Página 1 dos resultados de 410 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Cartilha do operário: alfabetização de adolescentes e adultos em São Paulo (1920-1930); Cartilha do operario: alphabetization of teenagers and adults in São Paulo (1920-1930)

Barboza, Andressa Cristina Coutinho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.65%
O objetivo deste estudo é compreender a educação de adolescentes e adultos em São Paulo, na Primeira República (1889-1930), por meio da pesquisa sobre materiais de alfabetização ao longo do tempo e análise de um dos primeiros materiais produzidos para a alfabetização de adolescentes e adultos operários, a Cartilha do Operario (1924), de autoria do inspetor Theodoro de Moraes. A análise da Cartilha do Operario possibilitou compreender a constituição do campo e do conhecimento construído sobre alfabetização de adolescentes e adultos, podendo ser considerada representativa de uma prática que se queria instaurar dos ideários pedagógicos vigentes, bem como das práticas editoriais postas em circulação.; The objective of this study is to understand teenagers and adults education in São Paulo state, in the First Republic (1889-1930), by the research about literation materials through the time and analysis of one of the first material produced for teenagers and adults laborers literation , the Cartilha do Operario (1924), written by the inspector Theodoro de Moraes. The analysis of Cartilha do Operario , became possible to understand the field constitution and the knowledge built about teenagers and adults literation...

Celebrando a vida: construção de uma cartilha para promoção da saúde da gestante; Celebrating life: constructing a booklet for the health promotion of pregnant women

Reberte, Luciana Magnoni
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.92%
A promoção da saúde da gestante, que pode ser feita mediante o fornecimento de orientações sobre o processo gestacional, as mudanças físicas e emocionais próprias da gravidez, o trabalho de parto, parto e puerpério, é preconizada como uma das atividades essenciais da assistência pré-natal. Uma cartilha educativa, com orientações fidedignas e significativas na perspectiva das gestantes, representa um subsídio importante para o desenvolvimento das atividades educativas do pré-natal. O objetivo geral desta pesquisa foi elaborar uma cartilha destinada à promoção da saúde da gestante e os específicos foram sistematizar o conteúdo da cartilha, selecionar as ilustrações da cartilha, compor a cartilha, validar o conteúdo da cartilha com a colaboração de peritos e validar a adequação da linguagem e das ilustrações da cartilha com a colaboração de gestantes. As etapas da elaboração da cartilha consistiram na sistematização de seu conteúdo, com base na identificação das demandas dos participantes de um grupo de gestantes mediante abordagem participativa, em momento anterior ao início da presente pesquisa. O conteúdo da cartilha foi elaborado em bases científicas, mediante revisão da literatura. A composição da cartilha...

Orgulho de pai: cartilha educativa para a promoção do envolvimento paterno na gravidez; Father's pride - educational booklet to promote paternal involvement during pregnancy

Manganiello, Adriana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.5%
A promoção do envolvimento paterno com a gravidez é uma recomendação mundial, considerando o limitado suporte oferecido aos pais no esclarecimento das suas dúvidas para a vivência da paternidade. As mudanças no papel paterno mostram que existe uma busca dos homens pela participação no processo da gestação, o que merece atenção como objeto de pesquisas científicas na área da assistência obstétrica. A exploração das dificuldades e possibilidades de suporte aos homens para a vivência da paternidade são aspectos essenciais a serem estudados. Os objetivos desta pesquisa foram explorar as experiências vividas pelos pais relativas ao processo de gravidez, parto, pós-parto, aleitamento materno e cuidados com o recém-nascido; identificar as dúvidas e necessidades por orientação relativas a este processo e elaborar um material educativo, mediante inclusão de conteúdos que visam sanar as principais dúvidas e suprir as necessidades dos pais. A história oral temática foi utilizada para explorar as experiências e identificar as demandas por orientação de 17 pais que compartilharam com suas esposas do processo de gravidez, parto, pós-parto, aleitamento materno e primeiros cuidados com o recém-nascido. Os dados foram coletados por meio de entrevista não estruturada...

Efeitos do uso de uma cartilha educativa durante o pré-natal; Effects of a booklet during antenatal care in Brazil

Gouveia, Luciana Magnoni Reberte
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.89%
Introdução: A educação para a promoção da saúde no pré-natal deve ser oferecida baseada nas necessidades e avaliações das próprias gestantes. A cartilha educativa Celebrando a Vida deve ser disponibilizada como parte da assistência pré-natal em função dos resultados que pode proporcionar às gestantes. Objetivo Geral: Avaliar os efeitos da cartilha educativa Celebrando a Vida na assistência pré-natal. Método: O método foi quantitativo e o tipo de estudo foi de intervenção, longitudinal, prospectivo, controlado e não paralelo. Locais de estudo: O estudo foi realizado em duas UBS do distrito de saúde do Butantã, em São Paulo: UBS Jd. Jaqueline e a UBS Jd. São Jorge. A população do estudo foi composta por gestantes em acompanhamento pré-natal, na UBS Jd. Jaqueline: grupo controle (sem cartilha) e grupo intervenção (com cartilha), e na UBS Jd. São Jorge: grupo controle (Curso do Pré-natal sem cartilha) e grupo intervenção (Curso do Pré-natal com cartilha). A coleta de dados foi realizada em três momentos: inicial, intermediário e seguimento. Os instrumentos utilizados foram: o questionário Sociodemográfico e Obstétrico, a escala de Qualidade de Vida Ferrans e Powers Quality of Life Index para gestantes e o Formulário de Avaliação da Educação sobre Gravidez durante o Pré-Natal. Análise de Dados: Qui-quadrado...

Cartilha de alfabetização e cultura escolar: um pacto secular

Mortatti, Maria do Rosário Longo
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade (CEDES) Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade (CEDES)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 41-54
POR
Relevância na Pesquisa
37.39%
No Brasil, a partir da última década do século XIX, com a organização republicana da instrução pública, observa-se o início de um movimento de escolarização das práticas de leitura e escrita e de identificação entre o processo de ensino inicial dessas práticas e a questão dos métodos. A partir de então, a cartilha vai-se consolidando como um imprescindível instrumento de concretização dos métodos propostos e, em decorrência, de configuração de determinado conteúdo de ensino, assim como de certas silenciosas, mas operantes, concepções de alfabetização, leitura, escrita e texto, cuja finalidade e utilidade se encerram nos limites da própria escola e cuja permanência se pode observar até os dias atuais. O objetivo deste artigo é, mediante análise dessas questões, problematizar a relação entre cartilha de alfabetização e cultura escolar e seus desdobramentos na história da educação e da alfabetização em nosso país.; In Brazil since the last decade of the XIX century with the republican organisation of the public education, it is observed the beginning of a school movement toward the reading and writing practices and the identification between the process of initial teaching of these practices and the methods issues. Since then the literacy first reader is being consolidated as an essential instrument to concrete the proposed methods. In consequence of certain content of teaching as well as silent but effective conceptions of literacy...

Elaborando uma cartilha sobre as ambiguidades da violência conjugal

Lenz-de-Oliveira, Kátia; Santos, Maira Mendes dos; Moura, Simone Albuquerque de; Garcia, Wiulla Inácia; Gomes, Romeu
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.5%
O texto é um relato de experiência em um projeto de extensão universitária que elaborou e testou junto a grupos comunitários uma cartilha sobre violência conjugal direcionada tanto a mulheres quanto a homens, tendo como proposta construir uma comunicação que explicitasse e avaliasse os diferentes sentimentos e crenças relacionados ao tema, e ainda que respeitasse as possibilidades e os desejos de cada leitor. A abordagem de intervenção comunitária foi ancorada no construcionismo social. O tema da violência conjugal foi apresentado na cartilha tendo por base um esforço para articular as contribuições advindas tanto dos movimentos feministas como de outros estudiosos, mantendo a politização do tema. O processo de produção da cartilha é relatado buscando refletir sobre as dificuldades e as mudanças vivenciadas diante dos textos sobre o tema, dos testes do primeiro esboço junto a grupos comunitários, dos consultores e de feministas, de forma a apontar o fato de nossa atenção ter se concentrado em quatro categorias de análise do problema: dominação masculina, diversidade, amor romântico e ambigüidades, sendo a última a que nos pareceu ser mais amplamente debatida e apreendida por qualquer vertente de discussão diante do tema...

Cartilha de alfabetização e cultura escolar: um pacto secular

Mortatti,Maria do Rosário Longo
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2000 PT
Relevância na Pesquisa
37.39%
No Brasil, a partir da última década do século XIX, com a organização republicana da instrução pública, observa-se o início de um movimento de escolarização das práticas de leitura e escrita e de identificação entre o processo de ensino inicial dessas práticas e a questão dos métodos. A partir de então, a cartilha vai-se consolidando como um imprescindível instrumento de concretização dos métodos propostos e, em decorrência, de configuração de determinado conteúdo de ensino, assim como de certas silenciosas, mas operantes, concepções de alfabetização, leitura, escrita e texto, cuja finalidade e utilidade se encerram nos limites da própria escola e cuja permanência se pode observar até os dias atuais. O objetivo deste artigo é, mediante análise dessas questões, problematizar a relação entre cartilha de alfabetização e cultura escolar e seus desdobramentos na história da educação e da alfabetização em nosso país.

O Livro de Hilda (1902), a cartilha do método analítico, por João Köpke

Ferreira,Norma Sandra de Almeida; Santos,Maria Lygia Cardoso Köpke
Fonte: UNICAMP - Faculdade de Educação Publicador: UNICAMP - Faculdade de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.5%
Este artigo toma como fonte e objeto de pesquisa a cartilha O Livro de Hilda - ensino da leitura pelo processo analítico, com data de 1902 e autoria de João Köpke (1852-1926). Esse livro manuscrito é a prova material da existência de uma cartilha produzida por esse autor para o ensino da leitura pelo método analítico - encontrada apenas em sua versão original. A obra é composta por três partes: "o livro de hilda", "o livro das bonecas", "O livro de Hilda - Instrucções para seu uso".¹ Descreve-se, neste texto, o modo composicional dessa cartilha e analisam-se seus aspectos visuais e textuais quanto ao "método analítico da palavração", tal como ele se apresenta nesta obra. Ao mesmo tempo, situa-se João Köpke em sua época, fazendo algumas comparações com outras cartilhas publicadas por educadores adeptos do método analítico, dialogando com estudos recentes de pesquisadores da cultura escolar.

Cartilha Ada e Edu: de produção regional à circulação nacional (1977-1985)

Cardoso,Cancionila Janzkovski
Fonte: Editora Autores Associados Publicador: Editora Autores Associados
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.5%
O texto apresenta resultados de pesquisa cujo objetivo geral foi o de contribuir para a sistematização e socialização da história de um livro mato-grossense, mediante a investigação da produção, difusão e circulação da cartilha Ada e Edu, elaborada em 1977. A investigação se inscreve na história da alfabetização, sendo orientada por referenciais teórico-metodológicos ligados à história cultural e à história dos livros. A proposta metodológica baseou-se no circuito das comunicações, modelo proposto por Robert Darnton, para examinar o percurso da cartilha regional Nossa terra nossa gente, posteriormente transformada em cartilha Ada e Edu, editada e comercializada nacionalmente pela Editora Bloch. Foi possível reconstruir aspectos da produção e da circulação dessa cartilha no contexto mato-grossense e registrar elementos da circulação em âmbito nacional, via Programa Nacional do Livro Didático.

Elaborando uma cartilha sobre as ambiguidades da violência conjugal

Lenz-de-Oliveira,Kátia; Santos,Maira Mendes dos; Moura,Simone Albuquerque de; Garcia,Wiulla Inácia; Gomes,Romeu
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
27.5%
O texto é um relato de experiência em um projeto de extensão universitária que elaborou e testou junto a grupos comunitários uma cartilha sobre violência conjugal direcionada tanto a mulheres quanto a homens, tendo como proposta construir uma comunicação que explicitasse e avaliasse os diferentes sentimentos e crenças relacionados ao tema, e ainda que respeitasse as possibilidades e os desejos de cada leitor. A abordagem de intervenção comunitária foi ancorada no construcionismo social. O tema da violência conjugal foi apresentado na cartilha tendo por base um esforço para articular as contribuições advindas tanto dos movimentos feministas como de outros estudiosos, mantendo a politização do tema. O processo de produção da cartilha é relatado buscando refletir sobre as dificuldades e as mudanças vivenciadas diante dos textos sobre o tema, dos testes do primeiro esboço junto a grupos comunitários, dos consultores e de feministas, de forma a apontar o fato de nossa atenção ter se concentrado em quatro categorias de análise do problema: dominação masculina, diversidade, amor romântico e ambigüidades, sendo a última a que nos pareceu ser mais amplamente debatida e apreendida por qualquer vertente de discussão diante do tema...

A cartilha jurídica : aspectos sócio-históricos, discursivos e multimodais

Pinheiro Mozdzenski, Leonardo; Paiva Dionisio, Angela (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.22%
Este trabalho tem como objetivo central realizar um estudo crítico do gênero discursivo cartilha jurídica (CJ), investigando a formação sócio-histórica desse gênero, bem como as estratégias textuais verbais e não-verbais usadas pelos produtores das cartilhas para a construção social da realidade a partir dos estereótipos normativos . Para tanto, foram adotados os pressupostos teórico-metodológicos e ideológicos da Análise do Discurso Crítica, associados à noção de gênero como ação social. De início, são analisados os principais momentos da trajetória sócio-histórica percorrida pelas CJs, desde o surgimento dos gêneros que contribuíram para o seu desenvolvimento até o aparecimento das cartilhas atuais. Em seguida, discute-se a argumentatividade visual nas CJs, avaliando-se como seus componentes imagéticos são orquestrados com o texto verbal para a produção de sentido. E por fim, são examinadas as estratégias discursivas usadas para a constituição de cenários estereotipados , invocados pelos grupos dominantes visando legitimar as relações hegemônicas, a ordem institucionalizada e a manutenção do poder em suas mãos. O corpus ampliado desta investigação é composto por 28 cartilhas jurídicas...

A cartilha Ler a Jato e o m??todo audiofonogr??fico de alfabetiza????o da professora Gilda de Freitas Tomatis; A cartilha Ler a Jato e o m??todo audiofonogr??fico de alfabetiza????o da professora Gilda de Freitas Tomatis

DIETRICH, Mara Denise Neitzke
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Educa????o; Programa de P??s-Gradua????o em Educa????o; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Educa????o; Programa de P??s-Gradua????o em Educa????o; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.65%
This study presents the analysis from the production of Ler a Jato primer and the Literacy audio-phonographic method in 15 hours, written by the teacher Gilda de Freitas Tomatis, at 1960 decade, in Rio Grande do Sul. The period of this study considered the 1967 year, when it was edited the first primer sample of Ler a Jato until 1986, was the last date found during this research. For the data analysis it was done a crossing of the documents with the oral sources. Related to the oral sources, it was considered the semi structured interview with the teacher Gilda de Freitas Tomatis‟ daughter in Porto Alegre city, in October of 2010. Related to the documents were considered: photos, books, primers, vinyl discos, certificates, medals, a view from Researches Center and Educational Advising from Education and Culture Bureau of 1968, all them including a detailed evaluation about the Ler a Jato primer. Some of these documents were donated by the teacher Gilda Tomatis‟ daughter, along with other documents acquired at tallow and websites. About the theoretical-methodological option, this study was based on the epistemological model of evidentiary paradigm proposed by Ginzburg (2007), used as a research device to notice and to analyze the relevant elements in the documents. This way...

Cria????o de animais silvestres: sensibiliza????o da popula????o contra esta a????o atrav??s da divulga????o de cartilha educativa

Petry, Wagner de Oliveira
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Animais silvestres t??m sido mantidos como animais de estima????o por s??culos em todo o mundo. No Brasil algumas esp??cies silvestres s??o legalmente criadas e comercializadas, por??m h?? tamb??m um crescente aumento no n??mero de criadores ilegais desse tipo de animal. Para que um animal chegue at?? o seu comprador o mesmo deve ser capturado e transportado, normalmente at?? feiras ou criadouros ilegais. Nesse trajeto, esses animais al??m de estarem sendo retirados de seus habitats de origem, passam por diversas situa????es nas quais resultam em alta chance de mortalidade. Os animais s??o transportados nas piores condi????es poss??veis, sendo escondidos em fundos de malas ou caixote sem ventila????o e ficam v??rios dias sem comer e sem beber. Este trabalho tem como objetivo confeccionar uma cartilha informativa para promover a compreens??o e discutir os problemas relacionados ao tr??fico de animais e ?? cria????o ilegal de animais silvestres. A educa????o ambiental faz-se necess??ria uma vez que o cidad??o deve ter conhecimentos sobre fatos que trazem preju??zos n??o somente para ele, mas tamb??m para os animais e o ambiente que o cerca, buscando diminuir a????es decorrentes da atividade humana. Para se atingir o objetivo, foi elaborada uma cartilha como material did??tico...

Elabora????o de cartilha educativa para estimular a reutiliza????o de res??duos s??lidos

Faria, Bruno Pereira da Costa; Libano, Andrea Marilza
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Desde a Revolu????o Industrial a sociedade vem passando um processo de grande transforma????o e avan??o tecnol??gico. Junto a esse avan??o a concentra????o populacional vem aumentando e como consequ??ncia, um grande aumento na produ????o de res??duos s??lidos. O grande problema ?? a destina????o incorreta desses res??duos. Uma alternativa para o destino dos res??duos s??lidos ?? a sua reutiliza????o. Para que se tenha conhecimento mais abrangente sobre a import??ncia do reaproveitamento desses res??duos de forma ??til, nesse momento em que a sociedade produz lixo em excesso, foi elaborada uma cartilha, onde aborda o conceito de res??duos s??lidos, a import??ncia da reutiliza????o desses res??duos, responsabilidade dos geradores, entre outros temas. Ao final, ensina ao leitor por meio de passo a passo e constru????o de quatro utens??lios utilizando alguns res??duos. A citada cartilha foi elaborada a partir de observa????es feitas em uma escola p??blica de Sobradinho-DF quando estavam sendo aplicados projetos referentes ?? sustentabilidade, reciclagem e reutiliza????o dos res??duos s??lidos com oficinas de constru????o de utens??lios feitos com tais res??duos, onde estavam usando conceitos equivocados de reutiliza????o...

A Cartilha Maternal ou Arte de Ler de João de Deus (1876): invenções tipográficas e alfabetização popular em Portugal

Magalhães, Justino
Fonte: École Normale Supérieure de Lyon/ Institut français de l'Éducation Publicador: École Normale Supérieure de Lyon/ Institut français de l'Éducation
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 FRA
Relevância na Pesquisa
37.39%
Portugal constitui um caso na Europa do fim do século XIX, com uma taxa muito elevada de analfabetos e de semi-analfabetos (75%). No contexto da renovação política e pedagógica, o poeta João de Deus tomou como objectivo possibilitar que mestres pouco formados pudessem alfabetizar rapidamente um público popular, incluindo crianças, com um método moderno, fundado sobre a leitura de palavras e a supressão da soletração. O sucesso da sua Cartilha Maternal reside também numa invenção – distinção dos sons através da cor e posteriormente através de traço contínuo (tipo liso) e de traço quebrado (tipo lavrado); escolha dos elementos didácticos; grande esforço de difusão dentro e fora da escola. O texto informa também sobre o processo tipográfico e a aferição didáctica dos materiais que constituíram a Cartilha Maternal.

Aprender a ler entre cartilhas: civilidade, civilização e civismo pelas lentes do livro didático; Learning to read between primers: civility, civilization and civism through the lenses of schoolbooks

Boto, Carlota
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2004 POR
Relevância na Pesquisa
27.59%
Este ensaio tem por objetivo identificar o lugar social ocupado pela cartilha de primeira leitura nos usos e costumes da história da moderna escolarização primária. O propósito do estudo é o de averiguar o entrecruzamento entre o livro didático e as práticas da escola primária, mediante a clivagem analítica do campo da História da Educação. Prescrição, constrição, controle e confronto, o manual didático de ensino das primeiras letras propõe-se a destacar o contexto do letramento como alternativa para a oralidade do mundo infantil. Com tal pressuposto, o trabalho aqui desenvolvido debruça-se sobre a produção didática de um intelectual português de meados do século XIX, Francisco Júlio Caldas Aulete, abordando especificamente a Cartilha nacional de sua autoria. Esse livro de ensinar a ler e a escrever propunha um ensino, a um só tempo, simultâneo, calcado no aprendizado paralelo da leitura e da escrita; e explicitamente contrário à prática da soletração - o que aproximava o modo de ensino prescrito por Caldas Aulete da marcha do que posteriormente se caracterizaria como método analítico de alfabetização. Finalmente, pode-se compreender que o estudo da Cartilha nacional - a despeito de seu caráter tópico - remete a aspectos sócio-históricos de singular relevância...

Cartilha Virtual Sobre O Autoexame Ocular Para Apoio À Prática Do Autocuidado Para Pessoas Com HIV/AIDS; Cartilla Virtual En El Auto-Examen Para Apoyar A Los Ojos A La Práctica De Autoexamen Para Personas Com VIH/SIDA; Virtual Guide On Ocular Self-Examination To Support The Self-Care Practice For People With HIV/AIDS

Lima, Maria Alzete de; Pagliuca, Lorita Marlena Freitag; Nascimento, Jennara Candido do; Caetano, Joselany Áfio
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2014 ENG; POR
Relevância na Pesquisa
27.5%

Objetivou-se descrever processo de desenvolvimento da cartilha virtual sobre autoexame ocular para pessoas com HIV/aids. A proposta metodológica seguiu as cinco etapas preconizadas por Falkembach: análise e planejamento, modelagem, implementação, avaliação e distribuição. A adequação da versão impressa para virtual requereu a construção de um vídeo tutorial, agregação de fotos ilustrativas para visualização de possíveis alterações oculares e ferramenta de interatividade com demonstração do resultado do exame ao usuário. Na avaliação inicial do material, foram diagnosticadas falhas no layout. Assim, comandos foram recolocados, unificados, dispostos em local de fácil visualização e foi feita a adequação da linguagem. Considera-se possível promover aproximação do usuário com métodos de prevenção na área da saúde ocular por meio de cartilha virtual, contribuindo para desenvolvimento de habilidades e divulgação do autoexame.
; El objetivo fue describir la preparación de una cartilla virtual acerca del autoexamen ocular para personas con VIH/Sida. La metodología siguió los cinco pasos preconizados por Falkembach: análisis y planificación, modelaje, implementación, evaluación y distribución. La adecuación de la versión impresa para la virtual requirió la construcción de un video tutorial...

Construção e validação de cartilha educativa para alimentação saudável durante a gravidez; Construcción y validación de cartilla educativa para alimentación saludable durante el embarazo; Development and validation of an educational booklet for healthy eating during pregnancy

Oliveira, Sheyla Costa de; Lopes, Marcos Venícios de Oliveira; Fernandes, Ana Fátima Carvalho
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/07/2014 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
27.59%
OBJETIVO: descrever processo de validação de cartilha educativa para alimentação saudável na gravidez com alimentos regionais. MÉTODO: estudo metodológico, desenvolvido em três etapas - construção de cartilha educativa, validação do material educativo por juízes e por gestantes. O processo de validação foi realizado por 22 juízes e 20 gestantes, selecionadas por conveniência. Considerou-se valor P igual ou superior a 0,85 para validação de concordância e pertinência da cartilha, segundo os seis itens do instrumento. O item Level Content Validity Index, no mínimo de 0,80, para validação de conteúdo. RESULTADOS: cinco itens foram considerados pertinentes pelos juízes. A média do item Level Content Validity Index foi de 0,91. As gestantes realizaram avaliação positiva. As sugestões foram acatadas e modificadas para versão final da cartilha. CONCLUSÃO: a cartilha educativa foi validada do ponto de vista de conteúdo e pertinência, devendo ser utilizada por enfermeiros para orientação sobre alimentação saudável na gravidez.; OBJETIVO: describir el proceso de validación de cartilla educativa para alimentación saludable en el embarazo con alimentos regionales. MÉTODO: estudio metodológico...

Alfabetização pela imagem: uma análise iconográfica da cartilha Caminho Suave e do material de apoio1

Peres, Eliane; Ramil, Chris de Azevedo
Fonte: Universidade Federal do Espírito Santo Publicador: Universidade Federal do Espírito Santo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Este artigo tem como objetivo principal analisar a proposta da “alfabetização pela imagem” da cartilha Caminho Suave, bem como do material de apoio que acompanha a referida cartilha (cartazes e baralho). A Caminho Suave foi produzida pela professora Branca Alves de Lima e publicada pela primeira vez em 1948, pela editora criada pela própria autora e que levou o nome de Editora Caminho Suave Limitada. Apresentam-se neste trabalho alguns dados de uma pesquisa acerca das suas imagens, em correspondência com as palavras-chave utilizadas. São investigadas as características gráficas, identificando-se também as permanências, as modificações e a evolução dos aspectos gráfico-editoriais em diferentes edições, através de uma análise iconográfica da cartilha e do material de apoio.

O Livro de Hilda (1902), a cartilha do método analítico, por João Köpke

Ferreira, Norma Sandra de Almeida; Santos, Maria Lygia Cardoso Köpke
Fonte: Pro-Posições Publicador: Pro-Posições
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ;
Publicado em 22/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Este artigo toma como fonte e objeto de pesquisa a cartilha O Livro de Hilda – ensino da leitura pelo processo analítico, com data de 1902 e autoria de João Köpke (1852-1926). Esse livro manuscrito é a prova material da existência de uma cartilha produzida por esse autor para o ensino da leitura pelo método analítico – encontrada apenas em sua versão original. A obra é composta por três partes: “o livro de hilda”, “o livro das bonecas”, “O livro de Hilda – Instrucções para seu uso”.1 Descreve-se, neste texto, o modo composicional dessa cartilha e analisam-se seus aspectos visuais e textuais quanto ao “mé- todo analítico da palavração”, tal como ele se apresenta nesta obra. Ao mesmo tempo, situa-se João Köpke em sua época, fazendo algumas comparações com outras cartilhas publicadas por educadores adeptos do método analítico, dialogando com estudos recentes de pesquisadores da cultura escolarAbstract This article discusses variations in the analytical method of literacy by examining the handwritten booklet “‘O Livro de Hilda’- the teaching of reading by using the analytical method”, written by João Köpke and diffused in 1902. The booklet in exam is the original first edition and documents the author’s investment in this literacy method. The analysis shows the particularities of the textual and visual aspects of the booklet in comparison with other similar teaching materials produced at the time in the light of recent findings in the field of school culture.Keywords Manuscript...