Página 1 dos resultados de 154 itens digitais encontrados em 0.056 segundos

Alcoolemia em vítimas fatais de causa violenta ocorridas em Ribeirão Preto e região no período de 2002 a 2004; Alcohol levels in victims of violent deaths from Ribeirão Preto and regions between 2002-2004.

Paula, Carolina Melo Cândido de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
86.05%
O Laboratório de Toxicologia Forense/CEMEL/FMRP/USP analisou 400 amostras de sangue de vítimas fatais, de causa violenta, para a determinação de alcoolemia. Em relação às causa jurídicas de morte, as amostras foram provenientes de vítimas de acidentes, homicídios, suicídios e de outras causas externas. Os acidentes de trânsito foram estudados com maior ênfase devido à importância e impacto sócio-econômico que essas mortes representam em todo o mundo. A existência de legislação no nosso País sobre o consumo de etanol e a condução de veículos automotores, que estabelece o limite máximo permitido de 0,6 g de álcool por litro no sangue para a condução de veículos, torna obrigatório os exames toxicológicos em vítimas nessas condições. O estudo teve como objetivos conhecer a relação entre a concentração de álcool no sangue e as mortes de causa violentas considerando os parâmetros sexo e faixa etária, com a finalidade de prover dados científicos às autoridades legais brasileiras, que contribuam para melhorar o controle e a legislação sobre o consumo de bebidas alcoólicas na sociedade, e evidenciar a necessidade do exame de alcoolemia em outros tipos de causas de morte violenta como homicídios e suicídios. Para a investigação da alcoolemia...

Fatores associados ao risco de lesões e óbito de motociclistas envolvidos em ocorrências de trânsito; Associated risk factors for injuries and deaths of motorcyclists involved in traffic incidents

Oliveira, Nelson Luiz Batista de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
76.06%
A frota de motocicletas e seu uso como meio de transporte ou de trabalho tem crescido de forma exponencial no Brasil, assim como os mortos e feridos em consequência a ocorrências de trânsito envolvendo esses veículos. Tendo em vista a relevância das informações para planejar e realizar ações em relação a esse grave problema, este estudo propôs: caracterizar as ocorrências de trânsito e os motociclistas nelas envolvidos e explorar as associações entre essas características e a presença de motociclistas feridos e mortos. Foram analisados os registros de Maringá - Paraná, ano de 2004. As fontes dos dados foram os registros da Polícia Militar, do Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência e do Instituto Médico Legal. Nesse ano, foram registradas 1.951 ocorrências envolvendo 2.362 motociclistas. Os resultados mostraram que (99,38%) dos eventos aconteceram em área urbana, onde a luminosidade, a condição meteorológica e a sinalização eram satisfatórias (87,44%, 80,57% e 70,64%, respectivamente). A maioria das ocorrências envolveu dois veículos e 56,65% dos motociclistas transitavam em veículos com até cinco anos de uso. A maioria dos acidentes foram colisões com carro ou caminhonete (55,45%) e o tipo de impacto mais observado foi o abalroamento transversal (35...

Concurrent architecture for control of an autonomous driving vehicle; Arquitectura concorrente para o controlo de um veículo autónomo

Marques, Patrick Ferreira
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
76.19%
Os robôs autónomos e os veículos não tripulados são vertentes da robótica de forte investigação durante os últimos anos, especialmente para o desenvolvimento de veículos autónomos destinados à exploração de lugares inóspitos. Um robô autónomo é uma máquina que consegue ser independente e regida pelas suas próprias leis, um sistema que consegue sobreviver num ambiente natural sem intervenção humana. Hoje em dia são muitos os sistemas disponíveis (como por exemplo GPS e visão computorizada) que ajudam os robôs a sobreviver, sendo o grande desafio integrá-los de forma a produzir um ser mais inteligente, sólido e confiável. O Departamento de Electrónica, Telecomunicações e Informática da Universidade de Aveiro tem realizado, nos últimos anos, trabalho na área da condução autónoma. Um dos objectivos desse trabalho tem sido o desenvolvimento de veículos autónomos para participação na prova de condução autónoma do Festival Nacional de Robótica, na qual participa desde 2001. O software de controlo de alto nível do veículo actual assentava numa estrutura sequencial o que torna complexa a tarefa de manutenção e integração de novas funcionalidades. Actualmente existem módulos para a descrição do mundo bem como para o planeamento de trajectórias sobre esses modelos e um módulo para percepção a partir de imagem. O objectivo deste trabalho foi o de reestruturar todo o software de alto nível...

Automatic information and safety systems for driving assistance; Sistemas automáticos de informação e segurança para apoio na condução de veículos

Oliveira, Miguel Armando Riem de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
96.28%
O objeto principal desta tese é o estudo de algoritmos de processamento e representação automáticos de dados, em particular de informação obtida por sensores montados a bordo de veículos (2D e 3D), com aplicação em contexto de sistemas de apoio à condução. O trabalho foca alguns dos problemas que, quer os sistemas de condução automática (AD), quer os sistemas avançados de apoio à condução (ADAS), enfrentam hoje em dia. O documento é composto por duas partes. A primeira descreve o projeto, construção e desenvolvimento de três protótipos robóticos, incluindo pormenores associados aos sensores montados a bordo dos robôs, algoritmos e arquitecturas de software. Estes robôs foram utilizados como plataformas de ensaios para testar e validar as técnicas propostas. Para além disso, participaram em várias competições de condução autónoma tendo obtido muito bons resultados. A segunda parte deste documento apresenta vários algoritmos empregues na geração de representações intermédias de dados sensoriais. Estes podem ser utilizados para melhorar técnicas já existentes de reconhecimento de padrões, deteção ou navegação, e por este meio contribuir para futuras aplicações no âmbito dos AD ou ADAS. Dado que os veículos autónomos contêm uma grande quantidade de sensores de diferentes naturezas...

Platform to acquire stress signals and register occurrences; Plataforma para aquisição de sinais de stress e registo de ocorrências

Simões, Paulo Lopes
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
76.03%
Hoje em dia, as pessoas vivem num mundo repleto de situações de stress. Estas podem ter origem em diversos contextos tais como a entrega trabalho a curto prazo, morte de um familiar ou até mesmo com relacionamentos pessoais. É um facto que o comportamento humano é infuenciado pelo nível de stress duma pessoa em termos de racionalidade. A título de exemplo, o stress pode ter impacto no contexto da condução de veículos, i. e., pode colocar em risco a segurança dos condutores e das pessoas envolventes. Neste domínio, o desenvolvimento de um sistema capaz de detectar stress pode, no futuro, apoiar na condução de modo a providenciar uma maior segurança para todos os intervenientes. Um sistema complexo como este pode também ser útil para fazer um levantamento estatístico sobre pontos negros nas estradas, i. e. locais onde os condutores apresentam sistematicamente valores altos de stress, consubstanciando zonas onde tipicamente ocorrem acidentes. O objectivo deste trabalho consiste em dar os primeiros passos para o desenvolvimento dum sistema capaz de detectar stress em seres humanos de modo a ser aplicado em contextos veiculares tais como na condução automóvel e em sistemas de navegação de cadeiras de rodas elétricas. Neste último...

Efeitos da complexidade ambiental sobre a discriminação de veículos

Noriega, Paulo
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 21/06/2010 POR
Relevância na Pesquisa
86.39%
Doutoramento em Motricidade Humana na especialidade de Ergonomia; A discriminação do movimento de veículos é uma tarefa vital para todos os utilizadores rodoviários. Da sua rigorosa execução depende o evitamento de acidentes. Estudos aplicados e fundamentais demonstraram que o observador, quando em movimento, tem um desempenho pior a discriminar movimentos de aproximação de objectos e veículos do que se estivesse parado. Alguns estudos laboratoriais, quantificaram esse efeito em função do fluxo óptico global do ambiente visual. Contudo esses estudos deixaram espaço para questionar a validade desses resultados em: (1) situação mais realistas de condução, (2) na visão periférica em situações do tipo da condução e (3); na visão periférica em situações de marcha de peão. Um primeiro estudo com recurso a um simulador de condução respondeu à primeira questão e um segundo estudo laboratorial, respondeu à questão de saber se o efeito se manifestava na visão periférica e se a informação da acção motora da marcha fazia diferenciar o efeito na visão periférica. A complexidade dos ambientes rodoviários da simulação, parametrizados em função do fluxo óptico global, relacionaram-se inequivocamente com a discriminação de veículos numa situação de seguimento de outro veículo. Quanto maior a densidade de fluxo óptico do ambiente pior foi a tarefa de discriminação do movimento dos veículos. O efeito foi mais pronunciado neste estudo realista com simulador de condução do que nos estudos laboratoriais anteriores. Ao longo da periferia perde-se alguma eficácia na discriminação do movimento de objectos em aproximação e quando se acrescenta o efeito do fluxo óptico global...

Exposição ocupacional a vibrações transmitidas ao corpo inteiro : factores condicionantes na condução de autocarros urbanos

Melo, Rui Miguel Bettencourt
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
76.16%
Doutoramento em Motricidade Humana, especialidade em Ergonomia; A par do desenvolvimento tecnológico, nas últimas décadas surgiram veículos cada vez mais velozes, apresentando rácios potência-peso cada vez mais elevados, que aumentam a transmissão de vibrações de corpo inteiro (VCI) aos condutores. Desconforto, redução do desempenho humano e problemas de saúde ocorrem frequentemente em profissionais expostos a VCI. A exposição a VCI durante a condução de autocarros em ambiente urbano foi estudada, investigando-se o papel desempenhado pelas irregularidades do piso, pelas propriedades dos veículos e pelas características dos condutores. Obtiveram-se modelos de regressão linear múltipla que permitem prever o nível vibracional sobre o assento do condutor, a partir daquelas três categorias de factores. O estudo envolveu dez modelos de veículos e três tipos de pavimento: asfalto recente, asfalto irregular e paralelepípedos. As medições efectuaram-se de acordo com a norma ISO 2631-1 (1997). As vibrações mais severas para os condutores transmitiram-se na direcção vertical. As irregularidades do piso e as características do veículo desempenharam um papel relevante na transmissão. O perfil da estrada (amplitude e comprimento de onda) condicionou as frequências dominantes...

Eficiência energética no sector dos transportes rodoviários: metodologia para quantificação do excesso de energia consumida devido ao factor comportamental na condução de veículos automóveis ligeiros

Pereira, Nuno Barros Rodrigues de Castro
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
85.99%
Dissertação apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a obtenção do grau de Mestre em Energia e Bioenergia; O presente trabalho apresenta uma proposta de metodologia e um caso de estudo para quantificar o efeito do factor comportamental na melhoria da eficiência energética no sector dos transportes rodoviários em meio urbano e extra-urbano. Utilizaram-se dataloggers EOBD (European On Board Diagnosis) para monitorizar 49 condutores de modo a obter o perfil de condução de condução de cada um na forma de uma distribuição de VSP (Vehicle Specific Power) de cada um deles. Todos os dados obtidos foram registados na estrada, em ambiente real de utilização das viaturas. Para comparar o factor comportamental, independentemente do veículo conduzido e do percurso efectuado desenvolveu-se uma metodologia baseada nos modos VSP. A análise efectuada permite comparar os consumos de combustível para condições semelhantes de todos os condutores,quantificando a variação de consumo de todos estes em relação ao mais eficiente. Adicionalmente quantifica-se o efeito de uma alteração legislativa semelhante ao Decreto-Lei nº 157/2007 da Comunidade da Catalunha, que limita a velocidade máxima de circulação nas principais vias de acesso à cidade de Barcelona a 80 km/h. A aplicação da metodologia desenvolvida mostra que o factor comportamental sem alteração de legislação representa um potencial de poupança de energia final de 174 tep. A alteração do limite de velocidade em auto-estrada de 120 km/h para 80 km/h pode reduzir o consumo de energia final em 300 tep.

Fatores de risco auto reportados associados aos acidentes rodoviários : um estudo sobre os condutores portugueses de veículos ligeiros

Simões, Maria Teresa Bon de Sousa
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
86.27%
RESUMO - Objetivos: Anualmente morrem cerca de 1,3 milhões de pessoas, a nível mundial, devido aos acidentes de viação. Também mais de 20 milhões de pessoas sofrem ferimentos ligeiros ou graves devido aos acidentes de viação que resultam em incapacidade temporária ou permanente. Desta forma, consideram-se os acidentes de viação, um grave problema de saúde pública, com custos elevados para as sociedades afetando a saúde das populações e economias de cada país. Este estudo pretendeu descrever e caracterizar os condutores de veículos ligeiros, residentes em Portugal Continental, abrangendo características sociodemográficas, experiência de condução e questões relativas a atitudes, opiniões e comportamentos. Por outro lado procurou-se analisar a associação entre as opiniões, atitudes e comportamentos, auto reportados e a ocorrência de um acidente de viação nos últimos três anos a fim de construir um modelo final preditivo do risco de sofrer um acidente de viação. Método: Foi realizado um estudo observacional analítico transversal baseado num questionário traduzido para a língua portuguesa e com origem no projeto europeu SARTRE 4. A população-alvo foram todos os condutores de veículos ligeiros possuidores de uma licença de condução e residentes em Portugal Continental...

Discromatopsias congênitas e condução de veículos

Sato,Mário Teruo; Moreira,Alfredo Vidal; Guerra,Daniel Roncglio; Carvalho,Ana Cristina Alvarez de; Moreira Júnior,Carlos Augusto
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 PT
Relevância na Pesquisa
95.99%
Objetivo: Apresentar a importância do uso da tabela de Ishihara para o diagnóstico das discromatopsias congênitas e avaliação da incidência em motoristas, observando-se os erros mais comuns no teste da Caixa de Cores. Além disso, abordar a relação entre discromatopsias congênitas, condução de veículo e acidentes de tráfego. Métodos: Foram examinados 523 motoristas, seguindo as normas da resolução 734/89 do Contran. Os motoristas foram submetidos ao teste de cores com a Tabela de Ishihara, e os que tinham discromatopsias foram submetidos ao teste da Caixa de Cores, com luzes dispostas como em um semáforo. Resultados: Encontrou-se uma incidência de discromatopsias de 5,5% (29 pacientes). Destes, 3 pacientes foram excluídos do estudo, 16 possuíam o grau forte e 10, o grau moderado. Desse último grupo, 7 apresentaram-se com deuteranomalia e 3 com protanomalia. Dos 7 com deuteranomalia, 3 apresentaram alterações no teste da Caixa de Cores. Dos 3 com protanomalia, 1 paciente teve exame alterado. Dos pacientes de grau forte, 14 possuíam deuteranopia e 2 protanopia, sendo que todos apresentaram alterações no teste da Caixa de Cores. Conclusão: Todos os pacientes com discromatopsias de grau forte e metade dos pacientes com grau moderado cometeram erros no teste da Caixa de Cores. Conclui-se que não haveria necessidade de ser realizado o teste para diferenciar as cores...

Medo e evitação na direção de veículos: características de motoristas que nunca dirigiram após obtenção da Carteira Nacional de Habilitação

Cantini,Jessye Almeida; Ribeiro,Letícia; Andrade,Simone Maria Hazin Paes de; Pereira,Valeska Martinho; Nardi,Antonio Egidio; Silva,Adriana Cardoso
Fonte: Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
75.92%
INTRODUÇÃO: Dirigir é fundamental na sociedade contemporânea, facilitando a mobilidade e a independência das pessoas. Portanto, aqueles com dificuldades em guiar um veículo podem experimentar sensações de limitação, estresse emocional e fracasso. OBJETIVO: Este estudo visa abordar descritivamente uma amostra de 93 pessoas habilitadas que buscaram por treinamento para motoristas, mas que não conseguiram dirigir após receber a Carteira Nacional de Habilitação. MÉTODOS: Os dados foram coletados em centro de treinamento especializado em pessoas com medo de dirigir. Os participantes preencheram um formulário dicotômico e realizaram uma entrevista objetiva com um psicólogo. Nas duas fases, consideramos respostas autorreferidas dos participantes. RESULTADOS: A maioria da amostra é do sexo feminino (89,2%), com idade entre 21 e 40 anos (59%). Entender as dificuldades no desenvolvimento dessas pessoas como motoristas é difícil, porém a necessidade foi o principal fator para a busca pelo treinamento. O medo de dirigir parece estar associado à falta de prática, sendo as preocupações acerca de causar acidentes, de errar e de perder o controle da situação suas principais manifestações. CONCLUSÃO: Muitos dados encontrados neste estudo são compatíveis com os achados da literatura mundial. Porém...

Portaria n. 44 de 5 de março de 2007

Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ)
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Formato: 6947 bytes; 19174 bytes; 2849 bytes; image/jpeg; image/jpeg; text/html
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.79%
Designa o titular da Seção de Transporte da Coordenadoria de Transporte como gestor do Contrato STJ nº 30/2007, firmado com a empresa Adservis Multiperfil Ltda., que tem por objeto a prestação de serviços de apoio administrativo na área de condução de veículos e de supervisão a serem executados por meio dos postos de trabalho.

Portaria n. 190 de 11 de setembro de 2006

Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ)
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Formato: 6947 bytes; 19174 bytes; 1505 bytes; image/jpeg; image/jpeg; text/html
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.92%
Designa servidor da Coordenadoria de Transporte como gestor do Contrato STJ nº 150/06, firmado com a empresa Adservis Multiperfil LTDA, que tem por objeto a prestação de serviços de apoio administrativo na área de condução de veículos de autoridades, da frota do STJ.

Portaria n. 18 de 25 janeiro de 2011

Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ)
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Legislação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.92%
Designa o titular da Seção de Transporte – SETRA e o respectivo substituto como gestor e gestor substituto do Contrato STJ n. 71/2009 (Processo STJ n. 9091/2008), firmado com a empresa Patrimonial Serviços Especializados Ltda., que tem por objeto a prestação dos serviços de apoio técnico-operacional e administrativo nas áreas de condução de veículos oficiais, de mecânica, de eletricidade, de borracharia e limpeza de automóveis leves e pesados, e de supervisão geral dos veículos da frota do STJ.

Portaria SAF n. 40 de 22 de fevereiro de 2013

Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ)
Fonte: Superior Tribunal de Justiça Publicador: Superior Tribunal de Justiça
Tipo: Legislação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.03%
Revoga a Portaria SAF n. 18 de 4 de janeiro de 2013.; Designa o titular da Seção de Transporte como gestor do Contrato STJ n. 87/2012 (Processo STJ n. 537/2012), firmado com a empresa AD Terceirização Ltda., que tem por objeto a prestação de serviços especializados de apoio administrativo nas áreas de condução de veículos oficiais para autoridades e para serviços gerais, de supervisão, de mecânica de veículos leves, mecânica de veículos pesados, eletricidade de automóveis, borracharia e limpeza de veículos da frota do Superior Tribunal de Justiça.

Portaria SAF n. 136 de 27 de agosto de 2013

Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ)
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Legislação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.03%
Revoga a Portaria SAF n. 113 de 16 de julho de 2013.; Designa o titular da Seção de Transporte e seu respectivo substituto como gestor e gestor substituto do Contrato STJ n. 42/2013 (Processo STJ n. 6151/2013), que tem por objeto a prestação de serviços especializados de apoio administrativo nas áreas de condução de veículos oficiais para autoridades e para serviços gerais, de supervisão, de mecânica de veículos leves, mecânica de veículos pesados, eletricidade de automóveis, borracharia e limpeza de veículos da frota do STJ.

Portaria SAF n. 148 de 26 de setembro de 2013

Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ)
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Legislação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.16%
Revoga a Portaria SAF n. 136 de 27 de agosto de 2013.; Designa o titular da Coordenadoria de Transporte como gestor e o Chefe da Seção de Transporte como gestor substituto e fiscal do Contrato STJ n. 42/2013 (Processo STJ n. 6151/2013), firmado com a empresa PH Serviços e Administração Ltda, que tem por objeto a prestação de serviços especializados de apoio administrativo nas áreas de condução de veículos oficiais para autoridades e para serviços gerais, de supervisão, de mecânica de veículos leves, mecânica de veículos pesados, eletricidade de automóveis, borracharia e limpeza de veículos da frota do STJ.

Avaliação oftalmológica de um grupo de motoristas profissionais de Campinas, São Paulo; Retrospective evaluation of 100 ophtamologic files of professional drivers in Campinas

Quagliato, Lucas Barasnevicius; Soares, Carla Beatriz Carneiro da Cunha; Soares, Marcus Vinícius Carneiro da Cunha; Faiman, Carla Júlia Segre
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.92%
Vision is the main skill for the driving act and a good visual accuity is mandatory to be a professional driver. Objective: to evaluate the visual conditions in a group of 100 professional drivers of Campinas, SP. Methods: This retrospective study rewied records of 100 active professional drivers whose ophthalmologic examination was performed at Fundação Dr. João Penido Burnier de Campinas, a public and private ophthalmologic clinic, from 2006 to 2011. Results: Driver’s mean age was 52.8 years and all were males. They came to ophthalmologic evaluation because of periodic evaluation (36.8%) and impaired visual accuity (33.6%). Systemic comorbidities were presented by 44%, with predominance of diabetes and systemic arterial hypertension. The visual accuity was 100% in 47% and equal or higher than 0.66 in 69.4%, being each eye avaluated separately. The visual accuity was less than 0.5 in one eye in 22.1%. The most prevalent ophthalmologic disease was cristalin opacification (44.2%), with cataract surgery indication in 16.8%. Glaucoma was identified in 3.1%, pterigium in 5.2%, pinguecula in 6.3% and increased intraocular pression in 8.6%. Fundoscopy was considered normal in 53.6% and the main pathologies were suspect optic nerve escavation (10.5%)...

Aspectos do sono e das funções neurocomportamentais em condutores profissionais de veículos pesados: revisão da literatura; Aspects of sleep and neurobehavioral functions in professional drivers of heavy vehicles: literature review

Santos Filho, Carlos Souto dos; Mussi, Gisele; Sá, Eduardo Costa; Leyton, Vilma
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 17/06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
76.05%
Caminhoneiros tipicamente têm horários de trabalho irregulares e devem freqüentemente inverter o ciclo vigília-sono, levando a privação parcial de sono cronicamente. Esta situação predispõe a elevados níveis de estresse, ao uso abusivo de drogas e psicoestimulantes, aos distúrbios alimentares, ao sedentarismo e ao desenvolvimento de doenças crônicas. Este estudo teve por objetivo revisar os distúrbios de sono e as alterações neurocomportamentais nesta população. Os autores realizaram uma discussão de 38 artigos selecionados nas bases de dados Medline, Cochrane Library, Lilacs e SciELO, usando como descritores transtornos do sono, condução de veículo, manifestações comportamentais no período de 1997 a 2010. Os autores enfatizaram neste trabalho os aspectos epidemiológicos, os fatores relacionados, os protocolos de avaliação, os instrumentos usados, as modalidades de tratamento, os distúrbios neurocomportamentais associados e as repercussões no trabalho, na saúde e na sociedade. Uma avaliação completa por profissionais capacitados na área de saúde ocupacional é fortemente recomendada na admissão, exames periódicos e na demissão destes funcionários. Faz necessário mais estudo para delinear quais os tipos de protocolos mais úteis na prática clínica...

Competências coletivas e formação em condução de veículos de socorro num contexto de especialização de bombeiros sapadores em França

Vidal-Gomel,Christine; Delgoulet,Catherine; Geoffroy,Céline
Fonte: Universidade do Porto – Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação Publicador: Universidade do Porto – Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
76.21%
O presente estudo foi realizado a pedido de uma escola departamental de combate ao incêndio e socorro de bombeiros sapadores em França. Desenvolvido com base nas abordagens da ergonomia e da didática profissional, trata-se aqui de realizar uma análise da atividade de condução de dois veículos em situações de emergência, no sentido de melhorar a formação em condução num contexto de especialização de motoristas. A partir de entrevistas, de filmagens de saídas do piquete e de autoconfrontações, mostramos que se trata de uma atividade coletiva multidimensional e identificamos diferentes estratégias de condução, que são organizadas pelo conceito pragmático de fluidez de condução. Estas estratégias podem então ser utilizadas para servir o duplo objetivo de uma saída de piquete em situação de emergência: chegar o mais rápido possível ao local da ocorrência evitando incidentes no caminho. Os resultados destacam as limitações da formação atual e as armadilhas que surgem na especialização dos motoristas.