Página 1 dos resultados de 57 itens digitais encontrados em 0.049 segundos

Efeito de adições ativas na mitigação das reações álcali-sílica e álcali-silicato.; Effect of mineral admixtures in controlling the alkali-silica reaction and alkali-silicate reaction.

Munhoz, Flávio André da Cunha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.3%
A reação álcali-agregado é uma manifestação patológica diretamente ligada à seleção dos materiais (cimento, agregados miúdo e graúdo, água e aditivos) que pode comprometer a durabilidade das estruturas de concreto, uma vez que a interação desses materiais e as condições ambientais é que vão conferir ao concreto determinadas propriedades ligadas à sua vida útil. A reação entre os hidróxidos alcalinos solubilizados na fase líquida dos poros dos concretos e alguns agregados reativos é lenta e resulta em um gel que, ao se acumular em vazios do concreto e na interface pasta-agregado, na presença de água, se expande, exercendo pressão interna no concreto. Ao exceder a resistência à tração do concreto, a pressão interna pode promover fissurações. A reação álcali-agregado requer a atuação conjunta de água, agregado reativo e álcalis. Sua prevenção pode ser feita a partir da eliminação de um dos fatores, ou seja, a partir do emprego de agregados inertes ou de cimentos com baixos teores de álcalis ou isolamento da umidade. Na impossibilidade de eliminar um dos fatores, medidas preventivas devem ser tomadas para o emprego de agregados reativos em obras de construção civil. Entre essas, destacam-se a utilização de cimentos com baixos teores de álcalis ou a de cimentos com adições ativas mitigadoras da reação álcali-agregado: escória de alto-forno...

Estudo de métodos visando à análise direta de alumina, cimento e quartzo em ICP OES; Studies of methods aiming the direct analysis of alumina, cement and quartz by ICP OES

Souza, Alexandre Luiz de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
106.51%
O objetivo deste estudo foi avaliar parâmetros para o desenvolvimento de métodos visando à determinação elementar em alumina, cimento e quartzo por espectrometria de emissão óptica com plasma indutivamente acoplado (ICP OES) com amostragem de suspensão. Alguns elementos foram investigados como possíveis candidatos a padrões internos (PIs) Be, Dy, Gd, In, La, Sc, Y, Yb eTl. Amostras de material de referência certificado (CRM) de alumina (Alumina Reduction Grade 699), de cimento Portland (1889a Blended with Limestone e 1886a White Portland cement with low iron) do National Institute of Standard and Technology (NIST), e amostras de quartzo, cedidos pelo Departamento de Física da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), denominados T-4FI, T-2FI e T-4GR, foram utilizadas na otimização instrumental, no desenvolvimento e na avaliação da exatidão do método. Nanopartículas de sílica de alta pureza (Wacker HDK® T40), Wacker Chemie AG foram utilizadas no estudo de adsorção dos elementos e padrões internos como proposta de produção de material calibrante para a análise direta de sólidos. Para a escolha dos PIs foram construídos gráficos de correlação usando valores de potenciais de excitação, energias de ionização e temperaturas de fusão dos analitos e dos candidatos a PIs. Análise exploratória por agrupamentos hierárquicos (HCA) e análise dos componentes principais (PCA)...

Parametros texturais de deformação em granitoides e sua relação com a reação alcali-agregado: aplicação ao concreto da Barragem de Pedro Beicht, SP; Not available.

Rodrigues, Eleno de Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/1994 PT
Relevância na Pesquisa
36.36%
Na primeira etapa dos trabalhos ("Experiências usando materiais selecionados"), foram efetuados estudos laboratoriais em 20 amostras de rochas "granitoides e quartzíticas. Executaram-se análises petrográficas por microscopia óptica. Determinaram-se índices de cristalinidade do quartzo por difratometria de raios X e "coeficiente de desordem" do quartzo por espectroscopia de infravermelho; e realizaram-se ensaios de reatividade potencial de agregados pelos métodos: químico e de barra de argamassa (métodos normais a 38 e 60°C e acelerado, com determinações obtidas durante 24 meses e 28 dias, respectivamente). A partir destes estudos, selecionaram-se dezenas de parâmetros mineralógicos-petrográficos considerados possíveis condicionadores de reações álcali-agregado, dos quais se revelou mais importante a quantidade de quartzo microgranular (<0,15 mm). A granulometria da matriz rochosa e dos cristais de quartzo (>= 0,15 mm), e as medidas de ângulos de extinção ondulante do quartzo associadas à quantidade deste mineral, podem, também, ser úteis na previsão do comportamento álcali-reativo desses agregados. Estes três parâmetros são eminentemente texturais e podem constituir, ao menos em parte, indicadores do grau de deformação atingido pela rocha. Dentre os métodos de ensaios de reatividade potencial os que se mostraram mais adequados para avaliar o comportamento de rochas "granitoides" deformadas tectonicamente foi o "Método Acelerado"...

Cimento portland aditivado com pozolanas de argilas calcinadas: fabricação, hidratação e desempenho mecânico; Not available.

Zampieri, Valdir Aparecido
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/10/1993 PT
Relevância na Pesquisa
46.09%
O uso adequado de pozolanas de boa qualidade possibilita a produção de cimentos especiais, de menor custo de fabricação e de maior durabilidade que os correspondentes sem adição. O emprego de pozolanas proporciona, adicionalmente, ganhos significativos em termos de produtividade e uma extensão da vida útil dos equipamentos de produção e do próprio jazimento calcário. A diversidade de características e desempenhos das pozolanas dificulta sobremaneira a seleção e qualificação dos diversos materiais disponíveis. Face às limitações dos métodos tradicionais de determinação da "atividade pozolânica", propõe-se uma metodologia alternativa, na qual as pozolanas são investigadas sob diferentes conteúdos de Ca(OH)2. A metodologia proposta proporciona uma melhor definição da qualidade e desempenho da pozolana e, paralelamente, o conhecimento da exata proporção de hidróxido de cálcio que a mesma fixa após um determinado período de reação. No que se refere à evolução da resistência mecânica, verifica-se que o desempenho dos cimentos aditivados com pozolanas de argila é variável e grandemente dependente das características da pozolana, do teor de adição e do tempo de cura considerado. Os cimentos de melhor evolução de resistência foram obtidos com as pozolanas mais reativas (de rápida reação) e que desenvolvem produtos de reação de grande capacidade cimentícia. As argilas calcinadas que apresentam elevados teores de quartzo (>30%) e demandam maior quantidade de água são de desempenho inferior. Constata-se...

Caracterização e reconstrução mineralógica de carvão, caulim, calcários e de cinzas sulfatadas geradas à temperatura de um leito fluidizado visando sua aplicação na indústria cimenteira

Santana, Eduardo Rodrigo Ramos de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.2%
Neste trabalho foram estudadas cinzas de carvão do tipo sílico-aluminosas e sulfatadas. As primeiras são aquelas obtidas normalmente pela queima do carvão acima de 850 °C. As cinzas sulfatadas estudadas são aquelas obtidas pela combustão, a 850 °C, do carvão em presença de calcário o qual retém o enxofre, liberado na combustão, na forma de anidrita (CaSO4). As cinzas sulfatadas foram classificadas de acordo com as misturas que as deram origem em “sulfocalcíticas”, “sulfodolomíticas” e “sulfocalcocauliníticas”. Estas cinzas foram obtidas, respectivamente, da combustão de misturas de carvão e calcita, de carvão e dolomita e de carvão, calcita e caulim. Os minerais estudados provêm do Rio Grande do Sul e todas análises foram efetuadas na École des Mines d’Alés (França). Assim, se estudaram cinzas de carvão, de calcário (calcítico e dolomítico), de caulim e de misturas destes a fim correlacionar as cinzas obtidas aos minerais que as deram origem. A reconstrução mineralógica destes materiais foi possível graças ao cruzamento de várias técnicas de análise tais como: método dos ajustes dosados, difração e fluorescência de raios X, determinação da perda ao fogo, densidade, calcimetria...

Diagênese da Formação Corumbataí na Mina Partezani, Rio Claro - SP

Bernardes, Eduardo Silveira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xi, 127 f. : il., tabs., fots.
POR
Relevância na Pesquisa
36.16%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Geologia Regional - IGCE; A Formação Corumbataí (Permiano) foi estudada em suas variações verticais, em duas frentes de lavra nas proximidades de Rio Claro, enfocando as relações entre os componentes mineralógicos e as propriedades cerâmicas. A análise petrográfica das amostras coletadas nessas minas, por meio de microscópio óptico, juntamente com Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) dos minerais do cimento e Difração de Raios-X (DRX) com a fração argila, revelou uma assembléia mineralógica complexa com quartzo e feldspato na dimensão silte, matriz constituída por illita, esmectita-clorita, chamosita, berthierina e argilominerais interestratificados, e hematita, calcita e albita como cimento dessas rochas. Os sedimentos originais, pelíticos e ricos em ferro, foram modificados pelos eventos diagenéticos, durante a interação com soluções conatas alcalinas; processos de substituição e autigênese sucederam a diagênese inicial promovendo a formação de diferentes tipos de cimento e o crescimento dos cristais de illita. Os filossilicatos hidratados e amorfos de sílica precipitados na interface sedimento-água deram origem a esses minerais através de transformações associadas à perda de água interplanar e trocas catiônicas com os fluidos hipersalinos iniciais...

Influencia do grau de conversão do cimento e do procedimento adesivo na retenção de pinos intra-radiculares; Influence of cement degree of conversion and adhesive procedure on retention of root canal posts

Andre Luis Faria e Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
Sistemas de união convencionais de dois passos e autocondicionantes de passo único podem ser incompatíveis com cimentos resinosos duais quando estes não são fotoativados. Os objetivos deste trabalho foram avaliar em três diferentes profundidades (terços cervical, médio e apical): (1) o grau de conversão do cimento resinoso RelyX ARC fotoativado através de dois pinos intra-radiculares com diferentes graus de translucidez, o pino de fibra de quartzo translúcido Light-Post (LP) e o pino de fibra de carbono envolto por fibra de quartzo Aestheti-Post (AP); (2) a resistência de união a push-out destes dois pinos e a influência do procedimento adesivo, utilizando um ativador químico ou a aplicação adicional de uma resina adesiva mais hidrófoba, sobre a retenção destes ao canal radicular. Para a mensuração do grau de conversão, foram confeccionadas matrizes de silicone de adição simulando canais radiculares. Os pinos, cinco de cada, foram ?cimentados? nestas matrizes e, após a fotoativação, estes foram removidos para a leitura do espectro do cimento resinoso através do espectrômetro FT-Raman. O cálculo do grau de conversão foi realizado através da análise da mudança na proporção entre as alturas dos picos das ligações duplas de carbono alifática e aromática. Os dados foram submetidos a ANOVA um fator com parcela sub-dividida e teste de Tukey (?=0...

Análise da resistência de união na interface cimentos resinosos auto-adesivos e convencional / dentina intrarradicular quando da cimentação de pinos de fibra de quartzo pré-tratados

Ramirez Barrantes, Juan Carlos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 185 p.| il., tabs., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.34%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Florianópolis, 2010; O objetivo deste estudo in vitro foi avaliar a influência do tipo de cimento resinoso na resistência adesiva ao cisalhamento por extrusão de pinos de fibra de quartzo à dentina intrarradicular. Cinqüenta e seis dentes humanos, unirradiculares, hígidos, livres de cárie e reabsorções radiculares foram selecionados. Após a remoção das coroas, 1 mm acima da junção esmalte-cimento, as raízes foram tratadas endodonticamente e os espaços para os pinos foram preparados com brocas no 2 do sistema de pinos DT Ligth® SL (VDW®). Os espécimes foram, aleatoriamente, divididos em 4 grupos (n=14), sendo que os grupos G1, G2, G3 foram tratados com cimentos auto-adesivos: Grupo 1: RelyX# Unicem (3M ESPE); Grupo 2: Clearfil# SA Cement (Kuraray); Grupo 3: Bifix SE (Voco); entretanto o G4 (n=14), grupo controle, foi tratado com sistema adesivo de três passos Adper# Scotchbond# Multi - Uso Plus e cimento convencional de dupla polimerização; RelyX# ARC (3M ESPE). Após a cimentação dos pinos, os espécimes foram mantidos em 100 % de umidade relativa a 37°C por 24 h. Posteriormente...

A viabilidade técnica de aplicação do calcário de Nacala, Moçambique, na produção do cimento

Mucuto, Hilário Fernando Afonso
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.23%
Moçambique é um país rico em recursos naturais, uns em fase de prospecção, outros em exploração. A mineração é um dos factores chave na economia do país. Neste trabalho realizou-se um estudo sobre a viabilidade técnica de aplicação do calcário de Nacala, Moçambique, na produção do cimento. Assim, surge o seguinte problema: Na praia de Relamzapo, Nacala-Moçambique, em direcção a costa, aflora uma extensa rocha calcária com possibilidades de aplicação como rocha industrial. Quais são as condições geoquímicas e mineralógicas que exercem maior influência na decisão de ser adequada para a produção do cimento? Face ao problema acima, surgem as seguintes hipóteses: As condições que representam factores elevados de teores de carbonato de cálcio (CaCO3), e baixos teores de sílica podem exercer maiores influências na decisão de serem adequadas para a produção de cimento; A rocha aflorante na região pode ser um material rico em minerais carbonatados com compostos orgânicos ai presentes e poucos silicatos. Traçou-se como objectivo geral: Avaliar a composição química e mineralógica dos calcários para aplicação na produção do cimento. Específicos:1) Descrever a geologia de Moçambique; 2) Caracterizar as amostras de calcário da região de Nacala com vista a avaliar o seu potencial geoquímico como rocha industrial para a produção do cimento; 3) Analisar o nível de desenvolvimento da região impulsionado pela extracção e utilização do calcário na indústria cimenteira e 4) Explicar os impactos sociais...

Influência dos adjuvantes no comportamento de um endurecedor de superfície de quartzo aplicado em diferentes betões de base

Sequeira, Ana Rita da Silva
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.16%
A precoce fissuração e delaminação de pavimentos de betão com endurecedor de superfície são uma crescente problemática em Portugal. Como principais causas para a ocorrência destas anomalias, são apontadas, na literatura, as operações de acabamento e a composição do betão que, por sua vez, está directamente relacionada com o aumento da finura do cimento, com a quantidade de silicato tricálcico do cimento e com a crescente introdução de adjuvantes no betão. A presente dissertação apresenta um estudo desenvolvido em laboratório sobre a influência que plastificantes e superplastificantes podem ter no comportamento de um endurecedor de superfície de quartzo quando aplicado em diferentes betões de base. Os resultados obtidos mostram que os adjuvantes adicionados ao betão de base têm uma grande influência no controlo do chamado “tempo aberto”, que é essencial para evitar a fissuração e delaminação do endurecedor de superfície; ### Influence of admixtures on the behavior of a quartz surface hardener applied in different base concrete Precocious cracking and delamination of concrete pavements with surface hardener are a growing problem in Portugal. As main causes for the occurrence of these abnormalities are noted...

Avaliação preliminar do emprego de arenito zeolítico da região nordeste do Brasil como material pozolânico para cimento Portland

Picanço,M. S.; Angélica,R. S.; Barata,M. S.
Fonte: Associação Brasileira de Cerâmica Publicador: Associação Brasileira de Cerâmica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.34%
As zeolitas possuem atividade pozolânica normalmente sem a necessidade de ativação térmica, por isto têm sido empregadas na produção de cimento e concreto hidráulicos desde a época do império romano. Hoje em dia são utilizadas na fabricação do cimento Portland através da substituição do clinquer em percentuais que variam entre 5 e 20%, dependendo da reatividade e da finura da zeólita. Em razão disto, são muito importantes do ponto de vista econômico e ambiental, principalmente quando não necessitam de tratamento térmico para adquirirem caráter pozolânico satisfatório, porque reduzem significativamente a energia de produção do clinquer e a liberação de CO2 proveniente tanto da descarbonatação da calcita como da combustão de combustíveis fósseis. Contudo, dados sobre reservas de zeólitas naturais são escassos e imprecisos. No Brasil, não existe conhecimento sobre depósitos naturais de zeólitas que possam ser explorados comercialmente. No nordeste do Brasil existe a ocorrência de zeolitas sedimentares relacionadas a arenitos descoberta nos anos 2000. Estes arenitos são constituídos de quartzo, argilominerais e zeolitas naturais (estilbita). O objetivo geral desse trabalho foi avaliar se esta zeólita natural presente no arenito possui atividade pozolânica satisfatória para ser empregada como adição mineral em cimentos Portland. No programa experimental o arenito zeolítico passou por beneficiamento através da remoção...

Estudos de proveniência e eventos diagenéticos da Formação Mauriti, Bacia do Araripe

Vieira Batista, Zenilda; Maria Mafra Valença, Lúcia (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.17%
Estudos de proveniência nos arenitos da Formação Mauriti, Bacia do Araripe, foram realizados através de técnicas integradas de microscopia óptica e eletrônica de varredura, e difratometria de Raios-X. A maioria desses arenitos foi classificada como quartzoarenito e, subordinadamente, subarcóseo. Com base na litológica, geometria, estruturas sedimentares e padrão de paleofluxo, foram identificadas três fácies sedimentares e duas subfácies, reunidas em quatro associações de fácies: de leques aluviais, preenchimento de canais fluviais entrelaçados, frente deltaica e depósitos de lençóis de areia eólicos. A granulação desses arenitos varia de areia grossa/conglomerática a fina, com seleção moderada a má, com grãos angulosos a subarredondados. A maioria das amostras apresenta matriz infiltrada constituída por caulinita, ilita, clorita, esmectita e interestratificados de esmectita/clorita. O quartzo é o constituinte predominante, e se apresenta tanto na forma monocristalina, com extinção ondulante, como policristalina. Dentre os feldspatos, predominam o K-feldspato e, em menor proporção, o plagioclásio. As micas são representadas pela muscovita e biotita. Os fragmentos de rochas são constituídos por gnaisse...

Estudos sedimentológicos e o contexto estrutural da formação Serra do Martins, nos platôs de Portalegre, Martins e Santana/RN

Menezes, Maria Rosilene Ferreira de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Geodinâmica e Geofísica; Geodinâmica; Geofísica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Geodinâmica e Geofísica; Geodinâmica; Geofísica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
45.88%
This dissertation deals with sedimentological and structural framework of the siliciclastic rock of the Serra do Martins Formation (FSM) in the Portalegre, Martins and Santana plateau, located to the south of Potiguar Basin, in the southwest and central Rio Grande do Norte state. This formation, regarded as of Oligo-Miocene age based on intrusive relations of the Miocene Macau volcanics, has a still disputable age due to the lack of appropriate bio and/or chronostratigraphic markers. The FSSM deposits crop out along 650 to 750 m high plateau, as a remanescent sedimentary cover directly overlying topographically uplifted pre-cambrian crystalline rocks. During the last decades, these deposits were interpreted according to a Tertiary paleoclimatic evolutionary model, associated to pedogenetic processes. The sedimentological characterization of the FSM was done through a detailed study of its facies, petrography and diagenetic features. The facies study was based on description of field relations, textures and structures, the piling up of the strata and their lateral variations. The FSM was deposited by an anastomosing to coarse-meandering fluvial system, including deposits of lag, cannel-fill, ouver-bank and flood plain. The petrographic composition of the sediments...

Utiliza??o do res?duo gerado na explora??o do itabirito em substitui??o ao agregado mi?do natural para prepara??o de argamassa de cimento Portland

Melo, Val?ria Alves Rodrigues de
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.16%
Os agregados mi?dos naturais s?o materiais utilizados na constru??o civil para a prepara??o de argamassas e concretos. Em fun??o das restri??es legais impostas ? sua extra??o, tem-se buscado meios para substitu?-los. Como alternativa, ? proposto o emprego do res?duo arenoso gerado na extra??o do itabirito (min?rio de ferro). O beneficiamento do itabirito requer sua moagem e flota??o para concentrar os ?xidos de ferro. Nesse processo s?o geradas grandes quantidades do res?duo arenoso, constitu?do por quartzo e ?xidos de ferro. Visando ao seu aproveitamento e ? redu??o do consumo de agregados mi?dos naturais, o res?duo arenoso foi caracterizado quanto ? composi??o mineral?gica, distribui??o granulom?trica, presen?a de impurezas org?nicas e forma das part?culas. Foram preparadas formula??es de argamassa variando o tipo de cimento, o tra?o e a rela??o ?gua/cimento (a/c). Os produtos obtidos foram caracterizados atrav?s de medidas de viscosidade e densidade da pasta, tempo de pega, densidade, resist?ncia ? compress?o, absor??o de ?gua, ?ndice de vazios e massa espec?fica. Complementarmente, foi feita a caracteriza??o microestrutural por DRX e MEV. Constatou-se que o tipo de cimento tem influ?ncia significativa sobre a resist?ncia ? compress?o e a massa espec?fica aos 28 dias. Resist?ncias de at? 19...

Avalia??o preliminar do emprego de arenito zeol?tico da regi?o nordeste do Brasil como material pozol?nico para cimento Portland

PICAN?O, Marcelo de Souza; ANG?LICA, R?mulo Sim?es; BARATA, M?rcio Santos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.34%
As zeolitas possuem atividade pozol?nica normalmente sem a necessidade de ativa??o t?rmica, por isto t?m sido empregadas na produ??o de cimento e concreto hidr?ulicos desde a ?poca do imp?rio romano. Hoje em dia s?o utilizadas na fabrica??o do cimento Portland atrav?s da substitui??o do clinquer em percentuais que variam entre 5 e 20%, dependendo da reatividade e da finura da ze?lita. Em raz?o disto, s?o muito importantes do ponto de vista econ?mico e ambiental, principalmente quando n?o necessitam de tratamento t?rmico para adquirirem car?ter pozol?nico satisfat?rio, porque reduzem significativamente a energia de produ??o do clinquer e a libera??o de CO2 proveniente tanto da descarbonata??o da calcita como da combust?o de combust?veis f?sseis. Contudo, dados sobre reservas de ze?litas naturais s?o escassos e imprecisos. No Brasil, n?o existe conhecimento sobre dep?sitos naturais de ze?litas que possam ser explorados comercialmente. No nordeste do Brasil existe a ocorr?ncia de zeolitas sedimentares relacionadas a arenitos descoberta nos anos 2000. Estes arenitos s?o constitu?dos de quartzo, argilominerais e zeolitas naturais (estilbita). O objetivo geral desse trabalho foi avaliar se esta ze?lita natural presente no arenito possui atividade pozol?nica satisfat?ria para ser empregada como adi??o mineral em cimentos Portland. No programa experimental o arenito zeol?tico passou por beneficiamento atrav?s da remo??o...

Opalas gemol?gicas do Piau?: g?nese revelada por microtermometria e minerais associados

MARQUES, Gisele Tavares
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.22%
As opalas de Pedro II e Buriti dos Montes, no estado do Piau?, constituem as mais importantes ocorr?ncias brasileiras dessa gema, tanto em termos de volume quanto pela qualidade gemol?gica, que ? compar?vel ? das famosas opalas australianas. No entanto, a informalidade na extra??o e comercializa??o destas opalas, assim como a falta de informa??es quanto ? g?nese destes dep?sitos n?o permitem a prospec??o por novas jazidas e o estabelecimento de um certificado de proced?ncia para as opalas do Piau? que permitisse sua inser??o formal no mercado gemol?gico internacional. Alguns autores t?m se dedicado ao estudo dessas opalas, revelando fortes evid?ncias de sua origem hidrotermal, mas at? ent?o, nenhum trabalho abordou as caracter?sticas f?sico-qu?micas dos fluidos que teriam originado esses dep?sitos de opalas. Diante disso, o principal objetivo deste trabalho foi entender o sistema hidrotermal respons?vel pela g?nese das opalas do Piau?, ou seja, caracterizar os fluidos que originaram a mineraliza??o e mostrar sua rela??o com o contexto geol?gico da regi?o. Os munic?pios de Pedro II e Buriti dos Montes se localizam na por??o nordeste do estado do Piau?, a aproximadamente 230 km a leste da capital Teresina, e as ocorr?ncias de opala se encontram na por??o basal da Bacia do Parna?ba...

Paleoambiente e diag?nese da forma??o Itaituba, carbon?fero da bacia do Amazonas, com base em testemunho de sondagem, regi?o de Uruar?, Par?

SILVA, Pedro Augusto Santos da Silva
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.22%
A Forma??o Itaituba de idade carbon?fera representa a sedimenta??o carbon?tica de dep?sitos transgressivos do Grupo Tapaj?s da Bacia do Amazonas. A sucess?o Itaituba ? interpretada como dep?sitos de plan?cie de mar? mista, constitu?dos de calc?rios fossil?feros, dolomitos finos, arenitos finos a grossos e subordinadamente siltitos avermelhados, evaporitos e folhelhos negros. A an?lise de f?cies e microf?cies do testemunho de sondagem da regi?o de Uruar?, Estado do Par?, permitiu individualizar dezenove f?cies agrupadas em cinco associa??es: plan?cie de mar? (AF1), canal de mar? (AF2), laguna (AF3), barra biocl?stica (AF4) e plataforma externa (AF5). AF1 ? composta por arenito fino com rip-up clasts e gretas de contra??o, marga com gr?os de quartzo e feldspato, dolomudstone laminado com gr?os terr?genos e dolomito fino silicificado, com intercala??o de argilito com gr?os de quartzo disseminados, dolomitizado e localmente com s?lica microcristalina. AF2 consiste em arenito m?dio a grosso com estratifica??o cruzada acanalada, recoberta por filmes pel?ticos nos foresets, arenito muito fino a fino com acamamento wavy, siltito laminado com falhas sinsedimentares e acamamento convoluto. AF3 ? constitu?da de siltito vermelho maci?o, mudstone com f?sseis...

O potencial de aplicação de estéril da mineração de areia, em Mogi das Cruzes (SP), como matéria-prima cerâmica e pozolânica; Not available.

Saito, Márcia Mika
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/09/2002 PT
Relevância na Pesquisa
46.14%
Este trabalho teve por objetivo apontar alternativas de uso aos estéreis da mineração e areia do Bairro do Taboão, em Mogi das Cruzes(SP), região responsável pela produção mensal de 170.000m³ de areia, essencialmente consumida na Região Metropolitana de São Paulo. Os estéreis, compostos por lamitos, lamitos arenosos e siltitos arenosos, representam de 30 a 50% do volume lavrado, e ocorrem como pacotes tabulares intercalados aos níveis arenosos explorados. O estéril tem impacto direto nos custos de produção, pelo volume movimentado, na vida útil da jazida, devido à ocupação de parte da área da jazida por bota-foras, e ainda sobre o meio ambiente, pela exposição desses materiais às intempéries. Os lamitos apresentaram a composição mineralógica formada por esmectita (50%), caulinita (30%), illita (15%) e outros minerais (5%). Os lamitos arenosos e siltitos arenosos mostraram variações nas proporções de quartzo, caulinita e esmectita. Amostras desses litotipos foram submetidas a ensaios de aplicação, com enfoque nos setores industriais de cerâmica estrutural e revestimento, e de cimento, visando o uso como pozolanas. A caracterização cerâmica consistiu em determinação do índice de plasticidade e ensaios físicos em corpos-de-prova prensados e queimados à 950 e à 1.100°C. Devido à composição mineralógica...

Aplicação como pozolanas artificiais de alteritas e argilas sedimentares do município de Itaú de Minas, MG; Not available.

Matteo, José Antonio Garbellotto de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/07/2005 PT
Relevância na Pesquisa
46.42%
Este trabalho apresenta os resultados obtidos em investigação realizada na região de Itaú de Minas, MG, visando identificar, avaliar e caracterizar tecnologicamente um depósito de argila para aplicação como aditivo pozolânico na fabricação de cimento. Os estudos foram balizados por aspectos geológicos e econômicos, estes restringindo a área de investigação a um raio pré-determinado de 50 km do complexo industrial existente na região. A princípio considerou-se a necessidade de ativação dos materiais pesquisados por tratamento térmico e adotou-se que após o tratamento deveriam apresentar coloração similar ao cimento tradicional. Dos levantamentos efetuados no entorno do empreendimento, foi priorizado para caracterização tecnológica o alvo designado Depósito do Eucalipto, na área da jazida de calcário e que atendia aos requisitos legais e econômicos. Na etapa de campo, prevaleceram técnicas tradicionais para levantamento de dados, envolvendo sondagem rotativa, escavação e amostragem em trincheiras e mapeamento superficial. Na etapa de laboratório foram realizadas análises químicas via fluorescência de raio x, que serviram de base na seleção das amostras para caracterização via análise termodiferencial e termogravimétricas...

Fatores controladores de sistemas eólicos costeiros carbonáticos: os eolianitos quaternários do Piauí e oeste do Ceará; not available

Espinel Arias, Valentina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2015 PT
Relevância na Pesquisa
36.26%
Os campos de dunas ativos e os eolianitos do litoral nordeste brasileiro compreendido entre Luís Correia (PI) e Paracuru (CE) estão localizados na área de influência da Zona de Convergência Intertropical, de onde vêm os ventos alísios efetivos na sua formação. A variação da direção exata com que estes ventos atingem a costa constitui o principal critério para dividir a área de estudo em três setores: norte, centro e sul. Em cada setor, a direção do vento efetivo, conjugada com a orientação da linha de costa, determina o grau de desenvolvimento da planície deflacionária,o qual aumenta com o ângulo entre vento e costa. No setor norte (Luís Correia a Camocim, CE), o rumo de vento efetivo é ENE-WSW e o ângulo entre vento e costa varia de 60°, no Piauí, a 20°, no Ceará, com extensões das planícies deflacionárias de 7,5 km e 2,5 km, respectivamente; o setor centro (Itarema e Almofala) apresenta rumo do vento E-W e caracteriza-se pela ausência de campos de dunas; o setor sul possui sentido do vento ESE-WNW e ângulo com a linha de costa de 35°, com zona deflacionária de até 3 km de comprimento. Os eolianitos apresentam-se como cordões descontínuos com 1 a 15m de altura, paralelos à direção do vento efetivo...