Página 1 dos resultados de 2040 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Comportamento alimentar, ansiedade, depressão e imagem corporal em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica; Eating Behavior, Anxiety, Depression and Body Image in Women Submitted to Bariatric Surgery

Mota, Diana Cândida Lacerda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.47%
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a obesidade tornou-se atualmente uma epidemia que se espalha em todo o mundo, sendo foco de inúmeros estudos que abordam sua prevenção e tratamento, tais como dietas, medicamentos e prática de atividade física. Em obesos mórbidos, a Cirurgia Bariátrica (CB) vem sendo considerada a terapia mais eficaz na redução do peso corporal destes indivíduos. Contudo, participantes submetidos a esse procedimento, podem apresentar complicações psicológicas e do comportamento alimentar, comprometendo o sucesso do tratamento, justificando assim a relevância da investigação destes fatores. O presente estudo avaliou o comportamento alimentar, sintomas de ansiedade e depressão e a imagem corporal em 50 mulheres obesas atendidas pelo serviço de cirurgia da obesidade do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto SP (HC/FMRP/USP). A pesquisa foi realizada em dois momentos: antes e quatro meses após o procedimento cirúrgico, sendo aplicados: Questionário Holandês do Comportamento Alimentar (QHCA), Inventários de Ansiedade (BAI) e de Depressão (BDI) de Beck e a Escala de Figuras de Silhuetas (EFS), aplicada após a cirurgia. Foi realizada a avaliação antropométrica de acordo com os parâmetros da Organização Mundial Da Saúde (1995) para obtenção do Índice de Massa Corporal (IMC). Foi realizada estatística descritiva...

Efeito de diferentes dietas sobre a modulação do comportamento alimentar em vias homeostáticas e hedônicas em ratas fêmeas

Laureano, Daniela Pereira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Introdução: A exposição crônica a diferentes tipos de dieta altera o metabolismo hipotalâmico e mesolímbico, podendo causar alterações no comportamento alimentar do indivíduo. O BDNF, fator de crescimento neuronal, pode atuar na modulação do comportamento alimentar tanto em vias hedônicas quanto homeostáticas. O objetivo do estudo foi investigar como o BDNF atua na modulação do comportamento alimentar em vias homeostáticas e hedônicas em ratas fêmeas com diferentes perfis metabólicos. Materiais e métodos: Ratas Wistar fêmeas adultas randomizadas por peso foram divididas em: dieta controle (C) contendo 22% de proteína e 4% de lipídios; dieta hipoproteica (LP) 8% de proteína ou dieta hiperlipídica (HF) 45% de lipídios, ad libitum, por 5 semanas, sendo o consumo medido a cada 72 horas e o peso semanalmente. O trabalho foi dividido em duas partes. Na primeira parte, após as 5 semanas de dieta os animais ficaram em jejum por 4 horas e foram expostos ao alimento doce (Froot Loops®), previamente pesado, por 1 hora, a fim de verificar o consumo de alimento palatável em ratas com diferentes perfis metabólicos. Imediatamente após coletou-se sangue e cérebro, assim como, o peso da gordura abdominal foi mensurado. Na segunda parte do estudo...

Mecanismos envolvidos na programação fetal do comportamento alimentar pela restrição de crescimento intrauterino em roedores e humanos

Molle, Roberta Dalle
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.54%
Introdução: Alterações no ambiente fetal conferem um risco aumentado para doenças crônicas como obesidade, doença cardiovascular, hipertensão arterial e diabetes tipo 2. As evidências sugerem que a restrição de crescimento intrauterino (RCIU) pode programar de forma persistente as preferências alimentares, e acredita-se que esse tipo de alteração comportamental, pode explicar, pelo menos em parte, o aumento do risco para essas doenças em indivíduos que sofreram RCIU. Portanto, torna-se importante entender os fatores associados e mecanismos envolvidos nesse comportamento. O objetivo deste trabalho foi investigar o efeito da RCIU no comportamento alimentar em animais e humanos, assim como os possíveis mecanismos envolvidos na sua programação. Métodos: Ratas Sprague Dawley prenhes foram randomizadas para o grupo controle (Adlib), que recebeu dieta padrão ad libitum ou grupo restrição 50% (FR), que recebeu 50% do consumo habitual de genitoras alimentadas ad libitum. As dietas foram oferecidas a partir do dia 10 de gestação até o dia 21 de lactação. Em até 24h após o nascimento, foi realizada a adoção cruzada formando os grupos: Adlib_Adlib, FR_Adlib, FR_FR, Adlib_FR. O consumo de ração padrão foi comparado entre todos os grupos. A preferência alimentar...

Comportamento alimentar, massa óssea e composição corporal em atletas de ginástica rítmica em relação à idade cronológica e à maturação somática; Eating behavior, bone mass and body composition in rhythmic gymnastics athletes relative to the chronological age and to the somatic maturation

Cristiane Teixeira Amaral Camargo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.49%
Estrutura da tese: No presente estudo optou-se pelo “Modelo Escandinavo”, o qual é chamado de “Modelo Alternativo” no Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. Dessa forma, a tese foi composta por introdução geral, objetivos, capítulos (1, 2 e 3) e conclusão geral. A introdução apresentou considerações sobre a ginástica rítmica, abordou aspectos sobre o comportamento alimentar, a massa óssea e técnica de sua avaliação por meio da ultrassonografia das falanges. Os capítulos 1 a 3 apresentam os artigos de acordo com as normas específicas de periódicos de circulação internacional. As principais conclusões dos artigos foram apresentadas na conclusão geral. As referências bibliográficas foram apresentadas no final de cada capítulo e da tese. Objetivo: O estudo teve como objetivos: (1) avaliar a composição corporal e a massa óssea com o comportamento alimentar em atletas de elite de ginástica rítmica. (2) analisar o crescimento físico e a composição corporal de atletas de ginástica rítmica em relação à maturação somática e (3) avaliar a massa óssea de atletas de ginástica rítmica em relação à idade cronológica e à maturação somática. Materiais e Métodos: Foram incluídas no estudo 136 atletas do sexo feminino de 23 equipes de ginástica rítmica de 10 estados do Brasil...

Estado nutricional da criança : influência do comportamento alimentar e da cultura organizacional da família

Cardoso, Ana Filipa Matos; Costa, Maria Graça Ferreira Aparício, orient.
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.49%
Enquadramento: As famílias têm grande influência na saúde das crianças, constituem o seu primeiro ambiente de aprendizagem e possuem o potencial necessário para desenvolver estilos de vida saudáveis, nomeadamente no que respeita ao comportamento alimentar aprendido. As suas características sociodemográficas e o tipo de cultura e organização da família podem influenciar o desenvolvimento de excesso de peso, pelo que foi neste âmbito que surgiu a problemática em estudo. Objetivo: Analisar a influência das variáveis sociodemográficas da criança e parentais, do comportamento alimentar da criança e da cultura organizacional da família, no estado nutricional da criança. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, correlacional e transversal, de análise quantitativa realizado numa amostra de 1424 crianças de várias regiões de Portugal Continental, média idade (M=4,58; Dp=0,995) anos e respetivos pais. Para recolha de informação utilizou-se: a EDIEP, uma adaptação de Aparício Costa, (2012) do QFA de Rito, (2007), o Questionário do Comportamento Alimentar da Criança (ChildEatingBehaviourQuestionnaire [CEBQ]) de Wardle (2001), validado para a população portuguesa por Viana & Sinde (2008) e o Inventário da Cultura Organizacional da Família (Nave 2007). Foi efetuada avaliação antropométrica das crianças e a classificação do seu estado nutricional teve por base o referencial NCHS (CDC...

Qual o risco de desenvolvimento de dísturbios do comportamento alimentar em estudantes de dietética e nutrição? : comportamento e hábitos alimentares, estado nutricional, composição corporal e actividade física

Mealha, Vanessa Filipa Vieira da Silva, 1986-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.47%
Tese de mestrado, Nutrição, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2012; Introdução: as mudanças do comportamento alimentar dos estudantes universitários são frequentes e têm sido alvo de estudo. Nas estudantes de Nutrição, o risco de desenvolvimento de distúrbios alimentares parece evidente, embora a investigação nesta área seja escassa. Objectivos: determinar o risco de desenvolvimento de distúrbios alimentares em estudantes de Dietética/Nutrição; comparar o seu comportamento alimentar, hábitos alimentares, estado nutricional, composição corporal e prática de actividade física com os de estudantes de outros cursos (de saúde e não saúde); comparar as diferentes variáveis nas estudantes do primeiro e último ano do curso de Dietética/Nutrição; relacionar as variáveis entre si. Metodologia: estudo transversal, observacional e comparativo. A amostra incluiu 189 estudantes do sexo feminino, entre os 18 e 25 anos (20,3±2,0), do 1.º e 4.º ano de dois estabelecimentos do ensino superior público. Na avaliação das estudantes recorreu-se a questionários validados para a população portuguesa (TAA, EDI, QFA e IPAQ) e a medições corporais (peso, altura, perímetro de cintura e massa gorda). Resultados: o risco de desenvolvimento de distúrbios alimentares revelou-se baixo (4...

Relação entre o comportamento alimentar de pais e filhos

Melo, Sofia Homem de; Tapadinhas, Ana Rosa de Oliveira Velez
Fonte: PsychOpen Publicador: PsychOpen
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.54%
Objetivo: Compreender a relação entre o comportamento alimentar pais-filhos, relação esta que pode ser a chave para o desenvolvimento de estratégias de prevenção mais adequadas no campo da Obesidade e das Perturbações do Comportamento Alimentar. Método: Participaram no estudo 116 pais e respetivos 116 filhos de idades compreendidas entre os 8 e os 12 anos, que frequentam o 3º, 4º, 5º e 6º ano de escolaridade de duas escolas privadas da Zona da Grande Lisboa. Foram utilizados dois instrumentos: Inventário de Perturbação do Comportamento Alimentar (EDI-3) e o Inventário de Perturbação do Comportamento Alimentar para Crianças (EDI-C). Resultados: Verificou-se uma correlação significativa entre o comportamento alimentar dos pais e dos filhos ao nível das escalas do EDI, especialmente nos compósitos Risco de Perturbação do Comportamento Alimentar (r = 0,221; p = 0,017) e Desajustamento Psicológico Geral (r = 0,183; p = 0,050). Foi também verificada a relação entre pais e filhos em variáveis como o índice de massa corporal, IMC (r = 0,228; p = 0,014), atividades sedentárias [visualização de televisão (r = 0,238; p = 0,010) e uso do computador (r = 0,263; p = 0,004)] e atividade física (r = 0...

Acontecimentos de vida negativos e as perturbações do comportamento alimentar

Félix, Andreia Filipa Leandro
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.54%
Dissertação de mest., Psicologia Clínica e da Saúde, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Univ. do Algarve, 2011; Nos últimos anos, o aumento da prevalência das perturbações do comportamento alimentar têm vindo a suscitar interesse por parte da comunidade científica, especialmente pela gravidade clínica que acarreta, bem como, pela existência dos inúmeros factores relacionados com a etiologia do presente quadro clínico. É neste sentido, que o presente estudo encontra a sua relevância, pretendendo analisar os acontecimentos de vida negativos ocorridos na infância – de acordo com a sua frequência, impacto e severidade – enquanto factor possivelmente relacionado ao surgimento e manutenção de sintomatologia relacionada com as perturbações do comportamento alimentar. Partimos do princípio que um melhor entendimento deste factor poderá contribuir para uma maior eficácia das abordagens terapêuticas utilizadas. A grande maioria das investigações realizadas sobre o papel dos acontecimentos de vida negativos ocorridos na infância e a psicopatologia do comportamento alimentar têm colocado o seu foco de interesse principalmente no abuso sexual na infância (Carter, Bewell, Blackmore, & Woodside, 2006) negligenciando as diversas formas de abuso existentes e o seu impacto...

Psicologia, saúde e nutrição: Contributo para o estudo do comportamento alimentar

Viana, Victor; Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da U. P. (FCNAUP). Instituto Superior de Ciências da Saúde-Norte (ISCS-N). Departamento de Pediatria do H.S.J.- Porto
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 17/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.52%
O comportamento alimentar constitui um importante aspecto dos hábitos e estilo de vida que importa abordar do ponto de vista da Psicologia. Tradicionalmente o processo alimentar tem sido estudado no caso das perturbações do comportamento alimentar. A abordagem que apresentamos é a do comportamento alimentar do sujeito normal no contexto teórico e metodológico da Psicologia da Saúde. A Nutrição está intrinsecamente associada à saúde e à doença. Algumas das mais assustadoras doenças do nosso tempo são em grande parte atribuíveis a hábitos alimentares não saudáveis adquiridos na infância e na adolescência. A compreensão do comportamento e do estilo alimentar, incluindo os aspectos psicológicos que lhe estão subjacentes, parece ser determinante na possibilidade de se definirem estratégias visando implementar mudanças de índole terapêutica ou educacional com vista à promoção de hábitos alimentares saudáveis. Neste trabalho procuramos demonstrar o papel da Psicologia na investigação no domínio da Nutrição, sobre as relações entre o comportamento alimentar e a saúde. É realçado o contributo da Psicologia para a compreensão do ser saudável e para a adopção de estratégias de prevenção primária e educação para a saúde...

Processo maturacional, insatisfação corporal e comportamento alimentar inadequado em jovens atletas

Fortes,Leonardo de Sousa; Almeida,Sebastião de Sousa; Ferreira,Maria Elisa Caputo
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.49%
OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi analisar a associação entre o processo maturacional, a insatisfação corporal e o comportamento alimentar inadequado, de acordo com o sexo, em jovens atletas. MÉTODOS: Participaram da pesquisa 580 indivíduos, de ambos os sexos, pertencentes a diferentes modalidades esportivas. Foram avaliados a maturação sexual, a maturação somática, a insatisfação corporal e o comportamento alimentar inadequado, por meio dos Critérios de Tanner, banco de Lohman, Body Shape Questionnaire e Eating Attitudes Test, respectivamente. O percentual de gordura foi estimado pela medição das dobras cutâneas, e a aferição de peso e de estatura foi utilizada para calcular o índice de massa corporal. Realizaramse modelo Univariado de Covariância, regressão logística binária e regressão linear múltipla para análise dos dados. RESULTADOS: Os Resultados demonstraram diferenças estatisticamente significativas (p<0,05) na insatisfação corporal entre os estágios maturacionais. Além disso, os meninos prépúberes e púberes apresentaram maior probabilidade de insatisfação corporal em relação aos atletas póspúberes (p<0,05), e o modelo de regressão logística mostrou associação entre os estágios maturacionais e o comportamento alimentar inadequado apenas no sexo masculino (p<0...

Manipulação nutricional e/ou serotoninérgica no período gestacional em ratos: estudo do comportamento alimentar dos filhotes

Cesiana da Silva, Matilde; Manhães de Castro, Raul (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.5%
O ambiente intrauterino exerce importante influência sobre o desenvolvimento fetal alterando uma diversidade de mecanismos regulatórios adultos. O presente estudo teve como objetivo avaliar as repercussões da desnutrição e/ou manipulação do sistema serotoninérgico durante a gestação, sobre o desenvolvimento do comportamento alimentar em ratos. Ratas da linhagem Wistar foram desnutridas e/ou tratadas com inibidor seletivo de recaptação da serotonina durante a gestação. Durante a lactação, foram avaliados parâmetros do comportamento alimentar, como duração de sucção e quantidade de leite ingerido. Aos trinta e cinco dias de vida foi avaliada a Seqüência Comportamental de Saciedade após injeção aguda de fluoxetina. Com essas modificações do ambiente fetal associadas a análises comportamentais, pode-se identificar o perfil de alterações que podem ser promovidas sobre parâmetros importantes que constituem o comportamento alimentar. No presente estudo, a desnutrição e o tratamento com fluoxetina na gestação promoveram modificações na duração de sucção, ingestão de leite e na seqüência comportamental de saciedade em ratos pré-adolescentes. A desnutrição promoveu hipo-responsividade à fluoxetina...

Hiperalimentação durante a lactação: repercussões sobre o crescimento somático, desenvolvimento sensório motor e controle serotoninérico do comportamento alimentar em ratos

Oliveira de Lira, Luciene; Manhães de Castro, Raul (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.48%
O objetivo deste estudo foi analisar as influências da maior disponibilidade de alimento durante a lactação sobre o crescimento somático, desenvolvimento sensório-motor e regulação serotoninérgica do consumo alimentar em ratos. Para obtenção de um estado de hiperalimentação foi utilizado o modelo experimental de redução da ninhada, sendo obtidos dois grupos experimentais: 1. Grupo Controle (n = 30), composto por animais mantidos em ninhadas com número controle de 8 filhotes, do 1º ao 21º dia de aleitamento; 2.Grupo Ninhada reduzida (n = 30), composto por animais submetidos a redução no 3º dia de lactação do número controle (8 por ninhada) para 2 filhotes. Durante este período, correspondente ao aleitamento, foram avaliados parâmetros de crescimento somático, maturação de características físicas e sensóriomotoras e quantificada a ingestão alimentar neonatal. Para quantificação do consumo alimentar neonatal os animais passaram por privação alimentar nos dias 7, 14 e 21. Após o período de separação, os filhotes foram devolvidos para suas mães e o consumo alimentar foi quantificado por ganho de peso após período de 1 hora de aleitamento. Durante os primeiros 21 dias de vida, foram realizadas avaliações de desenvolvimento somático e maturação reflexa. Ao 40º dia...

Transtornos do comportamento alimentar em escolares da cidade do Recife - PE

Márcia Tenório de Souza Cavalcanti, Ana; da Silva Diniz, Alcides (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.52%
Esta tese é apresentada sob a forma de capítulos, a saber: um de revisão de literatura e dois artigos originais. A revisão de literatura discorre sobre os transtornos do comportamento alimentar e seus fatores de risco. Os dois artigos originais que se seguem, são: Caracterização e magnitude dos transtornos do comportamento alimentar em escolares: um estudo de base populacional; Comportamento de risco precursores dos transtornos do comportamento alimentar e suas associações em escolares da cidade do Recife, Nordeste do Brasil. Ambos são estudos transversais, realizados com escolares na faixa etária entre 10 e 14 anos, de ambos os sexo, pertencentes a rede pública e privada de ensino da cidade do Recife, PE. Os dados foram coletados no período de agosto a dezembro de 2007. Para o rastreamento dos TCA, foi utilizada a escala Eating Behaviour and Body Image Test (EBBIT). Foram avaliados 1405 escolares. As variáveis, foram descritas, no primeiro artigo, sob a forma de mediana e intervalo interquartílico (percentis 25 e 75). Foram considerados como um forte indicativo de risco para TCA, os critérios que configuraram um quadro de anorexia e/ou bulimia nervosa, nos escolares que referiram comportamento com pontuações acima do percentil 75...

Efeitos do ambiente enriquecido sobre o comportamento alimentar de ratos adultos submetidos à desnutrição proteica perinatal

Ferraz, Marília Freire Isidro; Matos, Rhowena Jane Barbosa de (Orientadora); Souza, Sandra Lopes de (Coorientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
66.5%
Alguns fatores ambientais como a desnutrição, especialmente proteica, durante o período crítico de desenvolvimento do cérebro tem sido relacionada às modificações do controle do comportamento alimentar, como a hiperfagia, e ao surgimento de doenças metabólicas na vida adulta. O ambiente enriquecido (AE) é outro fator externo que pode influenciar o organismo através do aumento da estimulação sensorial e social, e tem sido utilizado como uma alternativa de intervenção capaz de interferir na plasticidade de regiões cerebrais e, portanto, pode favorecer o comportamento alimentar de animais submetidos à desnutrição. O objetivo do trabalho foi avaliar a influência da exposição ao AE sobre o comportamento alimentar de ratos adultos submetidos à desnutrição proteica perinatal. Foram utilizados 66 ratos machos Wistar divididos em grupos de acordo com a manipulação nutricional durante a gestação e lactação: controle (proteína a 17%, n= 7) e desnutridos (proteína a 8%, n= 8). Após o desmame, aos 25 dias, os filhotes receberam dieta padrão ad libitum e foram subdivididos aleatoriamente segundo à exposição ao AE de 30 até 90 dias de vida: controle sem ambiente enriquecido (n=16); controle com ambiente enriquecido (n=18); desnutrido sem ambiente enriquecido (n=16); e desnutrido com ambiente enriquecido (n=16). O AE foi formado em uma gaiola que abrigava de 8 a 10 animais contendo: escadas...

Comportamento alimentar do camarão marinho farfantenaeus subtilis em condições laboratoriais

Silva, Priscila Fernandes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.41%
Shrimp culture represents an important activity to brazilian economy. The northeastern region has presented high levels of production because of its climatic conditions. An important factor for the activity´s major development is related to the introduction of the species Litopenaeus vannamei. The use of an exotic species can disturb the ecosystem. In the last decades, L. vannamei has been the only species cultivated in Brazilian farms, there not being an alternative species for shrimp culture. So, there is an urgent need to developing new studies with the native species, which might represent an alternative concerning shrimp production, with emphasis on Farfantepenaeus subtilis. Another important aspect related to the activity is feeding management, once it is quite usual that feed offer on the pond does not take into account either the species´ physiology and behavior or the influence of environmental variables, such as light cycle and substrate. That knowledge may optimize management and so reduce the impact of effluents in the environment. This study´s objective was characterizing feeding behavior of F. subtilis in laboratory. For that, an ethogram was developed, using 20 wild animals which were observed through ad libitum and all occurrences methods. Two experiments were developed in order to register feeding behavior on different substrates...

Alteração no comportamento alimentar de trabalhadores de turnos de um frigorífico do sul do Brasil

Freitas,Elisângela da Silva de; Canuto,Raquel; Henn,Ruth Liane; Olinto,Beatriz Anselmo; Macagnan,Jamile Block Araldi; Pattussi,Marcos Pascoal; Busnello,Fernanda Michelin; Olinto,Maria Teresa Anselmo
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.47%
ResumoInvestigou-se a relação entre trabalho em turnos e o comportamento alimentar dos trabalhadores de um frigorífico do sul do Brasil. Estudo transversal com 1.206 trabalhadores, entre 18 e 50 anos, de ambos os sexos. Um questionário padronizado foi utilizado para as informações demográficas, socioeconômicas, turno de trabalho e hábitos alimentares. O turno de trabalho foi categorizado em diurno e noturno, com base nos horários de início e fim do turno. O comportamento alimentar dos trabalhadores foi avaliado da seguinte forma: número e tipo de refeições realizadas nas 24 horas de um dia habitual, inadequação dos horários dessas refeições e escore alimentar de risco. Este foi construído com base na classificação de risco do consumo semanal de 13 itens alimentares. Após o ajuste para possíveis fatores de confusão, os trabalhadores do sexo masculino, de cor de pele não branca e mais jovens tiveram maior probabilidade de apresentar comportamento alimentar de risco. Trabalhadores noturnos realizavam maior número de refeições/dia e apresentaram maior inadequação nos horários das refeições do que os diurnos. O turno de trabalho noturno pode influenciar negativamente no comportamento alimentar de trabalhadores desse período.

O papel dos factores socioculturais no desenvolvimento das perturbações do comportamento alimentar: Uma revisão da literatura

Gonçalves,Sónia F.; Machado,Bárbara C.; Machado,Paulo P.P.
Fonte: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde Publicador: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.52%
As perturbações do comportamento alimentar são perturbações graves que se caracterizam por alterações significativas ao nível do comportamento alimentar associadas a uma preocupação extrema com o peso e forma corporais. Estas perturbações são mais frequentes em sociedades ocidentais, que enfatizam uma imagem corporal feminina magra. Talvez por esta razão, os factores socioculturais têm sido, muitas vezes, apontados, como os factores responsáveis pelo aumento da incidência das perturbações do comportamento alimentar. No entanto, a discrepância entre os valores de prevalência das perturbações do comportamento alimentar e o número total de pessoas expostas à pressão social para um corpo magro e tubular, questiona a importância desta exposição no desenvolvimento das patologias alimentares. O presente artigo apresenta uma revisão de estudos que procuram mostrar o papel etiológico dos factores socioculturais no desenvolvimento das perturbações do comportamento alimentar e a razão destas patologias, serem denominadas de culture-bound syndromes, bem como algumas perspectivas alternativas a estes modelos conceptuais que procuram revelar a fragilidade dos modelos etiológicos que enfatizam a importância destes factores na complexa etiologia das perturbações do comportamento alimentar.

Psicologia, sáude e nutrição: contributo para o estudo do comportamento alimentar

Viana,Victor
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.52%
O comportamento alimentar constitui um importante aspecto dos hábitos e estilo de vida que importa abordar do ponto de vista da Psicologia. Tradicionalmente o processo alimentar tem sido estudado no caso das perturbações do comportamento alimentar. A abordagem que apresentamos é a do comportamento alimentar do sujeito normal no contexto teórico e metodológico da Psicologia da Saúde. A Nutrição está intrinsecamente associada à saúde e à doença. Algumas das mais assustadoras doenças do nosso tempo são em grande parte atribuíveis a hábitos alimentares não saudáveis adquiridos na infância e na adolescência. A compreensão do comportamento e do estilo alimentar, incluindo os aspectos psicológicos que lhe estão subjacentes, parece ser determinante na possibilidade de se definirem estratégias visando implementar mudanças de índole terapêutica ou educacional com vista à promoção de hábitos alimentares saudáveis. Neste trabalho procuramos demonstrar o papel da Psicologia na investigação no domínio da Nutrição, sobre as relações entre o comportamento alimentar e asaúde. É realçado o contributo da Psicologia para a compreensão do ser saudável e para a adopção de estratégias de prevenção primária e educação para a saúde...

A influência do marketing aplicado à indústria de alimentos sobre o estado nutricional e o comportamento alimentar no Brasil: uma revisão

Sartori, Alan Giovanini de Oliveira
Fonte: Segurança Alimentar e Nutricional Publicador: Segurança Alimentar e Nutricional
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa descritiva. Formato: application/pdf
Publicado em 11/02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
76.34%
O marketing aplicado à indústria de alimentos tem sido apontado como um dos principais elementos na etiologia da obesidade infantil e no desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis associadas à dieta. O objetivo do artigo foi, por meio da elaboração de revisão bibliográfica, analisar os estudos sobre a influência da publicidade e propaganda no estado nutricional de crianças e adolescentes e no comportamento alimentar conduzidos no Brasil. Realizaram-se buscas em bases de dados científicas virtuais e foram analisadas publicações selecionadas, com base em critérios pré-estabelecidos. Constatou-se que a maioria dos anúncios de alimentos na mídia televisiva brasileira refere-se a produtos considerados não saudáveis e que a influência do marketing sobre o consumo alimentar de crianças e adolescentes é relevante. O tempo despendido em frente à tela por esses indivíduos é excessivo (≥ 2,5 horas/dia) e, adicionado a hábitos como comer enquanto se assiste televisão e dedicar tempo insuficiente à prática de atividades físicas, está associado ao excesso de peso. No tocante ao conteúdo das propagandas e informações divulgadas em rótulos presentes nas embalagens dos produtos alimentícios, notou-se a necessidade de aprimoramento da atuação reguladora do setor público...

Influência da mídia no comportamento alimentar de crianças e adolescentes

Moura, Neila Camargo de
Fonte: Segurança Alimentar e Nutricional Publicador: Segurança Alimentar e Nutricional
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Exploratória. Formato: application/pdf
Publicado em 09/02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
76.34%
No Brasil, alimentos são os produtos mais freqüentemente anunciados, sendo que quase 60% deles pertencem ao grupo representado, na pirâmide alimentar, por gorduras, óleos, açúcares e doces. De um modo geral, crianças e adolescentes não têm maturidade suficiente para controlar suas decisões de compra e acabam dando preferência para a compra e consumo de guloseimas, pobres em substâncias nutritivas, acarretando, com freqüência, a obesidade infantil. O aumento da obesidade infantil pode estar relacionado com a influência negativa do marketing. Estima-se que crianças e adolescentes gastem em média 5-6 horas por dia assistindo televisão aberta e o número de comerciais que estimulam o consumo de alimentos pobres em nutrientes aumentou de 11 para 40 por hora nas últimas duas décadas. Esse artigo tem por objetivo elaborar uma revisão sobre a influência do marketing no comportamento alimentar de crianças e adolescentes e apontar como o tempo excessivo gasto com a televisão pode levar à inatividade física e conseqüente obesidade desse público.