Página 1 dos resultados de 56 itens digitais encontrados em 0.020 segundos

Change over continuity? An analysis of Brazilian foreign policy during President Lula's years (2003-2010); Mudança sobre continuidade? Uma análise da política externa brasileira durante os anos do Presidente Lula (2003-2010)

Viegas, Otávio Macedo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2013 EN
Relevância na Pesquisa
35.98%
Since the first months of Lula da Silva's presidency, Brazil adopted a more assertive stance in its foreign policy. A number of recent papers and books have emphasized one aspect of change in the country's strategy of external insertion, during President Lula's two terms in office (2003-2010): autonomy played a central role in the framing of Brazilian interests in global affairs. Chapter 1 reviews the literature on Brazilian foreign policy during that period, taking into account the following dimensions: a) the concept of autonomy; b) the return of the autonomist group to Itamaraty and the erosion of the ministry's monopoly in foreign policy-making; c) the links between regional leadership and a more autonomous stance in international politics. The goal of chapter 2 is to make an analysis of Brazilian foreign policy during President Lula's years (2003-2010) and is divided in two parts, besides the introduction and the conclusion. In the first section I initially discuss the concepts of middle-power and autonomy, then proceed to an overview of Brazil's foreign policy in the period. In the second section I analyze the country's quest for autonomy during President Lula's government, emphasizing the aspect of change in diplomatic stances during his second term. I argue that adjustment and program changes took place in this period and also discuss structural challenges affecting Brazil today.; Desde os primeiros meses da presidência de Lula da Silva...

Lula, o Herói do Monomito : a representação da trajetória de Luiz Inácio Lula da Silva

Ramos, Érico Tlaija
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.79%
Essa monografia é uma abordagem de caráter especulativo sobre a construção da imagem pública do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, através da análise da representação de sua trajetória. Inicialmente, é feita uma revisão de algumas idéias de Wilson Gomes a respeito do fenômeno a que chama Política de Imagem e, a partir de uma correlação destas idéias com o conceito de mimese contido na Poética de Aristóteles, o estudo compara a representação da carreira política de Lula com a jornada do herói universal proposta por Joseph Campbell. O estudo propõe uma reflexão sobre a utilização do discurso narrativo no campo do jornalismo e da propaganda política como instrumento de construção da imagem pública.

A construção do Estado em Moçambique e as relações com o Brasil

Cau, Hilário Simões
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
35.84%
Uma revisão das relações Brasil-África nas últimas quatro décadas, desde a independência dos países africanos, mostra que a África subsaariana deteve um baixo perfil nas prioridades externas brasileiras. A isto se deveu a fraca intensidade de relacionamento entre ambas as partes, assim como a descontinuidade de interesses por parte dos diferentes governos brasileiros, tanto no desenho de estratégias de cooperação, assim como na coordenação de ações conjuntas perante aos Estados desenvolvidos. Factores internos, no Brasil, como a percepção dos diferentes governos militares para com a orientação política externa, a correlação de forças no sistema internacional, com efeitos visíveis em países africanos, relações privilegiadas destes com as suas antigas metrópoles, assim com a forma utilizada por alguns países africanos a ascender à independência, actuaram como elementos positivos ou negativos para uma maior ou menor aproximação entre o Brasil e a África em geral. As relações entre Brasil e Moçambique desde 1975, foram mais profundas no âmbito político do que no comercial, pois a ausência de um sector privado e de um modelo de desenvolvimento escolhido por Moçambique, bem como a guerra civil, acabou por se tornar elementos chave para a retração das intenções brasileiras de manter cooperação econômica sólida com a margem do Índico. A situação se reverteu na década 1990 com as mudanças políticas introduzidas em Moçambique...

Lula na revista Veja : uma comparação entre 2002 e 2010

Thibes, Victoria Jurkfitz Kessler
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.87%
Este trabalho estuda a formação de sentidos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas reportagens da revista Veja, fazendo uma comparação entre 2002 e 2010. O objetivo geral é verificar se houve mudança na imagem de Lula na revista após oito anos de presidência, compreendendo o momento em que ele foi eleito e seu último ano de governo. Os objetivos específicos são descobrir os sentidos apresentados pela revista em 2002, descobrir os sentidos apresentados em 2010 e comparar os resultados obtidos. Utilizamos como método a Análise de Discurso de linha francesa (AD), analisando cada uma das matérias selecionadas e identificando suas Formações Discursivas (FD), exemplificadas através de diferentes Sequências Discursivas (SD). Para compor o corpus da pesquisa selecionamos uma matéria para cada mês entre Setembro e Novembro de 2002 e Setembro e Novembro de 2010, compreendendo o mês imediatamente anterior às eleições, o período entre o 1º e o 2º turnos e o mês imediatamente após as eleições, quando já se sabia o resultado. Levamos em consideração as matérias que foram mostradas na capa da revista, por entender que esta é a principal da edição, e selecionamos as que se aproximam mais de nosso objeto de pesquisa...

Cineclubismo e políticas culturais : uma análise das implicações das políticas do governo Lula na configuração da rede no Rio Grande do Sul

Baldini, Juliana Previatto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
35.84%
O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no período de 2003 a 2010, foi marcado pela adoção de uma nova concepção de cultura, sustentando a necessidade de assumi-la enquanto valores, posturas e comportamentos sociais. Isso exigiu do Estado uma nova postura, sustentada pelas políticas culturais, cabendo destaque ao esforço de democratização promovido com a reestruturação do Ministério da Cultura (MinC) como tentativa de combater o problema da exclusão cultural. Em relação ao cinema, a atitude assumida foi de encontro à de mecenas praticada até então, especificamente baseada em políticas de financiamento, ilustradas pelas Leis Rouanet (1991) e do Audiovisual (1993). Voltada à questão do audiovisual, a iniciativa que se destacou foi o Cine Mais Cultura, parte do Programa Mais Cultura, que tem por objetivo a implementação e a ampliação de espaços de exibição audiovisual fora do esquema comercial, essencialmente representados pelas atividades cineclubistas – organizações formadas por cinéfilos e pessoas interessadas em cinema, que se reúnem para apreciar e refletir sobre essa arte. O alcance dessa ação acontece através da disponibilização de equipamento audiovisual para projeção digital...

Política externa brasileira para o mundo árabe : uma análise dos governos Lula da Silva e Dilma Rousseff (2003-2013)

Riediger, Bruna Figueiredo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.03%
Em 2003, com a posse do presidente Lula, iniciou-se no Brasil uma política externa que tinha na diversificação de parceiros uma de suas linhas orientadoras. Com isso, o Mundo Árabe voltou à agenda diplomática brasileira e, nos anos de governo Lula, recebeu diversas visitas de autoridades brasileiras, sendo várias do Ministro Celso Amorim e do próprio presidente Lula. Além disso, novas embaixadas foram abertas, criou-se uma cúpula da América do Sul com a região e o Brasil buscou-se inserir no processo de paz palestino-israelense. Em 2011, no entanto, com a posse da presidente Dilma Rousseff no Brasil e o início de protestos no Mundo Árabe – os quais levaram a importantes modificações nos governantes de determinados países -, a continuidade dessa política ficou comprometida. A Mudança de Política Externa tem no perfil da liderança e no contexto internacional duas de suas fontes mais importantes de mudanças. No caso brasileiro, percebeu-se a continuação das linhas mestras da política externa brasileira, a defesa de princípios tradicionais, ao mesmo tempo em que ocorreu determinado recuo no ativismo político brasileiro não só na região, mas internacionalmente, no geral. Concluiu-se que a “Primavera Árabe” não levou a uma mudança da estratégia brasileira para o Mundo Árabe; o perfil da presidente...

A política externa brasileira para a África durante o governo Lula (2003- 2010) : a cooperação internacional em prol da segurança alimentar

Sens, Diogo Filipe
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
35.95%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, Mestrado em Relações Internacionais, 2014.; A segurança alimentar ganha espaço nas discussões públicas, no Brasil, a partir do processo de redemocratização, por meio da mobilização das forças sociais. A partir da eleição de Lula, em2003, a questão do combate da fome foi alçado ao nível de principal política pública – nacional e internacional – brasileira. Por meio da diplomacia presidencial ou de cúpula, Lula mobilizou a comunidade internacional em torno do problema da fome e da miséria, considerado pelo presidente o maior causador das instabilidades internacionais. No âmbito da política externa brasileira, Lula desenvolveu o conceito de desenvolvimento econômico e social, pelo qual a questão da fome encontra outros conceitos consagrados pela História da inserção internacional do Brasil, como a diversificação de parcerias, a valorização do multilateralismo e a promoção de uma ordem internacional mais justa. O presente trabalho pretende analisar essa interação entre a questão da fome e a política externa. Em um primeiro momento, estabelecerá os princípios históricos da política externa brasileira que foram resgatados – de modo explícito ou não – por Lula...

O Pacífico superou o Atlântico: locomotiva chinesa, um desafio para o Brasil: uma análise da diplomacia político-econômica na Era Lula (2003-2010)

Andrade, Andréa Cristina Tavares de; Lima, Marcos Costa (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
35.94%
Embora a relação diplomática entre Brasil e China tenha sido restabelecida em 1974 e, desde então, os dois países venham contabilizando períodos de relativo afastamento e aproximação, é a partir do final da década de 90 que ambos decidem impulsionar a parceria. No governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), a China ganha patamar estratégico na política externa1 brasileira. Com a iniciativa, o País sul-americano visa assegurar a liderança regional, fortalecer o comércio e garantir a segurança. Exemplos dessa decisão surgem no início da gestão de Lula. Entre 2003 e 2004, foram efetivados 18 entendimentos com os chineses em segmentos como ciência e tecnologia, esportes, transportes e cooperação industrial. Nos oito anos do governo Fernando Henrique (1995-2002), soma-se apenas 17. Os dividendos políticos, como o apoio para que o Brasil se torne membro efetivo do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (CSONU), ainda não foram alcançados pela nação sul-americana. O Brasil ainda necessita fortalecer sua relação política com a China visando consolidar-se em outros fóruns multilaterais, a exemplo do Banco Mundial, do Fundo Monetário Internacional (FMI) e da Organização Mundial do Comércio (OMC). A presente proposta de pesquisa visa analisar a diplomacia brasileira na Era Lula (2003 a 2010) e como esse modelo adotado contribuiu para construir o atual cenário da relação político-econômica sino-brasileira. Também me proponho abordar o processo evolutivo da relação políticoeconômica entre Brasil e China e elencar os resultados notificados pelo País sul-americano...

A África do Sul na política externa do Governo Lula (2003-2010)

Marcon, João Paulo Falavinha
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
35.83%
Resumo: O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante os dois mandatos em que esteve empossado no cargo (2003-2010), desenvolveu, juntamente com sua equipe ministerial, os vértices que nortearam sua Política Externa, bem como buscou implementá-los. Dentre os vários objetivos almejados pela diplomacia brasileira, notadamente "presidencial", incluiu-se realizar maior aproximação com o continente africano, o que ocorreu. Assim, o Brasil estabeleceu parcerias e desenvolveu projetos e estratégias com variados países africanos, entre eles, a África do Sul. Considerando o exposto, o presente trabalho analisou, primeiramente, as características gerais da PEB do Governo Lula; em um segundo momento, estudou-se a importância do continente africano para o referido Governo; e, em uma terceira etapa, focou-se a relevância específica da África do Sul para o Governo Lula. A abordagem metodológica foi, essencialmente, qualitativa, e desenvolvida por meio de análise de conteúdo de discursos, documentos oficiais e históricos selecionados, bem como através da literatura especializada sobre o tema. O problema da presente dissertação consistiu em analisar as razões e motivações da aproximação, durante o Governo Lula, em direção à África do Sul...

Corrupção, política econômica e programas sociais na construção do discurso de oposição do PSDB ao governo Lula (2003-2010)

Guimarães, Maikio Barreto
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
35.82%
Esta dissertação realiza a análise do discurso de oposição do PSDB durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010). A partir de uma perspectiva que reúne a abordagem da Análise de Discurso e elementos da Ciência Política, o trabalho tem como objetivos, com base nos posicionamentos dos líderes tucanos1 sobre corrupção, política econômica e programas sociais, compreender que condições de emergência marcaram a estruturação de um discurso de oposição à gestão petista. Além disso, serão investigadas quais as estratégias de articulação discursiva utilizadas pelo PSDB. O corpus da pesquisa foi composto pelos pronunciamentos proferidos, em plenário, pelos líderes do PSDB na Câmara dos Deputados. O estudo também utiliza declarações de outros personagens importantes na hierarquia tucana, retiradas do jornal Folha de São Paulo. Para melhor contextualizar o enfrentamento entre oposição e governo, este trabalho coletou, também no periódico, manifestações de integrantes do governo e líderes do PT.; This dissertation performs discourse analysis of the opposition PSDB during the administration of President Luiz Inácio Lula da Silva ( 2003-2010 ). From a perspective herding approach the Analysis of Discourse and elements of Science Policy...

Balan??o de gest??o 2003-2010 Escola Nacional de Administra????o P??blica

Escola Nacional de Administra????o P??blica (Brasil)
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Relat??rio Gerencial
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
45.58%
O balan??o destes oito anos de trabalho da ENAP durante os dois mandatos do Presidente Luiz In??cio Lula da Silva busca descrever a a????o desta Escola para o fortalecimento da fun????o capacita????o de servidores na administra????o p??blica federal; N??mero de p??ginas: 26 p.; Escola de Governo

La cooperación técnica sur-sur en el gobierno Lula da Silva

Medeiros Farías, Marcia María
Fonte: Pontifícia Universidade Javeriana Publicador: Pontifícia Universidade Javeriana
Tipo: masterThesis; Trabajo de Grado Maestría Formato: application/pdf
Relevância na Pesquisa
45.86%
Durante el gobierno del presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), la cooperación Sur-Sur recibió un gran impulso político y financiero, convirtiéndose en una de las directrices de su política exterior y pasando a integrar una estrategia de afirmación de la posición brasileña en el escenario político mundial. La cooperación prestada por Brasil fue lanzada al mundo como un instrumento de diplomacia solidaria. El énfasis en la modalidad técnica y la no imposición de condiciones a los países receptores convirtieron la propuesta brasileña en una política diferenciada dentro del tradicional sistema internacional de cooperación. Al promover la cooperación Sur-Sur como un gesto de solidaridad, es posible que la política exterior del referido gobierno la instrumentalizó como recurso de poder, con miras a conferir mayor proyección internacional a Brasil. Desde el enfoque de la interdependencia compleja y con base en los planteamientos teóricos de Joseph S. Nye Jr., en lo que se refiere al poder en el siglo XXI, este estudio objetiva responder si la cooperación Sur-Sur, en su modalidad técnica, durante el gobierno del presidente Lula da Silva, fue instrumentalizada como fuente de soft power. La estructura del trabajo igualmente resalta aspectos como: la estrategia de inserción internacional de Brasil...

Análisis del proceso de toma de decisión en la política exterior de Brasil desde la teoría del rol aplicación al caso de la integración física de América del Sur bajo el gobierno de Lula da Silva (2003 2010)

Tobler, Cornelia Elisabeth
Fonte: Pontifícia Universidade Javeriana Publicador: Pontifícia Universidade Javeriana
Tipo: masterThesis; Tesis de Grado Maestría Formato: Pdf
Relevância na Pesquisa
35.87%
En esta investigación se estudió, desde la perspectiva constructivista, la toma de decisión en la política exterior de Brasil. Con base en la teoría del rol se analizaron la construcción del rol de Brasil frente a América del Sur y el proceso de role location que llevó a la prioridad por parte del gobierno de Lula da Silva de promover la integración física en el marco de IIRSA. Como resultado, se encontró que debido a la pluralización de actores en la política exterior, las élites de Itamaraty vieron su monopolio decisorio disminuir relativamente, a favor de las élites del sector privado. Con base en el análisis empírico de sus concepciones del rol, se evidenció que estas estaban disputadas entre las élites. Por otro lado, se mostró que con el fenómeno de la presidencialización, que aumentó de manera significativa bajo Lula da Silva, el proceso de role location se canalizó alrededor del presidente. De esta manera, el juego político doméstico, dentro del cual se encontraba el presidente, se convirtió en elemento decisivo para la toma de decisión. Por consiguiente, debido a la necesidad política de ampliar las bases de sustentación de sus decisiones, Lula da Silva optó por IIRSA, dado que corresponde a una política que permite unificar las dos concepciones del rol de las élites analizadas.; This research analyses the decision-making process in the Brazilian foreign policy from a constructivist perspective. Based on the premises of role theory...

O sindicalismo bancário carioca no governo Lula

Santos, Frank Ferreira dos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 195 p.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
35.85%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Florianópolis, 2010; O presente trabalho trata da relação entre entidades sindicais e Estado no período 2003-2009, referente aos dois mandatos de Luiz Inácio Lula da Silva como Presidente da República, utilizando como estudo de caso o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários do município do Rio de Janeiro (SEEB/RJ), investigando em que medida a ascensão de Lula impactou nas estratégias políticas e corporativas do sindicalismo bancário (carioca), observando mudanças no grupo dirigente em nível municipal, dissídios salariais entre 2003 e 2008, a elaboração das estratégias de negociação e se tal elaboração era aceita pela base. Com base na análise de livros, documentos oficiais, jornais sindicais e entrevistas com personagens do movimento sindical bancário carioca, conclui-se que, em comparação ao governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), a relação entre as entidades sindicais bancárias e o governo federal passou por mudanças positivas, impulsionada pela aliança histórica entre trabalhadores e Lula. Mas essa modificação (cujo exemplo emblemático é a inclusão dos bancos públicos na mesa de negociação salarial...

Imprensa, poder e democracia: os bastidores da cobertura jornalística da Presidência do Brasil

Pereira, Fábio Henrique; Lacerda, Ana Guerreiro; Santos, Michelle Mattos dos
Fonte: Faculdade de Comunicação (FAC) da Universidade de Brasília (UnB) Publicador: Faculdade de Comunicação (FAC) da Universidade de Brasília (UnB)
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
35.82%
O artigo analisa a cobertura jornalística diária sobre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para a realização do estudo, os autores acompanharam, durante o período de 11 a 14 de janeiro de 2005, o cotidiano do Comitê de Imprensa do Palácio do Planalto e da Secretaria de Imprensa e Divulgação (SID), ligada à Presidência da República. O foco da pesquisa foram as rotinas produtivas dos jornalistas que cobrem o Planalto e sua relação com os acessores de imprensa na construção da agenda jornalística dos atos ligados ao presidente Lula. _______________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This paper analyses President's Lula daily journalistic covering. To make this study, the researchers porsuived, from January 11 to 14, daily work of the Press Comit and Presidency Press and Publishing Secretary (Secretaria de Imprensa e Divulgação), Study's focus was journalistic produtive routines and the relationship between journalists and press assistence in President Lula agenda setting.

O futebol na agenda do governo Lula : um salto de modernização (conservadora) rumo a Copa do Mundo FIFA 2014; Football on the agenda of Lula's government : a leap of modernization (conservative) towards 2014 FIFA World Cup

Santos, Mariângela Ribeiro dos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
55.91%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, 2011.; O presente estudo analisa o princípio organizador da agenda governamental para o futebol no período compreendido entre o primeiro e segundo mandatos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), bem como discute suas implicações para a formulação de políticas públicas voltadas para a modalidade. Para tanto, realizou-se uma investigação estruturada a partir de levantamento bibliográfico e pesquisa documental, por meio de: literatura acadêmica sobre o tema; notícias produzidas pela Assessoria de Comunicação do Ministério do Esporte – divulgadas através de seu portal eletrônico; e, complementarmente, os discursos proferidos pelo referido mandatário relacionados ao futebol, selecionados a partir do portal eletrônico da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. O tratamento dos dados foi realizado com base no método de análise de conteúdo, o que permitiu a categorização de cinco eixos de ação política: ordenamento legal, gestão dos clubes, segurança nos estádios, financiamento e Copa do Mundo FIFA 2014 – este último com maior destaque, identificado como princípio organizador da agenda. A pesquisa concluiu que as políticas públicas dirigidas para o futebol no governo supracitado foram bastante contraditórias. Mediante a existência de avanços significativos no que se refere ao papel exercido pelo Estado na sua relação com o setor esportivo – com destaque para a questão do planejamento –...

El papel de Brasil como potencia regional militar en la construcción de una agenda suramericana de defensa en los periodos presidenciales de Luiz Inácio Lula Da Silva 2003-2010; The role of Brazil as a regional military power in the construction of a South American agenda of defence in the presidential terms of luiz Inácio Lula Da Silva 2003-2010

Granados Hernández, Leidy Catalina; González Naranjo, Stephanie Katherine; Gómez Azuero, Juan Pablo
Fonte: Universidad Militar Nueva Granada; Facultad de Relaciones Internacionales, Estrategia y Seguridad; Relaciones Internacionales y Estudios Políticos Publicador: Universidad Militar Nueva Granada; Facultad de Relaciones Internacionales, Estrategia y Seguridad; Relaciones Internacionales y Estudios Políticos
Tipo: bachelorThesis; Trabajo de grado Formato: pdf; pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
35.82%
A inicios del siglo XXI las dinámicas y los procesos del sistema internacional han permitido que Estados como Brasil obtengan un papel relevante en el manejo de la seguridad internacional de una manera directa, dejando un lado los direccionamientos clásicos de Estados como Estados Unidos, con la finalidad de crear un espacio propicio para el desarrollo de los intereses nacionales y así lograr un papel preponderante en la escena regional para proyectarse como potencia global, aspirando a su vez influir en las reglas y en los regímenes del sistema internacional. Con este trabajo se pretende comprobar que la conformación una nueva agenda suramericana de defensa, por medio del liderazgo de Brasil en especial del ex presidente Luiz Inácio Lula Da Silva busco disipar el papel de Estados Unidos como el doctrinario clásico de los temas de defensa en la región, proyectándose así como potencia militar para convertirse en el principal distribuidor de armamento en Suramérica.; At the beginning of the 21st century the dynamics and processes of the international system have allowed States such as Brazil to obtain a relevant role in the management of international security in a direct way, leaving aside the classic routing of States as the United States...

A política externa do governo Lula (2003-2010) para o Oriente Médio : precedentes, avanços e retomadas

Holand, Carla Andréia Ronconi
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
35.9%
O presente trabalho se propõe a descrever e analisar a política externa brasileira para o Oriente Médio no governo do presidente Luís Inácio Lula da Silva (2003-2010). O Brasil – conjuntamente com seus vizinhos sul americanos – buscou retomar e estreitar suas relações com essa região, que, historicamente, sempre apresentou-se como sendo não tradicional na atuação internacional brasileira. Assim, a política externa brasileira para o Oriente Médio é descrita e analisada, sendo identificados brevemente os antecedentes desta política desde o final da década de 1940 até os governos militares e o período de pós-democratização do País. A redescoberta recíproca das duas regiões representa vasto potencial ainda por se realizar no campo das relações bilaterais, tendo tido destaque no período o advento da Cúpula América do Sul-Países Árabes (ASPA). Diante dos novos contornos conduzidos pelo governo Lula do diálogo brasileiro e sul americano com os países do Oriente Médio, o objetivo principal deste trabalho é analisar a evolução dessas relações. Dentre as variáveis a serem investigadas, o trabalho aborda as características da política externa brasileira oriundas do setor externo como fator supletivo ao desenvolvimento nacional. Ademais...

Política Cultural em tempos de democracia a Era Lula; Cultural Policy in Democratic Times The Lula Age

Calabre, Lia
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Brasileiros Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Brasileiros
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 26/06/2014 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
35.82%
A proposta deste artigo é a de fazer um balanço das políticas culturais durante a gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010). Alguns parâmetros contemporâneos de política cultural democrática e participativa começaram a ser colocados em prática, no Brasil nesse período. Inicialmente será apresentada uma rápida reconstituição das políticas culturais no Brasil, com ênfase especial no período posterior à criação do Ministério da Cultura (1985). Seguida de uma análise das gestões dos ministros Gilberto Gil e Juca Ferreira.; The purpose of this article is to summarize the cultural policies during the administration of President Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010). Some contemporary parameters of democratic and participatory cultural policy began to be put into practice in Brazil during this period. It will initially be presented a rapid reconstitution of cultural policies in Brazil, with special emphasis on the period after the establishment of the Ministry of Culture (1985), followed by an analysis of the Ministers Gilberto Gil and Juca Ferreira managements.

Representações sociais do Brasil no fim do governo Lula através das revistas “Rolling Stone Brasil” e “Piauí”

Rocha Júnior, Carlos Augusto de França
Fonte: Temática Publicador: Temática
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
35.82%
A partir do presente artigo é empreendida uma busca da compreensão de como o finaldo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva é retratado através das páginas dasrevistas “Rolling Stone Brasil” e “Piauí”. As duas publicações compartilham o aspectode revistas especializadas e sem foco prioritário na política partidária, mas que mesmoassim contam com matérias sobre o cenário político brasileiro. As duas revistasapontam em suas edições do mês de Outubro de 2010 para visões diferentes a respeitodos oito anos de governo do presidente Lula. “Rolling Stone Brasil” destaca os olharesinternacionais para o Brasil, enquanto “Piauí” compara algumas ações empreendidaspelo governo brasileiro ao “New Deal” realizado nos Estados Unidos. Abordaremos osconceitos de representações sociais pela perspectiva de Moscovici (2003); sistemaprodutivo dos discursos sociais a partir de Foucault (2008); e mídia na visão de Thompson (1998).Palavras-chave: Representações Sociais. Poder simbólico. Mídia impressa.