Página 1 dos resultados de 375 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Estudo da divergência folicular e da capacidade ovulatória em bubalinos (Bubalus bubalis) e zebuínos (Bos indicus); Study of follicle deviation and ovulatory capacity in buffaloes (Bubalus bubalis) and zebu cattle (Bos indicus)

Gimenes, Lindsay Unno
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
O presente estudo está apresentado em Capítulo 1 (Divergência folicular; DF) e 2 (Capacidade ovulatória), e em cada estão incluídos dois experimentos [1 - em bubalinos (Bubalus bubalis); 2 - em zebuínos (Bos indicus)]. Os objetivos do Capítulo 1 foram determinar o momento e diâmetro na DF e avaliar o perfil das concentrações plasmáticas de FSH e LH próximo à seleção folicular. No Experimento 1, a ovulação foi considerada o dia zero (D0), a partir do qual 10 novilhas Murrah foram examinadas por ultra-sonografia (US) a cada oito horas (h) até o D4 e, posteriormente, a cada 24h até o D6. A avaliação da DF foi realizada por análise visual do gráfico de cada novilha (Ginther et al., 1996) e regressão linear segmentada (Bergfelt et al. 2003). As amostras de sangue, para dosagem de FSH e LH, foram colhidas com intervalos de 8h nas primeiras 24h pós-ovulação. A partir deste momento foram feitas colheitas a cada 4h até o D4 e após, a cada 12h até o D6. No método visual, o intervalo ovulação-DF, e o diâmetro dos folículos dominante (FD) e subordinado (FS) foram de, respectivamente, 63,2±5,7h; 7,2±0,3mm e 6,4±0,3mm (média±EPM). No método matemático estes mesmos parâmetros foram de, respectivamente, 61...

Associação da técnica de cultivo em camada delgada contendo ágar Middlebrook 7H11 Modificado com a Reação em Cadeia de Polimerase (PCR) para identificação precoce de Mycobacterium bovis em órgãos de bovinos e bubalinos oriundos de abatedouros comerciais; Association between the modified Middlebrook 7H11 agar thin layer cultivation technique with the Polymerase Chain Reaction (PCR) on the earlier identification of Mycobacterium bovis in bovine and buffalo organs deriving from commercial slaughterhouses

Rosário, Tatiana Reis do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.53%
A técnica de cultivo em camada delgada contendo ágar Middlebrook 7H11 modificado foi comparada com o cultivo padrão em meio de Stonebrink, visando avaliar a sensibilidade e o tempo de detecção de Mycobacterium bovis em órgãos de bovinos e bubalinos oriundos de abatedouros comerciais. Posteriormente, a PCR foi utilizada para a confirmação do crescimento observado nos cultivos, bem como a coloração de Ziehl-Neelsen na pesquisa de bacilos álcool-ácido resistentes. As 49 amostras testadas foram descontaminadas pelo método tradicional de Petroff e trabalhadas em duas etapas. Na primeira, todas foram semeadas nas placas contendo o meio de Middlebrook 7H11 em camada delgada e nos tubos contendo o meio de Stonebrink, e as colônias observadas macroscopicamente em ambos os meios foram submetidas à PCR. Na segunda, 10 amostras cultivadas na primeira etapa foram submetidas a novo cultivo, somente em camada delgada, para observação do crescimento microscópico das colônias e também analisadas pela PCR. Os resultados obtidos demonstraram que: 1) a técnica de cultivo de Mycobacterium bovis em camada delgada no meio de Middlebrook 7H11 modificado em amostras de órgãos de bovinos e bubalinos mostrou-se viável quando comparada ao cultivo clássico no meio de Stonebrink...

Desenvolvimento ponderal de bubalinos da raça Murrah criados em pastagem de Brachiaria brizantha no Centro-Oeste do Estado de São Paulo, Brasil

Jorge, André Mendes; Andrighetto, Cristiana; Castro, Vanessa Sousa
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Publicador: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 417-421
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
Foram analisados os dados de desempenho ponderal de bubalinos Murrah do Sistema de Produção de Leite da Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, campus de Botucatu. Os pesos foram corrigidos às diversas idades-padrão e o modelo incluiu os efeitos de sexo (S), mês (M) e ano (A) de nascimento, classe de idade da búfala ao parto (C) e as interações S x M, S x A, S x C e M x A. As médias ajustadas e respectivos erros-padrão estimados para as características estudadas foram: Peso ao Nascer (PN): 37,71 ± 8,25kg; Peso aos 120 dias (P120): 102,08 ± 16,27kg; Peso aos 240 dias (P240): 169,84 ± 22,83kg; Peso aos 365 dias (P365): 250,59 ± 25,12kg; Peso aos 550 dias (P550): 326,13 ± 39,27kg e Peso aos 730 dias (P730): 389,80 ± 31,26kg. O efeito de sexo (S) foi significativo somente para PN e P365, sendo que machos tenderam a nascer mais pesados que fêmeas. O mês de nascimento (M) exerceu efeito sobre o PN, P120 e P730 sendo que animais nascidos em maio foram os mais pesados ao nascer, enquanto os nascidos em janeiro e maio, foram os mais pesados aos 120 e 730 dias, respectivamente. O efeito de ano de foi significativo sobre o PN, P120, P240 e P730. Os filhos de búfalas das classes de idade 1 (3 anos ou menos) e da classe 6 (10...

Comportamento de bovinos e bubalinos em regime de confinamento: I. atividades

Polli,Volmir Antonio; Restle,João; Senna,Dilceu Borges; Rosa,Carlos Eduardo; Aguirre,Luiz Fernando; Silva,José Henrique Souza da
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1995 PT
Relevância na Pesquisa
37.72%
O trabalho foi realizado na UFSM e teve por objetivo verificar as diferenças de comportamento entre 12 bovinos (Polled Hereford) e 12 bubalinos (Mediterrânea) de sobreano alimentados com dois tipos de volumoso. O confinamento foi semi-coberto, sendo os animais distribuídos em 8 piquetes de 50m² (três animais por piquete), onde tinham livre acesso à água (bebedouro regulado por bóia automática), alimento (90cm de cocho por animal) e mistura mineral. A alimentação fornecida duas vezes ao dia e à vontade era constituída de volumoso (cana-de-açúcar picada ou silagem de milho - 70% da matéria seca da dieta) e concentrado. As observações foram feitas de uma torre de 6m de altura. Os animais identificados com números à tinta foram observados durante 4 períodos de 24 horas no mês de agosto de 1989. As leituras foram tomadas a intervalos regulares de 5 minutos. A espécie animal foi a maior fonte de variação. Houve interação significativa (P < 0,05) entre espécie e volumoso no tempo que os animais permaneceram deitados e em pé durante as 24 horas do dia e ruminando deitado no período diurno. Os bovinos dispenderam 21,7% do seu tempo com alimentação, contra 20,1% dos bubalinos (P > 0,05). Em ócio os bovinos ficaram 40...

Comportamento de bovinos e bubalinos em regime de confinamento: II. hierarquia social

Polli,Volmir Antonio; Restle,João
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1995 PT
Relevância na Pesquisa
37.41%
O trabalho foi realizado na UFSM e teve por objetivo verificar as diferenças de comportamento entre 12 bovinos (Polled Hereford) e 12 bubalinos (Mediterrânea) de sobreano alimentados com dois tipos de volumoso em regime de confinamento. O confinamento era semi-coberto e os animais distribuídos em oito piquetes de 50m² e 90cm de cocho por animal. A alimentação fornecida duas vezes ao dia e à vontade era constituída de volumoso (cana-de-açúcar picada ou silagem de milho - 70 % da matéria seca da dieta) e concentrado. As observações foram feitas de uma torre de 6m de altura. Os animais identificados com números à tinta foram observados durante 4 períodos de 24 horas no mês de agosto de 1989. A hierarquia social foi determinada através de interações agressivas de um animal sobre o outro. Foi observado mais forte hierarquia entre os bubalinos, onde os animais de maior posição social apresentaram melhores ganhos de peso.

Sorovares de leptospiras predominantes em exames sorológicos de bubalinos, ovinos, caprinos, eqüinos, suínos e cães de diversos estados brasileiros

Favero,Andrea Cecília Mercaldi; Pinheiro,Sônia Regina; Vasconcellos,Silvio Arruda; Morais,Zenáide Maria; Ferreira,Fernando; Ferreira Neto,José Soares
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.53%
Em estudo retrospectivo abrangendo os anos de 1984 a 1997, foram realizados 15.558 exames sorológicos para leptospirose (SAM, com coleção de 24 sorovares), que incluíram: 284 ovinos, 879 bubalinos, 983 cães, 1.941 caprinos, 2.903 eqüinos e 8.568 suínos, distribuídos percentualmente por estado da seguinte forma: ovinos - SP (100%); bubalinos - SP (100%); cães - SP (80,7%), RS (0,10%), SC (0,10%) e PI (19,0%); caprinos - SP (33,1%), PB (63,7%) e CE (3,2%); eqüinos - SP (79,3%), RS (9,98%), SC (0,62%), PR (2,5%), RJ (0,17%), MG (1,96%), MT (3,99%), PB (1,3%) e PI (0,03%); suínos - SP (61,91%), RS (0,3%), SC (5,95%), PR (3,67%), RJ (0,88%), MG (24,38%), GO (1,12%), SE (0,2%), PE (0,90%), CE (0,34%) e MA (0,1%). A distribuição temporal dos animais examinados incluiu: para a espécie ovina - 54,5% referentes aos anos 1996 e 97, 33,3% referentes a 89 e 90 e 12,2% aos outros anos; espécie bubalina - 21,7% no intervalo de 1984 a 95 e 78,83% entre 96 e 97; espécie canina - 16,91% entre 1984 e 92 e 83,09% entre 1993 e 97; caprinos - 6,97% entre 1984 e 91 e 93,09% entre 1992 e 97, sendo que 49% das amostras foram referentes ao ano de 1992; eqüinos - 18,1% no intervalo de 84 a 90 e 81,9% de1991 a 97; suínos - 61,16% referentes aos anos 90...

Desenvolvimento ponderal de bubalinos da raça Murrah criados em pastagem de Brachiaria brizantha no Centro-Oeste do Estado de São Paulo, Brasil

Jorge,André Mendes; Andrighetto,Cristiana; Castro,Vanessa Sousa
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.41%
Foram analisados os dados de desempenho ponderal de bubalinos Murrah do Sistema de Produção de Leite da Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, campus de Botucatu. Os pesos foram corrigidos às diversas idades-padrão e o modelo incluiu os efeitos de sexo (S), mês (M) e ano (A) de nascimento, classe de idade da búfala ao parto (C) e as interações S x M, S x A, S x C e M x A. As médias ajustadas e respectivos erros-padrão estimados para as características estudadas foram: Peso ao Nascer (PN): 37,71 ± 8,25kg; Peso aos 120 dias (P120): 102,08 ± 16,27kg; Peso aos 240 dias (P240): 169,84 ± 22,83kg; Peso aos 365 dias (P365): 250,59 ± 25,12kg; Peso aos 550 dias (P550): 326,13 ± 39,27kg e Peso aos 730 dias (P730): 389,80 ± 31,26kg. O efeito de sexo (S) foi significativo somente para PN e P365, sendo que machos tenderam a nascer mais pesados que fêmeas. O mês de nascimento (M) exerceu efeito sobre o PN, P120 e P730 sendo que animais nascidos em maio foram os mais pesados ao nascer, enquanto os nascidos em janeiro e maio, foram os mais pesados aos 120 e 730 dias, respectivamente. O efeito de ano de foi significativo sobre o PN, P120, P240 e P730. Os filhos de búfalas das classes de idade 1 (3 anos ou menos) e da classe 6 (10...

Anticorpos anti-Neospora caninum em bovinos, ovinos e bubalinos no Estado do Rio Grande do Sul

Vogel,Fernanda Silveira Flôres; Arenhart,Sandra; Bauermann,Fernando Viçosa
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.41%
A infecção pelo Neospora caninum é distribuída mundialmente e tem sido considerada uma importante causa de abortos em bovinos, que são hospedeiros intermediários do protozoário. O presente artigo relata um estudo sorológico da infecção pelo N. caninum em 1.024 amostras de bovinos, ovinos e bubalinos, oriundos de 55 propriedades em 16 municípios do Estado do Rio Grande do Sul (RS). Anticorpos contra o agente foram detectados por um teste imunoenzimático do tipo ELISA em 11,4% (89/781) das amostras de bovinos, em 14,6% (24/164) dos bubalinos e em 3,2% (2/62) dos ovinos. Bovinos soropositivos foram detectados em todos os municípios amostrados. Esses resultados demonstram que a infecção pelo N. caninum encontra-se amplamente difundida no rebanho bovino e também em outras espécies de ruminantes do Estado. Aliados a relatos clínicos e histopatológicos anteriores, esses resultados ressaltam a importância do N. caninum como agente etiológico de falhas reprodutivas em bovinos no RS.

Níveis de Energia na Dieta para Bubalinos em Crescimento Alimentados em Confinamento: 1. Desempenho e Bioquímica de Nutrientes Sangüíneos

Franzolin,Raul; Silva,Juliano Roberto da; Ocampos,Dario
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.41%
Vinte e sete bubalinos em crescimento da raça Mediterrâneo foram mantidos em confinamento por cerca de 140 dias, visando avaliar os efeitos de diferentes níveis de energia ingerida sobre o desempenho e as concentrações de glicose, proteína total e uréia no sangue. Os tratamentos constituíram de três níveis de ingestão de energia: BE (Baixa Energia), RE (Requerida Energia) e AE (Alta Energia). RE foi calculado com 125 kcal/kg0,75/dia de energia metabolizável para mantença; BE com 20% abaixo e AE com 20% acima desse nível, adotando-se ganho diário médio de 800 g, correspondendo a 10 kcal de EM/g de ganho para animais até 250 kg e mais 0,02 kcal/kg de peso acima de 250 kg/g de ganho. Amostras de sangue foram colhidas em três períodos, ou seja, 44, 66 e 88 dias após o início do experimento. Houve diferenças significativas no ganho de peso médio diário entre BE (773,9 g), RE (942,8 g) e AE (1071,8 g) e nos níveis de uréia no soro. As ingestões médias de matéria seca (g/kg0,75) e de energia metabolizável estimadas (Mcal/animal/dia) foram, respectivamente: 89,54 e 17,13 para BE, 92,87 e 18,24 para RE e 95,66 e 20,94 para AE. Com base no ganho de peso obtido e na quantidade diária de energia metabolizável ingerida...

Estudo da carcaça e da carne de bubalinos Mediterrâneo terminados em confinamento com diferentes fontes de volumoso

Vaz,Fabiano Nunes; Restle,João; Brondani,Ivan Luiz; Pacheco,Paulo Santana
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.67%
O objetivo deste trabalho foi estudar as características de carcaça e da carne de bubalinos Mediterrâneo terminados em confinamento por 112 dias e alimentados com dietas isoprotéicas (12% de proteína bruta) contendo, na matéria seca, 33% de concentrado e 67% de cana-de-açúcar ou silagem de milho. Foram utilizados doze novilhos bubalinos, com idade de 20 meses. O peso de fazenda, peso de carcaça quente e peso de carcaça fria foram similares entre os tratamentos, sendo, respectivamente, 363,7; 181,8; e 179,9 kg, para os animais alimentados com cana-de-açúcar, e 361,3; 186,8; e 184,2 kg, citados na mesma ordem, para os bubalinos alimentados com silagem de milho, sendo que estes apresentaram maior rendimento de carcaça fria que os animais alimentados com cana-de-açúcar (51,7 contra 49,9%). Não houve diferença na porcentagem dos cortes comerciais da carcaça, assim como nas medidas de desenvolvimento da carcaça entre os animais dos dois tratamentos. O tratamento não afetou a conformação de carcaça, área de longissimus dorsi, assim como as porcentagens de músculo e osso na carcaça, sendo que, na média dos dois tratamentos, essas características apresentaram valores de 9,0 pontos; 52,1 cm², 62,8 e 16,5%. Na média...

Avalia??o reprodutiva de touros bubalinos alimentados com subprodutos da agroind?stria na Amaz?nia Oriental

SANTOS, Alessandra Ximenes
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
Os subprodutos farelo de coco (FC) e a torta de am?ndoa de dend? (TAD) dispon?veis na agroind?stria da Amaz?nia Oriental podem ser utilizados como alimentos alternativos na substitui??o de concentrados convencionais, por?m com poucas informa??es a respeito da sua composi??o bromatol?gica, e sua rela??o com as caracter?sticas produtivas e reprodutivas dos animais. Assim, este trabalho visou avaliar o consumo alimentar, desempenho ponderal, per?metro escrotal, qualidade seminal e n?veis de testosterona de b?falos suplementados com ra??es experimentais ? base de TAD ou FC. O trabalho foi desenvolvido na Unidade de Pesquisa Animal ?Senador ?lvaro Adolpho?, da Embrapa Amaz?nia Oriental, em Bel?m-PA. Foram utilizados como doadores de s?men 15 machos bubalinos (Bubalus bubalis) adultos, divididos em tr?s grupos experimentais: Controle, Base-FC (farelo de coco) e Base-TAD (torta de am?ndoa de dend?). Os concentrados experimentais foram fornecidos individualmente na propor??o de 1% do peso vivo (PV) de cada animal, diariamente. As colheitas seminais (n=173) foram realizadas semanalmente, e iniciaram 112 dias ap?s o in?cio da suplementa??o. Foram avaliadas as caracter?sticas f?sicas (aspecto, cor, volume, concentra??o, pH, motilidade e vigor esperm?ticos) e morfol?gicas (defeitos esperm?ticos e integridade de membrana plasm?tica) do s?men. Os resultados foram submetidos ? an?lise de vari?ncias...

Intoxica??o por Brachiaria spp. em ruminantes: revis?o bibliogr?fica e altera??es histol?gicas em f?gados e linfonodos mesent?ricos de bubalinos

RIVERO, Beatriz Riet Correa
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
O presente trabalho teve por objetivo descrever a intoxica??o por Brachiaria spp. no Brasil e determinar as altera??es histol?gicas do f?gado e linfonodos mesent?ricos de bubalinos mantidos em pastagens de Brachiaria spp., e est? dividido em dois cap?tulos: Cap?tulo 1- Intoxica??o por Brachiaria spp. em ruminantes no Brasil, que ser? traduzido para ingl?s e submetido ? Toxicon; e Cap?tulo 2- Altera??es histol?gicas em f?gados e linfonodos de bubalinos mantidos em pastagens de Brachiaria spp., que ser? submetido ? Pesquisa Veterin?ria Brasileira.

Uso de modelo de regress?o aleat?ria na an?lise de produ??o de leite em bubalinos

PEREIRA, Daniela Cristina Portal
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
Dados referentes a 1.719 controles de produ??o de leite de 357 f?meas predominantemente da ra?a Murrah, filhas de 110 reprodutores, com partos distribu?dos entre os anos de 1974 e 2004, obtidos do Programa de Melhoramento Gen?tico de Bubalinos (PROMEBUL) com adi??o de registros do rebanho pertencente ? EMBRAPA Amaz?nia Oriental - EAO, localizada em Bel?m, Par?. Os registros foram usados para comparar modelos de regress?o aleat?ria na estima??o de componentes de vari?ncia e predi??o de valores gen?ticos dos reprodutores utilizando a. fun??o polinomial de Legendre, variando de segunda ? quarta ordem. O modelo de regress?o aleat?ria incluiu os efeitos de rebanho-ano, m?s de parto, coeficientes de regress?o para idade da f?mea (para descrever a parte fixa da curva de lacta??o) e coeficientes de regress?o relacionados ao efeito gen?tico direto e de ambiente permanente. A compara??o entre modelos foram realizadas por meio do Crit?rio de Informa??o de Akaike. O modelo de regress?o aleat?ria que utilizou a terceira ordem de polin?mio de Legendre, com quatro classes de res?duo para o ambiente tempor?rio, foi o que melhor descreveu a varia??o gen?tica aditiva da produ??o de leite. A herdabilidade estimada variou entre 0,08 a 0,40. A correla??o gen?tica entre produ??es mais pr?ximas foram pr?ximas da unidade...

Intoxica??o experimental por Cestrum laevigatum em bubalinos (Bubalus bubalis)

MARQUES, D?bora Maria Marquiori
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
O objetivo deste trabalho foi determinar a toxicidade de Cestrum laevigatum para bubalinos e caracterizar o quadro cl?nico-patol?gico da intoxica??o. Foram utilizados 4 bubalinos da ra?a Murrah, divididos em dois grupo. O Grupo 1 (b?falos 1 e 2) recebeu 20g/Kg de folhas dessecadas de Cestrum laevigatum, via oral; enquanto que o Grupo 2 (b?falos 3 e 4) recebeu 40g/Kg de peso vivo. O b?falo 1 (grupo 1), apresentou sinais cl?nicos discretos, caracterizados por diminui??o dos movimentos ruminais e recuperou-se 60 horas ap?s o in?cio dos sinais cl?nicos. O b?falo 2 (grupo 1) n?o apresentou sinais cl?nicos. Os b?falos 3 e 4 (Grupo 2) apresentaram os primeiros sinais cl?nicos 26h 05min. e 37 h 22 min. ap?s o fim da administra??o da planta, respectivamente. Os sinais cl?nicos da intoxica??o foram apatia, anorexia, diminui??o ou aus?ncia dos movimentos ruminais, sialorreia, dificuldade respirat?ria, andar cambaleante, dismetria, excita??o, agressividade, constipa??o, com fezes ressecadas contendo muco e sangue, gemidos, focinho seco, sonol?ncia, dec?bito lateral, movimentos de pedalagem e morte em 44h11min. (b?falo 3) e 60h 39min (b?falo 4) ap?s a administra??o da planta. Na necropsia o b?falo 3 revelou superf?cie capsular e de corte do f?gado de colora??o marrom/laranja...

Preval?ncia da Rinotraque?te Bovina (IBR) em touros bubalinos em propriedades localizadas no Amap? e Ilha de Maraj? (PA), Brasil

FERREIRA, Rafaela Nunes
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
Amostras sanguineas de 188 touros bubalinos, criados em sistema extensivo em areas de varzea, sem controle sanitario e reprodutivo eficiente, com idade de dois a 15 anos, das racas Murrah, Mediterraneo e seus mesticos, foram coletadas em tubos vacutainer esterilizados de 5 mL e avaliadas quanto a presenca de anticorpos para HBV-1, atraves do teste de soroneutrlizacao. Dos 188 touros examinados, somente de 51 foi possivel obter amostras de semen, as quais foram submetidas a analise de RT-PCR. Informacoes acerca da idade, raca e escore de condicao corporal (ECC) dos animais foram observadas. A estatistica descritiva foi aplicada atraves da distribuicao proporcional e determinacao dos quadris e medianas de variaveis categoricas. O estudo foi realizado em animais de oito propriedades, localizadas nos estados do Para e Amapa, regiao Norte do Brasil, encontrando-se distribuidos da seguinte forma: nos municipios de Itaubal do Piriri (N=59), Cutias do Araguari (N=33), Tartarugalzinho (N=14) e Bailique, distrito de Macapa (N=21), totalizando 127 animais no Amapa. Os 73 restantes localizavam-se no estado do Para nos municipios de Soure (N=38) e Muana (N=23), Ilha do Marajo. A analise estatistica constou da aplicacao do teste Binomial para comparar a prevalencia do HBV-1 nas propriedades examinadas nos municipios...

Efeito de sistemas silvipastoris no conforto t?rmico e nos ?ndices zoot?cnicos de bezerros bubalinos criados na Amaz?nia Oriental

MORAES JUNIOR, Raimundo Jos?
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
Sistemas silvipastoris s?o alternativas para aliar conforto animal a ?ndices produtivos mais elevados, principalmente em regi?es de clima tropical, como a Amaz?nia, onde o estresse cal?rico ? constante. Este trabalho teve como objetivo propor uma metodologia para cria??o de bezerros bubalinos em sistema silvipastoril na Amaz?nia Oriental, capaz de conferir conforto t?rmico e maior capacidade de desenvolvimento aos animais. O experimento foi realizado na Embrapa Amaz?nia Oriental, em Bel?m?PA, regi?o de tipo clim?tico Afi, em dois per?odos do ano: Per?odo menos chuvoso (abril/2007 a setembro/2007) e Per?odo mais chuvoso, (outubro/2007 a mar?o/2008). Os bezerros foram inseridos no Sistema Silvipastoril 1 (SSP1; n=10), com ?rea de sombreamento ?til nas pastagens, ou no Sistema Silvipastoril 2 (SSP2; n=9), com pouco sombreamento e um lago para banho. Foram aferidas vari?veis fisiol?gicas, dados morfom?tricos, e calculados o ITU e o ICB, para os dois SSPs nos dois per?odos do ano, e comparados pelo Teste F (P<0,05). O ITU mostrou ?n?vel de alerta? durante os dois per?odos experimentais (Per?odo 1: 78,9?3,7 e Per?odo 2: 77,5?3,5). A FR ficou acima dos n?veis considerados normais, com amplitude de 32,2?9,2 a 56,5?19,0 mov/min. A TR (38...

Soropreval??ncia de Toxoplasma gondii em bubalinos e bovinos que compartilham a mesma ??rea no sul do Rio Grande do Sul; Seroprevalence of Toxoplasma gondii in buffaloes and cattle that share the same area in southern Rio Grande do Sul state, Brazil

SANTOS, Laura Maria Jorge de Faria
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Biologia; Programa de P??s-gradua????o em Parasitologia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Biologia; Programa de P??s-gradua????o em Parasitologia; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.67%
Toxoplasmosis is a common zoonosis worldwide caused by Toxoplasma gondii, and high infection prevalence in humans and animals. It is usually asymptomatic, however in immunocompromised individuals and in fetuses it may cause severe injury. Wild and domestic felids are the definitive hosts for the parasite, and they shed oocysts in their faeces. Carnivorism, fecal-oral and congenital is the main route of toxoplasmosis transmission. Further studies are needed to investigate the sanity of buffaloes in relation to T. gondii infection, because of the growing demand for buffalo meat and meat products. This work aims to know the prevalence of T. gondii infection in buffaloes and cattle that share the same area in southern Rio Grande do Sul state, and correlate data obtained, including age factor, to identify possible sources of infection. Blood samples were collected by means of jugular venipuncture in 169 buffaloes and 121 beef cattle of different ages, living in a farm in southern Brazil. T. gondii were performed by the indirect fluorescent-antibody (IFA) technique, according to Camargo (1964), using a WAMA Diagnostic?? kit. Positive and negative control serum to T. gondii and conjugated Anti-bovine IgG (whole molecule) FITC produced in rabbits...

Osteoporose em bubalinos em relação à idade, à condição clínica animal e ao estado físico-químico ósseo e do cobre hepático; Osteoporosis in water buffalo, in relation to age, clinical condition of the animal and physical-chemical bone and hepatic copper status

Pereira, Washington Luiz Assunção; Cardoso, Elyzabeth da Cruz
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
O presente trabalho faz parte de um programa de pesquisa de doenças metabólicas nutricionais em bubalinos no Trópico Úmido Amazônico e, nesse contexto, objetivou-se estudar os processos osteoporóticos em bubalinos criados em sistema de pastejo na Ilha de Marajó e a relação da enfermidade com a faixa etária e a condição físico-química óssea e do cobre hepático. Foram utilizados 110 animais: 39 jovens e 71 adultos, apresentando Índice de Condição Corporal entre 1 e 2. Avaliou-se um grupo composto por animais jovens e outro por animais adultos. Análises anátomoclínica e da qualidade óssea possibilitaram subdividir cada grupo em dois subgrupos, segundo a presença ou não de manifestações osteopáticas aparentes. Do terço médio da 11ªcostela direita analisou-se o cálcio, fósforo, cinza e densidade óssea e do tecido hepático determinou-se a concentração do cobre. No exame anatomopatológico, respectivamente 98,44% dos animais jovens e 96,16% dos animais adultos apresentavam algum grau de osteoporose (+, ++, +++). Foram demonstrados baixos percentuais na média do fósforo (10,69%), nas cinzas (60,24%) e na densidade (1,46 g/ml). O cobre hepático apresentou valores médios igualmente baixos (19,51 mg/kg). Os resultados mostraram que a osteoporose apresenta um quadro mais severo nos animais jovens...

COMPOSIÇÃO CORPORAL DE MACROELEMENTOS MINERAIS EM BOVINOS E BUBALINOS EM CONFINAMENTO

FREITAS, J.A.; SOARES, J.E.; FONTES, C.A.A.; LANA, P.P.; SOUZA, J.C.; RODRIGUEZ, L.R.R.; RESENDE, F.D.
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2005 POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
A pesquisa foi conduzida na Universidade Federal de Viçosa(MG), no período entre dezembro de 1994 e julho de 1995 Objetivou-se com a pesquisa estimar o conteúdo corporal de macroelementos minerais de bovinos Nelore, mestiços europeu-zebu e bubalinos, abatidos em diferentes estádios de maturidade. Foram utilizados 35 bovinos machos não-castrados sendo 12 Nelore (NEL), 12 F1 Holandês-Nelore (HN), 11 bimestiços 1/4 Fleckvieh-5/16 Angus-7/16 Nelore (BM) e 11 bubalinos mestiços Mediterrâneo (BUF), com pesos vivos médios iniciais de 294; 404; 358; e 353 Kg, respectivamente, e idade média de 24 meses. Os animais de cada grupo genético foram, aleatoriamente, divididos em três grupos experimentais, abate inicial ou referência (AB) e dois grupos de alimentação “ad libitum” (AL1 e AL2). No grupo AB foram alocados quatro animais NEL, quatro HN, três BM e três BUF e nos grupos AL1 e AL2 quatro animais, de cada grupo genético. Após o período de adaptação de 60 dias, onde os animais receberam o mesmo tratamento, aqueles do grupo AB foram abatidos. Os animais dos grupos (AL1 e AL2) eram abatidos ao atingirem pesos equivalentes a 100 e 110 % do peso à maturidade da vaca do grupo racial correspondente. Estes pesos eram, respectivamente...

HISTOPATOLOGIA COMPARATIVA EM FÍGADOS DE BOVINOS, BUBALINOS E OVINOS INFECTADOS POR Fasciola hepatica

BOSTELMANN, S.C.W.; LUZ, E.; THOMAZ-SOCCOL, V.; CIRIO, S. M.
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2004 POR
Relevância na Pesquisa
37.53%
Através técnicas de rotina para histopatologia foram examinados fígados de bovinos, bubalinos e ovinos infectados por Fasciola hepatica. As colorações utilizadas foram Hematoxilina- Eosina, Tricrômico de Schorr, Tricrômico de Mallory e Azul de Toluidina. As principais lesões observadas foram cortes de parasitas em ductos biliares, fibrose portal, hiperplasia de ducto biliar, fibrose de parede de ducto biliar e infiltração por linfócitos, plasmócitos, eosinófilos e neutrófilos. Lesões de ductos biliares mais calibrosos são observados mais acentuadamente em bovinos e bubalinos que em ovinos. No entanto, a eosinofilia está presente de forma mais acentuada em ovinos que nas demais espécies. Comparando os resultados obtidos, conclui-se que a fasciolose em bovinos e bubalinos se trata de uma doença crônica. Nos ovinos o predomínio de eosinófilos caracteriza fase inicial de fasciolose crônica. Hepatopathology of infection by Fasciola hepatica in cattle, buffaloes and sheep Abstract A histopathological study on hepatic lesions caused by Fasciola hepatica has been carried out three domestic ruminants: cattle, buffalo’s and sheep. Liver samples were processed by routine histological methods. The staining procedures included hematoxilin-eosine...