Página 1 dos resultados de 4641 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Hematotoxicidade por xenobióticos do tipo hidrocarbonetos aromáticos em camundongos AIRmax e AIRmin.; Hematotoxicity for xenobiotics of the type polycyclic aromatic hydrocarbon in mice AIRmax and AIRmin.

Katz, Iana Suly Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37%
Camundongos tratados com DMBA, hidrocarboneto policíclico aromático (HPA), diminuem células da medula óssea (MO) e baço. Este processo envolvido na metabolização dos HPA depende da ativação do receptor aryl hidrocarboneto (Ahr). Duas linhagens de camundongos selecionados geneticamente para máxima (AIRmax) ou mínima (AIRmin) resposta inflamatória aguda (AIR) à uma substância não imunogênica difere quanto a susceptibilidade a indução por DMBA. Examinamos os efeitos do DMBA na MO. Somente camundongos AIRmin tratados com uma dose de 50mg/kg ip de DMBA depleta o total de células na MO. Células Mielóides e células B de camundongos AIRmin tratados com DMBA perdem a capacidade proliferativa depois do tratamento in vitro com GM-CSF e LPS, respectivamente. Por outro lado camundongos AIRmax e AIRmin são igualmente susceptíveis aos efeitos tóxicos dos metabólitos do benzeno (75mg/Kg fenol/hidroquinona durante 3 dias/2x dia). Observamos um aumento na expressão de CYP1A1 e Ahr nas células da MO as 12hs nos AIRmin e supressão as 24hs nos AIRmax após tratamento com DMBA. Ahr e principalmente CYP1A1 podem mediar a toxicidade das células da MO nos AIRmin.; In mice treated with DMBA, Polycyclic Aromatic Hydrocarbon (PAH)...

Efeitos do resíduo da queima de óleo diesel (ROFA) e da inflamação pulmonar alérgica crônica em três linhagens de camundongos; Effects of residual diesel oil fly ash (ROFA) and pulmonary allergic chronic inflammation in tree lines of mice

Costa, Fernanda Magalhães Arantes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37%
Neste estudo, foram realizados três experimentos distintos (1) analisando os efeitos da administração de material particulado em camundongos BALB/c com inflamação pulmonar alérgica crônica induzida por ovalbumina; (2) comparando camundongos AIRmax e AIRmin com inflamação pulmonar alérgica crônica induzida por ovalbumina; (3) comparando camundongos AIRmax e AIRmin que receberam material particulado (resíduo da queima de óleo diesel - ROFA) por via intranasal. Para a indução da inflamação pulmonar alérgica crônica, os camundongos foram sensibilizados com ovalbumina (OVA) através de duas injeções intraperitoneais de alérgeno com o adjuvante hidróxido de alumínio (dias 0 e 14) e quatro inalações de OVA 1% (dias 22, 24, 26 e 28). Os animais que foram expostos ao material particulado, receberam ROFA (60 ?g) nos dias 0, 2, 4 e 6 no experimento do efeito do material particulado ou nos dias dos desafios com OVA no experimento do efeito da administração de material particulado em animais com inflamação pulmonar induzida pela OVA. Os grupos controle foram tratados com solução salina 0,9 % seguindo o mesmo protocolo. Quarenta e oito horas após o último desafio, a responsividade pulmonar foi medida por broncoprovocação àr metacolina através da pletismografia de corpo inteiro...

Estudo microbiológico fecal de linhagens de camundongos, de estirpes de E. coli e do meio ambiente em biotérios; Fecal microbiologic study of mice lineages, E. coli strains and the environment in laboratory animal facilities

Minagawa, Clarice Yukari
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37%
Os camundongos têm sido amplamente utilizados na experimentação desde o século XVII, devendo sua qualidade microbiológica ser pesquisada e mantida, para evitar que eles adoeçam ou morram durante o experimento, não transmitam zoonoses e para que os resultados apresentados no experimento sejam confiáveis. A Escherichia coli faz parte da microbiota entérica dos mamíferos, podendo algumas linhagens causar infecções. As estirpes patogênicas apresentam diferentes fatores de virulência, como as endotoxinas, adesinas, enterotoxinas, fator citotóxico necrosante e as hemolisinas. Este trabalho teve como objetivos: analisar as microbiotas aeróbias bacteriana e fúngica presentes no intestino das linhagens de camundongos Swiss, C57BL/6, BALB/c, C3H/HePas, C3H/HeJ, MDX e YCx43, verificando se existem diferenças entre elas; avaliar a suscetibilidade "in vitro" frente aos antimicrobianos das E. coli isoladas, verificando se existem diferenças entre as linhagens; verificar a ocorrência de resistência a múltiplos antimicrobianos nas E. coli isoladas; pesquisar os fatores de virulência das E. coli isoladas, também investigando se existem diferenças destes entre as linhagens estudadas; identificar os microrganismos presentes nos diferentes ambientes em que estes animais são mantidos...

Inflamação e remodelamento pulmonar em camundongos com sensibilização alérgica em diferentes idades: um estudo comparativo; Inflammation and remodeling in infantile, juvenile and adult allergic sensitized mice

Carnieli, Denise Simão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
A prevalência mundial de asma na infância é alta. Alterações estruturais das vias aéreas são observadas na asma, e podem ocorrer precocemente na infância. Este estudo tem como objetivo comparar os resultados de um modelo de sensibilização alérgica, em camundongos de diferentes idades. Para tanto foram utilizados camundongos Balb/C pré-desmamados, jovens e adultos. O grupo de animais pré desmamados foram divididos em outros dois grupos (18D 18D1), sendo que ambos foram sensibilizados com duas injeções intraperitoneal (i.p.) de 10 g ovalbumina (OVA) no 5º e 7º dia de vida. Após, o primeiro grupo de camundongos pré desmamados foram submetidos a 01 (um) desafio, este consistente em receberem inalações por 3 dias consecutivos, a 3% de OVA, por 10 minutos, nos dias 14, 15 e 16. O segundo grupo de camundongos pré desmamados foram submetidos 02 (dois) desafios, estes nos dias 09, 10 e 11; e 14, 15 e 16 dias de vida. O grupo de camundongos jovens (40D) receberam as mesmas inalações nos dias 22 a 24 e depois nos dias 36 a 38. Um quarto grupo de camundongos, denominados adultos (100D), foram sensibilizados com 10 g OVA i.p. nos dias 60 e 62 de vida; e também recebendo inalações por 3 dias consecutivos a 3% de OVA, por 10 minutos...

Efeitos da exposição ao etanol em camundongos adolescentes e adultos: comportamentos relacionados à recompensa, sensibilização comportamental e o papel dos sistemas dopaminérgico e glutamatérgico.; Effects of ethanol exposure in adolescent and adult mice: behaviors related to reward, behavioral sensitization and the role of the dopaminergic and glutamatergic systems.

Nascimento, Priscila Fernandes Carrara do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37%
O uso de drogas de abuso inicia-se principalmente na adolescência, um período em que o sistema nervoso central está passando por mudanças maturacionais neuroquímicas e neuroanatômicas. Assim, o objetivo desse projeto foi avaliar efeitos comportamentais e neuroquímicos da exposição ao etanol em camundongos adolescentes e adultos. O presente projeto investigou: o desenvolvimento da sensibilização comportamental ao etanol em camundongos adolescentes e adultos; possíveis alterações na sinalização dopaminérgica e glutamatérgica no núcleo accumbens e estriado de camundongos sensibilizados ao etanol durante a adolescência; participação da via AMPc/PKA na sensibilização comportamental ao etanol em camundongos adolescentes e adultos; efeitos reforçadores do etanol em camundongos adolescentes e adultos por meio do modelo de auto-administração; efeitos reforçadores do etanol utilizando-se o aparelho de preferência condicionada de lugar, que possibilita a quantificação do tempo de permanência do animal no ambiente associado aos efeitos da droga; efeito de intoxicações crônicas seguidas de abstinência no padrão de consumo.; The use of drugs of abuse begins mainly in adolescence, a period in which the central nervous system is undergoing neurochemical and neuroanatomical maturation changes. Thus...

N-acetilcisteína melhora os fenótipos renal e cardíaco e reduz o peso corpóreo em camundongos císticos deficientes em Pkd1; N-acetylcysteine improves renal and cardiac phenotypes and reduces body weight in Pkd1-deficient cystic mice

Moyses, Zenaide Providello
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Estudos experimentais e clínicos amparam a participação do estresse oxidativo na progressão da doença renal na doença renal policística autossômica dominante (DRPAD). A administração do agente antioxidante N-acetilcisteína (NAC), por sua vez, apresenta efeitos benéficos em vários modelos animais de injúria renal. Neste estudo, utilizamos um camundongo cístico gerado por meio do cruzamento de uma linhagem portadora de um alelo floxed Pkd1 com outra que expressa nestin-Cre para avaliar os efeitos da NAC sobre um modelo ortólogo à DRPAD humana. O tratamento de longo prazo com NAC foi iniciado na concepção, nascimento, desmame ou oito semanas de idade, de modo a permitir a avaliação de seus efeitos em diferentes fases da vida. Nossas análises revelaram que a administração de NAC reduziu o nível de substâncias reativas com ácido tiobarbitúrico e aumentou o de glutationa nos rins de camundongos císticos tratados com NAC desde a concepção (Ci-NAC-Conc) comparados a animais císticos não tratados (Ci-Co). A excreção urinária de óxido nítrico também foi maior em camundongos císticos tratados com NAC. Animais Ci-NAC-Conc apresentaram ureia sérica, número de cistos renais, índice cístico e fibrose intersticial renal mais baixos que os camundongos Ci-Co. Animais Ci-NAC-Conc apresentaram...

Modelo experimental de conjuntivite alérgica crônica em camundongos; Experimental model of chronic allergic conjunctivitis in murines

Machado, Marco Antonio de Campos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
INTRODUÇÃO: A conjuntivite alérgica é a forma mais comum de doença alérgica que afeta o olho. Neste trabalho, desenvolvemos um modelo murino reprodutível e simular a doença humana, para possibilitar o estudo dos mecanismos fisiopatológicos da conjuntivite alérgica crônica. MÉTODOS: Imunizamos os camundongos BALB/c e C57Bl/6 com extrato do ácaro Dermatophagoides pteronyssinus (Dpt). Foi realizada a dissecção dos linfonodos ilíacos e para-aórticos, e a enucleação dos olhos. O plasma obtido pela punção cardíaca foi utilizado para a dosagem de IgE e IgG totais e específicas para Dpt. Os olhos enucleados foram enviados para estudo anátomo-patológico da conjuntiva e córnea. RESULTADOS: 1) Houve uma diferença estatisticamente significante entre as duas linhagens (BALB/c e C57Bl/6) para os grupos imunizados com 5 ?g e 500 ?g na gradação clínica e histopatológica, dosagens de IgE Total e Específica, proliferação de linfócitos específica para Dpt e IgG Específica, e na dosagem das IL-5, IL-8 e IL-13; 2) Os níveis de IgG Total não se mostraram significantes para as duas linhagens nos grupos imunizados com 5 ?g e 500 ?g; 3) Os níveis de IL-4 e IL-10 tiveram uma diferença significante nos animais da linhagem BALB/c imunizados com 5 ?g e 500 ?g...

Modelo experimental de metástases pulmonares de melanoma murino B16-F10 em camundongos C57BL/6N com células tronco mesenquimais de pulmão de camundongo C57BL/6N transgênico

Junqueira Junior, Gerson
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37%
O melanoma cutâneo representa 1 a 3% de todas as neoplasias malignas. Sua incidência vem aumentando em várias partes do mundo, inclusive no Brasil. Em 2005, conforme dados obtidos a partir dos Registros de Base Populacional de algumas grandes capitais brasileiras, incluindo Porto Alegre, a incidência de melanoma cutâneo chegou a 5,2 por 100 mil habitantes. Sua forma metastática é, na maioria das vezes, incurável, com taxas de sobrevida em 5 anos menores que 5% e de sobrevida mediana em torno de 4 meses. O órgão mais freqüentemente acometido pela disseminação metastática do melanoma cutâneo é o pulmão (18-36%). O arsenal terapêutico disponível para o tratamento da doença avançada traz resultados insatisfatórios, estimulando a realização de estudos experimentais com novas drogas. Um modelo experimental com bastante aplicabilidade para esses estudos é o de metástases pulmonares de melanoma cutâneo. A linhagem celular selecionada para o experimento foi a variante F10 do melanoma murino B16. Seu cultivo em laboratório apresenta rápido crescimento e é facilmente transplantada em camundongos C57BL/6N, com alta capacidade de disseminação metastática. Como as células tronco mesenquimais possuem efeito imunomodulador...

Resposta humoral, recuperação bacteriana e lesões histológicas em camundongos geneticamente selecionados para bons e maus produtores de anticorpos e Balb/c, frente à infecção por Leptospira interrogans sorovar icterohaemorrhagiae

Marinho, Márcia; Langoni, Helio; Oliveira, Silvio Luis; Carreira, Rodrigo; Perri, Silvia H.V.; Luvizoto, Maria Cecilia
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 5-12
POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); O presente trabalho teve por finalidade associar a cinética da resposta humoral à recuperação de leptospiras viáveis e à intensidade das lesões teciduais em camundongos geneticamente selecionados para bons (High) e maus (Low) produtores de anticorpos (seleção IV-A), além de camundongos outbreed, Balb/c, inoculados com amostra patogênica de Leptospira interrogans sorovar icterohaemorrhagiae. As linhagens High e Low (seleção IV-A) apresentam modificações em alguns compartimentos da resposta imune, principalmente em relação à atividade macrofágica, representando fenótipos extremos encontrados em populações naturais heterogêneas. Os camundongos foram sacrificados em oito momentos após a infecção. A análise dos resultados revelou que a partir do 7º dia após a infecção, os camundongos da linhagem High apresentaram elevação nos títulos de anticorpos estatisticamente significantes quando comparados aos camundongos da linhagem Low, mantendo assim o efeito multiespecífico. Os camundongos Balb/c apresentaram resultados intermediários entre as duas linhagens. A produção de anticorpos colaborou como fator limitante à infecção, pois quando obteve-se maior recuperação de leptospiras...

Efeito antiinflamatorio da S-nitroso-N-acetilcisteina (SNAC) na hipertrofia ventricular esquerda (HVE) em camundongos hipercolesterolemicos knockout para o receptor de LDL (LDLr-/-); Anti-inflamatory effect of the S-nitroso-N-acetyleysteine (SNAC) on left ventricular hypertrophy in hypercholesterolemic LDLr/mice

Jose Antonio Dias Garcia
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
Recentemente demonstrou-se que S-nitroso-N-acetilcisteína (SNAC) atenua o desenvolvimento da placa de aterosclerose na aorta em cerca de 55% de camundongos deficientes do receptor de lipoproteína de baixa densidade (LDLr-/-). O presente estudo teve como objetivo: i) verificar se a deleção do gene do receptor de LDL pode alterar o perfil hemodinâmico e a resposta inotrópica do coração a agentes adrenérgicos; ii) determinar a capacidade do SNAC na prevenção das alterações estruturais e funcionais do miocárdio e; iii) verificar o efeito do SNAC na pressão arterial de camundongos hipercolesterolêmicos. Camundongos machos C57BL6 (Wild Type = WT) e camundongos LDLr-/- (S) foram alimentados com dieta comercial por 15 dias. Em relação aos camundongos WT, os camundongos S apresentaram aumento de 11% na pressão arterial, diminuição de 62% na contratilidade do átrio esquerdo, e aumento na expressão do CD40L e redução na expressão de NOSe no tecido ventricular esquerdo. Camundongos LDLr-/- alimentados com dieta enriquecida em 1,25% de colesterol, 20% de gordura e 0,5% de ácido cólico por 15dias (Chol) apresentaram hipertrofia ventricular esquerda (HVE) comparados aos camundongos S, a qual foi caracterizada por: a) aumento de 1...

Expressão temporal dos genes de regeneração (REG1/REG2) e receptores Toll-Like associados com o estresse oxidativo em ilhotas de camundongos NOD (non obese diabetic) durante a diabetogênese; Temporal expression of regenerating genes (REG1/REG2) and Tolllike receptors associated with oxidative stress in islets of NOD mice (non obese diabetic) during diabetogenesis

Denise Pedrosa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37%
Empregando a linhagem de camundongos NOD (non-obese diabetic) de desenvolvimento espontâneo do diabetes mellitus tipo 1 (DM-1) e a linhagem NOD.Scid como controle, foi realizada a análise da expressão dos genes de regeneração Reg1 e Reg2 e a sua relação com a expressão dos Receptores Toll-Like (TLRs), além da análise do estresse oxidativo em ilhotas pancreáticas. Foram avaliados animais durante o desenvolvimento do diabetes com 2, 8 e 24 semanas de vida, além de camundongos diabéticos e do controle NOD.Scid. Houve aumento progressivo da insulite e do estresse oxidativo em função do tempo, além da diminuição drástica do número de ilhotas verificado em camundongos diabéticos. Os genes Reg1 e Reg2 apresentaram aumento da expressão em ilhotas pancreáticas de camundongos com 2 semanas de vida e nos animais diabéticos, assim como no controle NOD.Scid. Os receptores TLR2, TLR4, TLR5 e TLR6 foram expressos, com aumento significativo em animais com 8 e 24 semanas de vida, exceto para o TLR2 que apresentou expressão gênica reduzida em camundongos de 24 semanas de vida, sugerindo envolvimento na indução da fase de insulite. O animal diabético apresentou expressão reduzida em todos os TLRs analisados e expressão elevada dos genes Reg1 e Reg2 em ilhotas pancreáticas. Além disso...

Effect of parathyroid hormone (PTH) in odontoblast-like cells and in the tertiary dentinogenesis in mice = : Efeito do hormônio paratireóideo (PTH) em linhagem de odontoblastos e na dentinogênese terciária em camundongos; Efeito do hormônio paratireóideo (PTH) em linhagem de odontoblastos e na dentinogênese terciária em camundongos

Gustavo Narvaes Guimarães
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
O hormônio paratireóideo (PTH) é o principal regulador da homeostasia dos íons minerais, cálcio e fosfato, no organismo, exercendo um papel chave no desenvolvimento e homeostase dos tecidos mineralizados. Recentemente nós demonstramos que durante a formação do incisivo de camundongos, a administração intermitente de PTH causou um aumento da taxa de aposição dentinária e resultou em mudanças nas propriedades mecânicas e materiais da dentina formada. Com isso, os estudos apresentados aqui se propuseram a investigar: 1) Os efeitos da exposição transiente (1 ou 24h/ciclo) ou contínua (48h) ao hPTH(1-34) na deposição mineral, na expressão gênica de Fosfatase Alcalina (ALP), Metaloproteinase 2 (MMP2), Biglican (BGN) e Colágeno tipo I (COL1), e na atividade de MMP2 e ALP em odontoblastos MDPC-23; 2) A participação das vias de sinalização dependentes de proteína quinase A (PKA) e proteína quinase C (PKC) na resposta proliferativa e apoptótica de odontoblastos MDPC-23 a diferentes tempos de exposição ao hPTH(1-34) (1, 24 ou 48 horas); 3) O efeito do tratamento do hPTH(1-34) na espessura dos cristais minerais formados durante a odontogênese de incisivos de camundongos. 4) Os efeitos da administração intermitente de hPTH(1-34) na dentinogênese terciária em camundongos. Os resultados mostram que a exposição transiente ao PTH diminuiu a deposição mineral e atividade de ALP. Já as expressões gênicas de ALP...

Tratamento in vivo e in vitro com a associação de n-ateilcisteina e deferoxamina em camundongos distróficos; In vivo and in vitro treatment with n-acetylcysteine and deferoxamine in dystrophic mice

Luis Henrique Rapucci Moraes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Devido ao fato dos camundongos mdx, modelo experimental da distrofia muscular de Duchenne, apresentarem peroxidação lipídica da membrana causada pelo aumento da produção espécies reativas de oxigênio (EROs) no período que antecede o início da degeneração das fibras musculares, sugere-se que o estresse oxidativo pode ser um dos mecanismos primários da degeneração muscular distrófica, ao invés de ser um efeito secundário deste processo. Camundongos mdx tratados com o antioxidante N-acetilcisteína (NAC) apresentaram diminuição da degeneração muscular. De acordo com a literatura a associação de NAC com Deferoxamina (DFX) produz resultado mais efetivo contra o estresse oxidativo do que a administração de NAC isoladamente. Desta forma, o objetivo do presente estudo foi de verificar, através de análises morfológica, celular e bioquímica, se o tratamento in vivo e in vitro com a associação de NAC e DFX diminui a produção das EROs. Para os estudos in vivo foram utilizados camundongos C57BL/10 (grupo controle) e camundongos mdx, com 14 dias de vida pós-natal. Os camundongos mdx e C57BL/10 foram divididos em 4 grupos experimentais: tratados com salina, tratados com NAC+DFX, tratados com DFX e tratados com NAC (150 mg/kg) por 14 dias. Todos os animais foram submetidos à análise de medida de força. Os músculos Esternomastóideo (STN)...

Estudo morfológico no músculo gastrocnêmio de camundongos C57 BL10 submetidos à ingestão prolongada de etanol

Silva,João Batista Guedes e; Lisboa,Jorge A. da Costa; Freitas,Marcos R. G.; Nascimento,Osvaldo J. M.
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1996 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Os efeitos do alcoolismo crônico no músculo gastrocnêmio de camundongos bem nutridos foram estudados morfologicamente com a finalidade de se avaliar a hipótese de que o etanol exerce um papel tóxico direto sobre o músculo esquelético. Foram usados 30 camundongos C57BL10 machos, adultos jovens, divididos em dois grupos: Grupo A (controle) consistindo de 10 camundongos que beberam água e Grupo B (alcoólico) de 20 camundongos que beberam etanol a 25%. Todos os animais receberam" uma ração balanceada de laboratório e foram mantidos nesse regime ad libitum nas mesmas condições ambientais durante 48 semanas e pesados uma vez por semana. O consumo diário de dieta e a ingestão calórica foram calculados tendo os animais apresentado substancial ganho de peso, não mostrando qualquer sinal de desnutrição. Ao final do experimento os animais foram sacrificados para estudos morfológicos. Pela microscopia óptica não foram encontradas alterações. Importantes anormalidades foram observadas pela microscopia eletrônica em todos os espécimens.O retículo sarcoplasmático mostrou-se freqüentemente dilatado, resultando na formação de grandes vesículas e envolvendo as cisternas terminais com deslocamento das tríades. Áreas de estreitamento...

Isolamento do Toxoplasma gondii de exsudato peritoneal e órgãos de camundongos com infecção experimental

Jamra,Ligia M. Ferreira; Vieira,Mônica de Paula L.
Fonte: Instituto de Medicina Tropical Publicador: Instituto de Medicina Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1991 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Foram examinados exsudatos peritoneais e órgãos (cérebro, coração, pulmão e músculo estriado) de 53 camundongos infectados experimentalmente pelo Toxoplasma gondii, sendo 21 na fase aguda e 32 na crônica. Camundongos albinos, machos, de cerca de 25 g e 2 meses de idade foram inoculados, por via intraperitoneal, com 0,5 ml de exsudato peritoneal (taquizoitas) ou macerado de cérebro (cistos) de camundongos previamente infectados. O exame a fresco foi feito no exsudato peritoneal, entre 3 e 12 dias após inoculação e no cérebro, após 10 dias. Foram realizadas inoculações de macerados de órgãos em novos camundongos (repiques) para a recuperação do parasita no exsudato ou no cérebro. Na infecção aguda as positividades foram, ao exame a fresco: exsudato peritoneal 19/19, pulmão 12/14, músculo 6/9, coração 4/9 e cérebro 1/3. Após inoculação: exsudato peritoneal 5/5, cérebro 2/2, coração 19/19, pulmão 13/13 e músculo 14/17. Após estes últimos resultados foram registrados 9 novos órgãos positivos. A positividade final (igual à recuperação do parasita) foi: exsudato peritoneal 19/19 (100%), coração 15/17 (88,5%), músculo 12/14 (85,7%), pulmão 14/14 (100%) e cérebro 2/3 (66,6%). Na infecção crônica...

Resposta humoral, recuperação bacteriana e lesões histológicas em camundongos geneticamente selecionados para bons e maus produtores de anticorpos e Balb/c, frente à infecção por Leptospira interrogans sorovar icterohaemorrhagiae

Marinho,Márcia; Langoni,Helio; Oliveira,Silvio Luis; Carreira,Rodrigo; Perri,Silvia H.V.; Luvizoto,Maria Cecilia
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.07%
O presente trabalho teve por finalidade associar a cinética da resposta humoral à recuperação de leptospiras viáveis e à intensidade das lesões teciduais em camundongos geneticamente selecionados para bons (High) e maus (Low) produtores de anticorpos (seleção IV-A), além de camundongos outbreed, Balb/c, inoculados com amostra patogênica de Leptospira interrogans sorovar icterohaemorrhagiae. As linhagens High e Low (seleção IV-A) apresentam modificações em alguns compartimentos da resposta imune, principalmente em relação à atividade macrofágica, representando fenótipos extremos encontrados em populações naturais heterogêneas. Os camundongos foram sacrificados em oito momentos após a infecção. A análise dos resultados revelou que a partir do 7º dia após a infecção, os camundongos da linhagem High apresentaram elevação nos títulos de anticorpos estatisticamente significantes quando comparados aos camundongos da linhagem Low, mantendo assim o efeito multiespecífico. Os camundongos Balb/c apresentaram resultados intermediários entre as duas linhagens. A produção de anticorpos colaborou como fator limitante à infecção, pois quando obteve-se maior recuperação de leptospiras, na fase inicial da infecção...

Papel de HSP70 de Toxoplasma gondii como antígeno vacinal e como ferramenta diagnóstica de toxoplasmose em camundongos BALB/c e C57BL/6

Barenco, Paulo Victor Czarnewski
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Toxoplasma gondii é um parasita intracelular obrigatório de animais homeotérmicos que expressa a proteína de choque térmico de 70 kDa (TgHSP70) durante a conversão de estágios. TgHSP70 é uma proteína com elevado potencial antigênico e sua presença no curso da infecção é um sinal de perigo para o hospedeiro. O objetivo deste trabalho foi avaliar o papel da TgHSP70 como ferramenta alternativa para o diagnóstico de toxoplasmose ativa, detectando a proteína, anticorpos específicos e complexos imunes (CI) circulantes em infecção experimental pelo parasita. Além disso, avaliamos a localização da proteína em taquizoítas de T. gondii e o papel dessa como antígeno vacinal. Deste modo, TgHSP70 recombinante foi purificada de E. coli e foi utilizada na imunização de galinhas e Calomys callosus para produção de anticorpos específicos anti-TgHSP70. Foi observado por imunofluorescência que TgHSP70 esta presente no citoplasma de taquizoítas e que esta pode estar associada com a membrana plasmática interna, sendo demonstrado por immunoblotting e ELISA que TgHSP70 não é secretada por T. gondii. A imunização de camundongos BALB/c e C57BL/6 com TgHSP70 apenas, não induziu proteção quando esses animais foram desafiados 30 dias após com as cepas RH ou ME-49 de T. gondii. Foi observado também que células de baço de animais não imunizados proliferam in vitro quando estimuladas com TgHSP70. Além disso...

Camundongos hiperlipidemicos transgenicos para a apolipoproteina-III tem aumento de catabolismo corporal e atividade do canal mitocondrial de 'K POT.+' sensivel a ATP; Hyperlipidemic mice present enhance catabolism and higher mitochondrial ATP-sensitive K+ channel activity

Luciane Carla Alberici
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
Alterações no metabolismo energético mitocondrial promovidas por proteínas desacopladoras (UCPs) são frequentemente encontradas em desordens metabólicas. Recentemente demonstramos que camundongos hipertrigliceridêmicos (HTG) apresentam uma respiração mitocondrial de repouso elevada, não relacionada a UCPs. Neste trabalho, nós elucidamos o mecanismo responsável por esta elevação da respiração de repouso e demonstramos algumas conseqüências dessa resposta mitocondrial à hiperlipidemia no fígado e no metabolismo corporal total. Resultados: Mitocôndrias isoladas de fígados e de células mononucleares de baço de camundongos HTG apresentaram velocidades respiratórias elevadas comparadas aos camundongos controles. Mudanças no consumo de oxigênio em mitocôndrias de fígados de camundongos HTG foram sensíveis a ATP, diazóxido e ácido 5-hidroxidecanóico (5-HD) indicando que o consumo pode ser atribuído à atividade dos canais de K+ sensíveis a ATP (mitoKATP). Do mesmo modo, as mitocôndrias HTG apresentaram um maior inchamento na presença de íons K+, sensível aos agonistas e antagonistas do mitoKATP. Além disso, a ligação de glibenclamida marcada às mitocôndrias indica que os camundongos HTG expressaram maiores quantidades de receptores de sulfoniluréias...

Efeito dos timócitos sobre a reprodução de fêmeas de camundongos "nude"; Effect of thymocytes on reproductive parameters of nude female mice

Petricevich, Vera Lúcia; Ferreira, Vera Regina Farago
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2000 ENG
Relevância na Pesquisa
37.04%
A colônia de camundongos da linhagem BALB/c, heterozigotos e homozigotos, foi mantida em condições convencionais no Biotério Experimental do Instituto Butantan. Os camundongos "nude" apresentam severa deficiência no sistema reprodutor. As fêmeas de camundongos "nude" são geralmente estéreis; apenas 8,8% apresentam fertilidade espontânea. Para estudar o envolvimento do timo sobre os defeitos na reprodução em diferentes estágios de desenvolvimento, as fêmeas de camundongos "nude" foram tratadas com suspensões de timócitos, e, em seguida, acasaladas com machos heterozigotos. Os resultados obtidos para fêmeas "nude" com 10 e 30 dias de idade foram respectivamente: a) número de fêmeas prenhes = 48% e 12%; b) número de filhotes por fêmea = 5,0 e 4,0; c) as taxas de natalidade foram 2,40 e 0,48; e d) nas condições utilizadas neste trabalho, a vida média dos camundongos "nude" foi prolongada até 7 meses. Este método descreve o aumento do número de animais "nude", importantes em estudos biológicos. Considerando a dificuldade de obtenção de camundongos "nude" em grande número, o uso deste método poderia contribuir para o melhoramento das condições de vida dos animais utilizados nos acasalamentos.; Heterozygous and homozygous nude female mice with the genetic background BALB/c were housed in a clean conventional colony at the Laboratory Animal Facilities of Instituto Butantan. Nude animals are known to have severe deficiencies in reproductive function. Nude female is usually sterile where only 8.8% of them present spontaneous fertility. In order to study the involvement of the thymus for these reproductive defects...

Isolamento do Toxoplasma gondii de exsudato peritoneal e órgãos de camundongos com infecção experimental; Isolation of Toxoplasma gondii from peritoneal exsudates and organs of experimentally infected mice

Jamra, Ligia M. Ferreira; Vieira, Mônica de Paula L.
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/1991 POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Foram examinados exsudatos peritoneais e órgãos (cérebro, coração, pulmão e músculo estriado) de 53 camundongos infectados experimentalmente pelo Toxoplasma gondii, sendo 21 na fase aguda e 32 na crônica. Camundongos albinos, machos, de cerca de 25 g e 2 meses de idade foram inoculados, por via intraperitoneal, com 0,5 ml de exsudato peritoneal (taquizoitas) ou macerado de cérebro (cistos) de camundongos previamente infectados. O exame a fresco foi feito no exsudato peritoneal, entre 3 e 12 dias após inoculação e no cérebro, após 10 dias. Foram realizadas inoculações de macerados de órgãos em novos camundongos (repiques) para a recuperação do parasita no exsudato ou no cérebro. Na infecção aguda as positividades foram, ao exame a fresco: exsudato peritoneal 19/19, pulmão 12/14, músculo 6/9, coração 4/9 e cérebro 1/3. Após inoculação: exsudato peritoneal 5/5, cérebro 2/2, coração 19/19, pulmão 13/13 e músculo 14/17. Após estes últimos resultados foram registrados 9 novos órgãos positivos. A positividade final (igual à recuperação do parasita) foi: exsudato peritoneal 19/19 (100%), coração 15/17 (88,5%), músculo 12/14 (85,7%), pulmão 14/14 (100%) e cérebro 2/3 (66,6%). Na infecção crônica...