Página 1 dos resultados de 11 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Descrição de duas novas espécies de Bryconops (Teleostei: Characidae) da Bacia do Rio Amazonas

Wingert, Juliana Mariani
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
38.69%
Duas espécies novas de caracídeos, Bryconops sp. n. A e Bryconops sp. n. B são descritas para os tributários da bacia do rio Amazonas, provenientes dos rios Madeira e Tapajós, estados de Rondônia e Mato Grosso, Brasil. Estas espécies novas pertencem aos subgêneros Bryconops e Creatochanes, respectivamente, compartilhando as sinapomorfias dos ossos infraorbitais e maxilas descritas para os mesmos. Bryconops sp. n. A distingue- se das demais espécies do subgênero Bryconops pelo colorido da nadadeira dorsal com uma mancha preta, pela nadadeira adiposa enegrecida e pela nadadeira caudal que é toda escurecida, enquanto as demais espécies possuem uma área clara na base; escamas com poros que não ultrapassam a placa hipural; pelo número de escamas com poros (31-36) e pelo colorido da nadadeira caudal. Bryconops sp. n. B distingue- se das demais espécies do subgênero Creatochanes pela seguinte coloração paterna: colorido da nadadeira caudal, que apresenta os dois lobos pigmentados de preto e a base dos lobos de cor clara; presença de uma larga faixa preta acima da linha lateral e por possuir uma listra preta proeminente acima da base da nadadeira anal. É distinguida das espécies descritas para a bacia do rio Tapajós pelos seguintes caracteres: ausência de manchas umerais; nadadeira caudal não apresenta um ocelo bem formado e uma larga faixa preta em seus raios medianos; vértebras précaudais 19-20; raios da nadadeira anal 24-26 (média 25) e escamas com poros 43-45 (média 44.3).

A new species of Bryconops (Teleostei: Characidae) from the rio Madeira basin, northern Brazil

Wingert, Juliana Mariani; Malabarba, Luiz Roberto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
38.86%
Uma nova espécie de Bryconops é descrita para um tributário do rio Madeira na bacia do rio Amazonas, Brasil. Bryconops piracolina pertence ao subgênero Bryconops por não possuir dentes ou raramente apresentar apenas um dente na maxila, e por possuir uma área nua na face entre o segundo e terceiro infraorbitais. A espécie nova se distingue de todas as espécies do subgênero Bryconops pela presença de uma grande mancha negra na base da nadadeira dorsal. Além disto, difere de todas as espécies do gênero, exceto B. inpai, por possuir a nadadeira adiposa inteiramente preta. Difere de B. inpai pela ausência de manchas umerais. Difere de todas as espécies de Bryconops, exceto B. caudomaculatus, por possuir as últimas escamas da série longitudinal de escamas da linha lateral sem poros além da terminação da placa hipural e difere de B. caudomaculatus pelo menor número de escamas com poros da linha lateral (31-36, média 34,6 vs. 37-43 média, 40,6; respectivamente).; A new species of Bryconops is described from a tributary to the rio Madeira in the Amazon basin, State of Rondônia, Brazil. Bryconops piracolina belongs to the subgenus Bryconops by having no teeth or rarely one tooth in the maxilla, and a naked area on cheek between the second and third infraorbitals. The new species is distinguished from all species of this subgenus by the presence of a large black blotch on dorsal-fin base. Furthermore...

The fish fauna of Brokopondo Reservoir, Suriname, during 40 years of impoundment

Mol,Jan H.; Mérona,Bernard de; Ouboter,Paul E.; Sahdew,Shamita
Fonte: Sociedade Brasileira de Ictiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ictiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 EN
Relevância na Pesquisa
16.93%
We investigated long-term changes in the fish fauna of Brokopondo Reservoir, Suriname, the first large reservoir (1560 km²) that was created in tropical rainforest. Before closure of the dam in 1964, the fish fauna of Suriname River had 172 species, high diversity and high evenness. The riverine fauna was dominated by small-sized species, but no single species was dominant in numbers. Large catfishes were dominant in biomass. Species were evenly distributed over riverine habitats: rapids, tributaries and main channel. Four years after closure of the dam, only 62 fish species were collected from Brokopondo Reservoir, but the composition of the fish fauna was still changing. The reservoir fauna in 1978 was very similar to the reservoir fauna in 2005, indicating that a stable equilibrium had been reached 14 years after closure of the dam. The reservoir fauna had 41 species, low diversity and low evenness. Most species of Suriname River and its tributaries with strict habitat requirements did not survive in Brokopondo Reservoir. Fish community structure was different among four habitats of Brokopondo Reservoir. The open-water habitat (10 species) was dominated by the piscivores Serrasalmus rhombeus, Acestrorhynchus microlepis and Cichla ocellaris and their prey Bryconops melanurus and two Hemiodus species. B. melanurus fed on zooplankton...

Diet of Bryconops alburnoides and B. caudomaculatus (Osteichthyes: Characiformes) in the region affected by Balbina Hydroelectric Dam (Amazon drainage, Brazil)

Silva,Cylene C. da; Ferreira,Efrem J. G.; Deus,Cláudia P. de
Fonte: Sociedade Brasileira de Ictiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ictiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 EN
Relevância na Pesquisa
28.26%
The study of fish diet and its interaction with the environment provides important data on ecology and behavior, as fish face varying environmental and food availability conditions. The aim of the present study was to determine the diet of Bryconops caudomaculatus and Bryconops alburnoides, as well as to assess its seasonal variation, within the area influenced by Balbina Hydroelectric Dam (BHD), in the Uatumã River (Amazon Basin, Brazil). Collections were carried out every two months from April 2005 to February 2007, using gill nets with mesh sizes ranging from 12 to 60 mm between opposite knots. Two methods were used for determining diet: frequency of occurrence and relative volume, which were used to calculate the alimentary index (IAi). Diet similarity between species was analyzed by applying the Morisita index. Bryconops alburnoides ingested 12 items and B. caudomaculatus 10, with a 59% similarity between ingested items. Terrestrial insects for B. alburnoides and immature insects for B. caudomaculatus were the main items in their diets, and therefore, they were considered insectivorous. The seasonal composition of the diet of B. alburnoides was influenced by environmental factors, and in spite of the dominance of immature insects...

A new species of Bryconops (Teleostei: Characidae) from the rio Madeira basin, Northern Brazil

Wingert,Juliana M.; Malabarba,Luiz R.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ictiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ictiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 EN
Relevância na Pesquisa
38.53%
A new species of Bryconops is described from a tributary to the rio Madeira in the Amazon basin, State of Rondônia, Brazil. Bryconops piracolina belongs to the subgenus Bryconops by having no teeth or rarely one tooth in the maxilla, and a naked area on cheek between the second and third infraorbitals. The new species is distinguished from all species of this subgenus by the presence of a large black blotch on dorsal-fin base. Furthermore, it is distinguished from all congeners, except B. inpai, by possessing the adipose fin entirely black. It differs from B. inpai by the lack of humeral spots. It further differs from all species of the subgenus Bryconops, except B. caudomaculatus, by having the last scales of the longitudinal series of scales that bears the lateral line series not pored beyond the end of the hypural plate, and differs from B. caudomaculatus by the smaller number of pored lateral line scales (31-36, mean 34.6, vs. 37-43, mean = 40.6, respectively).

Ictiofauna de igarapés de pequenas bacias de drenagem em área agrícola do Nordeste Paraense, Amazônia Oriental

Corrêa,Jean Michel; Gerhard,Pedro; Figueiredo,Ricardo de Oliveira
Fonte: Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas Publicador: Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
16.93%
Comunidades de peixes podem se distribuir no espaço e no tempo de maneira organizada, seguindo um padrão que pode ser percebido pela associação ou agrupamento das espécies e pela relação de algumas espécies com determinados habitats. O número reduzido de estudos e o pouco conhecimento da fauna aquática na Amazônia resultam em sub-estimativas da diversidade da ictiofauna de igarapés (riachos amazônicos). No presente estudo, em três microbacias predominantemente ocupadas por agricultura familiar, foram coletados 2.117 peixes, distribuídos em sete ordens, 13 famílias, 27 gêneros e 43 espécies. A espécie mais abundante em todas as amostras coletadas foi Hyphessobrycon heterorhabdus, com 337 indivíduos, seguido por Bryconops melanurus, com 326 indivíduos. A riqueza de espécies foi maior num trecho do Igarapé Pachibá (IGPA-B), com 21 espécies. O Índice de Dominância de Simpson mostrou o valor mais alto no trecho B do Igarapé Cumaru, com valor 0,43, enquanto o Índice de Diversidade de Shannon revelou que o IGPA-B possuiu a maior diversidade, com valor 2,39. Iguanodectes rachovii foi a espécie amostrada com mais constância, e ocorreu em 50% das amostras. Os resultados demonstraram que trechos médios dos igarapés apresentam maior diversidade de espécies...

Trophic ecology of the ichthyofauna of a stretch of the Urucu River (Coari, Amazonas, Brazil)

Costa,Igor David da; Freitas,Carlos Edwar de Carvalho
Fonte: Associação Brasileira de Limnologia Publicador: Associação Brasileira de Limnologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 EN
Relevância na Pesquisa
16.93%
INTRODUCTION: The floodplains of the large Amazonian rivers are very productive as a result of seasonal fluctuations of water levels. This favors the fishes as they are provided with a wide range of habitats and food resources; AIM: In this study, we identified the trophic structure of fish assemblages in the upper river Urucu area (State of Amazonas - Brazil), observing seasonal changes determined by the hydrological cycle; Methods: Samples were collected with the aid of gillnets, during the flood season (April/2008) and the dry season (August/2008) in areas upstream and downstream of ports of the Urucu river within the municipality of Coari, Amazonas, Brazil; RESULTS: 902 individuals of seven orders, 23 families and 82 species were collected. Fishes were more abundant in the dry season than in the flood season, and the piscivores and carnivores (Serrasalumus rhombeus and Osteoglossum bicirrhosum) were the most significant trophic categories in the dry season whereas piscivores and insectivores (Serrasalumus rhombeus, Bryconops alburnoides and Dianema urostriatum) were more abundant in the flood season. The trophic diversity, dominance and evenness were very similar in all sampling periods and show lower values than taxonomic index patterns...

Ictiofauna de igarapés de pequenas bacias de drenagem em área agrícola do Nordeste Paraense, Amazônia Oriental.

CORRÊA, J. M.; GERHARD, P.; FIGUEIREDO, R. de O.
Fonte: Revista Ambiente & Água, Taubaté, v. 7, n. 2, p. 214-230, 2012. Publicador: Revista Ambiente & Água, Taubaté, v. 7, n. 2, p. 214-230, 2012.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
17.65%
Resumo: Comunidades de peixes podem se distribuir no espaço e no tempo de maneira organizada, seguindo um padrão que pode ser percebido pela associação ou agrupamento das espécies e pela relação de algumas espécies com determinados habitats. O número reduzido de estudos e o pouco conhecimento da fauna aquática na Amazônia resultam em sub-estimativas da diversidade da ictiofauna de igarapés (riachos amazônicos). No presente estudo, em três microbacias predominantemente ocupadas por agricultura familiar, foram coletados 2.117 peixes, distribuídos em sete ordens, 13 famílias, 27 gêneros e 43 espécies. A espécie mais abundante em todas as amostras coletadas foi Hyphessobrycon heterorhabdus, com 337 indivíduos, seguido por Bryconops melanurus, com 326 indivíduos. A riqueza de espécies foi maior num trecho do Igarapé Pachibá (IGPA-B), com 21 espécies. O Índice de Dominância de Simpson mostrou o valor mais alto no trecho B do Igarapé Cumaru, com valor 0,43, enquanto o Índice de Diversidade de Shannon revelou que o IGPA-B possuiu a maior diversidade, com valor 2,39. Iguanodectes rachovii foi a espécie amostrada com mais constância, e ocorreu em 50% das amostras. Os resultados demonstraram que trechos médios dos igarapés apresentam maior diversidade de espécies...

Análise citogenética de peixes dos gêneros: Astyanax, Moenkhausia e Bryconops provenientes das regiões de Uberlândia-MG e Monte do Carmo-TO

Santos, Luana Pereira dos
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
28.42%
A família Characidae é a maior e mais complexa dentre os Characiformes, compreendendo a maioria dos peixes de água doce do Brasil, com espécies variando consideravelmente em tamanho, peso, forma, alimentação e comportamento. Recentemente, várias espécies deste grupo foram listadas como Incertae Sedis devido a falta de evidências consistentes de monofiletismo. Atualmente essa família é composta por 12 subfamílias, além daqueles grupos citados acima. Com o objetivo de levantar informações que possam ser úteis para auxiliar na compreensão dessa complexa ictiofauna, foram realizadas análises citogenéticas em espécies de Astyanax aff. fasciatus, provenientes da região de Uberlândia-MG, Astyanax sp, Astyanax aff. bimaculatus e Bryconops sp da região de Monte do Carmo-TO. A. fasciatus apresentou número diplóide igual a 46 cromossomos e um sistema de Ag- RONs múltiplas, as quais se mostraram positivamente coradas pela Cromomicina A3 (CMA3). Astyanax sp e Astyanax bimaculatus apresentaram 50 cromossomos, sendo que no primeiro se verificou a presença de 0 a 6 cromossomos B e um sistema de Ag-RONs simples. Estes sítios se mostraram também heterocromáticos. Além disso, conspícuas marcações heterocromáticas centroméricas e pericentroméricas também foram observadas...

Estrutura de comunidades de peixes de igarap?s de tr?s pequenas bacias de drenagem sob uso de Agricultura Familiar no Nordeste Paraense

CORR?A, Jean Michel
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
17.65%
As esp?cies da ictiofauna podem se distribuir no espa?o e no tempo de maneira organizada, seguindo um padr?o que pode ser percebido pela associa??o ou agrupamento das esp?cies e pela sua rela??o com determinados habitats. O n?mero reduzido de estudos e o pequeno conhecimento da fauna aqu?tica na Amaz?nia resultam em sub-estimativas dos impactos na ictiofauna de igarap?s. A Regi?o Bragantina, no nordeste paraense, ? tida como um exemplo de fronteira agr?cola antiga na Amaz?nia. A agricultura familiar ? expressiva na ?rea, sendo as principais culturas milho, caupi e mandioca, e cultivos semi-perenes, como maracuj? e pimenta-do-reino. Estas ?reas de produ??o familiar constituem hoje importantes elementos da paisagem, podendo ocasionar ? degrada??o dos solos e do ecossistema aqu?tico. Nesse contexto, um estudo foi realizado nos anos de 2006 e 2007 em tr?s igarap?s situados nessa regi?o: Cumaru, S?o Jo?o e Pachib?. Foram coletados 2.117 peixes, distribu?dos em sete ordens, 13 fam?lias, 27 g?neros e 43 esp?cies. A esp?cie mais abundante em todas as amostras coletadas foi Hypessobrycon heterorhabudus, com 337 indiv?duos, seguido por Bryconops caudomaculatus, com 326 indiv?duos. A riqueza de esp?cies foi maior num trecho do Pachib? (IGPA-B)...

Two new species of Creptotrema (Digenea: Allocreadiidae) from South America

Curran,Stephen S.
Fonte: Instituto de Biología Publicador: Instituto de Biología
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 EN
Relevância na Pesquisa
16.93%
Two new digenean species belonging in Creptotrema Travassos, Artigas and Pereira, 1928 are described from specimens stored in the invertebrate collection at the Museum of Natural History, Geneva, Switzerland. Creptotrema lamothei n. sp. is described from Ageneiosus brevifilis Valenciennes in Cuvier and Valenciennes, 1840 (Siluriformes: Ageneiosidae), Auchenipterus nuchalis (Spix and Agassiz, 1829) (Siluriformes: Auchenipteridae), and Bryconops melanurus (Bloch, 1794) (Characiformes: Characidae) in the Paraguay River, Paraguay. Creptotrema sucumbiosa n. sp. is described from Tetragonopterus argenteus Cuvier, 1816 (Characiformes: Characidae) in Río Aquarico, Ecuador. Creptotrema lamothei differs from its congeners by having testes with irregular rather than entire outlines. Creptotrema sucumbiosa differs from its congeners by having a bilobed rather than entire ovary. Both C. lamothei and C. sucumbiosa differ from their other congeners by having relatively longer posttesticular spaces in their bodies, representing 25-30% and 24-28% of body length respectively, compared with approximately 6-19% in other species.