Página 1 dos resultados de 78 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

O Plano Individual de Transição no 3º ciclo : que repercussões?

Inês, Helena
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.27%
Dissertação de Mestrado em Supervisão Pedagógica apresentada à Universidade Aberta; Aludindo aos princípios inclusivos acordados em Salamanca (1994), a publicação do Decreto-Lei nº3/ 2008, de 7 de janeiro, implicou formalmente a escola na transição para a vida pós-escolar dos alunos com Necessidades Educativas Especiais, impondo, sempre que oportuno, a elaboração de um Plano Individual de Transição (PIT). Na escola inclusiva, a diferença é valorizada, pelo que a diversidade, afigurando-se como um novo eixo norteador da ação educativa, justifica a necessidade imperiosa de adequar o currículo, flexibilizando-o e diferenciando-o. Assumindo a relevância do papel do professor na aplicação do plano de transição, enquanto gestor curricular e coconstrutor/ dinamizador de um currículo personalizado capaz de, por um lado, promover o (in)sucesso do percurso desenhado e, por outro, melhorar o processo, consideramos como fundamental conhecer as formas de implementação do programa por partes dos intervenientes, bem como caracterizar a supervisão que entre os mesmos emerge. Perante esta problemática, definimos como objetivos gerais para o presente estudo: - Conhecer experiências de intervenientes relativas à aplicação do PIT; - Conhecer os processos de articulação e supervisão emergentes entre os envolvidos. Face aos objetivos definidos...

As áreas vocacionais no currículo de turmas de percursos curriculares alternativos : um estudo de caso

Santos, Maria da Glória Soares Lopes dos
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.11%
Dissertação de Mestrado em Supervisão Pedagógica apresentada à Universidade Aberta; Com esta investigação pretende-se conhecer o sentido e o significado de percursos curriculares alternativos, com incidência nas implicações que a criação de turmas sujeitas a este tipo de percursos poderão ter na inclusão de jovens, permitindo a diversificação de modelos de oferta pedagógica no âmbito da escolaridade obrigatória. Numa escola que, cada vez mais, se caracteriza como um espaço plural, do ponto de vista social e cultural e em que as motivações, os interesses, as expetativas e as capacidades de aprendizagem dos alunos que a frequentam são muito díspares, importará evidenciar contextos e procurar respostas à sua diversidade através de diferenciações curriculares, tanto na organização como na substância. Parece haver acordo entre todas as forças sociais e políticas quanto à grande finalidade do sistema escolar: garantir a igualdade de oportunidades de acesso e sucesso educativo para todas as crianças e jovens; promover a sua inclusão através de respostas pedagógicas diversificadas e adequadas às suas necessidades e características específicas e permitir o seu desenvolvimento global e a sua formação integral como cidadãos. Para atingir esta finalidade têm sido propostas e aplicadas várias medidas...

Notas sobre diversificação/diferenciação curricular em Portugal; Notes on curricular diversification/differentiation in Portugal

Pacheco, José Augusto
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.38%
O presente artigo revisita a discussão sobre currículo comum e culturas diferenciadas enfrentada por diferentes estudiosos do currículo. Para tanto, apresenta o conceito de diversificação/diferenciação curricular, a partir da premissa de escola para todos. Como foco de análise evidencia-se as políticas curriculares do contexto educacional português. A diferenciação curricular é um conceito que apresenta, essencialmente, mudanças na metodologia e na avaliação, pressupondo que os alunos têm um mesmo percurso nas suas opções, mas que uns precisam seguir caminhos diferentes para que todos possam atingir o sucesso educativo. Na prática, o que discute-se é que o processo de desenvolvimento do currículo envolve e obdece a uma lógica centralizada, que nem sempre valoriza os diversos contextos de aprendizagem. Daí que o conceito de autonomia curricular possa vir a tornar-se numa prática residual, com pouco impacto nas actividades de recontextualização do currículo por parte do professor. A questão que se coloca não é a de saber se os professores dispõem de autonomia ou se é uma prática ao seu alcance, mas de a questionar perante as condições escolares pensadas para uma escola comum e nacional.; The present article revisits a discussion on common curriculum and differentiated cultures faced by different researchers on curriculum. To this end...

Práticas educativas na sobredotação : diferenciação curricular e estratégias complementares; Practices in gifted education : differentiated curriculum and complementary strategies

Antunes, Ana Maria Pereira; Almeida, Leandro S.
Fonte: Colégio Internato dos Carvalhos Publicador: Colégio Internato dos Carvalhos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /05/2009 POR
Relevância na Pesquisa
35.91%
A escola inclusiva, atenta à diversidade e à igualdade de oportunidades, deverá contemplar explicitamente a educação dos alunos mais capazes, talentosos ou sobredotados. Neste trabalho, tomamos como ponto de partida da intervenção com os alunos sobredotados a necessidade de adaptação e de diferenciação curricular para responder às suas necessidades individuais. Nessa lógica, destacamos a importância da complementaridade e da articulação das diversas formas de intervenção (aceleração, agrupamento e enriquecimento), caracterizando cada uma delas e apresentando alguns estudos face à sua eficácia. Fazemos ainda uma breve referência à situação em Portugal, destacando que importa sensibilizar e formar os agentes educativos face à problemática da sobredotação.; The inclusive school responding to the students ‘differences and to the opportunities’ equality should consider the education of the gifted and talented students. In this work, we take curricular adaptation and curricular differentiation as the main Intervention points centered on individual differences. We also defend the complementary use of the educational practices (acceleration, grouping and enrichment) explaining each one of them and presenting some studies about their efficacy. We briefly describe the practices for gifted students in Portugal and highlight the importance of the school staff sensitivity to understand giftedness.

Impacto das políticas educativas e curriculares na construção das práticas inclusivas

Barata, Clarinda Luísa Ferreira; Ferreira, José Brites; Morgado, José Carlos
Fonte: Universidade do Minho. Centro de Investigação em Educação Publicador: Universidade do Minho. Centro de Investigação em Educação
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
Esta comunicação resulta de um trabalho de investigação desenvolvido em torno de três eixos – saberes básicos, inclusão educativa e diferenciação curricular – que têm vindo a ter uma visibilidade crescente tanto ao nível dos discursos educativos, como das políticas educativas e curriculares para o ensino básico. É imprescindível atender à diversidade, uma realidade cada vez mais comum no interior das salas de aulas, considerando-a não como um obstáculo mas como uma fonte enriquecedora do processo educativo, bem como à necessidade de transformar a escola num espaço de inclusão, para que cada aluno possa munir-se de um conjunto de saberes básicos imprescindíveis à sua integração e participação na sociedade. Neste sentido, importa perceber se os professores estão a conseguir uma efectiva flexibilização e diferenciação curriculares nas escolas ou se, pelo contrário, continuam entrincheirados entre rotinas securizantes, adiando a possibilidade de edificar uma verdadeira escola inclusiva. Partindo desta problemática, este projecto de investigação visou, entre outros aspectos compreender o impacto das políticas educativas e curriculares em termos de práticas inclusivas. Para o efeito, recorremos a uma estratégia metodológica de investigação que incluiu a aplicação de um questionário aos docentes do 1.º Ciclo do Ensino Básico e...

Curriculum differentiation in the education of youth and adults in Portugal and Brazil

Guimarães, Edilene Rocha; Silva, Luzimar Barbalho da; Pacheco, José Augusto
Fonte: Pegem Publicador: Pegem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 ENG
Relevância na Pesquisa
66.47%
This paper aims to analyze conceptions of curriculum differentiation in programs of Professional Education for Youth and Adults in Portugal and Brazil. The starting point was the reference for the analysis of curriculum policy, identified by Pacheco (2003) as "equality/inequality" and "homogenizing/diversity", and of the proposed conceptual of the "Triangle of difference", proposed by Wieviorka (2000), and its three poles interlinked: the collective identity, the modern individual, the subject. Followed by a qualitative approach, we performed transverse content analysis (Bardin, 1979) of normative and institutional documents. The empirical results show that the curriculum differentiation has a long way to be followed, especially, the basic questions related to teachers; the “collective identity” is a starting point to discuss the differentiation; differences related to the "modern individual" and "subject", which are not considered by curriculum practices. We conclude that the programs are still configured as part of curriculum policies homogeneous and unequal.

Globalização, currículo e aprendizagem. Para uma análise crítica das práticas curriculares em contextos diferenciados; Globalisation, curriculum et apprentissage. Pour une analyse critique des pratiques curriculaires en contextes différenciés

Pacheco, José Augusto; Pestana, Tânia; Figueiredo, Joana; Martins, Dulce
Fonte: Secção Portuguesa da AFIRSE Publicador: Secção Portuguesa da AFIRSE
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.11%
Tendo como ponto de análise as políticas viajantes, cujo processo de regulação se observa pela mudança conceitual, analisamos, neste texto, os conceitos-chave de globalização, currículo e aprendizagem, num contexto de análise crítica das práticas curriculares em contextos diferenciados, sobretudo da educação de infância e da educação em situações de necessidades educativas especiais. Porque o currículo é um processo de educação e formação, com perspetivas muito diferentes, que cada vez mais tem a sua construção de base no contexto da globalização, entendida como processo de homogeneização ao nível de similaridades definidas pelas políticas transnacionais, como se diferencia a aprendizagem ao nível das práticas curriculares? Para respondermos a esta interrogação, seguimos a análise documental, com relevo para documentos estruturantes da organização curricular portuguesa e planificações utilizadas pelos docentes ao nível da educação de infância, das necessidades educativas especiais e de um contexto institucionalizado em centros educativos portugueses.; Ayant comme point d’analyse les politiques voyageuses, dont le processus de régulation s’observe par le changement conceptuel, nous analysons...

Práticas de diversificação/diferenciação curricular no contexto das políticas educativas para o ensino básico

Frazão, Rogério Martins
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 09/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.53%
No contexto de cada comunidade, onde a escola está inserida, a definição de políticas educativas e curriculares assume maior pertinência, podendo contemplar componentes locais e regionais do currículo, valorizando as características de cada região e, sobretudo, permitindo um maior envolvimento e responsabilização dos diversos actores, que representando a comunidade educativa participam ao nível das tomadas de decisão. A escola, como espaço de reflexão e participação dos vários actores, favorece a emergência de uma nova cultura, marcada pelas dimensões do ser, do estar, do fazer, do conviver, do comunicar, do aprender e do fazer aprender. É este novo entendimento da escola, preconizado nos princípios e nos normativos orientadores da política educativa actual, que se deseja ver instituído na organização escolar e nas práticas pedagógicas, com vista à melhoria da qualidade da educação tornando as aprendizagens mais significativas. A reflexão realizada, a partir deste novo entendimento da escola e das políticas educativas actuais, deu origem a uma questão central: Como é que os professores diversificam/diferenciam o currículo no contexto das políticas educativas e curriculares definidas para o 1º...

Diferenciação curricular e educação multicultural : conceções e práticas em contexto de diversidade cultural

Portugal, António Miguel Ralha
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 28/03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.45%
O currículo é um artefacto social e cultural, que envolve uma fase de conceção e outra de reconstrução, esta a cargo dos professores, que em contexto, o desenvolvem de modo que os alunos, na sua diversidade de necessidades, características e interesses possam aceder a um conjunto de conhecimentos sistemáticos e desejavelmente comuns a todos. Uma teorização do currículo, atento a todos os fatores, sociais, culturais, de hegemonização de poder e de desigualdades de acesso, deve estar atenta à identidade e à diferença, que se joga nesse percurso, nesse currículo entendido como currere, que molda a pessoa do aluno ao longo do caminho. A massificação do ensino trouxe para a escola uma ampla diversidade de alunos, o que contras-tou com uma organização – que sobrevive desde a constituição da escola moderna no séc. XVIII e XIX – centralizada em torno do padrão da classe e de uma pedagogia da transmissão, que tende a tratar a todos como se fossem um e que necessariamente deu origem a uma diferenciação curricular, porém estratificadora, que é necessário substituir por uma forma diferenciada, mas inclusiva, de fazer ascender ao currículo comum uma grande diversidade de alunos. Essa diversidade cresce hoje nas nossas escolas...

O currículo e as necessidades educativas especiais : práticas de adequação curricular no terceiro ciclo

Cunha, Custódia Maria Araújo da
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.21%
A responsabilidade da construção de uma escola para todos deve ser o grande objectivo de todo e qualquer professor, criando espaços de reflexão conjunta no sentido de serem traçados projectos curriculares diferenciados que dêem resposta a todos os alunos na sua diversidade plural. Assim, a concepção e construção da escola inclusiva implicam mudanças, quer nas atitudes e práticas dos agentes educativos, quer nas estruturas do sistema de ensino ao nível organizacional e da gestão curricular. Neste âmbito, a adequação do currículo às necessidades educativas especiais (NEE) dos alunos torna-se essencial na (re)construção e operacionalização dos diferentes processos curriculares. O trabalho que agora se apresenta foi desenvolvido através de um estudo de caso. Constitui uma tentativa de compreensão das percepções dos professores e das práticas pedagógicas que desenvolvem para efectuar adequações curriculares para alunos com NEE. Centrámo-nos nos professores de um conselho de turma do sétimo ano do terceiro ciclo do ensino básico (3º CEB) que inclui uma aluna com NEE, procurando saber o que pensam sobre o processo de adequação curricular, como o concebem e como o implementam. Como metodologia de recolha dos dados utilizamos as técnicas da entrevista...

O currículo específico individual práticas de construção e Implementação: um estudo exploratório no segundo ciclo

Baltazar, Isaac Trindade Abrantes
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.34%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Educação - Especialização em Educação Especial; A inclusão, na sala de aula, de alunos com necessidades educativas especiais constitui um desafio para os professores, com implicações nas suas atitudes e práticas educativas, nomeadamente, no que diz respeito ao modo como abordam a diferenciação curricular e a diferenciação pedagógica. Este processo torna-se ainda mais complexo quando aos alunos é aplicada a medida educativa denominada currículo específico individual. O presente estudo desenvolveu-se num agrupamento de escolas do concelho de Almada, envolvendo cinco docentes do ensino regular e da educação especial, a lecionar em turmas ou pequenos grupos de alunos de 5º ano de escolaridade e pretendeu conhecer os processos que os professores utilizam para elaborar os currículos específicos individuais e as suas preocupações na construção e implementação destes currículos. Como metodologia de recolha dos dados foi utilizada a entrevista, que depois tratámos através de análise de conteúdo. Concluiu-se que os currículos específicos individuais merecem a concordância dos professores, sendo consensual o seu carácter funcional. No processo de elaboração dos currículos...

Práticas de ensino da matemática : duas professoras, dois currículos

Canavarro, Ana Paula, 1962-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2003 POR
Relevância na Pesquisa
26.3%
Tese de doutoramento em Educação (Didáctica da Matemática), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Ciências, 2004; Este estudo inscreve-se na área de investigação sobre o professor de Matemática e tem como objectivo compreender as suas práticas curriculares, perspectivadas do seu ponto de vista, integrando pensamento e acção. Trata-se de uma investigação interpretativa, concretizada através da realização de estudos de caso de duas professoras. Para cada uma, procura responder às seguintes questões: Como se relaciona com o currículo oficial? Qual é o seu protagonismo curricular? Como legitima as suas práticas curriculares? Quais são as principais influências nas suas práticas curriculares? Francisca é professora de Matemática de 2º ciclo numa escola básica que aderiu ao projecto de gestão flexível do currículo. Margarida é professora numa escola secundária, onde lecciona o programa ajustado de Matemática. A escolha das professoras teve em conta o facto de serem profissionais experientes, reconhecidas como competentes no seu meio profissional, e de trabalharem em contextos curriculares distintos. Os estudos de caso apresentam as professoras, traçam o seu percurso biográfico...

The importance of curriculum theory and development in the construction of an inclusive approach to difference

Sousa, Francisco
Fonte: Editura Universitara Publicador: Editura Universitara
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2011 ENG
Relevância na Pesquisa
35.96%

Diferenciação curricular : uma abordagem às práticas de intervenção educativa no 2º ciclo do ensino básico

Matos, Maria Manuela Santana Fernandes
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 28/10/2010 POR
Relevância na Pesquisa
26.35%
Doutoramento em Ciências da Educação na especialidade de Análise e Organização de Situações de Educação; O estudo tem como objectivos principais conhecer as opções tomadas ao nível de uma micro-política de organização e de funcionamento que influenciam o currículo no contexto escolar face à diversidade social, económica e multicultural dos alunos, bem como pretende identificar os modos de diferenciação curricular e as decisões tomadas pelos professores, de acordo com as suas concepções e fontes de conhecimento para a organização de ambientes de aprendizagem. Procura, ainda, conhecer as formas de avaliação e regulação previstas no processo de desenvolvimento curricular. A pesquisa inspirou-se numa abordagem etnográfica, configurada num estudo de caso, de carácter longitudinal e exploratória. Permitiu estudar acontecimentos que se reportam a dois anos lectivos durante a frequência do 2º ciclo do Ensino Básico, acompanhando os grupos/turmas de alunos de uma Escola. O estudo centrou-se na análise documental de Produtos Curriculares, Observação de Aulas e Entrevistas aos professores responsáveis pelas decisões de organização e de design curricular. Pela análise dos resultados, é possível concluir que a Escola...

A estrutura modular dos cursos profissionais: um estudo de caso múltiplo

Nabeiro, Maria Filomena Garcia
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.09%
Os cursos profissionais criados no fim dos anos 80 do século XX e introduzidos nas escolas secundárias em meados da última década adotaram a estrutura modular na organização da formação. Assim, o presente estudo pretendeu investigar de que modo escolas profissionais e escolas secundárias públicas desenvolveram os princípios da estrutura modular dos cursos profissionais, procurando detetar semelhanças e diferenças entre elas. A investigação enquadra-se numa perspetiva humanista-interpretativa, envolvendo um estudo de caso múltiplo constituído por duas unidades de análise. A recolha de dados socorreu-se da entrevista, do painel, da observação não participante e da análise documental, tendo os dados sido tratados por análise de conteúdo. Entre as principais conclusões, limitadas aos casos estudados, destacam-se as seguintes: i) a estrutura modular atual limita as possibilidades quer de individualização do percurso quer de diferenciação pedagógica, contribuindo para manter um ensino essencialmente homogéneo e uniforme; ii) as escolas desvalorizam as potencialidades da avaliação formativa, autorreguladora e participada pelos alunos, insistindo num modelo de apoio pedagógico pouco eficaz; iii) entre as escolas secundárias públicas e as escolas profissionais há mais semelhanças do que diferenças na implementação da estrutura modular; ABSTRACT: Professional courses...

Differentiation and Articulation in Tertiary Education Systems : A Study of Twelve African Countries; Differenciation et articulation dans les systemes d'enseignement superieur en Afrique : une etude de douze pays Africains

Ng'ethe, Njuguna; Subotzky, George; Afeti, George
Fonte: Washington, DC : World Bank Publicador: Washington, DC : World Bank
Tipo: Publications & Research :: Publication; Publications & Research :: Publication
ENGLISH; EN_US
Relevância na Pesquisa
36.34%
This study strives to sketch an initial map of the extent and nature of institutional and program differentiation within African systems of tertiary education. In doing so, it also seeks to chart the patterns of articulation that have emerged or been consciously put in place between the different institutional types (such as public universities, private universities, polytechnics, training colleges). The analysis of tertiary education differentiation and articulation is based on field visits to a dozen selected African countries. Its purpose is to improve general understanding of this under-researched but strategically important technical aspect of African higher education at a time when it is becoming an important aspect of education policy. African countries display far more differentiation than articulation within their tertiary education systems. Their systems are quite diverse and can be classified as unitary, binary, trinary, semi-differentiated or fully differentiated, depending upon the number of different institutional types that comprise the tertiary system. In general...

Projeto educativo TEIP : um estudo de caso

Guimarães, Edilene Rocha; Pacheco, José Augusto
Fonte: Universidade Católica Editora Publicador: Universidade Católica Editora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.23%
O artigo analisa o processo de autoavaliação de um projeto educativo TEIP situado na região norte de Portugal, considerado como estudo de caso. Partiu-se dos referenciais para análise das políticas curriculares, identificados por Pacheco (2003) como "igualdade/desigualdade" e "homogeneização/diversidade': e da proposta conceptual do "triângulo da diferença» proposto por Wieviorka (2002), em seus três polos: a identidade coletiva; o indivíduo moderno, o sujeito. Seguindo-se uma abordagem qualitativa, escolhemos a técnica de grupo focal, observação direta e análise de documentos normativos e institucionais. Nos resultados da pesquisa identificamos que o processo de auto-avaliação coloca mais as causas do insucesso escolar nos fatores internos relacionados com a motivação e cognição dos alunos} e nos fatores externos ligados à participação dos pais e encarregados de educação} indicando que as estratégias de diferenciação curricular e práticas educativas devem ser revistas, corno forma de promover o sucesso escolar. Concluímos que os alunos são incluídos na escola a partir das diferenças que os especificam, como alunos integrados numa comunidade educativa atingida por problemas sociais e económicos} ou seja...

Adequações curriculares e estratégias de ensino em turmas inclusivas: um estudo exploratório no 1º Ciclo

Silva, Alexandra Frias da; Leite, Teresa
Fonte: CIED - Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais da Escola Superior de Educação de Lisboa, Publicador: CIED - Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais da Escola Superior de Educação de Lisboa,
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.11%
A inclusão de alunos com necessidades educativas especiais (NEE) no sistema educativo não tem sido fácil para as escolas nem para os professores, uma vez que exige mudanças na organização escolar e nas práticas curriculares. Este estudo centra-se nas decisões de planeamento curricular e estratégias de ensino protagonizadas por professores que lecionam em turmas inclusivas e tem como objetivo identificar conceções e práticas de diferenciação curricular para alunos com NEE. O estudo incide sobre 4 professores e respetivas turmas do 1º ciclo do Ensino Básico do mesmo Agrupamento de Escolas. Como processo de recolha dos dados utilizámos a entrevista e a observação direta. Concluímos que os professores assumem a necessidade de implementar adequações curriculares como resposta às diferenças e particularidades de cada aluno. No entanto, revelaram dificuldades ao nível da gestão curricular em turmas inclusivas e as práticas que desenvolvem nem sempre facilitam a implementação das adequações que reconhecem ser necessárias.; Abstract The inclusion of children with special needs in the education system has not been easy for schools nor teachers because it requires changes in school organization, curricular practices and conceptions of teaching and learning. This study focuses on the decisions of curriculum planning and teaching strategies used by teachers in inclusive classrooms of primary schools. The study aims to identify concepts and practices of curriculum differentiation for students with special needs and it focuses on four teachers and their classes with special needs students included. The methodologies of data collection that we used were interview and direct observation. We conclude that teachers explicitly express the need to implement curricular adjustments for the students with special needs. However...

Diferenciação curricular e pedagógica e dificuldades de aprendizagem no 1.º CEB

Gonçalves, Eduardo Jorge de Almeida
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.08%
Esta é uma tese que terá que ser compreendida num tempo em que nas escolas o reconhecimento da diversidade dos alunos se tornou uma necessidade formativa e pedagógica. Pode afirmar-se que esta é a principal razão que justifica o facto de este trabalho abordar a diferenciação curricular e pedagógica como a sua problemática de referência, ainda que seja necessário evidenciar a articulação que se estabelece entre esta problemática e as dificuldades de aprendizagem dos alunos. Não sendo uma tese sobre dificuldades de aprendizagem, é uma tese que parte destas mesmas dificuldades para promover a reflexão sobre as conceções e práticas de diferenciação nas escolas e desenvolver um projeto de investigação em turmas do 1º Ciclo do Ensino Básico. Isto não significa, contudo, que circunscrevemos a diferenciação curricular e pedagógica às dificuldades de aprendizagem dos alunos, mas apenas que defendemos que a partir destas dificuldades se torna possível analisar de forma credível e sustentada a temática da diferenciação em contextos educativos formais. Realizado o estudo num agrupamento de escolas do norte litoral de Portugal, o qual envolveu 21 turmas de todas as escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico deste agrupamento...

Including the gifted learner: perceptions of South African teachers and principals

Oswald,Marietjie; de Villiers,Jeanne-Marie
Fonte: South African Journal of Education Publicador: South African Journal of Education
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 EN
Relevância na Pesquisa
46.24%
We report the findings of a qualitative study embedded in an interpretive paradigm to determine the perceptions of South African primary school teachers and principals regarding the inclusion of learners considered gifted. Eight principals and 16 classroom teachers in the Foundation Phase (Grades 1-3) in public primary schools situated in communities that were representative of the different socio-economic and language groups in the Western Cape province participated in the study. Qualitative data collection methods included in-depth individual semi-structured interviews with the eight principals and two semi-structuredfocus group interviews with the 16 classroom teachers. Qualitative content analysis revealed the following themes: inclusive education and the learner who is gifted; curriculum differentiation; obstacles to curriculum differentiation; and possible solutions for more effectively including the gifted learner. Despite their diversity in terms of culture, language and positioning by the previous apartheid regime, the participants acknowledged the marginalisation by default of gifted learners. Gifted learners were most often those who were not receiving appropriate education and support and data suggested that a particular drive for the inclusion of gifted learners was absent in the agenda of education authorities.