Página 1 dos resultados de 2890 itens digitais encontrados em 0.004 segundos
Resultados filtrados por Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura \"Luiz de Queiroz\"

Teor e distribuição da matéria orgânica em latossolos das regiões da floresta amazônica e dos cerrados do Brasil central

TOGNON,A.A.; DEMATTÊ,J.L.I.; DEMATTÊ,J.A.M.
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1998 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Com o principal objetivo de estudar as variações nos teores de matéria orgânica tanto em superfície como subsuperfície de latossolos das regiões da Amazônia e dos Cerrados, foi desenvolvido essa pesquisa com auxílio dos mapas de solos obtidos pelo projeto RADAMBRASIL, uma área abrangendo grande parte das regiões da Amazônia e dos Cerrados. Foram 78 perfis de Latossolo Amarelo e 184 de Latossolo Vermelho Amarelo na região Amazônica e 123 perfis de Latossolo Vermelho Amarelo e 121 de Latossolo Vermelho Escuro na região dos Cerrados. Os perfis foram grupados de acordo com as características climáticas, de vegetação e material de origem. Notou-se que o teor de matéria orgânica da região amazônica é maior nos horizontes superficiais. À medida que aumenta o teor de argila do solo, aumenta o teor de matéria orgânica. Em profundidade, os teores de matéria orgânica dos latossolos dos Cerrados ultrapassam os da Amazônia. Com o aumento de precipitação pluvial ocorreu aumento no teor de matéria orgânica para ambas as regiões. Na região amazônica, o tipo de vegetação influencia na quantidade de matéria orgânica do solo, assim como os materiais das formações geológicas Solimões e Barreiras. Os solos da região amazônica apresentam maior teor de nitrogênio com relações C/N menores do que nos Cerrados.