Página 1 dos resultados de 203 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Elaboração de um instrumento de autopercepção de competências transversais de trabalho em universitários

Silva, Bárbara Maria Barbosa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.68%
O sucesso e a permanência no mercado de trabalho não estão ligados somente às competências técnicas e específicas de cada profissão. Competências transversais, ou seja, que podem ser transferidas de um contexto a outro de trabalho, são cada vez mais importantes. O objetivo principal desta pesquisa foi a construção de um instrumento para avaliar a autopercepção de competências transversais de trabalho em universitários. A amostra foi composta por 777 universitários de 34 cursos diferentes com idades entre 18 e 33 anos. Resultados de análises de componentes principais indicaram sete componentes: resolução de problemas e criatividade, organização e responsabilidade, relacionamento interpessoal, trabalho em equipe, comunicação escrita, comunicação oral e raciocínio numérico. Os índices de fidedginidade obtidos foram todos satisfatórios (entre 0,74 e 0,91). Estes resultados sugerem que o instrumento proposto apresenta boas qualidades psicométricas, embora refinamentos e novos estudos sejam necessários.; Success and permanence in the labor market do not depend only on individuals’ possession of specific and technical skills of her or his occupation. Transferable skills, that can be transferred from one context of work to another...

Crossing the borders : as TIC ao serviço da construção de uma cidadania europeia no contexto da sociedade do conhecimento

Coutinho, Clara Pereira; Rocha, Catarina
Fonte: Universidade da Coruña Publicador: Universidade da Coruña
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
46.53%
O projecto Crossing the Borders que vimos apresentar nesta comunicação consistiu na geminação electrónica entre uma escola portuguesa e uma congénere da República Checa, desenvolveu-se ao longo do ano lectivo 2006/2007 e envolveu 72 adolescentes do mesmo nível de escolaridade (9º ano). Através da implementação de estratégias inovadoras em que as TIC funcionaram como meios facilitadores da comunicação e da interacção entre os intervenientes, procurou-se que os alunos envolvidos desenvolvessem um leque amplo de competências transversais ao currículo, em particular no que concerne a Educação Cívica e ao desenvolvimento de uma verdadeira cidadania europeia. A experiência foi avaliada pelos alunos e pelas docentes envolvidas no projecto. Para os alunos, os resultados atestam o enorme interesse e motivação que a experiência suscitou expresso, tanto a nível quantitativo (número de interacções geradas), como qualitativo (conteúdo dos posts e artefactos resultantes do projecto). Para as docentes, o projecto possibilitou a introdução de metodologias inovadoras e o desenvolvimento nos alunos de inúmeras competências transversais ao currículo capazes de preparar cidadãos europeus no contexto da sociedade global em que o conhecimento é construído de forma colaborativa e a aprendizagem é uma partilha de experiências e saberes que se desenvolve ao longo da vida.

Competências transversais dos licenciados e sua integração no mercado de trabalho

Silva, Paulo António Gonçalves da
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 15/01/2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.82%
Dissertação de mestrado em Gestão de Recursos Humanos; O presente estudo tem como objectivo analisar as competências transversais dos diplomados do ensino superior, nomeadamente quanto à sua importância, qualidade e papel das instituições de ensino superior e das organizações empregadoras no seu desenvolvimento. Para o efeito, foram aplicados inquéritos por questionário a uma amostra de 423 diplomados das diferentes áreas de formação da Universidade do Minho entre os anos lectivos 1997/1998 e 2002/2003, bem como a 52 representantes de entidades empregadoras de diferentes sectores de actividade dos distritos de Aveiro, Braga, Porto e Viana do Castelo. Através da análise descritiva de dados, análise factorial, de correlações e testes não para métricos, foi possível concluir que tanto diplomados como empregadores atribuem um elevado nível de importância às competências transversais, embora os diplomados das áreas das ciências sociais e humanas e os representantes de entidades empregadoras de maior dimensão tendam a apresentar uma maior valorização. Foram, também, detectadas lacunas nos diplomados relativamente às competências transversais, mais evidenciadas pelos empregadores do que pelos próprios...

Construção de competências transversais no sector das telecomunicações : percepções e estilos de aprendizagem

Silva, Inês Cristina Direito Baptista da
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
66.96%
Tem sido frequentemente referido na literatura que os diplomados do ensino superior estão mal preparados para as exigências do mercado de trabalho. Face à situação económica actual, mais do que conhecimentos académicos, os estudantes necessitam desenvolver competências que promovam a sua empregabilidade e aprendizagem ao longo da vida. Isto é particularmente relevante no sector das Telecomunicações, face às constantes mutações tecnológicas e organizacionais. Estas competências são usualmente designadas por competências transversais, englobam o conjunto de competências que são comuns às diferentes actividades profissionais. Trata-se de competências imprescindíveis à empregabilidade, uma vez que permitem aos indivíduos agir numa multiplicidade de tarefas e funções. O presente trabalho propõe uma caracterização da construção das competências transversais no sector das Telecomunicações, tendo por base as percepções dos estudantes de engenharia, mas também as percepções das empresas do sector. No sentido de apoiar a fundamentação de estratégias práticas promotoras do desenvolvimento das competências transversais, o presente trabalho analisou os estilos de aprendizagem dos alunos de engenharia...

Literacias e numeracias na promoção do desenvolvimento do jovem adulto no ensino superior

Ribeiro, Cláudia Sofia Martins Fernandes
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.59%
Mantendo como premissa principal a promoção do sucesso académico no Ensino Superior através da implementação de módulos de formação fundamentados em competências cada vez mais valorizadas pela sociedade actual e associadas à informação e às novas formas de literacia, foram desenvolvidos vários módulos de formação destinados à comunidade académica da Universidade de Aveiro. Pretende-se que os resultados obtidos contribuam para sensibilizar a comunidade académica para a importância de dotar os indivíduos com competências básicas das novas formas de literacia, dotando os participantes de “saber-fazer” no que se refere às competências elementares de literacia. De modo a serem atingidos tais objectivos, este projecto implementou diferentes módulos promovendo de uma forma geral, o sucesso académico. Com a finalidade de avaliar os módulos implementados, procedeuse à elaboração de questionários. Numa primeira fase, pretendeu-se avaliar as competências e a progressão dos formandos recorrendo a um pré e pós-teste, ou seja, avaliando as competências a desenvolver e as que foram efectivamente desenvolvidas. Para a análise dos dados foi utilizado o programa estatístico SPSS, versão 16.0 para Windows...

Competências transversais de educadores de infância e professores do 1º e 2º ciclos do ensino básico

Teixeira, Carla de Lurdes Pinto
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.62%
Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação - Especialização em Supervisão Pedagógica, apresentada à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti; Um percurso baseado na definição geral de competência para se encontrar o caminho das competências transversais dos professores. As competências transversais mais valorizadas pelos educadores de infância e pelos professores do 1º e 2ºciclos do ensino básico remete-nos para uma reflexão sobre a formação/supervisão no sentido de ser atingido um melhor desempenho profissional. É crucial a existência de um quadro referencial de competências que se tornem úteis para o desempenho pessoal e profissional dos professores.; A path basead on the general definition of competence to find a way into teachers’ traversal competences. The highest regarded traversal competences by child educators and professors across the 1st and 2nd basic teaching levels guides us into a reflection on the education/supervision in a way to achieve a better professional performance. It is crucial the existence of a referencial board of competences that become useful to the personal and professional development of teachers.

Perfil de competências transversais do diretor de curso do ensino profissional

Vieira, Sílvia
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.53%
Trabalho de projeto apresentado à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação Especialização em Supervisão Pedagógica; O presente estudo enquadrou-se no contexto da oferta educativa dos Cursos Profissionais do Ensino Secundário de um estabelecimento de ensino privado e cooperativo. Para o funcionamento eficaz destes cursos, foi criado o cargo de Diretor de Curso, que é fundamental para o acompanhamento e concretização dos objetivos dos cursos. Considerado como um cargo de gestão intermédia, compreende uma diversidade de papéis, funções e interlocutores dentro e fora do contexto educativo, constituindo deste modo, um desafio para os profissionais que exercem este cargo. Neste sentido, através de um trabalho investigativo, de cariz descritivo e exploratório, com recurso a entrevistas semi-estruturadas realizadas a um grupo bastante restrito de Diretores de Curso e de Turma, procurámos conhecer as perceções sobre o trabalho do Diretor de Curso, e simultaneamente apurar os aspetos potenciadores ou impeditivos da sua ação e as competências transversais que o mesmo deve deter para levar a cabo as suas funções com elevados níveis de desempenho. A análise de resultados levou-nos a perspetivas distintas relativamente à natureza das funções e papéis desempenhados...

O papel das TIC no desenvolvimento das competências transversais dos alunos

Cancela, Joana Margarida Flórido Dias de Carvalho, 1973-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.73%
Tese de mestrado, Educação (Tecnologias de Informação e Comunicação e Educação), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2012; Em pleno século XXI, assistimos a uma sociedade que vai valorizando cada vez mais, competências satélites ao raciocínio verbal e matemático, o que se traduz na crescente preocupação em perceber como as tecnologias de informação e comunicação (TIC), enquanto recurso tecnológico, poderão potenciar o desenvolvimento das competências transversais adequadas às necessidades sociais e profissionais que se colocam aos seus cidadãos. Neste contexto o presente trabalho tem por objetivo auscultar os professores de Informática sobre o papel das TIC no desenvolvimento de saberes que transcendem o simples domínio tecnológico, isto é, a capacidade de aprender a aprender e de lidar com a mudança. A metodologia utilizada seguiu uma linha de natureza quantitativa e descritiva, visando compreender a relação entre as práticas aplicadas nos domínios do ensino, utilizando ambientes com recurso às TIC, e as competências transversais desenvolvidas nos alunos, tendo por base a seguinte questão inicial: Como é que os professores de informática organizam as atividades de ensino e aprendizagem de forma a potenciar o desenvolvimento das competências dos alunos?. Na fase empírica...

As competências de uma equipa de sonho: validação de um modelo de competências de equipa multidimensional

Correia, Andreia Moreira de Brito
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
56.59%
Mestrado em Psicologia Social e das Organizações; As equipas nas organizações não constituem uma panaceia para todos os seus problemas dado que algumas equipas são mais eficazes que outras. O que distingue então estas equipas? Mais do que conhecimentos técnicos, as equipas necessitam de possuir competências transversais que lhes permitam ter a adaptabilidade necessária a um contexto em mudança. Devido à escassez de estudos empíricos que relacionem as competências de equipa à eficácia da equipa, esta dissertação propõe um modelo para estudo. Adicionalmente, objectiva realizar o primeiro passo no estudo deste modelo ao validar empiricamente o modelo de competências de equipa proposto pela literatura mais recente. É testado se as competências de equipa possuem três componentes – Atitudes, Comportamentos e Cognições. Neste estudo participaram 1887 indivíduos, pertencentes a 630 equipas de uma competição de gestão, tendo respondido a dois questionários. As medidas deste estudo foram operacionalizadas tendo em conta o referencial de equipa, mas os dados foram analisados ao nível individual. Os resultados contestam a hipótese colocada, indicando que as competências de equipa são melhor estruturadas numa lógica de fases de actividade. Desta forma...

A satisfação dos alunos finalistas do Ensino Superior

Lucas, Ana Filipa Agante
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 07/07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.55%
Na identificação dos determinantes da satisfação dos alunos finalistas com a formação obtida no Instituto Superior Técnico (IST) avaliou-se o impacto que a preparação para o mercado de trabalho, e a aprendizagem de competências transversais como a gestão, administração, empreendedorismo e liderança, têm na satisfação dos finalistas. O modelo teórico privilegiou as adaptações ao ensino superior (ES) dos modelos de medida da satisfação ECSI e SERVQUAL e, dos determinantes empíricos do instrumento de medida. O Projeto centrou-se na análise dos resultados ao questionário aos Alunos Finalistas de Mestrado de 2012/13, da responsabilidade do Núcleo de Estudos e Projetos do IST. Os dados foram sujeitos a uma análise fatorial em fatores comuns e específicos, cujos fatores foram utilizados na realização de uma regressão em componentes principais. Os resultados demostraram que as competências de gestão e administração, as competências técnicas e informáticas e a preparação para o mercado de trabalho eram os principais determinantes da satisfação dos alunos finalistas do IST. As competências linguísticas e de consciência ambiental foram as que menor impacto tiveram na satisfação com a formação obtida. A aplicação do modelo de regressão aos alunos de mestrados integrados e aos dos cursos de engenharias tradicionais revelou existirem diferenças nos determinantes e seu impacto na satisfação. Foi no primeiro grupo que o modelo revelou o seu potencial máximo explicativo...

Aquisição e desenvolvimento de competências transversais e técnicas no ensino superior: perspetivas dos estudantes e dos supervisores de estágio

Pinto, Rosa Marlene Pereira
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.88%
Com a inclusão do processo de Bolonha nas instituições do ensino superior, foram feitas algumas alterações nos currículos educativos. De um ensino centrado na exposição de conteúdos passamos para um ensino direcionado para o desenvolvimento de competências, onde o aluno assume um papel proactivo, em que aprender é mais do que adquirir conhecimentos. Para além das competências técnicas é necessário acrescer ao currículo competências transversais, para que qualquer profissional, principalmente em inicio de carreira, de respostas adequadas ao mercado de trabalho atual, que se apresenta cada vez mais competitivo. As competências são entendidas por um conjunto de atributos pessoais específicos a cada indivíduo. As competências técnicas são específicas para o desempenho de uma determinada função/profissão, por sua vez as competências transversais são comuns a diversas atividades e transferíveis de função para função. Estas são fundamentais para garantir a empregabilidade a curto e longo prazo, daí a importância da sua promoção e desenvolvimento nas instituições de ensino superior. Esta investigação teve como principal objetivo analisar a importância atribuída às competências transversais e técnicas na formação em cursos Ensino e de Psicologia...

Autopercepção de competências transversais de trabalho em universitários: construção de um instrumento

Silva,Bárbara Maria Barbosa; Teixeira,Marco Antônio Pereira
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.68%
O sucesso e a permanência no mercado de trabalho não estão ligados somente às competências técnicas e específicas de cada profissão. Competências transversais, ou seja, que podem ser transferidas de um contexto a outro de trabalho, são cada vez mais importantes. O objetivo principal desta pesquisa foi a construção de um instrumento para avaliar a autopercepção de competências transversais de trabalho em universitários. A amostra foi composta por 777 universitários de 34 cursos diferentes com idades entre 18 e 33 anos. Resultados de análises de componentes principais indicaram sete dimensões no instrumento: resolução de problemas e criatividade, organização e responsabilidade, relacionamento interpessoal, trabalho em equipe, comunicação escrita, comunicação oral e raciocínio numérico. Os índices de fidedignidade obtidos foram todos satisfatórios (entre 0,74 e 0,91). Estes resultados sugerem que o instrumento proposto apresenta boas qualidades psicométricas, embora novos estudos de validade sejam necessários.

Competências transversais, técnicas ou morais: um estudo exploratório sobre as competências dos trabalhadores que as organizações em Portugal mais valorizam

Swiatkiewicz,Olgierd
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.66%
Neste artigo, aborda-se em termos gerais a problemática das competências e habilidades dos trabalhadores: um tema confuso e controverso com diversos resultados empíricos e muitas inconsistências, mas que continua a proporcionar oportunidades de pesquisa. Por meio do binômio soft skill e hard skill, almeja-se identificar o papel que as competências morais desempenham. No estudo empírico realizado com uma amostra de conveniência de trabalhadores estudantes portugueses, buscou-se responder a seguinte pergunta: "Dos três tipos de competências (transversais, técnicas ou morais), qual é mais valorizado nas organizações em Portugal, segundo a percepção dos trabalhadores e não dos gestores?". Por isso, e com base em revisão da literatura, foram primeiramente caracterizados os traços dominantes da cultura portuguesa. Para categorizar as respostas dos entrevistados a uma questão aberta, recorreu-se à análise de conteúdo/redução fenomenológica. Os resultados obtidos, além de sua finalidade exploratória, indicam claramente a preferência pelas competências transversais e um interesse secundário e marginal nas competências morais. Essa conclusão, no entanto, demanda confirmações mais robustas por futuros estudos.

Percepções dos estudantes de engenharia em relação ao ensino e aprendizagem em gerenciamento de projetos

Santos, Edilene Felix dos; Mota, Caroline Maria de Miranda (Oriêntadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
46.53%
O interesse em gerenciamento de projetos está crescendo significativamente. No mundo empresarial moderno, cada vez mais complexo e competitivo, o trabalho com projetos vem ganhando mais espaço dentro das empresas, por isso é fundamental avaliarmos a formação que é oferecida aos futuros gestores de projetos. Este trabalho procurou analisar os aspectos que compõem o processo de ensino e aprendizagem em gerenciamento de projetos nos cursos de engenharia. Os dados foram coletados com a utilização de um questionário estruturado concebido em formato de declaração para capturar a opinião dos estudantes. As respostas foram analisadas utilizando ACP a fim de estabelecer as principais componentes que constituem a experiência dos alunos com a disciplina. No geral, três componentes principais surgiram a partir dos dados (caracterizando as percepções dos respondentes do que é significativo em suas experiências de aprendizagem em gestão de projetos). A primeira componente, e-learning, reúne variáveis associadas com os recursos e a utilização de um ambiente online de aprendizagem, caracterizado na literatura como uma ferramenta de complementação ao ensino da gestão de projetos nos currículos acadêmicos atuais. A segunda componente...

O património local como recurso para o desenvolvimento de competências essenciais da história no 1.º ciclo

Rebelo, Marta Sofia Santos
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.55%
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ensino do 1.º e do 2.º Ciclo do Ensino Básico; O presente relatório intitulado O património local como recurso para o desenvolvimento de competências essenciais da História no 1.º ciclo cumpre um dos requisitos para a obtenção do grau de mestre em Ensino do 1.º e 2.º Ciclo do Ensino Básico, na Escola Superior de Educação de Lisboa. Partindo da intervenção realizada no âmbito da Unidade Curricular de Prática de Ensino Supervisionado II numa turma do 3.º ano de escolaridade do 1.º Ciclo do Ensino Básico, este documento pretende refletir sobre essa prática, evidenciando como pode uma abordagem ativa ao património local contribuir para a formação de alunos historicamente competentes e, bem assim, para o desenvolvimento de competências transversais às restantes áreas disciplinares. Começou por estabelecer-se um breve quadro conceptual, no qual, fundamentalmente, se definiu o conceito de património local e se evidenciou a sua intrínseca relação com a construção de uma identidade local e nacional, se situou o estudo desta temática no 1º CEB, se esclareceram quais as competências específicas da História a atingir nesse mesmo ciclo de ensino e se justificaram as atividades e estratégias adotadas na sua abordagem. Passou-se então ao relato e à análise da prática desenvolvida...

Gestão por competências : proposta de um modelo para o Grupo Benfica

Jesus, Renato Costa de
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
56.6%
Mestrado em Ciências Empresariais; Face à atual conjuntura económica, financeira e social, as organizações desportivas passaram a viver num clima de elevadas adversidades e mudanças, em que, numa luta constante pelos sucessos desportivos, apenas uma equipa pode ganhar. Neste sentido, este projeto visa promover a continuidade de trabalho desenvolvido pelo Grupo Benfica no que se refere ao desenvolvimento da sua estrutura profissional, adotando um modelo de gestão por competências capaz de desenvolver e manter os seus colaboradores competitivos. Com um grande enfoque no modelo de gestão por competências proposto por Varão e Vieira (Varão e Vieira, 2007), que se encontra detalhado na revisão da literatura, foi planeado um novo modelo para o Grupo Benfica, que se resume nas seguintes fases: identificação das competências transversais da organização; identificação das competências específicas de cada família funcional; operacionalização das competências; elaboração dos perfis individuais de competências e alinhamento com duas práticas de recursos humanos: recrutamento e seleção e avaliação de desempenho. De forma a evidenciar e clarificar a utilidade deste modelo, demonstrou-se a sua aplicabilidade na Direção de Comunicação Externa. Com o planeamento...

Competências transversais: perceção de estudantes do 1º ano do ensino superior

Rocha, Joana; Gonçalves, Carlos; Vieira, Diana Aguiar
Fonte: Instituto Superior de Contabilidade e de Administração do Porto/RESAPES-AP Publicador: Instituto Superior de Contabilidade e de Administração do Porto/RESAPES-AP
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.75%
A literatura teórica e empírica tem evidenciado a pertinência do desenvolvimento de competências transversais no Ensino Superior. O presente trabalho faz parte de um projecto de investigação mais abrangente que está a decorrer, no âmbito do Programa Doutoral em Psicologia, no Centro de Desenvolvimento Vocacional e Aprendizagem ao Longo da Vida da FPCEUP, que visa, entre outros aspetos, analisar o desenvolvimento de competências transversais durante a frequência do Ensino Superior. Concretamente, este estudo apresenta os resultados preliminares, obtidos na 1ª recolha de dados, acerca das representações que os estudantes possuem sobre as suas competências ao nível da resolução de problemas; do relacionamento interpessoal; da planificação e organização; do trabalho em equipa; criatividade, inovação e mudança. A amostra é constituída por 472 estudantes inscritos pela primeira vez em várias licenciaturas do Instituto Politécnico do Porto (IPP) e os dados foram recolhidos em plataforma online, com a colaboração do IPP, no início do ano letivo 2011/2012. Os resultados evidenciam que, na generalidade, estes estudantes tendem a apresentar representações positivas das suas competências transversais, embora tenham sido encontradas algumas diferenças com base noutras variáveis definidoras do perfil de entrada destes estudantes. Finalmente apresentam-se algumas reflexões centradas nas implicações destes resultados preliminares ao nível da investigação e da intervenção psicológica.

As competências transversais e as práticas de gestão por competências: um estudo exploratório de diferentes realidades organizacionais

André, Ana Rita Dias
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 OTHER
Relevância na Pesquisa
66.88%
Dissertação de Mestrado em Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos; Ao profissional de hoje é exigido o domínio de competências que transcendem a sua própria função, área ou nível de qualificação, colocando-se assim às empresas o desafio de identificar e desenvolver as referidas competências, a partir de uma gestão de recursos humanos (GRH) que tenha por base as competências, seja ela uma gestão mais ou menos formalizada. A gestão por competências permite uma gestão estratégica, integrada e coerente dos processos de GRH, na medida em que poderá ser transversal a todos os seus subsistemas e acontece de forma articulada com os objetivos globais do negócio. Neste contexto, emerge a investigação que se segue, um estudo exploratório, de cariz qualitativo que tem como objetivos compreender em profundidade a realidade de diversas empresas em termos de competências transversais valorizadas e as suas práticas de gestão de recursos humanos baseadas em competências. Entrevistamos dez gestores de recursos humanos e administradores de empresas, com um número diferenciado de trabalhadores, representando assim as micro, peque- nas, médias e grandes empresas do norte de Portugal. Concluímos que as competências transversais mais valorizadas pelas empresas são a flexibilidade...

Aquisição e desenvolvimento de competências transversais e técnicas no ensino superior: perspetivas dos estudantes e dos supervisores de estágio

Pinto, Rosa Marlene Pereira
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.88%
Com a inclusão do processo de Bolonha nas instituições do ensino superior, foram feitas algumas alterações nos currículos educativos. De um ensino centrado na exposição de conteúdos passamos para um ensino direcionado para o desenvolvimento de competências, onde o aluno assume um papel proactivo, em que aprender é mais do que adquirir conhecimentos. Para além das competências técnicas é necessário acrescer ao currículo competências transversais, para que qualquer profissional, principalmente em inicio de carreira, de respostas adequadas ao mercado de trabalho atual, que se apresenta cada vez mais competitivo. As competências são entendidas por um conjunto de atributos pessoais específicos a cada indivíduo. As competências técnicas são específicas para o desempenho de uma determinada função/profissão, por sua vez as competências transversais são comuns a diversas atividades e transferíveis de função para função. Estas são fundamentais para garantir a empregabilidade a curto e longo prazo, daí a importância da sua promoção e desenvolvimento nas instituições de ensino superior. Esta investigação teve como principal objetivo analisar a importância atribuída às competências transversais e técnicas na formação em cursos Ensino e de Psicologia...

Competências Transversais e Desempenho Empresarial: Uma Análise Conceitual Comparativa

Moura, Denise; LATEC/UFF - Universidade Federal Fluminense; Zotes, Luis Perez; Universidade Federal Fluminense - UFF
Fonte: Universidade Federal Fluminense - LATEC Publicador: Universidade Federal Fluminense - LATEC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.88%
Apesar da existência de uma vasta literatura sobre competências transversais e desempenho empresarial, observa-se que há pouca análise e correlação entre esses dois conceitos. A partir de uma pesquisa bibliográfica sobre competências transversais e desempenho empresarial, este artigo busca identificar uma correlação entre eles, de forma a contribuir para o seu tratamento teórico e aplicação prática.  Tem-se observado que o mercado de trabalho global está exigindo cada vez mais de seus futuros funcionários. Alto desempenho em termos acadêmicos e competências técnicas ainda são levados em consideração, mas os empregadores estão à procura de algo além – estão em busca das chamadas competências transversais ou soft skills – competências genéricas que somadas aos conhecimentos específicos de um indivíduo, facilitam sua integração no mundo do trabalho e contribuem para um melhor desempenho empresarial em termos financeiros e humanos. O método de pesquisa utilizado neste artigo foi o exploratório com uma vasta revisão bibliográfica sobre os conceitos de competência e competência transversal.Posteriormente foram propostas três matrizes para análise conceitual entre competências transversais e desempenho empresarial a fim de identificar os principais pontos de correlação entre esses dois conceitos e suas aplicabilidades nas organizações. E por fim...