Página 1 dos resultados de 17 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Demografia e fenologia reprodutiva de Butia capitata (Mart.) Becc. (Arecaceae) em Arambaré, Rio Grande do Sul; Demography and reproductive phenology of Butia Capitata (Mart.) Becc. (Arecaceae) in Arambaré county, Rio Grande Do Sul

Azambuja, Augusto Cruz de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
87.44%
Considerando o uso de Butia capitata (Mart.) Becc. pela fauna da restinga e populações humanas e o fato das restingas serem ambientes extremamente ameaçados pela especulação imobiliária e intensa pressão da silvicultura e agropecuária, este estudo teve como objetivos caracterizar a demografia de Butia capitata, a regeneração natural, fenologia reprodutiva e correlacioná-la à variáveis climáticas, além de conhecer o potencial produtivo e reprodutivo da população. A estrutura demográfica foi levantada em quatro parcelas de 2500 m², onde foram registradas todas as plantas com folhas segmentadas, a regeneração natural foi amostrada em 2000 unidades amostrais (1m²) contidas em 40 subparcelas. Os indivíduos amostrados foram classificados por estádios de desenvolvimento. A estrutura demográfica em 1 ha configurou-se na forma de "J" invertido, com 2910 plântulas, 174 jovens, 26 imaturos, 76 adultos reprodutivos I, 52 adultos reprodutivos II e 19 adultos reprodutivos III. A regeneração natural (plântulas e jovens) foi correlacionada à distância da planta reprodutiva mais próxima através de três classes e a associação ou não com plantas lenhosas (ANOVA). Demonstrando diferenças estatísticas significativas (P<0...

Avaliação de compostos bioativos em frutos nativos do Rio Grande do Sul

Pereira, Marina Couto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
47.08%
O Rio Grande do Sul se destaca por sua riqueza florística, entretanto, muitas espécies frutíferas permanecem desconhecidas, embora possuam potencial para se tornarem competitivas com as espécies já tradicionais. Neste sentido, este trabalho visa aprofundar a caracterização de alguns frutos nativos da região, estimulando a exploração desta biodiversidade, esclarecendo a potencialidade dos produtos e sua utilização em prol dos benefícios a saúde e o avanço da economia local e nacional. Para isso, foi realizada uma caracterização bromatológica e fitoquímica, como também foi verificado o potencial antioxidante de frutos nativos tais como: araticum (Rollinia sylvatica A. St.-Hil.), araçá (Psidium cattleyanum Sabine), butiá (Butia capitata Mart. (Becc.)), gabiroba (Campomanesia xanthocarpa O. Berg.), uvaia (Eugenia pyriformis Cambes.) e tuna (Cereus hildmannianus K. Schum.). A partir dos resultados, pode-se verificar que entre os frutos da família Myrtaceae, a guabiroba destacou-se por apresentar maior quantidade de compostos fenólicos (1495,27 mg/100g), carotenóides (54,35 μg/g), e vitamina C (5,44 mg/ g) como também um excelente potencial antioxidante (90,26 M eq. trolox/g de fruto fresco e 906,63 g de fruto fresco/g DPPH)...

Aspectos demográficos e regeneração de Butia capitata (Mart.) Becc. no Morro da Grota, Parque Estadual de Itapuã, Rio Grande do Sul, Brasil

Lutkemeier, Karin Luisa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.38%

Superação de dormência em sementes de Butia capitata; Overcoming dormancy in seeds of Butia capitata

Fior, Claudimar Sidnei; Rodrigues, Lia Rosane; Leonhardt, Cristina; Schwarz, Sergio Francisco
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
87.19%
Com o objetivo de identificar métodos eficientes para a superação da dormência de sementes de B. capitata (Mart.) Becc. semeadas in vitro e em germinador, foram conduzidos testes com escarificação mecânica em présemeadura, através da abertura parcial ou total da cavidade embrionária de sementes isoladas dos endocarpos. A abertura da cavidade embrionária acelerou significativamente a germinação, principalmente quando houve retirada total do opérculo da semente, permitindo a germinação de, em média, 90% dos embriões, independentemente da procedência dos acessos. A dormência das sementes de B. capitata parece estar relacionada com a barreira mecânica imposta pelos tecidos da semente que dificultam o desenvolvimento do embrião, o que sugere dormência exógena mecânica.; Aiming to identify efficient conditions to break dormancy in Butia capitata (Mart.) Becc. seeds sown in vitro and in an incubator tests were conducted with mechanical scarification in pre-sowing, by partial or total opening of the seed embryonic cavity, isolated of the endocarps. The embryonic cavity opening accelerated germination significantly, especially when there was total removal of the seed cap, allowing germination on average 90% of embryos...

Caracterização química, microbiológica e farmacognóstica da polpa de coquinho-azedo (Butia capitata (Mart) Becc) produzida em Arinos-MG

Fujita, Larissa Freire Fabrício
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 44 f. : il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
87.45%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Alimentos e Nutrição - FCFAR; A palmeira Butia capitata (Mart.) Becc.), também conhecida como coquinho-azedo pode ser encontrada no Brasil em áreas de cerrado e/ou terrenos arenosos, como dunas e restingas. O fruto é utilizado em diversas preparações, com destaque para a polpa processada. É uma boa fonte de nutrientes e compostos bioativos, considerando sua composição química e nutricional. O presente trabalho objetivou avaliar as características físico-químicas, microbiológicas e farmacognósticas da polpa de Butia capitata (Mart.) Becc. produzida em Arinos – MG, Brasil. Foram analisadas três amostras de polpas comerciais de coquinho-azedo, referente à safra 2010-2011. Realizou-se a determinação granulométria da polpa, tamanho médio das partículas, composição centesimal, sólidos solúveis, acidez total titulável, possível presença de contaminação microbiológica quando comparada aos padrões estabelecidos na Resolução RDC nº. 12 de 02 de janeiro de 2001, identificação dos compostos secundários saponinas, alcalóides, heterosídeos cardiotônicos e flavonoides do extrato e das frações hexânica, acetato de etila...

Composição de carotenóides no coquinho-azedo (Butia capitata (Mart.) BECC. variedade Capitata)

Faria, Juliana Pereira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.82%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Nutrição, 2008.; O desconhecimento sobre as espécies frutíferas nativas do Brasil resulta na desvalorização de nosso patrimônio, representado pela biodiversidade. Modelos agrícolas que promovem o cultivo de espécies exóticas por meio de monoculturas tem efeitos ecológicos e econômicos, pouco sustentável, aumentando o risco de extinção das espécies nativas. A identificação e caracterização da biodiversidade encontrada em nossos biomas, bem como a determinação do seu potencial econômico é fundamental para o desenvolvimento sustentável do país. O coquinho-azedo (Butia capitata) é uma palmeira oriunda da América do Sul, cuja polpa amarela do fruto produz suco, geléia e licor apreciados e comercializados pela população. O objetivo deste trabalho foi determinar a composição em carotenóides e o potencial valor próvitamina A na polpa do coquinho-azedo. A separação e quantificação foram realizadas por cromatografia em coluna de óxido de magnésio / hyflosupercell e espectrofotometria. A concentração média de carotenóides totais foi de 36,1 μg/g de polpa. O β-caroteno (16,1 µg/g) foi o carotenóide predominante na composição da polpa...

Estado de conservação e modelagem da abundância de populações de coquinho-azedo (Butia capitata (Mart.) Becc.) em gradientes ambientais e antrópico

Silva, Dannyel Sá Pereira da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
87.27%
Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2012.; Estudos da vegetação em gradientes ecológicos e antrópicos podem fornecer informações essenciais para a gestão dos recursos naturais, especialmente sobre as espécies que ocorrem em ecossistemas sob mudanças rápidas no uso da terra e nas práticas de manejo. As palmeiras tropicais são bons modelos para examinar a relação entre o hábitat e a abundância das populações, assim como a resiliência e impacto das perturbações em populações de espécies que ocorrem em regiões com alta biodiversidade. Este estudo investiga o estado de conservação de diversas populações em escala regional em diferentes intensidades de extrativismo de frutos e criação de gado, assim como a importância relativa dos gradientes ecológicos para a abundância de populações de Butia capitata (Mart.) Becc., uma palmeira endêmica do Cerrado de grande importância econômica e cultural. Utilizou-se o coeficiente de simetria (skewness) das distribuições de classes de tamanho e o ajuste a modelos exponenciais negativos para descrever e comparar as distribuições de classes de tamanho e inferir o estado de conservação das populações estudadas. A relação entre a abundância dos estádios ontogenéticos com as variáveis ambientais foi obtida por meio de Modelos Lineares Generalizados (GLMs) sob a abordagem de múltiplas hipóteses. Dentre as populações estudadas...

Germinação de embriões zigóticos e desenvolvimento in vitro de coquinho-azedo

Ribeiro,Leonardo Monteiro; Neves,Silma da Conceição; Silva,Priscila Oliveira; Andrade,Itaina Gonçalves
Fonte: Universidade Federal de Viçosa Publicador: Universidade Federal de Viçosa
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.9%
Este trabalho foi desenvolvido com objetivo de avaliar os efeitos da luz, das concentrações de sais MS e de sacarose sobre a germinação, in vitro, de embriões, e o desenvolvimento de plântulas de coquinho-azedo (Butia capitata (Mart.) Becc.). Para o preparo do meio de cultivo, foram utilizados sais MS suplementados com vitaminas, mio-inositol, caseína hidrolizada, carvão ativado, sacarose e ágar. Para avaliação do efeito da luminosidade, embriões zigóticos foram cultivados na presença e na ausência de luz. Diferentes concentrações de minerais MS (0; 25; 50; 75 e 100% em relação à formulação original do meio MS) foram testadas em associação com duas concentrações de sacarose ( de0 a 2%). Em ambos os experimentos, avaliaram-se, após 30 dias da inoculação, percentuais de oxidação, germinação e emissão de raízes e bainhas foliares. Os resultados obtidos mostraram que condição de luminosidade não afetou a germinação, porém, a ausência de luz favoreceu a emissão de raízes. Ocorreu o alongamento na ausência de sacarose, indicando a existência de reservas energéticas no embrião. A adição de sacarose proporcionou menores níveis de oxidação, favoreceu o alongamento e mostrou-se imprescindível para o desenvolvimento inicial das plântulas. Concentrações de sais entre 50 e 75% da concentração original do meio MS proporcionaram menores níveis de oxidação. A concentração de 75 % da concentração original de sais do meio MS proporcionou maior enraizamento.

Caracterização molecular de butiazeiro por marcadores RAPD

Nunes,Adrise Medeiros; Bianchi,Valmor João; Fachinello,José Carlos; Carvalho,Alexandre Zanardo de; Cardoso,Guilherme
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
76.88%
O grupo botânico Arecaceae é de extremo interesse por compreender plantas em extinção e por apresentar um grande potencial de exploração econômica. O butiazeiro (Butia capitata (Mart.) Becc.) ocorre naturalmente no Sul do Brasil. Sua caracterização molecular é de extremo interesse para futuros trabalhos de melhoramento genético. Assim sendo, verificou-se a variabilidade genética existente entre vinte e dois genótipos de butiazeiro da espécie (Butia capitata), pertencentes ao BAG (Banco Ativo de Germoplasma) de frutíferas nativas do Centro Agropecuário da Palma - UFPel. Esses genótipos foram analisados usando marcadores do tipo RAPD (Random Amplified Polymorphic DNA). Um total de 136 fragmentos foram obtidos, sendo 77 polimórficos. O primer OPA11 apresentou maior polimorfismo, produzindo 9 perfis diferentes. A análise de agrupamento, realizada pelo método UPGMA, produziu um dendrograma que permitiu a clara separação dos genótipos em dois grupos principais. Verificou-se que, com a técnica de marcadores de RAPD, foi possível obter um perfil molecular único e uma estimativa da variabilidade existente entre os genótipos de butiazeiro avaliados.

Fruits of Butia capitata (Mart.) Becc as good sources of β -carotene and provitamina

Faria,Juliana Pereira; Siqueira,Egle M. A; Vieira,Roberto Fontes; Agostini-Costa,Tânia da Silveira
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 EN
Relevância na Pesquisa
66.82%
Butia capitata is a palm tree, widely found in the Brazilian savanna. Their fruits are largely used by local communities to prepare juices, jellies and ice-creams. The main objective of this work was to determine the carotenoids profile of Butia capitata fruits and their provitamin A values. Total carotenoids content ranged from 11.1 to 43.9 μg.g-1; β-carotene was the predominant carotenoid (5.2-22.8 μg.g-1), followed by γ-carotene, phytoene, phytofluene, ζ-carotene, α-cryptoxanthin (or zeinoxanthin) and α-carotene. Provitamin A values varied from 50 to 200 RAE.100g-1. This result suggests that B. capitata pulp may be a good source of β-carotene and provitamin A.

Parâmetros biométricos de fruto, endocarpo e semente de butiazeiro

Pedron,Fabrício de Araújo; Menezes,Josiane Pacheco; Menezes,Nilson Lemos de
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
46.38%
O butiazeiro (Butia capitata (Mart.) Becc.) ocorre naturalmente no sul do Brasil. Esta espécie possui potenciais ecológicos, ornamentais e industriais escassamente explorados. Informações sobre variações biométricas de tamanho e peso de frutos e sementes, bem como sua correlação, podem fornecer subsídios para seleção de sementes com maior potencial de germinação e vigor. Os objetivos deste trabalho foram determinar as variações de tamanho e peso de frutos, endocarpos e sementes botânicas de butiazeiro e suas correlações. Foi possível observar a existência de alta correlação, linear e positiva entre o peso e o tamanho de frutos e endocarpos. As sementes de maior peso foram encontradas nos endocarpos que continham duas unidades.

Qualidade sanitária de sementes de coquinho-azedo (Butia capitata) no Norte de Minas Gerais

Magalhães,Hélida Mara; Catão,Hugo César Rodrigues Moreira; Sales,Nilza de Lima Pereira; Lima,Norma Ferreira de; Lopes,Paulo Sérgio Nascimento
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.65%
O coquinho-azedo (Butia capitata Mart. Becc.) é uma palmeira nativa dos cerrados brasileiros e seus frutos são fonte de alimento para seres humanos e animais. Os objetivos deste trabalho foram identificar e quantificar os microorganismos nas sementes dessa espécie, utilizando análises "blotter test" e meio Batata-dextrose-ágar (BDA). Amostras foram colhidas em Abóboras, distrito de Montes Claros, Minas Gerais (MG) e, em um esquema fatorial 2 x 2, as sementes com e sem endocarpo foram analisadas pelo "blotter test" e BDA, empregando-se o delineamento inteiramente casualisado, com 10 repetições. Essas sementes apresentaram microflora diversificada e a retirada do endocarpo não interferiu na análise microbiológica do coquinho-azedo. Mais espécies de microorganismos foram recuperadas na análise no meio BDA, com predominância de fungos Fusarium spp. e Penicillium spp., independentemente da análise. Portanto, a maior parte da microflora identificada nesse trabalho foi fúngica e o melhor teste foi o crescimento em BDA.

Superação de dormência em sementes de Butia capitata

Fior,Claudimar Sidnei; Rodrigues,Lia Rosane; Leonhardt,Cristina; Schwarz,Sergio Francisco
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.57%
Com o objetivo de identificar métodos eficientes para a superação da dormência de sementes de B. capitata (Mart.) Becc. semeadas in vitro e em germinador, foram conduzidos testes com escarificação mecânica em pré-semeadura, através da abertura parcial ou total da cavidade embrionária de sementes isoladas dos endocarpos. A abertura da cavidade embrionária acelerou significativamente a germinação, principalmente quando houve retirada total do opérculo da semente, permitindo a germinação de, em média, 90% dos embriões, independentemente da procedência dos acessos. A dormência das sementes de B. capitata parece estar relacionada com a barreira mecânica imposta pelos tecidos da semente que dificultam o desenvolvimento do embrião, o que sugere dormência exógena mecânica.

Moscas frugívoras e seus parasitoides nos municípios de Pelotas e Capão do Leão, Rio Grande do Sul, Brasil

Nunes,Adrise Medeiros; Müller,Fernanda Appel; Gonçalves,Rafael da Silva; Garcia,Mauro Silveira; Costa,Valmir Antonio; Nava,Dori Edson
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.61%
As moscas frugívoras (Tephritoidea) são as principais pragas da fruticultura de clima temperado no Brasil. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a infestação desses dípteros e a ocorrência de seus parasitoides em frutíferas nos municípios de Pelotas e Capão do Leão, localizados na região Sul, nas safras agrícolas de 2007/08 e 2008/09. Foram coletados frutos de araçazeiro-amarelo e vermelho (Psidium cattleianum Sabine, 1821), butiazeiro [Butia capitata (Mart.) Becc., 1916], caquizeiro (Diospyros kaki Linnaeus, 1753), cerejeira-do-mato (Eugenia involucrata DC., 1828), goiabeira [Psidium guajava (Linnaeus, 1753)], goiabeira-serrana [Acca sellowiana (Berg.) Burret, 1941], nespereira [Eriobotrya japonica (Thunb.) Lindley, 1822], pessegueiro [Prunus persicae (L.) Batsch, 1801], pitangueira (Eugenia uniflora Linnaeus,1753) e uvalheira (Eugenia pyriformis Cambessèdes, 1832). Os frutos foram coletados e transportados para o laboratório, onde foram individualizados e determinados os seguintes parâmetros: índice de infestação das moscas, índice de parasitismo e frequência de indivíduos por espécie de parasitoide. Foram constatadas duas espécies de Tephritidae, Anastrepha fraterculus (Wiedemann, 1830) (90,5%) e Ceratitis capitata (Wiedemann...

Cultivo in vitro de embriões de coquinho azedo (Butia capitata (Mart.) Becc)

Carneiro, Pedro Augusto Porto
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
86.9%
Os experimentos foram conduzidos em Uberlândia-MG, e os frutos de coquinho azedo foram coletados na região de Montes Claros – MG. No primeiro experimento, foram testados diferentes tempos de imersão dos embriões em solução de 0,25% de cloro por 10, 20 e 30 minutos, colocados ou não durante 10 minutos em solução de 1,5 mL L-1 do fungicida tiofanato metílico. O experimento foi montado em esquema fatorial 2x3, e o delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com 6 tratamentos, 4 repetições e 24 parcelas. Não houve necessidade de utilização de fungicida no controle da contaminação e indica-se a permanência em solução de cloro 0,25% por período entre 10 a 30 minutos. No segundo experimento, foi utilizado o delineamento experimental inteiramente casualizado em esquema fatorial com 8 tratamentos, 4 repetições e 12 parcelas. Os tratamentos consistiram do acréscimo de diferentes substâncias antioxidantes (testemunha – ausência de substâncias antioxidantes; ácido ascórbico – 100 mg L-1; PVP – 400 mg L-1 e carvão ativado – 3,0g L-1) ao meio MS com 75% de força iônica, com ou sem imersão em solução de ácido ascórbico (100 mg L-1). Ao final de 45 dias, foram avaliadas as características: oxidação (em %)...

Butia capitata (Mart.) Becc. lamina anatomy as a tool for taxonomic distinction from B. odorata (Barb. Rodr.) Noblick comb. nov (Arecaceae)

SANT'ANNA-SANTOS,BRUNO F.; CARVALHO JÚNIOR,WELLINGTON G.O.; AMARAL,VANESSA B.
Fonte: Academia Brasileira de Ciências Publicador: Academia Brasileira de Ciências
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 EN
Relevância na Pesquisa
66.75%
The distinction between Butia capitata and B. odorata is based only on a few morphological characteristics, therefore there is a need for additional studies for supporting the separation of the species. As lamina anatomy characteristics are relevant in circumscribing Arecaceae taxa, this work aimed to describe B. capitata lamina anatomy and compare it with B. odorata. Samples from the middle portion of the pinnae were collected and processed in accordance with standard plant anatomy techniques. The epidermis is uniseriate and composed of a thick cuticle and epicuticular waxes into like hooked filaments. The subsidiary cells that arch over the guard cells are located at the hypodermis. The mesophyll is isobilateral and compact. The vascular bundles are collateral with a sclerenchymatic sheath extension that reaches the hypodermis. The stegmata cells have spherical and druse-like silica bodies. The midrib faces the adaxial surface with a thick fibrous layer surrounding the vascular bundles adjacent to the chlorenchyma. The stratified expansion tissue is on the abaxial surface, within the boundary between the mesophyll and midrib. Raphides are only found in B. capitata. Small bundles of the midrib fully surround the fibrous cylinder only in B. odorata. These characteristics are diagnostic and useful for supporting the proposed separation.

Iogurtes produzidos com caju? e coquinho azedo; Yogurts produced with caju?and coquinho-azedo

Martins, Camila Fonseca
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.38%
A pesquisa foi conduzida no Setor de Ci?ncia e Tecnologia dos Produtos de Origem Animal, do Departamento de Zootecnia, da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina/MG. Foram desenvolvidos iogurtes com adi??o de polpas congeladas de caju? e coquinho-azedo em quatro concentra??es (5%, 10%, 15% e 20%), com adi??o de sacarose (a??car cristal) padronizada para 10% no produto final. Para a caracteriza??o dos iogurtes foi realizada a quantifica??o de bact?rias l?ticas, an?lises f?sico-qu?micas e reol?gicas nos tempos 0, 10, 20 e 30 dias, al?m da determina??o de compostos vol?teis e testes de prefer?ncia, aceita??o e inten??o de consumo no dia de fabrica??o. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial 4x4, com 3 repeti??es. Para as caracter?sticas f?sico-qu?micas e instrumentais, foram feitas a analise de vari?ncia, e nos casos em que houve diferen?as significativas (P<0,05), os resultados foram submetidos a uma an?lise de regress?o, na qual as vari?veis independentes identificadas foram os tempos e as porcentagens das polpas e a vari?vel dependente foram as respostas das analises. Os dados da an?lise sensorial de aceita??o foram submetidos ? an?lise de vari?ncia e teste de compara??o de m?dias de Tukey. Foi utilizado para todas as analises...