Página 1 dos resultados de 3108 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Geografia e cartografia do turismo; Geography and tourism' s cartography

Kako, Iara Sakitani
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
A cartografia do turismo faz parte do conjunto de representações gráficas que compõem a cartografia temática. O presente estudo, inserido no contexto da cartografia temática, tem como objetivo elaborar uma proposta cartográfica para o turismo. Para a elaboração de tal proposta, foi resgatada a evolução do saber tanto da geografia quanto da cartografia. Tal tarefa possibilitou uma compreensão do papel da cartografia nas representações turísticas. Em um segundo momento, dez mapas turísticos foram analisados, demonstrando-se as várias formas de representação do turismo em mapas, e a acessibilidade desses mapas mundialmente conhecidos. A última etapa da investigação apresenta um estudo de caso do município de São Bento do Sapucaí SP; há uma caracterização do município explorando os aspectos sociais e naturais relacionados ao turismo. O estudo de caso associado aos fundamentos teóricos-metodológicos apresentados no 1° capítulo da dissertação possibilitou a elaboração de um mapa das unidades de potencial turístico para o município de São Bento do Sapucaí. Tal mapa expressa o raciocínio de síntese elucubrado ao longo do processo investigativo.; The cartography of the tourism is part of the set of graphic representations that compose the thematic cartography. The present study...

Cartografia tátil escolar: experiências com a construção de materiais didáticos e com a formação continuada de professores; School tactile cartography: experiences with the construction of educational materials and wih the continuing teacher training

Carmo, Waldirene Ribeiro do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
O presente trabalho aborda a Cartografia Tátil Escolar, com destaque para a análise e discussão da importância do mapa tátil na formação continuada de professores, assim como sua aplicação no ensino de Geografia e Cartografia para pessoas com deficiência visual, em escolas de ensino fundamental e médio. Foi incluído um estudo sobre a produção e uso de materiais didáticos táteis, de forma a orientar professores e prepará-los para o ensino de Geografia voltado a estudantes com deficiência visual. A Cartografia Escolar está na interface entre a Cartografia, a Educação e a Geografia, na busca de desenvolver metodologias de ensino/aprendizagem do mapa e de construção do espaço pela criança. As atividades cartográficas nas aulas de Geografia são importantes para auxiliar análises e para desenvolver habilidades de observação, percepção e representação do espaço. Daí a importância do manuseio, reprodução, interpretação e construção de mapas. Os PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais) do Brasil destacam a importância da Cartografia Escolar ao apontar como um dos objetivos do ensino da Geografia no ensino fundamental saber utilizar a linguagem cartográfica para obter informações e representar a espacialidade dos fenômenos geográficos. Os PCNs também sugerem blocos temáticos...

A inflexibilidade do espaço cartográfico, uma questão para a geografia: análise das discussões sobre o papel da cartografia; The inflexibility of space cartography, a matter for the geography: analysis of the discussions on the role of cartography

Fonseca, Fernanda Padovesi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.31%
Esta é uma das questões-chave da pesquisa: haveria um consenso que a Cartografia é a linguagem ideal para a expressão da Geografia? O que poderia ser uma óbvia resposta positiva, não o é. Não vivemos em um tempo no qual parece haver uma subtilização da Cartografia pela Geografia? Não estaríamos perdendo esse recurso sem que houvesse reação? Mas, qualquer Cartografia serve à Geografia? A verificação de qual Cartografia serviria à Geografia, um objetivo desse trabalho, leva em consideração a movimentação teórica no interior da disciplina que pode ser qualificada como de renovação. Nossa preocupação fica mais completamente expressa da seguinte maneira: haveria um desenvolvimento da Cartografia em consonância com a renovação da Geografia? Na pesquisa, inicialmente, verificamos se algumas transformações da Geografia escolar, em tese influenciadas pela renovação da Geografia, teriam alcançado a Cartografia escolar. Afinal, o segmento de renovação da Geografia que assume um viés mais epistemológico assumiu a reconstrução teórica do conceito de espaço geográfico, o que seguramente traria conseqüências para a representação cartográfica. Nesse sentido, constatamos uma ausência de novidade no campo da Geografia escolar e na Cartografia que se pratica...

O uso da cartografia digital como ferramenta didática na disciplina Geografia no ensino médio; The use of digital cartography as a teaching tool in the discipline of geography in high school

Lôbo, Raimunda Nonata Bentes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
A presente pesquisa visa testar e avaliar o uso da cartografia digital como instrumento de apoio didático da disciplina Geografia em escolas públicas da rede estadual, do município de Manaus-Amazonas, bem como medir o conhecimento prévio na área de informática por parte dos alunos e identificar o nível de conhecimentos em cartografia e novas tecnologias por parte dos discentes e docentes. Seguindo esse objetivo, foram aplicados questionários de sondagem de conhecimentos em informática e cartografia aos alunos. Prosseguindo, foram ministrados cursos de utilização do software Google Maps, com alunos da 1ª série e 3ª série do ensino médio, abordando o estudo do espaço geográfico. A partir daí procedeu-se a aplicação do software Philcarto com os alunos da 3ª série do Ensino Médio da Escola Estadual Senador João Bosco Ramos de Lima, que elaboraram tabelas, a partir de dados obtidos do site do Sistema IBGE de Recuperação Automática (SIDRA), que proporcionou aos alunos conhecerem as sub-regiões do Estado do Amazonas. Finalizados estes estudos foram aplicados questionários avaliativos com o objetivo de sondar o nível de dificuldade e motivação dos alunos em relação à utilização da cartografia digital. As dificuldades encontradas foram insignificantes face a grande aceitação por parte dos alunos pela cartografia digital...

A Cartografia na formação do professor de Geografia: contribuições da Teoria do Ensino Desenvolvimental; Cartography in Geography teacher training: contributions of Developmental Teaching Approach

Moraes, Loçandra Borges de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
Este estudo teve como principal objetivo analisar as possibilidades de desenvolvimento do pensamento teórico por meio dos conceitos e conteúdos de Cartografia, geralmente ensinados em cursos de licenciatura em Geografia. A fundamentação teórica que norteou o estudo foi a Teoria do Ensino Desenvolvimental de Vasili V. Davidov, cujos fundamentos estão baseados nos princípios da Teoria Histórico-Cultural de Vigotski e na Teoria da Atividade de Leontiev. O elo entre esses pesquisadores é a tentativa de desenvolver propostas de ensino que ajudem os alunos a desenvolver um pensamento que supere o da lógica formal. A pesquisa, de natureza qualitativa, foi feita por meio de procedimentos como questionários, entrevistas, análise documental. Além disso, desenvolveu-se experimento didático-formativo. Os questionários respondidos por 159 alunos e 21 professores de oito cursos de Geografia pertencentes as três IES goianas comprovaram dados de pesquisas já realizadas em Goiás e em outros estados brasileiros, que indicavam os conteúdos de Cartografia, especialmente escala, projeção, coordenadas geográficas e sensoriamento remoto, como de difícil ensino e aprendizagem. Também indicaram as causas das dificuldades dos alunos e professores...

A cartografia no processo de formação acadêmica do professor de geografia; Cartography in the process of geography teachers' formation

Vieira, Eliane Ferreira Campos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.29%
As discussões em âmbito nacional e internacional sobre a Cartografia Escolar apontam que a compreensão da linguagem cartográfica é passo importante na leitura das realidades geográficas. Tais discussões apontam para a necessidade de se repensar a Cartografia na formação do professor. Esse é o debate que nos interessa e sobre o qual nos debruçamos neste trabalho. Os estudos nesse campo apresentam formulações que abrem problemas específicos, também relevantes, que suscitam ângulos diversos de análise. Norteados por questionamentos acerca da inadequação da formação acadêmica no tocante à Cartografia para os professores, defendemos a seguinte tese: a potencialidade da Cartografia na construção do raciocínio espacial impõe repensar a maneira como os conhecimentos cartográficos são construídos ao longo do processo de formação acadêmica dos professores de Geografia. Diante de tal tese, elegemos como principal foco, investigar o seguinte problema: como deveria ser o ensino de Cartografia no curso de Licenciatura de maneira que os futuros professores fossem capacitados para lidar com os conhecimentos cartográficos no ensino de Geografia? Sendo assim, o objetivo geral dessa pesquisa é analisar as contribuições e limitações das disciplinas específicas de Cartografia no curso de licenciatura em Geografia para o exercício da prática docente. Neste sentido...

Cartografia multimídia: interatividade em projetos cartográficos

Moreira, Suely Aparecida Gomes
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 123 f. : il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Geografia - IGCE; O desenvolvimento técnico-científico das últimas décadas tem favorecido uma revolução na ciência cartográfica e na interação social com as múltiplas formas cartográficas. A utilização cada vez mais intensiva da informática pela Cartografia tem permitido a interação de formas cartográficas com diferentes recursos de multimídia, tais como textos, gráficos, sons, vídeos e animações, o que as tornam mais dinâmicas e interativas. Essas novas formas de representação e comunicação da informação espacial são consideradas como Cartografia Multimídia. A cartografia escolar, ou seja, aquela estudada, aprendida e produzida no âmbito da educação formal, tem tido que conviver com uma educação cartográfica multimidiática que é produzida e difundida fora dos muros da escola. Entendemos que uma leitura da Cartografia Multimídia a partir da Cartografia para criança e Escolares pode ressaltar aspectos mais humanísticos e ordenados dessas relações, como a ideia de que a linearidade e a hierarquização predominantes nos mapas impressos passam a acontecer sob múltiplas conexões e interpretações quando produzidas em redes fluídas (menos fixas) de representações espaciais. Assim...

A cartografia e seus saberes na atualidade : uma visão a partir do ensino superior de geografia no estado de São Paulo; The cartography and knowledge in your top news : a view from the higher education of Geography in São Paulo State

Clezio Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
A área de cartografia é entendida como os saberes básicos da representação gráfica do espaço utilizada para produzir o conhecimento cartográfico e vem sendo ministrada como disciplinas curriculares nos cursos de Geografia no Brasil. A pesquisa procura responder a seguinte questão: Qual a relevância da Cartografia para a formação e utilização dos profissionais de Geografia? A problemática apontada acima, norteou nossa pesquisa e nosso objetivo geral de realizar uma análise de como os saberes cartográficos são efetivados na atualidade no ensino superior de Geografia no estado de São Paulo. Os objetivos específicos são: caracterizar a relação entre o saber cartográfico no ensino superior de Geografia e no ensino básico de Geografia; analisar criticamente os conteúdos de cartografia que são ensinados nos cursos superiores em geografia; analisar em que medida a formação profissional em Geografia influencia no seu modo de ver e trabalhar com os saberes cartográficos no ensino de Geografia; e identificar a necessidade e a existência de novas temáticas cartográficas que devam estar presentes no ensino superior de Geografia. As instituições escolhidas para a pesquisa são as três universidades estaduais públicas e seus cursos de Geografia: Universidade de São Paulo (USP)...

Estratégia multi-temporal para produção automática de cartografia de ocupação do solo com imagens AWiFS

Costa, Hugo Alexandre Gomes da
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 17/02/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Ciência e Sistemas de Informação Geográfica; A produção de cartografia de ocupação do solo por métodos tradicionais (interpretação visual de imagens aéreas e de satélite) é um processo com custos que inviabilizam a sua rápida produção e frequente actualização. Esta realidade é bastante lesante para diversas aplicações que necessitam deste género de informação actualizada. Uma solução viável para fazer face à problemática da desactualização da cartografia de ocupação do solo é a criação de um produto menos detalhado do que a cartografia produzida pelos programas operacionais já existente. Isto permite que o novo produto seja mais barato e possa ser produzido por métodos automáticos, realizável regularmente, que ofereça informação actual e seja útil para diversas aplicações. Neste sentido, foi explorado um conjunto de dados intra-anual composto por três imagens AWiFS (Abril, Julho e Outubro de 2006) para avaliar as imagens e métodos automáticos de produção que possam derivar cartografia de ocupação do solo de Portugal Continental no âmbito de um novo programa operacional anual. Foram testados dois classificadores: um classificador paramétrico convencional (classificador da máxima verosimilhança) e um classificador não paramétrico (árvores de decisão). Foram desenhados vários testes para avaliar a melhor abordagem de classificação...

Os problemas no ensino-aprendizagem dos conteúdos de cartografia com bases matemáticas: uma avaliação no âmbito da disciplina de geografia do 6º ano na rede pública de ensino de Anápolis, Goiás

Pereira, Priscilla Régia de Castro
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
The difficulty on teaching-learning of Cartography is already a proven fact, by the multiples scientific works developed in the area. However we noticed that face of these difficulties, there was a featured point: The math’s influence on learning of some primordial contents of Cartography (World-Time, Geographic Coordinates and Scale). Understanding how actually this influence occurred was the guiding principle of the search. Lots of inquiries surround this problem. Why the students - as much of Basic Education as Superior - show so much difficulty on learning these contents of own Cartography which are present on Geography? In which time of the process of learning this problem occurs? What occurs on math teaching that make the students to acquire a certain aversion for this area of knowledge? Why the teachers of Basic Education face difficulties to teach that contents? Is the way those contents have been given a significant factor in the genesis of the problem? Are there methods that can minimize this difficulty faced by Teachers and Students? To answer these questions we proposed as general objective the investigation of the causes of the difficulties of teaching-learning of the contents of Cartography, linked to Math (Scale, World-Time and Geographic Coordinates) in the 6º year of Basic Education. And we define the following specific objectives: Identify the main difficulties faced by the teachers of Geography from Public Schools of the 6º year of Basic Education in Anápolis (GO) on teaching the contents of Cartography with Math basis; verify the causes of the limited learning of these contents by the students of 6º year of Basic Education from Public Schools of Anápolis (GO); to diagnose e evaluate the present contents of Cartography in the didactic books of Geography adopted by the scholar unities that were part of the search and show action proposes to alleviate the problems that generate the limitation on learning the contents of Cartography with Math basis. To meet all the proposed objectives...

A cartografia escolar na educação de jovens e adultos: uma experiência com a prática docente em geografia; La cartografía escolar en la educación de jóvenes y adultos: una experiencia con la práctica docente en geografia

Rezende, Caroline Geraldini Ferreira
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Esta investigación analizó la acción mediadora de la Cartografía en el proceso de enseñanzaaprendizaje de EJA posibilitando, consecuentemente, la formación continuada de profesores de Geografía de esta modalidad de enseñanza. La investigación fue desarrollada junto a uno profesor de la Tercera Etapa (Enseñanza Media) en una unidad de la Red Estatal de Educación, que ofrece Educación de Jóvenes y Adultos (EJA), en el municipio de Goiânia, Goiás. La formación inicial del graduando en Geografía viene posibilitando la comprensión de las necesidades del alumno de enseñanza regular, quedando, de cierta forma, olvidado el alumno de Educación de Jóvenes y Adultos. La EJA es compuesta por un público que requiere un tratamiento diferenciado y muchas veces los profesionales de la educación que actúan en esta modalidad no comprenden y/o no son preparados para enfrentar esta realidad. Ante estos hechos, algunos cuestionamientos fueron levantados especialmente en lo que dice respeto a la capacidad mediadora de la Cartografía en la construcción de los conocimientos geográficos. Utilizando-se de una metodología cualitativa a través de investigación participante...

O ensino de cartografia e o desenvolvimento de competências de aprendizagem: uma contribuição para a formação de professor de geografia do ensino fundamental II; Teaching of cartography and the development of learning skills: a contribution to the formation of the geography teacher of middle school

Ortega, Thiago Fernandes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Este trabalho apresenta uma investigação sobre o ensino da cartografia articulado ao desenvolvimento de competências de aprendizagem, destacando a importância da formação dos professores de geografia para o desenvolvimento de práticas de ensino que atinjam os objetivos do processo de alfabetização cartográfica. Parte-se da idéia de que é extremamente importante que os professores adquiram os conhecimentos básicos da cartografia escolar e do ensino a partir do desenvolvimento de competências para mediar esses conhecimentos e práticas juntamente com os alunos. Nesse sentido, o trabalho toma como ponto de partida o ensino de cartografia no 6° ano do ensino fundamental II, onde os alunos têm, pela primeira vez, o contato com o profissional de ensino especialista em geografia. Nessa etapa dos estudos, também, é onde (dentro do currículo do Estado de São Paulo) aparecem propostas as noções básicas de cartografia a serem desenvolvidas em sala de aula. Assim, para contribuir com a formação dos professores de geografia dentro dessa perspectiva, a pesquisa parte da análise do currículo do Estado de São Paulo e da discussão das práticas docentes em sala de aula, compreendendo as noções de cartografia desenvolvidas no 6° do ensino fundamental II...

Uma ideia de cartografia; An idea of cartography

Simone Cristina de Amorim
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
As obras de Deleuze e Guattari trazem estratégias para o enfrentamento de maneiras endurecidas de sentir, pensar e conceber. Os universais vagos são abandonados em nome de uma filosofia prática. Com base nesta filosofia a presente dissertação visa disponibilizar uma ideia de cartografia que, em contraponto à colocação de questões da ideia sob a forma "Que é?", remaneja as questões da idéia para dinamismos espaço-temporais. Este remanejamento dispara uma maneira processual e intensiva de conceber os problemas, com um propósito suportivo para a efetivação das cartografias de casos aqui não dados. Trabalharemos com alguns agenciamentos teóricos que visam sustentar a efetivação de uma cartografia. Para isso elencamos a noção de processo esquizo compreendida a partir do inconsciente maquínico que traz, de um lado uma processualidade compreendida entre esquizofrenia e paranóia e em paralelo, entre metafísica do demoníaco e máquinas desejantes. Também trabalhamos de maneira sucinta com as noções de virtual e atual, individuação, devir, latitudes e longitudes, entretempos, linhas, estratos, meios, juízos, caos, agenciamentos, mapas, plano de consistência. Essas noções procuram tratar da movência de um caso que se transversalise por "n" campos de conhecimento...

La cartografía del Estado Mayor del Ejército de Tierra republicano durante la Guerra Civil española. El archivo del general Vicente Rojo

Nadal, Francesc; Villanova, José Luis
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2011 SPA
Relevância na Pesquisa
37.18%
En los últimos años, se ha llevado a cabo un considerable esfuerzo de análisis y catalogación de la ingente cantidad de mapas militares, planos, croquis y vistas panorámicas realizados durante la Guerra Civil española, pero aún quedan múltiples aspectos por investigar. En este artículo, analizamos la formación cartográfica del general Vicente Rojo —el jefe del Estado Mayor del Ejército de Tierra republicano—, las relaciones de Rojo con la cartografía durante la Guerra Civil y la cartografía militar contenida en su archivo personal, que se custodia en el Archivo Histórico Nacional de Madrid. Dicha cartografía posee un gran valor cartográfico y militar, porque fue utilizada por el Estado Mayor del Ejército de Tierra republicano durante el período en que Rojo estuvo al frente del mismo, y porque contiene una serie de documentos cartográficos manuscritos inéditos de gran importancia para comprender el desarrollo de algunas de las operaciones bélicas principales; Al llarg dels últims anys, s’ha dut a terme un considerable esforç d’anàlisi i catalogació de la ingent quantitat de mapes militars, plànols, croquis i vistes panoràmiques realitzats durant la Guerra Civil espanyola, però encara resten múltiples aspectes per investigar. En aquest article...

CARTOGRAFIA AMBIENTAL: UMA CARTOGRAFIA DIFERENTE?; CARTOGRAFIA AMBIENTAL: UMA CARTOGRAFIA DIFERENTE?

Martinelli, Marcello
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
A questão ambiental ganha destaque como tema de debates em vários foros nestes últimos vinte anos. A representação gráfica como linguagem de comunicação visual de caráter monossêmico, não pode ficar alheia a este movimento porquanto tem potencial para participar dele mediante mapas. É neste contexto que poderemos conceber uma cartografia ambiental. É um desafio. Ainda persiste muita indefinição para sua sistematização. Várias tentativas foram feitas nestes últimos quinze anos. O que se tem visto é uma cartografia abordando os problemas ambientais mediante representações analíticas exaustivas, com uma linguagem mais apegada a conotações evocativas, em vez de abordar tais problemas através de uma representação lastreada nos fundamentos semiológicos de um sistema de comunicação monossêmico apropriado. Por outro lado, em vista de as propostas atuais para estudos ambientais serem de caráter sistêmico e integrado, é indispensável estabelecer uma fundamentação metodológica para uma cartografia adequada. Embora se possa considerar mapas analíticos que abordem todos os componentes ambientais levados em conta, de forma integrada, no nosso entender, é a cartografia de síntese que tem maior consonância com a citada proposição. Outra questão metodológica que merece atenção...

FROM THE ANALOGICAL CARTOGRAPHY TO THE NEOCARTOGRAPHY: WILL OUR MAPS EVER BE THE SAME?; CARTOGRAFIA, INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA E NOVAS TECNOLOGIAS

Serradj, Aziz
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 22/09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
La présente communication porte sur l’évolution de l’utilisation de l’information géographique et sa cartographie après les trois révolutions technologiques : le numérique, le multimédia et la communication. Après une brève présentation de l’information géographique, nous verrons quelles sont les grandes transformations survenues dans sa cartographie. Le premier grand chamboulement vient du numérique qui a fourni une puissance de calcul toujours plus importante, permettant non seulement de réaliser des cartes à l’aide des ordinateurs en gagnant en rapidité d’exécution et précision de tracé, mais aussi de modéliser les données thématiques pour obtenir des cartes déformées (TCP) exprimant des fonctionnalités comme l’accessibilité ou autre. Le second bouleversement vient du multimédia ; ce dernier non seulement a touché en profondeur la cartographie en offrant de nouveaux outils à cette discipline, mais s’inscrit aussi dans le contexte culturel et sociétal actuel. Le multimédia propose au public des images, au sens large du terme, animées, sonores… ce qui les rend plus attractives et intuitives permettant ainsi, une meilleure compréhension des phénomènes traités. Les animations temporelles et processuelles mettent en évidence les changements dans le temps et facilitent les simulations. Ces dernières qui s’appuient sur une modélisation de l’information géographique...

GEOGRAFÍA Y CARTOGRAFÍA: VÍNCULOS ACTUALES EN APOYO A LA TOMA DE DECISIONES EN EL ORDENAMIENTO TERRITORIAL; GEOGRAFÍA Y CARTOGRAFÍA: VÍNCULOS ACTUALES EN APOYO A LA TOMA DE DECISIONES EN EL ORDENAMIENTO TERRITORIAL; GEOGRAFÍA Y CARTOGRAFÍA: VÍNCULOS ACTUALES EN APOYO A LA TOMA DE DECISIONES EN EL ORDENAMIENTO TERRITORIAL - DOI: 10.7154/RDG.2014.0114.0001

Buzai, Gustavo D.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2014 SPA
Relevância na Pesquisa
37.33%
Los vínculos actuales entre Geografía y Cartografía están generados principalmente a través de las tecnologías digitales, de las cuales los Sistemas de Información Geográfica (SIG) ocupan un lugar central al ser considerados el núcleo de la Geoinformática. Los Sistemas de Información Geográfica han producido una innegable revolución tecnológica, pero principalmente han producido una notable revolución intelectual al trasladar conceptos del análisis espacial hacia un contexto de mayor amplitud que el de la Geografía, considerada la ciencia que le dio origen. La revolución tecnológica se encuentra estrechamente ligada con los métodos y técnicas que se han estandarizado para entender los modos de organización del espacio geográfico, en esta línea, los estudios de focalización espacial se vinculan a la cartografía como lenguaje privilegiado que supera ampliamente la condición tradicional del inventario.Por su parte, la revolución intelectual se encuentra relacionada a la forma en que se puede pensar la realidad, es decir, lograr un conocimiento preciso de la base empírica en la cual el ser humano desarrolla sus diversas actividades en el planeta. La vinculación actual entre Geografía y Cartografía supera la manifestación tecnológica para adentrarse en las relaciones teórico-metodológicas que surgen en el marco de la Geografía Aplicable/Aplicada. Sus resultados están claramente dirigidos a la búsqueda de respuestas concretas a problemáticas socioespaciales de diferente naturaleza...

DA CARTOGRAFIA ANALÓGICA À NEOCARTOGRAFIA: NOSSOS MAPAS NUNCA MAIS SERÃO OS MESMOS?; FROM THE ANALOGICAL CARTOGRAPHY TO THE NEOCARTOGRAPHY: WILL OUR MAPS EVER BE THE SAME?

Freitas, Maria Isabel Castreghini
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 06/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Esse artigo objetiva realizar uma reflexão sobre os caminhos da cartografia apoiada nas tecnologias, tomando por base o histórico recente da ciência cartográfica no Brasil, bem como apresentar as possibilidades da Neocartografia no presente e no futuro, considerando a realidade globalizada e as tendências de uma cartografia apoiada nas mídias e na internet. O texto esta estruturado em duas partes: a primeira trata de uma revisão da história recente da cartografia no Mundo e no Brasil, destacando os principais eventos que transformaram nossa forma de produzir mapas nas últimas décadas até os dias atuais; a segunda parte trata de uma reflexão sobre os rumos da Cartografia com o advento de tecnologias de comunicação e posicionamento como os sistemas de computacionais e internet de alta velocidade, contribuindo para o surgimento de uma nova geração de cartógrafos e usuários de mapas, apoiados em recursos tecnológicos para a produção e uso de mapas de maneira dinâmica e instantânea. Pretende-se fomentar a discussão sobre o que é imprescindível e imutável na ciência cartográfica, nesse novo relacionamento com os mapas.; This article aims to carry out a reflection on the paths of technologies supported cartography...

LA EXPLOSIÓN GEOGRÁFICA: LAS TECNOLOGÍAS DE LA INFORMACIÓN GEOGRÁFICA Y SU IMPACTO EN LA GEOGRAFÍA Y LA CARTOGRAFÍA; LA EXPLOSIÓN GEOGRÁFICA: LAS TECNOLOGÍAS DE LA INFORMACIÓN GEOGRÁFICA Y SU IMPACTO EN LA GEOGRAFÍA Y LA CARTOGRAFÍA - DOI: 10.7154/RDG.2014.0114.0011; LA EXPLOSIÓN GEOGRÁFICA: LAS TECNOLOGÍAS DE LA INFORMACIÓN GEOGRÁFICA Y SU IMPACTO EN LA GEOGRAFÍA Y LA CARTOGRAFÍA

Almar, Ernest Ruiz
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2014 SPA
Relevância na Pesquisa
37.2%
In this article is carried out a reflection about the geographical explosion, the processes of change that occurred in the past decades in Geography and Cartography due to the emergence of the Geographical Information Technologies. The text focuses on the digital transition in Cartography and Geography observing the stages of this transition since its inception to the present in which both sciences are projected beyond the usual academic environments towards the society in what is known as collaborative Geography.; En este artículo se lleva a cabo una reflexión acerca la explosión geográfica, los procesos de cambio acontecidos en los últimos decenios en la Geografía y la Cartografía a raíz de la aparición de los Tecnologías de la información Geográfica.El texto se centra en la transición digital en la Cartografía y la Geografía observando las fases de esta transición desde sus inicios hasta la actualidad en que ambas especialidades se proyectan más allá de los entornos académicos habituales hacia la sociedad en lo que se conoce como Geografía colaborativa.; RESUMENEn este artículo se lleva a cabo una reflexión acerca la explosión geográfica, los procesos de cambio acontecidos en los últimos decenios en la Geografía y la Cartografía a raíz de la aparición de los Tecnologías de la información Geográfica. El texto se centra en la transición digital en la Cartografía y la Geografía observando las fases de esta transición desde sus inicios hasta la actualidad en que ambas especialidades se proyectan más allá de los entornos académicos habituales hacia la sociedad en lo que se conoce como Geografía colaborativa.PALABRAS CLAVE: Explosión Geográfica; Tecnologías de la Información Geográfica; Transición Digital; Geografía Colaborativa; Voluntariado Geográfico; Cartografía; Geografía. ABSTRACTIn this article is carried out a reflection about the geographical explosion...

Ensino de cartografia numa perspectiva inclusiva: quais as possibilidades de contribuição da cartografia tátil?

Campos, Helcio Ribeiro; IFET - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnoligia - Campus Barbacena.
Fonte: Editora da UFSC Publicador: Editora da UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 11/09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.18%
ENSINO DE CARTOGRAFIA NUMA PERSPECTIVA INCLUSIVA: QUAIS AS POSSIBILIDADES DE CONTRIBUIÇÃO DA CARTOGRAFIA TÁTIL?http://dx.doi.org/10.5007/2177-5230.2012v27n54p165O artigo mostra que as técnicas e pressupostos teóricos já consagrados pela Cartografia convencional precisam ser adequados ao uso por parte de deficientes visuais, além de uma produção específica que atenda a esse público, constituindo a Cartografia Tátil. Sua exequibilidade, entretanto, ainda é restrita porque é um ramo do conhecimento recente, pouco conhecido, em formação, e que precisa ser divulgado para ser incorporado como realidade nos conteúdos escolares pertinentes – em especial na Geografia – permitindo, desse modo, que alunos com deficiências visuais tenham uma nova possibilidade de inclusão social e escolar.