Página 1 dos resultados de 3856 itens digitais encontrados em 0.034 segundos

A transversalidade da comunicação no processo de formação, difusão e investigação das tendências de comportamento e consumo; A transversalidade da comunicação no processo de formação, difusão e investigação das tendências de comportamento e consumo

Silva, Janiene dos Santos e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
85.92%
Diante da dificuldade de compreender uma sociedade cada vez mais complexa que reflete comportamentos de consumo múltiplos (inclusive dentro de um mesmo indivíduo, que absorvendo as características da pós-modernidade, é paradoxal), novos métodos de pesquisa são utilizados na tentativa de interpretar com mais precisão o comportamento humano, para analisar suas tendências e transformá-las em diretrizes para as estratégias das marcas. De caráter predominantemente qualitativo e multidisciplinar, a pesquisa de comportamentos emergentes carrega intrinsecamente a tensão dos campos científicos, assim como o Campo da Comunicação, que por envolver diferentes áreas do saber, desempenha, de forma transversal, um papel fundamental na formação, difusão e identificação das tendências socioculturais, fato comprovado por essa dissertação. Por meio de revisão bibliográfica, entrevistas em profundidade, e análise documental, foi possível identificar as definições relacionadas às tendências assim como compreender como elas podem ser aplicadas estrategicamente por empresas de diversos segmentos, para que suas expressividades marcárias, incluindo as ações comunicacionais, sejam sempre relevantes no cenário do consumo. Além disso...

Luxo e consumo consciente : eles são realmente paradoxais? Um estudo sobre o comportamento de consumo de consumidoras de luxo brasileiras e portuguesas.

Bruno, Ana Carolina de Pierro
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96%
Consumir luxo é geralmente uma atividade individualista, baseada em propósitos hedonistas e de diferenciação. O consumo consciente, por outro lado, é estimulado por preocupações sociais e ambientais a respeito tanto do bem estar da sociedade atual como também das gerações futuras. Considerando apenas essas duas declarações, seria possível concluir que luxo e consumo conscientes são, então, paradoxais. No entanto, as motivações dos consumidores de luxo mostram um retrato diferente dessa realidade na qual é possível integrar luxo e consumo consciente. Esta pesquisa exploratória descreve o comportamento de consumo de consumidoras de luxo brasileiras e portuguesas e suas atitudes em relação ao consumo consciente. Foram realizadas 11 entrevistas com jovens brasileiras e 8 com jovens portuguesas para entender a sua preocupação social e ambiental ao consumir produtos de luxo e as semelhanças e diferenças entre consumidoras de ambos os países. Essa análise intercultural mostrou que as consumidoras brasileiras se preocupam mais com o status ao consumir produtos de luxo, enquanto as portuguesas tendem a ser mais discretas. Além disso, embora ambas comprem produtos de luxo em quantidades pequenas e os usem por vários anos...

"Beef lovers" : um estudo cross-cultural sobre o comportamento de consumo de carne bovina

Barcellos, Marcia Dutra de; Lans, Ivo A. van der; Thompson, John
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.05%
O objetivo principal desta tese foi testar um modelo teórico que pudesse relacionar os construtos atitude, norma subjetiva, hábito e intenção de comportamento no consumo de carne bovina. Também se propôs uma análise do impacto das emoções antecipadas (positivas e negativas), do grau de envolvimento e de diferenças culturais como variáveis moderadoras no modelo. Buscou-se ainda contribuir com a Teoria do Comportamento Planejado (Theory of Planned Bahviour – TPB, AJZEN, 1985, 1988, 1991) em estudos sobre o consumo de alimentos pela inclusão do construto hábito como um regressor independente no modelo (VERPLANKEN, 1998) e pela exclusão do construto controle percebido de comportamento (BREDAHL; GRUNERT, 1997; TOWLER; SHEPHERD, 1991/1992). Até recentemente os alimentos eram considerados simplesmente commodities, e seu estudo na área de marketing foi negligenciado por muitos anos. A abertura global dos mercados e o surgimento de novos padrões de consumo mudaram esta realidade, trazendo para a área do comportamento do consumidor tão importante discussão. No entanto, apesar da importância do agronegócio, estudos relacionando hábitos, emoções antecipadas, nível de envolvimento, cultura, atitudes, intenção e comportamento de consumo de produtos alimentares ainda são escassos no Brasil...

Comportamento de consumo e desenvolvimento do protótipo de um alimento destinado à população adulta e idosa brasileira

Mendonça, Saraspathy Naidoo Terroso Gama de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
95.88%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos.; O presente trabalho teve como objetivo estudar o comportamento de consumo de alimentos em duas populações com características diferenciadas, a primeira pertencente ao Núcleo de Estudos da Terceira Idade - NETI em Florianópolis, Santa Catarina e a segunda localizada no município de Serranópolis do Iguaçu, Paraná. Também foram identificados os principais fatores sócio-econômicos destas populações bem como o perfil nutricional (avaliado pelo IMC) e hábitos de consumo através do Questionário de Freqüência de Consumo e da técnica de Focus Groups. Com análise estatística de cluster e de correspondência foi possível determinar os principais grupos e a freqüência de consumo dos alimentos consumidos nas duas populações estudadas. Os resultados obtidos indicaram que: i) a população do NETI apresentou renda familiar superior à população de Serranópolis; ii) a maioria do NETI apresentou o 2º completo enquanto que em Serranópolis a maioria apresentou o 1º grau incompleto; iii) a maioria dos participantes de ambas as populações apresentou sobrepeso; iv) os participantes do NETI fazem a aquisição de alimentos principalmente no supermercado enquanto que em Serranópolis a aquisição ocorre através da produção rurais; v) ambas as populações apresentaram dificuldades similares quanto à leitura de rótulos...

Efeitos de música ambiente sobre o comportamento do consumidor : análise comportamental do cenário de consumo

Ferreira, Diogo Conque Seco
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
85.97%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Processos Psicológicos Básicos, 2007.; Atmospherics é uma área de pesquisas sobre comportamento do consumidor que investiga o efeito de características do ambiente de consumo sobre determinados comportamentos dos consumidores. A despeito da crescente quantidade de trabalhos publicados relatando efeitos, pouca pesquisa tem sido dedicada à apresentação de abordagens teóricas que os expliquem e que proponham formas de generalizá-los para ambientes outros que não o pesquisado. O Modelo na Perspectiva Comportamental (Behavioral Perspective Model) foi utilizado para introduzir uma proposta baseada na interpretação behaviorista radical do comportamento do consumidor, possibilitando a indicação precisa de quais características do cenário de consumo estão relacionadas aos efeitos atmosféricos. O presente trabalho teve como objetivo apresentar uma metodologia de investigação dos efeitos de uma variável atmosférica freqüentemente utilizada na literatura, a qualidade da música ambiente, a partir de um paradigma operante, em um cenário real de consumo. No Experimento 1 a música ambiente de uma videolocadora localizada dentro de um campus universitário foi manipulada...

Os millennials em Portugal: estudo exploratório a partir de um coorte etário sobre engagement consumidor-marca

Freitas, Inês Jardim Vital de
Fonte: Escola Superior de Comunicação Social Publicador: Escola Superior de Comunicação Social
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
95.75%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Comunicação Social como parte dos requisitos para obtenção de grau de mestre em Publicidade e Marketing.; A Era Digital revolucionou os paradigmas comunicacionais vigentes. A Geracao Millennial compreende todos os nascidos entre o início dos anos 1980 e os anos 1990: Um coorte etário que surge como o primeiro considerado efectivamente nativo digital. Esta e, assim, uma geração representativa de um processo de transição face as gerações anteriores. Tem como objectivo esta investigação compreender o comportamento de consumo deste coorte etário a partir do processo de engagement consumidor-marca(ECM), numa abordagem exploratoria. Aplicou-se um método quantitativo ‐ o questionário ‐ inspirado no modelo de Hollebeek et al. (2014) por forma a medir o processo de engagement consumidor-marca numa visão holistica, considerando os seus antecedentes e as suas consequencias. Para medicao do envolvimento utilizou-se a escala de Zaichkowsky (1994), na medicao da ligação eu‐marca aplicou‐se a escala de Escalas (2004) e a escala de Yoo e Donthu (2001) para a medicao da intenção de uso da marca. Tanto o processamento cognitivo, como o afecto e a activação foram medidos por escalas criadas de raiz por Hollebeek et al. (2014). O questionário foi aplicado a uma amostra de conveniência (N=150)...

Segmento sénior feminino: um estudo sobre estilos de vida e comportamento de consumo de produtos de cosmética

Cardoso, Gabriela
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
85.97%
Dissertação de Mestrado em Comportamento do Consumo; É conhecida a tendência de envelhecimento das sociedades modernas. O crescimento deste grupo populacional torna crucial perceber como vivem e consomem estes indivíduos. Utilizando como enquadramento o consumo de cosméticos, o objetivo deste estudo passa por perceber o que caracteriza a população sénior feminina, nomeadamente ao nível dos estilos de vida e, seguidamente, perceber qual o seu comportamento de consumo face aos produtos de cosmética. Para concretizar este duplo objetivo, foi feita uma recolha de dados primários junto de 300 mulheres com idades superiores a 55 anos. Os questionários eram constituídos por questões relacionadas com os estilos de vida, comportamento de consumo face aos produtos de cosmética e questões de cariz demográfico. A metodologia de análise assentou em técnicas de redução de dados, nomeadamente a análise fatorial e análise de clusters. A primeira com vista a reduzir as variáveis de estilos de vida aos seus principais componentes; a segunda com o objetivo de agrupar as inquiridas em grupos homogéneos. Finalmente, procedeu‐se à análise dos clusters tendo por base o perfil de consumo de produtos de cosmética. Com esta investigação espera‐se contribuir para a compreensão do segmento sénior em Portugal...

O efeito do envelhecimento na qualidade de vida e no comportamento de consumo

Ferrão, João Tiago
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
95.98%
O envelhecimento da população é um fenómeno global e uma das mais importantes alterações demográficas da história da humanidade, tal é a velocidade com que a população está a envelhecer. As previsões apontam que em 2050 haverá em todo o mundo um maior número de pessoas com mais de 60 anos, do que com idades inferior a 15 anos. Esta tendência é também observada em Portugal. Estas alterações demográficas relevam a importância do segmento sénior para os mercados, pelo que a compreensão dos efeitos do envelhecimento, de como os indivíduos se adaptam para manter a sua independência funcional, da definição de estratégias que propiciem essa mesma independência e da resposta aos seus desejos, torna-se necessária. O envelhecimento é um processo complexo, heterogéneo e individual, que provoca alterações no ser humano na sua componente física, psicológica e social. Estas modificações influenciam o comportamento de compra e o processo de decisão dos indivíduos, sendo motivo de interesse para o Marketing. Este estudo tem como objectivo a análise a população idosa, nomeadamente a influência da idade na Qualidade de vida e no comportamento de consumo, bem como a relação entre Qualidade de Vida e o Comportamento de Consumo. A amostra de 150 indivíduos...

Comportamento de ovinos em gestação e lactação sob pastejo em diferentes estádios fenológicos de azevém anual

Pedroso,Carlos Eduardo da Silva; Medeiros,Renato Borges de; Silva,Marcelo Abreu da; Jornada,João Batista Jornada da; Saibro,João Carlos de; Teixeira,José Roberto Funck
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2004 PT
Relevância na Pesquisa
85.88%
Este trabalho foi realizado a campo com o objetivo de avaliar o comportamento de pastejo de ovinos conduzidos em azevém anual (Lolium multiflorum Lam.) nos estádios vegetativo, pré-florescimento e florescimento. Ovelhas ao final da gestação e início de lactação foram mantidas em um potreiro de 1,3 ha, onde foram avaliados o tempo de pastejo, taxa de bocados, peso de bocados e a relação folha:caule da forragem disponível e da forragem ingerida, estimada por coleta manual. Foram observados tempos de pastejo diário de 9,65; 10,97 e 10,68 h, taxas de bocados de 52,65; 51,93 e 40,63 bocados/min e pesos de bocados de 0,064; 0,055 e 0,048 g/bocado, que resultaram em taxas de consumo de forragem de 4,48; 3,91 e 2,72% do peso vivo/dia, nos estádios vegetativo, pré-florescimento e florescimento, respectivamente. Estas evoluções foram acompanhadas por diminuições das relações folha:caule da forragem disponível (3,6:1; 1,44:1 e 0,56:1), evidenciando a limitação qualitativa da forragem no estádio de florescimento. Estes dados demonstraram que, até o estádio de pré-florescimento, as estratégias desenvolvidas pelos animais permitiram adequado consumo de forragem, enquanto, no estádio de florescimento, a baixa qualidade da pastagem determinou queda no consumo...

Emoções e o fluxo em compras on-line : um estudo do comportamento do consumidor

Freire, Renata de Albuquerque Wanderley
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.77%
Essa dissertação buscou examinar o comportamento do consumidor on-line com base na teoria do fluxo (CSIKSZENTMIHALYI, 1975), construto que vem sendo estudado como fonte de entendimento do comportamento do consumidor virtual, bem como sua relação com as emoções vivenciadas no processo de compras on-line de bens ou serviços, que foram medidas pela Escala Diferencial de Emoções - DES (IZARD, 1977). Desse modo, procurou-se investigar as emoções do consumidor e a sua relação com o estado de fluxo dentro do contexto de compras on-line. Para tanto se utilizou o método de pesquisa exploratória descritiva, de corte transversal com a aplicação um survey junto a uma amostra nãoprobabilística de 306 consumidores virtuais. Os dados foram coletados através de questionário e foram analisados por meio de técnicas estatísticas descritivas e multivariadas. Os resultados indicaram que as emoções positivas se relacionam diretamente com o estado de fluxo, favorecendo o comportamento de navegação e conseqüente compra pela internet. Foi verificado ainda que as emoções positivas tanto influenciam o estado de fluxo, como também faz parte do mesmo, visto que o prazer faz parte desta condição. Este estudo, embora ofereça uma visão parcial do comportamento do consumidor on-line...

Comportamento de consumo em vestuario de moda feminino

Miranda, Ana Paula Celso de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
95.99%
Resumo: O comportamento de consumo de moda é o assunto central deste trabalho, que tem como objetivos principais identificar quais variáveis entre idade, classe social e autoconceito melhor explicam este tipo de consumo. O referencial teórico aborda primeiro a moda e o seu processo de adoção; a seguir, os modelos de adoção de moda e, por último, o autoconceito com ênfase em consumo simbólico. O trabalho foi executado em duas partes. Na primeira fase, o objetivo foi levantar informações sobre a consumidora de moda curitibana junto a 13 profissionais que trabalham com moda na cidade de Curitiba. Os resultados encontrados nesta fase foram usados como base para a elaboração do questionário. Na segunda fase foram aplicados os questionários com as escalas de autoconceito e atitude com 160 mulheres em Curitiba. Esta pesquisa traz algumas conclusões quanto ao comportamento de consumo de moda feminino. O primeiro resultado importante é a identificação das dimensões de atitude em relação ao consumo de moda. Após análise fatorial, foram identificadas cinco dimensões de atitude em relação ao consumo de moda: (1) aparecer, (2) ser, (3) parecer, (4) idealizar, (5) inovar; com 16 itens no total. A análise estatística mostra que classe social não é suficiente para explicar o consumo de moda. Ao relacionar estas dimensões com os grupos de idade e classe social...

Modelo de segurança alimentar e nutricional e seus determinantes socioeconômicos e comportamentais: modelagem de equações estruturais

Oliveira, Leidy Diana de Souza de
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
85.92%
Este trabalho foi elaborado com o objetivo de investigar o impacto das variáveis socioeconômicas no comportamento de consumo de alimentos e na segurança alimentar e nutricional nos territórios do Consórcio de Segurança Alimentar e Desenvolvimento Local (CONSAD) de Mato Grosso do Sul. Especificamente, pretende-se: i) identificar a relação entre as circunstâncias socieconômicas e o comportamento de consumo de alimentos pertencentes à cesta básica; ii) levantar a relação entre as circunstâncias socieconômicas e a segurança alimentar e nutricional; iii) levantar as relações existentes entre segurança alimentar e segurança nutricional; iv) identificar os possíveis efeitos do conhecimento nutricional sobre o comportamento de consumo de alimentos pertencentes à cesta básica. Para tanto, foi formulado um modelo teórico em que sete hipóteses foram testadas, com o uso de modelagem de equações estruturais. Os resultados mostram que as variáveis socioeconômicas (renda familiar per capita e escolaridade) explicam 44% dos hábitos de consumo dos alimentos e 36% da insegurança alimentar nos territórios. A insegurança alimentar, caracterizada pela falta de acesso a alimentos de qualidade em quantidade suficiente e com regularidade...

Os valores pessoais que orientam o comportamento de consumo de jovens universitários como investidores da bolsa

Pinese, Henrique Penatti
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
85.98%
O mercado financeiro, por décadas, desperta interesse aos olhos dos pesquisadores do Brasil e do mundo como um importante foco de pesquisas no campo da administração. Porém, por muito tempo as pesquisas se concentraram no campo das finanças e pouco se fez em relação a este mercado no campo do marketing ou ainda sob a ótica do comportamento do consumidor. Neste contexto buscou-se evidenciar o comportamento de consumo de jovens investidores universitários frente ao mercado de ações na cidade de Uberlândia MG. A perspectiva da teoria da Cadeia de Meios-Fim auxiliada pela laddering como técnica de entrevista, permite entender um pouco mais a respeito do comportamento deste grupo de consumidores, perante este tipo de investimento. Essa perspectiva afirma que o comportamento de consumo parte de certos atributos do produto e por meio de conseqüências e atitudes comportamentais podem culminar em valores pessoais do indivíduo. Tais ligações traduzem na forma de um mapa cognitivo o comportamento daquele grupo específico de consumidores. Foram realizadas trinta e cinco entrevistas em profundidade sob a metodologia da laddering com investidores universitários entre 20 e 30 anos que operam no mercado de ações por meio de uma corretora. O estudo aponta que valores como realização...

Emoções de um consumo hipermoderado branding de moda e tendências de comportamento de consumo

Balbino, Mara Alexandra Silvério da Silva
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
85.95%
Vivemos num ambiente metropolitano de consumo permanente, onde os cidadãos se apresentam como pessoas socialmente conscientes, usufruindo de uma autonomia e liberdade individual para desenvolver a sua própria identidade e personalidade. Assim, é definido de uma forma particular os seus gostos e perfil estético, bem como o modo de estar e agir em ambiente social. Ao habitarmos uma sociedade cada vez mais singular, onde o prazer e o bem-estar são altamente privilegiados, é essencial compreender qual é a verdadeira natureza emocional que se encontra associada a tendências de comportamento de consumo na área da moda. Sendo as emoções o ponto de origem dos estados motivacionais que instigam o ser humano para a ação, é necessário estudar estes processos cerebrais e as suas tipologias, compreendendo em que medida se encontram associadas ao consumo de determinadas marcas presentes no mercado. Assim, pretende-se executar uma análise de perfis de consumo, compreendendo como o comportamento de um consumidor é induzido pelas estratégias de comunicação utilizadas pelas Lovemarks, ou seja, marcas que privilegiam um contacto direto com os clientes, a transmissão de valores, experiências e emoções marcantes. Isto permitirá compreender...

Escolhas alimentares e comportamento de consumo

Mazzonetto, Ana Cláudia
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Dissertação [mesterado) Formato: 151 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
85.94%
Dissertação [mesterado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Nutrição; A criança é reconhecida como consumidor pela possibilidade de fazer escolhas e realizar compras independentes e também por direcionar as escolhas dos pais, direta ou indiretamente. Estudos mostram que as crianças gastam dinheiro próprio com doces, chocolates, bebidas açucaradas, salgadinhos de pacote e outros petiscos; assim como influenciam seus pais a adquirirem basicamente os mesmos itens. A compra e a ingestão de alimentos de baixo valor nutricional são determinadas por diferentes fatores. Entre eles, a preferência inata da criança pelo sabor doce e por alimentos de alta densidade energética. Essa preferência é reforçada pela intensa promoção e divulgação de produtos de alta palatabilidade e densidade energética, bem como pela ampla disponibilidade, fácil acesso, conveniência e baixo custo. Por outro lado, frutas, legumes e verduras são ingeridos em quantidades e frequências inferiores às recomendações. Acesso e disponibilidade também figuram como determinantes da ingestão desse grupo alimentar, além do exemplo e do estímulo dos pais. Como os hábitos alimentares desenvolvidos na infância provavelmente permanecerão na idade adulta...

Comportamento do alumínio num sistema público de água para consumo humano

Nunes, Marisa de Lurdes Pedrosa Venâncio
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
85.9%
Por forma a satisfazer os requisitos regulamentares e as necessidades dos consumidores, as entidades gestoras de sistemas de abastecimento de água têm necessidade de compreender melhor os movimentos e transformações a que a água, destinada ao consumo humano, está sujeita ao longo dos sistemas de distribuição, de modo a proteger a sua qualidade em sistemas públicos de abastecimento. Os modelos de simulação para sistemas de transporte e distribuição de água constituem instrumentos computacionais muito utilizados e consagrados no campo do planeamento, do projecto e do diagnóstico de funcionamento, complementando o discernimento e a experiência dos técnicos envolvidos. O desenvolvimento de um modelo de simulação fiável é, tanto para a componente hidráulica como para a de qualidade da água, uma opção vantajosa para a gestão de um sistema de abastecimento de água. A utilidade de um modelo de simulação, tanto para apoiar a exploração dos sistemas – na procura da garantia de satisfação das condições hidráulicas e de qualidade ideais – como para melhorar o planeamento de expansões e de outras intervenções, é atestada pela experiência de inúmeras entidades gestoras em todo o mundo. O Epanet 2.0 é um programa para simulação hidráulica e da qualidade da água em sistemas de transporte e distribuição de água que permite ao utilizador analisar o comportamento hidráulico e a alteração da qualidade da água num sistema de distribuição sujeito a diversas condições operacionais durante um determinado período de funcionamento. A modelação matemática para simular o comportamento de sistemas de abastecimento de água é uma técnica empregue na análise de problemas teóricos ou em aplicações práticas e para soluções de projecto...

O Comportamento de consumo de Vinho do Porto dos portugueses – recomendações para o aumento da procura interna

Barros, Rita Isabel Morais
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
105.94%
Dissertação de Mestrado apresentada ao Instituto de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Marketing Digital, sob orientação de Doutor António Correia de Barros; O Vinho do Porto é um elemento-chave que define a cultura portuguesa projetando-a a nível internacional. Este vinho licoroso, de aromas intensos, está pensado para a exportação; contudo, sendo produzido na Região Demarcada do Douro, em Portugal, merece um lugar de destaque no panorama nacional. Este estudo visa perceber o comportamento de consumo do consumidor português de Vinho do Porto, bem como os fatores influenciadores da frequência de consumo deste vinho. Pretende-se ainda sugerir recomendações para o aumento da procura interna do produto. Realizou-se uma revisão bibliográfica do sector de Vinho do Porto em Portugal e do consumidor português deste vinho. Posteriormente realizou-se uma entrevista exploratória que clarificou a questão de investigação e ajudou à idealização das hipóteses de investigação. Seguidamente, lançaram-se questionários online e presenciais à população portuguesa residente em Portugal Continental e Arquipélagos, com idade igual ou superior a 16 anos. Este estudo concluiu que o consumidor português de Vinho do Porto é do sexo feminino e jovem...

O efeito do envelhecimento na qualidade de vida e no comportamento de consumo

Ferrão, João Tiago
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
95.98%
O envelhecimento da população é um fenómeno global e uma das mais importantes alterações demográficas da história da humanidade, tal é a velocidade com que a população está a envelhecer. As previsões apontam que em 2050 haverá em todo o mundo um maior número de pessoas com mais de 60 anos, do que com idades inferior a 15 anos. Esta tendência é também observada em Portugal. Estas alterações demográficas relevam a importância do segmento sénior para os mercados, pelo que a compreensão dos efeitos do envelhecimento, de como os indivíduos se adaptam para manter a sua independência funcional, da definição de estratégias que propiciem essa mesma independência e da resposta aos seus desejos, torna-se necessária. O envelhecimento é um processo complexo, heterogéneo e individual, que provoca alterações no ser humano na sua componente física, psicológica e social. Estas modificações influenciam o comportamento de compra e o processo de decisão dos indivíduos, sendo motivo de interesse para o Marketing. Este estudo tem como objectivo a análise a população idosa, nomeadamente a influência da idade na Qualidade de vida e no comportamento de consumo, bem como a relação entre Qualidade de Vida e o Comportamento de Consumo. A amostra de 150 indivíduos...

VALORES CROSS-CULTURAIS DE CONSUMO PARA TECNOLOGIAS INOVADORAS: PREFERÊNCIA E USABILIDADE.

Gammarano, Igor de Jesus Lobato Pompeu; Arruda Filho, Emílio José Montero
Fonte: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
85.89%
O artigo apresenta uma análise sobre o comportamento do consumidor de inovações tecnologicas, a partir de uma abordagem qualitativa, focando consumidores de cinco países latino-americanos (Argentina, Chile, Colômbia, México e Brasil) como base referencial geográfica. O principio norteador da pesquisa foi avaliar quais fatores permeiam o processo de consumo e adoção de tecnologias inovadoras pelos consumidores presentes nos países pesquisados. Utilizou-se a netnografia como fundamento metodológico para coletar e analisar as informações extraídas dos comentários postados no cyber espaço. Foram comparadas as características e preferências de consumo e desejo dos consumidores, com o intuito de entender quais elementos estão envolvidos no processo de adoção de tecnologias inovadoras, realizando assim, uma pesquisa Cross-Cultural. Os resultados indicaram que para os seis tipos de consumidores encontrados nos cinco países pesquisados, os mesmos apresentam semelhanças com relação aos valores de consumo, apontando que nestes países, o comportamento de consumo dos usuários de tecnologias inovadoras não é afetado pela cultura da região.

Relação entre materialismo e estilo de consumo: homens e mulheres com comportamento dispare?

Zampieri Grohmann,Márcia; Flores Battistella,Luciana; Beuron,Thiago Antonio; Aita Riss,Luciana; Carpes,Aletéia de Moura; Lutz,Carolina
Fonte: Facultad de Contaduría y Administración, UNAM Publicador: Facultad de Contaduría y Administración, UNAM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
85.9%
O gênero é uma variável importante na compreensão do comportamento do consumidor e, portanto, o mesmo foi utilizado como fator moderador na relação entre materialismo (constructo antecedente) e estilo de consumo - compreendido como importância atribuida à marca, comportamento de compra compulsivo e influência dos outros no processo de compra (constructos consequentes). O modelo utilizado para mensurar o materialismo foi o de Richins (2004) e para medir o estilo de consumo utilizou-se o estudo de McCarty et al. (2007). Foi realizada uma pesquisa descritiva e quantitativa com 390 consumidores brasileiros e o ajuste do modelo, através da fatorial confirmatória, foi satisfatório. Por meio de equações estruturais foram testadas seis hipóteses de relações causais positivas. Os resultados demonstraram que: o materialismo possui relação com importância atribuída à marca (β=0.329); materialismo possui relação com compra compulsiva (β=0.485); materialismo possui relação com influência dos outros (β=0.137); a relação entre materialismo e importância atribuída à marca é mais forte nas mulheres; a relação entre materialismo e compra compulsiva é mais forte nos homens. A hipótese de que o materialismo teria relação mais forte com influência dos outros para as mulheres não foi confirmada. A pesquisa permitiu concluir que o materialismo é um antecedente do estilo de compra e de que homens e mulheres possuem percepções díspares.