Página 1 dos resultados de 1219 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Doenças pós-colheita em citros: potencial do Lentinula edodes, Agaricus blazei, ácido jasmônico, albedo (Citrus sinensis var. Valência) e flavedo (Citrus aurantifolia var. Tahiti) no controle e na indução de resistência; Post-harvest citrus diseases: Potential of the Lentinula edodes, Agaricus blazei, jasmonic acid, mesocarp (Citrus sinensis var. Valência) and epicarp (Citrus aurantifolia var. Tahiti) in the control and in the resistance induction

Toffano, Leonardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
57.15%
O Brasil é considerado o maior produtor de citros e o maior exportador de suco de laranja. Doenças de pós-colheita representam uma grande perda na citricultura, sendo que para muitos frutos a serem exportados, existe uma exigência para que os mesmos estejam isentos de resíduos químicos. Em relação a alguns patógenos de importância em pós-colheita podemos destacar, Guignardia citricarpa (Mancha-pretados- citros), Penicillium digitatum (Bolor-verde) e Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose). Dada a importância econômica que representa esse complexo de doenças dos frutos cítricos, tanto em termos de comprometimento da qualidade dos frutos, limitações às exportações e dificuldade de controle, a busca de alternativas adicionais que possam viabilizar a capacidade produtiva dos produtores e garantir a obtenção de frutos com excelentes padrões de qualidade torna-se imprescindível. Nesse contexto, pode-se inserir o emprego de medidas de controle alternativas que não englobam o controle químico clássico. Sob esse ponto de vista inclui-se o controle através do uso de agentes bióticos e abióticos e a indução de resistência em plantas. Portanto neste trabalho, foi estudada a viabilidade do controle de doenças pós-colheita em citros...

Análise histopatológica e perfil protéico de lesões causadas pelo Citrus leprosis virus tipo nuclear e citoplasmático em Citrus sinensis (l.) Osbeck; Histopathological analysis and proteic profile of lesions caused by Citrus leprosis virus nuclear and cytoplasmatic type in Citrus sinensis (L.) Osbeck

Marques, João Paulo Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67.07%
A leprose dos citros é uma doença de grande importância econômica aos citricultores, devido aos prejuízos por ela causados. A doença provoca lesões localizadas nos ramos, frutos e folhas e pode causar grandes perdas aos pomares não tratados. A leprose dos citros possui etiologia viral sendo o vírus denominado Citrus leprosis virus (CiLV). Atualmente, atribuí-se a leprose dois tipos de vírus que causam sintomas morfológicos e citopatológicos distintos: o tipo nuclear (CiLV-N) e o tipo citoplasmático (CiLV-C). O presente trabalho teve como objetivo investigar as alterações anatômicas e comparar o perfil protéico entre as lesões causadas pelos dois tipos de vírus em laranjeira-doce [Citrus sinensis (L.) Osbeck]. Para as análises anatômicas foram coletadas amostras de tecidos sadios e de tecidos lesionados. As amostras foram fotografadas e em seguida fixadas em solução de Karnovsky, desidratadas em série etílica, infiltradas em resina hidroxi-etil-metacrilato (Leica Historesin), seccionadas em micrótomo rotativo a 5-7 µm de espessura, coradas com azul de Toluidina para as análises histológicas usuais. Também foram realizados testes histoquímicos para fenóis, compostos pécticos, proteína e lipídios. A captura de imagens digitais dos materiais preparados em lâminas foi realizada em microscópio equipado com câmera de vídeo. Para a análise do perfil protéico as amostras coletadas foram imediatamente criofixadas em nitrogênio líquido e armazenadas em refrigerador a - 80ºC para posterior extração protéica. As proteínas extraídas foram quantificadas e depois separadas por eletroforese em gel de policrilamida. As lesões foliares se iniciaram como pontuações necróticas...

Identificação de genes envolvidos na defesa contra patógenos no banco de dados do CitEST e em macroarranjos da interação Citrus sinensis-Guignardia citricarpa; Identification of genes involved in defense against pathogens in the CitEST databank and in macroarrays of Citrus sinensis-Guignardia citricarpa interaction

Guidetti-Gonzalez, Simone
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
57.09%
A citricultura brasileira concentra-se principalmente no Estado de São Paulo que contribui com 80,4 % da produção nacional, sendo o Brasil um dos maiores produtores mundiais de citros. Um dos problemas enfrentados pela citricultura é a sua vulnerabilidade a pragas e doenças, devido principalmente a baixa diversidade genética nas variedades comerciais utilizadas, associada ao sistema de plantio em áreas extensas. Uma das doenças que vem causando crescentes prejuízos para a citricultura brasileira é a pinta preta ou mancha preta dos citros causada pelo fungo Guignardia citricarpa Kiely. O uso de conhecimentos de biologia molecular e métodos biotecnológicos devem ser considerados como importante alternativa para a produção de plantas geneticamente modificadas expressando genes de resistência. Para se obter plantas de citros resistentes a doenças, se faz necessário identificar genes que estejam relacionados com os mecanismos de defesa da planta. Na tentativa de identificar estes genes, o objetivo geral deste trabalho foi a identificação de genes in silico no banco de dados do Projeto Millenium CitEST e a análise de expressão diferencial de genes envolvidos na defesa. Mais de 7600 sequencias foram identificadas nas buscas no CitEST com similaridade aos genes R e genes envolvidos na HR e defesa...

Isolamento, cultura de protoplastos e regeneração de plantas de laranja doce (Citrus sinensis L. Osbeck); Isolation, protoplast culture and regeneration of sweet orange (Citrus sinensis L. Osbeck)

Castro, Lívia Mendes de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.94%
A regeneração de plantas, por organogênese ou embriogênese somática, a partir do cultivo de células e tecidos vegetais in vitro é a base para a utilização da biotecnologia no melhoramento. Realizaram-se estudos com cinco cultivares de laranja doce (Citrus sinensis L. Osbeck), Pêra, Natal, Lima Verde, Hamlin e Westin. Este trabalho objetivou a avaliação da eficiência de isolamento de protoplastos das cultivares de laranja doce; o estudo da eficiência de plaqueamento em função de cinco densidades de protoplastos e diferentes meios de cultura e avaliação da embriogênese somática em função da composição dos meios de cultura e concentração da fonte de carboidrato. As soluções enzimáticas testadas para o isolamento de protoplastos foram: 1. Grosser e Chandler (1987), composta de 1% de celulase Onozuka RS (Yakult), 1% macerase R- 10 (Yakult Honsha) e 0,2% de pectoliase Y-23 (Seishin); 2. Grosser e Chandler (1987) modificado, composta de 1% de celulase Onozuka RS (Yakult), 1% macerase R-10 (Yakult Honsha); 3. Solução enzimática composta de 4% de celulase Onozuka R-10 (Yakult), 1% macerase R-10. O plaqueamento dos protoplastos foi realizado em cinco densidades, 2 x 104, 5 x 104; 105; 2x 105 e 3 x 105 protoplastos . mL-1...

Transformação genética de laranjas 'Pera' e 'Natal' (Citrus sinensis L. Osbeck) com o gene atacina A (attA), dirigido por promotores preferencialmente expressos no floema, para resistência a Candidatus Liberibacter spp.; Genetic transformation of oranges 'Pera' and 'Natal' (Citrus sinensis L. Osbeck) with the gene attacin A (attA), driven by preferentially expressed in phloem promoters for resistance to Candidatus Liberibacter spp.

Oliveira, Carolina Rossi de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
57.07%
Atualmente o Brasil ocupa lugar de destaque entre os produtores de citros sendo o maior produtor de laranja doce do mundo. Entretanto, essa produção vem sendo gravemente afetada, por doenças como o huanglongbing (HLB), que tem causado perdas significativas para toda cadeia citrícola. O HLB está associado a bactérias Gram-negativas, restritas ao floema das plantas, denominadas Candidatus Liberibacter spp., que além de reduzir a produção de frutos, podem, em casos mais severos da doença, ocasionar a morte da planta. Uma importante estratégia para controle desta doença é a produção de plantas transgênicas expressando genes, especificamente no local de colonização do patógeno. O objetivo deste trabalho foi a obtenção de plantas transgênicas de Citrus sinensis cvs. 'Pera' e 'Natal', contendo o gene atacina A (attA) que codifica um peptídeo antibacteriano, dirigido por promotores preferencialmente expressos no floema: AtSuc2 (transportador de sacarose) ou AtPP2 (proteína de floema 2), clonados de Arabidopsis thaliana, ou CsPP2 (proteína de floema 2) clonado de Citrus sinensis. A identificação de 65 plantas transgênicas foi realizada, por meio da análise de PCR. Foi verificado um número menor de eventos transgênicos...

Transformação genética de laranja doce com o gene codificador de defensina de Citrus sinensis, sob controle dos promotores 35S (Cauliflower mosaic virus) ou AtSuc2 (Arabidopsis thaliana); Genetic transformation of sweet orange with the gene that encodes Citrus sinensis defensin under the control of 35S (Cauliflower mosaic virus) or AtSUC2 (Arabidopsis thaliana) promoters

Cruz, Renata Beatriz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
57.08%
A citricultura brasileira é a maior produtora e exportadora de citros e tem sido afetada por doenças que causam sérios prejuízos a produção e a qualidade dos frutos. No entanto, a cultura apresenta grandes problemas, entre eles, os fatores fitossanitários, que vem dizimando milhares de plantas e afetando a produtividade e a competitividade do setor. Atualmente, o huanglongbing (HLB), associado às bactérias de floema Candidatus Liberibacter spp., é considerado uma das mais destrutivas doenças de citros. A inexistência de cultivares de laranja doce resistentes ao HLB torna a transformação genética de citros uma ferramenta importante no controle desta doença. Para se defender do ataque de pragas e patógenos as plantas desenvolveram, durante o processo evolutivo, uma série de mecanismos de defesa, no qual pode-se incluir a produção de peptídeos com atividade antimicrobiana. As defensinas vegetais são peptídeos pequenos relacionadas à patogênese (PR), que possuem atividade antimicrobiana associada aos mecanismos de defesa das plantas. Assim, o objetivo deste trabalho foi a obtenção de plantas transgênicas de laranja doce (Citrus sinensis L.) cvs. 'Hamlin', 'Natal', 'Valência' e 'Pera', via Agrobacterium tumefaciens...

Produção de frutos e incidência de cancro cítrico em laranjeiras “Monte Parnaso” enxertadas sobre sete porta-enxertos; Fruit production and incidence of citrus canker lesions on “Monte Parnaso” navel orange budded on seven rootstocks

Reis, Bernadete; Koller, Otto Carlos; Schwarz, Sergio Francisco; Theisen, Sergiomar; Sartori, Ivar Antonio; Nichele, Fernanda Severo; Lorscheiler, Rafael; Petry, Henrique Belmonte
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
57.09%
Porta-enxertos de citros podem exercer influência sobre a produção de frutos e suscetibilidade das plantas ao cancro cítrico. Este trabalho objetivou selecionar porta-enxertos que induzam elevado índice de produtividade e menor suscetibilidade das copas de laranjeiras-de-umbigo “Monte Parnaso”(Citrus sinensis) à bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri, causadora do cancro cítrico (CC). O experimento foi desenvolvido em um pomar experimental com 10 anos de idade, plantado em espaçamento de 2,5 x 6,0m, no município de Butiá, no Estado do Rio Grande do Sul. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com sete tratamentos e quatro repetições, usando duas plantas por parcela Os tratamentos constaram dos seguintes porta-enxertos: limoeiros “Cravo” (C. limonia) e “Volkameriano” (C. volkameriana.), trifoliata “Flying Dragon” (Poncirus trifoliata.), laranjeira “Caipira” (C. sinensis), citrangeiro “Troyer” (C. sinensis x P. trifoliata), tangerineira “Sunki” (C. sunki.) e citrumeleiro “Swingle” (C. paradisi x P. trifoliata). Os parâmetros avaliados foram: incidência de CC em folhas e frutos em toda a planta e em ramos previamente selecionados, em diversas épocas. Verificou-se que as plantas enxertadas sobre citrumeleiro “Swingle” apresentaram o maior índice de produtividade e...

Análise estrutural e funcional das proteínas CsCyp (Ciclofilina) e CsTdx (Tioredoxina) e caracterização da interação entre a proteína PthA de Xanthomonas axonopodis pv. citri e uma cisteína protease de Citrus sinensis = : Structural and functional analyzes od CsCyp (Cyclophilin) and CsTdx (Thioredoxin) from sweet orange and interaction studies between PthA from Xanthomonas axonopodis pv. citri and a cysteine protease from Citrus sinensis; Structural and functional analyzes od CsCyp (Cyclophilin) and CsTdx (Thioredoxin) from sweet orange and interaction studies between PthA from Xanthomonas axonopodis pv. citri and a cysteine protease from Citrus sinensis

Bruna Medéia de Campos Ramos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
67.1%
O cancro cítrico, causado pelo fitopatógeno Xanthomonas axonopodis pv. citri (Xac) constitui uma doença que afeta todos os cultivares comerciais de citros e é uma ameaça para a citricultura brasileira. A doença é caracterizada pela formação de pústulas, devido à hiperplasia e hipertrofia induzida pela bactéria. A patogenicidade de Xac é dependente do sistema secretório tipo III, que transloca proteínas efetoras pertencentes à família AvrBs3/PthA para dentro da célula hospedeira. Estudos recentes mostram que PthAs funcionam como fatores de transcrição no hospedeiro, transativando genes específicos da planta que irão beneficiar a bactéria ou desencadear uma resposta de defesa. Com o objetivo de entender melhor o mecanismo de ação de PthAs como ativadores da transcrição, nosso laboratório identificou, através da técnica de duplo-híbrido, várias proteínas de laranja (Citrus sinensis) que interagiram com diferentes PthAs. Entre elas, destacamos uma ciclofilina (CsCyp), que realiza isomerização de resíduos de prolina, uma proteína com domínio tioredoxina (CsTdx), relacionada com interação proteína-proteína e redução de pontes dissulfeto e uma cisteína protease (CsCP), envolvida na resposta de defesa da planta. Este trabalho teve como objetivo a caracterização estrutural e funcional de CsCyp. A resolução da estrutura de CsCyp mostrou que CsCyp pertence ao grupo de ciclofilinas divergentes que possuem um loop adicional (KSGKPLH)...

Genes derivados da planta e do patógeno : diferentes abordagens em transgenia visando resistência a Xylella fastidiosa em Citrus sinensis = Genes from the plant and pathogen: different approaches in transgenesis aiming resistance against Xylella fastidiosa in Citrus sinensis; Genes from the plant and pathogen : different approaches in transgenesis aiming resistance against Xylella fastidiosa in Citrus sinensis

Raquel Caserta Salviatto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
57.14%
A produção do suco de laranja concentrado é uma das commodities mais importantes para o agronegócio brasileiro, entretanto, os constantes problemas fitossanitários que afetam a citricultura vem aumentando os custos de produção e consequentemente a rentabilidade econômica deste setor. É urgente a busca por alternativas para solucionar os problemas fitossanitários da citricultura, nesse sentido, a utilização de transgenia mostra-se uma ferramenta promissora, pois possibilita a obtenção de plantas com genes exógenos que conferem resistência a doenças. Uma das doenças que afetam a citricultura brasileira é a clorose variegada dos citros (CVC), causada pela bactéria Xylella fastidiosa, onde todas as variedades de Citrus sinensis mostram-se suscetíveis a doença. Uma estratégia que vem sendo utilizada para resistência a X. fastidiosa que afeta a cultura de uva na Califórnia-EUA envolve a chamada "confusão do patógeno" onde utiliza-se genes do próprio patógeno visando a alteração da sinalização molecular entre as células bacterianas, interferindo em sua patogenicidade. Neste trabalho foram abordadas as transformações de Nicotiana tabacum e Citrus sinensis com o gene rpfF de X. fastidiosa causadora da CVC...

Essential oils of flowers of Citrus sinensis and Citrus clementina cultivated in Algarve, Portugal

Miguel, Maria Graça; Dandlen, S.; Figueiredo, A. C.; Barroso, J. G.; Pedro, L. G.; Duarte, Amílcar; Faísca, J.
Fonte: International Society for Horticultural Science Publicador: International Society for Horticultural Science
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /01/2008 ENG
Relevância na Pesquisa
66.88%
The essential oils, isolated by hydrodistillation, from the flowers of different cultivars of Citrus sinensis (L.) Osbeck (Cs) and Citrus clementina Hort. Ex Tan. (Cc) collected at different harvesting times, were analyzed by GC and GC-MS. All the samples studied afforded yellowish oil which yields ranged from 0.05 to 0.08 % (v/w). The monoterpene fraction dominated both oils (66-91%), being the monoterpene hydrocarbons the main components of this fraction (45-69%). Sabinene (31-48%), linalool (15-32%) and limonene (4-10%) dominated both Cs and Cc oils. trans-Nerolidol was the major sesquiterpene component, attaining 3-10%. Cluster analysis of the essential oil composition from the twelve samples studied, confirmed a major chemical homogeneity (Scorr>0.95) despite the fact of having used different periods of hydrodistillation, different harvesting times and being flowers of two different Citrus species.

Inotropic effect of Citrus sinensis (L.) Osbeck leaf extracts on the guinea pig atrium

Oliveira,E.D.; Leite,T.S.; Silva,B.A.; Conde-Garcia,E.A.
Fonte: Associação Brasileira de Divulgação Científica Publicador: Associação Brasileira de Divulgação Científica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2005 EN
Relevância na Pesquisa
66.72%
The objective of the present investigation was to determine the contractile effect of crude and acetone leaf extracts of Citrus sinensis (L.) Osb. on mammalian myocardium. Crude leaf extracts have been used in folk medicine to treat neurological disorders. Some flavonoids isolated from this plant presented a positive inotropic effect on myocardium. This motivated us to test the extracts on the atria of guinea pigs of both sexes (300-500 g) and surprisingly we observed inotropic depression instead of an increase in force. The maximum effect of the crude extract was 79.4 ± 8.1% of the control force amplitude (N = 5 hearts, 10 trials, 27 ± 0.1ºC, stimulus: 2 Hz, 400 V, 0.5 ms). The EC50 for crude, ethanol, acetic, aqueous, and acetone extracts was 300, 300, 600, 1000, and 140 µg/ml, respectively, with a Hill constant of 1.8, 2.0, 2.5, 2.0, and 1.4, respectively. Blockade of cholinergic, beta-adrenergic, or opioid membrane receptors with 1.5 µM atropine sulfate, 1 µM propranolol, and 10 µM naloxone, respectively, did not change the effect of the crude extract. The acetone extract abolished the Bowditch positive staircase phenomenon (N = 5 hearts, 10 trials, 27 ± 0.1ºC), suggesting a possible reduction of the calcium inward current...

Ulcer protective potential of standardized hesperidin, a citrus flavonoid isolated from Citrus sinensis

Bigoniya,Papiya; Singh,Kailash
Fonte: Sociedade Brasileira de Farmacognosia Publicador: Sociedade Brasileira de Farmacognosia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 EN
Relevância na Pesquisa
66.85%
Free radicals play an important role in stomach ulcer formation. The present investigation validates the anti ulcer activity of hesperidin, isolated from Citrus sinensis (L.) Osbeck, Rutaceae, through the assessment of its antioxidant potential over stomach mucosal tissue by histological examination. Hesperidin was isolated from the dried peel of C. sinensis, and authenticated by TLC, IR and HPLC. The anti-ulcerogenic potential of this fruit was assessed using indomethacin and hypothermic restrain stress-induced ulceration models on rats at 150, 300 and 450 mg/kg dose orally. The parameters measured were gastric pH, volume, free and total acidity, ulcer index, and mucin, glutathione, super oxide dismutase, catalase and protein content. Hesperidin at 300 and 450 mg/kg dose showed significant (p < 0.01-0.001) increase in pH, decrease in acidity and ulcer index against indomethacin and hypothermic restrain stress, along with histological evidence of cytoprotection. Glutathione, super oxide dismutase, catalase and mucin levels increased significantly at 450 mg/kg (p < 0.05-0.001) after indomethacin ulceration, whereas hypothermic restrain stress only increased glutathione and mucin levels. Hesperidin prevents oxidative cell injury by significant rise of super oxide dismutase...

Época da indução e evocação floral em Citrus sinensis (L.) Osbeck cv. Pêra Rio

Pereira,Iara Alvarenga Mesquita; Pinto,José Eduardo Brasil Pereira; Davide,Lisete Chamma
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2003 PT
Relevância na Pesquisa
66.72%
A produção do estímulo floral (indução) e emissão das primeiras sépalas, na gema floralmente determinada (evocação floral) em Citrus sinensis (L.) Osbeck cv. Pêra Rio pôde ser acompanhada pelas variações anatômicas nos meristemas apicais e axilares. Com objetivo de determinar a época na qual ocorre a indução e evocação floral, cortes longitudinais de gemas apicais e axilares, corados com pironina Y-methylgreen foram efetuados em períodos regulares de maio a agosto. Através das mudanças no formato da gema, principalmente diâmetro, que aumentou com a indução, foi possível determinar a época do ano na qual gemas vegetativas são induzidas a florescerem. Foram detectadas variações nos diâmetros das gemas no período de início da morfogênese floral (meados até o final de julho). A medição do diâmetro das gemas mostra-se um procedimento eficiente para acompanhar os fenômenos decorrentes da indução, evocação e morfogênese florais. Gemas vegetativas apresentam diâmetro médio de 100µm, com túnica composta por três camadas, de formato cônico, recobrindo o corpo, ao passo que a reprodutiva é mais achatada, após a iniciação do primeiro primórdio de sépala, exibindo diâmetro médio de 200µm. Coloração com pironina Y-methylgreen proporciona a captação do fenômeno da evocação floral...

Honey bee attractants and pollination in sweet orange, Citrus sinensis (L.) Osbeck, var. Pera-Rio

Malerbo-Souza,D. T.; Nogueira-Couto,R. H.; Couto,L. A.
Fonte: Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos - CEVAP, Universidade Estadual Paulista - UNESP Publicador: Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos - CEVAP, Universidade Estadual Paulista - UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2004 EN
Relevância na Pesquisa
66.72%
This experiment studied the frequency and behavior of insects on sweet orange flowers, Citrus sinensis (L.) Osbeck, their effect on fruit production (quantity and quality), nectar and pollen collection, and the effectiveness of different attractants. Over three consecutive years, the most frequent visitor to the flowers was Apis mellifera (Africanized). Flowers visited less than ten times showed low fructification. Fruit production was 35.30% greater in uncovered flowers. Fruit mean weight was much greater in uncovered (180.2g) than in covered flowers (168.5g). Fruits from the covered were more acid (1.411g of citric acid/100ml of juice) than the uncovered flowers (1.164g of citric acid/100ml of juice). The number of seeds per bud was higher in the uncovered (1 seed/bud) than in the covered treatment (0.8 seed/bud). Bee-HereR, eugenol, geraniol, citral, and lemon grass extract, mainly diluted in water, were effective in attracting honeybees to orchards. However, these compounds were less effective when diluted in sugar syrup. The same products had variable attractiveness to honeybees in different years.

Variety and Harvesting Season Effects on Antioxidant Activity and Vitamins Content of Citrus sinensis Macfad

Cardeñosa, Vanessa; Barreira, João C.M.; Barros, Lillian; Arenas-Arenas, Francisco; Moreno-Rojas, José M.; Ferreira, Isabel C.F.R.
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
66.72%
Five sweet orange (Citrus sinensis Osbeck) varieties cultivated in Huelva (Spain) and picked at two seasons during two consecutive years, were characterized for their antioxidant activity (free radicals scavenging activity, reducing power and lipid peroxidation inhibition) and vitamin content (vitamin E and vitamin C). The effects induced by sweet orange variety and stage of maturity were comprehensively compared by applying 2-way ANOVA and linear discriminant analysis. The results indicated higher differences in antioxidant activity and vitamin contents in response to the effect of the harvesting season, when compared to the effect of sweet orange variety. Nevertheless, the results observed in 2012 showed less marked differences among the assayed sweet orange varieties. Either way, it might be concluded that oranges sampled in January show the highest antioxidant activity and vitamin contents. Furthermore, concerning the properties evaluated in this work, all sweet orange varieties represent good alternatives, except for Rhode Summer, which would not be the preferable choice as a target to enhance sweet orange overall characteristics.; The authors are grateful to Foundation for Science and Technology (FCT, Portugal) for financial support to the research center CIMO (strategic project PEst-OE/AGR/UI0690/2011)...

Análise de região do promotor do gene CsEXP como um dos possíveis locais de interação genética no desenvolvi-mento do cancro cítrico envolvido na sinalização de auxina, e estudos da proteína CsARF de Citrus sinensis; Analysis of promoter region of the gene CsEXP as one of the possible sites of interaction genetic in citrus canker development involved in signaling auxin pathway, and studies of CsARF protein from Citrus sinensis

Fabiana Helena Forte Gomes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
67.15%
O Brasil é o maior produtor de citros no mundo, entretanto, várias doenças ameaçam a citricultura brasileira, dentre elas o cancro cítrico, causado pela bactéria Xanthomonas citri subsp. citri (Xcc). A doença é caracterizada por necrose e lesões eruptivas. Sabe-se que a bactéria transloca proteínas efetoras para o interior da célula hospedeira e modula a transcrição na planta. Dentre as proteínas translocadas está à proteína PthA que por si só é capaz de induzir hiperplasia e hipertrofia tecidual. Em relação aos genes cuja expressão foi induzida pela infecção por X. citri estão àqueles envolvidos na remodelação da parede celular, síntese, mobilização e sinalização de auxina e giberelina, os quais são os principais hormônios vegetais controladores de crescimento celular. Corroborando com isso, tanto auxina como giberelina ativam a expressão de celulases e expansinas e são necessárias para o desenvolvimento do cancro cítrico. Em 2010 demonstrou-se a interação entre PthAs e a proteína ARF ("auxin response fator") de Citrus sinensis (CsARF), um possível repressor da via de auxina. O promotor do gene da expansina de citros (CsEXP), cujo gene foi induzido por X. citri e auxina contêm uma sequência similar aos chamados AuxRe...

Analise do padrão de expressão dos genes da familia MADS-box durante o desenvolvimento do fruto de Citrus sinensis; Analysis of MADS-box genes expression patters during fruit development in Citrus sinensis

Pedro Araujo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
57.14%
Na planta modelo Arabidopsis thaliana o desenvolvimento do fruto foi amplamente estudado e uma série de genes foram relacionados com a ontogênese e o amadurecimento. A identidade dos tecidos dos frutos secos de Arabidopsis é determinada principalmente pelos genes FRUITIFULL (FUL) e SHATTERPROOF (SHP), pertencentes à família multigênica MADS-box. Homólogos a estes genes foram encontrados em frutos carnosos, no entanto a expressão destes homólogos e o papel biológico dos mesmos durante o desenvolvimento dos frutos carnosos são desconhecidos. No banco de dados de genes expressos em Citrus (CitEST), sequências homólogas a FUL e SHP foram encontradas. Uma vez que os frutos de Citrus são carnosos e não apresentam as mesmas estruturas dos frutos de Arabidopsis, decidiu-se caracterizar detalhadamente o desenvolvimento dos frutos em Citrus sinensis e Citrus reticulata e estudar as possíveis funções dos homólogos de FUL e SHP durante o desenvolvimento dos frutos em C. sinensis. Técnicas de microscopia óptica e eletrônica de varredura foram utilizadas para caracterização do desenvolvimento dos frutos. Resultados de RT-PCR mostraram a expressão diferencial dos homólogos de Citrus de FUL e SHP em frutos maduros. Os resultados de hibridização in situ mostraram que o homólogo de FUL expressou-se diferencialmente durante o desenvolvimento do fruto...

Distribuição espacial de imaturos de Phyllocnistis citrella (Lepidoptera, Gracillariidae) nos brotos e nas folhas de laranjeiras, Citrus sinensis var. Valência, mantidas sob dois sistemas de cultivo

Greve,Caroline; Redaelli,Luiza Rodrigues
Fonte: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul Publicador: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.72%
A distribuição de imaturos de Phyllocnistis citrella Stainton, 1856 foi avaliada em folhas e em brotos de plantas de Citrus sinensis L. Osbeck var. Valência, no município de Montenegro (29°68'S e 51°46'W), Rio Grande do Sul, Brasil. A presença de ovos, lagartas e crisálidas (vivas e mortas) foi registrada nas folhas, em relação às superfícies abaxial e adaxial e à porção proximal, mediana e distal destas. As folhas que continham ovos, lagartas e/ou crisálidas foram classificadas e numeradas quanto à posição relativa a partir do ápice do broto e foram tomadas medidas no maior comprimento. Lagartas, crisálidas e ovos de P. citrella evidenciaram padrão de distribuição agregado tanto no nível de brotos quanto no de folhas. O comprimento médio das folhas onde ocorreram as pupas era maior do que aquele onde se encontravam as lagartas. Os ovos foram registrados em maior proporção no terço mediano das folhas, em ambas superfícies, já as lagartas e crisálidas ocorreram com mais freqüência nos terços mediano e proximal das folhas.

Volatile Constituents Identified in Hexane Extract of Citrus sinensis Peel and Anti-Mycobacterial Tuberculosis Activity of Some of its Constituents

Esquivel-Ferriño,Patricia C.; Clemente-Soto,Aldo F.; Ramírez-Cabriales,Mayela Y.; Garza-González,Elvira; Álvarez,Laura; Camacho-Corona,María del Rayo
Fonte: Sociedad Química de México A.C. Publicador: Sociedad Química de México A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 EN
Relevância na Pesquisa
66.79%
Tuberculosis (TB) is a great cause of morbidity and mortality around the world. The increasing incidence of multidrug-resistant (MDR) Mycobacterium tuberculosis and co-infection TB-AIDS led to the need to develop new TB drugs, and plants could be a source of them. The hexane extract of Citrus sinensis with anti-TB activity was analyzed by GC-MS. This analysis showed the presence of 40 volatile components, including monoterpenes (81.74%), sesquiterpenes (1.32%), fatty acids (1.15%), and some other oxygenated non-aromatic compounds (15.73%). Some identified compounds were tested against M. tuberculosis H37Rv, and one clinical isolated MDR M. tuberculosis strain. Results showed that palmitic acid, decanal, caryophyllene oxide, and cis-limonene oxide contributed to the anti-TB activity of hexane extract of C. sinensis peel.

composicion quimica y compuestos bioactivos de las harinas de cascaras de naranja (citrus sinensis), mandarina (citrus reticulata) y toronja (citrus paradisi) cultivadas en Venezuela

Rincón,Alicia M; Vásquez,A; Padilla,Marina; C,Fanny
Fonte: Sociedad Latinoamericana de Nutrición Publicador: Sociedad Latinoamericana de Nutrición
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2005 ES
Relevância na Pesquisa
66.91%
El objetivo de esta investigación fue evaluar la composición química y algunos compuestos bioactivos en las harinas de cáscaras de varias frutas cítricas de mayor consumo, que se cultivan en Venezuela. Se determinó la composición química, algunos elementos trazas, ácido ascórbico, carotenoides, fibra dietética, polifenoles totales y la eficiencia antirradical de los polifenoles utilizando 2,2-difenil-1-picrilhidracil (DPPH· ) en las cáscaras de naranja (Citrus sinensis), mandarina (Citrus reticulata) y toronja, variedad blanca, (Citrus paradisi). Las muestras presentaron diferencias significativas (p<0,05) en el contenido de humedad, cenizas, grasa y proteína. La cáscara de mandarina presentó el mayor contenido de magnesio y carotenoides, mientras que en la de toronja, variedad blanca, el ácido ascórbico y zinc presentaron valores mayores. Asimismo, la cantidad de fibra dietética total fue significativamente mayor en la cáscara de mandarina. Todas las muestras presentaron un alto contenido de polifenoles totales extraíbles (4,33; 7,6 y 5,1 g/100g). La más alta eficiencia antirradical la presentó la cáscara de mandarina, la cual se correlaciona con el contenido de polifenoles. Estos resultados indican que la cáscara de mandarina sería la mejor...