Página 1 dos resultados de 131 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Processo decisório de política externa e coalizões internacionais: as posições do Brasil na OMC; Decision making process of Brazilian foreign policy and international coalitions: Brazil's positions in WTO

Ramanzini Junior, Haroldo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.15%
O objetivo desta dissertação consiste em analisar a atuação da coalizão G-20, no âmbito da Rodada Doha, da OMC, tendo como foco principal o entendimento das posições brasileiras na coalizão. Procuramos compreender a receptividade da política externa brasileira às pressões domésticas, no caso da atuação do país, no G-20, bem como a influência dos atores domésticos, governamentais e não governamentais, no processo de formulação e de implementação da estratégia brasileira na coalizão. Argumentaremos que a forma como o Brasil atua, no G-20, relaciona-se, tanto com o processo interno de construção da posição negociadora do país, quanto com os limites que a própria lógica das negociações estabelece. A unidade de decisão que estrutura a posição brasileira é uma variável importante para o entendimento da postura do país e para manutenção da coalizão.; The objective of this text is to analyze the performance of the G-20 at Doha Round in the WTO, having as main focus the brazilian position in the coalition. We will try to comprehend the receptiveness of the brazilian foreign policy to the domestic pressures considering the countries positions in the coalition. We argue that the brazilian positions, in the G-20...

Grupos de Interesse e Legislativo: a atuação do empresariado na política comercial brasileira; Interest groups and the legislature: the role of business in brazilian trade policy

Lima, Marília Migliorini de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.26%
O escopo desta pesquisa é examinar a relação entre grupos de interesse e o Poder Legislativo em política comercial exterior, desafiando a percepção de que tal instância tenha um papel insignificante no policy-making da política externa brasileira e, portanto, não se configure como âmbito de interesses do empresariado. Mesmo admitindo que a atividade constitucional do Congresso se restrinja à ratificação, existe uma série de fatores que fornecem incentivos para sua utilização como alvo alternativo de pressões do empresariado: intensificação dos custos das negociações para o setor privado, divergência destes grupos com o Executivo, insulamento do Executivo na condução da política externa, ampliação da participação do Brasil em diversos foros negociais, melhor organização do próprio setor privado nacional, entre outros. Para averiguar tal hipótese, além do embasamento teórico, foi empreendida uma análise empírica do período de 1998 a 2008 em política comercial, objetivando um levantamento das matérias concernente, e posterior análise dos movimentos do empresariado em relação a estas peças legislativas. Com essas informações, foi possível realizar uma análise qualitativa dos dados e obter um panorama da relação do Poder Legislativo com grupos de interesse nesta temática.; The scope of this research is to examine the relationship between interest groups and the legislative branch in foreign trade policy...

Change over continuity? An analysis of Brazilian foreign policy during President Lula's years (2003-2010); Mudança sobre continuidade? Uma análise da política externa brasileira durante os anos do Presidente Lula (2003-2010)

Viegas, Otávio Macedo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2013 EN
Relevância na Pesquisa
76.3%
Since the first months of Lula da Silva's presidency, Brazil adopted a more assertive stance in its foreign policy. A number of recent papers and books have emphasized one aspect of change in the country's strategy of external insertion, during President Lula's two terms in office (2003-2010): autonomy played a central role in the framing of Brazilian interests in global affairs. Chapter 1 reviews the literature on Brazilian foreign policy during that period, taking into account the following dimensions: a) the concept of autonomy; b) the return of the autonomist group to Itamaraty and the erosion of the ministry's monopoly in foreign policy-making; c) the links between regional leadership and a more autonomous stance in international politics. The goal of chapter 2 is to make an analysis of Brazilian foreign policy during President Lula's years (2003-2010) and is divided in two parts, besides the introduction and the conclusion. In the first section I initially discuss the concepts of middle-power and autonomy, then proceed to an overview of Brazil's foreign policy in the period. In the second section I analyze the country's quest for autonomy during President Lula's government, emphasizing the aspect of change in diplomatic stances during his second term. I argue that adjustment and program changes took place in this period and also discuss structural challenges affecting Brazil today.; Desde os primeiros meses da presidência de Lula da Silva...

Opinião pública e política externa: criação de uma tipologia brasileira; Public opinion and foreign policy: creating a brazilian typology

Ruivo, Mariana Maia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.32%
A finalidade dessa dissertação de mestrado é apresentar uma proposta de criação de tipologia da Opinião Pública em relação à Política Externa Brasileira. Para isso, foi utilizada a pesquisa survey Opinião Pública o Brasil, a América e o Mundo, realizada em 2011 pelo Centro de Investigación y Docencia Económicos CDE em parceria com o Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo IRI/USP. E, para a criação da tipologia, foi usada como base a pesquisa de Eugene Wittkof, Faces of Internacionalism Public Opinion in American Foreign Policy (1990), onde abordou os padrões das elites e da massa em relação ao grau de apoio ao envolvimento internacional dos Estados Unidos. Dessa forma, foi criado quatro grupos de atitude em Política Externa: Isolacionista, Internacionalista, Conciliadores e Intervencionista. Para criar a tipologia brasileira, os grupos foram adaptados para a realidade do país e foram recriados: Isolacionista, Internacionalista Soft Line, Internacionalista Moderado e Internacionalista Hard Line. O presente trabalho tomará como base algumas perspectivas teóricas do debate de Análise de Política Externa e de Opinião Pública, com o intuito de buscar entender como a sociedade brasileira opinião pública - se posiciona em relação à postura do Brasil no sistema internacional...

Direitos humanos e a política externa brasileira : um diálogo com o sistema interamericano

Castro, Giovane Michelon de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.36%
O presente trabalho possui como escopo analisar, a partir da perspectiva das relações internacionais, o diálogo entre a política externa de direitos humanos do Brasil e o Sistema Interamericano de Proteção aos Direitos Humanos. Para tanto, a primeira parte desta dissertação abordará as origens, a institucionalização e a internacionalização da proteção dos direitos humanos, examinando a sua trajetória histórica até sua previsão em diversos textos legais, assim como a sua salvaguarda no plano internacional, com ênfase no sistema interamericano de proteção aos direitos humanos. Na segunda parte, este trabalho pesquisará as relações entre política externa e direitos humanos no Brasil após a redemocratização, com foco no impacto das decisões da Corte Interamericana de Direitos Humanos sobre a política externa nacional, para, ao final, traçar algumas conclusões sobre o tema.; This work aims to analyze, from the international relations’ perspective, the dialogue between Brazil’s Human Rights’ foreign policy and the Inter-American System of Human Rights. Therefore, the first part of this dissertation will address the origins, institutionalization and internationalization of human rights protection, examining its historical trajectory until its positivation in several legal texts...

A temática financeira na agenda da política externa do governo Lula: o BNDES e o modelo de participação e exposição financeira do Brasil na América do Sul

Alves, Rodrigo Maschion
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 246 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
56.43%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Relações Internacionais (UNESP - UNICAMP - PUC-SP) - FFC; Este trabalho é resultado da integração de duas linhas de estudo: os estudos próprios da Política Externa Brasileira, área inserida no campo das relações internacionais; e os estudos sobre a economia política do financiamento, com especial atenção para a caracterização do sistema público de financiamento brasileiro. Ambas as áreas resguardam uma preocupação central: o desenvolvimento econômico do Brasil. Esta pesquisa procura mapear duas questões centrais: a articulação entre o BNDES e a política externa brasileira na América do Sul dentro da agenda da prioridade conferida para a integração regional pelo governo Lula no período de 2003 a 2007; e o modelo de participação e exposição financeira do Brasil na região defendido por este governo. O trabalho procura destacar a evolução da importância da temática financeira na agenda da Política Externa do governo Lula. Ao mesmo tempo, a pesquisa verifica que o tema financeiro regional proposto pelo governo Lula resguarda uma modelagem própria que está de acordo com as características das condições infra-estruturais da arquitetura financeira nacional. As conclusões direcionam para a orientação de que o Brasil ainda não é um ator que resguarde uma condição de liderança no processo de aprofundamento da integração regional ao introduzir nas discussões das iniciativas os elementos de ordem financeira. A condição própria da arquitetura financeira do Brasil e a estrutura do BNDES não possibilitam ao país exercer qualquer tipo de liderança material e política referentes aos processos de construção dos laços integradores entre os países da América do Sul. Argumenta-se que a prioridade conferida para a integração regional está condizente com as orientações das políticas econômicas e industriais estruturadas no âmbito do Estado brasileiro.; This work encompasses two different thematic areas: the Brazilian foreign policy studies...

A política externa brasileira em relação à Àfrica : o Soft Power em ação no caso angolano

Sobreira, Shimenia Monte Claro de Araújo
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.23%
Dissertação de mestrado em Relações Internacionais; Esta dissertação tem por objetivo analisar e explicar as ações da política externa brasileira da perspectiva do soft power , que tem sido levadas a cabo no continente africano, durante o governo de Luís Inácio Lula da Silva (2003-2010). Num contexto de Renascimento Africano e subsequente valorização do investimento em África, o Brasil procurou aproveitar a afinidade histórica que aproximava os dois países para aprofundar as relações bilaterais. A pesquisa tem por enfoque a política de Lula da Silva em Angola, o país considerado em Brasília a porta de entrada do Brasil para África, demonstrando o crescimento dessa relação durante dois períodos do governo do presidente Lula da Silva, de 2003-2006 e 2007-2010. A dissertação retrata a exportação dos conhecimentos do Brasil para Angola que resultou em cooperação em várias áreas entre os dois Estados e principalmente a mudança do discurso do presidente Lula da Silva em relação África que se repercutiu em Angola. Finalmente, tomando como elemento de comparação a postura da China em Angola, esta pesquisa analisa as opções políticas do Brasil no território angolano para aferir a materialização do uso das ferramentas do soft power...

A Leader Without Followers? The Growing Divergence Between the Regional and Global Performance of Brazilian Foreign Policy

Malamud, Andrés, 1967-
Fonte: Wiley Publicador: Wiley
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.33%
Brazilian diplomats and academics alike have long regarded regional leadership as a springboard to global recognition. Yet Brazil’s foreign policy has not translated the country’s structural and instrumental resources into effective regional leadership. Brazil’s potential followers have not aligned with its main goals, such as a permanent seat on the UN Security Council and Directorship-General of the World Trade Organization; some have even challenged its regional influence. Nevertheless, Brazil has been recognized as an emergent global power. This article analyzes the growing mismatch between the regional and global performance of Brazilian foreign policy and shows how both theoretical expectations and policy planning were “luckily foiled” by unforeseen developments. It argues that because of regional power rivalries and a relative paucity of resources, Brazil is likely to consolidate itself as a middle global power before gaining acceptance as a leader in its region.

Democracy postponed: a political economy of Brazil’s oligarchic foreign policy

Burges, Sean; Daudelin, Jean
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Conference paper Formato: 25 pages
Relevância na Pesquisa
76.51%
This chapter examines the ebbs and flows of pressure to democratize Brazil’s foreign policy and their implications for Brazil’s Ministry of Foreign Affairs, Itamaraty, which claims a monopoly over the formulation and practice of the country’s diplomacy. We hold distinct the questions of the democratic character of Brazilian foreign policy and the extent to which it is monopolized by Itamaraty (Lopes, 2013). Just as a state’s monopoly over the means of violence tells us little about a country’s democratic nature, the monopolization of diplomacy by a foreign ministry provides scant insight into the character of a country’s foreign policy.; Research for this paper supported by Australian Research Council grant# DE120100401.Australian Research Council

Le niveau d’autonomie du Brésil durant l’administration Lula (2003-2010) : étude du contexte pour l’action et des stratégies de politique étrangère

Lavallée-Montambault, Bruno
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
FR
Relevância na Pesquisa
56.43%
Ce mémoire a pour objet le niveau d’autonomie du Brésil par rapport à la première puissance hémisphérique, les États-Unis. La problématique est de comprendre quels sont les facteurs qui ont déterminé le niveau d’autonomie du Brésil durant les années où le président Luiz Inácio Lula da Silva a été au pouvoir (2003-2010). Les hypothèses avancées sont les suivantes : le contexte pour l’action a fortement favorisé l’accroissement du niveau d’autonomie du Brésil; les stratégies de politique étrangère ont permis une augmentation du niveau d’autonomie du Brésil. La première hypothèse, celle portant sur l’influence du contexte pour l’action, sera analysée en deux parties principales. D’une part, le contexte international qui est caractérisé par l’environnement international post-11 septembre 2001 et par l’émergence de nouvelles puissances sur la scène internationale. D’autre part, le contexte continental sera analysé en fonction des relations actuelles entre les États-Unis et l’Amérique latine, sous-continent longtemps considéré comme la cour-arrière américaine. L’évaluation de la seconde hypothèse consistera à faire l’analyse de trois stratégies de politique étrangère mises en place durant l’administration Lula. La première est le développement de relations Sud-Sud ou l’horizontalisation des relations. La seconde est la stratégie régionale du Brésil...

Rupturas e continuidades no padrão organizacional e decisório do Ministério das Relações Exteriores; Ruptures and continuities in the pattern of organizational decision making in Foreign Policy Office

FIGUEIRA, Ariane Roder
Fonte: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais Publicador: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
76.21%
Esse artigo tem como objetivo compreender como se estrutura o processo decisório em política externa no Brasil, com ênfase na dinâmica inter-burocrática. Para tanto, foi estabelecido dentro de um marco temporal de 20 anos (1988-2007) indicadores que permitam inquirir conclusões sobre o formato decisório seja centralizado ou horizontalizado em sua estrutura intra-burocrática, seja insulado ou permeável ao diálogo com outras agências governamentais.; The aim of this article is to understand how the decision process in Brazil's foreign policy is structured, with an emphasis on the inter-bureaucratic dynamics during 20 years (1988-2007), marked out by the time restrictions of the research. Therefore, indicators were established, which allow investigation of the conclusions as to whether decision-making is centralized or horizontalized in its intra-bureaucratic structure, whether it is insulated from or open to dialogue with other government agencies.

Brazil's rise on the international scene: Brazil and the World

Cervo,Amado Luiz
Fonte: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais Publicador: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 EN
Relevância na Pesquisa
56.23%
Since Cardoso and during Lula's Administration, the international order has undergone significant changes. These changes have allowed the Brazilian foreign policy to mitigate internal effects of an order established by others and, at the same time, to become an active participant in the formulation of the new order. To democratize globalization became the mainspring of Brazilian foreign policy. In the scope, President Lula has maintained the tradition of formulating and programming foreign policy as a State policy, and also has fostered the logistic strategy of incorporation of Brazil into the international scene.

Brazilian foreign policy towards South America during the Lula administration: caught between South America and Mercosur

Saraiva,Miriam Gomes
Fonte: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais Publicador: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 EN
Relevância na Pesquisa
76.21%
The aim of this article is to analyze Brazil's foreign policy towards the South American region during President Lula's administration. As such, the article intends to highlight two specific dimensions: the extent to which foreign policy during this period has differed from previous periods and the relative importance granted by Brazilian diplomacy to recent cooperation and integration efforts, more specifically the Unasur and Mercosur. The article argues that the Lula administration has behaved differently from its predecessors by prioritizing the building up of Brazilian leadership in South America on several different fronts, especially by strengthening multilateral institutions in the region

The new Africa and Brazil in the Lula era: the rebirth of Brazilian Atlantic Policy

Saraiva,José Flávio Sombra
Fonte: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais Publicador: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 EN
Relevância na Pesquisa
66.35%
In the post-Cold War world, Africa has been an important focus of Brazilian foreign policy. Having a significant historical weight in building our nation, African countries are also part of the moves adopted by Brazil's foreign policy. The main purpose of the present text is to show this relevant regional dimension regarding Brazil's international insertion during the Lula era. The work is divided in two parts: the first part approaches Africa's international insertion throughout recent years and the second analyses the dimension occupied by African affairs in Brazil during the Lula era. The main argument is that the new role played by Africa in the international scene coincides with a global Brazil

Brazilian foreign policy under President Lula (2003-2010): an overview

Amorim,Celso
Fonte: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais Publicador: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 EN
Relevância na Pesquisa
76.19%
Foreign Minister of Brazil since 2003, Ambassador Celso Amorim outlines the main guidelines and accomplishments of Brazil's foreign policy under President Luiz Inácio Lula da Silva. The article provides a full-fledged, although not exhaustive, narrative of a number of diplomatic initiatives championed by Brazil over the last eight years: from the gathering of the group of developing countries in a World Trade Organization (WTO) meeting in Cancun to the negotiations that led to the Declaration of Tehran, as well as the challenges the country has been facing as its international weight grows.

A Comparative Analysis of Brazil's Foreign Policy Drivers Towards the USA: Comment on Amorim Neto (2011)

Mourón,Fernando; Urdinez,Francisco
Fonte: Associação Brasileira de Ciência Política Publicador: Associação Brasileira de Ciência Política
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 EN
Relevância na Pesquisa
76.3%
This paper looks at the main finding by Amorim Neto (2011), namely that Brazil's power explains why it distanced itself from the country that had once been its great ally in the first half of the last century. We propose an alternative explanation grounded on the realist literature in IR. Ultimately, we seek to determine whether the variable has behaved in the same way for other South American countries, searching for independent variables that could help us explain a visible pattern in the region: the increasing distancing from the United States (USA) at the United Nations General Assembly. We want to contribute to the debate initiated by Amorim Neto (2011) and Schenoni (2012) for future research in the recent field of quantitative analysis of Brazilian Foreign Policy. Using Panel Corrected Standard Error analysis in ten South American countries from 1970 to 2007 we empirically prove that the lower the power gap between a South American country and the U.S., the lower its alignment with the USA in the UN General Assembly voting.

Soft Power, Hard Aspirations: the Shifting Role of Power in Brazilian Foreign Policy

Valença,Marcelo M.; Carvalho,Gustavo
Fonte: Associação Brasileira de Ciência Política Publicador: Associação Brasileira de Ciência Política
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 EN
Relevância na Pesquisa
66.42%
Journalists and policy analysts have highlighted the emergence of Brazil as a regional power. However, little attention has been paid to its foreign policy strategies. Brazil's rise to prominence in world politics represents the historical culmination of a foreign policy featuring two main strategies – persuasion and consensus building – both of which emphasise the use of soft power. We analyse four current foreign policy initiatives: the campaign for a permanent seat on the UNSC; the development of a nuclear submarine; Brazil's leadership of the UN peacekeeping mission in Haiti; and government support for Brazilian multinationals. We suggest a growing tension between these initiatives and the two strategies identified above. These initiatives reflect the view current among some policymakers that if Brazil is to rise as a global power it must play by the rules of great power politics.

Fiocruz as an actor in Brazilian foreign relations in the context of the Community of Portuguese-Speaking Countries: an untold story

Roa,Alejandra Carrillo; Silva,Felipe Ricardo Baptista e
Fonte: Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 EN
Relevância na Pesquisa
56.19%
Brazilian foreign policy paradigms and changes in the global scenario since the Cold War created conditions for stronger ties between Brazil and Portuguese-speaking African countries. Recently, Brazil took the lead in regional integration processes and in South-South cooperation initiatives. These strategies and Fiocruz's acknowledged technical expertise resulted in its direct involvement in Brazilian foreign public health policy in the Community of Portuguese-Speaking Countries. Fiocruz developed cooperation projects in various areas, sharing its know-how and best practices in the most critical fields in partner countries, consolidating "public health framework cooperation" and contributing to diversifying Brazil's partners and promoting Brazil as a global actor.

A política externa do governo Lula (2003-2010) para o Oriente Médio : precedentes, avanços e retomadas

Holand, Carla Andréia Ronconi
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.28%
O presente trabalho se propõe a descrever e analisar a política externa brasileira para o Oriente Médio no governo do presidente Luís Inácio Lula da Silva (2003-2010). O Brasil – conjuntamente com seus vizinhos sul americanos – buscou retomar e estreitar suas relações com essa região, que, historicamente, sempre apresentou-se como sendo não tradicional na atuação internacional brasileira. Assim, a política externa brasileira para o Oriente Médio é descrita e analisada, sendo identificados brevemente os antecedentes desta política desde o final da década de 1940 até os governos militares e o período de pós-democratização do País. A redescoberta recíproca das duas regiões representa vasto potencial ainda por se realizar no campo das relações bilaterais, tendo tido destaque no período o advento da Cúpula América do Sul-Países Árabes (ASPA). Diante dos novos contornos conduzidos pelo governo Lula do diálogo brasileiro e sul americano com os países do Oriente Médio, o objetivo principal deste trabalho é analisar a evolução dessas relações. Dentre as variáveis a serem investigadas, o trabalho aborda as características da política externa brasileira oriundas do setor externo como fator supletivo ao desenvolvimento nacional. Ademais...

The role of the Brazilian congress in foreign policy: an empirical contribution to the debate

Diniz,Simone; Ribeiro,Cláudio Oliveira
Fonte: Brazilian Political Science Review (Online) Publicador: Brazilian Political Science Review (Online)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 EN
Relevância na Pesquisa
76.15%
The article aims to contribute to the debate on Legislative participation in Brazil's foreign policy. The research is based on presidential messages referent to international agreements forwarded to Congress for deliberation between 6 October, 1988 and 31 December, 2006. We find that the Brazilian institutional model does not totally restrict the decision-making process concerning international acts to the Presidency of the Republic and to the Ministry of External Relations. We submit that by analysing presidential messages referent to international agreements forwarded by the Executive to Congress for deliberation, and how these make their way through the Chamber of Deputies, it is possible to identify the existence of a broader spectrum of political participation than much of the literature tends to point out.