O presente texto apresenta uma síntese da evolução do comportamento organizacional, tendo como ênfase o impacto que a estruturação do campo em níveis de análises, a sua riqueza teórica e a ausência de normalização podem ter sobre as medidas das variáveis. Questões referentes às medidas são também analisadas quanto à representação teórica dos conceitos através de itens, precisão das escalas, validade discriminante entre medidas de conceitos correlatos, bem como quanto à sintonia entre as medidas e a evolução da dinâmica organizacional face às constantes e aceleradas mudanças presentes nas organizações.

Elementos da cultura de um hospital universit??rio: repercuss??es no comportamento organizacional

??vila, Gisamara Girardi Fontes de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.55%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Enfermagem, Escola de Enfermagem, 2006.; Este estudo trata-se de uma pesquisa explorat??rio-descritiva de natureza qualitativa. Aborda o complexo e intricado mundo da Cultura Organizacional. Para desvendar alguns aspectos do universo cultural de uma organiza????o, ?? necess??rio repensar a l??gica subjacente ao comportamento manifesto e,assim, redirecionar os h??bitos/pr??ticas, a fim de melhorar o desempenho profissional. O suporte te??rico adveio, principalmente, das id??ias de Edgar Schein.Participaram do estudo dez profissionais de diferentes categorias, sendo todos servidores p??blicos federais de um Hospital Universit??rio ??? HU, do extremo sul do pa??s. Partiu-se da rela????o indiv??duo-comportamento-organiza????o, articulando aspectos subjetivos e objetivos para apreens??o das condi????es reais e das representa????es simb??licas que a envolvem. Teve-se como objetivo identificar elementos da Cultura Organizacional do Hospital Universit??rio, com vistas a analisar suas repercuss??es no comportamento organizacional e implica????es no contexto da qualidade do trabalho assistencial. A entrevista foi a t??cnica utilizada para a coleta de dados...

Comprometimento organizacional: os impactos das percepções de cultura e suporte organizacionais

Oliveira, Beatriz de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.4%
O construto comprometimento organizacional tem ocupado lugar de destaque no âmbito das pesquisas em comportamento organizacional a partir da segunda metade da década de 70 do século passado. Tal relevância é justificada pelo interesse dos pesquisadores em determinar as variáveis que lhe são antecedentes, correlatas e conseqüentes e também pelo interesse dos gerentes nos impactos por ele exercidos sobre o contexto organizacional, ao buscar formas de gerenciar o comprometimento de seus empregados, utilizando-o como diferencial na competitividade atual. No entanto, as pesquisas têm apontado lacunas quanto às características e ações organizacionais que desencadeariam o comprometimento do empregado com a organização. Assim, este estudo teve por objetivo testar um modelo que previa percepção de suporte organizacional como antecedente direto dos três componentes de comprometimento organizacional - Afetivo, Calculativo e Normativo - enquanto as percepções de cultura organizacional seriam seus antecedentes indiretos. A amostra foi composta de 202 empregados, de diferentes empresas de segmentos diversos do Triângulo Mineiro e região, que voluntariamente participaram do estudo. A coleta de dados foi realizada utilizando-se as seguintes escalas: Escala de Percepção da Cultura de Clube...

Compromisso organizacional: Implicações nos comportamentos de cidadania organizacional e intenções de saída dos profissionais de enfermagem num hospital público

Mendes, Maria José da Silva Freitas
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
56.44%
Dissertação de Mestrado em Comportamento Organizacional; O presente estudo incide na área do Comportamento Organizacional nos Serviços de Saúde e o seu objecto é perceber qual o compromisso organizacional e suas implicações nos comportamentos de cidadania organizacional e intenções de saída dos profissionais de enfermagem num hospital público. O quadro conceptual engloba uma revisão da literatura sobre conceitos como, compromisso organizacional, comportamentos de cidadania organizacional, intenção de saída. Desenvolvemos um estudo quantitativo, exploratório e analítico, cuja população foram todos os enfermeiros de um hospital público, obtendo uma participação de 203 sujeitos. Para a recolha de dados recorremos ao questionário. Os resultados obtidos indiciam a existência de boas propriedades métricas do instrumento, tanto ao nível da consistência interna como da validade. A dimensão empenho organizacional (médio de 4.40 e uma dispersão de .99), demonstra que há uma ligação afectiva por parte dos enfermeiros Foram identificadas duas sub-escalas: Altruísmo e Conscienciosidade, na escala de comportamentos de cidadania organizacional, tal como Smith, Organ & Near (1983). Não se verificando as dimensões de Rego (2002). Facto que se pensa resultar da peculiaridade da amostra...

GESTÃO DO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL E GESTÃO DE PESSOAS: UM ESTUDO OBSERVACIONAL; MANAGEMENT 0F THE ORGANIZATIONAL BEHAVIOR AND OF PEOPLE: AN OBSERVATIONAL STUDY; GESTIÓN DEL COMPORTAMIENTO DE LAS ORGANIZACIONES Y GESTIÓN DE PERSONAS: UN ESTUDIO DE OBSERVACIÓN

Leite, Nildes Pitombo; Leite, Fábio Pitombo; Albuquerque, Lindolfo Galvão de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 14/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.46%
Este trabajo retrata un análisis de la gestión del comportamiento de las organizaciones, por medio de laobservación de un grupo del nivel estratégico de una organización multinacional del sector industrialpetroquímico, ubicada en Candeias – BA, dedicado al  propósito de sistematizarse como un grupo gestor delcomportamiento, con la finalidad de facilitar mudanzas de conducta y de actitud en esa entidad. Se buscóresponder a la cuestión de cómo la gestión del comportamiento de las organizaciones puede contribuir paramejorar las prácticas de gestión de personas en esa institución, en consonancia con el objetivo general deanalizar la gestión del comportamiento de esa organización. La fundamentación teórica, con sus marcosprincipales − Dutra, 2002; Casado, 2007; Lacombe & Chu, 2008; Mascarenha, 2008; Lengnick-Hall, M. L.;Lengnick-Hall, C. A.; Andrad & Drake, 2009; Albuquerque y Leite, 2009−, contextualizó, de modo sucinto,los elementos de la gestión del comportamiento de las organizaciones, identificando, basándose en el grupo,las actitudes y los valores que los nortean. El estudio se caracteriza como cualitativo de seguimiento,basado en observación participante, directa y de comportamiento, en el ambiente natural de discusiones ensiete reuniones de negocio. La discusión del grupo en foco...

Research on Change in Organizations: The Brazilian Production on Micro Organizational Behavior; Pesquisa sobre Mudança nas Organizações: a Produção Brasileira em Micro Comportamento Organizacional

Borges-Andrade, Jairo Eduardo; Universidade de Brasília; Santos de Souza, Maíra Gabriela; Vasconcelos, Lísian Camila
Fonte: Revista Psicologia: Organizações e Trabalho Publicador: Revista Psicologia: Organizações e Trabalho
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 12/04/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.47%
The present text analyses the Brazilian research on organizational change, in the context of micro organizational behavior, between 1996 and 2007. The focus was on perception and believes of organizational members about these changes and on their consequences for these members. The criterion for inclusion of the articles in the analysis was that they reported data collection made in Brazil, with a clear statement of their intended aim. They were analyzed by pairs of judges, based on a standardized system which had been previously developed and has been already described for the review of micro organizational behavior. The results, based on 23 articles, show that there is not a clear national research line in this area. The major variables that have been studied on organizational change are: culture, power and psychological processes, communication and personnel management. Based on the gaps which have been found, a research agenda is proposed. It suggests, among other things, the construction of measurement instruments and more research related to culture and power. Keywords: organizational change, perception and believes about change, consequences of organizational changes, literature review, micro organizational behavior.; O presente trabalho analisa a pesquisa brasileira sobre mudanças nas organizações...

A FORMAÇÃO REFERENCIAL DO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL NO ENFOQUE DA GESTÃO ARQUIVÍSTICA

Caldas, Rosangela Formentini; Roncato, Carolina Izidoro
Fonte: Universidade Federal da Paraíba Publicador: Universidade Federal da Paraíba
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Memória de evento"; pesquisa descritiva; empírica de campo; focus group Formato: application/pdf
Publicado em 11/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.41%
A aplicabilidade das teorias administrativas explica o processo de mudança e adaptação das unidades informacionais e refletem a influencia que o ambiente exerce sobre as organizações. O foco em estudos que otimizam os recursos institucionais, promovem uma compreensão da área da CI determinando sua essencial função na sociedade do conhecimento. O ambiente organizacional sofre influencias diretas do processo administrativo do trabalho e a solução de conflitos promove o êxito das organizações. No departamento de arquivo, o fator dos grupos informais determinados na teoria das relações humanas, exerce uma forte influência na gestão local. A pesquisa propôs verificar as influências social e científica da teoria das relações humanas para o processo de gestão de arquivos e para tanto se utilizou o estudo de caso de um arquivo pertencente a uma instituição universitária. A ferramenta estratégica de recolha de dados foi o Grupo Focal. A análise dos dados guiou-se por três fases distintas: Elementos motivacionais; influência comportamental no indivíduo e; integração da organização formal com a informal. Como resultados do estudo, a motivação e um bom ambiente de trabalho destacaram-se nos fatores que desenvolvem habilidades e competências dos funcionários...

Comportamento organizacional positivo e empreendedorismo: Uma influência mutuamente vantajosa

Palma,Patrícia Jardim da; Cunha,Miguel Pina e; Lopes,Miguel Pereira
Fonte: ISPA - Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: ISPA - Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.23%
O comportamento organizacional positivo (COP) e o empreendedorismo têm procurado distinguir-se enquanto campos de referência no estudo das organizações. Contudo, ambas as áreas podem ainda beneficiar de melhorias ao nível conceptual, metodológico ou interventivo. Com base no estado da arte das duas áreas, o presente artigo procura estabelecer sinergias entre o COP e o empreendedorismo, de modo a contribuir para um desenvolvimento mais sustentado de ambas as disciplinas. Por influência da literatura sobre empreendedorismo, o COP pode beneficiar da introdução de uma maior preocupação com o impacto societal, de uma abordagem integrada e de uma perspectiva temporal no estudo das capacidades psicológicas. A investigação sobre empreendedorismo pode ficar mais favorecida ao evidenciar o uso de critérios de êxito mais claros, a preocupação com o rigor metodológico e a utilidade de uma visão desenvolvimentista dos empreendedores, todas elas características patentes nos estudos do COP.

Um compêndio de medidas (frequentes e recentes) usadas em comportamento organizacional

Cunha,Miguel Pina e; Marcelino,Ana Regina
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2001 PT
Relevância na Pesquisa
66.23%
Um dos obstáculos frequentes à actividade de investigação decorre da dificuldade de identificar medidas estáveis e testadas para operacionalizar as variáveis em estudo. Este artigo identifica um conjunto de instrumentos de medida, usados recente e/ou frequentemente pelos investigadores do comportamento organizacional. Não sendo um guia exaustivo, este compêndio pretende facultar um acesso mais rápido e direccionado àqueles que produzem investigação neste domínio científico.