Página 1 dos resultados de 435 itens digitais encontrados em 0.059 segundos

Perfil sócio-demográfico, comportamento de jogo e variáveis associadas do jogador patológico idoso que procurou tratamento; Social-demographic profile, gambling behavior and associated variables of elderly pathological gamblers treatment-seeking

Galetti, Cecilia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2009 PT
Relevância na Pesquisa
75.79%
O objetivo deste estudo foi avaliar o perfil sócio-demográfico, comportamento de jogo e variáveis associadas nos jogadores patológicos idosos. Realizou-se uma entrevista semi-estruturada com 586 pacientes que procuraram tratamento específico para jogo. Jogadores idosos (51) comparados com os adultos (535) apresentam características sociais típicas da idade que podem deixá-los vulneráveis ao jogo. Idosos começam a jogar mais tarde, desenvolvem mais lentamente a doença e apresentam menor gravidade do quadro clínico o que sugere um melhor prognóstico. Nos jogadores idosos existem dois subgrupos: os de início de jogo precoce ou início tardio. Os de início precoce começaram a jogar no início da vida adulta e são em sua maioria homens. Jogadores patológicos idosos necessitam de abordagens específicas de ajuda; The objective of this study was evaluate the social-demographic profile, gambling behavior and associated variables of elderly pathological gamblers. A half-structuralized interview with 586 patients, who had sought specific treatment for gambling, was done. Aged gamblers (51) compared with adults (53) present typical social characteristics of ageing that may make them vulnerable to gamble. They start to gamble later...

Bem-estar e busca de ajuda: um estudo junto a alunos de Medicina ao final do curso; Well-being and help-seeking: a study with final-year medical students

Leão Pereira, Paula Bertozzi de Oliveira e Sousa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
75.94%
INTRODUÇÃO: Dúvidas, competitividade e preocupação com o exame de residência geram forte desgaste e insegurança ao final da graduação em Medicina. Nesse período, o bem-estar é particularmente importante para a escolha da especialidade médica e o sucesso nos exames. Entretanto, sabe-se que alunos de Medicina resistem em buscar ajuda, principalmente para aspectos emocionais. Este estudo investigou junto a alunos do 6º ano de Medicina a relação entre bem-estar, percepção de necessidades e busca de ajuda nos recursos institucionais de suporte disponíveis Grupo de Apoio Psicológico ao Aluno (GRAPAL) e Programa Tutores FMUSP. MÉTODO: Utilizaram-se os Inventários de Beck (ansiedade e depressão), o WHOQOLbreve (qualidade de vida) e um questionário sobre percepção de necessidades (psicológicas e acadêmicas) e avaliação do suporte institucional. RESULTADOS: Os alunos referiram boa qualidade de vida (68%), mas apresentaram ansiedade (27%), depressão (20%) e prejuízo na vida social. Um 25% dos alunos reconheceram necessidades psicológicas e 51% deles referiram necessidades acadêmicas. As fontes de suporte mais acionadas durante o curso foram a família e os colegas, seja para necessidades psicológicas ou acadêmicas. Tutores são acionados às vezes pelos alunos...

O comportamento de cuidado entre crianças analisado à luz do contexto sociocultural, das ideias infantis sobre cuidado, das metas de socialização maternas e de comparações interculturais; Caregiving among children analysed under consideration of the socio- cultural context, the children´s ideas about infant care, the maternal socialization goals and cross-cultural comparisons

Santos, Ana Karina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
75.84%
A sensibilidade das crianças aos sinais emitidos por outra em situação de necessidade e mesmo a propensão ao cuidado atestam de forma cada vez mais convincente a natureza intrinsecamente motivada do cuidado espontâneo entre crianças. Este trabalho analisa o comportamento de cuidado entre crianças à luz do contexto sociocultural, das idéias infantis sobre cuidado, das metas de socialização das mães e de comparações interculturais. O estudo foi realizado na creche do povoado rural Bom Jardim, localizado no agreste de Sergipe. Participaram da pesquisa 17 crianças entre 4 e 6 anos, de ambos os sexos, e 27 mães residentes no povoado. Foi utilizado o método de observação focal do comportamento com filmagem em videotape para o registro dos comportamentos de cuidado entre as crianças. As idéias sobre cuidado infantil foram investigadas através da realização de foto-entrevistas e as Foi aplicada uma escala de comparação de metas de socialização nas mães. Os resultados revelaram que o tipo de cuidado entre crianças que teve maior média de ocorrência foi o contato afetuoso, seguido de supervisionar e ajudar. Nas categorias ajudar e contato afetuoso, o cuidado se concentrou entre crianças do mesmo sexo. Os resultados das foto-entrevistas mostraram que a foto escolhida com maior frequência como primeira opção foi a que exibia o contato corporal. As comparações interculturais com dados das crianças da vila rural Nso...

A influência do capital social e do comportamento de cidadania organizacional na satisfação de vida e desempenho no trabalho: um estudo comparativo entre Brasil e Portugal

Patricio, Joana Isabel Diogo Prista
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.86%
Desde à muito, os temas, capital social e comportamento de cidadania organizacional (CCO) têm sido extensivamente pesquisado e estudados nos EUA, no entanto estes têm recebido pouca relevância a nível de outros contextos internacionais. Se por um lado, a sua importância e inferência na performance dentro do contexto empresarial têm sido crescente, caracterizando a necessidade de um entendimento cada vez maior por parte das empresas, por outro, o investimento das corporações de grande porte, caminham cada vez mais em direção dos países com crescimento exponencial sustentado, como são o BRIC, o que cna uma necessidade fomentada de pesquisa nesta área de pesquisa para estas regiões. Este estudo pretendeu investigar, avaliar e mapear a influência do capital e do CCO na satisfação de vida e desempenho no trabalho do funcionário de nível superior, no contexto empresarial brasileiro e português, com o objetivo de identificar quais as diferenças existentes nestes duas realidade, devido ao investimento crescente do segundo para com o primeiro. Genericamente, encontramos clara influência das dimensões do CCO tanto para o desempenho no trabalho como para a satisfação de vida do trabalhador, assim como presença também marcada das duas dimensões do capital Social. Mais especificamente...

Processo educativo participativo com enfoque na ajuda a familia

Grüdtner, Dalva Irany
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 118 f.| il., tabs
POR
Relevância na Pesquisa
75.89%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias da Saude, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 1997; Neste trabalho, se propôs desenvolver um processo educativo participativo junto a discentes, docentes e equipe assistencial de Enfermagem, com o objetivo de ajudar a Família do indivíduo que necessita de intervenção cirúrgica em uma unidade hospitalar. O referencial teórico foi composto de conceitos da Pedagogia Problematizadora de Freire e da teoria de Relação Interpessoal de Travelbee. Tal estudo seguiu uma trajetória crescente, da aprendizagem para o ensino a ajudar a Família. Iniciou com a sensibilização dos atores-docentes, que após discussão e reflexão, decidiram pela relevância da temática. Após ensaio, a proposta foi reformulada e aplicada com os acadêmicos da disciplina alvo. Num terceiro momento introduziu-se estratégias como oficinas e Ajuda na Sala de Espera. Os discentes revelaram satisfação em participar deste tipo de ensino. Ao analisar os dados pode-se afirmar que é possível introduzir esta ajuda numa disciplina já estruturada, a julgar pelo interesse e participação demonstrados pela maioria dos envolvidos.

Mulheres em conflitos com a função materna na internação conjunta de uma unidade pediátrica

Silva, Maria Aparecida Rodrigues da
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
75.82%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde.; Trata-se de uma pesquisa qualitativa tendo como objeto de estudo os conflitos vividos por mulheres em torno da função materna em processos de internação hospitalar conjunta, em unidade pediátrica. A coleta de dados ocorreu em uma unidade de internação pediátrica de um hospital público do município de Cuiabá - MT, nos meses de junho a agosto de 1998. A metodologia do estudo incluiu a observação participante e a entrevista focalizada. A análise dos dados foi apoiada no conceito de gênero de Scott e no diálogo com outros autores que discutem a maternidade como um processo sócio cultural. A análise dos dados revelou o comportamento de altruísmo materno que expressa e reforça o esteriótipo da "boa mãe". Esse comportamento altruísta apareceu reforçado pela família, estando atribuído à própria maneira como se estruturam e pela possibilidade ou não de participarem do processo de internação, bem como pela maneira através da qual se organiza a assistência local, a qual é centrada na criança, valorizando dessa forma a idéia socialmente construída que atribui à mulher mãe toda a responsabilidade do cuidado ao filho doente. A instituição também reforça esse comportamento...

Relação de ajuda em pediatria: perspetiva dos pais

Almeida, Elsa Margarida Magalhães Simões; Rocha, Amarílis Pereira, orient.
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
86%
Enquadramento: Cuidar em pediatria baseia-se numa filosofia muito própria, que privilegia a prestação de cuidados em parceria e centrados na família. A relação de ajuda é considerada um instrumento de cuidados de enfermagem fundamental. O conhecimento da perceção que os pais têm acerca da relação de ajuda estabelecida pelos enfermeiros dos serviços de pediatria é indispensável para a busca de conhecimento e aquisição de competências para conseguir estabelecer uma relação de ajuda com a criança/adolescente/família, baseada no respeito, congruência e empatia. Objetivos: Avaliar a perspetiva da família das crianças/adolescentes acerca do desempenho da relação de ajuda dos enfermeiros que as cuidam; Verificar a influência das variáveis sociodemográficas dos pais na perceção que têm sobre a relação de ajuda estabelecida pelos enfermeiros. Métodos: Estudo de natureza quantitativa, transversal, descritivo, correlacional, realizado numa amostra não probabilística, por conveniência, constituída por 203 pais que acompanharam os filhos nos serviços de pediatria. O instrumento de recolha de dados utilizado inclui questões para a caraterização sociodemográfica da amostra e o inventário de relações interpessoais de Barrett-Lennard...

A relação de ajuda : percepção da criança dos 6-10 anos

Gil, Alexandra João Rodrigues Marques; Rocha, Amarílis Pereira, orient.
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
85.98%
Fundamentação: A relação de ajuda deve ser considerada como um foco de atenção em enfermagem pediátrica, de forma a definir estratégias adequadas à capacitação da criança/família, em prol do saudável desenvolvimento das crianças. O papel do enfermeiro e a importância da relação de ajuda é definida neste trabalho através das dimensões de nível de respeito, compreensão empática, incondicionalidade de respeito e congruência. Métodos: Tendo como objetivos analisar a perceção das crianças dos 6 aos10 anos acerca da relação de ajuda estabelecida com os enfermeiros nas diferentes unidades de saúde e analisar a influência das variáveis sócio demográficas nas diversas dimensões da relação de ajuda desenvolvemos um estudo de natureza quantitativa, transversal, descritivocorrelacional, com uma amostra não probabilística por conveniência de 71 crianças (37 meninos e 34 meninas) com uma média de idade de 8,46 anos. Para a colheita de dados utilizámos um instrumento de caracterização sócio demográfica da amostra e o inventário das relações de Barrett-Lennard (1986). Resultados: No que concerne às dimensões estudadas verificamos que as crianças pontuam com médias mais elevadas a dimensão de respeito e da dimensão compreensão empática apresentando médias mais baixas na dimensão da congruência. Os resultados evidenciaram ainda que não existiam diferenças estatisticamente significativas entre as dimensões da relação de ajuda e as variáveis sociodemográficas da criança e serviços de saúde. Somente as variáveis residência e motivo de recurso aos serviços é que apresentam diferenças estatisticamente significativas. Conclusão: Podemos concluir que as crianças da nossa população independentemente da idade...

Relação de ajuda : perspetiva do enfermeiro de pediatria

Paula, Teresa Maria Figueiredo Lopes Carvalho; Rocha, Amarílis Pereira, orient.
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
86%
Fundamentação: A relação de ajuda enfermeiro-utente é considerada um instrumento de cuidados de enfermagem fundamental. A aquisição de qualidades para conseguir estabelecer uma relação de ajuda baseada no respeito, empatia, incondicionalidade e congruência deverá ser um dos focos de atenção dos enfermeiros, que ficarão cada vez mais aptos para desenvolverem as dimensões da relação de ajuda, pois com a experiência profissional e/ou a especialização numa área de enfermagem as competências para o estabelecimento da relação de ajuda serão percecionadas como uma mais-valia. Em pediatria é com a unidade familiar (criança/jovem e família) que se estabelece a relação de ajuda, com base na parceria de cuidados. Objetivos: Os objetivos deste trabalho são a exploração da importância da relação interpessoal entre o utente pediátrico e os enfermeiros que prestam cuidados em unidades de pediatria e a verificação da influência das variáveis sócio-demográficas nas relações interpessoais entre o enfermeiro de pediatria e os utentes em idade pediátrica. Métodos: Para o cumprimento dos objetivos realizamos um estudo quantitativo, prospetivo, transversal e descritivo-relacional. O questionário comporta a caracterização sócio demográfica da amostra e o inventário de relações interpessoais de Barrett-Lennard...

Porquê ajudar se nada tenho a ganhar? : a influência da empatia nos comportamentos de ajuda dos bystanders

Melo, Miguel André Guedes de
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
106%
Mestrado em Psicologia Socal e das Organizações; Muitos dos estudos realizados acerca de bullying são centrados nos papéis mais salientes tais como a vítima/s e o agressor/s, ignorando largamente o papel representado pela grande maioria presente nestas situações: o bystander. Relativamente a este papel, sobretudo no que respeita ao bystander defensor, há que compreender como pode este ser influenciado pela empatia, já que esta assume segundo a literatura um papel determinante no comportamento de ajuda dos pares. O presente estudo procurou verificar se os comportamentos de ajuda dependem da empatia. Um total de 357 alunos (do 5º ao 11º ano) participaram no estudo. Verificou-se através das análises realizadas a influência da empatia na adopção deste tipo de comportamentos. Por outro lado, períodos elevados de vitimização conduziram a menores níveis de empatia. A idade dos indivíduos não se revelou relevante para a ajuda dos pares. Os resultados são finalmente discutidos assim como as limitações do estudo sendo feitas algumas sugestões para estudos futuros.; Most of the studies about bullying focus only the most salient roles such as the victim/s and aggressor/s, forgetting about those who are the majority of the time present during these situations: the bystander. Regarding to this specific role...

Competências Relacionais de Ajuda nos enfermeiros: validação de um instrumento de medida

Melo,Rosa Cândida Carvalho Pereira de; Silva,Maria Júlia Paes; Parreira,Pedro Miguel Dinis; Ferreira,Manuela Maria Conceição
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
95.92%
Considerando a importância da avaliação das competências relacionais de ajuda nos enfermeiros, torna-se necessário utilizar instrumentos fiáveis e adaptados aos contextos. Assim, o objectivo deste estudo foi avaliar as propriedades psicométricas do Inventário de Competências Relacionais de Ajuda (ICRA), através da realização de estudos de fiabilidade e validade, no sentido de aumentar o grau de confiança ou de exatidão que podemos ter na informação obtida por meio da utilização deste instrumento. O estudo quantitativo foi realizado numa amostra de 690 enfermeiros, que exerciam funções em seis hospitais e oito centros de saúde em Portugal. Os resultados obtidos indicam a existência de uma estrutura multidimensional das competências relacionais de ajuda diferenciando-se em quatro dimensões (competências genéricas, empáticas, de comunicação e de contacto), com correlações positivas entre si. O valor de Alpha Cronbach obtido por dimensão foi superior a .79, revelador de uma boa consistência interna dos itens por fator.

O comportamento de leitura de crianças e adolescentes, segundo a visão das mães

Santos,Patricia Leila dos; Alves,Zélia Maria Mendes Biasoli
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/1994 PT
Relevância na Pesquisa
75.82%
Esta pesquisa foi estruturada visando descrever qual a visão que adultos socializadores têm do comportamento de leitura das crianças e adolescentes, incluindo: o que eles lêem, os motivos que levam a essa atividade, a participação do ambiente. Para tanto, entrevistaram-se 45 mães de crianças e adolescentes que frequentavam da pré-escola à 8ª série, segundo o Roteiro para Investigação do Comportamento de Leitura. As entrevistas foram realizadas nas residências dos sujeitos, gravadas e, posteriormente, transcritas na íntegra e os dados qualitativamente analisados. A análise dos relatos mostra que: 1) De forma geral, crianças e adolescentes lêem, na maioria das vezes cumprindo exigências escolares; sua leitura produz outras atividades, que incluem o contar histórias, fazer comentários e pedir ajuda para tirar dúvidas; os livros infanto-juvenis e gibis são os materiais que mais se destacam. 2) A família costuma incentivar a leitura de diferentes maneiras, como ler junto ou fornecer e indicar livros, revistas, etc. Discute-se a participação da família e da escola no processo de leitura das crianças e adolescentes e a influência da atividade no processo de socialização.

Ajuda entre passageiros de ônibus

Silva,Abelardo Vinagre da; Günther,Hartmut
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 PT
Relevância na Pesquisa
75.95%
Comportamentos de ajuda entre passageiros de ônibus podem contribuir para a qualidade do transporte público. Durante 40 viagens e observações sistemáticas em duas linhas de ônibus registrou-se sob quais condições passageiros sentados auxiliariam quem viajava de pé, oferecendo-se para carregar as bagagens. De maneira geral, ajuda foi recebida em 60% das situações criadas. Significativamente mais ajuda foi oferecida numa linha para a periferia da cidade do que numa linha para o centro da cidade. Mulheres estiveram mais dispostas a ajudar e verificou-se uma tendência de oferecer mais ajuda em situações de contato face a face. Os dados sugerem que se pode encontrar comportamentos pró-sociais entre passageiros que favoreçam a qualidade no transporte público da cidade. A implementação de avisos educativos no interior dos ônibus e nos terminais rodoviários pode incentivar a ajuda entre passageiros, além de outros comportamentos desejáveis.

Efeitos da atribuição de causalidade e custo pessoal sobre a intenção de ajuda

Pilati,Ronaldo; Leão,Mariana; Vieira,Julianna Neves; Fonseca,Marcus de Miranda
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
106.09%
Este artigo tem como objetivo avaliar o efeito da atribuição de responsabilidade e o custo em ajudar sobre a intenção de comportamento de ajuda, bem como a mediação exercida pelo estado emocional sobre a relação entre atribuição e ajuda. Realizou-se um estudo de simulação de cenários experimentais, do qual participaram 181 estudantes universitários. Foi desenvolvido um cenário organizado em um delineamento fatorial 2 (atribuição: controlabilidade X incontrolabilidade) X 3 (custo: alto, médio e baixo). Os resultados apontam que a percepção de falta de controle do alvo sobre a situação leva a estados de afeto positivo e maior intenção de ajuda e que quanto maior o custo, menor a intenção de ajuda. Conclui-se que o custo e a atribuição de culpa são fatores relevantes na determinação da intenção de ajuda.

Comportamento de mergulho do boto-cinza, Sotalia guianensis, na enseada do Curral, Praia de Pipa-RN, Brasil :possíveis adaptações cardíacas ao mergulho

Garri, Rosana Griselda
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.84%
The marine tucuxi, Sotalia guianensis, is one of the smallest known cetaceans, has coastal habits, and occurs from Hondures to Santa Catarina, in southern Brazil. The objective of this dissertation was to describe diving behavior of the marine tucuxi in three age classes and to analyze the cardiac capacity to dive through the examination of hearts of stranded specimens. Observations were made from October 2004 to November 2005 from a vantage point, in Curral Bay at Pipa beach-RN. We used Ad Libitum sampling and All occurrences to record the behaviors. The diving was characterized by the total exposition of the tail fluke for a few seconds, in 90° or 45° angles. Were recorded 131 dives in three behavioral contexts: foraging, traveling and socialization. The difference between juveniles and adults in dive time and fluke out at 45° or 90° to search and/or capture prey is probably influenced by the strategy used and ability to capture the prey. The frequency of fluke out at 90° for foraging in adults may be related to increased physiological efficiency of adults in comparison to juveniles. However, in the context of travel and socialization the dive time and fluke out were independent between the age classes. Dive in calves were frequent during socialization (play behavior) and traveling. This...

Preditores da procura de ajuda profissional : estudo exploratório com mães de crianças ansiosas

Alves, Sara Carina Peixoto
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
75.98%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia da Saúde e da Doença), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013; Os pais têm um papel importante no processo de procura de ajuda profissional para os problemas emocionais e comportamentais dos filhos. São sobretudo eles que reconhecem os primeiros sinais de sofrimento psicológico dos filhos e procuram ajuda para evitar consequências futuras. O presente estudo tem como objetivo geral conhecer, de uma perspetiva exploratória e transversal, quais os preditores da procura de ajuda e as variáveis que influenciam o processo de procura de ajuda profissional para os problemas emocionais e comportamentais das crianças, segundo a perspetiva da mãe. A seleção dos participantes do estudo foi realizada em diferentes etapas. Numa primeira fase, de triagem, 1004 crianças do 1º e 2º Ciclo e os pais responderam ao questionário de avaliação de sintomatologia de ansiedade, o SCARED-R. Para a segunda fase foram selecionadas 275 crianças e tanto os pais como as crianças responderam autonomamente a um conjunto de questionários de avaliação da ansiedade. Também, foi realizada uma entrevista diagnóstica (ADIS-IV) às crianças e às mães (n=180) e uma entrevista semiestruturada sobre a história de ajuda profissional. A amostra deste estudo consiste em 105 crianças com idades compreendidas entre os 7 e os 12 anos e com um diagnóstico principal de perturbação de ansiedade. A análise dos dados permitiu concluir que os pais...

O comportamento de leitura de crianças e adolescentes, segundo a visão das mães; The children's and adolescents' reading behavior, according to the mothers' conception

Santos, Patricia Leila dos; Alves, Zélia Maria Mendes Biasoli
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/1994 POR
Relevância na Pesquisa
75.84%
Esta pesquisa foi estruturada visando descrever qual a visão que adultos socializadores têm do comportamento de leitura das crianças e adolescentes, incluindo: o que eles lêem, os motivos que levam a essa atividade, a participação do ambiente. Para tanto, entrevistaram-se 45 mães de crianças e adolescentes que frequentavam da pré-escola à 8ª série, segundo o Roteiro para Investigação do Comportamento de Leitura. As entrevistas foram realizadas nas residências dos sujeitos, gravadas e, posteriormente, transcritas na íntegra e os dados qualitativamente analisados. A análise dos relatos mostra que: 1) De forma geral, crianças e adolescentes lêem, na maioria das vezes cumprindo exigências escolares; sua leitura produz outras atividades, que incluem o contar histórias, fazer comentários e pedir ajuda para tirar dúvidas; os livros infanto-juvenis e gibis são os materiais que mais se destacam. 2) A família costuma incentivar a leitura de diferentes maneiras, como ler junto ou fornecer e indicar livros, revistas, etc. Discute-se a participação da família e da escola no processo de leitura das crianças e adolescentes e a influência da atividade no processo de socialização.; This research was structured in order to describe the view that adults have of children's and adolescents' reading behavior...

The children's and adolescents' reading behavior, according to the mothers' conception; O comportamento de leitura de crianças e adolescentes, segundo a visão das mães

Santos, Patricia Leila dos; Alves, Zélia Maria Mendes Biasoli
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/1994 POR
Relevância na Pesquisa
75.84%
This research was structured in order to describe the view that adults have of children's and adolescents' reading behavior, including: what they read, the reasons that motivate their reading, the participation of the social environment. For this, 45 mothers were interviewed whose children went to private elementary schools, according to the "Roteiro para Investigação do Comportamento de Leitura" (Guide to Reading Behavior Investigation). The interviews were carried out in the mothers' houses, recorded and later fully transcribed, and the data were submitted to qualitative analysis. The analysis of the reports shows that: 1) As a whole, children and adolescents read with frequency, in most cases to fulfill the school's reading assignments; their reading generates other activities which include story-telling, making comments and asking for help in comprehension problems; books and magazines for children and adolescents are the reading materials that are the most mentioned. 2) The family usually foster the activity in different ways, such as shared reading and the indication and supply of books, magazines, etc. The discussion includes a reflection on the family and scholl participation in the children's and adolescents' reading behavior and also on the influence of the activity in the socialization process.; Esta pesquisa foi estruturada visando descrever qual a visão que adultos socializadores têm do comportamento de leitura das crianças e adolescentes...

Helping Relationship Skills in nurses: the validation of a measurement instrument; Competências Relacionais de Ajuda nos enfermeiros: validação de um instrumento de medida; Competencias Relacionales de Ayuda en los enfermeros: validación de un instrumento de medida

Melo, Rosa Cândida Carvalho Pereira de; Silva, Maria Júlia Paes; Parreira, Pedro Miguel Dinis; Ferreira, Manuela Maria Conceição
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2011 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
95.94%
Considerando a importância da avaliação das competências relacionais de ajuda nos enfermeiros, torna-se necessário utilizar instrumentos fiáveis e adaptados aos contextos. Assim, o objectivo deste estudo foi avaliar as propriedades psicométricas do Inventário de Competências Relacionais de Ajuda (ICRA), através da realização de estudos de fiabilidade e validade, no sentido de aumentar o grau de confiança ou de exatidão que podemos ter na informação obtida por meio da utilização deste instrumento. O estudo quantitativo foi realizado numa amostra de 690 enfermeiros, que exerciam funções em seis hospitais e oito centros de saúde em Portugal. Os resultados obtidos indicam a existência de uma estrutura multidimensional das competências relacionais de ajuda diferenciando-se em quatro dimensões (competências genéricas, empáticas, de comunicação e de contacto), com correlações positivas entre si. O valor de Alpha Cronbach obtido por dimensão foi superior a .79, revelador de uma boa consistência interna dos itens por fator.; Considering the importance of assessing nurses' helping relationship skills, it was necessary to use reliable and context-adapted instruments. Thus, the objective of this study was to assess the psychometric properties of the Helping Relationship Skills Inventory (Inventário de Competências Relacionais de Ajuda...

CONSULTA DE ENFERMAGEM SUSTENTADA NA RELAÇÃO DE AJUDA: A PRÁTICA ASSISTENCIAL À PESSOA PORTADORA DO MAL DE CHAGAS

Fanes, Luisa; Maftum, Mariluci Alves
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2005 POR
Relevância na Pesquisa
75.95%
Trata-se de um projeto assistencial desenvolvido com pacientes portadores do Mal de Chagas, usuários do Ambulatório de Atenção ao Paciente Chagásico, em hospital universitário de Curitiba, no período de maio de 2001 a agosto de 2002. Optou-se pelo referencial teórico, a Teoria das Relações Interpessoais de Joyce Travelbee. Os objetivos foram implementar a consulta de enfermagem sistematizada na relação de ajuda, caracterizar o paciente portador de Mal de Chagas, usuário do ambulatório, e elaborar tópicos orientadores para a entrevista de ajuda. Utilizaram-se os conceitos de: Ser humano, Enfermagem, Ambiente, Saúde e Doença e Relação de ajuda. O trabalho desenvolvido mostrou que a utilização da teoria possibilitou o desenvolvimento de assistência humanizada, considerando o paciente, ser humano único, com historicidade e cultura própria; favorece a participação do paciente no processo e ajuda-o a desenvolver suas potencialidades. O estudo apontou caminhos para o enfermeiro refletir sobre a assistência prestada. Concluiu-se que o conhecimento é desenhado a cada dia, através do aprendizado com o paciente, que se torna o principal sujeito do processo, pois indica e delineia caminhos e formas de ajudá-lo. Trabalhar...