Página 1 dos resultados de 4274 itens digitais encontrados em 0.031 segundos

Interações entre estrutura de capital, valor da empresa e valor dos ativos ; Interactions between capital structure, company value and assets value.

Martins, Vinícius Aversari
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.14%
As proposições seminais de Modigliani e Miller iniciaram um campo novo de estudos na moderna teoria de finanças. Com o passar do tempo, suas premissas básicas foram sendo relaxadas, de tal sorte que atualmente são raras as situações em que podem ser aplicadas plenamente, obtendo resultados satisfatórios e consistentes. Por outro lado, pelo fato desse conjunto simples de proposições ter se tornado mundialmente conhecido e de fácil aplicação, acabou sendo adotado como receita geral para a avaliação de empresas. Este trabalho revisita, criticamente, as idéias de Modigliani e Miller, verificando que a aplicação simples e imediata das proposições pode enviesar os valores da firma e do capital próprio. Em situações em que não existe viés de metodologia, os valores resultantes são herméticos, não possibilitando a análise e administração dos elementos individuais que compõem o valor da firma e do capital próprio. O presente trabalho sugere uma metodologia alternativa de avaliação da firma e do capital próprio que independe da validade das premissas de Modigliani e Miller, de tal forma que seja possível a identificação analítica dos componentes de seu valor. A metodologia de avaliação proposta considera que o valor dos ativos independe da estrutura de capital...

Levantamento dos fatores determinantes da estrutura de capital das empresas brasileiras; The determinants of brazilian companies capital structure

Santos, Carolina Macagnani dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.2%
As empresas podem financiar suas atividades por meio da utilização de recursos próprios e de terceiros, que juntos, formam a sua estrutura de capital. Na literatura financeira, o estudo sobre a estrutura de capital teve como marco a publicação do trabalho de Modigliani e Miller (1958), e desde então, vem sendo amplamente debatido no meio acadêmico. Todavia, pouco se concluiu a respeito dos fatores que determinam a estrutura de capital das organizações. O presente trabalho, procurou, por meio da aplicação de questionários em uma população composta por 356 empresas brasileiras de capital aberto, investigar os fatores que são determinantes na escolha das fontes de recursos de longo prazo utilizadas pelas organizações. Os questionários foram enviados para os e-mails do departamento de Relações com Investidores e da população, resultou uma amostra composta por 40 empresas que responderam os questionários. Tal amostra foi classificada como não-probabilística, o que impede que seus resultados sejam generalizados à população. Os setores de utilidade pública, materiais básicos e consumo cíclico foram responsáveis, juntos, por 63% do total de questionários respondidos. Diferente do que se esperava em relação à teoria mais utilizada pelas organizações na definição da estrutura de capital...

Liquidez e estrutura de capital das empresas brasileiras de capital aberto; Liquidity and capital structure of brazilian publicly traded companies

Donato, Lucília Gomes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.15%
Existe uma extensa literatura teórica e empírica que procura determinar quais são os fatores que determinam a estrutura de capital das empresas, no entanto pouco se concluiu a respeito dessas teorias. Buscando identificar quais são os fatores que a literatura aponta como determinantes para as decisões de financiamento das firmas, nota-se uma escassez de estudos internacionais e nacionais que tratam a liquidez no mercado de ações como um fator significante nas decisões da estrutura de capital das empresas. Neste sentindo este trabalho tem como objetivo principal investigar a relação entre liquidez no mercado de ações e estrutura de capital das empresas brasileiras de capital aberto. Os dados foram coletados por meio do sistema Economática, aplicado a um conjunto de 587 firmas não financeiras durante o período de 1998 a 2009. A técnica estatística utilizada neste estudo foi a metodologia do modelo de dados em painel, devido a necessidade de se combinar características de séries temporais com dados em corte transversal. O estudo considera uma regressão em que as medidas representativas da estrutura de capital são índices de endividamento da firma e atuam como variável dependente, e as variáveis de controle são representativas das características específicas das empresas...

Efeitos do market timing sobre a estrutura de capital de companhias abertas brasileiras; Market timing effects on capital structure of Brazilian public companies

Albanez, Tatiana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.2%
De acordo com a teoria de market timing, as empresas aproveitam janelas de oportunidade para a captação de recursos, com a intenção de explorar flutuações temporárias no custo de fontes alternativas de financiamento. Assim, a estrutura de capital seria determinada por tentativas passadas de emitir títulos em momentos considerados favoráveis para a emissão. O presente trabalho teve por objetivo examinar o comportamento de market timing em companhias abertas brasileiras, buscando verificar a existência e persistência de um comportamento oportunista quando da escolha dentre diferentes fontes de financiamento. Para tanto, foram desenvolvidos dois estudos complementares. Primeiramente, investiga-se o comportamento de market timing por meio da análise da influência de valores de mercado históricos sobre a estrutura de capital de companhias brasileiras que realizaram IPO no período 2001-2011. Como principal resultado, verifica-se uma relação negativa entre valores de mercado históricos e alavancagem, evidenciando que, em momentos de altos valores de mercado, as empresas reduzem o endividamento, por ser mais vantajosa a emissão de ações, e vice-versa, o que pode indicar um comportamento oportunista na captação de recursos. No entanto...

Análise da estrutura de capital em empresas brasileiras com diferentes níveis de endividamento: um estudo comparativo entre as teorias pecking order e trade off; Analysis of capital structure in Brazilian companies with debt levels different: a comparative study between the pecking order theory and trade off

Iara, Renielly Nascimento
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.15%
As decisões relacionadas à configuração da estrutura de capital das empresas impulsionam as pesquisas há mais de cinqüenta anos. Muito embora o assunto seja recorrente e atual no meio acadêmico, ele se mantém bastante controverso. Neste trabalho são exploradas diretamente duas bases teóricas distintas: a Static Trade off Theory (STT), a partir do modelo proposto por Frank e Goyal (2003) e a Pecking Order Theory (POT), a partir do modelo proposto por Shyam-Sunder e Myers (1999). Os resultados destes testes são comparados aos modelos propostos por Qiu e Smith (2007) e Bahng e Jeong (2012) para analisar a estrutura de endividamento das empresas a níveis diferentes de alavancagem. A amostra selecionada consiste de empresas brasileiras de capital aberto, não-financeiras e não-regulamentadas, listadas na Bolsa de Valores Mobiliários de São Paulo (BM&FBovespa) no período entre 2002 e 2011. Utilizou-se como metodologia as técnicas Regressão Múltipla por meio do método dos Mínimos Quadrados Ordinários (MQO) comparativamente à Regressão Quantílica. Como resultados destacou-se uma velocidade de ajuste à estrutura de capital alvo entre 6% e 14% ao ano, nos teste da teoria trade off. Quanto aos testes da teoria pecking order...

Estrutura de capital: o papel das fontes de financiamento nas quais as companhias abertas brasileiras se baseiam; Capital structure: the role of sources of financing in which Brazilian publicly traded companies are based

Tarantin Júnior, Wilson
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.15%
Este estudo avaliou estrutura de capital das companhias abertas brasileiras, no período de 2005 a 2012, verificando o papel das fontes de financiamento nas quais tais companhias se baseiam. Para tanto, a proporção das dívidas em três fontes distintas foram avaliadas: as instituições financeiras, o mercado de capitais e as fontes com taxas de juros subsidiadas, esta representando um fator institucional da economia brasileira. Foi utilizada uma amostra de noventa e cinco empresas dentre as cento e cinqüenta maiores empresas com ações negociadas na BM&FBOVESPA. Por meio de modelos com dados em painel, os resultados mostram que as fontes de financiamento exercem influência na formação da estrutura de capital das empresas via alavancagem e maturidade das dívidas. Em relação à alavancagem, empresas que tem maior proporção de seus recursos captados no mercado de capitais são mais alavancadas. O mesmo não acontece com as empresas que tem maior proporção de recursos subsidiados. Foram encontradas evidências de que as firmas com maior proporção de recursos no mercado de capitais são as maiores, menos rentáveis, com maior proporção de ativos tangíveis, menos arriscadas e com menores oportunidades de crescimento. Em relação à maturidade das dívidas...

Velocidade de ajuste da estrutura de capital e a frequência de aquisições: um estudo com empresas norte-americanas; Speed of adjustment of capital structure and frequency of acquisitions: a study of North American companies

Bastos, Douglas Dias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.16%
As conclusões das pesquisas sobre velocidade de ajustamento da estrutura de capital em direção ao alvo (SOA - Speed Of Adjustment) são muito divergentes quanto à velocidade medida. A maioria dos estudos mensura o SOA sem levar em conta certas especificidades das empresas ou de suas estratégias. Dividindo-se a amostra em empresas não adquirentes, adquirentes eventuais e adquirentes em série, o presente estudo tem por objetivo investigar o padrão de comportamento do SOA no período entre 1990 e 2010 para empresas norte-americanas. Considerando diversas variáveis de controle (restrições financeiras, oportunidades de crescimento, grau de alavancagem financeira e emissão/redução de dívidas e ações), tem-se uma investigação mais aprofundada de como as empresas não adquirentes, adquirentes eventuais e adquirentes em série ajustam sua estrutura de capital em direção ao alvo. São utilizadas como variáveis dependentes o endividamento a valor de mercado e endividamento líquido a valor de mercado. Verificou-se que os endividamentos médios para as três amostras são diferentes entre si, de forma estatisticamente significante. As empresas adquirentes em série possuem o menor endividamento, ao passo que as empresas não adquirentes são as mais endividadas...

The capital structure choices of large european firms over the crisis : evidence from France, Germany, Ireland and Portugal

Mariz, Maria Félix
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 ENG
Relevância na Pesquisa
66.13%
Mestrado em Finanças; O objectivo desta dissertação de mestrado é identificar os factores que têm impacto sobre a decisão de estrutura de capital das empresas francesas, alemãs, irlandesas e portuguesas cotadas em bolsa. Pretendemos também identificar diferenças nesta escolha empresarial causada pela recente crise financeira internacional. Para atingir o objectivo principal desta dissertação, este trabalho apresenta um resumo da pesquisa empírica realizada em torno do tema estrutura de capital, seguida por uma secção onde a metodologia utilizada no estudo é descrita, bem como as principais informações detalhadas sobre os dados recolhidos. Posteriormente, os resultados e as principais conclusões da dissertação serão apresentados nas últimas duas seções. Em geral, os resultados transmitem a ideia de que as empresas, ao decidir como financiar as suas necessidades de financiamento, levam em consideração um grupo de factores específicos de cada empresa e características dos respectivos países. Durante a análise das regressões estimadas, os factores macroeconómicos juntamente com o país de origem mostraram ser estatisticamente significativo. Quanto aos factores específicos das empresas, apenas alguns foram considerados significantes para a decisão relativa à estrutura de capital. De destacar que estas decisões de estrutura de capital são influenciados pelo período temporal que as empresas enfrentam...

Determinants of capital structure and financial crisis impact: evidence

Proença, Pedro Miguel Correia
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 ENG
Relevância na Pesquisa
66.16%
Mestrado em contabilidade; The objectives of this empirical work are to investigate the determinants of Portuguese SMEs capital structure, evaluate whether and how the impacts of those determinants affect the debt ratios and examine the effects of financial crisis and industry on Portuguese SMEs capital structure. The sample used considers the period 2007-2010, resulting in 12.857 Portugues e SMEs per year observations. Results suggest that liquidity, asset structure and profitability are the most important determinants explaining the capital structure of Portuguese SMEs. Short-term debt was found to be negatively related to liquidity, asset structure, size and profitability, while long-term debt was found to be related positively to asset structure, liquidity, size and growth and negatively to profitability. Furthermore, we noticed a downward tendency on companies’ debt ratios levels during the financial crisis, which is statistically insignificant. Finally, we observed that industry plays an important role on Portuguese SMEs capital structure and debt ratios vary across industries. Still...

Taxation and Capital Structure : Evidence from a Transition Economy

Klapper, Leora; Tzioumis, Konstantinos
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Relevância na Pesquisa
66.13%
The authors examine the effects of taxation on financing policy using the corporate tax reform in 2001 in Croatia as a natural experiment. Since the extant literature on tax effects on capital structure studies listed firms in developed countries, it is worth investigating whether the same results apply to privately-held, small and medium size firms in transition economies. The findings provide significant evidence that lower taxes have affected the capital structure of Croatian firms, resulting in increased equity levels and decreased long-term debt levels. The authors also find that smaller and more profitable firms were more likely to reduce their debt levels. These findings are consistent with the trade-off theory of capital structure, which suggests that lower taxes decrease the incentive to hold debt due to decreasing interest tax deductibility.

Australian multinational and domestic corporations capital structure determinants

Akhtar, Shumi
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Working/Technical Paper Formato: 338096 bytes; 350 bytes; application/pdf; application/octet-stream
EN_AU
Relevância na Pesquisa
66.16%
This study investigates the significance of the determinants of capital structure on a sample of Australian multinational corporations and Australian domestic corporations over the period 1992 to 2001. The determinants of capital structure have captured academic thought for many decades, particularly since Modigliani and Miller (1958). If optimal capital structures do exist and that these structures maximise firm value, obtaining an understanding of the determinants of capital structure is important in obtaining an understanding of the way firms maximise value. Multinational corporations control considerable assets and some multinationals control more assets than that which is controlled by some countries. Decisions about capital structure may have important implications in regards to shareholder wealth effects. Therefore, obtaining an understanding of the determinants of capital structure and the differences between domestic and multinational capital structure is of interest to academics, politicians, shareholders and financiers. The results show that the level of leverage does not differ significantly between multinational and domestic corporations. Using cross-sectional Tobit regression analysis the results show substantial variation in capital structure determinants between multinational and domestic corporations. For both types of organisations growth...

Estrutura de capital, dividendos e juros sobre o capital próprio: testes no Brasil; Capital structure, dividends and interests on equity: tests in Brazil

FUTEMA, Mariano Seikitsi; BASSO, Leonardo Fernando Cruz; KAYO, Eduardo Kazuo
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.14%
A estrutura de capital e os dividendos são dois dos temas mais estudados em finanças corporativas. Em 2002, Fama e French estudaram esses dois temas simultaneamente dentro do contexto das teorias de tradeoff estática e pecking order. A análise conjunta significa reconhecer que o dividendo afeta a estrutura de capital e vice-versa, o que gera um problema de endogeneidade. Estendendo o estudo de Fama e French e adaptando a análise para a realidade brasileira com a inclusão de mais uma variável dependente, os juros sobre o capital próprio, o objetivo deste artigo é analisar as relações conjuntas da estrutura de capital, dividendos e juros sobre o capital próprio das empresas brasileiras para o período de 1995 a 2004. Em linhas gerais, os resultados confirmam boa parte das previsões das teorias, embora a distribuição de lucros no Brasil ainda seja muito baixa, comparada com a americana. A lucratividade demonstrou ser a variável explicativa de maior peso e influência tanto para a distribuição de lucros como para a alavancagem.; Capital structure and dividends have been frequently studied in corporate finance. In 2002, Fama and French simultaneously analyzed these two subjects in the context of tradeoff and pecking order theories. The simultaneous analysis means acknowledging that dividend influences capital structure and vice versa...

Governança Corporativa e os determinantes da estrutura de capital: evidências empíricas no Brasil; Corporate Governance and determinants of capital structure: empirical evidence from Brazilian markets

SILVEIRA, Alexandre Di Miceli da; PEROBELLI, Fernanda Finotti Cordeiro; BARROS, Lucas Ayres Barreira de Campos
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.15%
Este estudo investiga empiricamente a influência das práticas de Governança Corporativa [GC] das empresas sobre sua estrutura de capital. A qualidade da governança é mensurada por um índice abrangente proposto em pesquisa anterior e construído para uma amostra de empresas brasileiras com ações negociadas na Bovespa. Modela-se explicitamente, ademais, a possível causalidade bidirecional entre os construtos de interesse, na medida em que, como sugere a literatura especializada, a estrutura de capital pode influenciar a adoção pela empresa de certas práticas de GC. Os sistemas de equações propostos também incluem diversos determinantes potenciais tanto da estrutura de capital quanto da qualidade da GC sugeridos por pesquisas anteriores e são estimados pelos métodos TOBIT, Mínimos Quadrados Ordinário e Mínimos Quadrados de Três Estágios. Os resultados revelam significativa influência, com sentido positivo, das práticas de governança sobre a alavancagem financeira, em particular daquelas relacionadas com a dimensão estrutura de propriedade e conselho de administração, sugerindo que a GC pode ser determinante relevante da estrutura de capital. Os resultados não são conclusivos; por outro lado, quanto à influência da alavancagem sobre o índice completo de GC e sobre dois subíndices dele derivados.; This study empirically investigates the influence of a firm's Corporate Governance practices [CG] over its capital structure. Governance quality is measured by a broad index proposed in previous research and constructed for a sample of Brazilian publicly traded companies. We explicitly model the possible bidirectional causality between the constructs of interest...

A estrutura de capital e o risco das empresas tangível e intangível-intensivas: uma contribuição ao estudo da valoração de empresas.; The capital structure and risk of tangible and intangible-intensive companies: a contribution to the valuation study.

Kayo, Eduardo Kazuo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/11/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.13%
Existem fortes evidências de que a importância dos intangíveis tem crescido. Na medida em que a importância dos intangíveis aumenta, torna-se crítico gerenciá-los para que o valor da empresa seja maximizado. A gestão dos intangíveis depende da valoração adequada desses ativos. O conceito de EVA e MVA, de Stewart III, parece ser apropriado para avaliar os intangíveis. Um importante componente do modelo do EVA é o custo de capital, ou custo médio ponderado de capital (WACC), utilizado para (1) remunerar o capital tangível e (2) descontar os EVA's a valor presente. No modelo de Stewart, o taxa de desconto parece ser igual nas duas situações. Entretanto, existem razões para crer que as taxas devam ser diferentes. Evidências teóricas e empíricas sugerem que (1) o risco dos intangíveis é maior que dos tangíveis e (2) os ativos intangíveis tendem a ser financiados por recursos próprios. Se essas suposições forem verdadeiras, o custo de capital dos intangíveis deveria ser maior que dos tangíveis. Essa tese examina empresas brasileiras e norte-americanas para responder a seguinte questão: Quais as diferenças de estrutura de capital e de risco entre as empresas tangível e intangível-intensivas? Os resultados da pesquisa mostram que a estrutura de capital parece ser o fator mais importante na diferenciação entre os dois tipos de empresas.; There are strong evidences that the importance of intangible assets are growing. As the importance of intangibles increases...

Determinantes da estrutura de capital: uma análise de dados em painel de empresas pertencentes ao ibovespa no período de 1995 a 2007; Factores determinantes de la estructura de capital: un análisis de los datos de panel de empresas pertenecientes al ibovespa en el período de 1995 a 2007; Determinants of capital structure: an analysis of ibovespa enterprises from 1995 to 2007

Ceretta, Paulo Sergio; Vieira, Kelmara Mendes; Fonseca, Juliara Lopes da; Trindade, Larissa de Lima
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.15%
A estrutura de capital é objeto de estudo de muitas pesquisas na área de finanças corporativas. Entretanto, definir uma estrutura ótima de capital não é uma tarefa simples. Entre as teorias existentes, as que mais se destacam pelo grau de importância adquirido são a Tradeoff e a Pecking Order. A primeira refere-se à utilização de um nível ótimo de capital de terceiros, enquanto a segunda faz menção à existência de uma hierarquia na escolha entre o uso de recursos próprios e o uso de capital de terceiros. Nesse sentido, este artigo objetiva, mediante uma análise de regressão com dados em painel, verificar os fatores determinantes da estrutura de capital de 45 empresas pertencentes ao Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (IBOVESPA) entre os anos de 1995 e 2007. Para isso, foram analisadas 16 variáveis explicativas e suas respectivas defasagens ao longo de 12 anos. Seis variáveis analisadas foram significativas. Os resultados encontrados não corroboraram as teorias, o que indica uma possível incompatibilidade entre os pressupostos destas e o mercado acionário brasileiro. Das dimensões estudadas, apenas a tangibilidade mostrou-se significativa, enquanto os fatores macroeconômicos apresentaram maior relevância do que o esperado.; La estructura de capital ha sido estudiada por muchos proyectos de investigación en el área de finanzas corporativas. Sin embargo...

Fatores determinantes da estrutura de capital das maiores empresas que atuam no Brasil; Determinant factors of capital structure for the largest companies active in Brazil

Brito, Giovani Antonio Silva; Corrar, Luiz J.; Batistella, Flávio Donizete
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.16%
Estrutura de capital é um tema ainda controverso em teoria de finanças. Desde a discussão entre a teoria tradicional, que defende a existência de uma estrutura de capital ótima que leva à maximização do valor da empresa, e a proposta por Modigliani e Miller (1958), que considera que o valor da empresa não é afetado pela forma como ela é financiada, diversos estudos empíricos têm sido realizados com o objetivo de identificar os fatores que explicam a forma como as empresas se financiam. Esta pesquisa analisa a estrutura de capital das maiores empresas que atuam no Brasil, investigando a relação entre o nível de endividamento e os fatores apontados pela teoria como seu determinante. O estudo é baseado em dados contábeis extraídos das demonstrações financeiras de empresas de capital aberto e de empresas de capital fechado. A técnica estatística utilizada no estudo é a regressão linear múltipla. Os resultados indicam que os fatores risco, tamanho, composição dos ativos e crescimento são determinantes da estrutura de capital das empresas, enquanto que o fator rentabilidade não é determinante. Os resultados, também, mostram que o nível de endividamento da empresa não é afetado pelo fato de ela ser de capital aberto ou de capital fechado.; Capital structure is still a still controversial issue in finance theory. Since the discussion between traditional theory...

Estrutura de capital, dividendos e juros sobre o capital próprio: testes no Brasil; Capital structure, dividends and interests on equity: tests in Brazil

Futema, Mariano Seikitsi; Basso, Leonardo Fernando Cruz; Kayo, Eduardo Kazuo
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.14%
A estrutura de capital e os dividendos são dois dos temas mais estudados em finanças corporativas. Em 2002, Fama e French estudaram esses dois temas simultaneamente dentro do contexto das teorias de tradeoff estática e pecking order. A análise conjunta significa reconhecer que o dividendo afeta a estrutura de capital e vice-versa, o que gera um problema de endogeneidade. Estendendo o estudo de Fama e French e adaptando a análise para a realidade brasileira com a inclusão de mais uma variável dependente, os juros sobre o capital próprio, o objetivo deste artigo é analisar as relações conjuntas da estrutura de capital, dividendos e juros sobre o capital próprio das empresas brasileiras para o período de 1995 a 2004. Em linhas gerais, os resultados confirmam boa parte das previsões das teorias, embora a distribuição de lucros no Brasil ainda seja muito baixa, comparada com a americana. A lucratividade demonstrou ser a variável explicativa de maior peso e influência tanto para a distribuição de lucros como para a alavancagem.; Capital structure and dividends have been frequently studied in corporate finance. In 2002, Fama and French simultaneously analyzed these two subjects in the context of tradeoff and pecking order theories. The simultaneous analysis means acknowledging that dividend influences capital structure and vice versa...

Intangible assets and capital structure: the influence of trademarks and patents on the leverage; Activos intangibles y estructura de capital: la influencia de las marcas y patentes sobre el endeudamiento; Ativos intangíveis e estrutura de capital: a influência das marcas e patentes sobre o endividamento

Kayo, Eduardo Kazuo; Teh, Chang Chuan; Basso, Leonardo Fernando Cruz
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2006 POR
Relevância na Pesquisa
66.17%
Regarding capital structure theory, one question still remains: is there an optimal capital structure? If so, what are its determinants? The finance literature presents several variables which could influence this structure. Recent studies indicate that research & development (R&D) and advertisement expenses play an important role on leverage, which suggests the influence of intangible assets on capital structure. The main objective of this paper is to analyze the relation between capital structure and proxy variables of intangible assets (patents quantity, patents' average life cycle, and trademarks quantity). The results show a negative and significant influence of patents on the leverage of firms. These results corroborate the hypothesis that innovation-intensive firms have lower levels of leverage.; Respecto a la teoría de estructura de capital, una pregunta permanece: ¿hay una estructura de capital óptima? ¿En este caso, cuáles son sus determinantes? La literatura financiera presenta diversas variables que podrían influir en dicha estructura. Estudios recientes indican que los gastos con investigación y desarrollo (I&D) y con publicidad ejercen una importante influencia sobre el endeudamiento, lo que sugiere que la estructura de capital puede sufrir la influencia de los activos intangibles. El objetivo principal de este artículo es analizar la relación entre la estructura de capital y las variables representativas de activos intangibles (cantidad de patentes...

Juros altos, fontes de financiamento e estrutura de capital: o endividamento de empresas brasileiras no período 1997-2006; HIGH INTEREST RATES, CAPITAL SOURCES AND CAPITAL STRUCTURE: THE DEBT OF BRAZILIAN COMPANIES IN THE PERIOD 1997-2006

Valle, Mauricio Ribeiro do; Albanez, Tatiana
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa Empírica-Analítica; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.14%
Estudos ressaltaram a necessidade de se incorporar à análise das estruturas de capital das empresas fatores que não apenas as suas próprias características. Rajan e Zingales (1995) e Booth et al. (2001) indicaram a importância de incorporar fatores institucionais e Faulkender e Petersen (2006) apontaram a necessidade de se incorporar não apenas fatores relacionados à característica da firma (o lado da demanda), mas também fatores relacionados à fonte dos recursos (o lado da oferta). O presente trabalho analisa a influência do acesso a (1) fontes de recursos com taxas de juros diferenciadas (subsidiadas) e a (2) recursos em moeda estrangeira, que representam fatores institucionais e/ou o lado da oferta de recursos, no endividamento de empresas brasileiras nos anos 1997 a 2006, período em que várias pré condições macroeconômicas para o desenvolvimento das atividades empresariais no Brasil estiveram longe do minimamente razoável, permitindo analisar o que fizeram as empresas brasileiras com suas estruturas de capital em um ambiente de altas taxas de juros. Para tanto, foram utilizadas variáveis clássicas da literatura de estrutura de capital e variáveis representativas de fatores institucionais num painel de dados referente a empresas brasileiras de setores industriais...

Relevance of debt structure for the determinants of capital structure: a study with panel data; Relevancia de la estructura de deuda para los determinantes de la estructura de capital: un estudio con datos en panel; Relevância da estrutura de dívida para os determinantes da estrutura de capital: um estudo com dados em painel

Santos Póvoa, Angela Cristiane; Programa de pós-graduação em administração de empresas da Pontifícia Universidade Católica do Paraná; Nakamura, Wilson Toshiro; Programa de pós-graduação em administração da Universidade Presbiteriana Mackenzi
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.18%
In general, the study of the determinants of capital structure has handled the third-party capitalas a homogeneous source of funds, despite this being often formed by a variety of fundraisinginstruments. This paper analyzes the relevance of heterogeneity of debt structure forunderstanding the capital structure. The results show that the firms' characteristics areassociated with resources taken by specific sources and the use of general measures of debt asthe dependent variable can effectively "hide" relevant factors for the composition of thecapital structure.; En líneas generales, el estudio de los factores determinantes de la estructura de capital hatratado al capital de terceros como una fuente homogénea de recursos, no obstante siendo este muchas veces formado por una variedad de instrumentos de captación de recursos. Esteartículo busca analizar la relevancia de la heterogeneidad de la estructura de deuda para lacomprensión de la estructura de capital. Los resultados muestran que las características de lasempresas están asociadas a la toma de recursos por medio de fuentes específicas y que el usode medidas generales de endeudamiento como variable dependiente puede, efectivamente,“esconder” factores relevantes para la composición de la estructura de capital.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-8069.2015v12n25p03 Em linhas gerais...