Página 1 dos resultados de 31 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Investiga????o cl??nica e gen??tica em meninas com baixa estatura idiop??tica

Martins, Rosa R. S.; Ramos, Hilda I. B.; Llerena Junior, Juan Clinton; Almeida, Jos?? Carlos Cabral de
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.21%
Em 10 meninas com diagn??stico de baixa estatura idiop??tica (BEI), realizamos avalia????o citogen??tica ap??s revis??o cl??nica. Dois cari??tipos foram anormais: mos 45,X/46,XX; mos 45,X/46,X,der(Xp)/46,X,r(X), e para sua elucida????o foram aplicadas t??cnicas de citogen??tica molecular e an??lise de microssat??lites, incluindo SHOX CA repeat. Os resultados confirmaram a origem dos cromossomos an??malos e a identifica????o da haploinsufici??ncia do gene SHOX. Nos oito casos com cari??tipo normal, a pesquisa de mosaicismos cr??pticos pela t??cnica FISH atrav??s da sonda centrom??rica (DXZ1) em c??lulas de mucosa oral (nuc ish) evidenciou a presen??a de dois mosaicos verdadeiros (DXZ1x2/DXZ1x1). A revis??o cl??nica da paciente com anomalia estrutural de X e das 2 meninas com mosaicismo detectados pelo nuc ish, mostrou a presen??a de 3 ou mais sinais cl??nicos observados na s??ndrome de Turner (ST). Estes resultados reafirmam a import??ncia da an??lise citogen??tica em meninas com diagn??stico de BEI e sinais cl??nicos da ST. Os resultados do estudo molecular para o gene SHOX confirmam sua rela????o com estigmas da ST. Sendo normal o cari??tipo, a pesquisa de mosaicismos cr??pticos em outros tecidos deve ser considerada. O diagn??stico mais preciso poder?? modificar a conduta terap??utica...

Epilepsy and ring chromosome 20: case report

Gomes, Marleide da Mota; Lucca, Irene; Bezerra, Sonia Alonso Monteiro; Llerena Junior, Juan Clinton; Moreira, Denise Madeira
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
26.82%
Apresentamos os achados cl??nicos, eletrencefalogr??ficos, de neuroimagem (resson??ncia magn??tica nuclear - RMN e espectroscopia por RMN) al??m de achados citogen??ticos de um menino com uma anomalia citogen??tica rara caracterizada por um cromossomo 20 em anel n??o herdado, cari??tipo 46,XY,r(20)(p13q13.3). Ele apresenta retardo mental, labilidade emocional, estrabismo sem outras altera????es dism??rficas externas significativas. Existem altera????es cerebrais caracterizadas por hipoplasias do corpo caloso, ??vula, n??dulo e pir??mide cerebelares, al??m de cisto aracn??ide na regi??o occipital. Ele tem crises epil??pticas refratarias ?? farmacoterapia e per??odos longos de estado confusional com ou sem componente motor. Destacamos que o padr??o EEG n??o ?? fixo mas muda com o per??odo da vida, existem paroxismos de ondas lentas de grande amplitude acompanhados ou n??o por componentes agudos e paroxismos de ondas tetas pontiagudas. As importantes altera????es morfol??gicas cerebrais n??o foram relatadas previamente associadas ao cromossoma 20 em anel, exceto epilepsia mapeada em 20q13. A anormalidade estrutural do cromossomo 20 pode indicar poss??veis loci no cromossomo 20 onde tais caracter??sticas neurol??gicas at??picas possam ser mapeadas.

C??lulas-tronco mesenquimais derivadas da polpa de dente humano: caracteriza????o e estudos funcionais em modelo experimental de epilepsia

Freitas, Daniele Pinheiro de
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.32%
Terapia celular ?? o conjunto de m??todos e abordagens tecnol??gicas com a utiliza????o de c??lulas no tratamento de doen??as. A terapia com c??lulas-tronco tem despertado grande interesse na comunidade cient??fica devido ?? capacidade que essas c??lulas indiferenciadas t??m de preservar sua pr??pria popula????o e de se diferenciar em c??lulas dos diversos tecidos. Encontrar a fonte de c??lula-tronco apropriada para uso terap??utico depende de diversos fatores, como a sua capacidade de prolifera????o e estabilidade citogen??tica, assim como suas caracter??sticas fenot??picas e seu potencial de diferencia????o. A epilepsia ?? uma desordem neurol??gica que acomete de 1 a 3% da popula????o mundial. ?? caracterizada pela presen??a de crises espont??neas recorrentes (CER) e possui seu tratamento cl??nico baseado no emprego de drogas anti-epil??pticas (DAES). O uso de c??lulas tronco apresenta-se como uma alternativa ao tratamento desta patologia. Este trabalho tem como objetivos caracterizar as c??lulas-tronco mesenquimais de polpa de dente dec??duo humano e avaliar seu papel terap??utico no modelo de epilepsia do lobo temporal induzido por l??tio-pilocarpina em ratos Wistar. As c??lulas da polpa de dente humano utilizadas nesse estudo foram submetidas ?? avalia????o fenot??pica...

Implementa????o da t??cnica de avalia????o de aberra????es cromossomiais e sua aplica????o em indiv??duos expostos a solventes e metais

Murata, Marcos Massao
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
27.26%
Durante as ??ltimas d??cadas, biomarcadores citogen??ticos em linf??citos de sangue perif??rico t??m sido usados para avaliar a exposi????o ocupacional a agentes carcinog??nicos ou mutag??nicos. A preocupa????o sobre os efeitos dos agentes genot??xicos nas popula????es humanas expostas ocupacionalmente, acidentalmente oupor estilo de vida tem crescido. Altera????es cromossomiais induzidas em linf??citos humanos s??o biomarcadores bem eselecidos de exposi????o ocupacional e ambiental a agentes genot??xicos. Participaram do estudo trabalhadores de um Estaleiro e de umLaborat??rio de An??lises T??xicol??gicas onde foram analisadas altera????es citogen??ticas em linf??citos de sangue perif??ricos, bem como indicadores biol??gicos de exposi????o aos metais chumbo e mangan??s. Os indicadores de exposi????o ao chumbo apresentaram as seguintes altera????es: diferen??a significativa entre os grupos estudados nos n??veis dos indicadores ALA-U, Pb-S, correla????o significativa entre por cento de recupera????o da ALAD e Pb-S no grupo Estaleiro e 22,2 por cento dos trabalhadores deste grupo que apresentaram por cento de recupera????o da ALAD acima do ??ndice Biol??gico M??ximo indicando que o grupo Estaleiro apresenta exposi????o ocupacional aochumbo. A exposi????o ao mangan??s deve ser mais bem estudada...

Notas sobre morfologia, distribui????o geogr??fica, hist??ria natural e citogen??tica de Cryptonanus guahybae (Didelphimorphia: Didelphidae)

Quintela, Fernando Marques; Santos, Maur??cio Beux; Gava, Adriana; Christoff, Alexandre
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.82%
Este trabalho apresenta dados sobre os aspectos sobre cari??tipo, distribui????o geogr??fica, habitats de ocorr??ncia e morfometria de Cryptonanus guahybae (Tate, 1931), baseados em 15 esp??cimes tombados no Museu de Ci??ncias Naturais da Universidade Luterana do Brasil. Os exemplares s??o procedentes das seguintes localidades do estado do Rio Grande do Sul: 1.- Usina Hidrel??trica de It??; 2. Derrubadas; 3. Esta????o Ecol??gica de Aracuri - Esmeralda (Planalto Meridional); 4. Tapes (Plan??cie Costeira Interna); 5. Ven??ncio Aires (Depress??o Central); e 6. ??rea de Prote????o Ambiental da Lagoa Verde e entorno - Rio Grande (Plan??cie Costeira Externa). Ampliamos a distribui????o geogr??fica da esp??cie cerca de 250 km em dire????o norte e 100 km em dire????o sul, sendo os munic??pios de Derrubadas e Rio Grande, respectivamente, os novos limites norte e sul dessa distribui????o. O registro no munic??pio de Derrubadas tamb??m expande cerca de 180 km em dire????o oeste o limite de distribui????o geogr??fica de C. guahybae. A an??lise citogen??tica dos esp??cimes do Rio Grande revelou um n??mero dipl??ide (2n) igual a 14 e de bra??os autoss??micos (NF) igual a 24, sendo os pares 1, 2 e 3 submetac??ntricos, o par 4 metac??ntrico, os pares 5 e 6 subteloc??ntricos...

Cytogenetic studies in fishes of the genera Hassar, Platydoras and Opsodoras (Doradidae, Siluriformes) from Jar? and Xing? Rivers, Brazil

MILHOMEM, Susana Suely Rodrigues; SOUZA, Augusto Cesar Paes de; NASCIMENTO, Aline Lira do; CARVALHO JUNIOR, Jaime Ribeiro; FELDBERG, Eliana; PIECZARKA, Julio Cesar; NAGAMACHI, Cleusa Yoshiko
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
26.32%
We studied the karyotypes of Hassar cf. orestis and an undescribed Hassar species from the Jar? River and Opsodoras ternetzi, H. orestis and Platydoras cf. costatus from the Xing? River, all with 2n = 58. Constitutive heterochromatin is located in the centromere in most metacentric pairs; in some chromosomes this banding is not present, or it is located on the whole chromosome arm or in the distal regions. The NOR is located on a single biarmed pair at a distal region of the short arm in H. cf. orestis, H. orestis and P. cf. costatus at a distal region of the long arm in O. ternetzi and at a proximal region of the long arm in the Hassar species. In all species (except for Hassar sp.) the CMA3 analysis revealed a rich G-C region coincident with the NOR. Probably inversions occurred in the NOR chromosome during the chromosomal differentiation of the Doradidae species here described.

Comparative cytogenetic analysis in the species Uroderma magnirostrum and U. bilobatum (cytotype 2n = 42) (Phyllostomidae, Stenodermatinae) in the Brazilian Amazon

SILVA, Adailton Moreira da Marques; MARQUES-AGUIAR, Suely Aparecida; BARROS, Regina Maria de Souza; NAGAMACHI, Cleusa Yoshiko; PIECZARKA, Julio Cesar
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
26.32%
The genus Uroderma includes two species: U. magnirostrum and U. bilobatum. These species are characterized by their high degree of karyotypic evolution, diverging from most other species of the subfamily Stenodermatinae, which have a lower degree of chromosomic evolution. The present study reports the first banding patterns of U. magnirostrum (G-, C-banding and Ag-NOR) and U. bilobatum (C-banding and Ag-NOR). The chromosomic data in conventional staining of U. magnirostrum (2n = 36, NF = 62) and U. bilobatum (cytotype 2n = 42, NF = 50) are equivalent to that described in the literature. When compared, chromosomal homeologies are found in both karyotypes, as well as differences, confirming that karyotypic evolution in the Uroderma genus is intense. Fission, fusion, inversion or translocation events are required to explain the karyotypic evolution of this genus. The comparison of karyotype, described here, to one of the species of the genus Artibeus (2n = 30/31), suggests that some chromosomic forms are apomorphic and shared between the two species of Uroderma. This confirms the monophyly of the enus, and that U. magnirostrum presents a more primitive karyotype when compared to U. bilobatum

Chromosome comparison between two species of Phyllostomus (Chiroptera - Phyllostomidae) from Eastern Amazonia, with some phylogenetic insights

RODRIGUES, Luis Reginaldo Ribeiro; BARROS, Regina Maria de Souza; ASSIS, Maria de F?tima Lima; MARQUES-AGUIAR, Suely Aparecida; PIECZARKA, Julio Cesar; NAGAMACHI, Cleusa Yoshiko
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
26.32%
Os cari?tipos de Phyllostomus discolor e P. hastatus da Amaz?nia oriental s?o estudados por bandeamentos G, C, G/C sequencial e colora??o Ag-NOR. Ambas as esp?cies apresentaram 2n = 32, sendo o complemento autoss?mico composto por 15 pares bi-armed em P. discolor e 14 bi-armed mais 1 par acroc?ntrico em P. hastatus. O cromossomo X ? um submetac?ntrico m?dio e o Y ? um pequeno acroc?ntrico em ambas as esp?cies. O presente estudo encontrou apenas uma diferen?a entre os cari?tipos de P. discolor e P. hastatus: o menor autossomo (par 15) ? metac?ntrico em discolor e acroc?ntrico em hastatus. Este resultado ? melhor explicado por uma invers?o peric?ntrica. O bandeamento C revelou heterocromatina constitutiva na regi?o centrom?rica de todos os cromossomos, e os s?tios NOR foram localizados na regi?o distal do par 15, em ambas as esp?cies. O t?xon P. discolor ? considerado primitivo para o g?nero Phyllostomus e sup?e-se que a forma metac?ntrica do par 15 seja a condi??o primitiva, que foi rearranjada por uma invers?o peric?ntrica, originando a forma acroc?ntrica encontrada em P. hastatus.; ABSTRACT: The karyotypes of Phyllostomus discolor and P. hastatus from Eastern Amazonia were studied by G-, C-, G/C sequential and Ag-NOR techniques. Both species presented 2n = 32...

Drifter technique: a new method to obtain metaphases in Hep-2 cell line cultures

LIMA, Eleonidas Moura; RISSINO, Jorge Dores; GUIMAR?ES, Adriana Costa; OVERAL, David James; KHAYAT, Andr? Salim; SOUZA, Patr?cia Carvalho de; CHRISTOFOLINI, Denise Maria; SMITH, Mar?lia de Arruda Cardoso; RODR?GUEZ BURBANO, Rommel Mario
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
26.65%
A linhagem celular Hep-2 ? formada por c?lulas de carcinoma da laringe e ? muito utilizada em modelos de carcinog?nese e mutagen?se. Para avaliar o potencial proliferativo desta linhagem, desenvolvemos uma metodologia citogen?tica (t?cnica do sobrenadante) para obten??o de met?fases a partir de c?lulas que, ao entrarem em mitose, perdem ades?o celular, ficando em suspens?o no meio de cultura. Atrav?s deste procedimento, foram contadas 2000 c?lulas, correspondendo a um ?ndice mit?tico (IM) de 22.2% . Apesar de o IM obtido por esta t?cnica n?o ter sido estatisticamente diferente do IM obtido por outras metodologias citogen?ticas cl?ssicas, a t?cnica do sobrenadante ? vantajosa porque elimina o uso de alguns reagentes utilizados na obten??o de met?fases e tamb?m diminui o consumo de reagentes de manuten??o desta linhagem.; ABSTRACT: The Hep-2 cell line is derived from laryngeal carcinoma cells and is often utilized as a model in carcinogenesis and mutagenesis tests. To ABSTRACT: evaluate the proliferative potential of this line, we developed a cytogenetic methodology (drifter technique) to obtain metaphases from cells that loose cellular adhesion when they underwent mitosis in culture. By this procedure, 2000 cells were counted...

Compara??o cromoss?mica intrapopulacional da esp?cie Tayassu tajacu criada em cativeiro

SOUZA, Patr?cia Carvalho de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.32%
A esp?cie Tayassu tajacu (caititu) ? amplamente distribu?da no continente americano, distribuindo-se desde o sul dos Estados Unidos at? o norte da Argentina. No Brasil, distribui-se por todo o territ?rio, sendo uma das principais fontes de prote?nas para as popula??es rurais. Sua cria??o em cativeiro possibilitaria uma forma de pecu?ria alternativa para essas popula??es, desta forma protegendo essa esp?cie da press?o da ca?a. Portanto, a citogen?tica serviria como uma ferramenta potencial para o monitoramento reprodutivo de animais criados em cativeiro, principalmente, quando destinados a fins comerciais. Esse trabalho tem por objetivo determinar o n?mero cromoss?mico de duas popula??es criadas em cativeiro. Para este fim, foram analisadas met?fases mit?ticas obtidas de cultura de linf?citos a partir de amostras de sangue de 6 animais oriundos de Mossor? (RN), 1 de Ipixuna (PA) e 4 de Uruar? (PA). A an?lise resultou no mesmo padr?o cariot?pico da esp?cie encontrado na literatura (2n = 30 cromossomos e NF = 48), al?m de corresponderem ao padr?o sulamericano da esp?cie, ou seja, sem a presen?a da transloca??o entre os cromossomos autoss?micos 1 e 8, por?m n?o foram encontradas diferen?as entre as popula??es estudadas. No entanto...

An?lise citogen?tica comparativa em esp?cies de morcegos da subfam?lia phyllostominae (chiroptera-phyllostomidae) por citogen?tica cl?ssica e hibridiza??o in situ Flourescente (fish)

SILVA, Natalia Karina Nascimento da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
57.13%
Os morcegos representam um grupo amplamente distribu?do e diversificado. A diversidade de h?bitos alimentares faz da ordem Chiroptera uma das mais bem sucedidas entre os mam?feros, desempenhando, em fun??o de seus h?bitos, um importante papel no controle de insetos, na poliniza??o e na dispers?o de sementes de numerosos vegetais. A fam?lia Phyllostomidae constitui a terceira maior fam?lia em n?mero de esp?cies dentro da Ordem Chiroptera. Entre as representantes neotropicais ? a mais numerosa, sendo encontrada em florestas tropicais da America do Sul, particularmente, concentrada na Amaz?nia que ? a regi?o com maior diversidade de morcegos do mundo. No presente trabalho foram analisados citogeneticamente exemplares de tr?s esp?cies da subfam?lia Phyllostominae: Chrotopterus auritus, Trachops cirrhosus e Vampyrum spectrum coletados no estado do Par? e Amazonas. Os dados cromoss?micos obtidos para Chrotopterus auritus (2n = 28 e NF = 52) e Trachops cirrhosus (2n = 30, FN = 56) est?o de acordo com os descritos na literatura. Para Vampyrum spectrum (2n=30 NF=56) relatamos os primeiros padr?es de bandeamento e FISH (Hibridiza??o in situ Fluorescente). A t?cnica de bandeamento C demonstrou um padr?o pericentrom?rico de distribui??o da heterocromatina constitutiva nas tr?s esp?cies estudadas. A t?cnica de FISH com sondas de DNA telom?ricas humanas mostrou apenas marca??es distais em todos os cromossomos das tr?s esp?cies e as sondas de rDNA 18S confirmaram a localiza??o das Regi?es Organizadoras Nucleares observadas na t?cnica de Ag-NOR...

An?lise citogen?tica de duas esp?cies do g?nero Hylaeamys (Rodentia: Cricetidae) por citogen?tica cl?ssica e molecular

PINTO, Jamilly Amaral
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.24%
Os roedores formam uma das mais numerosas e antigas ordens da classe Mammalia. Na Am?rica do Sul, a ordem Rodentia compreende cerca de 42% das esp?cies de mam?feros, sendo que desta parcela mais de 50% pertencem a fam?lia Cricetidae, que inclui a subfam?lia Sigmodontinae. O g?nero Hylaeamys est? agrupado na tribo Oryzomyini e corresponde a um dos 10 novos g?neros propostos para esp?cies e grupos de esp?cies dentro de Oryzomys. Hylaeamys corresponde ao ?grupo megacephalus?, sendo constitu?do pelas esp?cies H. acritus, H. laticeps, H. megacephalus, H. perenensis, H. oniscus, H. tatei e H. yunganus distribu?das na Venezuela, Trinidad, Guianas, Paraguai e no Brasil, em ?reas de floresta tropical amaz?nica, mata atl?ntica e cerrado. Este trabalho visa analisar marcadores cromoss?micos em duas esp?cies do g?nero Hylaeamys, fornecendo dados que auxiliem na sua caracteriza??o taxon?mica e citogen?tica. Foram trabalhadas dezenove amostras de Hylaeamys megacephalus (HME) e quatro de Hylaeamys oniscus (HON). HME apresenta 2n=54 e HON, 2n=52. Os resultados obtidos por bandeamentos G, C e por hibridiza??o in situ, com sondas de cromossomo total de Hylaeamys megacephalus permitiram determinar as caracter?sticas cromoss?micas das esp?cies em estudo...

Descri??o cariot?pica de peixes dos g?neros Baryancistrus, Parancistrus, Peckoltia e Ancistrus (Ancistrinae, Loricariidae) da Bacia Amaz?nica

SOUZA, Augusto Cesar Paes de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.65%
A subfam?lia Ancistrinae ? uma das mais diversificadas entre os Loricariidae, incluindo cerca de 200 esp?cies distribu?das em 26 g?neros. Esses peixes s?o facilmente reconhecidos pela presen?a de placas ?sseas dispostas em s?ries ao longo do corpo e pela presen?a de boca em posi??o ventral anterior. S?o vulgarmente conhecidos por acaris, bod?s, cascudos. As esp?cies da subfam?lia Ancistrinae representam um importante recurso s?cio-econ?mico, constituindo uma das mais importantes atividades comerciais no munic?pio de Altamira-PA. Foram analisadas, atrav?s das t?cnicas convencionais (Giemsa, bandeamento C e Ag-NORs) e t?cnica de fluorocromo (Cromomicina A3), dez esp?cies de peixes da subfam?lia Ancistrinae pertencentes a quatro g?neros (Baryancistrus, Parancistrus, Peckoltia e Ancistrus). As esp?cies do g?nero Baryancistrus revelaram um n?mero dipl?ide 2n= 52 e NF=104. A NOR foi encontrada em posi??o intersticial no bra?o curto de um par cromoss?mico do tipo meta/submetac?ntrico. A esp?cie B. aff. niveatus apresentou grandes blocos heterocrom?ticos ricos em pares de bases G-C como apomorfia, sendo esta esp?cie considerada como mais derivada cariotipicamente entre os Baryancistrus. As esp?cies do g?nero Parancistrus apresentaram uma estrutura cariot?pica muito similar ?quela encontrada em Baryancistrus...

Estudos cromoss?micos em anuros das fam?lias Hylidae rafinesque, 1815 e Leptodactylidae werner, 1896 (Amphibia: Anura)

SUAREZ, Pablo
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
47.4%
Embora exista uma grande diversidade de complementos cromoss?micos em Leptodactylidae (2n = 18 a 2n = 26) e Hylidae (2n = 20 a 2n = 32), a elevada fragmenta??o de dados limita o acesso a informa??es sobre as origens e os mecanismos respons?veis por esta diversidade. Isto provavelmente tem influenciado que os dados citogen?ticos tenham sido principalmente utilizados na caracteriza??o do status de esp?cies mais do que inclu?dos amplamente em an?lises filogen?ticas. Este trabalho aborda, por meio de dados citogen?ticos, aspectos evolutivos de tr?s grandes grupos de anuros de ampla distribui??o na regi?o Neotropical. O g?nero Leptodactylus ? agrupado com Hydrolaetare, Paratelmatobius e Scythrophrys na fam?lia Leptodactylidae. Os antecedentes cromoss?micos neste g?nero indicam varia??es nos n?meros dipl?ides de 2n = 18 a 2n = 26, assim como varia??es nos n?meros fundamentais (n?mero de bra?os autoss?micos, NF) e nas posi??es das Regi?es Organizadoras do Nucl?olo (NOR). Os resultados das an?lises de 26 esp?cies de Leptodactylus empregando diversas t?cnicas representa, provavelmente, a an?lise citogen?tica mais inclusiva realizada no g?nero Leptodactylus at? o momento, e os resultados constituem um marco para a proposi??o de hip?teses consistentes de evolu??o cromoss?mica no g?nero. A tribo Lophyiohylini agrupa atualmente 81 esp?cies distribu?das em 10 g?neros. A informa??o citogen?tica ? escassa e restrita apenas a 12 esp?cies. S?o aqui apresentados comparativamente dados citogen?ticos em esp?cies dos g?neros Argenteohyla...

Cytogenetic damage related to low levels of methyl mercury contamination in the Brazilian Amazon

AMORIM, Mar?cia Irena Medeiros de; MERGLER, Donna; BAHIA, Marcelo de Oliveira; DUBEAU, H?l?ne; MIRANDA, Daniela; LEBEL, Jean; RODR?GUEZ BURBANO, Rommel Mario; LUCOTTE, Marc Michel
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
26.32%
The mercury rejected in the water system, from mining operations and lixiviation of soils after deforestation, is considered to be the main contributors to the contamination of the ecosystem in the Amazon Basin. The objectives of the present study were to examine cytogenetic functions in peripheral lymphocytes within a population living on the banks of the Tapaj?s River with respect to methylmercury (MeHg) contamination, using hair mercury as a biological indicator of exposure. Our investigation shows a clear relation between methylmercury contamination and cytogenetic damage in lymphocytes at levels well below 50 micrograms/gram, the level at which initial clinical signs and symptoms of mercury poisoning occur. The first apparent biological effect with increasing MeHg hair level was the impairment of lymphocyte proliferation measured as mitotic index (MI). The relation between mercury concentration in hair and MI suggests that this parameter, an indicator of changes in lymphocytes and their ability to respond to culture conditions, may be an early marker of cytotoxicity and genotoxicity in humans and should be taken into account in the preliminary evaluation of the risks to populations exposed in vivo. This is the first report showing clear cytotoxic effects of long-term exposure to MeHg. Although the results strongly suggest that...

Aplica??o de pintura cromoss?mica em esp?cies da fam?lia Accipitridae (Aves, Falconiformes): considera??es filogen?ticas e evolutivas

TAGLIARINI, Marcella Mergulh?o
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
27.35%
As an?lises citogen?ticas de diversos Falconiformes mostraram que os acipitr?deos t?m uma organiza??o cromoss?mica at?pica na classe Aves, com um n?mero dipl?ide relativamente baixo (m?dia de 2n= 66) e poucos pares de microcromossomos (4 a 6 pares). Propostas baseadas em citogen?tica cl?ssica sugeriram que esse fato devia-se ? fus?o de microcromossomos presentes no cari?tipo ancestral das Aves. No intuito de contribuir para o esclarecimento das quest?es referentes ? evolu??o cromoss?mica e filogen?tica dessa fam?lia, tr?s esp?cies da subfam?lia Buteoninae (Rupornis magnirostris, Buteogallus meridionales e Asturina nitida) e duas esp?cies da subfam?lia Harpiinae (Harpia harpyja e Morphnus guianensis) foram analisados citogeneticamente atrav?s da aplica??o de t?cnicas de citogen?tica cl?ssica e molecular. As esp?cies de Buteoninae apresentaram cari?tipos muito semelhantes, com n?mero dipl?ide igual a 68; o n?mero de cromossomos de dois bra?os entre 17 e 21, o cromossomo Z submetac?ntrico e o W metac?ntrico em R. magnirostris e submetac?ntrico em Asturina nitida. O uso de sondas de 18/28S rDNA mostrou a localiza??o de regi?es organizadoras de nucl?olo em um par submetac?ntrico m?dio nas tr?s esp?cies, correspondendo ao bra?o curto do par 7. Sequ?ncias telom?ricas foram mapeadas n?o s? na regi?o terminal dos bra?os...

Discursos pronunciados en el acto de investidura de Doctor "Honoris Causa" del Excellent??simo se??or Juan Carlos Izpis??a Belmonte presentado por Antonia Ar??nega Jim??nez

Izpis??a Belmonte, Juan Carlos; Ar??nega Jim??nez, Antonia; Universidad de Granada
Fonte: Granada: Universidad de Granada Publicador: Granada: Universidad de Granada
Tipo: Outros
SPA
Relevância na Pesquisa
26.48%

An?lise citogen?tica como bioindicador para pacientes com diagn?stico sugestivo de Alzheimer

NEGR?O, Igor Patrick Ramos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.65%
A doen?a de Alzheimer (DA) ? uma doen?a neurodegenerativa que provoca morte neuronal e consequente perda progressiva das fun??es cognitivas, reduzindo as capacidades de trabalho, interferindo na rela??o social e no comportamento do paciente. Entre as doen?as causadoras de dem?ncia, a DA ? a mais incidente que as de cunho vascular, numa propor??o de 4:1, respectivamente. Al?m das terapias farmacol?gicas, os m?todos diagn?sticos auxiliam na identifica??o precoce da doen?a auxiliando o tratamento pr?vio, assim diminu?do a progress?o da doen?a. Atualmente estudos citogen?ticos v?m demonstrando altera??es cromoss?micas em portadoras da DA e podem auxiliar no diagn?sticos da doen?a. O objetivo desse trabalho foi verificar o potencial da an?lise cariot?pica de linf?citos do sangue perif?rico como bioindicador diagnostico da doen?a de Alzheimer. Para a realiza??o deste trabalho, utilizamos dois grupos de mulheres com 65 anos ou mais, sendo um grupo com (10) portadoras de DA e outro grupo (10) normais. Cada indiv?duo foi submetida ao question?rio socioecon?mico, teste de rastreio cognitivo (MEEM) e ? coleta de sangue venoso para cultura de linf?citos e an?lise cromoss?mica. Nossos resultados demonstram que o grupo de mulheres portadoras da DA apresentaram elevada taxa de monossomia e trissomia em rela??o ?s mulheres normais. Atrav?s de estudo de anamnese via question?rio...

Cytogenetic and DNA barcoding reveals high divergence within the trahira, Hoplias malabaricus (Characiformes: Erythrinidae) from the lower Amazon River

MARQUES, Diego Ferreira; SANTOS, Fab?ola Ara?jo dos; SILVA, Simoni Santos da; SAMPAIO, Maria Iracilda da Cunha; RODRIGUES, Luis Reginaldo Ribeiro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.9%
Dados moleculares e citogen?ticos tem evidenciado especia??o cr?ptica na tra?ra sul-americana, Hoplias malabaricus. No presente estudo, cari?tipos e sequ?ncias de DNA barcode de esp?cimes de sete popula??es, habitando a regi?o do baixo rio Amazonas, foram analisadas a fim de caracterizar o n?vel de diverg?ncia gen?tica dentro de um ?nico cariomorfo. Todos os esp?cimes possuem 2n = 40 cromossomos (20m+20sm) os quais s?o inseridos no grupo de tra?ras do cariomorfo C. DNA barcode revelou seis haplogrupos, com clara diverg?ncia entre popula??es do Brasil e da Argentina. Os resultados apoiam a hip?tese de complexo de esp?cies e indicam que um ?nico cariomorfo de Hoplias malabaricus pode conter mais de uma esp?cie.; ABSTRACT: Molecular and cytogenetic data have provided evidence of cryptic speciation in the widespread South American trahira, Hoplias malabaricus. In the present study, karyotypes and DNA barcode sequences of specimens from seven populations inhabiting the lower Amazon River were analyzed in order to characterize the levels of genetic divergence within a single karyomorph. All the specimens presented karyotypes with 2n = 40 chromosomes (20m+20sm) that were consistent with the species' C karyomorph. The DNA barcodes revealed six haplogroups...

Karyotypic and morphological divergence between two cryptic species of Eigenmannia in the Amazon basin with a new occurrence of XX/XY sex chromosomes (Gymnotiformes: Sternopygidae)

SILVA, Danillo dos Santos; PEIXOTO, Luiz Ant?nio Wanderley; PIECZARKA, Julio Cesar; WOSIACKI, Wolmar Benjamin; READY, Jonathan Stuart; NAGAMACHI, Cleusa Yoshiko
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.65%
Esp?cies de Eigenmannia est?o amplamente distribu?das na regi?o Neotropical, com oito esp?cies v?lidas atualmente reconhecidas. Popula??es de Eigenmannia de tr?s localidades do leste da Amaz?nia foram investigadas usando t?cnicas citogen?ticas e morfol?gicas, revelando dois t?xons designados aqui comoEigenmannia sp. "A" e Eigenmannia sp. "B". As esp?cies diferem em tr?s caracteres morfom?tricos, dois mer?sticos e um osteol?gico. Eigenmannia sp. "A" apresenta 2n = 34 (22 m/sm+12st/a) e Eigenmannia sp. "B" apresenta 2n = 38 (14 m/sm+24st/a) e cromossomos sexuais de diferencia??o simples, do tipo XX/XY. Em ambas esp?cies a Heterocromatina Constitutiva (HC) rica em bases A-T est? distribu?da na regi?o centrom?rica de todos os cromossomos. Eigenmannia sp. "B" tamb?m apresenta blocos de HC na regi?o intersticial dos pares cromoss?micos 8, 9 e X que coraram positivamente para CMA3, indicando regi?es ricas em G-C. A NOR est? localizada no bra?o curto do par 17 em Eigenmannia sp. "A" e no bra?o curto do par 14 em Eigenmannia sp. "B". FISH com sondas de rDNA hibridizaram em regi?es de tamanhos diferentes entre os hom?logos, sugerindo heteromorfismo. A diferencia??o do cromossomo X em Eigenmannia sp. "B" pode ser o resultado de amplifica??o de sequ?ncias repetitivas de DNA.; ABSTRACT: Eigenmannia species are widely distributed in the Neotropics...