Página 1 dos resultados de 21340 itens digitais encontrados em 0.016 segundos

Na trilha da narrativa policial brasileira: Luiz Lopes Coelho e Rubem Fonseca

Patrezi, Tássia Bellomi
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 122 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.62%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Estudos Literários - FCLAR; Este trabalho propõe um estudo sobre contos policiais de dois autores brasileiros: Luiz Lopes Coelho (1911-1975) e Rubem Fonseca (nasc. 1925). A presente dissertação destina-se a entender um pouco melhor a história e importância do gênero policial no Brasil. Para isso, busca-se inicialmente subsídios na produção de Luiz Lopes Coelho, um autor atualmente em processo de reedição (A idéia de matar Belina, Ed. DBA, 2004). Coelho amparou-se na “fórmula” do gênero policial como estímulo para sua criatividade, mas sua obra vai além: longe de meramente repetir padrões, o autor construiu narrativas repletas de humor e sensibilidade, nas quais o crime é apenas mais um dentre os vários elementos que compõem um quadro rico e sutil das relações humanas. Rubem Fonseca, por seu turno, é um dos mais expressivos nomes do romance e conto policial brasileiro, caracterizando-se pela representação da violência dos centros urbanos. A análise dos dois autores permitiu ressaltar algumas especificidades de suas produções, assim como trazer à tona elementos que apontam para as possibilidades e transformações da narrativa policial no Brasil.; The current work proposes a study on the police short stories of two Brazilian writers: Luiz Lopes Coelho (1911-1975) and Rubem Fonseca (born in 1925). In this text...

O coelho bravo como facilitador da invasão do chorão nos sistemas dunares: implicações para a conservação de uma espécie endémica (Corema album)

Lopes, Miguel Raposo Monereo
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.59%
Tese de mestrado. Biologia (Ecologia e Gestão Ambiental). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2015; Corema album (camarinha), espécie arbustiva endémica da Península Ibérica, encontra-se em regressão. No presente trabalho foi estudada uma população de camarinha com uma estrutura etária avançada, reduzida regeneração e invadida por Carpobrotus edulis (chorão) que aparenta estar a comprometer a regeneração local da espécie nativa. Ambas as espécies produzem frutos carnudos e estão dependentes de vectores animais para a sua dispersão, entre os quais o coelho-bravo (Oryctolagus cuniculus). Foi objectivo deste estudo avaliar qual o potencial reprodutor de ambas as espécies e em que medida o consumo dos seus frutos pelo coelho-bravo poderá estar a contribuir para um maior recrutamento e invasibilidade do chorão e quais as implicações deste facto para a camarinha. Para tal avaliou-se a produção de frutos e recolheram-se sementes de camarinha e chorão dos frutos, do solo, bem como dos dejectos de coelho. Em laboratório realizaram-se testes de germinação das sementes recolhidas em frutos, no solo e nos dejectos. Ambas as espécies apresentaram potencial reprodutor elevado e verificou-se que o coelho-bravo se comporta como dispersor e facilitador da germinação da camarinha e predador e dispersor do chorão...

Caracterização da produção de coelho bravo em cativeiro na região norte de Portugal

Oliveira, Joaquim António Gonçalves de
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Zootécnica.; Na revisão bibliográfica faz-se a caracterização do coelho bravo e da sua situação na Península Ibérica, onde o efeito do declínio das populações de coelho-bravo após os surtos da Mixomatose e da Doença Hemorrágica Viral (DHV), nas décadas de 60 e 70, colocaram o coelho-bravo numa situação de risco permanente e que apesar de alguns esforços isolados e sem continuidade nestes dois países, não tem evoluído de forma favorável. Em Portugal o coelho é considerado, pelo Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal publicado pelo ICNB, como Espécie Quase Ameaçada. Ainda na parte de revisão referimo-nos à criação do coelho-bravo em cativeiro nas suas vária vertentes, o suporte legal e condicionantes para atribuição do alvará, a classificação e características dos diversos sistemas e tipos de exploração cinegética da espécie. O trabalho experimental foi realizado com o objectivo de aquilatar a verdadeira situação da criação do coelho bravo em cativeiro, na zona territorial da autoridade florestal norte. Nas 69 explorações existentes na região de estudo inquirimos os criadores ou responsáveis e numa primeira fase foram divididas em três tipos...

Estereologia das glândulas bulbouretrais do coelho (Oryctolagus cuniculus) e da cobaia (Cavia porcellus)

Vásquez,Bélgica; Sol,Mariano del
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.59%
As glândulas bulbouretrais (GBU) no coelho (Oryctolagus cuniculus) e na cobaia (Cavia porcellus) desempenham um papel importante na fisiologia reprodutiva. No entanto, seus aspectos histológico e estereológico são escassos. Assim, o objetivo desta pesquisa foi comparar características estereológicas entre as GBU do coelho e da cobaia como um primeiro passo para a compreensão das variáveis morfométricas que participam nos processos reprodutivos. Foram utilizados 5 coelhos e 5 cobaias adultos machos, saudáveis, obtidos do Biotério da Universidade de La Frontera, Temuco, Chile. A região pélvica foi dissecada isolando-se a GBU de cada animal. Determinou-se o peso e o volume de cada glândula. Estas foram fixadas em formalina tamponada durante 24 horas e incluídas em paraplast. Cortes seriados de 4 μm de espessura foram corados com HE para análise estereológica. A média de células glandulares na GBU do coelho foi 19,50 x 10(5)mm³ (DP 2,35) e da cobaia 10,57 x 10(5)mm³ (DP 2,07) e a porcentagem média de tecido glandular foi de 25,52% (DP 2,20) e 17,20% (DP 3,33), respectivamente. Todos os parâmetros estereológicos comparados tiveram uma diferença estatisticamente significativa (p<0,0001). Estas diferenças poderiam ser explicadas porque há maior proximidade celular do epitélio secretor...

Avaliação computacional da compactação da cromatina e de características morfométricas da cabeça de espermatozoides de coelho (Oryctolagus cuniculus)

Kanayama,C.Y; Beletti,M.E
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.55%
Investigou-se a correlação entre a morfometria da cabeça e a intensidade da condensação e heterogeneidade da cromatina em espermatozoides de coelho (Oryctolagus cuniculus). Para tal, utilizaram-se 35 esfregaços de sêmen de coelhos da raça Nova Zelândia, corados com azul de toluidina e avaliados por análise de imagem computacional. As imagens foram obtidas digitalmente em tons de cinza e avaliadas por algoritmos desenvolvidos em ambiente de programação Scilab. As mensurações obtidas da cabeça dos espermatozoides foram área, perímetro, comprimento, largura, relação comprimento largura, elipsidade, fator de forma, descritores Fourier e simetria lateral e anteroposterior. Também foram avaliadas a intensidade da compactação e a heterogeneidade da cromatina espermática. Os espermatozoides de coelho apresentaram compactação e heterogeneidade cromatínica mais intensas do que os de touro e observou-se correlação significativa entre características morfométricas da cabeça e compactação e heterogeneidade cromatínica. Conclui-se que a cromatina é importante para a constituição morfológica da cabeça de espermatozoides de coelho e que a cromatina espermática de coelho é naturalmente mais heterogênea e menos compactada que a de touro

Perfil dos colonos e sua relacao com a inadimplencia no Perimetro Irrigado Senador Nilo Coelho - Petrolina-PE.

CORREIA, R. C.; OLIVEIRA, C.A.V.; NOEL, A.; CAVALCANTI, E. de B.; ARAUJO, J. L. P.; FRAGA, A.F.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 37., 1999, Foz do Iguacu. Anais... Brasilia, DF: SOBER, 1999. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 37., 1999, Foz do Iguacu. Anais... Brasilia, DF: SOBER, 1999.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Para amenizar o fenomeno das secas que, frequentemente, provoca perdas das producoes agricolas na regiao semi-arida do Nordeste brasileiro, gerando fome, miseria e exodo rural, o governo tem implantado diversos perimetros irrigados ou investido em locais com potencial para desenvolver agropecuaria de sequeiro na regiao. Atraves dessas iniciativas, o governo tem criado importantes centros de producao agricola, no que diz respeito as pequenas, medias e grandes empresas de producao de frutas e hortalicas. Nas areas de irrigacao publica onde foram assentados um grande numero de familias de baixa renda, esse desenvolvimento nao tem se dado de forma uniforme para todos os colonos e as razoes apresentadas sao diversas. No Perimetro Irrigado Senador Nilo Coelho (Petrolina-PE), com 1.436 colonos, a despeito de uma parte deles apresentarem um bom desempenho economico, muitos nao tem efetuado regularmente o pagamento mensal de agua. Assim, por solicitacao dos Dirigentes do Distrito de Irrigacao deste Perimetro, alguns pesquisadores da Embrapa Semi-Arido, com o apoio, nos trabalhos de campo, de alunos da Escola Agrotecnica Federal Dom Avelar Brandao Vilela, realizaram, em dezembro de 1996, uma pesquisa com 280 colonos, visando conhecer o perfil desses produtores e as principais causas da inadimplencia com a fatura de agua. Do total de entrevistados...

Distribuição de umidade e extração de água pelo mamoeiro cultivar Sunrise em dois sistemas de irrigação por gotejamento.

CARVALHO, G. C.; SILVA, A. dos A. S. M. da; COELHO, E. F.; PAMPONET, A. M.; COSTA, F. da S.; COELHO FILHO, M. A.
Fonte: In:CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 21., 2010, Natal. Frutas: saúde, inovação e responsabilidade: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Fruticultura, 2010. Publicador: In:CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 21., 2010, Natal. Frutas: saúde, inovação e responsabilidade: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Fruticultura, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.62%
Dentre as fruteiras mais consumidas mundialmente, encontra-se o mamão (Carica papaya L.), sendo o Brasil o maior produtor, com uma produção em 2005 de 1.573.819 toneladas (FAO, 2007), e os estados da Bahia e Espírito Santos contribuem com aproximadamente 85% da produção nacional (AGRIANUAL, 2002). Por ser uma cultura sensível ao déficit hídrico, para a obtenção de elevada produtividade, geralmente se faz uso de técnicas de irrigação, mesmo em regiões onde a precipitação é superior a 1200 mm por ano (COELHO Filho & COELHO, 2007) e o gotejamento vem sendo usado para propiciar à cultura melhores condições de desenvolvimento e produção aliados com aumento da eficiência do uso de água, quando comparados a sistemas de irrigação por sulco e aspersão (ELDER et al., 2000; COELHO FILHO et al., 2009; CAMPANHARO et al.,2008), sendo que, a definição do posicionamento do emissor é de grande importância, pois, pode alterar o formato do bulbo molhado e interferir na interação entre o sistema radicular, solo e água. Nesse sentido, a técnica do TDR tem sido usada em manejo de irrigação, na determinação dos padrões de distribuição de água no volume molhado, em estudos de absorção de água e nutrientes pelo sistema radicular e avaliação do fluxo de água no solo...

Extração de água do solo e posicionamento de sensores para manejo da irrigação por microaspersão de mamoeiro.

COELHO, E. F.; CARVALHO, G. C. de; SILVA, A. dos A. S. M.da; PAMPONET, A. J. M.
Fonte: In: SIMPÓSIO DO PAPAYA BRASILEIRO, 5., 2011, Porto Seguro. Inovação e sustentabilidade: anais. Porto Seguro: Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2011. 1 CD-ROM. Publicador: In: SIMPÓSIO DO PAPAYA BRASILEIRO, 5., 2011, Porto Seguro. Inovação e sustentabilidade: anais. Porto Seguro: Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2011. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.55%
Nas áreas produtoras de mamão nos Tabuleiros Costeiros, Coelho et al.(2000) citam que a região de maior concentração do sistema radicular do mamoeiro encontra-se num raio de 0,35 m a partir do tronco, sendo que esses valores podem variar em função da textura e a estrutura do perfil do solo. O conhecimento das regiões de absorção de água pelas raízes das plantas no solo é necessário aos estudos de monitoramento de umidade para fins de manejo de irrigação, bem como adubação via solo ou água (COELHO et al., 2006). Uma dúvida dos produtores que usam sensores de água do solo refere-se à localização dos mesmos em relação à planta ou em relação ao emissor de água. Critérios para posicionamento de sensores para algumas fruteiras tem sido explorados por Coelho et al.(2007) e por Coelho et al. (2010). Para esses autores a instalação dos sensores deve levar em conta as zonas efetivas de extração pelas raízes, as quais variam de acordo com o tipo de solo, cultura, idade das plantas e sistema de irrigação. Este trabalho objetivou avaliar a extração total de água no volume molhado do solo e definir a melhor localização dos sensores para monitoramento da umidade ou tensão da água no solo, para o mamoeiro cultivar Sunrise Solo irrigado por microaspersão.; 2011

Extração de água do solo e posicionamento de sensores para manejo da irrigação por gotejamento de mamoeiro.

COELHO, E. F.; CARVALHO, G. C. de; SILVA, A. dos A. S. M. da; PAMPONET, A. J.M.
Fonte: In: SIMPÓSIO DO PAPAYA BRASILEIRO, 5., 2011, Porto Seguro. Inovação e sustentabilidade: anais. Porto Seguro: Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2011. 1 CD-ROM. Publicador: In: SIMPÓSIO DO PAPAYA BRASILEIRO, 5., 2011, Porto Seguro. Inovação e sustentabilidade: anais. Porto Seguro: Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2011. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.59%
O conhecimento das regiões de absorção de água pelas raízes das plantas no solo é necessário aos estudos de monitoramento de umidade para fins de manejo de irrigação, bem como adubação via solo ou água (COELHO et al., 2006). Silva et al. (2001) observaram que as regiões de absorção de água do sistema radicular do mamoeiro variam conforme a distribuição de água dos emissores em relação à posição da planta. Uma dúvida que os produtores que usam sensores de água do solo sempre questionam refere-se a localização dos mesmos em relação à planta, sendo que a maioria dos produtores define as posições de instalação dos sensores de forma empírica. Coelho & Or (1996) mostram que a extração de água pelas raízes nem sempre é proporcional a densidade de comprimento de raízes. Critérios para posicionamento de sensores em citros e em bananeira tem sido explorados por Coelho et al. (2007) e por Coelho et al. (2010). Coelho et al. (2007) citam que a instalação dos sensores deve levar em conta as zonas efetivas de extração pelas raízes, as quais variam de acordo com o tipo de solo, cultura, idade das plantas e sistema de irrigação. Este trabalho objetivou avaliar a extração total de água no volume molhado do solo e definir a melhor localização dos sensores para monitoramento da umidade ou tensão da água no solo...

O processo de evapotranspiração.

COELHO FILHO, M. A.; PEREIRA, F. A. de C.; ANGELOCCI, L. R.; COELHO, E. F.; OLIVEIRA, G. X. S.
Fonte: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011. Publicador: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: Cap. 2, p. 91-113.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.55%
Quantificação da evapotranspiração; Determinação da evapotranspiração; Balanço hídrico do solo; Lisimetria; Métodos micrometeorológicos; Estimativa meteorológica da evapotranspiração de referência; Método de Priestley-Taylor.; 2011

Manejo da fertirrigação em fruteiras e hortaliças.

SOUSA, V. F. de; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; NOGUEIRA, L. C.; COELHO FILHO, M. A.; ARAÚJO, A. R. de
Fonte: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011. Publicador: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: Cap. 10, p. 319-337.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.55%
Necessidade de nutrientes; Frequência de aplicação e distribuição de nutrientes; Preparo e aplicação da solução nutritiva; Monitoramento da fertirrigação.; 2011

Irrigação e fertirrigação na cultura de citros.

COELHO, E. F.; COELHO FILHO, M. A.; MAGALHAES, A. F. de J.; OLIVEIRA, A. S. de
Fonte: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011. Publicador: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: Cap. 14, p. 413-439.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.55%
Sistemas de irrigação; Necessidade hídrica dos citros; Transpiração da cultura; Absorção de água pelo sistema radicular sob irrigação; Manejo da irrigação; Fertirrigação; Necessidades nutricionais; Manejo da fertirrigação.; 2011

Irrigação e fertirrigação na cultura do mamão.

COELHO, E. F.; OLIVEIRA, A. M. G.; SILVA, J. G. F. da; COELHO FILHO, M. A.; CRUZ, J. L.
Fonte: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011. Publicador: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: Cap. 15, p. 441-472.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.55%
Crescimento do mamoeiro sob irrigação; Floração, pegamento e crescimento de frutos do mamoeiro sob irrigação; Necessidades hídricas e produtividade do mamoeiro; Transpiração de plantas de mamão; Distribuição do sistema radicular e absorção de água pelas raízes; Métodos de irrigação; Manejo da irrigação; Monitoramento do estado da água do solo; Uso do balanço de água no solo; Fertirrigação do mamoeiro; Diagnose foliar;; 2011

A auto-ajuda como interdiscursividade em “O alquimista” de Paulo Coelho

Ribeiro, Ivi Furloni
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.68%
Esta pesquisa, intitulada “A Autoajuda como Interdiscursividade em ‘O Alquimista’ de Paulo Coelho”, tem por objetivo estabelecer de que forma o discurso de autoajuda atravessa interdiscursivamente o corpus em análise, caracterizando-se como valor estético de construção do discurso literário. Para desenvolver tal análise, balizamos nossas leituras nos conceitos desenvolvidos pela Análise do discurso de linha francesa, doravante AD, no que concerne a noções como Interdiscurso, Memória Discursiva e Discurso Constituinte. Além disso, buscamos apoio na filosofia da linguagem bakhtiniana para entender a noção de Dialogismo. A análise discursiva do romance ‘O Alquimista’ busca identificar de que forma o discurso de autoajuda atravessa interdiscursivamente a obra e os efeitos estéticos que esse discurso constrói. Podemos dizer que o discurso de autoajuda baliza os acontecimentos narrativos, pois sempre que Santiago, um jovem pastor que teve um sonho repetido, esmorece na busca pelo tesouro que viu em seu sonho, enunciados que constituem o discurso de autoajuda são retomados na voz de outras personagens que, por sua experiência de vida e conhecimentos adquiridos, são detentoras dos saberes de que Santiago necessita para empreender sua jornada em busca da realização pessoal. O discurso de autoajuda se vale de discursos constituintes...

Arte em tempos de "chirinola" : a proposta de renovação teatral de Coelho Netto (1897-1898); Art in times of "entrapment" : Coelho Netto´s proposal of theater renewal

Danielle Crepaldi Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.55%
Neste trabalho, analiso a produção teatral com que o literato Henrique Maximiniano Coelho Netto (1864-1934) - autor importante na virada do século XIX para o XX - inaugurou sua intervenção nos palcos cariocas, em especial o "poema dramático" Pelo Amor! (1897), o "episódio lírico" Ártemis e a "balada em prosa rítmica" Hóstia (1898). Através de tais obras, o literato almejava combater a crise que, segundo seu julgamento, o teatro enfrentava. Sua crítica era dirigida tanto às peças teatrais representadas nas casas de espetáculos comerciais do Rio de Janeiro quanto aos artistas que nelas atuavam. O repertório das companhias que estavam em cartaz na capital era composto, em sua maioria, pelos melodramas lacrimosos e especialmente pelas comédias musicadas - estas recebiam a contribuição dos gêneros musicais populares (a exemplo do lundu e do maxixe). As comédias musicadas exploravam as situações cômicas, algumas vezes fantasiosas, por meio de diálogos construídos, muitas vezes, sobre o duplo sentido das palavras. Além da ausência de qualidades artísticas, Netto considerava essas comédias musicadas licenciosas, já que invariavelmente assumiam uma conotação sexual, devido aos ditos ambíguos que utilizavam e às danças sensuais. Sendo assim...

Decifrando os enigmas da modernidade em Esphinge, de Coelho Neto

Maydana, Claudia Jane Duarte
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.62%
Coelho Neto, apesar de sua vultosa produção literária, que dá conta de períodos que abrangem desde o Realismo ao Simbolismo, bebendo igualmente de fontes que se alimentam do Parnasianismo, Decadentismo e Pré-Modernismo, representa um paradoxo dentro do ideário histórico da literatura brasileira: considerado o escritor mais prolixo de sua geração, é também nos dias de hoje um dos escritores menos lembrados e citados nas histórias da literatura, em consequência, ocupando lugar desconfortável junto ao espólio literário brasileiro. Rechaçado pelos modernistas de 22 por manter-se adepto do preciosismo vocabular e por desconsiderar quase integralmente a identidade nacional, volta-se para um tom impregnado de uma ultrapassada belle époque na maioria das obras. Dessa forma dá continuidade a seu estilo literário, a despeito de toda a crítica desfavorável, e produz por quase mais 20 anos. A proposta desta dissertação é evidenciar através da obra Esphinge, de 1908, que Coelho Neto aponta para a conscientização dos novos tempos, e revela características que corroboram o advento da Modernidade, conforme proposto por Charles Baudelaire. O objetivo principal é demonstrar que é possível o seu resgate do limbo literário...

Relação solo-planta-atmosfera.

COELHO FILHO, M. A.; BASSOI, L. H.; ANGELOCCI, L. R.; COELHO, E. F.; PEREIRA, F. A. de C.
Fonte: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011. Publicador: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: cap. 1, p. 27-90.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.55%
Importância da água para os vegetais; Relações da água no sistema solo-planta-atmosfera; O conceito de potencial químico da água; Caracterização quantitativa: umidade e potencial da água; Fluxo de água no solo; Infiltração da água no solo; Distribuição de água no solo sob irrigação; Soluções analíticas de escoamento da água no solo; Soluções numéricas de escoamento da água no solo; Estimativa do volume molhado do solo sob irrigação localizada; Distribuição radicular e absorção da água do solo; Balanço de água localizada no perfil do solo para estimativa da umidade; A água na planta - transpiração; Caracterização quantitativa das condições hídricas das plantas; Transporte de água na fase liquída na planta; Fluxo de vapor d'água entre as folhas e a atmosfera (transpiração); Fatores que afetam a absorção de água e a transpiração pelas plantas; Indicadores vegetais do grau de deficit hídrico; Potencial de água na folha; Transpiração e condutância foliar à difusão de vapor; Variações micromorfométricasde órgãos vegetais; Diferença de temperatura folha-ar.; 2011

Coelho Netto entre modernistas; Coelho Netto among modernists

Moraes, Marcos Antonio de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2004 POR
Relevância na Pesquisa
36.62%
O artigo reavalia a presença do escritor acadêmico Henrique Maximiano Coelho Neto (1864-1934) no ambiente da vanguarda brasileira no início do século XX; história confrontos, desvela aproximações, perscrutando as diversas faces do relacionamento dos modernistas (Graça Aranha, Oswald e Mário de Andrade, entre outros) com aquele que foi considerado em seu tempo o "antípoda" da arte moderna. O artigo apresenta cartas de Coelho Netto referindo-se aos "futuristas".; The paper reevaluates the presence of the academic writer Henrique Maximiano Coelho Netto (1864-1934) in the setting of the Brazilian avant-garde in the beginning of the twentieth century; it recounts clashes and unveils contacts, thus probing the many facets of the relationship between the modernists (Graça Aranha, Oswald de Andrade and Mário de Andrade, among others) and the person who was at the time considered the "antipode" of modern art. The article presents letters in which Coelho Netto refers to the "futurists".

THE MICRO-HISTORIES IN ZAMBEZE WATERS: AN INTERDISCIPLINARY PROJECT IN “THE TWO SHADOWS OF THE RIVER” BY JOÃO PAULO BORGES COELHO; AS MICRO HISTÓRIAS NAS ÁGUAS DO ZAMBEZE: UM PROJETO INTERDISCIPLINAR EM “AS DUAS SOMBRAS DO RIO”, DE JOÃO PAULO BORGES COELHO

Franco, Roberta Guimarães; Universidade Federal Fluminense (UFF)
Fonte: NEPA/UFF Publicador: NEPA/UFF
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Artigo avaliado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.62%
This paper, part of the project “Memories in transit: dystopian displace­ments in three post-colonials novels”, guided by Professor Laura Cavalcan­te Padilha, intends to present an appraisal of the first book written by the Mozambican João Paulo Borges Coelho, As duas sombras do rio (2003), focusing on the interdisciplinarity, associated to the fact that Borges Coelho is a professional Historian. Therefore, we intended to make some con­siderations about the relationship between Literature and History, thinking about the reinterpretations proposed by the École des Annales (France, 1929), and also think about the social representation of some characters as a reflex of the Micro History (Italy, 1981), in other words, the presence of figures that represents one microcosm of Mozambique (the Zumbo region) as a way to problematize the post-independence.; Este trabalho, parte integrante do projeto de doutorado “Memórias em trânsito: descolamentos distópicos em três romances pós-coloniais”, orientado pela professora Laura Cavalcante Padilha, pretende apresentar uma leitura do romance inaugural do escritor moçambicano João Paulo Borges Coelho, As duas sombras do rio (2003), atentando para a inter­disciplinaridade presente na obra...

O mago e a academia: o discurso sobre Paulo Coelho

do Prado, Priscila Finger; Universidade Federal do Paraná, Universidade Estadual do Centro-oeste
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.62%
RESUMO:O presente trabalho pretende analisar o discurso sobre Paulo Coelho na Academia Brasileira de Letras. Tendo em vista seu lugar discursivo de autor de best-sellers, percebemos certo desconforto da crítica e da Academia em relação ao autor que, muitas vezes, vê sua obra figurar na estante de “Auto-ajuda”. Partimos da hipótese de que esse discurso apareça de duas formas: a do silenciamento (da crítica) e a da aclamação (do público leitor). Nesse trabalho, contudo, analisaremos o discurso sobre Paulo Coelho que consta no site da Academia, tanto na sua apresentação quanto no seu discurso de posse, analisando possíveis movimentos de sentidos percebidos.PALAVRAS-CHAVE: Paulo Coelho; ABL; discurso sobre. ABSTRACT:This paper analyzes the discourse about Paulo Coelho at the Brazilian Academy of Letters. Given its discursive place of best-selling author, we noticed some discomfort from critics and the Academy towards the author who often sees their work appear on the shelf "Self-help". Our hypothesis is that the discourse on Paulo Coelho appears discursively in two ways: the silencing (critical) and acclaim (the reading public). In this work, however, we analyze the discourse about the author who appears on the Academy site...