Página 1 dos resultados de 40 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Caracter??sticas s??ciodemogr??ficas, comportamentais e vulnerabilidade ?? infec????o pelo v??rus da imunodefici??ncia humana em homens que fazem sexo com homens do "projeto Rio"

Souza, Claudia Teresa Vieira de
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.23%
O "Projeto Rio" foi uma das pesquisas de prepara????o para estudos fase III de vacinas anti-HIV, desenvolvido pelo Centro de Pesquisa do Hospital Evandro Chagas/FIOCRUZ. De janeiro de 1994 ?? julho de 1999, ingressaram 675 volunt??rios na coorte. Segundo os crit??rios de elegibilidade: homens que relataram ter praticado sexo com homens nos seis meses anteriores ?? entrevista inicial, de 18 a 50 anos, com sorologia negativa para o HIV e que aceitaram os termos de esclarecido e informado. Avalia as caracter??sticas sociodemogr??ficas, comportamentais e vulnerabilidade ?? infec????o pelo HIV dos volunt??rios do "Projeto Rio", a partir de uma colet??nea de tr??s artigos, cujos principais resultados foram: 1) a auto-percep????o de vulnerabilidade estava associada a um maior n??vel de escolaridade e ?? pr??tica de sexo anal desprotegido: 2) 57 por cento dos volunt??rios relataram o desejo de participar de ensaios de vacinas anti-HIV (DP), devido principalmente a motivos humanit??rios/altru??smo e estar protegido contra a infec????o pelo HIV. Mostraram-se associadas a DP: sorologia positiva para s??filis, "engajamento sob a influ??ncia do ??lcool, em pr??tica sexual de risco que normalmente n??o faria" e baixo n??vel educacional; e 3) o sexo anal desprotegido com parceiros ocasionais se mostrou associado ?? menor renda...

Caracter??sticas s??cio-comportamentais relacionadas ao risco de transmiss??o do HIV em escolares de 15 a 24 anos, na Guin??-Bissau

Na Bangna, Cunhate
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
46.37%
A Guin??-Bissau ?? um pequeno pa??s situado na costa ocidental africana, com pouco mais de 1,3 milh??es de habitantes e cerca de trinta etnias, distribu??das em oito regi??es administrativas e um setor aut??nomo (capital). ?? considerado um dos pa??ses mais pobres do mundo, 49 por cento da popula????o vive abaixo do limiar de pobreza - menos de 2 USD por dia. Um dos principais problemas de sa??de p??blica no pa??s ?? a Aids. A infec????o pelo HIV tem preval??ncia elevada nas gr??vidas (cerca de 6,0 por cento), em particular entre adolescentes e adultos jovens. O objetivo desteestudo foi descrever caracter??sticas s??cio-comportamentais relacionadas ao risco de transmiss??o do HIV entre adolescentes e jovens de 15 a 24 anos, que freq??entavam escolas secund??riasselecionadas em seis regi??es na Guin??-Bissau. Os principais resultados apresentaram diferen??as no comportamento sexual entre g??neros. Oshomens iniciaram a vida sexual mais precocemente, e apresentaram maior n??mero de parceiros sexuais na vida. O uso de preservativo foi referido de forma semelhante entre os sexos, mas osmotivos de n??o uso se diferenciam entre eles. A principal fonte de informa????o sobre sexualidade predominante entre os homens foram amigos e entre mulheres...

O perfil oftalmol??gico dos candidatos ?? carteira de motorista na cidade de Pelotas - RS

Duarte, Wladimir Ribeiro; Duarte, Maria Claudete Ribeiro; Paranhos, Carla; Bocaccio, Jussara Ribeiro Duarte; Bocaccio, Francisco Jos?? Lima; Sousa, Guaraciaba Ribeiro Duarte; Duarte, M??rcia Ribeiro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36%
Estudar a acuidade visual dos candidatos a condutores de ve??culos da cidade de Pelotas e sua associa????o com as caracter??sticas sociodemogr??ficas dos candidatos. M??todos: Foram examinados 1.010 candidatos a condutores em um servi??o m??dico autorizado pelo Detran. Avaliou-se a acuidade visual, com e sem corre????o, bem como a sua rela????o com a vis??o de cores, sexo, idade e profiss??o dos entrevistados, por meio da an??lise de freq????ncias e de teste para associa????o. Resultados: Deste contingente 73,0% eram do sexo masculino, 65,0% tinham idade entre 18 e 45 anos, 51,4% ocupavam o setor de servi??os e 25,0% utilizavam meio de corre????o visual. Sob o ponto de vista oftalmol??gico, 0,5% dos entrevistados n??o poderiam dirigir ve??culos automotores e 4,7% s?? poderiam obter habilita????o para condu????o veicular, nas categorias A e B. Mostrou-se associada ?? acuidade visual baixa a maior longevidade. Conclus??o: Baseado nos resultados, sugere-se menor intervalo de tempo para reavalia????o visual dos motoristas das categorias C, D e E.; To study visual acuity of the candidates for driving licences in the city of Pelotas and its relationship with sociodemographic characteristics of the candidates. Methods: One thousand and ten candidates for driving license were examined in a Detran approved medical service. To check the social...

Caracter??sticas reprodutivas e utiliza????o de servi??os preventivos em sa??de por mulheres em idade f??rtil: resultados de dois estudos transversais de base populacional no extremo Sul do Brasil

Carlotto, Kharen; Cesar, Juraci Almeida; Hackenhaar, Arnildo Agostinho; Ribeiro, Paula Regina Pinheiro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
Two surveys were conducted (1995 and 2004) on women 15-49 years of age in Rio Grande, Rio Grande do Sul State, southern Brazil, assess patterns in their use of preventive health services. The sample included 1,339 women in 1995 and 1,311 in 2004. A standardized household questionnaire covered their demographic, socioeconomic, reproductive, and health careutilization characteristics. The chi-square test was used to compare indicators in the two stud- ies. During the study period, housing condi- tions, running water, sanitation, and schooling improved, but family income decreased. Mean age at sexual initiation decreased by one year, teenage pregnancy increased 33%, and clinical breast examination and Pap smears increased 48% and 30%, respectively. Overall use of contraceptive methods declined by 3%, but condom use increased from 8% to 21%. Efforts are needed to improve coverage for breast examination and Pap smears, postpone sexual initiation, and promote the use of contraceptive methods, especially condoms.; Em 1995 e 2004 foram realizados dois estudos transversais representativos com mulheres de 15 a 49 anos em Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil, visando avaliar alguns indicadores b??sicos de sa??de. A amostra incluiu 1.339 mulheres em 1995 e 1.311 em 2004. Aplicou-se question??rio padronizado no domic??lio investigando sobre caracter??sticas demogr??ficas...

Identifica??o neuroanat?mica dos n?cleos cerebrais relacionados ao canto em Uraeginthus cyanocephalus (ordem Passeriformes, subordem Oscines, fam?lia Estrildidae)

LOBATO, Muriele Nazareth
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36%
Sabe-se que as regi?es cerebrais envolvidas no controle do canto s?o sexualmente dim?rficas em muitas esp?cies de p?ssaros adultos de regi?es temperadas como nos zebra finches em que os machos cantam e as f?meas n?o cantam. Em diversas esp?cies de p?ssaros canoros dos tr?picos, contudo, tanto os machos quanto as f?meas s?o capazes de cantar. Por?m, os mecanismos envolvidos na produ??o do canto em f?meas ainda ? pouco compreendido. Com o intuito de identificar diferen?as que possam explicar o canto em f?meas, n?s estudamos a morfologia do sistema do canto de p?ssaros machos e f?meas da esp?cies Uraegynthus cyanocephalus, esp?cie esta em que tanto machos quanto f?meas cantam. Como primeiro passo para a an?lise e estabelecimento de diferen?as anat?micas quanto ao sexo, n?s quantificamos altera??es de volume de ?reas prosencef?licas relacionadas ao cantos, atrav?s de marca??o com Nissl e de marca??o de receptores andr?genos (RA) por meio de hibridiza??o in situ radioativa. N?s verificamos que, tanto em machos quanto em f?meas, o volume do centro vocal superior (HVC) n?o sofre altera??o estatisticamente significativa ao longo do desenvolvimento. Observamos, ainda, que o volume do HVC em machos ? sempre superior ao das f?meas, inclusive na fase adulta...

Dimorfismo sexual quanto ao tamanho em tr?s esp?cies de sabi?s amaz?nicos (Aves: Passeriformes: Turdidae)

SOUZA, Suely Basilio de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.13%
Tr?s esp?cies de sabi?s se substituem ecologicamente nas florestas prim?rias e secund?rias na Amaz?nia Oriental: Turdus albicollis, T. fumigatus e T. leucomelas . Estas tr?s esp?cies s?o monocrom?ticas, isto ?, machos e f?meas possuem plumagem semelhante. O que n?o se conhecia ? se estas esp?cies s?o tamb?m monom?rficas, isto ?, se machos e f?meas possuem tamanho igual. Estudos nas florestas mexicanas indicam que algumas aves monocrom?ticas Neotropicais s?o de fato cripticamente dim?rficas, ou seja, machos e f?meas diferem estatisticamente em tamanho quando t?cnicas estat?sticas apropriadas s?o usadas. Este trabalho teve tr?s objetivos principais: (a) avaliar o padr?o de dimorfismo sexual quanto ao tamanho em T. albicollis phaeopygus, T. fumigatus fumigatus e T. leucomelas albiventer; (b) contribuir para o estudo do dimorfismo sexual quanto ao tamanho em aves monocrom?ticas Neotropicais e (c) fornecer subs?dios para o estudo ecol?gico-evolutivo do g?nero Turdus , em particular, e da fam?lia Turdidae, em geral. A hip?tese de trabalho era que as tr?s esp?cies de Turdus analisadas seriam cripticamente dim?rficas, tais como os outros passeriformes florestais estudados nas florestas mexicanas. Concluiu-se que das tr?s esp?cies estudadas...

Desenvolvimento do dimorfismo sexual nos macacos-de-cheiro (Saimiri VOIGT, 1831)

MUNIZ, Izaura da Concei??o Magalh?es
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.28%
Os macacos-de-cheiro, Saimiri Voigt, 1831 s?o primatas arb?reos e ?geis, com um corpo relativamente pequeno, se comparado a outros primatas do Novo Mundo. Distribuem-se por toda a Amaz?nia e parte da Am?rica Central. V?rios estudos foram realizados com a finalidade de estabelecer grupos taxon?micos em Saimiri. No entanto, os resultados desses estudos mostraram uma s?rie de diverg?ncias quanto ? classifica??o, tanto em rela??o ? validade dos t?xons, como ao status taxon?mico dos mesmos. Neste g?nero, observa-se a exist?ncia de diferen?as sexuais no padr?o de colora??o da pelagem, no tamanho e forma dos dentes caninos e, ainda, um ciclo espermatog?nico anual nos machos, caracterizado pela aquisi??o de gordura subcut?nea, denominada de "condi??o de engorda". Durante este per?odo, os machos apresentam um aumento de peso variando de 15 a 20%. O presente estudo teve como objetivo investigar o dimorfismo sexual em Saimiri sciureus, comparando os resultados com os de cinco outras esp?cies de Saimiri (S. cassiquiarensis, S. juruanus, S. ustus, S. boliviensis e S. vanzolinii). Para tanto, foram analisados 610 esp?cimes pertencentes ?s cole??es do Museu Paraense Em?lio Goeldi (MPEG), Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro (MNRJ) e Museu de Zoologia da Universidade de S?o Paulo (MZUSP). As classes et?rias foram determinadas de acordo com a morfologia da arcada...

An?lise da varia??o morfol?gica de Dipsas catesbyi (Sentzen, 1796) e Dipsas pavonina Schlegel, 1837 (Serpentes: Colubridae: Dipsadinae)

LIMA, Ana Caroline de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36%
A subfam?lia Dipsadinae engloba 22 g?neros da fauna de colubr?deos neotropicais e 24 outros considerados incertae sedis, mas com caracteres comuns aos dipsad?neos. Os g?neros Dipsas, Sibon, Sibynomorphus e Tropidodipsas formalmente comp?em a tribo Dipsadini a qual ? considerado um grupo monofil?tico bem fundamentado. A tribo ? caracterizada por serpentes que apresentam um alto grau de especializa??o morfol?gica, relacionado ao modo de alimenta??o e adapta??es ao h?bitat em que vivem. O g?nero Dipsas inclui aproximadamente 32 esp?cies, distribu?das do M?xico at? a Am?rica do Sul, ? constitu?do por serpentes de corpo delgado e alongado, com cabe?a curta e proeminente, olhos grandes, pupilas verticais e aus?ncia de sulco mentoniano. As esp?cies s?o notavelmente vari?veis na colora??o, n?mero de escamas e outros caracteres morfol?gicos. Essa extrema varia??o tem dificultado a defini??o dos limites entre as esp?cies e a interpreta??o de padr?es de varia??o geogr?fica. A grande varia??o morfol?gica dos caracteres presentes nas esp?cies D. catesbyi e D. pavonina, associada ? dificuldade de identifica??o dos t?xons e ? escassez de informa??es sobre as suas distribui??es geogr?ficas, justificam a necessidade de uma an?lise mais detalhada destas esp?cies. Para tal...

Ontogenia e dimorfismo sexual nas esp?cies de guaribas vermelhos, g?nero Alouatta lac?p?de, 1799 (Primates, Atelidae)

AVELAR, ?derson Ara?jo
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.57%
O dimorfismo sexual nas esp?cies de guaribas ? bem conhecido em animais adultos. Sabe-se que em todas as esp?cies do g?nero Alouatta os machos s?o consideravelmente maiores e mais pesados que as f?meas. Entretanto, o dimorfismo sexual n?o ? homog?neo em todas as esp?cies de guaribas, e A. seniculus ? considerada a esp?cie mais dim?rfica do g?nero. Al?m disso, muito pouco se sabe a respeito da ontogenia do dimorfismo sexual nestas esp?cies. O prop?sito deste trabalho foi avaliar a ontogenia do dimorfismo sexual em cinco esp?cies de guaribas intimamente relacionadas: Alouatta seniculus, A. juara, A. macconnelli, A. puruensis e A. nigerrima, e estabelecer um m?todo para a identifica??o de classes et?rias mais precisas nestes animais. Foram mensuradas 25 vari?veis cranianas e tr?s do osso hi?ide de 329 esp?cimes, e foi examinada a colora??o da pelagem de 192 indiv?duos de todas as idades, para an?lises com enfoque ontogen?tico. Teste t de Student foi aplicado para a verifica??o de dimorfismo sexual nas classes et?rias, e An?lise da Fun??o Discriminante (AFD) foi empregada para se observar a signific?ncia dos agrupamentos et?rios em rela??o ?s vari?veis craniom?tricas. ANOVA, seguida do Teste de Tukey para compara??o m?ltipla entre m?dias...

Biologia reprodutiva e alimentar de Liophis reginae semilineatus (Wagler,18424) e Liophis taeniogaster jan, 1863 (Serpentes, Colubridae, Xenodontinae) da Amaz?nia oriental, Brasil

CASTRO, Luiz Paulo Printes Albarelli de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36%
O presente trabalho trata de um estudo detalhado sobre a biologia reprodutiva e alimentar de Liophis reginae semilineatus e Liophis taeniogaster, de popula??es restritas a Amaz?nia Oriental, atrav?s da an?lise de dimorfismo sexual, maturidade sexual, ciclo reprodutivo, fecundidade, composi??o da dieta e rela??es presa-predador. As duas esp?cies s?o simp?tricas, por?m n?o foram realizadas compara??es entre ambas, devido a dist?ncia filogen?tica (Moura-Leite, 2001), por apresentarem diferen?as quanto aos recursos alimentares e microh?bitats freq?entados (Cunha & Nascimento, 1993), sendo apresentadas em dois cap?tulos distintos, o primeiro tratando da biologia reprodutiva e alimentar de Liophis reginae semilineatus e o segundo cap?tulo tratando da biologia reprodutiva e alimentar de Liophis taeniogaster.

Revis?o taxon?mica de Liophis typhlus (Linnaeus, 1758) (Serpentes: Colubridae)

SILVA, M?rcio Andr? Amorim da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.13%
Liophis typhlus (Linnaeus, 1758) ? uma esp?cie de distribui??o restrita ? Am?rica do Sul, sendo reconhecida tr?s subesp?cies: Liophis typhlus typhlus encontrada nas florestas tropicais ao longo da bacia Amaz?nica, nos seguintes pa?ses: Equador, Bol?via, Col?mbia, Peru a Leste dos Andes, Norte e Leste da Venezuela, Guianas e Brasil; Liophis typhlus brachyurus presente na Mata Atl?ntica do Sudeste e nos cerrados do Centro-oeste brasileiros e no Paraguai; e Liophis typhlus elaeoides presente na bacia do Rio Paraguai, incluindo os Chacos do Sudeste da Bol?via, Norte do Paraguai e Centro-Oeste do Brasil. Com o objetivo de revisar taxonomicamente Liophis typhlus foram analisados 16 caracteres morfom?tricos e 19 mer?sticos de 240 esp?cimes. A osteologia craniana e a morfologia hemipeniana foram analisadas de forma comparativa entre os t?xons. Foram identificadas diferen?as sexuais significativas, utilizando o teste t. Foram realizadas An?lises de Fun??o Discriminante entre os esp?cimes dos t?xons estudados, com o intuito de analisar se, de maneira multivariada, as amostras s?o diferentes entre si e quais as vari?veis que estariam contribuindo para esta separa??o, a An?lise de Vari?ncia (MANOVA) foi utilizada entre os t?xons, para verificar diferen?as significativas entre eles. Foi evidenciada diferen?a significativa entre machos e f?meas dos exemplares de L. t. elaeoides...

Desenvolvimento do dimorfismo sexual em esp?cies de macacos-prego, g?nero Cebus Erxleben, 1777 (Primates, Cebidae)

MIRANDA, Cleuton Lima
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.2%
Os trabalhos sobre dimorfismo sexual em Cebus dispon?veis na literatura apontam Cebus apella como a esp?cie mais dim?rfica do g?nero. Contudo, vale ressaltar que diversas esp?cies de macacos-prego eram consideradas anteriormente subesp?cies de C. apella, sendo analisadas em conjunto nestes estudos. O arranjo taxon?mico que segui neste estudo considera tais t?xons como esp?cies v?lidas, com consider?vel grau de diferencia??o morfol?gica. A maior parte destes estudos utilizou somente exemplares adultos, assumindo que os indiv?duos cessariam seu crescimento assim que a sua denti??o estivesse completa. A falta de estudos sobre idades anteriores ? idade adulta pode resultar em um entendimento incompleto sobre a natureza do dimorfismo sexual, pois n?veis similares deste dimorfismo podem ser gerados por diferentes processos ontogen?ticos, refletindo causas evolutivas distintas. Com base nestas informa??es, os objetivos do presente estudo foram verificar as diferen?as sexuais cranianas e no grau de desenvolvimento dos tufos do capuz da cabe?a ao longo da ontogenia de seis esp?cies de macacos-prego, todas pertencentes ao subg?nero Sapajus (Cebus apella, C. macrocephalus, C. libidinosus, C. cay, C. nigritus e C. robustus) e confrontar os resultados obtidos entre as esp?cies para constatar se existem diferen?as interespec?ficas. Para tanto...

Dimorfismo sexual em esp?cies de macacos-aranha, g?nero Ateles ?. Geoffroy, 1806 (Atelidae), com distribui??o amaz?nica

MONTEIRO, Dijane Pantoja
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.52%
O estudo das diferen?as sexuais secund?rias em macacos-aranha (g?nero Ateles ?. Geoffroy, 1806) tem apresentado resultados controversos, principalmente em rela??o ao peso do corpo. Os resultados v?o desde positivamente dim?rficos, onde os machos s?o maiores que as f?meas, at? negativamente dim?rficos, com f?meas maiores que os machos. No entanto, sabe-se que o grupo apresenta o menor grau de dimorfismo entre os Atel?deos. Considerando que diferen?as sexuais em rela??o ? massa do corpo influenciam diretamente nas medidas cranianas do indiv?duo, foram realizadas compara??es de 25 medidas cranianas e tr?s medidas corp?reas de tr?s esp?cies de primatas do g?nero Ateles com distribui??o amaz?nica, A. paniscus, A. marginatus e A. chamek. Foram utilizadas amostras de exemplares adultos depositados em tr?s museus brasileiros. N?o havia amostras suficientes da esp?cie A. belzebuth para a realiza??o da an?lise. Al?m das an?lises morfom?tricas, foi realizada uma compara??o et?ria para o tamanho da faixa de p?los brancos da face dos exemplares de A. marginatus. As medidas cranianas foram comparadas entre os sexos atrav?s de an?lises multivariadas, (an?lise de componentes principais-ACP e an?lise discriminante-AD), enquanto que as medidas do corpo e da mancha frontal foram comparadas atrav?s da ANOVA. A esp?cie A. marginatus n?o apresentou diferen?as sexuais no padr?o de distribui??o dos p?los brancos da face...

Revis?o taxon?mica do g?nero Polycentrus M?ller & Troschel, 1848 (Perciformes; Polycentridae) com a descri??o de tr?s novas esp?cies

COUTINHO, Daniel Pires
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36%
O g?nero Polycentrus M?ller & Troschel ? revisado. Quatro esp?cies s?o reconhecidas P. schomburgkii redescrita e tr?s esp?cies novas descritas. A diagnose do g?nero ? ampliada baseada em dados mer?sticos, morfol?gicos e do colorido. Polycentrus ?Caxiuan??, do baixo Amazonas, diferencia-se pela borda ventral do inter-opercular totalmente serreada vs. lisa ou parcialmente serreada nos cong?neres, entre outros caracteres. Polycentrus n. sp. ?Rio Negro?, do m?dio Rio Negro, pelo osso lacrimal liso vs. serreado nos cong?neres mais a combina??o de outros caracteres n?o exclusivos. Polycentrus n. sp. ?Flechal?, da bacia do rio Araguari, diferencia-se por apresentar barra negra vertical no op?rculo vs. m?culas n?o formando barras nos cong?neres, mais a combina??o de outros caracteres n?o exclusivos. Uma chave dicot?mica para esp?cies, bem como coment?rios sobres caracteres exclusivos e compartilhados s?o apresentados.; ABSTRACT: The genus Polycentrus M?ller & Troschel is revised. Four species are recognized, P. schomburgkii is redescribed and three species are described as new. The genus diagnosis is enlarged based in meristic, morfology and colour pattern. Polycentrus n. sp. ?Caxiuan??, from Lowlands Amazon Bansin, is diagnosed by the totaly serrated interopercular edge vs. smooth or partialy serrated on the congeners. Polycentrus sp. n. ?Rio Negro? from midle rio Negro...

Habilidades sociais em portadores de anomalia da diferencia??o sexual

SARDINHA, Ana Paula de Andrade
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36%
O termo Habilidades Sociais (HS) ? usado para designar um conjunto de repert?rios comportamentais que envolvem intera??es sociais satisfat?rias. A maioria dos estudos publicados sobre essa tem?tica inclui a participa??o de crian?as e adolescentes, abordando situa??es em ambiente escolar. Poucos s?o os estudos voltados para a ?rea de sa?de, e, at? o momento, n?o foram localizadas pesquisas sobre HS realizadas com indiv?duos portadores de Anomalia da Diferencia??o Sexual (ADS). Esta anomalia se caracteriza pela malforma??o na genit?lia e/ou pela disfun??o das g?nadas, ocasionando caracter?sticas sexuais secund?rias n?o correspondentes ao sexo de cria??o. Estudos cl?nicos realizados com indiv?duos portadores de ADS t?m destacado a ocorr?ncia de d?ficits em habilidades sociais nesses indiv?duos, caracterizados pela fuga-esquiva de situa??es sociais aversivas. Neste trabalho, pretendeu-se caracterizar o repert?rio comportamental correspondente a HS em indiv?duos com ADS atendidos no ambulat?rio de um programa especializado de um hospital da rede p?blica de Bel?m, por meio de dois estudos complementares. No primeiro, foi realizado um estudo com delineamento transversal, com o objetivo de caracterizar comportamentos correspondentes a HS em indiv?duos com ADS. Participaram 9 adultos com mais de seis meses em tratamento. Foram utilizados: Roteiro de Entrevista...

Diagn??stico da S??ndrome de Turner: a experi??ncia do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia - Rio de Janeiro, de 1970 a 2008

Jung, Monica de Paula; Amaral, Jorge Luiz do; Fontes, Rosita Gomes; Costa, Aline Teixeira da; Wuillaume, Susana Maciel; Cardoso, Maria Helena Cabral de Almeida
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.1%
Objetivos: descrever a experi??ncia no diagn??stico da S??ndrome de Turner (ST), focalizando a distribui????o dos cromossomos, a idade, os sinais e sintomas caracter??sticos, conforme as fases da vida (lact??ncia, inf??ncia, adolesc??ncia e adulta). M??todos: estudo descritivo com 178 pacientes, atendidos de 1970 at?? 2008. Para an??lise estat??stica das diferen??as percentuais usou-se o Epi-Info-2000 e para as diferen??as entre as m??dias de idades o teste t de Student e o ANOVA. Resultados: os cari??tipos encontrados foram: 79 com 45,X (35,4%), 36 com isocromossomo Xq (20,2%) e 63 com outros mosaicos (35,4%). A m??dia de idade do diagn??stico foi de 12,6 anos, sendo menor naquelas com 45,X. Tiveram o diagn??stico feito na lact??ncia 11,3% das pacientes, 25,3% na inf??ncia, 51,1% na adolesc??ncia e 12,4% na fase adulta. Daquelas diagnosticadas antes dos cinco anos de idade, 70,6% apresentaram 45,X. Os sinais que levaram ?? suspeita diagn??stica na lact??ncia foram o pesco??o alado e o linfedema cong??nito de p??s/m??os associados ??s dismorfias t??picas; na inf??ncia e adolesc??ncia foi a baixa estatura. Cubitus valgus foi encontrado em 72,5% das pacientes e orelhas an??malas em 65% das pacientes diagnosticadas com menos de um ano de idade. Conclus??o: o diagn??stico da ST ?? desnecessariamente atrasado...

Mecanismos de sele????o sexual em Betta Splendens (R$, 1910): a influ??ncia de caracter??sticas sexuais secund??rias e da disponibilidade de recurso na prefer??ncia das f??meas

Ara??jo, Ezequias dos Santos; Dias, Raphael Igor
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.37%
A sele????o sexual ?? um mecanismo evolutivo respons??vel pelo surgimento de estruturas de ornamenta????o e comportamentos extremamente elaborados. A explica????o para esses fen??menos est?? associada ??s prefer??ncias por determinados tipos de sinaliza????o que indicam, muitas vezes, a condi????o corporal, qualidade gen??tica ou parental dos indiv??duos que as apresentam. O Betta splendens (Regan, 1910) ?? uma esp??cie de peixe polim??rfica e com dimorfismo sexual. Os machos s??o, normalmente, maiores e mais vistosos (devido ?? diferen??a de tamanho nas nadadeiras) do que as f??meas. No presente estudo, investigou-se se os padr??es de prefer??ncia das f??meas s??o influenciados pelas caracter??sticas sexuais secund??rias dos machos ou pela presen??a de um potencial recurso utilizado na reprodu????o (suporte para o ninho). Observou-se que na primeira etapa dos experimentos n??o houve resultados significativos tanto na avalia????o da prefer??ncia em rela????o ao tamanho quanto ?? colora????o. Na segunda etapa, constatou-se que a presen??a de recurso influenciou os padr??es de escolha e prefer??ncia da f??mea, uma vez que preferiram os machos mais escuros em 08 de 10 casos, havendo um efeito significativo em rela????o ?? colora????o vermelha...

Mecanismos de sele????o sexual em Betta Splendens (REGAN, 1910): a influ??ncia de caracter??sticas sexuais secund??rias e da disponibilidade de recurso na prefer??ncia das f??meas

Ara??jo, Ezequias dos Santos; Dias, Raphael Igor
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.37%
A sele????o sexual ?? um mecanismo evolutivo respons??vel pelo surgimento de estruturas de ornamenta????o e comportamentos extremamente elaborados. A explica????o para esses fen??menos est?? associada ??s prefer??ncias por determinados tipos de sinaliza????o que indicam, muitas vezes, a condi????o corporal, qualidade gen??tica ou parental dos indiv??duos que as apresentam. O Betta splendens (Regan, 1910) ?? uma esp??cie de peixe polim??rfica e com dimorfismo sexual. Os machos s??o, normalmente, maiores e mais vistosos (devido ?? diferen??a de tamanho nas nadadeiras) do que as f??meas. No presente estudo, investigou-se se os padr??es de prefer??ncia das f??meas s??o influenciados pelas caracter??sticas sexuais secund??rias dos machos ou pela presen??a de um potencial recurso utilizado na reprodu????o (suporte para o ninho). Observou-se que na primeira etapa dos experimentos n??o houve resultados significativos tanto na avalia????o da prefer??ncia em rela????o ao tamanho quanto ?? colora????o. Na segunda etapa, constatou-se que a presen??a de recurso influenciou os padr??es de escolha e prefer??ncia da f??mea, uma vez que preferiram os machos mais escuros em 08 de 10 casos, havendo um efeito significativo em rela????o ?? colora????o vermelha...

Mecanismos de sele????o sexual em Betta splendens (Regan, 1910): a influ??ncia de caracter??sticas sexuais secund??rias e da disponibilidade de recurso na prefer??ncia das f??meas

Ara??jo, Ezequias dos Santos; Dias, Raphael Igor
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.37%
A sele????o sexual ?? um mecanismo evolutivo respons??vel pelo surgimento de estruturas de ornamenta????o e comportamentos extremamente elaborados. A explica????o para esses fen??menos est?? associada ??s prefer??ncias por determinados tipos de sinaliza????o que indicam, muitas vezes, a condi????o corporal, qualidade gen??tica ou parental dos indiv??duos que as apresentam. O Betta splendens (Regan, 1910) ?? uma esp??cie de peixe polim??rfica e com dimorfismo sexual. Os machos s??o, normalmente, maiores e mais vistosos (devido ?? diferen??a de tamanho nas nadadeiras) do que as f??meas. No presente estudo, investigou-se se os padr??es de prefer??ncia das f??meas s??o influenciados pelas caracter??sticas sexuais secund??rias dos machos ou pela presen??a de um potencial recurso utilizado na reprodu????o (suporte para o ninho). Observou-se que na primeira etapa dos experimentos n??o houve resultados significativos tanto na avalia????o da prefer??ncia em rela????o ao tamanho quanto ?? colora????o. Na segunda etapa, constatou-se que a presen??a de recurso influenciou os padr??es de escolha e prefer??ncia da f??mea, uma vez que preferiram os machos mais escuros em 08 de 10 casos, havendo um efeito significativo em rela????o ?? colora????o vermelha...

Escolha de parceiros sexuais e investimento parental: uma perspectiva desenvolvimental; Mate selection and parental investment: a developmental approach

Borrione, Roberta Tavares de Melo; Lordelo, Eulina da Rocha
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 13/10/2005 POR
Relevância na Pesquisa
36.3%
Este artigo apresenta duas teorias acerca da escolha de parceiro(a)s sexuais, assim como suas implicações para a Psicologia do Desenvolvimento. O campo de investigação objetiva explicar os mecanismos envolvidos na escolha de parceiro(a)s sexuais - atração sexual, desenvolvimento de vínculos e estabelecimento de relações duradouras. A Teoria da Estratégia Sexual possui como principal premissa o conceito de estratégia, que considera o comportamento humano como direcionado para objetivos específicos e para solucionar problemas de acasalamento, oriundos do ambiente evolucionário de adaptação da história humana. A adaptação decorre do contexto, especialmente da natureza das estratégias de acasalamento - curto ou longo prazo. Essas estratégias utilizariam o investimento parental como mecanismo psicológico de escolha de parceiro(a)s. Uma abordagem desenvolvimental, sobreposta à primeira, prioriza formação e manutenção de vínculos entre parceiro(a)s sexuais, proveniente de dois fatores: o primeiro constitui-se num mecanismo de escolha exaptado do mecanismo de apego e o segundo baseia-se nas características propensão...