Página 1 dos resultados de 1677 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Fluxo de caixa por regime de competência; Cash flow statement under the accrual basis accounting

Souza, Manuela Santin de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.56%
A Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC) é uma peça contábil elaborada sob o regime de caixa. Essa característica torna difícil sua comparação com outras demonstrações elaboradas à luz do regime de competência. Neste trabalho, desenvolve-se um novo modelo, consoante os estudos desenvolvidos por Dechow e Dichev (2002) nos Estados Unidos: a Demonstração do Fluxo de Caixa elaborada pelo regime de competência. Essa nova peça contábil tem como função promover um elo entre a DFC tradicional e as demais demonstrações contábeis, principalmente com a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE). Tem-se, como referencial teórico deste estudo, a exploração dos conceitos de regime de caixa e competência, a discussão dos principais aspectos da DFC e da DRE, e a referência aos estudos empíricos que já foram realizados sobre o assunto. Em seguida, foi desenvolvido o modelo em que os fluxos de caixa são segregados conforme sua competência, ilustrando-se com um exemplo hipotético. Para o teste empírico, selecionou-se, através do banco de dados Economática, empresas brasileiras do período de 1995 a 2005. A análise de regressão múltipla com dados em painel foi utilizada como ferramenta estatística. Como resultado deste trabalho...

Fluxo de caixa e classificação dos ratings: um estudo no mercado brasileiro; Cash Flow and Ratings Classification: A Study at the Brazilian Market

Teixeira, Téssia Berber
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.57%
As agências de ratings definem os ratings como sendo uma opinião sobre o risco relativo, baseado na capacidade do emissor de pagar, totalmente, no prazo acordado (principal mais juros) comparando-os com os outros devedores do mercado. O risco de o emissor, da dívida, pagar o valor combinado, é importante tanto para os investidores, como garantia de que o pagamento do título será feito no prazo e valor contratados, quanto para as empresas emissoras, garantindo que cumprirão o compromisso e que conseguirão negociar bem esses títulos no mercado. A relação ratings e variáveis contábil-financeiras já vem sendo tratada na literatura, há algum tempo, sendo que um importante estudo realizado por Jay & Shank (1997) relacionou os ratings com o fluxo de caixa em empresas industriais americanas, através da média de cinco medidas de fluxo de caixa pertencentes a distintos grupos de ratings. Nos resultados desse estudo, nada foi encontrado, não podendo afirmar, assim, a existência de clara diferença nas médias de fluxos de caixa das empresas, nos diferentes grupos de ratings. Com isso, apareceu a oportunidade abordada por este estudo, de se replicar esse estudo de Jay & Shank (1997), nas empresas brasileiras, industriais e comerciais...

A relevância do lucro líquido versus fluxo de caixa operacional para o mercado de ações brasileiro; The relevance of earnings versus operating cash flow to the Brazilian stock market

Malacrida, Mara Jane Contrera
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.69%
Este trabalho avalia a relevância do fluxo de caixa operacional corrente, accruals e lucros correntes para predizerem o fluxo de caixa operacional futuro e estimarem o retorno das ações das companhias abertas brasileiras. A análise é realizada seguindo o modelo desenvolvido por Barth et al (2001), o qual se baseia no modelo de Dechow et al (1998) e no estudo realizado por Bartov et al (2001). A partir dos modelos teóricos são desenvolvidas 7 hipóteses para analisar a relevância das informações contábeis para o mercado de capitais brasileiro. A pesquisa empírica é desenvolvida a partir das Demonstrações de Fluxo de Caixa publicadas, voluntariamente e pelo método indireto, por companhias abertas com ações listadas na Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA), no período de 2000 a 2007. As análises são realizadas utilizando dados em painel. As evidências empíricas indicam que o lucro corrente é mais relevante do que o próprio fluxo de caixa operacional corrente para predizer o fluxo de caixa operacional futuro (t+1); os accruals são relevantes para predizer o fluxo de caixa operacional futuro e adicionam capacidade preditiva ao lucro corrente, pois lucro corrente desagregado em fluxo de caixa operacional e seis componentes de accruals mostra-se ainda mais relevante do que o lucro corrente para estimar o fluxo de caixa operacional futuro (t+1). Contudo...

Fluxo de caixa livre para o cidadão: uma aplicação da teoria residual dos dividendos para evidenciação da distribuição de renda gerada pelo estado; Free cash flow to citizen: an application of the residual theory of dividends to the disclosure of income generated distribution by the state

Bonacim, Carlos Alberto Grespan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.59%
A crescente atuação da sociedade nos processos de discussão e de tomada de decisões relacionados com as políticas públicas incentiva a gestão pública no Brasil a buscar mecanismos para demonstrar eficiência e transparência na aplicação de recursos. Dentro da esfera pública, o gasto social destinado às ações compensatórias é destaque em termos de alocação de recursos, por isso apresenta acentuada necessidade de planejamento, avaliação e prestação de contas. Diante deste contexto, este trabalho adotou o modelo conceitual da Teoria Residual dos Dividendos, estabelecido por Modigliani e Miller (1958) e revisitado por de Jensen (1986) na Teoria Free Cash Flow, e teve como objetivo principal evidenciar o Fluxo de Caixa Livre para o Cidadão (FCLC) gerado e distribuído por uma entidade pública, segundo os preceitos do resultado econômico. Para consecução deste propósito, conduziu-se um levantamento bibliográfico crítico, constatando similaridade e aderência nas discussões conceituais e nos estudos aplicados acerca da relação/trade-off entre distribuição de excedentes de caixa e capacidade de reinvestimento nas esferas público e privada. Além disso, foi constatado que a Teoria Residual dos Dividendos e sua discussão sobre o Fluxo de Caixa Livre do Acionista podem ser consideradas aplicáveis à mudança do objeto de foco (acionista para cidadão)...

Impacto dos períodos macroeconômicos sobre a sensibilidade do investimento ao fluxo de caixa nas empresas brasileiras e argentinas; Macroeconomic periods impact on investment - cash flow sensitivity in the Brazilian and Argentinian companies

Ghani, Alan Nader Ackel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.53%
Este trabalho analisa a evolução do grau de restrição de capital (dívida ou emissão de ações), sob a abordagem da relação entre a fluxo de caixa e investimetno ("cash flow sensitivity"), para empresas brasileiras e argentinas para quatro períodos macroeconômicos distintos. Estimou - se essa relação por meio de análise econométrica de painel para empresas de dois países: Brasil e Argentina. Espera-se que, na presença de imperfeições de mercado, ocorra restrição de capitais (financiamento externo), que se manisfeta por meio de uma relação positiva e significante entre o fluxo de caixa e o investimento. Os resultados mostram que a sensibilidade do investimento a variações no fluxo de caixa segue trajetória muito parecida nos dois países. De 1995 a 1997, período de estabilização econômica e crescimento em ambos os países, a relação foi positiva e significante, mostrando haver significativa restrição de capital. De 1998 a 2003, os anos das multi crises externas e internas, a relação entre as duas variáveis não foi estatisticamente significante. É um período em que as empresas utilizam as fontes de capital mais para assegurar a própria sobrevivência do que para crescer. De 2004 a 2007, os anos de recuperação da economia mundial...

Avaliação de empresas no Brasil pelo fluxo de caixa descontado: evidências empíricas sob o ponto de vista do desempenho econômico-financeiro; Valuation of companies in Brazil by discounted cash flow: evidence empíricas from the point of view of economic-financial performance

Cunha, Moisés Ferreira da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.38%
Modelos de avaliação de empresas têm como objetivo estabelecer o fair value da empresa. Importantes modelos de avaliação econômica e medidas de desempenho econômicofinanceiro são desenvolvidas pelos acadêmicos e profissionais de mercado para identificar direcionadores de valor. Dentre os modelos, está o Fluxo de Caixa Descontado (FCD), que, em síntese, estabelece o valor da empresa pelo valor presente de seus benefícios econômicos futuros esperados. A pergunta principal motivadora da pesquisa é investigar e avaliar se, na média, as projeções de desempenho econômico-financeiro feitas pelas empresas brasileiras, em laudos de avaliação, são aderentes ao longo do tempo. A falta de aderência leva a inferir que as premissas assumidas nos modelos (quase sempre vindas do mercado norte-americano) não se realizam com muita frequência no Brasil. Espera-se, ainda, que a finalidade da avaliação não cause viés nessas projeções. Como plataforma teórica foi utilizada a Moderna Teoria de Finanças, como marco inicial os trabalhos de Modigliani e Miller (1958; 1961 e 1963) e faz-se uma exposição das principais discussões sobre a aplicação dessa teoria em países emergentes. Com relação à empiria, foi estabelecido um conjunto de 15 variáveis que evidenciam o desempenho de estratégias financeiras...

Evidenciação contábil e as avaliações pelo fluxo de caixa descontado e pela teoria de opções: um estudo aplicado à indústria petrolífera mundial; Accounting disclosure and valuation by the discounted cash flow and the theory of options: a study applied to the world petroleum industry

Godoy, Carlos Roberto de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2004 PT
Relevância na Pesquisa
66.49%
As informações evidenciadas pelas empresas que exploram e produzem óleo e gás são objetos de consideráveis controvérsias. O centro dessa controvérsia está nas deficiências do modelo do custo histórico em fornecer informações adequadas para os usuários das demonstrações contábeis. O mais importante evento para as empresas que exploram e produzem petróleo é a descoberta de reservas de óleo e gás, e não os lucros e as receitas derivadas das vendas do óleo e do gás. O modelo do custo histórico, entretanto, não consegue mensurar e evidenciar adequadamente as reservas provadas de óleo e gás até que essas reservas sejam desenvolvidas, produzidas e vendidas. Outro problema relacionado ao modelo do custo histórico para as empresas do setor petrolífero, é de que os custos incorridos para se descobrir reservas de óleo e gás possui pouca, se é que há alguma, relação com o valor das reservas provadas. Como resultado dessas deficiências do modelo do custo histórico, e como uma tentativa de "adaptar" os resultados, duas formas de capitalizar os custos da atividade de exploração e produção de óleo e gás são utilizadas e aceitas, o método da Capitalização Total e o método da Capitalização pelos Esforços Bem Sucedidos. A avaliação das reservas provadas de óleo e gás das empresas...

As variáveis condicionantes da previsão do cash flow operacional aplicado às Empresas Portuguesas de vestuário e calçado

Oliveira, Isabel
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /11/2004 POR
Relevância na Pesquisa
66.38%
O presente artigo tem por finalidade analisar os factores condicionantes da previsão do cash flow proveniente da actividade operacional, através do desenvolvimento de um modelo econométrico que foi estimado com base numa amostra seccional relativa ao ano de 2000 e constituída por 395 empresas portuguesas dos sectores do vestuário e calçado. O modelo foi estimado através do método de mínimos quadrados ordinário (MQO) com a correcção de White e, os resultados obtidos mostraram que o cash flow futuro é explicado pelas variáveis explicativas; recursos gerados na actividade operacional, dívidas de e a terceiros provenientes da actividade operacional e uma variável dummy que diferencia as empresas pelos dois sectores de actividade, todas desfasadas de um período (ano).

Modelo de avaliação e gestão do risco baseado na metodologia “cash flow-at-risk”: aplicação a empresa de distribuição de energia

Vieira, Ana Filipa dos Reis
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.38%
Mestrado em Finanças; A problemática de gestão integrada de riscos tem vindo a ser debatida nos últimos anos por muitas instituições não financeiras de todo o mundo que tentam a implementação das várias metodologias desenvolvidas neste âmbito após utilização massiva do VaR em instituições financeiras e sua aplicação abusiva nas não financeiras. Neste contexto, este trabalho centra-se na determinação de um modelo de avaliação e de gestão de riscos para as empresas que atuam no setor energético tendo em conta as especificidades do negócio e a insuficiência de estudos desta natureza para o mercado português. Para tal, foi analisada uma empresa com posição relevante no mercado de distribuição de energia elétrica sobre a qual foi possível recolher a informação necessária à construção do modelo teórico baseado na metodologia Cash Flow-at-Risk (CFaR) e na simulação de cenários para os fatores de risco considerados relevantes. Do estudo resultou um modelo de três regressões tendo sido determinadas como variáveis independentes as parcelas do FCF sujeitas aos principais riscos macroeconómicos. Mesmo dadas as limitações observa-se o modelo em causa como um instrumento mais sofisticado para previsão dos fatores de risco tendo em conta a correlação histórica das variáveis e para simulação de cenários mais agressivos ao contrário da análise de sensibilidade tradicional.; The issue of integrated risk management has been debated in recent years by many non-financial firms around the world who try to implement the various methodologies developed in this area after widespread use of VaR in financial firms and their abusive application in non-financial firms. This paper focuses on the conception of a model for the assessment and risk management for companies that operate in the energy sector considering the main characteristics of their businesses. For that purpose a company with a significant position in the electric market was analyzed where it was possible to collect the information needed to support the structure of the theoretical model based on the Cash Flow-at-Risk (CFaR) methodology and to develop alternative scenarios for simulating risk factors. This analysis resulted in a regression model with three independent variables (parts of FCF dominated by macroeconomic risks). Instead of a traditional sensitivity analysis this model is a sophisticated tool for prediction of risk factors that considers the historical correlation of variables and the simulation of aggressive scenarios.

Is There a Difference in Credit Constraints Between Private and Listed Companies in Brazil? Empirical Evidence by The Cash Flow Sensitivity Approach

Ghani,Alan Nader Ackel; Martelanc,Roy; Kayo,Eduardo Kazuo
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 EN
Relevância na Pesquisa
66.38%
This article analyzes the credit constraints, using the cash flow sensitivity approach, of private and listed companies between 2007 and 2010. According to this approach, the econometric results show that the credit constraints are the same for either private or listed companies. This paper seeks to contribute to the literature because the study of credit constraints of private companies based on cash flow sensitivity in Brazil has been rare.

Cash-flow-at-risk : análise e aplicação em uma empresa de energia

da Silva Bego, Marcelo; Lucena Raboni, Pierre (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.38%
A metodologia do Cash-Flow-at-Risk (CFaR), que busca determinar a pior queda no fluxo de caixa gerada pela influência dos fatores de risco, é fruto das inovações teóricas e técnicas que tomaram força a partir da década de noventa na administração de risco em empresas não financeiras. Este processo de inovação foi impulsionado, tanto pela necessidade de uma administração mais eficiente de risco, no fluxo de caixa e lucro, quanto pelo advento da metodologia do Value-at-Risk. Este trabalho de dissertação objetiva aplicar a metodologia do Cash-Flow-at-Risk desenvolvida por Adrén, Jankensgard e Oxelheim (2005) na Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). Para isso foram coletados os dados relativos ao EBITDA da Chesf e de um conjunto de prováveis fatores que o EBITDA apresenta exposição. Estes fatores foram escolhidos pelas características do setor elétrico brasileiro, da Chesf e pelos fatores determinados em trabalhos anteriores, que utilizaram empresas deste setor. O cálculo do CFaR da Chesf foi realizado em duas etapas. A primeira utilizou a análise MUST na construção do modelo de exposição, determinando os fatores de risco e a segunda intensiva em simulações, gerando as distribuições para o EBITDA dependente dos fatores e do EBITDA independente. Os resultados da primeira etapa mostram que o EBITDA da Chesf apresenta exposição ao PIB...

Relationship between Changes in Cash Flow and Investments in Publicy Traded Restaurant Firms in the United States

Upneja, Arun; Sharma, Amit
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Relevância na Pesquisa
66.48%
This research investigated the relationship between investments in fixed assets and free cash flows of U.S. restaurant firms while controlling for future investment opportunities and financial constraints. It also investigated investment and cash-flow sensitivity in the context of economic conditions. Results suggested that investments in small firms (with higher financial constraints) had relatively weaker sensitivity to cash flows than investments in large firms (with higher sensitivity). Controlling for economic conditions did not significantly change results. While the debate over sensitivity of investments to cash flows remains unresolved, it has not been explored widely in industry contexts, especially in services such as the restaurant industry. In addition to its contribution to this literature, this paper provides implications for cash-flow management in publicly traded restaurant companies.

Analysts' Selective Provisions of Cash Flow Forecasts

Yoo, CHOONG-YUEL
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 1870730 bytes; application/pdf
EN; EN
Relevância na Pesquisa
66.56%
In this thesis, I examine the factors associated with analysts’ voluntary practice of issuing cash flow forecasts and earnings forecasts on the same day. I draw on Hughes and Pae’s (2004) management partial disclosure equilibrium and predict how an analyst decides to issue a cash flow forecast revision along with and according to her bad news and good news earnings forecast revision. In particular, I predict that analysts strategically choose to supplement earnings forecasts with positive cash flow news when they deliver bad news earnings forecasts. Consistent with my prediction, I find that analysts are more likely to issue cash flow forecast revisions in the opposite direction to their earnings forecast revisions when they issue downward earnings forecast revisions than when they issue upward earnings forecast revisions. The results suggest that analysts may not make their decisions to issue cash flow forecasts as objectively as they ought to do in their role as independent information intermediaries. Rather, analyst decisions to issue cash flow forecasts are akin to managers’ strategic decisions to voluntarily disclose supplemental information to affect investors’ confidence in their primary news (earnings forecasts).; Thesis (Ph.D...

Análise empírica de modelos de valuation no ambiente brasileiro: fluxo de caixa descontado versus modelo de Ohlson (RIV); Empirical analysis of valuation models in the brazilian environment: discounted cash flow versus Ohlson's model

GALDI, Fernando Caio; TEIXEIRA, Aridelmo José Campanharo; LOPES, Alexsandro Broedel
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.45%
Dentro do contexto controverso de comparações entre modelos de valuation, o presente trabalho investiga, baseado nas projeções dos analistas de mercado de capitais para empresas brasileiras, se existem diferenças entre os valores de uma empresa estimados pelo modelo de fluxo de caixa descontado (DCF) e pelo modelo de Ohlson (modelo de lucros residuais - RIV). Essa abordagem é inovadora à medida que trabalhos já realizados visando à comparação entre esses modelos consideram o valor da empresa calculado com base nas informações publicadas/divulgadas pela empresa e não com base na expectativa dos agentes de mercado (como por exemplo, o analista de mercado de capitais). Entretanto, a correta implementação dos modelos em análise deve ser realizada considerando-se as expectativas dos agentes de mercado. Adicionalmente, são realizadas regressões para verificar qual dos modelos (DCF ou OHLSON) explica melhor a relação preço/valor patrimonial (P/B) de uma empresa em períodos futuros. As conclusões obtidas foram: i) existem diferenças estatisticamente significantes para o valor estimado das empresas pelo fluxo de caixa descontado e pelo modelo de Ohlson (RIV) e ii) os índices P/B, calculados a partir das estimativas dos analistas (que utilizam o DCF)...

Análise empírica de modelos de valuation no ambiente brasileiro: fluxo de caixa descontado versus modelo de Ohlson (RIV); Empirical analysis of valuation models in the brazilian environment: discounted cash flow versus Ohlson's model

Galdi, Fernando Caio; Teixeira, Aridelmo José Campanharo; Lopes, Alexsandro Broedel
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.45%
Dentro do contexto controverso de comparações entre modelos de valuation, o presente trabalho investiga, baseado nas projeções dos analistas de mercado de capitais para empresas brasileiras, se existem diferenças entre os valores de uma empresa estimados pelo modelo de fluxo de caixa descontado (DCF) e pelo modelo de Ohlson (modelo de lucros residuais - RIV). Essa abordagem é inovadora à medida que trabalhos já realizados visando à comparação entre esses modelos consideram o valor da empresa calculado com base nas informações publicadas/divulgadas pela empresa e não com base na expectativa dos agentes de mercado (como por exemplo, o analista de mercado de capitais). Entretanto, a correta implementação dos modelos em análise deve ser realizada considerando-se as expectativas dos agentes de mercado. Adicionalmente, são realizadas regressões para verificar qual dos modelos (DCF ou OHLSON) explica melhor a relação preço/valor patrimonial (P/B) de uma empresa em períodos futuros. As conclusões obtidas foram: i) existem diferenças estatisticamente significantes para o valor estimado das empresas pelo fluxo de caixa descontado e pelo modelo de Ohlson (RIV) e ii) os índices P/B, calculados a partir das estimativas dos analistas (que utilizam o DCF)...

Cash flow at risk in non-financial companies; Flujo de caja en riesgo en empresas no financieras; Fluxo de caixa em risco em empresas não-financeiras

Varanda Neto, José Monteiro
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.52%
The main goal of this researsch is to study of the utilization of Cash Flow at Risk - CFaR. CFaR is a market risk assessing tool that is intended to simulate the value at risk of a future cash flow, operational and financial, given a confidence interval. The main idea is to present CFaR model applied to a non-financial company from the electrical sector, where either the rates and indexes of its financial assets and liabilities as well the demand for its services can be assumed random variables, in a process of statistical modeling for measurement of its cash flow's likely range of variation in the following fiscal year. A one-period back-test is preformed at the conclusion chapter, showing that the real figures are within the range defined by the model, creating opportunities for new studies about the subject.; El objetivo general de esta investigación es estudiar la utilización del Flujo de Caja en Riesgo (Cash Flow at Risk - CFaR), una herramienta de control de riesgo de mercado que busca simular el valor en riesgo del flujo de caja futuro, tanto operacional como financiero, de una empresa dentro de un intervalo de confianza predefinido. La idea es presentar el modelo CFaR aplicado a una empresa no financiera, en especial una empresa del sector eléctrico generadora de energía...

Análise dos modelos de avaliação Residual Income Valuation, Abnormal Earnings Growth e Fluxo de Caixa descontado aplicados às ofertas públicas de aquisição de ações no Brasil; ANALYSIS OF RESIDUAL INCOME MODEL ASSESSMENT VALUATION, ABNORMAL EARNINGS GROWTH AND DISCOUNTED CASH FLOW APPLIED PUBLIC TENDER OFFER TO ACQUIRE SHARE IN BRAZIL

Almeida, José Elias Feres de; Brito, Giovani Antonio Silva; Batistella, Flávio Donizete; Martins, Eliseu
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa Empírica; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.45%
Uma companhia aberta, quando realiza uma Oferta Pública de Aquisição de Ações (OPA), contrata um agente especializado para elaborar o laudo de avaliação em conformidade com as disposições normativas. Este artigo examina 97 laudos de avaliação de OPAs divulgados no Brasil no período de 2000 a 2007. O modelo de avaliação mais utilizado e disponibilizado nos laudos é o Fluxo de Caixa Descontado. O objetivo desta pesquisa é examinar se os valores das empresas estimados por meio de modelos com maior embasamento na contabilidade, o Residual Income Valuation (RIV) e o Abnormal Earnings Growth (AEG), se aproximam dos valores estimados pelo modelo de Fluxo de Caixa Descontado, conforme constam dos laudos de avaliação. Os modelos RIV e AEG foram aplicados em amostras com 21 e 39 firmas, respectivamente. Os resultados dos testes realizados na amostra indicam que não há diferenças estatisticamente significantes entre os valores estimados pelos modelos RIV e AEG em relação aos valores estimados pelo modelo de Fluxo de Caixa Descontado.; A listed company, when it carries out a public tender offer to acquire shares (PTO), retains a specialized firm to conduct an appraisal of the target company, in conformity with applicable regulations. This article examines 97 appraisal reports of PTOs announced in Brazil over the period from 2000 to 2007. The valuation model most often used in these reports was discounted cash flow. Our aim is to examine whether the valuations estimated by models more closely based on accounting numbers...

O PROCESSO DE CONVERGÊNCIA ÀS IFRS E A CAPACIDADE DO LUCRO E DO FLUXO DE CAIXA EM PREVER OS FLUXOS DE CAIXA FUTUROS: EVIDÊNCIAS NO MERCADO BRASILEIRO; THE PROCESS OF CONVERGENCE TO IFRS AND THE ABILITY OF PROFIT AND CASH FLOW IN PREDICTING FUTURE CASH FLOWS: EVIDENCE IN THE BRAZILIAN MARKET

Machado, Márcio André Veras; Silva Filho, Augusto Cezar da Cunha; Callado, Aldo Leonardo Cunha
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.62%
Nos últimos anos, diversos estudos têm investigado a capacidade informativa do lucro contábil nos mercados de capitais. Uma parte dessas pesquisas está voltada em explicar a relação entre lucro, fluxo de caixa e accruals e os fluxos de caixa futuros. O foco é verificar qual informação contábil é mais relevante em prever o fluxo de caixa futuro. Nesse contexto, insere-se este artigo, que tem por objetivo analisar, em períodos ‘pré’, ‘durante’ e ‘pós’ processo de convergência às IFRS, a capacidade do lucro (líquido e operacional), fluxo de caixa e accruals em prever os fluxos de caixa futuros de 54 empresas não financeiras de capital aberto, durante os anos de 2006 a 2011. A metodologia utilizada, por meio de análise de regressão, baseia-se nos trabalhos de Greenberg, Johnson e Ramesh (1986) e Barth, Cram e Nelson (2001), onde se utilizou cinco variáveis contábeis para tentar explicar o comportamento do fluxo de caixa futuro. Os resultados revelam um aumento da capacidade explicativa do lucro líquido e do fluxo de caixa operacional combinado com os accruals, calculados pelo enfoque do fluxo de caixa, durante o período pós-convergência, comparativamente aos períodos pré e convergência parcial. Adicionalmente...

DEMONSTRAÇÃO DE FLUXO DE CAIXA – ATIVIDADE OPERACIONAL VERSUS INDICADORES FINANCEIROS DE LIQUIDEZ NA ANÁLISE DA GESTÃO FINANCEIRA; Statement of Cash Flow - Operational Activity versus financial indicators of liquidity in the analysis of financial management

Francisco, José Roberto de Souza; UFSJD; Assis, Aline Rabelo; UFMG; Amaral, Hudson Fernandes; UFMG; Bertucci, Luiz Alberto; UFMG
Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - ACCOUNTING DEPARTMENT Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - ACCOUNTING DEPARTMENT
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.58%
Um dos assuntos mais preocupantes para a administração das organizações é a questão da liquidez, na qual está associada ao risco e a rentabilidade do negócio. Neste sentido uma pergunta se coloca: Qual a relação entre o fluxo de caixa operacional e a liquidez da empresa? O objetivo deste artigo é verificar a relação entre a movimentação do fluxo de caixa operacional e os indicadores de liquidez com o intuito de verificar se existe uma maior eficiência na atividade de fluxo de caixa operacional corresponde à eficácia no desempenho dos índices de liquidez da empresas. Sabendo-se que a matéria-prima dos bancos é o recurso financeiro, este artigo procura pesquisar a movimentação do fluxo de caixa operacional em relação aos indicadores de liquidez da empresa. Utilizou-se a correlação entre o fluxo de caixa operacional e os indicadores de liquidez, em seguida a regressão linear para verificar a referência que os índices de liquidez exercem sofre o fluxo de caixa operacional. Conclui-se que existe pouca intensidade de relacionamento entre as variáveis fluxo de caixa operacional e índices de liquidez das instituições financeiras do setor bancos listadas na BOVESPA...

A study of alternative discounted cash flow methodologies for business valuation: case study; Estudo dos modelos de avaliação de empresas com base na metodologia do fluxo de caixa descontado: estudo de caso

Saurin, Valter; UFSC - Florianópolis - SC; Junior, Newton Carneiro Affonso da Costa; UFSC - Florianópolis - SC; Zilio, Annelise da Cruz Serafim; UFSC - Florianópolis - SC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.45%
In the discounted cash flow methodology, there are three principal methods: Net Operational Cash Flow, Adjusted Present Value and Cash Flow to the Equity. Each model has its own particular characteristics and supplies different information, but, theoretically, they should give equivalent financial results if the same data base is used. The objective of this study is to determine if there are methodological conflicts among the three methods when the same basic data is used or if the results are the same. The results show great differences among the values themselves and with the sales price; Na metodologia de avaliação de empresas com base no Fluxo de Caixa Descontado, têm-se os seguintes métodos: o Fluxo de Caixa Operacional Disponível, o Valor Presente Ajustado, o Fluxo de Caixa do Capital Próprio. Cada modelo tem suas características e fornece uma informação diferenciada, mas teoricamente devem proporcionar resultados financeiros equivalentes, se for empregada à mesma base de dados. O objetivo deste trabalho foi verificar se com o emprego da mesma base de dados, os três métodos indicados com base no Fluxo de Caixa Descontado, proporcionam resultados equivalentes ou se existem conflitos metodológicos entre os mesmos, com base em estudo de caso real. Os resultados mostraram diferenças significativas entre os três valores e entre estes e o preço de venda da empresa em questão.