Página 1 dos resultados de 189 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

ABRINDO CAIXAS PRETAS EM AULAS DE FÍSICA: Uma reflexão educacional a partir dos conceitos de Bruno Latour.

Zanetic, Joao; Gama, Leandro Daros
Fonte: São Paulo Publicador: São Paulo
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
56.7%
As contribuições, em uma linha que se poderia chamar de “sociologia da ciência”, de Bruno Latour permitem-se dialogar com questões educacionais, em particular no que tange à consolidação histórica de conceitos científicos e ao fazer ciência, haja vista a ampla defesa que a literatura expõe no sentido de uma educação científica pautada na abordagem historicoepistemológica, que apreenta o conhecimento científico como construção sociocultural. Neste sentido, é de nosso especial interesse a concepção latouriana das caixas pretas, que representam conceitos e instrumentos, de uma dada disciplina científica, que alcançaram a posição de objetos (teóricos, como leis e equações, ou experimentais, como equipamentos de laboratório) considerados seguros até evidência em contrário. Exemplos de caixas pretas são abundantes: tipicamente, figuram como tal os instrumentos de medida, os conceitos e modelos que, a partir do momento em que sejam aceitos como válidos (pelos membros de uma comunidade de cientistas), fazem-se ponto de partida para novas descobertas. Quando um físico realiza experimentos em seu laboratório, está considerando válido um grande conjunto de princípios e confiando que seus instrumentos fornecem uma medida fiel para certas grandezas...

Tornar-se cientista: o ponto de vista de Bruno Latour

Pereira Neto,André de Faria
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1997 PT
Relevância na Pesquisa
46.48%
O objetivo deste artigo é introduzir alguns elementos para a compreensão da visão que o filósofo contemporâneo francês Bruno Latour tem a respeito do processo de profissionalização do cientista. Para tanto, percorreremos parte da literatura sociológica que procurou diferenciar conceitualmente uma ocupação de uma profissão. Assim, pretendemos estabelecer alguns parâmetros comparativos entre essas duas concepções. O domínio do conhecimento e seu papel na etapa do processo de profissionalização assume, nesta reflexão, posição de destaque.

Proposta para uma etnografia da psicanálise

Carvalho,Cíntia Ávila de
Fonte: IMS-UERJ Publicador: IMS-UERJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1996 PT
Relevância na Pesquisa
46.48%
O objetivo deste artigo é demonstrar que a compreensão do processo de difusão da psicanálise implica fugir de explicações que a definem a priori como possuidora de um caráter intrinsecamente teológico e religioso. A abordagem etnográfica que proponho abre a possibilidade de identificar a constituição de seu campo disciplinar e de sua legitimidade em face de outros saberes voltados para a compreensão e tratamento das doenças mentais e revela que esse processo, em determinadas circunstâncias, pode assumir um caráter religioso explícito e, em outros, um caráter científico, no sentido atribuído por Bruno Latour aos "fatos científicos". Essa abordagem permite demonstrar que a estratégia de espraiamento da psicanálise é em grande parte responsável pela sua ampla difusão em nossa sociedade e que para isto utiliza os mesmos recursos aos quais recorrem as disciplinas ditas científicas "duras".

A noção de crença e suas implicações para a modernidade: um diálogo imaginado entre Bruno Latour e Talal Asad

Giumbelli,Emerson
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.48%
Trata-se de refletir sobre as implicações da presença da noção de crença na modernidade. Constituída em um projeto crítico, que acarretou sua fragilização ontológica, a noção de crença foi fundamental para a definição moderna de religião. Por outro lado, a modernidade não deixou de incorporar positivamente a mesma noção, o que se evidencia em seu compromisso declarado com o princípio da "liberdade de crença". O texto estabelece conexões entre os sentidos da definição moderna de crença e a construção também moderna da noção de sociedade. Nessa articulação são considerados temas como liberdade e sujeição e situações como o estatuto da credulidade e da blasfêmia. Seu percurso e seu resultado se estabelecem em diálogo com a obra de dois autores, Bruno Latour e Talal Asad.

Para politizar o mundo das coisas

Balbi,Thiago Machado
Fonte: Programa de Estudos Pós-graduados em Comunicação e Semiótica - PUC-SP Publicador: Programa de Estudos Pós-graduados em Comunicação e Semiótica - PUC-SP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.48%
Esta resenha apresenta A comunicação das coisas: teoria ator-rede e cibercultura, de André Lemos, levantando seus principais aspectos. Em constante diálogo com a teoria de Bruno Latour, além de outros autores com afinidades, Lemos oferece ao leitor brasileiro mais do que um livro sobre cibercultura, ele oferece uma profunda reflexão sobre a comunicação e hibridização entre as pessoas e as coisas, isto é, humanos e não-humanos, ao tratar das consequências políticas, éticas e pedagógicas dos híbridos na sociedade.

Performatividade e agenciamentos humanos e não-humanos da realidade: uma leitura por trás da Lei de Biossegurança a partir da Sociologia Simétrica de Bruno Latour

Bezerra Marques, Denilson; Jorge Ventura de Morais, Josimar (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.62%
O presente estudo buscou apreender parte da realidade social que está além do texto da Lei de Biossegurança. Para tal, se baseou na análise de textos produzidos por cientistas brasileiros do campo da biotecnologia. Adotando a perspectiva teórica e metodológica de Bruno Latour, quanto ao seu princípio de simetria, foi possível observar que a realidade está subdividida em: i) realidade revelada (fruto dos agenciamentos não-humanos); e, ii) realidade significada (fruto dos agenciamentos humanos). Vimos, com isso, que o princípio de simetria opera a construção ajustada da realidade entre humanos e não-humanos, graças ao trabalho de mediação de entidades naturais , informacionais e banco de dados. Estas entidades permitem aos cientistas estabilizarem uma dada performatividade a partir da qual inicia-se o processo de significação sobre si mesmas, que passam, então, a pertencer à realidade social humana sobre a qual atribuições significativas e normativas são feitas. Dentre as principais conclusões, a adoção do princípio de simétrica de Latour, permitiu-nos entender parte da ordem social imanente as performatividades e às atribuições significativas, que constituem o ato fundante e o fundamento epistemológico da realidade social

Encountering materials in architectural production: the case of Kahn and brick at IIM.

Srivastava, Amit
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2009
Relevância na Pesquisa
46.7%
The architectural discourse on materials frequently engages the legendary dialogue between architect Louis Kahn and the brick that wanted to be an arch to alert us to the role played by materials in the process of architectural production. However, over the four decades in which this anecdote has come to rule the collective memory of our profession very little has been done to examine the actual circumstances behind such an encounter. It is the contention of this thesis that the disregard for historical conditions surrounding this event stems from a historiographical tradition that employs the subject-object dichotomy to negate the very possibility of such an event, forcing the dialogue to be regarded as just a metaphor for the mentality of the architect. In order to question the monopoly of such a theoretical stance, which inadvertently limits the understanding of the role played by materials in the process, the thesis posits the dialogue between Kahn and brick as a subject of historical inquiry outside the confines of this subject-object paradigm – deconstructed in the recent works of Bruno Latour as the “Modern Paradox.” By historically reconstructing the event of this dialogue, the thesis exposes the neglected realm of action where the encounter between the architect and the material takes place...

Los l??mites del principio de indeterminaci??n radical en Latour y el giro pol??tico de su filosof??a de la ciencia

Garc??a D??az, Paloma
Fonte: Universidad del Pa??s Vasco Publicador: Universidad del Pa??s Vasco
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
46.83%
Este art??culo explora los artilugios conceptuales que utiliza la teor??a de Bruno Latour para comprender y explicar la realidad natural y social. Asimismo, se exponen cu??les son los l??mites a su principio de ???indeterminaci??n radical??? o principio de simetr??a generalizado. Este an??lisis muestra la posibilidad de un estudio normativo de la realidad social y tecnocient??fica compatible con la evoluci??n que se encuentra en el mismo Latour respecto del significado y funci??n pol??ticos de la ciencia.; This article explores the conceptual tools which philosopher, sociologist and anthropologist Bruno Latour uses to understand and also to explain natural and social realities investigated by the sciences and by the philosophy of science. This text also sets the limits to Labour???s principle of radical indeterminacy, also known as the principle of generalized symmetry. As a result of this, the possibility of a normative study of social and techno-scientific realities is emphasized as a type of techno-scientific and social research, which is compatible with Labour???s own evolution of thought concerning the meaning and function of the politics of science.

Prince of networks : Bruno Latour and metaphysics

Harman, Graham
Fonte: Prahran, Vic. : Re.press, 2009. Publicador: Prahran, Vic. : Re.press, 2009.
Tipo: Livro Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
46.7%
viii, 247 p.; Libro electrónico; "Prince of Networks is the first treatment of Bruno Latour specifically as a philosopher. Part One covers four key works that display Latours underrated contributions to metaphysics: Irreductions, Science in Action, We Have Never Been Modern, and Pandoras Hope. Harman contends that Latour is one of the central figures of contemporary philosophy, with a highly original ontology centered in four key concepts: actants, irreduction, translation, and alliance. In Part Two, Harman summarizes Latours most important philosophical insights, including his status as the first secular occasionalist. Working from his own object-oriented perspective, Harman also criticizes the Latourian focus on the relational character of actors at the expense of their cryptic autonomous reality. This book forms a remarkable interface between Latours Actor-Network Theory and the Speculative Realism of Harman and his confederates."--Book cover.; Introduction --- PART ONE. THE METAPHYSICS OF LATOUR --- 1. Irreductions --- 2. Science in Action --- 3. We Have Never Been Modern --- 4. Pandora's Hope --- PART TWO. OBJECTS AND RELATIONS --- 5. Contributions --- 6. Questions --- 7. Object-Oriented Philosophy.

Els objectes naturals i la identitat nacional. Les muntanyes a Catalunya i al Quebec

Darier, Éric; Tàbara, J. David
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2006 CAT
Relevância na Pesquisa
46.83%
Existeix un estret lligam entre les reivindicacions nacionalistes i la reverència per les muntanyes per part d’aquelles nacions sense estat que no han pogut consolidar les seves fronteres o institucions nacionals d’una altra manera. Les muntanyes han servit de refugi espiritual i de metàfora simbòlica per representar la identitat i els significats col·lectius d’aquestes nacions sense estat i, a la vegada, les primeres demandes per la conservació d’espais feren molt sovint recurs als discursos nacionalistes. Aquest és el cas de Montserrat, símbol de la identitat catalana i on es va redactar el primer pla per la creació d’un parc nacional a l’Estat espanyol, malgrat que aquest projecte finalment no va reeixir. Al Quebec, és possible observar-hi un fenomen similar amb les Laurentides. Utilitzem una aproximació comparativa entre els dos contextos i el marc interpretatiu de Bruno Latour per entendre aquest procés d’hibridació tan peculiar que es produeix entre natura i nació.; Existe un estrecho vínculo entre las reivindicaciones nacionalistas y la reverencia por las montañas por parte de aquellas naciones sin estado que no han podido consolidar sus fronteras o instituciones nacionales de otra manera. Las montañas han servido de refugio espiritual y de metáfora simbólica para representar la identidad y los significados colectivos de estas naciones sin estado y...

The baffling concept of technical mediation in Bruno Latour; O desconcertante conceito de mediação técnica em Bruno Latour

Santaella, Lucia; Cardoso, Tarcisio
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 23/06/2015 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
46.75%
This article seeks to contribute to the discussion of Bruno Latour’s and others’ actornetwork theory (ANT), in the hope that it will shed new light on theories of the social, theories of networks, and to interdisciplinary studies, especially regarding technique and its relation to communication and culture. For this, the concept of technical mediation will be explained in its relation with the notions of translation, actant, flat anthology, and sociotechnical assemblage. Thus a theoretical construct is developed which is antagonistic to the old dichotomies that radiate from a laggard Cartesianism which even today remain under the most varied, often unrecognized forms; Este artigo busca contribuir para a discussão sobre a teoria ator-rede (TAR), de Bruno Latour e outros, na expectativa de que possa trazer nova luz para as teorias do social, teorias das redes e dos estudos interdisciplinares, especialmente no que concerne à técnica e sua relação com a comunicação e a cultura. Para isso, o conceito de mediação técnica será explicitado na sua relação com as noções de tradução, actante, ontologia achatada e agenciamento sociotécnico. Erige-se assim um constructo teórico antagô- nico às velhas dicotomias que irradiam do cartesianismo e que...

A bath of empiricism: from Hume / Deleuze to the radical empiricism of Bruno Latour; Um banho de empirismo: de Hume/ Deleuze ao empirismo radical de Bruno Latour

Mostafa, Solange Puntel
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 20/07/2010 POR
Relevância na Pesquisa
67.07%
Apresenta aproximações de Bruno Latour com o Empirismo clássico de David Hume. Neste aproximação resgata conceitos filosóficos de Gilles Deleuze, tais como Atual-Virtual e Plano de Imanência, proporcionando a acomodação de outros conceitos afins de Alfred Whitehead, Henri Bergson e William James no mesmo plano de imanência. Na imagem do pensamento construída e embasada por Hume, a noção de causa-efeito é revisada porque, em nome desse princípio de causalidade, a todo momento afirmamos mais do que vemos, não cessamos de ultrapassar a experiência imediata. A quebra da causalidade clássica nos estudos das ciências cria conceitos novos, revolucionários e essenciais para a teorização nos estudos das ciências. Latour revisita o empirismo clássico costurando assim um “segundo” empirismo para a sua teoria da rede de atores. A releitura de Hume apresentada por Deleuze três séculos depois permite entendermos o segundo empirismo de Bruno Latour.; Philosophical bases of Bruno Latour Actor-network-theory are put near to the classical empiricism of David Hume. In this approach rescues Gilles Deleuze's own philosophical concepts such as Virtual, Actualt and Plan of Immanence, providing accommodation for other related concepts of Alfred Whitehead...

Animated multiple modes of existence: interview with Bruno Latour; Múltiplos e animados modos de existência: entrevista com Bruno Latour

Dias, Jamille Pinheiro; Sztutman, Renato; Marras, Stelio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 11/11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.83%
Entrevista com Bruno Latour;

Tornar-se fisiologista vegetal: potencialidades educacionais de uma controvérsia entre cientistas do século XIX sob o ponto de vista de Bruno Latour

Cappelle, Vanessa; Universidade Federal de Minas Gerais; Coutinho, Francisco Ângelo; Universidade Federal de Minas Gerais
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 26/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.62%
http://dx.doi.org/10.5007/1982-5153.2015v8n3p181Nesse trabalho, analisamos uma controvérsia entre Charles Darwin e Julius Sachs a partir da perspectiva de Bruno Latour. As ideias desse autor a respeito da profissionalização dos cientistas, da literatura e das translações de interesses são apresentadas e discutidas. Os aportes metodológicos são desenvolvidos a partir das regras metodológicas para o estudo da ciência em ação. A reinterpretação desta controvérsia evidencia o esforço de Sachs para consolidar a Fisiologia Vegetal como área de estudos frente à comunidade acadêmica e a sociedade em geral. Em uma inscrição, sintetizamos as translações de interesse que indicam os actantes mobilizados a favor dessas alegações. Diante de sua idade avançada, Darwin reconheceu o poder do ataque a ele dirigido e se declarou incapaz de sustentar esse debate.  Com o intuito de fomentar a discussão, destacamos as potenciais contribuições do trabalho de Latour para o campo de pesquisa em Educação em Ciências.

Faturas/Fraturas: da noção de rede à noção de vínculo

Latour, Bruno; Universidade da Califórnia, Santa Cruz, Estados Unidos; Rifiotis, Theophilos; Universidade Federal de Santa Catarina, SC, Brasil; Petry, Dalila Floriani; Université Paris Ouest Nanterrre La Défense – Paris X, Paris, França; Segata, Je
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropolgia Social da UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropolgia Social da UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares; Formato: application/pdf
Publicado em 27/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.62%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-8034.2015v17n2p123Trata-se um texto de Bruno Latour em que ele discute a noção de attachement, termo aqui traduzido para o português como “vínculo”. O autor se vale da reflexão sobre a noção de vínculo e suas implicações para enriquecer a sociologia das redes e os debates sobre a “teoria ator-rede”.

Horizonte e irredutibilidade – Eudoro de Sousa e o originário na ontologia

Bensusan, Hilan; Universidade de Brasília
Fonte: Archai: Journal on the origins of Western thought; Archai: Revista de estudos sobre as origens do pensamento ocidental Publicador: Archai: Journal on the origins of Western thought; Archai: Revista de estudos sobre as origens do pensamento ocidental
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.62%
O ensaio explora a noção de horizonte em Eudoro de Sousa sob a luz do princípio de irredutibilidade de Bruno Latour. A investigação do originário em ontologia – a partir da noção de instauration de Souriau e Latour – leva a uma leitura de filósofos pré-socráticos como Anaximandro e Anaxágoras a partir da filosofia do processo. A noção de surgimento em ontologia é então associada ao uso da ideia de noite no mito do horizonte em Eudoro de Sousa

A Ciência da Informação e o pensamento de Bruno Latour: implicações para a análise de redes sociais

França, André Luiz Dias de; Pinho Neto, Júlio Afonso Sá de; Dias, Guilherme Ataíde
Fonte: UFPB Publicador: UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.7%
Trata-se de um trabalho realizado resultante da discussão entre um então mestrando e dois docentes doutores do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba. Nesse âmbito, analisou-se que contribuições a Teoria Ator-Rede, defendida por Bruno Latour e John Law, pode trazer, através de um diálogo com a Ciência da Informação, em particular, a abordagem metodológica de Análise de Redes Sociais. Por meio de análise bibliográfica das obras dos autores da referida teoria, foram observados três aspectos em comum mantidos com a Ciência da Informação: os conceitos de modernidade e pós-modernidade, a noção de informação e a perspectiva social de atores de uma rede. Assim, o estudo fez parte da revisão bibliografia em que se buscou analisar o fluxo de informações no Sistema Nacional de Transplantes no Brasil e que resultou em uma dissertação de mestrado intitulada: A Estrutura do Fluxo Informacional do Sistema Nacional de Transplantes: uma investigação sob a óptica da análise de redes sociais.

Leituras de Bruno Latour na Ciência da Informação: analisando citações

Araujo, Ronaldo Ferreira
Fonte: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia Publicador: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion;
Publicado em 27/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.48%
O objetivo do presente artigo é expor a influência do filósofo francês Bruno Latour na literatura científica brasileira do campo da Ciência da Informação. O autor tem uma vasta publicação no campo dos Estudos da Ciência e da Tecnologia com trabalhos voltados à construção dos fatos e artefatos científicos com o diferencial de perceber a ciência como uma construção social sujeita a conflitos e interesses. Tal postura é sustentada na Teoria Ator-Rede que considera a prática científica em rede e busca maior compreensão da complexidade dessa atividade seguindo seus atores em seus contextos de produção. Analisam-se as citações de 43 artigos de periódicos, produzidos entre 1995-2007 que referenciam o autor. O material é caracterizado por ano, periódico, autores, tipo de autoria e classificação temática. Foi possível observar que a presença do autor é melhor representada em trabalhos voltados aos aspectos históricos, epistemológicos e interdisciplinares do campo e que sua obra mais usada foi Ciência em Ação. link para o texto completo: http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/3583/2750

De la epistemología de la ecología política latouriana a una epistemología de sustento antropológico

Arellano Hernández,Antonio
Fonte: Universidad Autónoma del Estado de México, Facultad de Ciencias Políticas y Administración Publicador: Universidad Autónoma del Estado de México, Facultad de Ciencias Políticas y Administración
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 ES
Relevância na Pesquisa
46.48%
En este artículo examinamos como objeto de estudio las ideas epistemológicas que aborda el filósofo francés Bruno Latour en el libro Politiques de la nature, comment faire entrer les sciences en démocratie, en el cual tomando como estudio de caso la ecología política, el autor propone reunir la actividad científica sobre la naturaleza en el juego normal de la sociedad y la acción política en la integración progresiva de un mundo común. Para nosotros la respuesta epistemológica latouriana es una propedéutica metodológica que abre la posibilidad de traducir otras dimensiones más que las de naturaleza y política. Esta tarea traductora puede inspirarse en el estudio del proceso de hominización, por lo que podríamos iniciar la imaginación de una epistemología de sustento antropológico.

Confesiones de un médium: Hacia la materialización del trabajo de campo

Calonge Reillo,Fernando
Fonte: Universidad de Guadalajara, Centro Universitario de Ciencias Sociales y Humanidades Publicador: Universidad de Guadalajara, Centro Universitario de Ciencias Sociales y Humanidades
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 ES
Relevância na Pesquisa
46.48%
El presente artículo tiene la intención de devolver al primer plano las labores corporales y materiales que determinan el trabajo de campo. Siguiendo alguna de las propuestas de los estudios sobre la ciencia, Bruno Latour refiere la importancia que tienen para el contenido del conocimiento alcanzado las vinculaciones y desplazamientos materiales por los diferentes escenarios del trabajo de campo. En el artículo utilizo las experiencias derivadas de una investigación realizada en los fraccionamientos cerrados de clase alta del Área Metropolitana de Guadalajara para ilustrar cómo la distribución material y simbólica del investigador por las locaciones del campo condicionan algunos de los descubrimientos producidos. El artículo suscribe, finalmente, la necesidad de enfocar la realización del trabajo de campo desde el paradigma epistemológico del realismo incorporado.