Página 1 dos resultados de 311 itens digitais encontrados em 0.021 segundos

Disponibilidade de fósforo em função da aplicação de calcário e silicatos em solos oxídicos

Sandim, Aline da Silva
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xi, 99 f. : il., color., grafs., tabs
POR
Relevância na Pesquisa
56.37%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Agronomia (Agricultura) - FCA; Partindo do princípio que a aplicação do silicato pode resultar em aumento na disponibilidade de fósforo no solo para as culturas, objetivou-se estudar a influência da silicatagem, em comparação à calagem, na dessorção de fósforo em solos com fósforo previamente adsorvido, avaliada por dois extratores e pelo crescimento da planta. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, com quatro repetições, em esquema fatorial 3 x 3 x 5 , constituídos por três solos, três doses de fósforo e quatro corretivos de acidez, além de um tratamento sem correção da acidez, totalizando 180 parcelas experimentais. O experimento foi realizado em casa de vegetação, em vasos de 20 L. Os solos foram submetidos a três doses de P, (0, 50 e 150 mg dm-3), tendo como fonte superfosfato triplo em pó e mantidos incubados por 90 dias. Após o período de incubação foram realizadas amostragens, para análise química de rotina e determinações dos teores de P através dos métodos resina, Mehlich 1 e P remanescente. Com base nesses resultados foi realizada a aplicação dos corretivos de acidez calculando-se as doses visando a elevar a 70% o valor de saturação por bases. Os corretivos de acidez utilizados foram: calcário dolomítico...

Adubação fosfatada e lodo de esgoto compostado na nutrição da mamoneira de porte baixo, cultivada sob calagem e silicatagem

Capuani, Silvia
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: v , 59 f. : il. color., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.11%
Pós-graduação em Agronomia (Agricultura) - FCA; A aplicação de resíduos urbanos e industriais na agricultura, como o lodo de esgoto e a escória podem diminuir o consumo de fertilizantes e corretivos da acidez do solo, promovendo adequada nutrição para a mamoneira, além de proporcionar adequada destinação deste resíduo no ambiente. Objetivou-se com o trabalho analisar a influência e as interações entre a aplicação de lodo de esgoto compostado e uma fonte de fósforo solúvel, em combinação com doses de calcário e escória de aciaria no crescimento e produtividade da mamoneira de porte baixo. O experimento foi realizado sob túnel plástico no Departamento de Solos e Recursos Naturais, FCA/UNESP, Botucatu-SP, utilizando vasos plásticos com capacidade de 40 litros. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, em esquema fatorial 4 x 4 com quatro repetições, constituídos pelas combinações das doses de calcário (C) com as doses de escória de aciaria (S), nas proporções de 100, 66, 33 e 0% e, pelas doses do adubo fosfatado (P) mais o lodo de esgoto compostado (L), nas mesmas proporções. O solo utilizado foi incubado com as combinações de calcário e escória de aciaria por 30 dias e após...

Crescimento radicular e nutrição mineral de cultivares de feijão em resposta à calagem

Silva, Laerte Marques da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 70 f. : gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.3%
Pós-graduação em Agronomia (Agricultura) - FCA; A cultura do feijão no Brasil apresenta baixa produtividade de grãos tendo entre as várias causas a exploração de áreas marginais e o baixo uso de insumos agrícolas, sendo incipiente os estudos sobre o desenvolvimento do sistema radicular de cultivares em diferentes condições de acidez do solo associado com a nutrição da planta. Em função do exposto, o presente trabalho objetivou estudar a resposta de cultivares de feijão ao uso da calagem, quanto ao crescimento radicular, desenvolvimento da parte aérea e a nutrição das plantas. O experimento foi conduzido em vasos de 13 L contendo LATOSSOLO VERMELHO DISTRÓFICO, com 68% de areia, 15% de silte e 16% de argila em condições de casa-de-vegetação, no Departamento de Produção Vegetal da FCA/UNESP, Câmpus de Botucatu, no ano de 2001. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado com quatro repetições, seguindo um modelo fatorial 4x4, com quatro cultivares de feijão (Campeão 1, Carioca, FT Bonito e Pérola) e quatro doses de calcário no solo (dose 1 - 0 ; dose 2 – 1,59; dose 3 – 3,18 e dose 4 – 4,48 t ha-1), com a finalidade de aumentar a saturação por base para 3, 18, 33 e 45%, respectivamente. Pelos resultados obtidos concluiu-se que...

Alterações dos atributos químicos do solo e resposta da soja à cobertura vegetal e à calagem superficial na implantação do sistema de semeadura direta

Lima, Eduardo do Valle
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: x, 125 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
56.37%
Pós-graduação em Agronomia (Agricultura) - FCA; Estudaram-se as alterações dos atributos químicos no perfil do solo e a resposta da soja safrinha em função de diferentes coberturas vegetais, com e sem calagem superficial, na implantação do sistema de semeadura direta (SSD). O experimento foi conduzido no ano agrícola de 1999/2000, na Fazenda Experimental Lageado, da Faculdade de Ciências Agronômicas, Campus de Botucatu/UNESP, em NITOSSOLO VERMELHO Estruturado. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados em parcela subdividida, com quatro repetições. As parcelas de 6 m x 10 m, foram constituídas de sorgo de Guiné vermelho e branco (Sorghum bicolor), milheto (Pennisetum americanum), painço (Panicum dichotomiflorum), vegetação espontânea e sem vegetação. Aos 53 dias após a emergência (DAE), as coberturas vegetais foram dessecadas e acamadas, seguindo-se a aplicação superficial de 3,1 t ha-1 de calcário na metade de cada parcela, visando a elevação da saturação por bases (V%) a 70%. Após duas semana, realizou-se a semeadura direta da soja, cv. IAC-19, no início do período de outono-inverno (safrinha). Para as coberturas vegetais, foram avaliadas a produção de matéria seca (M.S.)...

Emissão de CO2 do solo associado à calagem em área de conversão de laranja para cana-de-açúcar

Silva, Eliton de Freitas
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 39 p. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
56.25%
Pós-graduação em Agronomia (Ciência do Solo) - FCAV; A emissão de CO2 do solo (FCO2) em áreas agrícolas é resultante da interação de diversos fatores, sendo alterada pela prática de manejos do solo e da cultura, além das condições edafoclimáticas locais. Neste estudo, objetivou-se quantificar a FCO2 em função da aplicação de calcário e posição de plantio (linha e entrelinha) da cultura de laranja em área de implantação da cultura da cana-de-açúcar no município de Frutal-MG. Os tratamentos avaliados foram: Linha/CC (linha de plantio com aplicação de calcário), Entrelinha/CC (entrelinha de plantio com aplicação de calcário), Linha/SC (linha de plantio sem aplicação de calcário) e Entrelinha/SC (entrelinha de plantio sem aplicação de calcário). FCO2, temperatura do solo (Ts) e umidade do solo (Us) foram avaliadas durante 12 dias. O maior valor médio da FCO2 ao longo do período de estudo foi observado no tratamento Linha/CC (9,63 μmol m-2 s-1) e o menor no tratamento Entrelinha/CC (5,92 μmol m-2 s-1) segundo teste de Tukey. A FCO2 foi negativamente correlacionada a Us na Linha/CC (r = -0,56; p < 0,05) e na Linha/SC (r = -0,66; p < 0,05). Entre a FCO2 e a Ts verificou-se correlação positiva e significativa na Linha/CC (r = 0...

Lixiviação de bases em função da calagem, adubação nitrogenada e resíduos vegetais

Silva, Rosemeire Helena da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: v, 141 f. : il., gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.31%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Agronomia (Agricultura) - FCA; Em semeadura direta a calagem é realizada na superfície, existindo divergências quanto ao movimento de bases (Ca, Mg e K) no perfil do solo. Acredita-se que o nitrato (NO3 -), devido à sua mobilidade no perfil do solo, pode ter participação no processo. Os experimentos foram conduzidos em vasos contendo LATOSSOLO VERMELHO distrófico em Botucatu-SP para avaliar os efeitos de resíduos vegetais e adubação nitrogenada na lixiviação de Ca, Mg e K, liberado pelo calcário aplicado na superfície, bem como suas conseqüências na nutrição e desenvolvimento inicial do milho. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4x4, com seis repetições. No primeiro experimento os tratamentos foram constituídos por tipos de cobertura do solo: aveia preta, nabo forrageiro, milheto e sem palha; e doses de nitrogênio: 0, 50, 100 e 150 mg dm-3 de N. No segundo experimento os tratamentos foram constituídos por tipos de cobertura do solo: aveia preta, nabo forrageiro, milheto e palha; e níveis de saturação por bases: 30 (sem aplicação de calcário em superfície), 50, 70 e...

Alterações dos atributos químicos do solo e resposta do milho à calagem superficial e incorporada em região de inverno seco

Tiritan, Carlos Sérgio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: viii, 108 f. tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.06%
Pós-graduação em Agronomia (Agricultura) - FCA; Conduziu-se um experimento num Latossolo Vermelho Distroférrico, localizado no município de Botucatu, SP, na Fazenda Experimental Lageado, da Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu/UNESP. Estudou-se a resposta da cultura do milho (Zea mays) à diferentes sistemas de manejo de palha associado à aplicação de doses de calcário incorporado e não incorporado. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso, com parcelas subdivididas e quatro repetições. As parcelas de 5 m x 30 m, foram constituídas de palha na superfície e calcário superficial, retirada da palha superficial com rastelo e calcário superficial e incorporação da palha e calcário. As subparcelas de 5 m x 10 m receberam três doses de calcário no primeiro ano de cultivo (0, 2 e 4 ton ha-1); no segundo ano fez-se uma aplicação complementar nas subparcelas de 1/3 da dose aplicada no primeiro ano. Para estabelecer o manejo da palha, em maio de 1998 cultivo-se a aveia, que foi dessecada em novembro de 1998 para a semeadura do milho em dezembro de 1998. No segundo ano, não foi possível realizar o cultivo de aveia, utilizando-se como cultura para formação de palha a Brachiaria decumbens...

O método tampão SMP para determinação da necessidade de calagem de solos do estado de São Paulo

Van Raij,Bernardo; Cantarella,Heitor; Zullo,Marco Antônio Teixeira
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1979 PT
Relevância na Pesquisa
56.46%
O método tampão SMP de determinação da necessidade de calagem foi estudado em 23 amostras de solos do Estado de São Paulo. A calibração do método foi feita através das necessidades de calagem para valores de pH de 5,5, 6,0 e 6,5 obtidos de curvas de neutralização dos solos com CaCO3. Foram testadas três relações de solução-tampão e solo, optando-se por uma modificação que deu ao método maior sensibilidade para baixas necessidades de calagem, se comparada com a metodologia original. Foi feita a comparação do método SMP com outros critérios de determinação da necessidade de calagem. O método SMP é eficaz para determinar a quantidade de CaCO3 para atingir determinado valor de pH do solo. Tal não acontece com o cálculo baseado na relação entre pH e saturação em bases, que leva a valores muito baixos. O critério Al x 1,5 permite chegar a valores de pH em torno de 5,5. A elevação dos valores de Ca + Mg a 2 ou 3 meq/100cm³ de terra não permite prever o pH a ser obtido no solo, consistindo, deste ponto de vista, em um critério muito inseguro para calcular a necessidade de calagem dos solos.

Calagem e adubação fosfatada para o arroz em solos inundados: I. teores de ferro e fósforo nos solos

Mello,J. W. V.; Ribeiro,A. C.; Novais,R.F.; Alvarez V.,V. H.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1999 PT
Relevância na Pesquisa
46.44%
A dinâmica do P em solos e sedimentos inundados tem grande significado ambiental e parece estar fundamentalmente associada às reações de oxirredução dos compostos de ferro. Com o objetivo de verificar os efeitos da calagem e da adubação fosfatada nos teores de Fe e P no solo, amostras de nove solos de várzeas do estado de Minas Gerais foram tratadas com dois níveis de calcário e seis níveis de fósforo. Após um período de incubação aeróbica, foram determinados os teores de Fe e P dos solos por extração com acetato de amônio, Mehlich-1 e oxalato de amônio. Os solos foram, então, inundados, determinando-se, periodicamente, os teores de fósforo pelo uso do papel aniônico. Verificou-se que a calagem e a adubação fosfatada tenderam a diminuir os teores de Fe e aumentar os teores de P extraível por acetato de amônio e pelo Mehlich-1. Em amostras recentemente inundadas, a calagem tendeu a aumentar o fósforo determinado pelo papel aniônico, ao passo que o contrário ocorreu após maior período de inundação das amostras de solo.

Influência da calagem no rendimento de matéria seca de plantas de cobertura e adubação verde, em casa de vegetação

Ernani,P. R.; Bayer,C.; Fontoura,S. M. V.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
46.52%
A recuperação de solos degradados é lenta e onerosa. Plantas de cobertura de solo e adubação verde têm sido amplamente utilizadas nesse processo de recuperação, pois promovem alta produção de fitomassa com baixo custo, especialmente se forem tolerantes à acidez. O presente trabalho objetivou avaliar o efeito da calagem no rendimento de matéria seca de dezesseis dessas espécies, em casa de vegetação. Oito espécies de inverno (Lollium multiflorum, Avena strigosa, Lathyrus sativus, Lupinus angustifolius, Pisum sativum, Secale cereale, Vicia sativa e Vicia villosa) e oito de verão (Stizolobium niveum, Stizolobium aterrinum, Stizolobium deeringianum, Crotalaria juncea, Crotalaria retusa, Crotalaria spectabilis, Cajanus cajan e Canavalia ensiformes) foram cultivadas em amostras da camada arável de dois solos ácidos catarinenses (Latossoso Bruno e Cambissolo Húmico), em Lages (SC), em 1997. Os tratamentos consistiram da aplicação de doses de calcário equivalentes a 0, 0,25, 0,50, 1,00 e 1,50 vezes a quantidade recomendada pelo método SMP para elevar o pH dos solos a 6,0. Os valores de Ca e Mg trocáveis aumentaram linearmente com a calagem e na mesma magnitude, ao redor de 3,0 mmol c kg-1 para cada incremento de 0...

Calagem em solos de várzea e a disponibilidade de nutrientes na solução do solo após o alagamento

Silva,Leandro Souza da; Ranno,Sidnei Küster
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2005 PT
Relevância na Pesquisa
56.37%
A calagem do solo altera o pH e, conseqüentemente, influencia no processo de redução dos solos submetidos ao alagamento para o cultivo do arroz irrigado, alterando a disponibilidade de nutrientes na solução do solo. Entretanto, a recomendação de calcário para o arroz irrigado é variável, implicando em diferentes quantidades a aplicar, dependendo da situação. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a liberação de nutrientes para a solução do solo após o alagamento, em três solos de várzea com diferentes valores de pH, resultantes da aplicação de diferentes quantidades de calcário. Amostras de solos de várzea foram coletadas da camada de 0 a 20 cm em áreas de produção de arroz nos municípios de Cachoeirinha/RS (Gleissolo), Faxinal do Soturno (Planossolo 1) e Santa Maria (Planossolo 2), as quais foram misturadas com calcário para comporem os seguintes tratamentos: zero; ½ SMP e 1 SMP para pH 5,5 e 1 SMP para pH 6,0. Após 90 dias de incubação, as amostras foram acondicionadas em vasos plásticos com um dispositivo para coleta da solução do solo e alagadas. Aos 2, 8, 15, 22, 28, 42 e 56 dias de alagamento foram retiradas amostras da solução do solo e determinados os teores de Fe, Ca, Mg, K e P. Com os maiores valores de pH...

Análise química do solo, interpretação e recomendações de calagem e adubação numa perspectiva agroecológica.

BORGES, A. L.; SOUZA, L. da S.
Fonte: In: TOFANELLI, M. B. D.; SILVA, T. O. da (Ed.). Manejo ecológico e conservação dos solos e da água no Estado de Sergipe. São Cristovão: Editora UFS, 2011. 358 p. Publicador: In: TOFANELLI, M. B. D.; SILVA, T. O. da (Ed.). Manejo ecológico e conservação dos solos e da água no Estado de Sergipe. São Cristovão: Editora UFS, 2011. 358 p.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 177-204
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.07%
Para o crescimento, desenvolvimento e produção das plantas, 17 elementos químicos são essenciais, ou seja, sem eles as plantas não completam seu ciclo vital. Eles não podem ser substituídos por outro elemento com propriedades similares e devem participar diretamente do metabolismo da planta (DECHEN & NACHTIGALL, 2007). Desses elementos, três são não minerais: carbono (C), Hidrogênio (H), e oxigênio (O), presentes em maior quantidade nas plantas, em média, respectivamente, 450g Kg-1, 450g Kg-1 e 60g Kg-1. Esses elementos químicos são encontrados no ar e na água e participam da fotossíntese, cujos produtos são responsáveis por grande parte do crescimento e produção das plantas: 6 C02 = 12 H2O ? 6O2 = 6 (H2O) = 6 H2O (equação da fotossíntese). Os 14 nutrientes minerais, que geralmente são fornecidos à planta pelo solo e complementados pela calagem (calcários) e adubações orgânica e química, são classificados em macronutrientes e micronutrientes. Os macronutrientes são exigidos em maiores quantidades, da ordem de 1 a 15g Kg-1: N, P, K, Ca, Mg e S, e os micronutrientes, absorvidos em pequenas quantidades (0,1 a 100mg Kg-1): Fe, Mn, B, Zn, Cu, Mo, Cl e Ni. Em 1987, o Ni foi definido como nutriente para as plantas...

Nutrição e crescimento do feijoeiro (Phaseolus Vulgaris L.) em função de lodo de esgoto e calcário para solos subtropicais

Pontoni, Daniel Ramos
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.12%
Resumo: O objetivo deste trabalho foi verificar a equivalência das quantidades de calcário e de lodo de esgoto alcalinizado no crescimento e nutrição da cultura do feijoeiro, em casa de vegetação, em solo e lodo provenientes de três regiões do Estado do Paraná. Os solos e lodos, sem tratamento, foram coletados em regiões distintas: LVd arenoso (arenito), LVd muito argiloso (basalto) e o LBw argiloso (argilito). Os lodos foram alcalinizados utilizando-se a mesma fonte de óxido de Ca e Mg. Os tratamentos foram dois corretivos (lodo alcalinizado e calcário) e cinco doses, equivalentes a 0, 50, 100, 150 e 200% da dose necessária para atingir o pH 5,5 obtida pelo método da incubação. Aos 67 dias após a emergência avaliou-se a altura, a matéria seca (MS) das raízes e da parte aérea e teores de C, N, P, K, Ca, Mg, Fe, Cu, Mn e Zn da parte aérea. O efeito do calcário sobre a produção de MS da parte aérea e raiz ficou restrita ao solo muito argiloso, enquanto que o lodo alcalinizado atuou sobre a planta cultivada em solo argiloso e muito argiloso, acompanhando a textura e m%. O lodo alcalinizado mostrou-se superior ao calcário, pois propiciou maiores teores de Zn e de P na MS das plantas, nos solos argilosos. A aplicação dos corretivos reduziu os teores de K e Mn na planta. Quando houve efeito...

Crescimento e teores de B, Cu, Mn, Fe e Zn em Pinus Taeda L,, como resultado da adubação e calagem sob a técnica da omissão de nutrientes

Schneider, Thays
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.5%
Resumo: Os solos brasileiros, principalmente os do cerrado, são bastante intemperizados e com baixa fertilidade natural, sendo provavelmente essas características a responsável pelo aparecimento de deficiências nutricional nos plantios de Pinus taeda localizados no município de Jaguariaíva - PR. Com o objetivo de identificar o elemento mais limitante bem como, avaliar a influência da adubação e calagem nos teores Cu, Mn, Fe, Zn e B no solo, serapilheira e acículas, e quantificar o crescimento em altura e volume em função dos tratamentos, foi instalado em dois talhões de 5 anos e conduzido por dois anos, sob a técnica de diagnose por subtração. Foram concebidos os seguintes tratamentos: Completo (macronutrientes: N, P e K) + micronutrientes (Zn, B, Cu, Mo) + calagem (calcário dolomítico)]; menos macronutrientes; menos micronutrientes; menos K; menos Zn; menos calagem e testemunha. O efeito dos tratamentos foi avaliado pelos teores disponíveis de Cu, Zn, Mn e Fe por Mehlich I e B por água quente (nas camadas de 0-5, 5-10, 10-20, 20-40 e 40-60 cm), características da serapilheira como espessura, massa e teor de nutrientes, teor de nutrientes nas acículas da copa, e avaliação da altura e volume das árvores dominantes. Os solos apresentavam baixos valores de Cu...

Influência da calagem e adubação na acidez do solo e ciclagem de K+, Ca2+ e Mg2+ em plantios de Pinus Taeda L. no Pólo Florestal de Jaguariaíva - PR

Batista, Araína Hulmann
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.25%
Resumo: Elevada acidez e baixa disponibilidade de bases trocáveis provavelmente sejam os fatores responsáveis pela ocorrência de sintomas de severa deficiência nutricional e baixa produtividade em extensas áreas de plantio de Pinus taeda L. no pólo florestal de Jaguariaíva, PR. Objetivando-se contribuir para o adequado diagnóstico da área afetada e estabelecer possíveis medidas de recuperação, avaliou-se o efeito da calagem e adubação superficial no pH e teores trocáveis de Al3+, K+, Ca2+ e Mg2+ no solo de duas áreas sob plantio de Pinus taeda com cinco anos de idade. Foram avaliados ainda os teores de K+, Ca2+ e Mg2+ no litter e acículas das árvores. Sete tratamentos foram utilizados: (i) Completo (N, P, K, Zn, Cu, B, Mo e calcário); (ii) omissão de N, P e K; (iii) omissão de Zn, Cu, B e Mo; (iv) omissão de K; (v) omissão de Zn; (vi) omissão de calcário; (vii) testemunha. Os fertilizantes e o calcário foram aplicados manualmente em duas vezes, a primeira em outubro de 2008 e a segunda em janeiro de 2010. As amostras de solo foram coletadas em agosto de 2010 em cinco profundidades: 0-5, 5-10, 10-20, 20-40, 40-60 cm, para análise de pH em CaCl2 e Al3+, K+, Ca2+ e Mg2+ trocáveis. A coleta do litter ocorreu simultaneamente ao solo...

Crescimento, nodulação e nutrição de duas leguminosas arbóreas da Mata Atlântica, sob influência de calagem e gessagem

Vargas, Giovanno Radel de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.29%
Resumo: A utilização de espécies arbóreas fixadoras de nitrogênio tem-se apresentado como estratégia eficiente na recuperação de áreas degradadas. Mas, dependendo das condições de solo, o processo de fixação biológica de nitrogênio (FBN) não se mostra eficiente, comprometendo o desenvolvimento das plantas. Uma prática de manejo que pode melhorar a eficiência da FBN é a calagem. Entretanto, resultados da pesquisa sobre esta prática ainda são restritos a um pequeno número de espécies, sendo constatada a necessidade de ampliação destes estudos, sobretudo com leguminosas arbóreas. O objetivo do projeto foi avaliar o efeito de doses crescentes de calcário e gesso sobre a nodulação, o crescimento e a nutrição de duas espécies de leguminosas arbóreas nativas da Mata Atlântica do Paraná. Para a realização do experimento, foi utilizado um delineamento experimental inteiramente ao acaso, consistindo em sete tratamentos, possuindo cinco repetições. Os tratamentos consistiram em cinco doses de calcário, uma dose de sulfato de cálcio (gesso) e um tratamento testemunha. As espécies Anadenanthera colubrina (Angico) e Senna multijuga (Canafístula) foram utilizadas como plantas teste, sendo o experimento conduzido em casa de vegetação. Foram avaliados crescimento em altura e diâmetro pelo período de sete meses. Após este período...

Avaliação das características agronomicas e nutricionais de dois cultivadores de milho (Zea mays L.) sob diferentes niveis de calagem

Schuhmacher, Flavio Ervino
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.36%
Resumo: Este trabalho de campo se realizou no "Centro de Estações Experimentais do Setor de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Paraná", com o escopo de avaliar, em solo alico, a influencia de doses crescentes de calcário no concernente a composição mineral das folhas, aos parâmetros morfológicos e a produtividade da planta de milho, ademais de comparar os níveis de acumulação de nutrientes entre as folhas de diferentes idades. O delineamento utilizado foi de blocos aleatórios, com os tratamentos distribuídos em faixas com 4 níveis de correção do alumínio. Os cultivares foram dois, um considerado tolerante (Cargill) e outro sensível (HS) a presença do alumínio no solo, nos citados 4 blocos por que se distribuíram. Os níveis de correção obtiveram-se a partir de uma curva de incubação realizada em laboratório. O tratamento 0 não recebeu o corretivo, ao passo que o tratamento 3 recebeu 10,5 toneladas de calcário por hectare, quantidade exigida para a neutralização total do alumínio presente no solo. O tratamento 1 recebeu 3,5 toneladas, o tratamento 2 recebeu 7,0 toneladas, respectivamente 1/3 e 2/3 do tratamento 3. No estagio de pleno florescimento, mediu-se o diâmetro de colmo e a altura da planta; dentro da área útil de cada subparcela...

TAXAS DE RECUPERAÇÃO DE BORO POR EXTRATORES EM SOLOS DA BAHIA E DE MINAS GERAIS, NA PRESENÇA E AUSÊNCIA DE CALAGEM

Santos Neto,José Augusto dos; Fontes,Renildes Lúcio Ferreira; V,Victor Hugo Alvarez; Neves,Júlio César Lima; Fontes,Maurício Paulo Ferreira; Faria,Arlindo Ferreira de; Santos,Helena Souza Nascimento
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.55%
As informações referentes às taxas de recuperação do boro pelo extrator em razão das doses adicionadas são escassas e necessárias para os sistemas de recomendação de adubação e corretivos. Esta pesquisa teve o objetivo de determinar as taxas de recuperação desse nutriente com água fervente e CaCl2 fervente em solos dos Estados da Bahia e Minas Gerais, na ausência e na presença de calagem. O experimento foi instalado em casa de vegetação, utilizando tratamentos em esquema fatorial (6 × 2 + 9) × 6, correspondendo a seis solos com e sem calagem, nove solos sem calagem e seis doses de B. Utilizaram-se blocos casualizados, com três repetições. As unidades experimentais foram constituídas por 0,6 dm3 de solo. A calagem foi calculada com base na análise de solo, seguindo a recomendação de calagem usada para o Estado de Minas Gerais. Após 15 dias de incubação, os solos receberam doses de B (0,0; 1,5; 3,0; 6,0; 9,0; e 15 mg dm-3), fazendo-se uma nova incubação por um período de 45 dias. Usou-se ácido bórico como fonte de B. Terminada a incubação, o teor de B disponível foi extraído com água fervente e CaCl2 5 mmol L-1 fervente, sendo a dosagem feita com azometina-H. Foram feitas análises de regressão e correlação para as diversas variáveis. O B extraído do solo com água fervente e o CaCl2 fervente...

Alterações nos atributos químicos do solo e comportamento de cultivares de feijão em resposta à calagem superficial em sistema plantio direto

Silva, Tiago Roque Benetoli da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: viii, 91 f. : gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.06%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Agronomia (Agricultura) - FCA; O presente trabalho foi desenvolvido na Fazenda Experimental Lageado, pertencente à Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP, campus de Botucatu, Estado de São Paulo, objetivando avaliar o comportamento de cultivares de feijão, quando semeados no período da seca, à aplicação superficial de doses de calcário, durante dois anos agrícolas, na implantação do sistema de plantio direto. O tipo de solo do local é LATOSSOLO VERMELHO Distrófico com V = 41%. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. As parcelas foram representadas por cultivares de feijão (C1 - Carioca; C2 - IAC Carioca Eté; C3 - Pérola; C4 - IAPAR 81 e C5 - Campeão 2) e as subparcelas formadas pelas doses de calcário dolomítico (D0 =zero - sem aplicação de calcário; D1 = 1,8 t ha-1 - quantidade de calcário para elevar a saturação por bases a 54%; D2 = 3,6 t ha-1 - quantidade de calcário para elevar a saturação por bases a 68% e D3 = 5,4 t ha-1 - quantidade de calcário para elevar a saturação por bases a 80%), totalizando 20 tratamentos. O experimento teve 80 subparcelas...

Crescimento do maracujazeiro-doce (Passiflora alata Dryand.) em função da calagem, classes de solo e tipos de muda

Fonseca, Elda Bonilha Assis
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-graduação em Fitotecnia; UFLA; brasil; Departamento de Agricultura Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-graduação em Fitotecnia; UFLA; brasil; Departamento de Agricultura
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 15/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
56.27%
Aiming to study the effect of the liming on the growth and nutrition of sweet passion fruit plants, two experiments were carried out in the greenhouse of the Agriculture Department of the Federal University of Lavras (UFLA). The statistical design used was randomized blocks in a factorial scheme (2x4) + 2, with four replications. The treatments involved two soil classes (Dystrophic Red-Yellow Latosol - LVAd and Dystrophic Red Latosol - LVd), four base saturation leveis (40%, 60%, 80% and 100%) and two more additional treatments, LVAd without liming and LVd without liming. The fírst experiment was carried out with seedlings (originated from seeds) and the second with cuttings. The experimental plot was constituted of four vases in the fírst experiment and two vases in the second. After 150 days, the stem length, number ofleaves, dry matter ofshoots and roots, the roots/shoots ratio, macro and micronutrients contents in the shoots dry matter and P, Ca and Mg in the roots dry matter were evaluated. It was concluded that in both experiments the largest growth happened in the LVd and the sweet passion fruit tolerates soils with low base saturation leveis. In the fírst experiment, with seedlings, the increase ofbase saturation leveis reduced vegetative growth ofplants in the LVd but had no influence in the LVAd. For both soil classes...