Página 1 dos resultados de 73 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Terapêutica no carcinoma de células escamosas cutâneo em gatos

Ferreira, Isabelle; Rahal, Sheila Canevese; Ferreira, Juliana; Corrêa, Thaís Pagni
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Publicador: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1027-1033
POR
Relevância na Pesquisa
36.23%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); O carcinoma de células escamosas é uma neoplasia cutânea de grande relevância em países de clima tropical como o Brasil, uma vez que a exposição crônica à radiação ultravioleta é um dos fatores importantes para o desenvolvimento da doença. Esta revisão tem por objetivo discorrer sobre alternativas de tratamento do carcinoma de células escamosas em gatos, com ênfase à terapia fotodinâmica. A escolha da modalidade terapêutica deve ser estabelecida de acordo com o estadiamento do tumor, o estado geral do paciente, a colaboração do proprietário e a disponibilidade de equipamentos e fármacos. A precocidade no diagnóstico tem efeito fundamental no prognóstico.; Squamous cell carcinoma is a cutaneous tumor with significant relevance in tropical climate countries such as Brazil, since chronic exposure to ultraviolet radiation is one of the important factors to disease development. The aim of this paper is to describe the treatment alternatives to squamous cell carcinoma in cats, with special emphasis to photodynamic therapy. The choice of treatment modalities should be determinated according to tumor staging, general state of the patient, owner s cooperation...

Caracterização da colaboração terapêutica na última sessão de casos Dropout

Neves, Ana Sofia Gomes
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.9%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia Clínica); A vasta investigação relativa à relação terapêutica é reveladora da sua importância para a obtenção do sucesso terapêutico (Horvath & Symonds, 1991; Horvath & Bedi, 2002; Kazdin, 2007). A Aliança Terapêutica apresenta-se como uma dimensão primordial da relação terapêutica. Uma Aliança Terapêutica positiva, de qualidade, é propiciadora de resultados terapêuticos igualmente positivos (Horvath & Bedi, 2002; Horvath & Greenberg, 1994; Horvath & Symons em 1991; Luborsky, 1994; Martin, Garske, Davis, 2000; Tryon & Winograd, 2001, 2002). Segundo a conceção de Bordin (1979), a Aliança Terapêutica é entendida como fator relevante na obtenção de uma relação terapêutica bidirecional, ou seja, numa relação terapêutica assente na colaboração mútua, marcada pela negociação de objetivos e tarefas entre o terapeuta e o cliente. Partindo do conceito de colaboração mútua associado a esta definição de aliança Ribeiro et al. (2011) procuraram contribuir para responder à questão de como a aliança se torna terapêutica (Horvath, 2006). Os autores desenvolveram uma proposta teórica e metodológica no sentido de compreender como se desenvolve o processo de colaboração entre o terapeuta e o cliente e de que modo este processo se articula com a mudança em terapia. Neste sentido...

Colaboração terapêutica em acontecimentos identificados pelo cliente como sendo significativos para a sua mudança numa abordagem construtivista

Leite, Joana Silveira Fernandes
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.81%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia Clínica); A presente dissertação enquadra-se numa perspetiva de investigação compreensiva, e tendo como referência o trabalho desenvolvido por E. Ribeiro, A. P. Ribeiro, Gonçalves, Horvath, & Stiles (2012). Este estudo constitui uma oportunidade de compreender a complexidade que caracteriza o processo de colaboração terapêutica e o processo de mudança. Tendo por base a abordagem construtivista pessoal, propomo-nos compreender como é que a colaboração terapêutica entre o terapeuta e o cliente se desenvolve ao longo do processo terapêutico de dois casos clínicos, um de sucesso e outro de insucesso terapêutico. Pretende-se, igualmente caracterizar a colaboração nos acontecimentos significativos identificados pelos clientes dos dois casos clínicos. A dissertação organiza-se em duas partes essenciais. Na primeira parte foi elaborado o enquadramento teórico da dimensão de colaboração terapêutica, relacionando-a com a abordagem terapêutica construtivista. Nesta parte fizemos ainda uma incursão pelo paradigma dos acontecimentos significativos como promotores de mudança terapêutica. A segunda parte apresenta o estudo empírico realizado...

Colaboração terapêutica no momento de inovação de reconceptualização : análise de um caso de sucesso seguido em terapia focada nas emoções : o caso Lisa

Santos, Beatriz Melo
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.75%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia Clínica); De acordo com o Modelo dos Momentos de Inovação, os momentos de inovação de reconceptualização (RC) ocorrem com maior frequência em casos de sucessos. Caracterizado como um catalisador da mudança, este momento é associado à transformação de uma auto-narrativa problemática numa nova narrativa mais adaptada e flexível. Um componente essencial neste momento de inovação (MI) é a presença de um metaposição face ao processo de mudança, posicionando o cliente como autor desta nova auto-narrativa. Assumindo que a mudança é também promovida pela interação entre terapeuta e cliente dentro da zona de desenvolvimento proximal terapêutica este estudo foca-se numa análise intensiva da colaboração terapêutica associada ao MIRC. O nosso objetivo é compreender o processo microinteractivo que promove a emergência de MIRCs ao longo do processo terapêutico e caracterizar a sequência de episódios interativos mais associados a este momento de inovação, num caso de sucesso seguido em Terapia Focada nas Emoções: O caso Lisa Os momentos de inovação de reconceptualização foram identificados pelo Sistema de Codificação Dos Momentos de Inovação (Gonçalves at al....

Case Based Learning Digital : estratégias de avaliação e colaboração online

Jesus, Ângelo; Gomes, Maria João; Cruz, Agostinho
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.51%
A adoção de atividades de formação a distância em modalidade de e-learning por instituições de ensino superior, cuja área de intervenção tem sido essencialmente presencial, é considerada um importante contributo para a diversificação da oferta formativa nomeadamente em termos de flexibilidade de gestão dos momentos e espaços de aprendizagem por parte dos estudantes. Contudo, a adesão dos professores à incorporação de práticas de e-learning nas suas atividades não é alheia a dificuldades. A esse nível é recorrente a existência de preocupações relacionadas com a avaliação das aprendizagens e da colaboração online. Neste contexto considera-se relevante divulgar práticas já em curso, partilhando experiências adquiridas e disseminando o conhecimento neste domínio. É nosso objetivo com este texto contribuir para uma aproximação dos educadores a esta problemática, através da partilha da nossa experiência na avaliação e colaboração online num contexto de ensino e aprendizagem da Farmácia e das Ciências Farmacêuticas.; The adoption of e-learning activities by higher education institutions, whose area of focus has primarily been face to face instruction, is considered an important contribution to the diversification of the training provision...

Colaboração terapêutica e expressão verbal de necessidades do cliente : um estudo comparativo de um caso de sucesso e um caso de insucesso

Morais, Joana Azeredo
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.79%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia Clínica e da Saúde); O presente estudo pretende analisar a associação entre a expressão verbal de necessidades dos clientes nos episódios de interação entre o terapeuta e o cliente referentes à colaboração terapêutica. Isto foi conseguido analisando dois casos (18 sessões) seguidos em psicoterapia de acordo com a abordagem cognitivo comportamental com diferentes resultados, um sucesso e um insucesso, considerando três fases do tratamento, inicial, intermédia e final. Para a codificação da expressão verbal de necessidades recorreu-se ao Marcador de Responsividade Terapêutica do Sistema Observacional da Responsividade Terapêutica – Expressão Verbal de Necessidades (EVN) – e ao Sistema de Codificação da Colaboração Terapêutica que permite codificar de forma sequencial os episódios interativos como de colaboração, não colaboração e de ambivalência. Ambos os sistemas se baseiam na análise do momento a momento da sessão psicoterapêutica. As análises realizadas permitiram concluir que existem associações entre os tipos de episódios interativos e a presença de EVN, entre os tipos de episódios interativos e os eixos de EVN...

Interacção terapêutica em momentos de ambivalência : um estudo exploratório de um caso de insucesso

Gonçalves, Miguel M.; Loura, J.; Ribeiro, António P.; Ribeiro, Eugénia.; Santos, Anita; Matos, Marlene
Fonte: ISPA Publicador: ISPA
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.48%
No processo psicoterapêutico a mudança constrói-se através da emergência e expansão de excepções ao funcionamento problemático do cliente. Contudo, o potencial de mudança destas excepções ou inovações pode ser abortado através da atenuação do seu significado quando o cliente as desvaloriza, trivializa ou nega. Quando este processo se repete ao longo da terapia estamos na presença de ambivalência, na medida em que ocorre uma oscilação recorrente entre duas posições opostas (inovação-retorno ao funcionamento problemático). O presente estudo exploratório tem como principal objectivo descrever a interacção terapêutica nestes momentos de ambivalência, num caso de insucesso psicoterapêutico, recorrendo ao Sistema de Codificação da Colaboração Terapêutica. Os resultados sugerem que a ambivalência emerge maioritariamente no seguimento de intervenções em que a terapeuta desafia a perspectiva habitual da cliente. Os resultados mostram ainda que a terapeuta tende a responder à ambivalência da cliente com um novo desafio, sendo que a cliente tende a expressar novamente ambivalência ou a discordar da terapeuta. Deste modo, quando a terapeuta persiste no desafio verifica-se frequentemente uma escalada no desconforto da cliente...

Adequação da terapêutica no doente idoso em Portugal

Ferreira, Rute Isabel Lopes
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.32%
Tese de mestrado, Farmácia (Cuidados Farmacêuticos), Universidade de Lisboa, Faculdade de Farmácia, 2010; Introdução: A elevada prevalência de comorbilidades e polimedicação associada às alterações farmacocinéticas e farmacodinâmicas relacionadas com a idade, tornam o idoso mais susceptível a eventos adversos, daí que a terapêutica geriátrica exija cuidados acrescidos. Esta preocupação conduziu à criação de diversos instrumentos para a avaliação do uso de medicamentos inapropriados no idoso, sendo o Critério de Beers o mais frequentemente utilizado. Objectivos: Avaliar a adequação da terapêutica dos idosos portugueses seguidos em consultas de medicina geral e familiar, caracterizando a morbilidade e o seu perfil farmacoterapêutico. Métodos: Estudo descritivo transversal numa base de dados previamente facultada, a qual integra dados clínicos de 1011 idosos, com idade igual ou superior a 65 anos. Confronto do perfil de prescrição adoptado para as doenças mais prevalentes com as respectivas normas de orientação clínica. Avaliação dos medicamentos potencialmente inapropriados, de acordo com os critérios de Beers operacionalizados para Portugal. Resultados: Cerca de 8% dos doentes idosos tinham pelo menos cinco doenças diagnosticadas e quase 25% apresentavam polimedicação major...

Síndrome de Sjögren

Brito, A; Figueirinhas, J; Ramos, M; Soares, AL; Neves, L; Lobo, J; Sousa e Faro, L
Fonte: Centro Editor e Livreiro da Ordem dos Médicos Publicador: Centro Editor e Livreiro da Ordem dos Médicos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1994 POR
Relevância na Pesquisa
26.14%
O presente trabalho consta de duas partes estando incluída na primeira a revisão teórica e conceitos actuais sobre o tema e na segunda, a casuística do serviço de Estomatologia do Hospital Pulido Valente. De Abril de 1989 a 1991 (2 anos) vem sendo realizado um estudo sobre o Síndrome de SJÖGREN (Primário e Secundário) de carácter multidisciplinar tendo tido a particular colaboração do Instituto Português de Reumatologia. Com este trabalho pretendemos demonstrar a importância da avaliação oral no estudo das doenças multissistémicas bem como estabelecer critérios de diagnóstico para a população portuguesa. Avaliámos 80 casos suspeitos de Síndrome Sjögren, 66 completamente estudados e cujo motivo da consulta foram a Xerostomia/Xeroftalmia/Hipertrofia das Glândulas parótidas, sintomas estes isolados ou em associação com outras patologias e após terem sido eliminadas outras causas dos mesmos. Tivemos que estabelecer os valores de referência salivares para a população portuguesa em 21 indivíduos voluntários e saudáveis (grupo de controle). A Xerostomia foi avaliada pela Sialoquímica, Sialografia, Cintigrafia e Biópsias do lábio inferior e da glândula sublingual. O exame oftalmológico foi efectuado no serviço de Oftalmologia do Hospital de Santo António dos Capuchos pelos testes de Schirmer...

Interacção terapêutica em momentos de ambivalência : Um estudo exploratório de um caso de insucesso

Gonçalves, Miguel M.; Joana, Loura; Ribeiro, Antonio P.; Ribeiro, Eugénia; Santos, Anita; Matos, Marlene
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.48%
No processo psicoterapêutico a mudança constrói-se através da emergência e expansão de excepções ao funcionamento problemático do cliente. Contudo, o potencial de mudança destas excepções ou inovações pode ser abortado através da atenuação do seu significado quando o cliente as desvaloriza, trivializa ou nega. Quando este processo se repete ao longo da terapia estamos na presença de ambivalência, na medida em que ocorre uma oscilação recorrente entre duas posições opostas (inovação-retorno ao funcionamento problemático). O presente estudo exploratório tem como principal objectivo descrever a interacção terapêutica nestes momentos de ambivalência, num caso de insucesso psicoterapêutico, recorrendo ao Sistema de Codificação da Colaboração Terapêutica. Os resultados sugerem que a ambivalência emerge maioritariamente no seguimento de intervenções em que a terapeuta desafia a perspectiva habitual da cliente. Os resultados mostram ainda que a terapeuta tende a responder à ambivalência da cliente com um novo desafio, sendo que a cliente tende a expressar novamente ambivalência ou a discordar da terapeuta. Deste modo, quando a terapeuta persiste no desafio verifica-se frequentemente uma escalada no desconforto da cliente...

Hemorragias digestivas altas : revisão da abordagem diagnóstica e terapêutica

Luís, Sofia Marisela Caires
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.32%
Introdução: As hemorragias digestivas referem-se ao sangramento com origem em qualquer ponto do tracto gastrointestinal. Podem variar desde hemorragia microscópica prolongada a hemorragia aguda massiva, potencialmente ameaçadora à vida. As hemorragias digestivas podem apresentar-se como hematemeses, melenas, hematoquézias, de forma oculta ou ainda como sintomas decorrentes da perda de sangue ou anemia. Classificam-se em hemorragias gastrointestinais alta ou baixa consoante a origem anatómica do sangramento. As hemorragias gastrointestinais constituem um problema de saúde significativo, em particular as agudas, com diversas causas, algumas delas relacionadas com comportamentos muito prevalentes na sociedade, tais como, o consumo de anti-inflamatórios não-esteróides e ácido acetilsalicílico, alcoolismo e tabagismo, além do envelhecimento da população. A presente dissertação pretende efectuar uma revisão da literatura no âmbito das hemorragias do trato gastrointestinal alto e sua abordagem diagnóstica e terapêutica, reunindo a informação mais relevante e as recomendações mais actuais sobre o tema. Material e Métodos: Para a elaboração desta revisão bibliográfica foram pesquisados artigos científicos em motores de busca electrónicos...

Interacção terapêutica em momentos de ambivalência: Um estudo exploratório de um caso de insucesso

Gonçalves, Miguel M.; Universidade do Minho, Braga; Loura, Joana; Universidade do Minho, Braga; Ribeiro, António P.; Universidade do Minho, Braga; Ribeiro, Eugénia; Universidade do Minho, Braga; Santos, Anita; Universidade do Minho, Braga, ISMAI, Maia;
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.23%
No processo psicoterapêutico a mudança constrói-se através da emergência e expansão de excepções ao funcionamento problemático do cliente. Contudo, o potencial de mudança destas excepções ou inovações pode ser abortado através da atenuação do seu significado quando o cliente as desvaloriza, trivializa ou nega. Quando este processo se repete ao longo da terapia estamos na presença de ambivalência, na medida em que ocorre uma oscilação recorrente entre duas posições opostas (inovação-retorno ao funcionamento problemático). O presente estudo exploratório tem como principal objectivo descrever a interacção terapêutica nestes momentos de ambivalência, num caso de insucesso psicoterapêutico, recorrendo ao Sistema de Codificação da Colaboração Terapêutica. Os resultados sugerem que a ambivalência emerge maioritariamente no seguimento de intervenções em que a terapeuta desafia a perspectiva habitual da cliente. Os resultados mostram ainda que a terapeuta tende a responder à ambivalência da cliente com um novo desafio, sendo que a cliente tende a expressar novamente ambivalência ou a discordar da terapeuta. Deste modo, quando a terapeuta persiste no desafio verifica-se frequentemente uma escalada no desconforto da cliente...

Terapêutica no carcinoma de células escamosas cutâneo em gatos

Ferreira,Isabelle; Rahal,Sheila Canevese; Ferreira,Juliana; Corrêa,Thaís Pagni
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.23%
O carcinoma de células escamosas é uma neoplasia cutânea de grande relevância em países de clima tropical como o Brasil, uma vez que a exposição crônica à radiação ultravioleta é um dos fatores importantes para o desenvolvimento da doença. Esta revisão tem por objetivo discorrer sobre alternativas de tratamento do carcinoma de células escamosas em gatos, com ênfase à terapia fotodinâmica. A escolha da modalidade terapêutica deve ser estabelecida de acordo com o estadiamento do tumor, o estado geral do paciente, a colaboração do proprietário e a disponibilidade de equipamentos e fármacos. A precocidade no diagnóstico tem efeito fundamental no prognóstico.

Colaboração terapêutica: Estudo comparativo de um caso finalizado e de um caso de desistência

Ferreira, Angela; Escola de Psicologia, Universidade do Minho; Ribeiro, Eugénia; Escola de Psicologia, Universidade do Minho; Pinto, Dulce; Escola de Psicologia, Universidade do Minho; Pereira, Carla; Escola de Psicologia, Universidade do Minho; Pinheiro
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.71%
A qualidade da interação terapêutica constitui-se como um importante preditor dos resultados terapêuticos e como crucial na decisão dos clientes para se manterem na terapia. O presente estudo teve como objetivo descrever e comparar o desenvolvimento da colaboração terapêutica em dois casos clínicos, um finalizado e um de desistência, ambos de insucesso e seguidos em Terapia Narrativa. Foi utilizado o Sistema de Codificação da Colaboração Terapêutica, que permite distinguir episódios colaborativos, não colaborativos e de ambivalência por referência à Zona de Desenvolvimento Proximal Terapêutica (ZDPT) dos clientes. A codificação foi realizada independentemente por dois pares de juízas, tendo as discrepâncias sido resolvidas por consenso e mediante posterior auditoria. Os resultados mostram que no caso de desistência os episódios não colaborativos foram cinco vezes mais frequentes do que no caso finalizado. Em ambos os casos, verificou-se uma tendência crescente do terapeuta para estimular o movimento das clientes ao longo da ZDPT no sentido da inovação. Contudo, se nas últimas sessões do caso finalizado a cliente foi capaz de com o terapeuta, no caso de desistência ocorreu um aumento de episódios não colaborativos entre a díade.

Maintenance and transformation of self-narratives in brief psychotherapy : theoretical and empirical advances; Estabilidade e transformação de auto-narrativas em psicoterapia breve : contribuições teóricas e empíricas

Ribeiro, António P.
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 12/11/2012 ENG
Relevância na Pesquisa
26.65%
Tese de doutoramento em Psicologia (ramo de conhecimento em Psicologia Clínica); This dissertation addresses the question of why people do not change. Specifically, one possible path to therapeutic failure is explored: how problematic self-stability can be maintained, throughout therapy, by a mutual in-feeding process, a form of ambivalence characterized by a cyclical movement between two opposing parts of the self: the client’s dominant self-narrative (usual way of understanding the world) and Innovative Moments, which are moments in the therapeutic dialogue when clients challenge their dominant self-narrative. In order to understand (1) how IMs remain captive in the process of ambivalence and (2) also how they develop into a successful outcome (overcoming ambivalence), a set of systematic studies were conducted and presented in this dissertation. The first study tested our narrative-dialogical model of self-stability. We identified Return-to-the-Problem Markers (RPMs), which are empirical indicators of the ambivalence process, in passages containing IMs in 10 cases of narrative therapy (five good-outcome cases and five poor-outcome cases) with females who were victims of intimate violence. The poor-outcome group had a significantly higher percentage of IMs with RPMs than the good-outcome group. The results suggest that therapeutic failures may reflect a systematic return to a dominant self-narrative after the emergence of novelties (IMs). The second study investigated the ambivalence process in six cases of major depression treated with emotion-focused therapy (three good-outcome cases and three poor-outcome cases)...

O amor na relação terapêutica em enfermagem : experiência vivida do enfermeiro de saúde mental

Pereira, Patrícia Silva, 1967-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.35%
Tese de doutoramento, Enfermagem, Universidade de Lisboa, com a colaboração da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa, 2015; O amor é uma pequena palavra que encerra muitos e grandes sentidos. No dia-a-dia usamo-la sem estarmos preocupados com o sentido atribuído, pois ele é intuído dependendo do objeto a que nos referimos. O amor em enfermagem é considerado um dos pilares da ciência do cuidar. Contudo esta assunção não está isenta de mal-entendidos. Importa clarificar o âmbito do amor numa relação terapêutica e perceber como se manifesta. Esta pesquisa tem como finalidade a compreensão da experiência vivida do amor pelos enfermeiros de saúde mental na relação terapêutica em enfermagem. A pesquisa situa-se numa metodologia qualitativa, fenomenologia da prática que está radicada na filosofia, usando métodos filosóficos, filológicos e das ciências humanas.Foram colhidos relatos experiencias junto de dez enfermeiros de saúde mental. Resulta desta reflexão que o amor se manifesta por ver o invisível; pela impossibilidade da não ação; por gestos securizantes; por fazer “1km extra”; por estar em sintonia; por estar ligado; por deixar que o outro apareça; por hospedar o outro em mim; como uma experiência pática; por um custo pessoal. A compreensão destes sentidos e significados do fenómeno teve por base uma reflexão radical...

Hemorragias digestivas altas : revisão da abordagem diagnóstica e terapêutica

Luís, Sofia Marisela Caires
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.32%
Introdução: As hemorragias digestivas referem-se ao sangramento com origem em qualquer ponto do tracto gastrointestinal. Podem variar desde hemorragia microscópica prolongada a hemorragia aguda massiva, potencialmente ameaçadora à vida. As hemorragias digestivas podem apresentar-se como hematemeses, melenas, hematoquézias, de forma oculta ou ainda como sintomas decorrentes da perda de sangue ou anemia. Classificam-se em hemorragias gastrointestinais alta ou baixa consoante a origem anatómica do sangramento. As hemorragias gastrointestinais constituem um problema de saúde significativo, em particular as agudas, com diversas causas, algumas delas relacionadas com comportamentos muito prevalentes na sociedade, tais como, o consumo de anti-inflamatórios não-esteróides e ácido acetilsalicílico, alcoolismo e tabagismo, além do envelhecimento da população. A presente dissertação pretende efectuar uma revisão da literatura no âmbito das hemorragias do trato gastrointestinal alto e sua abordagem diagnóstica e terapêutica, reunindo a informação mais relevante e as recomendações mais actuais sobre o tema. Material e Métodos: Para a elaboração desta revisão bibliográfica foram pesquisados artigos científicos em motores de busca electrónicos...

Avaliação de um processo de aconselhamento na construção de carreira: estudo de caso; Assessment of a process on a carreer construction counseling: case of study

Guimarães, Israel Augusto do Vale
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia; O estudo do aconselhamento vocacional beneficia da investigação simultânea do processo e resultados da intervenção. Este objectivo tem sido alcançado marginalmente na literatura vocacional. Uma via para colmatar esta lacuna é auferir dos contributos que a investigação da psicoterapia tem dado a esta temática. Neste sentido, o objectivo deste estudo é analisar o processo e resultados do aconselhamento vocacional baseado na abordagem da construção da carreira, a partir de método de estudo de caso único. Os participantes foram uma psicóloga com treino no modelo de Aconselhamento de Life Design e um cliente com diagnóstico de indecisão vocacional. A análise do processo foi realizada momento a momento, ao longo de cinco sessões, com recurso ao Sistema de Codificação da Colaboração Terapêutica (SCCT). A análise dos resultados recorreu ao Índice de Fiabilidade da Mudança (IFM) em medidas de adaptabilidade de carreira, certeza vocacional e auto-eficácia na tomada de decisão de carreira. Os resultados indicam que o trabalho terapêutico ocorreu maioritariamente dentro da zona de desenvolvimento proximal terapêutica, o que demonstra o carácter colaborativo da interação da díade e que houve uma mudança significativa nas dimensões de planeamento...

Colaboração terapêutica: Estudo comparativo dois casos de insucesso terapêutico - Um caso finalizado e de um caso de desistência

Ferreira,Angela; Ribeiro,Eugénia; Pinto,Dulce; Pereira,Carla; Pinheiro,Ana
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.71%
A qualidade da interação terapêutica constitui-se como um importante preditor dos resultados terapêuticos e como crucial na decisão dos clientes para se manterem na terapia. O presente estudo teve como objetivo descrever e comparar o desenvolvimento da colaboração terapêutica em dois casos clínicos, um finalizado e um de desistência, ambos de insucesso e seguidos em Terapia Narrativa. Foi utilizado o Sistema de Codificação da Colaboração Terapêutica, que permite distinguir episódios colaborativos, não colaborativos e de ambivalência por referência à Zona de Desenvolvimento Proximal Terapêutica (ZDPT) dos clientes. A codificação foi realizada independentemente por dois pares de juízas, tendo as discrepâncias sido resolvidas por consenso e mediante posterior auditoria. Os resultados mostram que no caso de desistência os episódios não colaborativos foram cinco vezes mais frequentes do que no caso finalizado. Em ambos os casos, verificou-se uma tendência crescente do terapeuta para estimular o movimento das clientes ao longo da ZDPT no sentido da inovação. Contudo, se nas últimas sessões do caso finalizado a cliente foi capaz de com o terapeuta, no caso de desistência ocorreu um aumento de episódios não colaborativos entre a díade.

Interacção terapêutica em momentos de ambivalência: Um estudo exploratório de um caso de insucesso

Gonçalves,Miguel M.; Loura,Joana; Ribeiro,António P.; Ribeiro,Eugénia; Santos,Anita; Matos,Marlene
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.48%
No processo psicoterapêutico a mudança constrói-se através da emergência e expansão de excepções ao funcionamento problemático do cliente. Contudo, o potencial de mudança destas excepções ou inovações pode ser abortado através da atenuação do seu significado quando o cliente as desvaloriza, trivializa ou nega. Quando este processo se repete ao longo da terapia estamos na presença de ambivalência, na medida em que ocorre uma oscilação recorrente entre duas posições opostas (inovação-retorno ao funcionamento problemático). O presente estudo exploratório tem como principal objectivo descrever a interacção terapêutica nestes momentos de ambivalência, num caso de insucesso psicoterapêutico, recorrendo ao Sistema de Codificação da Colaboração Terapêutica. Os resultados sugerem que a ambivalência emerge maioritariamente no seguimento de intervenções em que a terapeuta desafia a perspectiva habitual da cliente. Os resultados mostram ainda que a terapeuta tende a responder à ambivalência da cliente com um novo desafio, sendo que a cliente tende a expressar novamente ambivalência ou a discordar da terapeuta. Deste modo, quando a terapeuta persiste no desafio verifica-se frequentemente uma escalada no desconforto da cliente...