Página 1 dos resultados de 18 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Entre espíritos doentios e doenças do espírito : tupi, jesuítas e as epidemias na América portuguesa (1549-1585)

Anzolin, André Soares
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
25.99%
Esta pesquisa visa analisar algumas das principais implicações causadas pelas epidemias nas interações desenvolvidas entre índios Tupi e jesuítas na América Portuguesa entre os anos de 1549 e 1585. Para isto, buscamos, inicialmente, salientar a influência das interpretações elaboradas sobre as origens dos contágios, tanto para a construção de concepções sobre o “outro” formuladas a partir do encontro, quanto para a criação de diferentes soluções e acomodações concebidas com o intuito de mitigar os efeitos provocados por estes fenômenos. Em seguida, destacamos como as implicações acarretadas por estas medidas de proteção, aliadas as transformações ocasionadas pelas abruptas quedas demográficas, repercutiram nas relações que se estabeleceram entre indígenas e inacianos durante estas pouco mais de três décadas. Deste modo, foi possível relacionar a emergência de diferentes epidemias ao desenvolvimento de aproximações e rupturas nestas interações, e, com isto, sublinhar as consequências drásticas destes surtos nas dinâmicas dos primeiros contatos desenvolvidos entre os Tupi e a missão jesuítica no período quinhentista.; This research aims to analyze the impacts of epidemics in the interactions between Tupi and Jesuits in América Portuguesa between the years 1549 and 1585. For this...

Trajetórias sociais e práticas políticas nas franjas do império

Kühn, Fábio; Silva, Augusto da; Comissoli, Adriano
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.1%
Com base na trajetória social e nas ações políticas dos governadores nomeados para os estabelecimentos coloniais de Santa Catarina, Rio Grande de São Pedro e Colônia do Sacramento, assim como na atuação dos camaristas das vilas, os autores buscam traçar um panorama do longo processo de consolidação dos domínios portugueses no sul da América Meridional, entre finais do século XVII e princípios do século XIX. Observam que esse processo, marcado externamente por avanços e recuos na disputa com os domínios espanhóis, tem de ser compreendido, também, pelo complexo jogo de forças e interesses internos travados entre o poder monárquico português e o poder dos grupos locais.; Based upon the social life and political actions by the governors nominated to the colonial areas of Santa Catarina, Rio Grande de São Pedro and Colônia do Sacramento, as well as the "vereadores", the authors of this article try to present a broad overview of the long process of consolidation of the Portuguese dominions in southern America, between the end of XVII century and the beginning of the XIX. It is observed that this process was deeply influenced by the disputes with the Spanish crown, but also by the complex set of interests and intern conflicts between the Portuguese crown and the local powers.

As práticas e os saberes médicos no Brasil colonial (1677-1808)

Viotti, Ana Carolina de Carvalho
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 179 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.02%
Pós-graduação em História - FCHS; A institucionalização do saber médico no Brasil deu-se somente após a chegada da Família Real e de sua Corte, no início do Oitocentos, ao Rio de Janeiro, através, primeiramente, das Escolas de Cirurgia da Bahia e do Rio de Janeiro (1808), e, num segundo momento, das Faculdades de Medicina baiana e carioca (1832). Ainda que a produção e disseminação do estudo sobre as artes de curar realmente ganhem corpo a partir do desembarque, há, nos séculos anteriores à emergência da clínica, diversas formas de pensar e tratar o doente e as doenças, com a presença de distintas personagens que não o médico entre as detentoras da possível cura. A elaboração de explicações para o adoecimento, individual ou coletivo, e para o tratamento dos achaques partia, pois, de diferentes lugares da sociedade. Diante das muitas perspectivas que se dispuseram a pensar a relação entre o são e o doente no período colonial – de onde se destacam os que curavam “pela alma”, como os religiosos cristãos e curandeiros; e os que curavam “pela prática e profissão”, especialmente sangradores, barbeiros, cirurgiões e doutores –, o objetivo maior da presente pesquisa está em pensar como se deu a construção do discurso sobre a doença e a cura que alcançaria a primazia...

Descrições portuguesas e francesas acerca dos nativos da costa brasileira entre 1549 e 1615: aproximações e distanciamentos desses olhares

Pires, Vinicius
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 104 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.1%
Pós-graduação em História - FCHS; Nosso objetivo principal consiste em mapear os relatos de portugueses e de franceses que se dedicaram a apresentar e narrar os indígenas da costa brasileira e seus costumes para o público europeu, buscando analisar as possíveis aproximações e distanciamentos desses relatos no que diz respeito às descrições sobre tais índios. Depois disso, procuraremos evidenciar, ainda através dos documentos, que as relações estabelecidas entre os nativos e os brancos também foram pautadas pelos interesses, vontades e acordos propostos pelos indígenas, assim, somos levados a repensar a inclusão desses índios na história colonial brasileira não mais como vítimas apáticas e desprovidas de anseios, mas sim como sujeitos que produziram e viveram suas próprias histórias. Os documentos aos quais fazemos referência foram produzidos, majoritariamente, de meados do século XVI, mais especificamente a partir de 1549, o ano da chegada dos jesuítas na jovem colônia portuguesa, até 1615, quando o projeto francês que visava instalar uma colônia no litoral maranhense, a França Equinocial, foi desfeito; Our main goal is to map the reports made by Portuguese and French explorers who devoted themselves to presenting and describing the native inhabitants of the Brazilian coast and their habits to the Europeans...

A crise da economia colonial: as dimensões internas das práticas mercantilistas nos escritos de Brito e de Vilhena

Silva, Karla Maria da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 124 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.15%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em História - FCLAS; Com o objetivo de contribuir para a história intelectual dos conflitos que antecederam a Independência do Brasil, o presente trabalho analisa duas fontes impressas: A Economia Brasileira no Alvorecer do Século XIX (1807) e Recopilação de Notícias Soteropolitanas e Brasílicas (1802), escritas na Bahia respectivamente pelo Desembargador João Rodrigues Brito e por Luiz dos Santos Vilhena. Os escritos de Vilhena são a expressão da mais genuína tradição mercantilista do mundo lusobrasileiro, para quem os dissabores enfrentados pelos colonos brasileiros derivavam da falta de ação mais enérgica do Estado no controle da produção e do comércio colonial. No outro extremo do debate estava Brito, um atualizado estudioso da Economia Política, cujos escritos revelam aspectos surpreendentes do mal-estar experimentado por setores coloniais às vésperas da transferência da Corte. A novidade apresentada por esse escrito reside no diagnóstico feito pelo seu autor de que os problemas dos produtores brasileiros não radicavam na oposição de interesses entre metrópole e colônia, mas no excesso de intervenção do Estado na economia colonial. Entretanto...

A educação sexual no Brasil colônia prescrita nos Regimentos do Santo Ofício da Inquisição Portuguesa (1552-1774)

Santos, Shirley Romera dos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 103 f. : tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.15%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Educação Escolar - FCLAR; Em 1536, por solicitação do rei Dom João III, o Papa autorizou a instalação do Tribunal do Santo Ofício em Portugal. Este, durante sua existência, que durou até o ano de 1821, contou com quatro Regimentos promulgados em 1552, 1613, 1640 e 1774, nestes constava as normas de administração do Tribunal, do direito penal e do direito processual penal. O objetivo desse trabalho é analisar, a partir da perspectiva da história e da sexualidade, as normas de conduta sexual presentes nesses manuais e a forma de aplicação das mesmas na sociedade colonial brasileira, visando elucidar se as referidas normas se constituíam como educação sexual imposta aos colonos brasileiros. Para analisar a aplicabilidade dessas regras de conduta sexual, fizemos uso das confissões coletadas durante as visitas de Heitor Furtado de Mendonça, às capitanias da Bahia e Pernambuco, entre os anos de 1591 e 1595. Em nossa análise dos Regimentos, por diversas vezes, fomos remetidos às normas de conduta sexual presentes nas Ordenações do Reino, compêndio de leis civis portuguesas. A constante citação dessas leis nos permitiu concluir que normas de conduta sexual eram impostas no Brasil Colônia tanto pela Igreja como pelo Estado.; En 1536...

Entre o atlântico e o sertão : mulheres e vida urbana na capitania de Goiás

Motta, Tatiana Carvalho
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
45.97%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de História, 2006.; Esta pesquisa examina as diferentes formas de inserção das mulheres na sociedade colonial da capitania de Goiás, particularmente na porção final do século XVIII e início do século XIX, momento compreendido sob a ótica da “crise” na historiografia regional. Considerando as dinâmicas intercontinentais efetuadas no contexto do tráfico transatlântico, situamos a capitania de Goiás como uma das áreas do Brasil colônia por onde repercutiram esses amplos movimentos. Em uma perspectiva de gênero, discutimos de maneira abrangente as estratégias utilizadas pelas mulheres no que se refere à construção de uniões conjugais, às formas de obtenção de lforria, aos negócios femininos e às possibilidades de autonomização das mulheres de cor. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This research examines the different forms of women insertion in the colonial society of the captainship of Goiás, particularly in the final portion of the eighteenth century and beginning of the nineteenth century, a moment that is understood under the optics of the “crisis” in the regional historiography. Considering the ntercontinental dynamics effected in the context of the transatlantic traffic...

Batuque na cozinha : estudo sobre os espaços de cozinhar no Brasil colônia, através dos relatos de viajantes

Villar, Maria
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.18%
Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2010.; A presente dissertação BATUQUE NA COZINHA - Estudo sobre os espaços de cozinhar no Brasil colônia, através dos relatos de viajantes - tem no seu batuque o objetivo de desenhar e caracterizar espaços de cozinhar do Brasil colônia, partindo da leitura dos relatos de viajantes e cronistas atenciosos às paisagens, povos e costumes do país. Os relatos interessantes ao paladar em questão foram selecionados na obra O Brasil dos Viajantes de Ana Maria de Moraes Belluzzo. Foram saboreados indícios escritos e pictóricos de espaços que seriam o passado remoto das cozinhas brasileiras, degustando hábitos de culturas descritas, citações relacionadas à arquitetura, descrições do universo feminino e dos locais descritos como cozinhas. No intuito de intensificar o paladar, as informações colhidas foram organizadas por matrizes étnicas, no caso, as três formadoras da identidade brasileira: a indígena, a africana e a européia, ou, a índia, a negra e a branca. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This dissertation BATUQUE IN THE KITCHEN – Study of the cooking space in Brazil colony...

Notas sobre a formação de uma rede urbana de um “tempo lento” no período da mineração no Brasil Colônia

Costa, Everaldo Batista da; Scarlato, Francisco Capuano
Fonte: Instituto de Geociências da Universidade Federal de Roraima Publicador: Instituto de Geociências da Universidade Federal de Roraima
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
45.97%
Este artigo analisa a formação de uma ampla rede urbana de um tempo lento que (re)configura o território brasileiro, no século XVIII, com as atividades que subsidiam a economia da mineração do ouro e dos diamantes, a partir de uma abordagem geohistórica. Ao se formar uma rede intra e inter-regional de circulação de pessoas, novas mercadorias e idéias, produzem-se espaços econômicos particulares e lugares simbólicos referenciais no território da antiga zona da mineração. Logo, fica claro que esta empresa favoreceu a articulação de distintas áreas do território brasileiro e o estabelecimento de atividades paralelas, como a pecuária e a agricultura de subsistência, que se desenvolveram no século XVIII e ganharam vulto no século XIX, em alguns pontos da zona do ouro e dos diamantes. Refuta-se a tradicional análise historiográfica da crise que devasta o território mineiro com o declínio da extração do ouro, como já aponta a historiografia contemporânea, que indica as áreas econômicas mais dinâmicas no território mineiro, mesmo com o declínio da principal atividade, como parte da Comarca do Serro do Frio e a Comarca do Rio das Mortes, com São João Del Rei.

Os Jesuítas no Espírito Santo 1549-1759: contactos confrontos e encontros

Cunha, Maria José dos Santos
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
25.94%
Este trabalho analisa a acção missionária jesuíta na capitania do Espírito Santo entre 1549 e 1759no quadro geral do Brasil colónia dentro do estruturado espaço colonial português, comummente chamado Império. O objectivo principal deste trabalho é o levantamento de dados sobre a sua actuação no processo geopolítico religioso na capitania onde se cruzam colonizadores, indígenas de diferentes etnias, estrangeiros e religiosos. Do encontro dos dogmas cristãos com o pensamento indígena e a intenção dos colonizadores surge o confronto. Os jesuítas elaboram então um conjunto de propostas que contribuíram para a evolução do pensamento político moderno e mudaram as regras dentro da própria Companhia. Destacam-se as missões indígenas e as fazendas, como polos de surgimento duma nova cultura que resulta do cruzamento dos diferentes agentes envolvidos e o seu papel na permuta e consolidação da presença portuguesa: ABSTRACT: Jesuits in Espírito Santo 1549-1759: contacts, confrontations and encounters This work analyzes Jesuit missionary activities in the Captaincy of Espírito Santo (1549-1759) in colonial Brazil (1500-1822) within the framework of the Portuguese colonial Empire (1415-1974). This work is based on data found on the religious geo-political process in the Captaincy of Espírito Santo whereby European colonizers...

A legislação indígena: ambigüidades na formação do Estado-nação no Brasil

Gileno,Carlos Henrique
Fonte: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos Publicador: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.24%
O principal objetivo do presente artigo é discutir alguns aspectos das ambigüidades da legislação indígena desde a colônia até a segunda metade do século XIX no Brasil. Em última instância, aquelas ambigüidades revelavam as tensões estabelecidas entre os poderes locais e a metrópole lusitana, uma vez que as leis expedidas pela coroa portuguesa em favor da liberdade dos índios não foram efetivadas na prática, persistindo o cativeiro indígena até a sua abolição formal em 1831. Entretanto, mesmo após a abolição, a defesa legal dos direitos indígenas seria um tema constante de intelectuais e políticos no decorrer da segunda metade do século XIX, já que a ausência daquela defesa impossibilitava a integração dos índios ao Estado-nação.

P.R. = Príncipe Real = ponha-se na rua

Maciel, Adhemar Ferreira
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.45%
Narra uma das histórias da cidade do Rio de Janeiro, citando passagens desde a sua fundação que levou o nome de cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, até a transferência da corte portuguesa para o Brasil. Menciona fatos históricos, e a reação dos cariocas com a chegada da família real.

O regime jurídico-constitucional dos bens públicos da união : perspectiva histórica e positiva

Martins, Humberto Eustáquio Soares
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Parte de Livro
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.54%
Comenta que o regime jurídico dos bens públicos da União é um dos temas de maior complexidade do Direito, na medida em que ultrapassa as fronteiras do Direito Constitucional e do Direito Civil, abrangendo o Direito Administrativo e o Direito Ambiental. Declara que a forma assistemática com que o tema vem sendo trabalhado é, em grande medida, resultante do imenso arcabouço de leis e decretos, de diferentes regimes constitucionais, que se superpõem e dificultam a atuação do intérprete e do aplicador da norma no âmbito administrativo. Declara que é essencial o aprofundamento das tentativas doutrinárias de se impor uma sistematização conceitual ao tema, levando-se em conta fundamentalmente quatro princípios reitores: a defesa do interesse público; a preservação do meio ambiente, que, em muitos casos, ganhará relevo superior; o respeito à cultura e à tradição multissecular dos povos indígenas; e a preservação da soberania nacional. Discorre sobre os bens públicos, conceituação jurídica, classificação e evolução nos períodos colonial e imperial. Ressalta o regime constitucional de bens públicos: classificação finalística.

Pequena história da magistratura trabalhista brasileira no período colonial

Caplan, Luciana
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.51%
Examina a constituição e desenvolvimento da magistratura brasileira a partir da análise histórica direcionada ao período específico do Brasil colônia, detectando as características do grupo de magistrados a partir da política levada a termo pela metrópole com vistas à dominação do território além-mar.

O trabalho escravo como expressão latente da questão social

Boaventura, Bruno J. R.; Silva, Ivone Maria Ferreira da
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.44%

Os recursos cíveis no Direito brasileiro antes do Código de 1973, em perspectiva histórica

Cruz, Rogerio Schietti Machado
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.53%
Texto de Ministro do Superior Tribunal de Justiça.

Brasil indo-lusitano: influências culturais das Índias Orientais no Brasil Colonial (1672-1712)

Maciel, Rodrigo Araújo
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.01%
A dissertação foca na importância dos variados contributos naturais e materiais vindos das possessões ultramarinas portuguesas localizadas na Ásia, como Goa e Macau, no processo de constituição do Brasil Colônia - inserido em um recorte temporal especifico que vai do ano de 1672 até 1712. Buscou-se aqui analisar documentalmente as medidas régias que possibilitaram e incentivaram a transplantação das riquezas identificadas nos biomas Orientais para a parte Ocidental do Império lusitano - com ênfase na Bahia – e os desdobramentos sociais dessa política no período explicitado. Aliado a isso, realizamos uma análise (biblio)biográfica do mito das três raças, relacionando a sua ampla utilização ao reforço de certos vazios historiográficos, como o que aqui pretendeu-se explorar.; The present work focuses on the importance of the various natural and material contributions of the Portuguese overseas possessions located in Asia, such as Goa and Macao, in the formation process of colonial Brazil - inserted in a specific period of time that goes from 1672 to 1712. Here we sought to examine the portuguese royal measures that enabled and encouraged the transplantation of the Eastern biome wealthnesses to the Western side of the Lusitanian Empire - with emphasis in Bahia - and the social consequences of this policy in this specific period. Allied to this...

Reflexões historico-politicas

D'Almeida, Jose Bernardino Baptista Pereira
Fonte: Rio de Janeiro : Silva Porto Publicador: Rio de Janeiro : Silva Porto
Tipo: livro Formato: 89 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.1%
Aborda temas sobre a história do Brasil e analisa a origem da descoberta, a ocupação, o comércio, a educação e a educação do Brasil Colônia; Século feliz, onde se permite pensar, o que se quer, e dizer o que se pensa. Tacito