Página 1 dos resultados de 3527 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

O papel das Classificações da OMS - CID e CIF nas definições de deficiência e incapacidade; The role of WHO Classifications - ICD and ICF - on definitions of disability

DI NUBILA, Heloisa Brunow Ventura; BUCHALLA, Cassia Maria
Fonte: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.87%
A Organização Mundial de Saúde tem hoje duas classificações de referência para a descrição dos estados de saúde: a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde, que corresponde à décima revisão da Classificação Internacional de Doenças (CID-10) e a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF). A utilização da CIF vem sendo aguardada com grande expectativa pelas organizações de pessoas com deficiências e instituições relacionadas. A falta de definição clara de "deficiência" ou "incapacidade" tem sido apontada como um impedimento para a promoção de saúde de pessoas com deficiência. É importante que essas definições, especialmente no âmbito legislativo e regulamentar, sejam consistentes e se fundamentem num modelo coerente sobre o processo que origina as situações de incapacidade. Este artigo tem como objetivo apresentar elementos da CID-10 e da CIF, e o papel que desempenham para definir deficiência e incapacidade. Os componentes da CIF podem contribuir para diferentes campos de aplicabilidade no que diz respeito ao entendimento das definições de deficiência ou incapacidade a partir do conceito de funcionalidade e dos fatores contextuais.; The World Health Organization has two current reference classifications for the description of health conditions: ICD-10 (International Statistical Classification of Diseases and Health Related Problems) and ICF (International Classification of Functioning...

O papel das Classificações da OMS-CID e CIF nas definições de deficiência e incapacidade; The role of WHO Classifications - ICD and ICF - on definitions of disability

DI NUBILA, Heloisa Brunow Ventura; BUCHALLA, Cássia Maria
Fonte: São Paulo Publicador: São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.87%
A Organização Mundial de Saúde tem hoje duas classificações de referência para a descrição dos estados de saúde: a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde, que corresponde à décima revisão da Classificação Internacional de Doenças (CID-10) e a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF). A utilização da CIF vem sendo aguardada com grande expectativa pelas organizações de pessoas com deficiências e instituições relacionadas. A falta de definição clara de "deficiência" ou "incapacidade" tem sido apontada como um impedimento para a promoção de saúde de pessoas com deficiência. É importante que essas definições, especialmente no âmbito legislativo e regulamentar, sejam consistentes e se fundamentem num modelo coerente sobre o processo que origina as situações de incapacidade. Este artigo tem como objetivo apresentar elementos da CID-10 e da CIF, e o papel que desempenham para definir deficiência e incapacidade. Os componentes da CIF podem contribuir para diferentes campos de aplicabilidade no que diz respeito ao entendimento das definições de deficiência ou incapacidade a partir do conceito de funcionalidade e dos fatores contextuais; The World Health Organization has two current reference classifications for the description of health conditions: ICD-10 (International Statistical Classification of Diseases and Health Related Problems) and ICF (International Classification of Functioning...

Aplicação das classificações CID-10 e CIF nas definições de deficiência e incapacidade ; Application of the classifications ICD-10 and ICF on definitions of disability

Di Nubila, Heloisa Brunow Ventura
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.96%
A Organização Mundial de Saúde tem hoje duas classificações de referência para a descrição dos estados de saúde: a CID-10 (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde) e a CIF (Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde). A utilização da CIF vem sendo aguardada com grande expectativa pelas organizações de pessoas com deficiências e instituições relacionadas. A falta de definição clara de “deficiência” ou “incapacidade” tem sido apontada como um impedimento para a promoção de saúde de pessoas com deficiência. Este trabalho tem como objetivo apresentar definições de deficiência, discutindo a utilização da CID-10 e da CIF e a contribuição da CIF para melhorar a compreensão sobre definições de deficiência a partir do conceito de funcionalidade e dos fatores contextuais. Foram revisados alguns diferentes conceitos/definições de deficiência, bem como publicações envolvendo a aplicação da CIF. São apresentadas algumas categorias de diagnósticos de estados de saúde da CID-10 hoje utilizadas em alguns sistemas, além de elementos da recém-apresentada CIF, que podem contribuir para diferentes campos de aplicabilidade no que diz respeito ao entendimento das definições de deficiência ou incapacidade. ; The World Health Organization has nowadays two reference classifications for description of health conditions: ICD-10 (International Statistical Classification of Diseases and Health Related Problems) and ICF (International Classification of Functioning...

O BERÇO DO ENSINO EXPERIMENTAL EM SOBRAL CID

Diniz, Aires; Bonito, Jorge
Fonte: VIII Congresso Luso-Brasilero de História da Educação Publicador: VIII Congresso Luso-Brasilero de História da Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.96%
Poderá parecer estranho que um Ministro da Instrução Pública tenha encetado um processo pragmático de fomento do ensino experimental da Física, Química, Biologia, Geologia e Geografia em 1914. É o que vamos analisar em duas partes: uma histórica, onde explicamos a sua génese e desenvolvimento; outra, didáctica e pedagógica em que analisamos a sua valia e actualidade. Para nós, trata-se de enquadrar o impulso dado por José Sobral Cid numa estratégia nacional, que ele pensou primeiro como professor da Universidade e iniciou mais tarde como Ministro. Como ponto de viragem na história mundial, 1914, ano em que foi Ministro da Instrução Pública, corresponde, para muitos, ao fim da globalização baseada na emigração em massa, significando a primeira guerra mundial um interregno no desenvolvimento do comércio mundial, que só veio a ser retomado após a segunda guerra mundial, e como consequência da Paz. Em 1914, no Congresso Pedagógico dos Professores Primários, Sobral Cid, aderindo no entender de S. P. de O., às ideias de Rousseau, afirmou: “está banida, por improcedente e mesmo criminosa, a educação e instrução da juventude, baseadas no medo, na opressão e no terror.” Sabemos, também, que em 1913...

Análise da classificação de transtornos mentais e de comportamento da CID-10

Tango, Rafael Casagrande
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.87%
A classificação de transtornos mentais e de comportamento (CID-10) vem sendo utilizada para diagnóstico e classificação dos transtornos psiquiátricos em nosso meio. Apresentam-se nesta monografia suas subdivisões gerais e características predominantes, analisados de acordo com os seus grupos principais. Discutem-se os fundamentos para a criação de cada bloco, bem como as implicações de cada bloco no diagnóstico em psiquiatria. Finalmente, observou-se que a classificação constitui instrumento que possibilita rápido e prático diagnóstico, porém necessita ser aprimorada em certos itens que apresentam incoerências ou necessitam ser substituídos por diretrizes mais adequadas.

A técnica de Rorschach e os critérios da CID-10 para o diagnóstico da esquizofrenia

Resende,Ana Cristina; Argimon,Irani Iracema de Lima
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.96%
Trata de um estudo de correlação entre as variáveis da técnica de Rorschach (Sistema Klopfer) e os grupos de sinais e sintomas da CID-10 para a esquizofrenia. Participaram desse estudo 80 pacientes com o diagnóstico de esquizofrenia pela CID-10, com recidiva da doença, internados em hospitais psiquiátricos de Goiânia. Observou-se que, dentre os 8 grupos de sinais e sintomas da CID-10 para esquizofrenia, 7 grupos tiveram correlações com variáveis distintas do Rorschach. Tais dados sugerem que, embora exista uma relação entre as variáveis dos dois instrumentos, estas variáveis não se sobrepõem substancialmente. Entende-se que são importantes as pesquisas que indiquem padrões de inter-relação entre diferentes modelos de avaliação de distúrbios psíquicos, a fim de que se possam apontar pontos de convergência e divergência entre os mesmos, avançando desse modo em questões conceituais.

O papel das Classificações da OMS - CID e CIF nas definições de deficiência e incapacidade

Di Nubila,Heloisa Brunow Ventura; Buchalla,Cassia Maria
Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.87%
A Organização Mundial de Saúde tem hoje duas classificações de referência para a descrição dos estados de saúde: a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde, que corresponde à décima revisão da Classificação Internacional de Doenças (CID-10) e a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF). A utilização da CIF vem sendo aguardada com grande expectativa pelas organizações de pessoas com deficiências e instituições relacionadas. A falta de definição clara de "deficiência" ou "incapacidade" tem sido apontada como um impedimento para a promoção de saúde de pessoas com deficiência. É importante que essas definições, especialmente no âmbito legislativo e regulamentar, sejam consistentes e se fundamentem num modelo coerente sobre o processo que origina as situações de incapacidade. Este artigo tem como objetivo apresentar elementos da CID-10 e da CIF, e o papel que desempenham para definir deficiência e incapacidade. Os componentes da CIF podem contribuir para diferentes campos de aplicabilidade no que diz respeito ao entendimento das definições de deficiência ou incapacidade a partir do conceito de funcionalidade e dos fatores contextuais.

La doble faceta del Campeador en el "Cantar de Mío Cid"

Jovaní Boix, Alfonso
Fonte: Universidad de Alcalá de Henares. Servicio de Publicaciones Publicador: Universidad de Alcalá de Henares. Servicio de Publicaciones
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.11%
El objetivo de este artículo se centra en el análisis en profundidad del doble papel que el Cid juega en el Cantar. Mediante la revisión, bajo la perspectiva de una investigación mía previa, de ideas desarrolladas por otros colegas en las que se discutía si el Cid interpreta de algún modo el papel de Roland o Carlomagno en el Cantar, apoyo la idea de que el Campeador no juega uno solo sino ambos papeles, dependiendo del contexto de las diferentes escenas en las que el Cid se involucra a lo largo del poema.; The aim of this article is focused on analysing in depth the double role the Cid plays in the "Cantar". By revising under the perspective of a previous research of mine the ideas developed by other colleagues discussing whether the Cid somehow performs the role of Roland or Charlemagne in the "Cantar", I support the idea that the Campeador plays not only one but both roles, depending on the context of the different scenes the Cid is involved along the poem.

Las tres funciones dumezilianas y las tradiciones mitológicas indo-europeas de los "mellizos divinos" reflejadas en las leyendas acerca de El Cid

Alberro, Manuel
Fonte: Universidad de Alcalá de Henares. Servicio de Publicaciones Publicador: Universidad de Alcalá de Henares. Servicio de Publicaciones
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
36.87%
El trabajo trata de la presencia en la religión, mitología, tradición, épica y folklore de las antiguas sociedades indo-europeas de varios temas comunes, entre ellos un proto-mito acerca de dos "mellizos divinos" engendrados por padres diferentes, uno divino y otro humano. Estos gemelos muestran en general personalidades diferentes, siendo uno de ellos de naturaleza heroica y guerrera, e interesado en los caballos (segunda función en el esquema de Dumézil), y el otro de un carácter tierno y suave, y asociado a la agricultura y el ganado (tercera función). Un ejemplo de este mito detectado en las leyendas acerca de El Cid, es descrito y analizado.; The paper focuses on traces of a number of common themes in the mythology, religion, tradition, epics and folklore of the oíd Indo-European peopies. In particular, the paper concéntrales on a proto-myth about "divine twins," ostensibly begotten by different fathers: one divine and one mortal. According to the myth, the personalities of the twins were diametrically opposite: one had a war-like character and was interested in horses (second Dumezilian fiínction), while the other had a docile and gentle nature and was associated with cattle and farming (third fiínction). An example of this myth detected in the legends about El Cid...

Más sobre la presencia de Mal Anda en el "Cantar de Mio Cid"

Boix Jovaní, Alfonso
Fonte: Universidad de Alcalá. Servicio de Publicaciones Publicador: Universidad de Alcalá. Servicio de Publicaciones
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.02%
Tomando como punto de partida dos investigaciones previas, en este nuevo artículo muestro las conexiones existentes entre los vv. 3063-3072 del Cantar de Mio Cid y diversas leyes pertenecientes al Fuero Viejo de Castilla. Dichas relaciones implican principalmente la importancia de grupos de vasallos que, siguiendo a un líder, le apoyaban en tribunales ante un juez o el propio rey. La presencia de estas leyes en el Cantar demuestran que el redactor tuvo que crear un nuevo personaje, Mal Anda, pues dichas normas legales hubiesen sido desafiadas en caso de que el Cid no hubiese acudido a las Cortes de Toledo con once hombres a su lado.; Taking two previous researches as a starting point, in this new article I show the connections existing between ll. 3063-3072 in the "Cantar de Mio Cid" and several laws that belong to the "Fuero Viejo de Castilla". Such relationships mainly involve the importance of vassail groups that, following a leader, supported him in trials before a judge or the king himself. The presence of these laws in the "Cantar" prove the necessity the writer had to create a new character, Mal Anda, as such legal rules would have been defied in case the Cid had not gone to the Courts at Toledo with eleven men by his side.

Los prestamistas y San Pedro de Cardeña : nuevos paralelismos y contrastes en el "Cantar de mio Cid"

Boix Jovaní, Alfonso
Fonte: Universidad de Alcalá. Servicio de Publicaciones Publicador: Universidad de Alcalá. Servicio de Publicaciones
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.02%
Este artículo establece la comparación entre dos famosas escenas del Cantar de Mio Cid: el momento en que el Campeador engaña a los judíos Rachel y Vidas, y el momento en que el Cid pide al abad Don Sancho que guarde a su familia. Ambos fragmentos parecen haber sido diseñados siguiendo un patrón común, un hecho que permite desarrollar una nueva interpretación de ambos fragmentos debido a su conexión interna.; This article establishes the comparison between two famous scenes in the Cantar de Mio Cid: the moment when the Campeador tricks the Jews Rachel and Vidas, and the moment when the Cid asks abbot Don Sancho to keep his family safe. Both fragments seem to have been designed by following a common pattern, a fact which allows to develop a new interpretation of both fragments due to their inner connection.

La recreación de la biografía en el cine de Samuel Bronston. El caso de la preproducción de El Cid

Sempere, Isabel
Fonte: T&B editores Publicador: T&B editores
Tipo: info:eu-repo/semantics/publishedVersion; info:eu-repo/semantics/conferenceObject Formato: application/pdf
Publicado em //2011 SPA
Relevância na Pesquisa
37.11%
Cuando Bronston anunció que iba a llevar a las pantallas una figura mítica para España como el Cid, comenzó la polémica en España y después del estreno de El Cid (Anthony Mann, 1961), las críticas se centraron en la fidelidad del filme a la Historia de España o al Cantar de Mío Cid. En este trabajo voy a intentar justificar la pertinencia del tratamiento cinematográfico escogido en aquel momento, atendiendo a circunstancias contextuales, como la pertenencia del filme a un género consolidado, su inspiración en los textos del mito cidiano precedentes, su rodaje en la España franquista y la personalidad de los dos hombres que más influyeron en su realización: Samuel Bronston y Anthony Mann.; When Bronston announced that he intended to make a movie about such a mythical figure for Spain as the Cid, the controversy began in Spain and after the release of El Cid (Anthony Mann, 1961), criticism focused on how faithful the film was to the national history or on its likeness to the Spanish epic poem Cantar de Mío Cid. In this work, I will try to justify the relevance of the film treatment chosen at that time, taking into account contextual circumstances, such as the fact that the movie belongs to a consolidated genre; its screenplay’s inspiration in the myth of Campeador; the shooting of the movie in Franco's Spain and...

"Dexado ha heredades e casas e palacios". Interpretación e implicaciones del verso 115 del "Cantar de Mío Cid"

González Ollé, Fernando
Fonte: Universidad de Alcalá. Servicio de Publicaciones Publicador: Universidad de Alcalá. Servicio de Publicaciones
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.02%
El verso 115 del CMC ha merecido escasa atención de los anotadores de la obra, quizá porque sus tres sustantivos pueden entenderse con su más común significado actual. Pero algunos de sus usos generalizados en castellano antiguo obligan a modificar esta suposición. La documentación alto medieval revela que heredades corresponde tanto a bienes inmuebles como a muebles. Respecto de casas y palacios, por varias razones debe desecharse que se trate de otras tantas viviendas personales del Cid (ni aun en expresión enfática de su domicilio). Ambas palabras significan aquí diversos tipos de explotaciones agrícolas. El CMC muestra que el Cid era un propietario de bienes agrarios (como es sabido por documentos históricos). Por tanto, necesariamente contaría con colonos, con siervos dependientes, que serian los esposos o padres de las casadas (v. 1803). En consecuencia, les correspondería la misma terminología. Sin embargo, la pertinente forma masculina (casado) no aparece en el texto. Probablemente por ser más representativa, como forma no marcada, de una clase social desaparecida, al menos nominalmente, ha sido eliminada en la versión de 1207, mientras que en ella subsiste la forma femenina, como reliquia de de una redacción anterior.; Line 115 of the CMC has received little attention from the annotators of the work. This is perhaps due to the fact that the three nouns contained in the line can be understood in their most generally accepted current meaning. However...

Análise da classificação de transtornos mentais e de comportamento da CID-10

Tango, Rafael Casagrande
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.87%
A classificação de transtornos mentais e de comportamento (CID-10) vem sendo utilizada para diagnóstico e classificação dos transtornos psiquiátricos em nosso meio. Apresentam-se nesta monografia suas subdivisões gerais e características predominantes, analisados de acordo com os seus grupos principais. Discutem-se os fundamentos para a criação de cada bloco, bem como as implicações de cada bloco no diagnóstico em psiquiatria. Finalmente, observou-se que a classificação constitui instrumento que possibilita rápido e prático diagnóstico, porém necessita ser aprimorada em certos itens que apresentam incoerências ou necessitam ser substituídos por diretrizes mais adequadas.

El Cid y Diyenís: ¿Héroes de Novela o de Epopeya?

Castillo Didier, Miguel Ángel
Fonte: Universidad de Chile, Facultad de Filosofía y Humanidades, Centro de Estudios de Ética Aplicada Publicador: Universidad de Chile, Facultad de Filosofía y Humanidades, Centro de Estudios de Ética Aplicada
Tipo: Artículo de revista
ES
Relevância na Pesquisa
36.87%
El hecho de que de la historia de Diyenís Akritas se hayan editado primero las versiones arcaizantes, a partir del MS de Trebizonda, en 1875, y de que la primera traducción al inglés haya sido hecha del MS de Grottaferrata, en 1956, ha tenido por resultado el que repetidamente se haya calificado de «novela» al poema. La publicación por el profesor Stilianós Alexíu de la edición crítica del MS del Escorial, en 1985, ha abierto el camino para su estudio como texto más cercano a una epopeya popular. Los cuestionamientos al carácter épico del Diyenís E han sido semejantes a los que ha habido respecto del epicismo del Poema del Cid. Aquí, como parte de un trabajo más extenso, se examinan las características que en una y otra obra demuestran su carácter heroico. Así, tanto el Cid como Diyenís deben considerarse héroes de una epopeya y no de una novela.

Abengalbón, o mouro amigo do Cid

Valverde, Maria de la Concepción Piñero; Universidade de São Paulo
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 24/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
O Poema de Mio Cid apresenta um caso interessante de aliança e amizade pessoal entre diferentes grupos étnicos e religiosos, na Espanha medieval. Abengalbón, senhor mouro de Molina, é visto pelo poeta não somente como amigo generoso do Cid, mas anda como alguém que, graças à sua lealdade, deve ser lembrado com reverência, ao passo que alguns personagens cristãos são retratados como figuras mesquinhas e traiçoeiras. Também no Romancero e em outras obras da literatura espanhol medieval são apresentados casos de convivência amistosa entre cristão e mouros.El Poema de Mio Cid presenta un caso interesante de alianza y amistad personal entre distintos grupo étnicos y religiosos en la Espanha medieval. El poeta ve a Albengalbón, señor moro de Molina, no solo como un amigo generoso de El Cid, sino como alguien que, gracias a su lealtad, debe ser recordado con reverencia, mientras que muestra a algunos personajes cristianos como figuras mezquinas y traicioneras. Otros casos de convivencia armoniosa entre cristianos y moros se presentan en el Romancero y otras de la literatura española medieval.

"Sin falcones e sin adtores mudados": La cetrería en el Cantar de Mio Cid

Fuentes,Juan Héctor
Fonte: Olivar Publicador: Olivar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 ES
Relevância na Pesquisa
36.96%
La referencia a las aves de caza presente en el comienzo del CMC opera a modo de "anclaje" que nos anticipa que los eventos y sucesos del poema se desarrollarán en un entorno exclusivamente nobiliario. Asimismo la ausencia de halcones y azores nos habla de una situación de privación que afecta no sólo al Cid en cuanto a sus bienes, sino también, teniendo en cuenta el valor simbólico de las aves, a su honor en todos sus aspectos. En cuanto al por qué de la ausencia de escenas de caza en el Cantar, podemos aventurar tres razones concomitantes: a) funciona como una tácita crítica dirigida contra los usos de la nobleza cortesana y asimismo indica el alejamiento del Cid respecto de dicho entorno; b) señala la clausura del ocio estamental del Cid y los suyos; c) es un índice de la paulatina incorporación de prácticas y restricciones monásticas por parte del estamento nobiliario, en el marco de la "monaquización" de los bellatores.

"Como a señor natural": interpretaciones políticas del Cantar de Mio Cid

Bautista,Francisco
Fonte: Olivar Publicador: Olivar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 ES
Relevância na Pesquisa
36.87%
El artículo replantea bajo otra luz la proximidad del Cantar de mio Cid a ciertos hechos históricos de su tiempo, tomando en consideración un concepto político central en el texto que, de alguna forma, aflora en relación con las revueltas burguesas del siglo xii: el concepto de señor natural, que aparece cinco veces a lo largo del poema. Lo que sugiere la aparición del término, en documentos a comienzos del siglo XII, es que el concepto de señor natural se desarrolló en el marco de las revueltas burguesas (con las que Molho y Catalán ligan el espacio del Cantar, aunque justamente representa una posición política contraria a la de los burgueses y caballeros pardos), como un mecanismo para defender la legitimidad del rey y desposeer las aspiraciones de los sublevados. En el Cantar, la función de la idea de señor natural apunta a la sustitución de un orden previo, dominado exclusivamente por el vasallaje, por uno nuevo en el que tal idea se nivela con la de naturaleza, y propicia una mayor justicia social. La naturaleza, vista ahora como fundamento de la organización política, permite al Cid recuperar su posición en la corte y evita que sea meramente un príncipe independiente.

Plegarias y fórmulas devotas en el Poema de Mio Cid

Zaderenko,Irene
Fonte: Olivar Publicador: Olivar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 ES
Relevância na Pesquisa
36.87%
En este estudio se presenta evidencia que contribuye a situar al autor del Poema de mio Cid en el ambiente eclesiástico de fines del siglo XII. A tal fin, se examinan las oraciones intercaladas en el poema, testimonio de la erudición y devoción características de un clérigo. El conocimiento de episodios bíblicos y la presencia de numerosos cultismos, especialmente en la oración de doña Jimena, apuntan hacia un origen eclesiástico del poema, probablemente compuesto en el monasterio de Cardeña donde estaba enterrado el Cid.

Longinos en el Poema de Mio Cid: espejos, identidades e ideología

Saracino,Pablo
Fonte: Olivar Publicador: Olivar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 ES
Relevância na Pesquisa
36.96%
El trabajo se detiene en el pasaje del Poema de Mio Cid en el cual se hace referencia a Longinos (vv. 351-357), centurión que habría custodiado a Cristo durante la crucifixión y quien milagrosamente habría recobrado la vista a raíz de que sus ojos ciegos fueran alcanzados por la sangre de Su costado. El análisis se centra en el procedimiento a través del cual este personaje es insertado para relacionarlo con el Cid y sus hombres, estableciéndose una cadena de significaciones cuya finalidad ideológica es la de enmarcar la gesta del Cid dentro de un juego de identidades con la gran historia del pueblo de Dios.