Página 1 dos resultados de 7009 itens digitais encontrados em 0.081 segundos

Qualidade de vida dos enfermeiros das equipes de saúde da família: a relação das variáveis sociodemográficas; Quality of life of family health team nurses: the relationships of sociodemographic factors; La calidad de vida de las enfermeras de los equipos de salud familiar: la relación de variables sociodemográficas

FERNANDES, Janielle Silva; MIRANZI, Sybelle de Souza Castro; IWAMOTO, Helena Hemiko; TAVARES, Darlene Mara dos Santos; SANTOS, Claudia Benedita dos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.99%
Objetivou-se conhecer a qualidade de vida dos enfermeiros que compõem as equipes de saúde da família da Macrorregião de Saúde do Triângulo Sul, assim como fatores sociodemográficos relacionados. Trata-se de um estudo descritivo e transversal. O universo, composto por 90 enfermeiros, respondeu a um questionário cuja finalidade foi conhecer as variáveis sociodemográficas influentes e o instrumento genérico para avaliar a qualidade de vida WHOQOL-100. Os resultados indicam que indivíduos casados/amasiados obtiveram maiores escores de qualidade de vida comparados aos solteiros, nos domínios psicológico (p=0,013), independência (p=0,021), relações sociais (p=0,000) e ambiente (p=0,022). Aqueles que declararam saúde debilitada apresentaram menores escores nos domínios físico (p=0,000), psicológico (p=0,002) e independência (p=0,000). Os resultados mostram impacto negativo do estado de saúde debilitado nos domínios da qualidade de vida dos enfermeiros. Ressalta-se a importância da promoção de saúde e considera-se necessária a (re)definição de políticas públicas voltadas para a saúde desses profissionais.; This study aimed better understand the Quality of Life among nurses who make up the family health teams of the Brazilian Health Macro-region of its Southern Triangle...

Qualidade de vida de mulheres vivendo com o HIV/aids de um município do interior paulista; Quality of life in women with HIV/aids in a municipality in the state of São Paulo; Calidad de vida de mujeres viviendo con HIV/aids en un municipio del interior paulista

GASPAR, Joice; REIS, Renata Karina; PEREIRA, Fernanda Maria Vieira; NEVES, Lis Aparecida de Souza; CASTRIGHINI, Carolina de Castro; GIR, Elucir
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.99%
A terapia antirretroviral de alta potência beneficia os indivíduos com HIV/aids na sobrevida, cronicidade e qualidade de vida. Este estudo de corte transversal, com abordagem quantitativa, objetivou avaliar a qualidade de vida de mulheres com HIV/aids, utilizando o WHOQOL - HIV bref e sua associação com variáveis sociodemográficas. Foi realizado em dois ambulatórios especializados no atendimento a indivíduos com HIV/aids. De 106 mulheres participantes, 99,1% eram heterossexuais e 92,4% foram infectadas por via sexual. Dentre os domínios de qualidade de vida, espiritualidade obteve maior escore (65,7), seguido pelo físico (64,7), psicológico (60,6), relações sociais (59,5). Menores escores foram atingidos nos domínios nível de independência (58,6) e meio ambiente (54,5). Evidenciou-se que os fatores baixo nível socioeconômico e educacional tiveram associação com diferentes domínios, denotando a relação entre qualidade de vida e condições de vida. Concluiu-se que persistem os desafios no âmbito das relações sociais, afetivas, financeiras, requerendo intervenções efetivas focando o empoderamento das mulheres com HIV/aids.; High potency antiretroviral therapy brings benefits to people with HIV/AIDS, related to survival...

Evaluation of the quality of life of clients with chronic ischemic pain; Avaliação da qualidade de vida em clientes com dor crônica isquêmica; Evaluación de la calidad de vida en clientes con dolor crónico isquémico

PEDROSA, Débora Fernanda Amaral; PELEGRIN, Andressa Karina Amaral Plá; SIQUEIRA, Hilze Benigno de Oliveira Moura; SILVA, Talita de Cássia Raminelli da; COLHADO, Orlando Carlos Gomes; SOUSA, Fátima Aparecida Emm Faleiros
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
126%
The evaluation of quality of life (QOL) faced with chronic ischemic pain involves the clients in their subjectivity and multidimensionality. This descriptive study aimed to evaluate the quality of life of clients who presented chronic ischemic pain. A total of 100 clients of hospital institutes participated in the study. The instrument used to assess pain was an 11 point numerical scale, and to assess the quality of life, the World Health Organization Quality of Life-abbreviated questionnaire. The arithmetic mean for chronic pain was 5.59±3.16 points. The means for quality of life were: in the physical domain, 44.75±16.98; in the overall domain, 50.0±22.40; in the environment, 55.06±13.51, in the psychological, 56.21±17.19 and in the social domain, 68.33±21.84. Thus, the physical domain was, among the areas analyzed, the one which presented a greater impact on the quality of life of the clients with chronic ischemic pain.; A avaliação da qualidade de vida (QV), frente à dor crônica isquêmica, envolve o cliente na sua subjetividade e multidimensionalidade. Este estudo descritivo teve como objetivo avaliar a qualidade de vida de clientes que manifestaram dor crônica isquêmica. Participaram da pesquisa 100 clientes de instituições hospitalares. O instrumento aplicado para avaliar a dor foi a escala numérica de 11 pontos e...

Influência do apoio social na qualidade de vida do cuidador familiar de pessoas com dependência; Influence of social support on the quality of life of family caregivers while caring for people with dependence; Influencia del apoyo social en la calidad de vida del cuidador familiar de personas con dependencia

AMENDOLA, Fernanda; OLIVEIRA, Maria Amélia de Campos; ALVARENGA, Márcia Regina Martins
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.99%
O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de vida de cuidadores familiares de pessoas dependentes atendidas por equipes de Saúde da Família e a relação com o apoio social. Foram entrevistados 66 cuidadores, utilizando o WHOQOL-bref para avaliação da qualidade de vida, e Zarit Burden Interview para a sobrecarga. O domínio Relações Sociais do WHOQOL-bref obteve o segundo melhor escore. Na análise de regressão linear múltipla, cuidadores do sexo feminino com menores escores de sobrecarga e aqueles que recebiam ajuda de alguém para realizar o cuidado alcançaram os maiores escores. Da mesma forma, cuidadoras com companheiros apresentaram maior escore médio na avaliação global da qualidade de vida e saúde do que as sem companheiros. Os resultados fornecem indícios da influência da rede de apoio social na qualidade de vida e sobrecarga dos cuidadores familiares.; The objective of this study was to evaluate the Quality of Life (QOL) of family caregivers of handicapped people attended at home by Family Health Teams and the relationship with their social support. Sixty-six family caregivers were interviewed using the WHOQOL-bref for a QOL evaluation and Zarit Burden Interview for the burden. The Social Relations domain of the WHOQOL-bref received the second best score within the domains of the instrument. During multiple linear regressions analysis...

Qualidade de vida dos cuidadores de pacientes dependentes no programa de saúde da família; Quality of life of family caregivers of patients dependent on the family health program; La calidad de vida de los cuidadores de enfermos dependientes en el programa de salud de la familia

AMENDOLA, Fernanda; OLIVEIRA, Maria Amélia de Campos; ALVARENGA, Márcia Regina Martins
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.93%
O estudo teve como objetivo avaliar a associação entre a percepção subjetiva da qualidade de vida dos cuidadores familiares de pacientes dependentes atendidos pelo Programa Saúde da Família e as características sociodemográficas e de saúde, grau de sobrecarga percebida e grau de independência funcional do paciente. Foram entrevistados 66 cuidadores, de dezembro 2006 a março de 2007, utilizando os instrumentos WHOQOL-bref; Zarit Burden Interview e a Medida de Independência Funcional para os pacientes. Houve o predomínio de mulheres cuidadoras, donas de casa e em média com 50,5 anos. A média da medida de independência funcional foi 57,82 classificando a amostra de pacientes em dependência modificada. A escala Zarit correlacionou-se negativamente com todos os domínios do WHOQOL-bref. As variáveis independentes estatisticamente relacionadas à qualidade de vida geral, no modelo múltiplo, foram: escala de sobrecarga, a presença de companheiro e a presença de doença no cuidador.; The objective of this study was to evaluate the association between the quality of life of family caregivers of dependent patients served by the Brazilian Family Health Program healthcare teams and socio-demographic characteristics, health condition...

Fatores associados à qualidade de vida de jovens com diabetes mellitus do tipo 1; Factors associated to the quality of life of adolescents with type 1 diabetes mellitus; Factores asociados a la calidad de vida de jóvenes con diabetes mellitus tipo 1

NOVATO, Tatiana de Sá; GROSSI, Sonia Aurora Alves
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.88%
O objetivo deste estudo foi realizar a revisão bibliográfica acerca dos fatores que podem influenciar a Qualidade de Vida Relacionada à Saúde (QV) dos adolescentes com diabetes mellitus tipo 1, por meio da estratégia de PICO. As bases de dados utilizadas foram PubMed/MEDLINE, ISI Web of Knowledge e EMBASE. O maior levantamento dos artigos foi possível com a combinação de descritores padronizados e não padronizados. Apesar da QV ser um construto específico de avaliação dos aspectos relacionados às repercussões da saúde, doença e tratamento, os fatores sócio-demográficos, psicossociais e relacionados à família parecem influenciar de forma significativa na QV.; The objective of this study was to perform a literature review of the factors that may influence the Health Related Quality of Life (HRQL) of adolescents with type 1 diabetes mellitus using the PICO strategy. PubMed/MEDLINE, ISI Web of Knowledge and EMBASE were the databases used. A larger survey of articles was possible by combining standardized and non-standardized descriptors. Though HRQL is a specific construct used to evaluate aspects related to the repercussions of health, illness, and treatment, it appears that sociodemographic, psychosocial, and family-related aspects have a significant effect on HRQL.; El objetivo de este estudio fue realizar la revisión bibliográfica acerca de los factores que puedan influenciar la Calidad de Vida Relacionada a la Salud (QV) de adolescentes con diabetes mellitus tipo 1...

Qualidade de vida e bem-estar espiritual em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica; Quality of life and spiritual well-being in chronic obstructive pulmonary disease patients; Calidad de vida y bien estar espiritual en pacientes con enfermedad pulmonar obstructiva crónica

SILVA, Maíra Shiramizu da; KIMURA, Miako; STELMACH, Rafael; SANTOS, Vera Lucia Conceição de Gouveia
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.88%
Este estudo teve como objetivos avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) e o bem-estar espiritual (BEE) de pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e analisar as relações entre QVRS e BEE. As versões em português do Seattle Obstructive Lung Disease Questionnaire (SOLDQ) e do Spiritual Well-Being Scale (SWBS) foram aplicadas por entrevista a 70 pacientes com DPOC em tratamento ambulatorial. Os domínios do SOLDQ com menor e maior escores foram: Função Física (37,29±17,19) e Satisfação com o Tratamento (68,75±28,05). O escore médio de 94,87±13,56 indica um nível moderado de BEE. O escore total do SWBS e o da subescala Bem-Estar Religioso correlacionaram-se positivamente com o domínio Satisfação com o Tratamento (p=0,007 e p=0,002, respectivamente). Correlação negativa foi encontrada entre Bem-Estar Religioso e Função Física (p=0,05). Pacientes com maior bem-estar religioso estavam mais satisfeitos com o tratamento e tinham pior funcionamento físico.; This study aimed to evaluate health related quality of life (HRQL) and spiritual well-being (SWB) of patients with chronic obstructive pulmonary disease (COPD) and to investigate the relationship between HRQOL and SWB. Seventy outpatients with COPD were interviewed using Portuguese versions of the Seattle Obstructive Lung Disease Questionnaire (SOLDQ) and Spiritual Well-Being Scale (SWBS). SOLDQ domains with lowest and highest scores were Physical Function (37.29±17.19) and Treatment Satisfaction (68.75±28.05). Total score of the SWBS was 94.87±13.56...

Estudo preliminar sobre a qualidade de vida de médicos e enfermeiros intensivistas pediátricos e neonatais; Preliminary study about qualify of life of physicians and nurses working in pediatric and neonatal intensive care units; Estudio preliminar sobre la calidad de vida de médicos y enfermeros intensivistas pediátricos y neonatales

FOGAÇA, Monalisa de Cássia; CARVALHO, Werther Brunow de; NOGUEIRA-MARTINS, Luiz Antonio
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.88%
Comparar a Qualidade de Vida (QV) de médicos e enfermeiros que trabalham em UTI Pediátrica (PED) e Neonatal (NEO) e, também, avaliar se há diferença entre a QV na mesma categoria profissional, mas diferindo de acordo com a unidade de trabalho. Estudo descritivo com 37 médicos e 20 enfermeiros. O WHOQOL-100 foi utilizado. Médicos da PED diferiram estatisticamente no domínio VI (p=0,003), quando comparados com médicos da NEO. Médicos e enfermeiros da PED apresentaram diferença estatística significante no domínio V (p < 0,01), e médicos e enfermeiros da NEO apresentaram diferença estatística significante no domínio VI (p=0,05). A avaliação da QV de médicos e enfermeiros intensivistas pediátricos e neonatais mostrou-se abaixo dos escores encontrados na literatura científica, quando comparados com estudos que avaliaram pacientes com dores crônicas e com prejuízos na saúde mental, evidenciando a ocorrência de estresse ocupacional.; Compare the Quality of Life (QL) of doctors and nurses who work in Pediatric (PED) and Neonatal (NEO) Intensive Care Units, and to evaluate whether there are differences between the QL in the same job category, but differing according to the work unit. This descriptive study was performed with 37 physicians and 20 nurses. The WHOQOL100 was used. Physicians from the PED differ statistically in the field VI (p=0.003) compared with physicians from the NEO. Physicians and nurses from the PED showed a statistically significant difference in field V (p<0.01)...

Percepción de la calidad de vida en sujetos afectados por ictus mediante la ECVI-38

Gutiérrez de Lucas, Marta
Fonte: Universidade de Alcalá Publicador: Universidade de Alcalá
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
126.02%
Objetivo. Valorar la percepción de calidad de vida respecto a la salud en pacientes que han sufrido un Ictus, con la escala ECVI-38. Para posteriormente, analizarlos y compararlos con los resultados obtenidos en estudios anteriores que usaron la misma escala. El objetivo secundario, consistirá en valorar si existe una relación directa entre la calidad de vida percibida por el sujeto y grado de dependencia para las actividades de la vida diaria. Métodos. Estudio observacional y transversal. La selección de la muestra estuvo compuesta por sujetos que habían sufrido ictus isquémico y hemorrágico, a partir de los 18 años de edad. Se usó el cuestionario específico ECVI-38 para la evaluación de la percepción de la calidad de vida respecto a la salud y la del Índice de Barthel para medir el grado de dependencia para las actividades de la vida diaria . Resultados. La percepción de calidad de vida respecto a la salud media obtenida en la ECVI-38 fue de 40,81 lo que equivale a una afectación leve. Los dominios con mayor afectación fueron: el de emoción con 55,71 y el de las actividades comunes de la vida diaria. Los demás dominios también estuvieron afectados pero en menor medida. El grado de recuperación fue poco en la mayoría de los 14 sujetos que participaron en el estudio. Las características sociodemográficas de los sujetos del estudio que se caracterizan con una peor percepción de calidad de vida respecto a la salud según la ECVI-38...

Estudio piloto sobre la idoneidad de la “escala de calidad de vida familiar para menores de 18 años” (Giné et al., 2013) desde los servicios de atención temprana de Cantabria; Pilot study of the suitability of the “family quality of life scale for under 18s” (Giné et al., 2013) from the Cantabrian early care services

Celis Gutiérrez, Ángela de
Fonte: Universidade de Cantabria Publicador: Universidade de Cantabria
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
SPA
Relevância na Pesquisa
125.95%
RESUMEN A comienzos del siglo XXI, el término Calidad de Vida Familiar irrumpe fuertemente en el ámbito de la discapacidad. Desde entonces, son muchos los grupos investigadores que tratan de avanzar en su definición y evaluación, emergiendo algunas escalas de Calidad de Vida Familiar con difusión internacional y estatal. La escasa trayectoria investigadora en este ámbito hace que, por el momento, se carezca de una escala de Calidad de Vida Familiar destinada a la población con discapacidad y/o alteraciones del desarrollo de entre 0 y 6 años, en las que se contemplen las singularidades patentes de estas edades. Ante ello, en este trabajo se pone en marcha un proyecto piloto dirigido a valorar la idoneidad de la “Escala de Calidad de Vida Familiar para menores de 18 años” de Giné et al., (2013) a través de la experiencia de un grupo de profesionales de los servicios de Atención Temprana de Cantabria.; ABSTRACT At the beginning of the 21st century, the term Family Quality of Life made a strong entrance into de field of disability. Since then, many research groups have madre efforts to improve its definition and assessment, leading to the emergence of several Family Quality of Life Scales on a national and international scale. The limited research in this field means that there is currently no scale Family Quality of Life focused on children aged 0 – 6 years old with disabilities and/or developmental disorders...

Qualidade de vida e auto-estima de adolescentes com diabetes mellitus; Quality of life and self-esteem of adolescents with diabetes mellitus; Calidad de vida y autoestima de adolescentes con diabetes mellitus

NOVATO, Tatiana de Sá; GROSSI, Sonia Aurora Alves; KIMURA, Miako
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
126%
OBJETIVOS: Avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) e a auto-estima (AE) de adolescentes com Diabete Mellitus tipo 1 (DM1) e analisar a relação entre estes construtos nessa população. MÉTODOS: Cento e vinte quatro adolescentes com DM1, com idades entre 12 e 18 anos, responderam aos instrumentos, validados para o Brasil, de Auto-Estima e de Qualidade de Vida Para Jovens com Diabetes enquanto aguardavam a consulta médica. RESULTADOS: Os jovens avaliaram a qualidade de vida e a auto-estima positivamente. Os conceitos de qualidade de vida e auto-estima estiveram relacionados positivamente. CONCLUSÕES: A QVRS e a AE dos participantes do estudo, de maneira geral, foram consideradas boas. Os conceitos de AE e QVRS estiveram relacionados, ou seja, quanto mais elevada a auto-estima melhor a qualidade de vida dos adolescentes com DM1.; OBJECTIVE: To evaluate the quality of life related to health (QLRH) and self-esteem (SE) of adolescents with Diabetes Mellitus type 1 (DM1) and analyze the relations between these constructs in this population. METHODS: 124 adolescents with DM1, aged 12 to 18, answered the instruments validated for Brazil about Self-Esteem and Diabetes Quality of Life for Youths while they waited for their medical appointments. RESULTS: The adolescents evaluated their quality of life and self-esteem positively. The concepts of quality of life and self-esteem were positively related. CONCLUSIONS: The study participants' QLRH and SE were considered good...

Qualidade de vida de estudantes de enfermagem: a construção de um processo e intervenções; Nursing students' life quality: building a process and interventions; Calidad de Vida de Estudiantes de Enfermería: la construcción de un proceso e intervenciones

OLIVEIRA, Raquel Aparecida de; CIAMPONE, Maria Helena Trench
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.96%
Trata-se de uma pesquisa-ação que teve como objetivos: conhecer as percepções dos alunos de graduação em enfermagem, quanto a sua qualidade de vida, compreender e analisar as demandas por eles evidenciadas no resgate das situações vividas e operacionalizar por meio do grupo operativo direcionamentos e estratégias que possam melhorar a sua qualidade de vida. O estudo foi na PUC/SP. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas individuais na primeira fase e nortearam os temas disparadores dos cinco encontros de grupo focal na segunda fase. Os dados dos encontros foram analisados, segundo a análise temática e adaptados do Modelo Ecológico de QVE. Os resultados evidenciaram que a Universidade é um espaço que propicia vivências promotoras e não promotoras de qualidade de vida dos alunos e a necessidade de encontros sistematizados, nos quais alunos e professores discutam a construção individual e coletiva de estratégias de enfrentamento.; This is a research-action studies whose objectives were to know Nursing under-graduate students' perceptions concerning their quality of life; to understand and analyze the demands they highlight when rescuing situations they have experienced; and to make operational, by means of the operative group...

Qualidade de vida de graduandos de enfermagem; Quality of life of undergraduate nursing students; Calidad de vida de estudiantes del grado de enfermería

OLIVEIRA, Beatriz Marques de; MININEL, Vivian Aline; FELLI, Vanda Elisa Andres
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.98%
O presente estudo objetivou descrever o perfil sociodemográfico dos estudantes de enfermagem e compreender o significado atribuído para sua atual qualidade de vida. Foram entrevistados 65 acadêmicos do 8º semestre do ano de 2007, por meio da aplicação de questionário autoreferido, com informações de dados sociodemográficos e questões abertas sobre qualidade de vida. A população de estudo foi predominantemente do sexo feminino, solteira, com idade entre 22 a 24 anos e com diferentes percepções sobre sua qualidade de vida, apreendidas por meio da vivência de fatores favoráveis e desfavoráveis no decorrer dos anos de aprendizado. O estudo destacou a percepção da qualidade de vida sob a ótica do estudante de enfermagem; The present study aimed to describe socio-demographic profile of nursing students and to comprehend the meaning of quality of life under theirs perspective. Sixty-five students of eighth semester of 2007 were interviewed, by application of self reported questionnaire, with questions about socio demographic data and open question about quality of life. The population was mainly female, single, with age among 22 to 24 years old and with different perceptions about own quality of life, apprehended by experience of favorable and destructive factors during the learning years. The study highlighted the quality of life perception of nursing student's perspective; El objetivo del presente estudio fue describir el perfil sociodemográfico de los estudiantes de enfermería y comprender sus percepciones sobre propia calidad de vida. Sesenta y cinco estudiantes del octavo semestre de 2007 fueran entrevistados por el uso del cuestionario...

Qualidade de vida de portadores de insuficiência cardíaca; Quality of life of heart failure patients; Calidad de vida de portadores de insuficiencia cardíaca

SOARES, Djanira Alzira; TOLEDO, Jucimari Aparecida de Souza; SANTOS, Luciana Farias dos; LIMA, Rosilda Maria Beserra; GALDEANO, Luzia Elaine
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.94%
OBJETIVO: Identificar o nível de qualidade de vida de portadores de insuficiência cardíaca; o grau de insuficiência cardíaca dos pacientes; a opinião dos portadores de insuficiência cardíaca quanto ao seu estado de saúde atual quanto comparada há um ano atrás. MÉTODOS: A amostra foi composta por 30 portadores de insuficiência cardíaca atendidos em ambulatório de um hospital geral e público do município de Taboão da Serra - SP. Para a coleta de dados foi utilizado o Medical Outcomes Study 36-item Short Form Health Survey (SF-36). RESULTADOS: Os resultados do estudo permitiram identificar o nível de qualidade de vida em diferentes dimensões: aspectos físicos (08); aspectos emocionais (09); capacidade funcional (22); estado geral da saúde (34); dor (39); aspectos sociais (40); vitalidade (47) e saúde mental (53). CONCLUSÃO: Esse estudo pode contribuir para a melhora da assistência de enfermagem prestada a portadores de insuficiência cardíaca na medida em que ressalta as limitações vivenciadas por esses indivíduos, bem como o impacto dessas limitações em seu padrão de vida normal.; OBJECTIVE: To identify the level of quality of life of heart failure patients; the patients' degree of heart failure; the hart failure patients' opinion on their current health status in comparison with one year earlier. METHODS: The sample was composed of 30 heart failure patients attended at an outpatient clinic of a general hospital in Taboão da Serra - SP...

Construção e validação do Índice de Qualidade de Vida de Ferrans & Powers: versão feridas; Development and validation of Ferrans & Powers Quality of Life Index: wound version; Desarrollo y validación del Índice de Calidad de Vida de Ferrans & Powers: versión heridas

YAMADA, Beatriz Farias Alves; SANTOS, Vera Lucia Conceição de Gouveia
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.93%
O artigo visa a apresentar o processo de construção e validação do Índice de Qualidade de Vida de Ferrans & Powers - Versão Feridas (IQVFP-VF) para emprego em pessoas com feridas agudas e crônicas de diferentes etiologias. O estudo metodológico desenvolveu-se por meio de procedimentos teóricos, empíricos e analíticos. Os resultados indicaram que o instrumento possui consistência interna e estabilidade satisfatórias; confirmaram a validade de conteúdo, concorrente (com o item sua satisfação) e convergente (com o WHOQOL-breve), bem como sua capacidade de discriminar os indivíduos conforme o número e duração das feridas, intensidade de dor e idade. A análise fatorial confirmatória mostrou que o instrumento manteve-se razoavelmente ajustado ao modelo original. Em conclusão, pode-se considerar que o IQVFP-VF é válido e tem confiabilidade atestada nos aspectos mais importantes da Qualidade de Vida para a população com feridas - geral, saúde e aspectos psicológicos e espirituais.; The article shows the development and validation process of the Ferrans & Powers Quality of Life Index - Wound Version (FPQLI-WV) to be applied in people with different types of acute and chronic wounds. This methodological study was developed using theoretical...

Instrumento de avaliação da qualidade de vida para hipertensos de Bulpitt e Fletcher; Bulpitt and Fletcher's specific questionnaire for quality of life assessment of hypertensive patients; Instrumento de evaluación de la calidad de vida para hipertensos de Bulpitt y Fletcher

GUSMÃO, Josiane Lima de; PIERIN, Angela Maria Geraldo
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.92%
Este estudo realizou a tradução para o português e a validação do questionário específico para avaliação da qualidade de vida em hipertensos de Bulpitt e Fletcher. A tradução e o back-translation foram realizados por 4 professores de inglês e a versão final submetida a um corpo de juizes. Questões com Índice de Validade de Conteúdo menor que 80% foram modificadas e reavaliadas. O questionário foi aplicado em 110 hipertensos ambulatoriais (52 ± 8 anos, 65% mulheres, pressão arterial 128±17/ 75±13 mmHg), que também responderam ao SF-36, e em 20 normotensos, com características semelhantes às dos hipertensos. Os domínios do SF-36 e do instrumento de Bulpitt e Fletcher se correlacionaram (p<0,05), exceto em relação a aspectos sociais (r=0,07, p=0,44) e a estado geral de saúde (r=0,04, p=0,61). Os hipertensos apresentaram mais respostas positivas a sintomas (40%) do que os normotensos (15%). O instrumento foi validado e está apto para ser usado em nosso meio.; This study translated and validated Bulpitt and Fletcher's Specific Questionnaire for Quality of Life Assessment of hypertensive patients. The translation and the back-translation were performed by four English teachers, and the final version was submitted to a board of referees. Questions with a Content Validity Index lower than 80% were modified and re-evaluated. The questionnaire was applied in 110 hypertensive outpatients (52 ± 8 years old...

Health-related behavior and quality of life among the elderly: a population-based study; Comportamentos relacionados a saúde e qualidade de vida em idosos: um estudo de base populacional; Conductas relacionadas con la salud y calidad de vida en ancianos: un estudio de base poblacional

LIMA, Margareth Guimarães; BARROS, Marilisa Berti de Azevedo; CÉSAR, Chester Luiz Galvão; GOLDBAUM, Moisés; CARANDINA, Luana; ALVES, Maria Cecília Goi Porto
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
126%
OBJECTIVE: To assess the association between health-related behaviors and quality of life among the elderly. METHODS: A population-based cross-sectional study was carried out including 1,958 elderly living in four areas in the state of São Paulo, southeastern Brazil, 2001/2002. Quality of life was assessed using the Medical Outcomes Study SF-36-Item Short Form Health Survey instrument. This instrument's eight subscales and two components were the dependent variables. Independent variables were physical activity, weekly frequency of alcohol consumption and smoking. Multiple linear regression models were used to control for the effect of gender, age, schooling, work, area of residence and number of chronic conditions. RESULTS: Physical activity was positively associated with the eight SF-36 subscales. The stronger associations were found for role-physical (β=11.9), physical functioning (β=11.3) and physical component. Elderly individuals who consumed alcohol at least once a week showed a better quality of life than those did not consume alcohol. Compared to non-smokers, smokers had a poorer quality of life for the mental component (β=-2.4). CONCLUSIONS: The study results showed that physical activity, moderate alcohol consumption and no smoking are positively associated with a better quality of life in the elderly.; OBJETIVO: Analisar a associação de comportamentos saudáveis com a qualidade de vida relacionada à saúde em idosos. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional que envolveu 1.958 idosos residentes em quatro áreas do estado de São Paulo...

Qualidade de vida de vítimas de trauma seis meses após a alta hospitalar; Quality of life in trauma victims six months after hospital discharge; Calidad de vida de víctimas de trauma seis meses después de alta hospitalaria

ALVES, Ana Laura A; SALIM, Francine M; MARTINEZ, Edson Zangiacomi; PASSOS, Afonso Dinis Costa; DE CARLO, Marysia Mara Rodrigues Prado; SCARPELINI, Sandro
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.99%
OBJETIVO: O trauma ocupa o terceiro lugar dentre as causas de morte no Brasil. Contudo, seu impacto na qualidade de vida dos sobreviventes tem sido pouco estudado no País. O objetivo do estudo foi avaliar a qualidade de vida de vítimas de trauma atendidas em unidade hospitalar de emergências, seis meses após a alta hospitalar. MÉTODOS: Foram incluídos 35 pacientes de unidade de emergência de hospital universitário de Ribeirão Preto (SP), entre 2005 e 2006. Os pacientes foram entrevistados em seus domicílios, seis meses após terem tido alta hospitalar. Foi aplicado o instrumento World Health Organization Quality of Life, versão breve, para avaliação dos domínios físico, psicológico, relações sociais e meio ambiente. As associações entre os escores dos domínios e as variáveis permanência hospitalar, idade, sexo e Injury Severity Score foram exploradas por modelos de regressão linear. RESULTADOS: Observou-se diminuição significativa na qualidade de vida do grupo estudado, quando comparado a amostras de pessoas normais em estudos nacionais e internacionais, em particular nos domínios físico, psicológico e de meio ambiente. O domínio relações sociais apresentou a maior média de escores, com 69,7 pontos...

Quality of life of patients with autoimmune diseases submitted to bone marrow transplantation: a longitudinal study; Calidad de vida de pacientes con enfermedades autoinmunes sometidos a transplante de médula ósea: un estudio longitudinal; Qualidade de vida de pacientes com doenças auto-imunes submetidos ao transplante de medula óssea: um estudo longitudinal

GUIMARÃES, Fabio Augusto Bronzi; SANTOS, Manoel Antônio dos; OLIVEIRA, Érika Arantes de
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
125.96%
This study aimed to assess the quality of life of patients with autoimmune diseases (AID) submitted to Bone Marrow Transplantation (BMT) at two different moments: when the patient is admitted at the hospital and at the moment of hospital discharge (30 days after the transplantation). Patients who attended the BMT unit, were older than 18 years, with conditions and availability to voluntarily collaborate to the study were selected. Data were collected through a semi-structured interview and the Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form Health Survey (SF-36). The sample consisted of 19 patients attended at a university hospital in the interior of São Paulo State, Brazil. The collected data suggest these patients' quality of life is reduced before the realization of the transplantation, followed by a progression in their diseases. Immediately after the transplantation, an improved capacity to perform daily activities is observed, as well as a renewed possibility of making future plans.; El objetivo de este estudio fue evaluar la calidad de vida de pacientes con enfermedades auto-inmunes (EAI), sometidos al Transplante de Médula Ósea (TMO), en dos momentos distintos: en la admisión del paciente y durante la ocasión del alta hospitalaria (30 días después del transplante). Fueron seleccionados pacientes atendidos en la unidad de TMO...

Excesso de peso e qualidade de vida relacionada à saúde em adolescentes de Florianópolis, SC; Exceso de peso y calidad de vida relacionada con la salud en adolescentes de Florianópolis, Sur de Brasil; Overweight and health-related quality of life in adolescents of Florianópolis, Southern Brazil

Kunkel, Nádia; Oliveira, Walter Ferreira de; Peres, Marco Aurélio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2009 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
116.04%
OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde de adolescentes e sua associação com o excesso de peso. MÉTODOS: Estudo transversal com 467 adolescentes de 15 a 18 anos de idade de uma escola pública de Florianópolis, SC, e de seus respectivos pais, realizado em 2007. Sobrepeso e obesidade foram definidos pelo índice de massa corporal. A combinação de sobrepeso e obesidade foi considerada como excesso de peso. A qualidade de vida relacionada à saúde foi avaliada por meio do questionário sobre qualidade de vida pediátrica PedsQL 4.0, versões adolescente e pais. Análises dos dados incluíram estatística descritiva e regressão logística com estimação de razões de chances brutas e ajustadas. RESULTADOS: A taxa de resposta entre adolescentes foi de 99,4% e entre os pais 53,4%. As prevalências de sobrepeso e obesidade foram de 12,2% e 3,6%, respectivamente. O grupo com excesso de peso obteve menores escores de qualidade de vida que o grupo sem excesso de peso, exceto para o domínio emocional nos adolescentes e na saúde psicossocial para os pais. Após o ajuste, a chance de um adolescente com excesso de peso ter baixa qualidade de vida foi 3,54 vezes (IC 95% 1,94;6,47) maior que um adolescente sem excesso de peso. Adolescentes do sexo feminino apresentaram escores mais baixos de qualidade de vida. CONCLUSÕES: A qualidade de vida relacionada à saúde foi significativamente mais baixa em adolescentes com excesso de peso. Medidas dirigidas ao controle de peso na população adolescente e instrumentos de avaliação de qualidade de vida constituem-se importantes aliados para um melhor e mais completo entendimento deste importante problema de saúde pública.; OBJETIVO: Evaluar la calidad de vida relacionada con la salud de adolescentes y su asociación con exceso de peso. MÉTODOS: Estudio transversal con 467 adolescentes de 15 a 18 años de edad de una escuela pública de Florianópolis...