Página 1 dos resultados de 2988 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Histological evaluation of chitosan-based biomaterials used for the correction of critical size defects in rat`s calvaria

SPIN-NETO, Rubens; FREITAS, Rubens Moreno de; PAVONE, Chaine; CARDOSO, Marcia Barreto; CAMPANA-FILHO, Sergio Paulo; MARCANTONIO, Rosemary Adriana Chierici; MARCANTONIO JR., Elcio
Fonte: WILEY-LISS Publicador: WILEY-LISS
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.25%
Chitosan, a biopolymer obtained from chitin, and its derivates, such as chitosan hydrochloride, has been reported as wound healing accelerators and as possible bone substitutes for tissue engineering, and therefore these Substances could be relevant in dentistry and periodontology. The purpose of this investigation was to make a histological evaluation of chitosan and chitosan hydrochloride biomaterials (gels) used in the correction of critical size bone defects made in rat`s calvaria. Bone defects of 8 mm in diameter were surgically created in the calviria of 50 Holtzman (Rattus norvegicus) rats and filled with blood clot (control), low molecular weight chitosan, high molecular weight chitosan, low molecular weight chitosan hydrochloride, and high molecular weight chitosan hydrochloride, numbering 10 animals, divided into two experimental periods (15 and 60 days), for each biomaterial. The histological evaluation was made based on the morphology of the new-formed tissues in defect`s region, and the results indicated that there was no statistical difference between the groups when the new bone formation in the entire defect`s area were compared (p > 0.05) and, except in the control groups, assorted degrees of inflammation Could be Seen. In Conclusion...

Preparação e caraterização de hidrogéis a partir de misturas de soluções de quitosana e poli(N-vinil-2-pirrolidona); Preparation and Characterization of Hydrogels from Mixtures of Chitosan and Poly(N-Vinyl-2-Pyrrolidone)

Brant, Antonio Jedson Caldeira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.25%
Blendas poliméricas são misturas físicas de dois ou mais polímeros. O interesse de obtenção de blendas poliméricas, com características físicas e químicas desejadas para as mais diversas aplicações, é crescente em todo o mundo. Neste trabalho foram desenvolvidos filmes de blendas de quitosana e poli(N-vinil-2-pirrolidona) (PVP) em várias proporções. A irradiação destes filmes com radiação UV254nm gerou hidrogéis estáveis. Foram também obtidos hidrogéis a partir de co-soluções aquosas destes polímeros, em diversas proporções, com reticulação de seus componentes induzida pela radiação ultravioleta. Em ambos os casos, os materiais foram caracterizados e avaliados quanto a sua potencialidade de uso como biomaterial. Para análise e caracterização das blendas e hidrogéis utilizaram-se as técnicas de espectroscopia no infravermelho (IV), microscopia eletrônica de varredura (MEV), calorimetria exploratória diferencial (DSC), análise termogravimétrica (TGA), difratometria de raios X e transmissão de vapor de água (WVT). Os resultados mostraram que a forte interação entre PVP e quitosana leva a um aumento da insolubilidade da blenda em relação à PVP pura, mesmo com baixas quantidades de quitosana. A presença de PVP aumenta a hidrofilicidade da blenda e também ocasiona a diminuição da cristalinidade da quitosana. Outro aspecto importante foi o aumento da estabilidade térmica das quitosanas...

Interação entre quitosana e modelos de membrana celular: filmes de Langmuir e Langmuir-Blodgett (LB); Interaction between chitosan and cell membrane models: Langmuir and Langmuir-Blodgett (LB) films.

Pavinatto, Felippe José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.34%
Quitosana é um polissacarídeo usado em diversas aplicações biológicas, por exemplo, em liberação controlada de drogas, transfecção, aceleração da cicatrização de feridas e como agente bactericida, entre outras. Em todas essas aplicações, o polímero interage com tecidos e células. Entretanto, embora sua ação seja comprovada, os mecanismos de ação e a interação do polímero com células e biomembranas no nível molecular ainda não são conhecidos. Nesta tese de doutorado, filmes de Langmuir e Langmuir-Blodgett (LB) de lipídios foram usados como modelos de membrana celular para estudar em nanoescala a interação e os efeitos causados pela quitosana. Primeiramente, observou-se que a quitosana, um polieletrólito solúvel em pH ácidos, possui atividade superficial induzida na presença de um filme interfacial de lipídio, demonstrando que o polímero possui interação favorável com membranas. Após adsorver sobre as monocamadas, a quitosana expande as mesmas, o que ocorre apenas até uma determinada concentração de polímero, denominada concentração de saturação. A magnitude dessa expansão é menor para filmes compactos, o que sugere que a quitosana é parcialmente expulsa da interface, localizando-se na subsuperfície. Isso foi comprovado com o uso de filmes LB...

Estudos físico-químicos de O-carboximetilação de quitosana; Physico-chemical studies of O-carboxymethylation of chitosan

Silva, Daniella de Souza e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
Modificações químicas são executadas com o objetivo de preparar derivados de quitosana com melhores propriedades, inclusive a solubilidade, ampliando as suas possibilidades de aplicação. Neste projeto, gládios de lulas foram utilizados para a extração de beta-quitina, a qual foi submetida ao processo de desacetilação assistida por irradiação de ultrassom de alta intensidade visando à produção de quitosana extensivamente desacetilada. A quitosana extensivamente desacetilada foi então submetida à reação de carboximetilação, visando à preparação de O-carboximetilquitosana. Foram estudados os efeitos da razão molar quitosana/ácido monocloroacético e do tempo sobre a reação de carboximetilação de quitosana e as características do produto obtido. As características estruturais e morfológicas das amostras geradas neste projeto, a saber, beta-quitina, quitosana e os produtos de carboximetilação de quitosana, foram determinadas pelo emprego de espectroscopias de ressonância magnética nuclear e no infravermelho, análise elementar, difração de raios X e microscopia eletrônica de varredura. Medidas de viscosidade foram empregadas para a determinação de massas molares médias viscosimétricas de quitina...

Blendas e filmes de quitosana/amido de milho: estudo da influência da adição de polióis, oxidação do amido e razão amilose/amilopectina nas suas propriedades; Chitosan/corn starch blends and films. Influence of polyol addition, starch oxidation and amylose/amylopectin ratio in their properties

Horn, Marilia Marta
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
Os filmes de quitosana/amido são utilizados para preparação de sistemas biocompatíveis de liberação controlada, materiais de revestimento e filmes comestíveis. As propriedades reológicas, térmicas, mecânicas, de taxa de transmissão de vapor de água (WVP) e solubilidade foram avaliadas em função das mudanças estruturais do amido (gelatinizado ou oxidado), da adição de polióis (etilenoglicol, glicerol e sorbitol) e da razão amilose/amilopectina (73% e 100% amilopectina). Os ensaios de reologia mostraram que as blendas formadas por quitosana e amido (100% amilopectina) tiveram interações mais fortes quando comparadas com as blendas de quitosana/amido (73% amilopectina), tanto na forma oxidada quanto na forma gelatinizada. Os polióis causam mudanças nas redes tridimensionais formadas entre a quitosana e o amido, tanto quando se usa amido gelatinizado como quando se usa o amido oxidado. Os valores de G´ encontrados para as blendas preparadas com amido oxidado foram em todos os casos menores em relação às blendas preparadas com amido gelatinizado, indicando diferenças na estrutura do gel formado e também na organização dos seus componentes. Essas mudanças foram resultantes da associação que ocorre entre a quitosana e o amido oxidado que é diferente daquela que ocorre entre quitosana e amido gelatinizado. A oxidação do amido A termogravimetria mostrou que a razão amilose/amilopectina não influencia o perfil de perda de massa e a oxidação amido aumenta a quantidade de água nos filmes e também diminui a estabilidade térmica observada por Tonset. O glicerol é o poliol que provoca maiores mudanças no comportamento de perda de massa dos filmes...

Síntese e avaliações físico-químicas e biológicas de derivados de quitosana de alta e baixa massa molecular; Synthesis and physicochemical and biological evaluations of chitosan derivatives of high and low molecular weight

Bezerra, Adriana Maia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.25%
A quitosana é um polímero natural obtido a partir da desacetilação química da quitina, sendo a quitina o segundo polissacarídeo mais abundante na natureza. O interesse em pesquisas por novas aplicações da quitosana vem aumentando muito em diversas áreas, como na indústria farmacêutica, na indústria de cosméticos e de alimentos. Isso se deve às importantes características biológicas e físico-químicas inerentes à quitosana, como: biocompatibilidade, biodegradabilidade, propriedade de formação de filmes e fibras, complexação de metais e distintas atividades biológicas. Além disso, a presença de grupos amino na molécula da quitosana permite modificações químicas das mais diversas. No entanto, esta funcionalidade tem mostrado ser dependente, não apenas da sua estrutura química, mas também do seu tamanho molecular. Pois muitas das propriedades físico-químicas, e funcionais de uma cadeia polimérica são definidas pela sua massa molecular. O presente trabalho objetivou a síntese, caracterização e estudo da atividade antibacteriana de derivados de quitosana: quitosanas de baixa massa molecular, utilizando-se o peróxido de hidrogênio como agente oxidante; N-succinilquitosana e 2-carboxibenzamido-quitosana...

Biomateriais binários de quitosana/amido e quitosana/gelatina em L-ácido lático; Chitosan/starch and chitosan/gelatin binary biomaterials solubilized in L-lactic acid

Denari, Nizia Sophia Mayer
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
Derivada da quitina, a quitosana apresenta aplicações que variam desde a liberação controlada de fármacos, a filmes de revestimento comestível, biomaterial, lentes de contato. A utilização da beta-quitina para obter a quitosana é vantajosa, pois apresenta-se menos alergênica e mais reativa que a alfa-quitina. A combinação da quitosana com outros materiais pode proporcionar materiais com diferentes propriedades e neste trabalho foram estudadas as misturas de quitosana/gelatina e quitosana/amido, solubilizadas em L-ácido lático. Técnicas como FT-IR, termogravimetria, absorção de água, ensaios de DMA no modo tração e análises reológicas foram usadas em ambas as misturas nas proporções 2:1, 1:1 e 1:2. Os espectros FT-IR mostraram que nos géis e filmes ocorreu interação eletrostática entre os componentes. A termogravimetria mostrou que há diminuição da estabilidade térmica dos componentes quitosana e gelatina quando em presença do L-ácido lático, mas o amido pouco foi afetado pela presença do L-ácido lático. Para os filmes, tanto no caso de quitosana/gelatina quanto no caso quitosana/amido, as misturas mais estáveis termicamente são as que contêm maior quantidade de gelatina ou amido. Isso mostra que é favorável a adição de gelatina ou amido à quitosana quando se deseja maior resistência à temperatura. O aumento da concentração de gelatina ou amido nos filmes de quitosana em L-ácido lático aumentou a absorção de água...

Sintese e caracterização de membranas de quitosana para aplicação na regeneração de pele; Synthesis and characterization of chitosan membranes for application in skin regeneration

Paula Rulf Marreco Dallan
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/10/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
A quitosana é um polissacarídeo atóxico, biocompatível e biodegradável, que possui propriedades antimicrobiana e cicatrizante e, em decorrência destas propriedades, apresenta grande potencial de uso na confecção de biomateriais. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi a realização de um estudo sistemático quanto à influência da concentração da solução de partida de quitosana no custo e nas características físicas (morfologia, espessura, grau de hidratação e cristalinidade), mecânicas (resistência mecânica e ductilidade) e biológicas (resistência à degradação enzimática, adesão e proliferação celular) de membranas densas de quitosana para uso no tratamento de queimaduras, bem como quanto ao efeito da substituição de parte da quitosana utilizada na formulação dos materiais por quitina e/ou glicerol. A influência da técnica de esterilização nas características das membranas sintetizadas (morfologia, espessura, propriedades mecânicas e citotoxicidade) foi avaliada utilizando-se três diferentes agentes de esterilização (etanol a 70%, óxido de etileno e radiação gama). O óxido de etileno foi aquele que apresentou os resultados mais promissores em termos de manutenção das características iniciais dos biomateriais sintetizados...

Montagem de equipamento, desenvolvimento, caracterização e aplicações médico-farmacológicas de nanofibras eletrofiadas à base de blendas de quitosana; Design and assembly of equipment, development, characterization and medical-pharmacological applications of electrospun nanofibers based on chitosan blends

Maria Trindade Marques Bizarria
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
A obtenção de nanofibras de polímeros biocompatíveis, baseadas em quitosana, bem como a montagem de equipamento capaz de produzi-las, foi o principal objeto deste trabalho. Com este propósito, buscou-se de início reunir os dispositivos eletrônicos e mecânicos indispensáveis à prática da eletrofiação e um equipamento básico, de baixo custo, mas funcional foi construído. Com base na literatura, o ácido acético glacial a 90% em água deionizada foi o solvente utilizado para preparo das soluções de quitosana. Para viabilizar o processo da produção das nanofibras pela técnica da eletrofiação utilizaram-se blendas de soluções de quitosana com soluções de outros polímeros biocompatíveis em vez de soluções de quitosana pura. Assim, blendas de soluções de quitosana com soluções aquosas do poli(óxido de etileno) - PEO , bem como, com soluções aquosas de Poli(álcool vinílico) - PVA, em diversas proporções, foram eletrofiadas. O Poli(óxido de etileno) mostrou superior desempenho, como auxiliar na fiação da quitosana, permitindo a obtenção de fibras com até 80% de quitosana, e com diâmetros inferiores àqueles obtidos com as blendas de soluções de quitosana/PVA. A adição de um eletrólito (NaCl) às soluções blendas de quitosana/PEO proporcionou um processo fácil ininterrupto...

O uso do polissacarideo natural quitosana quimicamente modificado na remoção de cations e termoquimica de interação na interface solido/liquido; The use of natural polysaccharide chitosan chemically modified for cation removal and thermochemistry of interactions at the solid/liquid interface

Kaline Soares de Sousa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
A quitosana sofreu uma série de modificações químicas para se obter novos derivados, que contém centros básicos de nitrogênio, oxigênio e enxofre. Foram utilizados nas modificações os anidridos succínico, ftálico e malêico, com e sem a utilização de solvente, com reação posterior com etilenodiamina ou dietilenotriamina. Também foram utilizados nas modificações etilenossulfeto e acetilacetona, bem como a reticulação da quitosana com os agentes glutaraldeído, tripolifosfato de sódio e epicloridrina, na forma de pó ou esferas. Todos os materiais foram caracterizados através de análise elementar, espectroscopia na região do infravermelho, ressonância magnética nuclear de carbono 13, difração de raios x e termogravimetria. Estas matrizes foram utilizadas na sorção de cátions metálicos de solução aquosa e determinados os parâmetros termodinâmicos dessas interações. A quitosana não modificada apresenta a seguinte ordem de sorção dos cátions metálicos em sua superfície: Cu > Cd > Ni > Pb > Co > Zn. Esta seqüência reflete uma concordância com a série de Irving-Williams, que demonstra uma estabilidade de formação desses complexos metálicos. O cobre apresentou excelentes valores de sorção...

Chitosan coating and films : evaluation of surface, permeation, mechanical and thermal propertiess

Casariego, A.; Souza, B. W. S.; Cruz, L.; Díaz, R.; Teixeira, J. A.; Vicente, A. A.
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2008 ENG
Relevância na Pesquisa
37.27%
The potentialities of chitosan (from lobster of the cuban coasts) coating to extend the shelf life of vegetables were evaluated. To do so, the surface properties of tomato and carrot were characterized and the wettability properties of chitosan coatings were studied. In such coatings, chitosan concentration and effects of type and concentration of plasticizer or surfactant on wettability of chitosan coatings were evaluated, as well as the respective barrier and mechanical properties. Additionally, a blend of chitosan and clay microparticles was performed and the films obtained were characterized in terms of barrier, mechanical and thermal properties. The values of the polar and dispersive components of the superficial tension for the tomato and the carrot were determined, being the superficial tensions of the tomato and carrot 28.55 and 26.40 mN/m, respectively. The results of wettability determinations allowed the construction of one factorial model. The best values of wettability correspond to the following coating composition: 1.5 % (w/v) of chitosan and 0.1 % (w/w) of Tween 80. Acorrelation has been found between the gas permeability coefficients and chitosan concentration (while keeping Tween concentrations constant). The water vapour barrier property of the chitosan films was significantly improved by incorporation of clay...

Antibacterial effect of water-soluble chitosan on representative dental pathogens Streptococcus mutans and Lactobacilli brevis

Chen,Chih-Yu; Chung,Ying-Chien
Fonte: Faculdade De Odontologia De Bauru - USP Publicador: Faculdade De Odontologia De Bauru - USP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 EN
Relevância na Pesquisa
37.27%
Dental caries is still a major oral health problem in most industrialized countries. The development of dental caries primarily involves Lactobacilli spp. and Streptococcus mutans. Although antibacterial ingredients are used against oral bacteria to reduce dental caries, some reports that show partial antibacterial ingredients could result in side effects. OBJECTIVES: The main objective is to test the antibacterial effect of water-soluble chitosan while the evaluation of the mouthwash appears as a secondary aim. MATERIAL AND METHODS: The chitosan was obtained from the Application Chemistry Company (Taiwan). The authors investigated the antibacterial effects of water-soluble chitosan against oral bacteria at different temperatures (25-37ºC) and pH values (pH 5-8), and evaluated the antibacterial activities of a self-made water-soluble chitosan-containing mouthwash by in vitro and in vivo experiments, and analyzed the acute toxicity of the mouthwashes. The acute toxicity was analyzed with the pollen tube growth (PTG) test. The growth inhibition values against the logarithmic scale of the test concentrations produced a concentrationresponse curve. The IC50 value was calculated by interpolation from the data. RESULTS: The effect of the pH variation (5-8) on the antibacterial activity of water-soluble chitosan against tested oral bacteria was not significant. The maximal antibacterial activity of water-soluble chitosan occurred at 37ºC. The minimum bactericidal concentration (MBC) of water-soluble chitosan on Streptococcus mutans and Lactobacilli brevis were 400 µg/mL and 500 µg/mL...

Alquilação redutiva da quitosana a partir do glutaraldeído e 3-amino-1-pr; Reductive alkylation of chitosan by glutaraldehyde and 3-amino-1-propanol

Alves, Keila dos Santos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Chitosan derivatives were prepared by reductive alkylation using glutaraldehyde and 3-amino-1-propanol. The reducing agent used was the sodium borohydride. Tests of solubility, stability and viscosity were performed in order to evaluate these parameters effects in the reaction conditions (molar ratio of the reactants and presence of nitrogen in the reaction system). The molecular structure of commercial chitosan was determined by infrared (IR) and hydrogen nuclear magnetic resonance spectroscopy (1H NMR). The intrinsic viscosity and average molecular weight of the chitosan were determined by viscosimetry in 0.3 M acetic acid aqueous solution 0.2 M sodium acetate at 25 ºC. The derivatives of chitosan soluble in aqueous acidic medium were characterized by 1H NMR. The rheological behavior of the chitosan and of the derivative of chitosan (sample QV), which presented the largest viscosity, were studied as a function of polymer concentration, temperature and ionic strength of the medium. The results of characterization of the commercial chitosan (the degree of deacetylation obtained equal 78.45 %) used in this work confirmed a sample of low molar weight (Mv = 3.57 x 104 g/mol) and low viscosity (intrinsic viscosity = 213.56 mL/g). The chemical modification of the chitosan resulted in derivatives with thickening action. The spectra of 1H NMR of the soluble derivatives in acid aqueous medium suggested the presence of hydrophobic groups grafted into chitosan in function of the chemical modification. The solubility of the derivatives of chitosan in 0.25 M acetic acid aqueous solution decreased with increase of the molar ratio of the glutaraldehyde and 3-amino-1-propanol in relation to the chitosan. The presence of nitrogen and larger amount of reducing agent in reaction system contributed to the increase of the solubility...

Le 17B-Estradiol combiné à un biopolymère à base de chitosan accroît la biocompatibilité des cellules progénitrices dérivées de la moelle osseuse

Tardif, Kim
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
FR
Relevância na Pesquisa
37.34%
Les cellules dérivées de la moelle osseuse, principalement les cellules endothéliales progénitrices, sont réduites chez les patients souffrant de maladies cardiovasculaires. Leur mobilisation et leur incorporation aux sites de lésion vasculaire sont des évènements prépondérants dans l’accélération des processus de réendothélialisation. Dans un modèle murin, le 17β-estradiol favorise les processus de guérison vasculaire par la mobilisation et le recrutement des cellules endothéliales progénitrices dérivées de la moelle osseuse. Il existe présentement plusieurs stratégies afin d’augmenter la mobilisation des cellules progénitrices ainsi que leur incorporation à la paroi vasculaire. Cependant, peu d’études privilégient la livraison locale d’un nombre élevé de cellules progénitrices fonctionnelles par un véhicule biodégradable et leur maintien au site de lésion afin de favoriser la réendothélialisation ciblée. Un polymère d’intérêt pour cette application s’avère être le chitosan. Ce biopolymère non toxique et biodégradable est couramment utilisé dans l’ingénierie tissulaire et, depuis peu, est utilisé dans la guérison vasculaire. Le chitosan complexé à la phosphorylcholine voit sa solubilité s’accroître dans les solutions aqueuses ainsi que sa biocompatibilité cellulaire en condition physiologique. Le projet de ce mémoire visait donc : 1) à étudier in vitro...

The effect of topical antifibrinolytics and a novel chitosan gel on haemostasis and wound healing in endoscopic sinus surgery.

Athanasiadis, Theodore
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2009
Relevância na Pesquisa
37.28%
Introduction: Endoscopic sinus surgery (ESS) is at present the gold standard therapeutic modality for chronic rhinosinusitis (CRS) resistant to medical therapy. Whilst results from ESS for CRS are generally good, postoperative bleeding and impaired wound healing with adhesion formation remains a concern. Due to patient discomfort and the detrimental effects on wound healing caused by most packing materials, many surgeons no longer routinely use nasal packing. Surgeons have in the past sought agents which would provide post-operative haemostasis without detrimentally affecting wound healing. Antifibrinolytics have been available for many years, however, their topical application has only been explored in the last few years. Recently different forms of chitosan have separately shown significant promise as powerful haemostatic and anti-adhesion agents. The aim of this thesis was to explore the progressive understanding of the interaction between haemostasis and wound healing with possible development of a novel agent. Methods: The first step to scientifically assess bleeding after sinus surgery was to develop a standardised method of video endoscopy and grading the surgical field during ESS. This was done as a multinational collaborative trial. Once this assessment tool was validated a randomised controlled trial evaluating the effect of two antifibrinolytics (epsilon aminocaproic acid and tranexamic acid) was conducted. Further evaluation was then conducted on other possible hemostatic and antiadhesion substances. This included various combinations of a novel chitosan gel. These gels were trialled in vitro to determine their effect on human nasal fibroblasts derived from CRS patients. Fibroblast adhesion and proliferation as well as closure of standardised wounds were studied. The most promising of these gels was then used in an in vivo sheep model. Once effectiveness of the chitosan-dextran gel was shown in the laboratory...

The use of chitosan-dextran gel shows anti-inflammatory, antibiofilm, and antiproliferative properties in fibroblast cell culture

Paramasivan, S.; Jones, D.; Baker, L.; Hanton, L.; Robinson, S.; Wormald, P.J.; Tan, L.
Fonte: OceanSide Publications Publicador: OceanSide Publications
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 EN
Relevância na Pesquisa
37.31%
BACKGROUND: Chitosan-dextran gel has been used as an antihemostatic agent and antiadhesive agent after endoscopic sinus surgery. Because Staphylococcus aureus biofilms have been implicated in recalcitrant chronic rhinosinusitis, this study aimed to further investigate the (i) anti-inflammatory, (ii) bacterial biofilm inhibition, (iii) antiproliferative effects, and (iv) wound-healing properties of chitosan and chitosan-dextran gel. METHODS: Fibroblasts were isolated from human nasal tissue and were used to determine the effects of chitosan and chitosan-dextran gel on (i) cell proliferation, (ii) wound healing, (iii) inflammation in fibroblast cultures challenged with superantigens S. aureus enterotoxin B (SEB) and toxic shock syndrome toxin (TSST), and (iv) on S. aureus biofilms. RESULTS: Chitosan was highly effective at reducing IL-8 expression after TSST and SEB challenge. Chitosan was also effective at reducing IL-8 expression of nonchallenged fibroblasts showing its anti-inflammatory effects on fibroblasts in a diseased state. Chitosan-dextran gel showed strong antibiofilm properties at 50% (v/v) concentration in vitro. Dextran, on its own, showed antibiofilm properties at 1.25% (w/v) concentration. Chitosan, on its own, reduced proliferation of fibroblasts to 82% of control proliferation and chitosan-dextran gel reduced proliferation of the fibroblasts to 0.04% of control proliferation. Relative to the no treatment controls...

Processo de revestimento a base de quitosana em papel kraft : propriedades mecanica de barreira e biodegradabilidade; Chitosan coating process in kraft paper : biodegradability, mechanical and barrier properties

Arlete Barbosa dos Reis
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
O revestimento de folhas de papel Kraft foi estudado visando o desenvolvimento de um novo material com potencial para uso em embalagens. Este sistema de recobrimento utilizou apenas matérias-primas naturais de fontes renováveis: a quitosana, um polímero proveniente do descarte da indústria pesqueira e o ácido palmítico. Foram estudadas formulações de recobrimento contendo somente quitosana ou quitosana emulsionada com acido palmítico. Filmes de quitosana (4,0% m/m) e filmes emulsionado de quitosana com a incorporação do lipídio (4,0% de quitosana e 2,0% de ácido palmítico) foram preparados e caracterizados visando o estudo das propriedades de barreira à umidade. Em seguida, amostras com dimensões padronizadas de papel Kraft comercial foram recobertas utilizando dois tipos de extensores (80um e 40um) conferindo gramaturas que variaram entre 0,71g/m2 e 1,06g/m2. Este material foi denominado sistema de embalagem papel-filme de quitosana e sistema de embalagem papel-filme emulsionado de quitosana, os quais foram avaliados quanto à homogeneidade do revestimento, propriedades mecânicas, superfície, barreira a vapor d'água, capacidade de absorção de água e biodegradabilidade. Foi observado aumento da barreira ao vapor d'água na ordem 28% para o sistema de embalagem papel-filme de quitosana e 70% no sistema de embalagem papel-filme emulsionado de quitosana...

Comparative studies on polyelectrolyte complexes and mixtures of chitosan-alginate and chitosan-carrageenan as prolonged diltiazem clorhydrate release systems

Valenzuela Lozano, Fernando; Gai, María Nella; Yazdani-Pedram Zobeiri, Mehrdad; Costa, Edda; Basualto Flores, Carlos Alfonso; Escobar, Z.; Sapag Hagar, Jaime; Tapia Villanueva, Cristián
Fonte: ELSEVIER SCIENCE BV Publicador: ELSEVIER SCIENCE BV
Tipo: Artículo de revista
EN
Relevância na Pesquisa
37.27%
The aim of this work was to evaluate the possibility of using mixtures and/or polyelectrolyte complexes from both chitosan-alginate and chitosan-carrageenan as prolonged drug release systems. Different dissolution profiles were obtained by changing the polymer matrix System (chitosan-alginate or chitosan-carrageenan) and the method used to include these polymers into the formulation (physical mixture or polyelectrolyte complex). Drug dissolution profiles from the matrices have been discussed by considering the swelling behavior of the polymers used. The swelling behavior of the chitosan-carrageenan and chitosan-alginate systems was analyzed by using the Hopfenberg model which permits to separate the diffusional contribution, k(f), front the relaxational contribution, k(r), involved in solvent penetration/sorption in glassy polymers. The chitosan-alginate system is better than the chitosan-carrageenan system as prolonged drug release matrix because the drug release is controlled at low percentage of the polymers in the formulation, the mean dissolution time is high, and different dissolution profiles could be obtained by changing the mode of inclusion of the polymers. Good agreement between t(d) and k(f)/k(r) values for the system chitosan-alginate was found...

Preparation, characterization and in vitro evaluation of nanostructured chitosan/apatite and chitosan/Si-doped apatite composites

Solis, Yaimara; Davidenko, Natalia; Carrodeguas, Raul G.; Cruz, Jeny; Hernandez, Andy; Tomas, Miriela; Cameron, Ruth Elizabeth; Peniche, Carlos
Fonte: Universidade de Cambridge Publicador: Universidade de Cambridge
Tipo: Article; not applicable
EN
Relevância na Pesquisa
37.28%
Chitosan/apatite composites are attracting great attention as biomaterials for bone repair and regeneration procedures. The reason is their unique set of properties: bioactivity and osteoconductivity provided by apatite and resorbability supplied by chitosan among others. Thus, in this work chitosan/apatite and chitosan/Si-doped apatite composites were prepared and characterized. Particle size, surface area, in vitro physiological stability, enzymatic biodegradation and bioactivity were evaluated. Unimodal particle size distribution was obtained for composites with high chitosan/apatite ratios while bimodal distribution was present in composites with low chitosan/apatite ratio. Physiological stability decreased with Si-doping and with the chitosan content. Acetylation degree and molecular weight of chitosan did not affect in vitro stability. Rate of enzymatic degradation increased with the chitosan content in composites. Si-doped apatite composites also showed increased degradation with respect to non-doped ones. The bioactivity of the composites was evidenced by the deposition on their surface of a calcium phosphate layer with apatite morphology after immersion in simulated body fluid. Both, biodegradation and bioactivity were dependent on the molecular weight of the polymeric chitosan matrix. These results suggest that the chitosan/apatite composites obtained are promising materials for bone regeneration applications

Antibacterial effect of water-soluble chitosan on representative dental pathogens Streptococcus mutans and Lactobacilli brevis

Chen, Chih-Yu; Chung, Ying-Chien
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2012 ENG
Relevância na Pesquisa
37.27%
Dental caries is still a major oral health problem in most industrialized countries. The development of dental caries primarily involves Lactobacilli spp. and Streptococcus mutans. Although antibacterial ingredients are used against oral bacteria to reduce dental caries, some reports that show partial antibacterial ingredients could result in side effects. OBJECTIVES: The main objective is to test the antibacterial effect of water-soluble chitosan while the evaluation of the mouthwash appears as a secondary aim. MATERIAL AND METHODS: The chitosan was obtained from the Application Chemistry Company (Taiwan). The authors investigated the antibacterial effects of water-soluble chitosan against oral bacteria at different temperatures (25-37ºC) and pH values (pH 5-8), and evaluated the antibacterial activities of a self-made water-soluble chitosan-containing mouthwash by in vitro and in vivo experiments, and analyzed the acute toxicity of the mouthwashes. The acute toxicity was analyzed with the pollen tube growth (PTG) test. The growth inhibition values against the logarithmic scale of the test concentrations produced a concentrationresponse curve. The IC50 value was calculated by interpolation from the data. RESULTS: The effect of the pH variation (5-8) on the antibacterial activity of water-soluble chitosan against tested oral bacteria was not significant. The maximal antibacterial activity of water-soluble chitosan occurred at 37ºC. The minimum bactericidal concentration (MBC) of water-soluble chitosan on Streptococcus mutans and Lactobacilli brevis were 400 µg/mL and 500 µg/mL...