Página 1 dos resultados de 1464 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Bullying, problemas de comportamento e adversidade familiar em adolescentes de escolas públicas paulistas; Bullying, behavior problems and family adversity in youth from public school

Alkmin-Carvalho, Felipe
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.55%
Sofrer bullying na infância e na adolescência se configura como fator de risco para a instalação e manutenção de problemas de comportamento e de transtornos psiquiátricos. A adversidade familiar, por sua vez, contribui para o envolvimento em situações de bullying. Os objetivos do presente estudo foram: (1) avaliar e comparar os escores de problemas de comportamento em dois grupos (vítimas e não vítimas de bullying), obtidos por meio do autorrelato e do relato dos professores e (2) verificar correlações entre os escores de adversidade familiar e de problemas de comportamento nos dois grupos. Participaram 154 adolescentes, dos quais 31 (20,1%) foram identificados como vítimas de bullying, por meio da Escala de Violência Escolar (EVE) e da versão traduzida do Peer Assessment. Para avaliar os problemas de comportamento foram utilizadas as versões brasileiras do Youth Self Report/11-18 (YSR) e do Teacher Report Form (TRF). O índice de adversidade familiar (IAF) avaliou o nível de adversidade familiar entre as famílias. Mais adolescentes vítimas de bullying foram avaliados com problemas de comportamento internalizantes, externalizantes e totais em nível clínico, quando comparados ao grupo de não vítimas. As maiores diferenças entre grupos foram verificadas na subescala de Depressão e Ansiedade...

Bullying e o trabalho do enfermeiro no contexto escolar: validação de um programa de intervenção através do método Delphi; Bullying and nursing work in the school context: validation of an intervention program through the Delphi method

Yoshinaga, Andréa Cristina Mariano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.54%
O bullying configura-se como um tipo de violência, inclusive simbólica, que ocorre também na escola, para o qual se tem empreendido diversos estudos em todo o mundo, tanto para conhecer sua magnitude, analisar os seus sentidos e significados, bem como para a propositura de programas de intervenção, visando, sobretudo, sua prevenção. Conhecer e ampliar o conhecimento na área da enfermagem, relacionado à saúde escolar e violência escolar, particularmente sobre o bullying no contexto escolar, impõem-se como desafio e um exercício para compreender e transformar as práticas de saúde coletiva e de enfermagem. Nesta perspectiva, este estudo objetivou apresentar e analisar a proposta de um programa de intervenção antibullying na escola e sua pertinência para atuação do enfermeiro no contexto escolar. O referido programa foi denominado de Programa de Intervenção e Educação em Saúde Antibullying - PIESA. É composto por 6 domínios e 25 recomendações que incluem a participação dos alunos, da família, da comunidade escolar e do enfermeiro, mediando práticas assertivas entre agressores, vítimas e espectadores. Os domínios propostos relacionam-se à: Domínio 1 - Envolver os gestores da escola e incluir a temática bullying no Plano de Gestão Escolar; Domínio 2: Capacitar direção...

Características individuais e contextuais associadas ao bullying entre escolares no Brasil; Individual and contextual characteristics associated with school bullying among Brazilian adolescents

Azeredo, Catarina Machado
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.64%
O bullying escolar é um importante problema de saúde pública que vem sendo extensivamente estudado em países de alta renda. Nos países de baixa e média renda, características individuais e contextuais associadas ao bullying são pouco conhecidas. A presente tese é composta por três estudos. O estudo 1 objetivou realizar revisão sistemática sobre fatores contextuais associados ao bullying escolar. A busca utilizou as bases de dados MEDLINE, PsychInfo, Web of Knowledge e SciELO. Trinta e um estudos foram incluídos. Resultados sugerem associação entre maior desigualdade de renda em classes, escolas e países e maior risco de bullying. A relação entre tamanho da classe e da escola com bullying foi inconclusiva; escolas sem normas anti-bullying, com menor apoio e pior gestão da classe pelo professor tiveram maior risco de bullying. O estudo 2 visou identificar características individuais e contextuais associadas ao bullying verbal na escola, entre adolescentes brasileiros. Utilizou-se dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) 2009, com estudantes do 9º ano escolar. Realizou-se modelos de regressão logística multinível para identificar associações com variáveis de três níveis (indivíduo, escolas...

Bullying : conncepções dos profissionais da educação e alunos

David, Suzan Pereira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.54%
Atualmente, a agressividade e a indisciplina escolar têm merecido destaque na pauta das reuniões pedagógicas em muitas instituições de ensino, gerando opiniões diversificadas sobre suas causas e consequências e promovendo debates, muitas vezes sem nenhuma conclusão, sobre os mesmos. Discorrer e refletir sobre o tema não é um assunto novo, porém, muito recentemente, recebeu uma nova denominação: bullying. A realidade escolar continuamente nos remete a reflexões, principalmente com relação ao nosso exercício diário como professores. Entre os temas que exigem esta reflexão está a prática do bullying, um termo já conhecido pela sociedade, mas, mesmo assim, ainda não compreendido em seus vários aspectos, sendo confundido, erroneamente, com atos indisciplinares e atitudes agressivas, que são, também, preocupantes e merecem a atenção da comunidade escolar. Este trabalho foi objetivado pelo propósito de refletir sobre o fenômeno do bullying dentro dos muros escolares. Através de questionário respondido por profissionais de educação e duas turmas, uma de 5ª e outra de 8ª série, de uma escola pública municipal, verifiquei e relacionei as compreensões, semelhantes ou adversas, que o público alvo tem sobre o tema. Foi desenvolvido...

Ansiedade na infância e adolescência e bullying escolar em uma amostra comunitária de crianças e adolescentes

Isolan, Luciano Rassier
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.54%
Os transtornos de ansiedade representam uma das formas mais comuns de psicopatologia em crianças e adolescentes e estão associados com prejuízos no funcionamento acadêmico, social e familiar. Porém, permanecem frequentemente subdiagnosticados e subtratados. O bullying escolar é muito comum e está associado com um amplo espectro de problemas psiquiátricos, incluindo sintomas de ansiedade. O principal objetivo desta tese foi examinar a prevalência de bullying em uma grande amostra comunitária de crianças e adolescentes brasileiros e investigar a associação entre bullying e sintomatologia ansiosa de acordo com o DSM-IV. Esse estudo transversal consistiu no preenchimento de um questionário sobre bullying e de sua frequência e de um instrumento auto-aplicativo de triagem para transtornos de ansiedade que é a Screen for Child Anxiety Related Emotional Disorders (SCARED) por 2.353 estudantes entre 9 e 18 anos provenientes de seis escolas pertencentes à área de captação da Unidade Básica de Saúde do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Um total de 22,9% da amostra relatou envolvimento com bullying frequente, como agressor (7,6%), como vítima (5,7%) ou como agressor-vítima (9,6%). Em geral, meninos foram mais envolvidos como agressores e como agressores-vítimas e meninas como vítimas. Nossos achados demonstraram que estudantes envolvidos com bullying...

Análise do tema bullying em revistas femininas para adolescentes

Maia, Ana Cláudia Bortolozzi; Pastana, Marcela
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 179-196
POR
Relevância na Pesquisa
37.58%
Practices of violence such as physical and verbal aggression, provocations, humiliations and exclusion that occur mainly among young people in schools are named as bullying and the aim of this qualitative-descriptive study was to investigate how this phenomenon is represented by magazines directed to teenage girls. The analysis was conducted in fifteen articles of four Brazilian magazines: Capricho, Todateen, Atrevida and Yes Teen through thematic categories: 1) Definitions and explanations about bullying; 2) Magazines’ proposals to the confrontation against bullying (2.1 Campaigns and orientations against bullying; 2.2 Advices about how to act in the presence of bullying; 2.3 Examples of “overcoming” to people who suffered bullying and 2.4 Advices given to people who practice bullying). It was identified the presence of hierarchies, stereotypes and the incentive to competition. There is the predominance of normative and excluding patterns, advices that individualize the issue and lack of critical reflection.; Prácticas de violencia como agresiones físicas y verbales, provocaciones, humillaciones y exclusiones que ocurren principalmente entre jóvenes en las escuelas son llamadas de bullying y el objeto de este estudio cualitativo-descriptivo fue investigar cómo este fenómeno es representado por las revistas dirigidas a las chicas adolescentes. El análisis se realizó en 15 materias de cuatro revistas brasileñas: Capricho...

Na escola, tu és feliz? Estudo sobre as manifestações e implicações do bullying escolar

Melim, Fernando
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 10/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Tese de doutoramento em Estudos da Criança (ramo de conhecimento em Educação Física, Lazer e Recreação); O bullying infelizmente já não é novidade, nem para alunos, pais ou professores, nem para os próprios meios de comunicação social. Porém, a sua emergente investigação tem ainda um vasto caminho a percorrer até ser possível consolidar, internacionalmente, uma identidade comum deste problema. Com diferenças substantivas que provêm de variáveis culturais e/ou metodológicas, a realidade é que, até hoje, o bullying tem sido detetado em todos os países em que foi investigado. Em Portugal, o bullying, como fenómeno dissociado do conceito mais abrangente de violência escolar, ainda não é uma realidade indubitável no âmbito das políticas nacionais para o combate aos problemas de agressão e violência no meio escolar. A sua constante associação com outros comportamentos, igualmente reprováveis, como a indisciplina, o vandalismo, a marginalidade e outros tipos de agressividade, como que diluem a sua peculiar natureza insidiosa e fatídica. Esta investigação pretende contribuir para um maior conhecimento sobre as manifestações e implicações do bullying na população estudantil, para a descrição dos perfis característicos dos alunos que são vítimas e agressores e para a associação entre o bullying e aproveitamento escolar nas disciplinas de Educação Física...

Os benefícios das atividades lúdicas para a prevenção do bullying no contexto escolar

Carvalho, João Eloir
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 29/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.54%
Tese de doutoramento em Estudos da Criança (especialização em Educação Física, Lazer e Recreação); A violência na sociedade contemporânea revela a necessidade de um olhar mais aprofundado sobre suas formas de manifestação e consequências. O bullying, conceituado como agressões entre pares, de caráter repetido e frequente é pouco estudado no Brasil; o entendimento de seus conceitos, manifestações e meios de intervenção tornam-se fundamentais, devido ao seu crescimento. A escola como instituição social e democrática, recebe influências e influencia o meio e as pessoas que por ela passam, apontada como um lugar em que a violência encontra maior espaço e se desenvolve de forma particular, analisar suas relações com a agressão entre pares é uma necessidade imediata e atual. As atividades lúdicas concebidas como a prática das relações sociais, manifestadas através dos jogos e brincadeiras, podem ser um importante componente educativo. Portanto, relacionar o bullying, a escola e o lúdico, é um desafio que visa contribuir para a resolução dos conflitos que ocorrem no ambiente escolar, de forma assertiva, através da aprendizagem realizada em jogos e brincadeiras que oportunizem momentos de alegria...

Bullying escolar e avaliação de um programa de intervenção; Bullying escolar y evaluación de un programa de intervención; School bullying and evaluation of an intervention program

Macedo, Ermelinda; Martins, Maria de Fátima da Silva Vieira; Cainé, João; Macedo, João Carlos Gama Martins de; Novais, Rui Manuel Freitas
Fonte: Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental Publicador: Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
O bullying é um fenómeno preocupante em contexto escolar. Estudos realizados em vários países revelam que os estudantes observaram e relataram frequentemente experiências de bullying nas escolas, sendo um fenómeno com consequências dramáticas para as vítimas e agressores e preocupante para a comunidade escolar e para a família. OBJETIVOS: Caracterizar o bullying num grupo de estudantes que frequentam um Agrupamento Vertical de Escolas do Norte de Portugal (AVENP) e avaliar um programa de intervenção, envolvendo toda a comunidade educativa. METODOLOGIA: Recorrendo a uma amostra aleatória e estratificada por anos de escolaridade e através do questionário Diagnóstico do Bullying na Escola da Direção Geral da Saúde, foi efetuada uma avaliação diagnóstica (1º momento: n=313) e, posteriormente, implementado um programa de intervenção designado por Nós e os Outros . No final, foi efetuada nova avaliação (2º momento: n=298). RESULTADOS: A dimensão do bullying encontrada é concordante com os resultados da literatura diminuindo de 14.6% para 10.7% dos estudantes que referem já terem sido vítimas nos últimos dois meses. Relativamente aos bully-provocadores, os resultados evidenciaram diferenças marginais na intensidade do fenómeno...

Bullying escolar – Intervenientes, ações e sentimentos associados: um estudo com alunos do 2º e 3º ciclos da região do Algarve

Minghelli, Beatriz; Nunes, Carla; Abílio, Filipa
Fonte: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Publicador: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.54%
Introdução – O bullying pode ser definido como atitudes agressivas, intencionais e repetidas durante um período de tempo. Diversos estudos verificaram a prevalência de bullying entre estudantes de vários países e demonstraram que este é um problema internacional e que pelo menos um em cada dez estudantes está envolvido numa situação de bullying. Objetivos – Caracterizar as situações de bullying no ambiente escolar, o papel do estudante, os sentimentos associados a essas ações e identificar as características do agressor. Métodos – A amostra foi constituída por 519 alunos matriculados em duas escolas da região sul de Portugal que preencheram um questionário anónimo sobre uma situação de bullying que vivenciaram, descrevendo o papel do aluno e o que sentiram nesta situação. Resultados – Os resultados revelaram que em 61,7% dos casos se tratou de agressão física e 29,7% de agressão verbal. Desempenharam o papel de agressores 12,7% dos alunos, 21,8% foram vítimas e 63,6% foram testemunhas desta situação. 10,6% dos alunos relataram sentir bem, 11% mostraram indiferença e 78,4% dos alunos sentiram‑se mal com a situação de bullying. Verificou‑se que, com o avanço da idade, o estudante aumentava em 1...

Bullying and victimization in children with special educational needs: implications for inclusive practices

Didaskalou, Eleni; Andreou, Eleni; Vlachou, Anastasia
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 ENG
Relevância na Pesquisa
37.55%
Bullying has been recognized as a widespread, persistent and serious problem occurring in schools across different national contexts. Despite the surge of interest in bullying in recent years, much of the research has focused on its multiple facets and characteristics among non-disabled students, while little is known about its incidence and dimensions in the population of students receiving special education support provision. It is well-known that schooling has generally been constructed and operates around the notions of normalization and homogeneity and children’s diversity often generates discriminating responses contributing to exclusionary educational experiences. In the light of above, the present study aims at exploring the extent and different types of bullying and victimization among Greek students receiving special education support provision. The sample of the study consisted of 173 students attending 5th and 6th primary school grades and participating in pull-out special education delivery programs operating within mainstream schools. According to the findings, participants were actively involved in both bullying and victimization with higher rates in victimization. Bullying was mainly related to physical aggressiveness...

O bullying no contexto escolar : impacto de um projeto de intervenção, na diminuição da vitimização e do bullying, e sua relação com a Inteligência Emocional

Matos, Ana Rita Gomes Pereira
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.54%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicoterapia Cognitivo-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013; Os fatores que originam e perpetuam o problema do bullying e vitimização nas escolas têm sido amplamente abordados na literatura, embora a investigação neste domínio seja recente. O construto de Inteligência Emocional tem merecido crescente consideração na investigação sobre o bullying, sendo associado à escassez de competências sócio-emocionais na relação com os pares, o que tem levado intervenções neste campo a apostar no desenvolvimento destas competências. Inserida nesta problemática, a presente investigação tem como objetivo estudar a relação entre o bullying e a Inteligência Emocional traço, assim como o impacto de um projeto de diminuição do bullying na escola, em ambas as variáveis. Foram utilizados dois questionários: a primeira versão experimental portuguesa do Questionário de Inteligência Emocional traço (forma para crianças, TEIQue-FC), adaptada e traduzida na presente investigação; e um questionário de dados pessoais utilizado na avaliação do projeto de intervenção, que mede a frequência da vitimização e da observação de agressões na escola...

O bullying como viol??ncia velada : a percep????o e a a????o dos professores

Oliboni, Samara Pereira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.6%
Disserta????o(mestrado)-Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Educa????o Ambiental, Instituto de Educa????o, 2008.; O bullying ?? um tipo de viol??ncia escolar, praticada entre estudantes, em que um aluno, ou mais, persegue e intimida um colega sem que exista um motivo que justifique o ato. Com as recentes pesquisas nacionais apontando a sala de aula como o local de maior incid??ncia do bullying, esta disserta????o teve o objetivo de conhecer a percep????o e atua????o dos professores frente aos casos de bullying em suas atividades de aula. Caracterizada pelo m??todo qualitativo, a pesquisa seguiu o modelo de inser????o ecol??gica por permitir a imers??o do pesquisador no ambiente natural do objeto de estudo. O contexto onde se desenvolveu a pesquisa, foi em uma turma de alunos de 6?? s??rie do Ensino Fundamental de uma Escola P??blica, no Estado de Santa Catarina, em 2007, tendo como participantes, os oito professores ministrantes das disciplinas. A de coleta de pelas subcategorias A Atividade Docente nas Manifesta????es de Bullying, e A Busca dos Professores por Solu????es Para os Conflitos Entre Alunos; e, - A Percep????o Docente Sobre o Bullying, que ?? formada pelas subcategorias Identifica????o do Bullying Pelos Professores...

Representa??es sociais de alunas do ensino fundamental sobre bullying

KIMURA, Patr?cia Rodrigues de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
Este estudo consiste na investiga??o das representa??es sociais de alunas da 8? s?rie do ensino fundamental sobre o fen?meno bullying e suas implica??es no processo de escolariza??o. O problema da pesquisa teve como foco as representa??es sociais das alunas sobre o bullying. Os sujeitos s?o estudantes do sexo feminino, com idade entre 13 e 18 anos, regularmente matriculadas em tr?s turmas da 8? s?rie do ensino fundamental de uma escola da rede estadual de ensino. O l?cus da pesquisa foi uma institui??o de ensino fundamental e m?dio da rede p?blica estadual do munic?pio de Castanhal, localizado na regi?o nordeste do estado do Par?. Os objetivos do estudo foram os seguintes: a) Identificar e caracterizar, a partir do pensamento consensual de jovens do ensino fundamental, as imagens e os significados que elas possuem sobre as intimida??es, agress?es e /ou ass?dio, caracterizados como bullying; b) Verificar em que situa??es o bullying ocorre e quais as formas utilizadas com maior frequ?ncia entre as alunas; c) Destacar as causas que concorrem para a afirma??o de pr?ticas de bullying no ambiente escolar e suas consequ?ncias; d) Destacar as percep??es das alunas sobre as implica??es decorrentes do bullying no processo de escolariza??o; e) Evidenciar as objetiva??es e as ancoragens que comp?em o processo de constru??o das RS de jovens sobre o bullying. O estudo teve uma abordagem qualitativa e teve como referencial te?rico a Teoria das Representa??es Sociais de Moscovici (1978) e jodelet (2001). Dentre os referenciais te?ricos utilizados constam: Abramavay...

Peer involvement in traditional and electronic bullying

McCuaig Edge, Heather Johanna
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado
EN; EN
Relevância na Pesquisa
37.59%
Bullying continues to be a significant problem for children and adolescents. Peers are often involved in bullying as bystanders. Through their actions or inactions, bystanders can support the bullying, or can stop it by defending the person who is victimized. The increasing use and availability of digital communications technology has provided an avenue for electronic bullying. Little is known about the role of peers in electronic bullying, nor about how peers behave across traditional and electronic bullying. Using a developmental contextualism framework to examine how the peer group context and environmental contexts of bullying influence adolescent interactions, this group of studies aimed to identify and explore peer roles in electronic bullying, and to compare peer roles across traditional and electronic bullying contexts. The first study developed and validated an assessment of peer roles in electronic bullying, the Electronic Bullying Roles Questionnaire (EBRQ), based on the traditional bullying roles identified by Salmivalli and colleagues (Salmivalli, Lagerspetz, Björkqvist, Österman, & Kaukiainen, 1996). The second study examined the correspondence between peer bystander roles across traditional and electronic bullying environments. The third study examined peers who intervene in traditional and electronic bullying...

Bullying : averiguando as percepções de educadores sobre o bullying

Macambira, Geísa Conceição Teixeira
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
O presente estudo busca averiguar as percepções de educadores sobre o bullying promovidos nas escolas, verificando as características de extensão das intervenções no cotidiano escolar. Nesse sentido, o nosso objeto de estudo é o bullying que vem ganhando destaque dentro do cenário acadêmico nacional, como uma dentre várias dimensões da violência dentro do ambiente escolar. Adotamos como perspectiva teórica compreender o bullying para além de determinismos biológicos que justificam a condição tanto de indivíduos perpetradores dessa violência e daqueles predispostos a sofrerem suas consequências. Tratar do bullying em contexto escolar inclui adotar estratégias preventivas da agressividade que envolvam estudantes, professores e pais. Assim, os nossos objetivos foram averiguar as percepções de educadores sobre o bullying e a opinião dos mesmos sobre a intervenção da escola face ao bullying. A pesquisa foi dividida em duas fases, sendo que na primeira procedemos à aplicação de um questionário, junto a 110 educadores de quatro escolas públicas municipais. O questionário versou sobre o entendimento que os professores têm sobre o bullying, bem como as formas de enfrentamentos por eles indicadas, Na segunda fase realizamos uma entrevista com 1 gestora...

O bullying na escola : a visão de professores e alunos do Ensino Médio de São João do Piauí – PI

Oliveira, Edjôfre Coelho de
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Esta pesquisa teve como objeto de estudo a percepção de professores e alunos de escolas públicas estaduais do município de São João do Piauí em relação ao bullying escolar entre alunos do ensino médio. O tema bullying tem sido estudado largamente nos campos da Educação, Psicologia e Direito, entre outros, referindo-se a atitudes hostis, agressivas e mesmo violentas que sistematicamente ocorrem nas relações interpessoais em contextos grupais. O interesse do pesquisador pelo tema decorreu do fato de que, na atualidade, muitos comportamentos de alunos por conta do bullying afetam o processo de ensino e aprendizagem e a vida social de crianças e adolescentes em idade escolar. Como coordenador pedagógico percebia que alguns pais o procuravam para conversar sobre os filhos que apresentavam resistência a irem para a escola, devido a experimentarem mal-estar, medo e sérias dificuldades na relação pessoal com seus colegas. Sentiam-se vítimas de zombaria, humilhação, ameaças, dentre outras hostilidades e agressões, que provocavam necessidade de ajuda. Como professor do ensino médio, percebia também a ocorrência desse fenômeno em alguns adolescentes no ambiente escolar, o que causava a preocupação que o motivou a realizar esta dissertação. A pesquisa pretendeu contribuir com seus resultados para que estudantes e profissionais dos campos da Educação e Psicopedagogia ampliem as reflexões sobre o tema e...

Vejo, não vejo...: fatores mutivacionais que levam os/as observadores/as a ajudar ou não as vítimas de bullying

Pereira, Sónia Gabriela de Barros
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Partilhando a perspetiva de que os/as observadores/as têm um papel fundamental nas situações de bullying, o presente estudo procurou compreender fatores que levam os/as observadores/as a ajudar ou não as vítimas de bullying. Um total de 481 estudantes, do 5º ao 9º ano, de quatro escolas da região de Évora, participou no estudo. Para a recolha dos dados foi utilizado um questionário composto por algumas questões de caracterização sociodemográfica e escolar, e por duas escalas relacionadas com a observação de fenómenos de bullying: Escala de Comportamento de Observadores de Bullying (ECOB) e Escala de Avaliação e Sensibilidade Moral face ao Bullying (EASMB). Os resultados mostraram a existência de relações entre um conjunto de fatores (i.e. Falta de Sensibilidade Moral Básica, Afastamento da Situação de Bullying, Empatia e Desengajamento Moral) e os diferentes comportamentos dos/as observadores/as nas situações de bullying. Os principais resultados sugerem que as raparigas são mais propensas a atuar como defensoras, bem como os/as alunos/as mais novos/as comparativamente aos/às alunos/as mais velhos/as. Por outro lado, os/as alunos/as mais novos/as são também os/as que utilizam mais mecanismos de desengajamento moral (no bullying); "I see...

Bullying na adolescência : associação entre práticas parentais de disciplina e comportamento agressivo na escola

Zottis, Graziela Aline Hartmann
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.6%
Bullying é o comportamento agressivo, ofensivo, repetitivo e frequente, perpetrado por uma pessoa ou grupo contra outra ou outros, com a intenção de ferir e humilhar, em uma relação desigual de poder. O bullying está associado a uma série de transtornos mentais, com repercussões importantes na vida adulta tanto das vítimas como dos agressores. O envolvimento com a prática de bullying na escola por crianças e adolescentes demonstra uma falha no processo de socialização, do desenvolvimento de empatia e de autocontrole, que uma disciplina parental apropriada deveria prover. Assim, torna-se importante compreender como as práticas utilizadas pelos pais para disciplinar estão associadas à prática de bullying na escola, de forma que intervenções mais abrangentes, além do âmbito escolar, possam ser implementadas. O presente estudo teve como objetivo verificar como práticas usualmente utilizadas pelos pais para disciplinar e controlar o comportamento de seus filhos estão associadas à prática de bullying por seus filhos, comparados com o grupo de adolescentes que não praticam bullying. Tanto práticas punitivas e assertivas, quanto práticas indutivas, positivas, foram investigadas. Especificamente, buscou-se verificar a associação entre o uso parental de punições corporais e agressão psicológica e a prática de bullying por seus filhos no ambiente escolar. Os participantes do estudo foram randomicamente selecionados a partir de uma amostra comunitária de 2.457 adolescentes que participaram do Projeto Transtornos de Ansiedade da Infância e Adolescência (PROTAIA)...

Epidemiologic profile of children involved in bullying; Perfil epidemiológico de crianças envolvidas em bullying

Fachin, Camila Girardi; Miziara, Carmen Silvia Molleis Galego
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ART. Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Bullying is characterized by negative actions (physical, verbal or psychological aggressions) suffered by a student repeatedly over time, by one or more students, and there should be an imbalance of power between the aggressor and the victim. There are numerous consequences of this practice for both the victim and the offender, such as learning difficulties, poor school performance, decreased self-esteem, suicidal ideation and even suicide attempts. There is an increased incidence of bullying phenomenon in several countries in recent decades, including in our country. The aim of this study is to map the incidence of bullying reported in the literature, and outline an epidemiological profile of both the aggressor and the victim. The prevalence of bullying in different countries and in Brazil reaches alarming levels. Over the past 10 years, the prevalence of bullying in the United States have remained relatively stable, around 40%. Similar prevalence is observed in European countries and in Latin American countries, like Colombia. In Brazil, the prevalence of bullying is a bit lower, however, there is an increase in prevalence between 2005 and 2011, with a tendency to reach the levels seen in foreign literature. Regarding the sex of the aggressor...