Página 1 dos resultados de 1103 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Estimativa da participação do genoma de Bos taurus no rebanho Nelore.; Bos taurus contribution in Nellore (Bos indicus) breed.

Ripamonte, Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
67.37%
A espécie Bos indicus, particularmente a raça Nelore, é grande maioria no rebanho bovino da região acima do trópico no Brasil. Embora a habilidade desses animais em resistir às doenças parasitárias, condições climáticas e pastagens de baixa qualidade enalteçam a utilização em larga escala desta raça, estes animais não são considerados bons conversores de alimento e, conseqüentemente, precoces em comparação aos seus homólogos Bos taurus. Durante a formação das raças zebuínas brasileiras, houve uma participação das linhas maternas de Bos taurus, que pode ser demonstrada pela contribuição majoritária do genoma mitocondrial desta subespécie. Embora em escala muito menor, estima-se que exista também uma participação destas linhas maternas no genoma nuclear. O objetivo deste trabalho foi iniciar os estudos para estimar esta participação. Para os estudos foram utilizados 104 animais da raça Nelore e 8 animais de diferentes raças européias. Cinco regiões do DNA que produzem fragmentos microssatélites taurus/indicus específicos (HEL1, HEL9, ETH225, ILSTS005 e INRA063) foram amplificadas com a utilização de primers marcados com sondas fluorescentes. Os fragmentos foram submetidos à eletroforese em gel de poliacrilamida desnaturante 6% e visualizados após excitação com laser. No total foram encontrados 23 alelos para os microssatélites analisados o que representa uma média de 4...

Estudo da divergência folicular e da capacidade ovulatória em bubalinos (Bubalus bubalis) e zebuínos (Bos indicus); Study of follicle deviation and ovulatory capacity in buffaloes (Bubalus bubalis) and zebu cattle (Bos indicus)

Gimenes, Lindsay Unno
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2006 PT
Relevância na Pesquisa
67.26%
O presente estudo está apresentado em Capítulo 1 (Divergência folicular; DF) e 2 (Capacidade ovulatória), e em cada estão incluídos dois experimentos [1 - em bubalinos (Bubalus bubalis); 2 - em zebuínos (Bos indicus)]. Os objetivos do Capítulo 1 foram determinar o momento e diâmetro na DF e avaliar o perfil das concentrações plasmáticas de FSH e LH próximo à seleção folicular. No Experimento 1, a ovulação foi considerada o dia zero (D0), a partir do qual 10 novilhas Murrah foram examinadas por ultra-sonografia (US) a cada oito horas (h) até o D4 e, posteriormente, a cada 24h até o D6. A avaliação da DF foi realizada por análise visual do gráfico de cada novilha (Ginther et al., 1996) e regressão linear segmentada (Bergfelt et al. 2003). As amostras de sangue, para dosagem de FSH e LH, foram colhidas com intervalos de 8h nas primeiras 24h pós-ovulação. A partir deste momento foram feitas colheitas a cada 4h até o D4 e após, a cada 12h até o D6. No método visual, o intervalo ovulação-DF, e o diâmetro dos folículos dominante (FD) e subordinado (FS) foram de, respectivamente, 63,2±5,7h; 7,2±0,3mm e 6,4±0,3mm (média±EPM). No método matemático estes mesmos parâmetros foram de, respectivamente, 61...

Produção in vitro de embriões em Bos indicus sob estresse calórico; In vitro embryos yield in heat-stressed Bos indicus

Torres Júnior, José Ribamar de Sousa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
67.22%
Dez vacas Gir foram adaptadas em tie-stall por 28 dias (Fase I/ pré-tratamento/ dias -28 a -1), sendo submetidas a duas sessões de OPU (dias -14 e -7). Na Fase II (tratamento/ dias 0 a 28) as mesmas foram divididas em Controle (GC/n=5) e Estresse (GE/n=5). O GC permaneceu em normotermia e o GE foi submetido a estresse calórico (EC) em câmara climática com temperatura e umidade controladas [38°C e 80% UR (DIA); 30°C e 80% UR (NOITE)], por 28 dias, procendendo-se, nesta fase, cinco OPU/fêmea. Na Fase III (pós-tratamento / dias 28 a 147) todas as fêmeas retornaram à normotermia (ambiente), sendo realizadas mais 17 OPU/fêmea. Diariamente foram registradas as temperaturas de bulbo seco (TBS) e úmido (TBU) e o índice de temperatura e umidade (ITU). As respostas fisiológicas avaliadas foram consumo de matéria seca (CMS), freqüência respiratória (FR), temperatura retal (TR), temperatura cutânea (TC), taxa de sudação (TS) e concentrações de cortisol e progesterona (P4). Fase luteínica foi definida como o período compreendido entre colheitas com P4 <1,0ng/mL. Semanalmente, com auxílio de um ultra-som (Scanner 200s) equipado com transdutor setorial intravaginal de 7,5MHz, foram aferidas a população folicular e o diâmetro dos dois maiores folículos. Em seguida...

Diferentes protocolos de superovulação com inseminação artificial em tempo fixo em Bos taurus e Bos indicus; Different superovulation protocols with fixed time artificial insemination in Bos taurus and Bos indicus

Martins, Claudiney de Melo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
67.33%
Esse estudo está apresentado em Capítulo 1 (Protocolo de Superovulação com IATF em Bos taurus) e Capítulo 2 [Protocolos de superovulação com IATF em Bos indicus, com 3 experimentos; 1- Momento da administração de LH em vacas Nelore (Bos indicus) superovuladas e inseminadas em tempo fixo; 2- Efeito da administração de progesterona injetável no início do protocolo de sincronização para superovulação com IATF em vacas Nelore; 3- Efeito do número de inseminações em vacas Nelore superovuladas e inseminadas em tempo fixo]. No Capítulo 1 objetivou-se avaliar o momento da retirada do dispositivo de P4 (DIB®) e da administração de LH em vacas Holandesas. Dezesseis vacas receberam DIB (D-1) e 2mg de BE (D0). Superovulou-se com 200mg de FSHp em 8 doses decrescentes a partir do D4. No D6, administrou-se PGF e estabeleceram-se quatro grupos: P24LH48 (retirada do DIB 24h e LH 48h pós PGF); P24LH60 (retirada 24h e LH 60h); P36LH48 (retirada 36h e LH 48h) e P36LH60 (retirada 36h e LH 60h; fatorial 2x2; cross-over). Realizou-se a IATF 12 e 24h pós LH. Os efeitos principais para P24vsP36 e LH48vsLH60 foram: taxa de ovulação (TO; 49,9 ± 5,7 vs 60,9± 4,8% e 53,1±5,3 vs 57,5±5,4%; P>0,05), estruturas totais (ETot; 4...

Efeito da dieta com alta energia nos parâmetros metabólicos, endócrinos e reprodutivos de vacas Bos indicus e Bos taurus; Effect of high energy diet on metabolic, endocrine and reproductive parameters on Bos indicus and Bos taurus cows

Sales, José Nélio de Sousa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
67.49%
Avaliou-se o efeito da dieta com diferentes níveis de energia [mantença (M) e alta energia (1,7M)] nos parâmetros metabólicos, endócrinos e reprodutivos de vacas não lactantes Bos indicus (14 Gir) e Bos taurus (14 HPB) submetidas aspiração folicular (OPU) seguida de produção in vitro de embriões. Os animais foram distribuídos aleatoriamente de acordo com a raça e a dieta. As doadoras foram mantidas em sistema Tie stall e as dietas foram fornecidas duas vezes ao dia (8:00 e 16:00 h). Os animais receberam dieta M por uhm período de adaptação de 21 dias. Após esse período, os grupos experimentais foram submetidos a nove punções foliculares com intervalos de 14 dias. Para realização da OPU, no D0 as doadoras foram sincronizadas com 2 mg de benzoato de estradiol e um implante auricular de norgestomet. No D5, as OPUs foram realizadas. Não houve interação entre as espécies e níveis de energia na dieta para as variáveis estudadas. Não foram observadas diferenças quali-quantitativa dos oócitos entre as dietas. Porém, houve diferença na quantidade e qualidade oocitária entre as espécies estudadas. Vacas Bos indicus apresentaram maior quantidade de estruturas recuperadas e melhor qualidade oocitária que as doadoras Bos taurus. Semelhantemente aos resultados da qualidade e quantidade oocitária...

Fixed-time artificial insemination with estradiol and progesterone for Bos indicus cows II: Strategies and factors affecting fertility

Sa Filho, O. G.; Meneghetti, M.; Peres, R. F. G.; Lamb, G. C.; Vasconcelos, J. L. M.
Fonte: Elsevier B.V. Publicador: Elsevier B.V.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 210-218
ENG
Relevância na Pesquisa
67.21%
In Experiments 1, 2, and 3, we evaluated the effects of temporary weaning (TW), equine chorionic gonadotropin (eCG), and follicle-stimulating hormone (FSH) treatments on results of it fixed-time artificial insemination (TAI) protocol in postpartum Bos indicus cows. In Experiment 1, treatment with 400 IU eCG or with TW for 48 h consistently improved pregnancy rates (PRs) at TAI, but, in Experiment 2, FSH treatment was less effective than eCG or TW. In Experiment 3, the inclusion of eCG treatment in cows subjected to TW did not improve PRs. We concluded that TW or 400 IU eCG should be included in the TAI protocol in postpartum Bos indicus cows to enhance fertility. In Experiment 4, we used records front heifers and cows treated with the proposed protocol during the 2006-2007 (n = 27,195) and 2007-2008 (n = 36,838) breeding seasons from multiple locations in Brazil to evaluate factors potentially affecting PRs. Overall PR at TAI was 49.6% (31,786 of 64,033). Pregnancy rate differed (P < 0.01) among farm within location (results ranging between 26.8% and 68.0%; P < 0.01), cow group within farm, by breed (Bos indicus, 48.3% [26,123 of 54,145]; Bos taurus, 61.7% [3652 of 5922]; and crossbred Bos indicus x Bos taurus, 50.7% [2011 of 3966])...

Growth hormone mRNA expression in the pituitary of Bos indicus and Bos taurus x Bos indicus crossbred young bulls treated with recombinant bovine somatotropin

Di Mauro, S. M Z; Furlan, L. R.; Ferro, M. I T; Macari, Marcos; Ferro, J. A.
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 327-336
ENG
Relevância na Pesquisa
67.19%
The effects of breed and of recombinant bovine somatotropin (rbST) treatment on growth hormone gene expression were studied in young bulls. The experiment was completely randomized in a [2 × 2]-factorial arrangement, using two levels of rbst (0 or 250 mg/animal/14 days), and two breed groups (Nelore and Simmental x Nelore crossbred). A CDNA encoding Bos indicus growth hormone was cloned and sequenced for use as a probe in Northern and dot blot analyses. Compared to the Bos taurus structural gene, the Bos indicus CDNA was found to begin 21 bases downstream from the transcription initiation site and had only two discrepancies (C to T at position 144-His and T to C at position 354-Phe), without changes in the polypeptide sequence. However, two amino acid substitutions were found for Bubalus spp., which belong to the same tribe. The rbst treatment did not change any of the characteristics evaluated (body and pituitary gland weights, growth hormone MRNA expression level). Crossbred animals had significantly higher body weight and heavier pituitaries than Nelore cattle. Pituitary weight was proportional to body weight in both breed groups. Growth hormone MRNA expression in the pituitary was similar (P>0.075) for both breed and hormonal treatment groups...

Physiological bases for understanding estrous cycle differences between bos taurus and bos indicus

Sartori, Roberto; Bastos, Michele Ricieri; Mattos, Maria Clara Costa
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
67.39%
Background: Although there is some information in the literature discussing differences of the estrous cycle of Bos taurus and Bos indicus cattle, most of the data derive from studies performed in temperate climate countries, under environmental and nutritional conditions very different than those found in tropical countries. Moreover, the physiological basis for understanding the differences between Bos taurus and Bos indicus estrous cycles are still unknown. This review explores the physiological and metabolic bases for understanding the key differences between the Bos taurus and Bos indicus estrous cycle. Moreover, it presents recent results of studies that have directly compared reproductive variables between Zebu and European cattle. Review: The knowledge of reproductive physiology, especially the differences between Bos taurus and Bos indicus, is important for the development and application of different techniques of reproductive management in cattle. In this regard, overall, Bos indicus have a greater number of small ovarian follicles and ovulatory follicles are smaller as compared to Bos taurus. Consequently, Zebu cattle also have smaller corpus luteum (CL). Nevertheless, circulating concentrations of steroid and metabolic hormones are not necessarily higher in European cattle. In fact...

Effects of heat stress on development, quality and survival of Bos indicus and Bos taurus embryos produced in vitro

Silva, C. F.; Sartorelli, E. S.; Castilho, A. C S; Satrapa, R. A.; Puelker, R. Z.; Razza, E. M.; Ticianelli, J. S.; Eduardo, H. P.; Loureiro, B.; Barros, C. M.
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 351-357
ENG
Relevância na Pesquisa
67.13%
Heat stress is an important cause of poor development and low survival rates in bovine embryos. Experiments were conducted to test the hypothesis that Bos indicus embryos are more resistant to heat stress than are Bos taurus embryos. In experiment 1, Nelore and Jersey embryos from oocyte pick-up-derived oocytes were submitted to heat stress (96 hours post-insemination, 41 °C, 6 hours), developmental ratios were assessed at Day 7 (Day 0 = day of fertilization), and blastocysts were frozen for RNA extraction. Experiment 2 evaluated expression of COX2, CDX2, HSF1, and PLAC8 in previously frozen blastocysts. In experiment 3, Nellore and Angus embryos from oocyte pick-up-derived oocytes were submitted to heat stress (96 hours post-insemination, 41 °C, 12 hours) and transferred to recipients on Day 7. In experiment 4, embryos developed as in experiment 3 were fixed for Terminal deoxynucleotidyl transferase dUTP nick end labeling labeling and total cell counting. In experiment 1, heat stress decreased the percentage of Jersey oocytes that became blastocysts, but had no effect on Nellore embryos (34.6%, 25.0%, 39.5%, and 33.0% for Jersey control, Jersey heat-stressed, Nellore control, and Nellore heat-stressed oocytes, respectively; P < 0.05). In experiment 2...

DNA polymorphism of leptin gene in Bos indicus and Bos taurus cattle

Choudhary,Vivek; Kumar,Pushpendra; Bhattacharya,Tarun K.; Bhushan,Bharat; Sharma,Arjava
Fonte: Sociedade Brasileira de Genética Publicador: Sociedade Brasileira de Genética
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 EN
Relevância na Pesquisa
67.19%
Leptin plays an important role in the regulation of feed intake, energy metabolism, growth and reproduction of cattle. We used the polymerase chain reaction-restriction fragment length polymorphism (PCR-RFLP) technique to screen for DNA polymorphisms of the leptin gene in 403 cattle belonging to various breeds of Bos indicus (Hariana, Sahiwal, Gir and Nimari cattle), Bos taurus (Holstein Friesian (HF) and Jersey cattle) as well as Bos taurus x Bos indicus crossbreds (½ HF x ½ Hariana). In all the cattle we amplified two regions of the leptin gene, a 522 bp fragment comprising the partial intron 2 and exon 3 and another 94 bp fragment consisting of part of exon 2. Digestion of 522 bp PCR products with the BsaAI restriction enzyme revealed three genotypes in all the breeds of cattle studied. This is the first report of the presence of leptin gene polymorphism in purebred Bos indicus cattle of Indian origin (indicine cattle). Almost similar gene and genotype frequencies were observed in all the breed groups, while the frequency of mutant homozygotes (AA) was very low (0.03 to 0.07). On digestion of the 94 bp fragment with the Kpn2I restriction enzyme, three genotypes were observed in HF, Jersey and crossbred cattle. The CC genotype had the highest frequency (0.68) in crossbreds whereas the frequency of CT heterozygotes was highest (0.69) in HF cattle. This mutation was absent in all the breeds of indicine cattle. The results suggest that the BsaAI-RFLP mutation has occurred far back in evolution before the divergence of taurine and indicine cattle while the Kpn2I mutation has occurred recently as indicated by the fact that this mutation was only detected in taurine cattle.

Longissimus dorsi fatty acids composition of Bos indicus and Bos indicus x Bos taurus crossbred steers finished in pasture

Prado,Ivanor Nunes do; Moreira,Fernanda Barros; Matsushita,Makoto; Souza,Nilson Evelázio de
Fonte: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Publicador: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 EN
Relevância na Pesquisa
67.18%
Studies were carried out to evaluate the fatty acids composition of Longissimus dorsi muscle, with or without fat thickness, of Bos indicus and Bos indicus x Bos taurus crossbred steers finished in millet (Pennisetum americanum L.) or star grass (Cynodon plectostachyus Pilger) pasture systems with mineral or mineral protein supplementation. Neither the treatment nor the genetic group had effect on meat fatty acids composition. The cut had effect on meat fatty acid composition. The meat without fat thickness had 11% of PUFA, 43% of MUFA and 45% of SFA. The meat with fat thickness had 5% of PUFA, 44% of MUFA and 50% of SFA. PUFA/SFA ratio was 0.10 and 0.25 and n-6/n-3 ratio was 0.80 and 1.27 for cuts with and without fat thickness.

Evaluation of carcass characteristics and meat chemical composition of Bos indicus and Bos indicus x Bos taurus crossbred steers finished in pasture systems

Moreira,Fernanda Barros; Souza,Nilson Evelázio de; Matsushita,Makoto; Prado,Ivanor Nunes do; Nascimento,Willian Gonçalves do
Fonte: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Publicador: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 EN
Relevância na Pesquisa
67.31%
The objective of this study was to evaluate the carcass characteristics (carcass weight, carcass yield, fat thickness, loin area, marbling and colour) and chemical composition of the Longissimus dorsi muscle (moisture, ash, crude protein, fat and cholesterol) of cuts with or without fat thickness, of Bos indicus and Bos indicus x Bos taurus crossbred steers finished in millet (Pennisetum americanum L.) or star grass (Cynodon plectostachyus Pilger) pasture systems, with mineral or mineral protein supplementation. Animals were slaughtered with an average body weight of 450 kg (Bos indicus) or 470 kg (Bos indicus x Bos taurus crossbreed). There was no treatments effect on carcass characteristics and meat chemical composition of cut without fat thickness. The cuts with fat thickness of steers fed millet presented the highest fat deposition. Bos indicus steers presented higher carcass yield (57.23%) and fat thickness (4.88 mm) compared with crossbreed (53.40% and 3.05 mm). There was no breed effect on chemical composition of meat. The mean levels of cholesterol concentration were 31.41 mg/100 and 37.55 mg/100g of meat with and without fat thickness.

Rein??cio da atividade ovariana p??s-parto de vacas Bos indicus em presen??a ou n??o do terneiro; Resumption of postpartum ovarian activity of Bos indicus cows in the presence or not of the calf

XAVIER, Eduardo Gularte
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Veterin??ria; Programa de P??s-Gradua????o em Veterin??ria; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Veterin??ria; Programa de P??s-Gradua????o em Veterin??ria; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.17%
The objective of this work was to test the effect of the presence or absence of the calf in the activities of estrous, follicular dynamics and hormone secretion of Bos indicus cows. Forty and six cows were divided in 3 groups. In group with contact (CC), the calves were prevented from suckling by being confined into a pen, that allowed auditory, olfactory and visual contact of the cows with their own calves (n=17). In group without contact (SC), the calves were weaned and prevented from any contact. In control group (T), the calves weren t weaned, remaining with their mothers (n=12). The CC group showed greater ratio of cows in estrous (76.5%) when compared to T (16.7%), but no difference from SC (64.7%). The CC group showed greater ratio of ovulation (76.5%) when compared to T (33.3%) and an apparent difference (p=0.06) when compared to SC (64.7%). The duration of estrous was lesser (p = 0.04) in group CC (8.4 h + 4.4 h) than the SC (12.9 + 13.4 h), however the group T (11 + 1.4 h) was not different from the others. The average interval between weaning and onset of estrus (35 + 6.3 h), weaning and end of estrus (44.4 + 5.4 h), intensity of estrus behavior (26.6 + 24 mounts), weaning and time of ovulation (70 + 12.7 h), onset of estrus and time of ovulation (33.3 + 9.3 h) and the end of estrus and time of ovulation (23.3 + 10.3 h) were not observed differences.The T group achieved 48 + 8.4 h of interval between weaning and the LH peak while in the weaned groups (CC and SC) the average interval was of 45.3 + 10.4 h...

Testosterone concentration in a bovine Bos indicus with bilateral varicocele: case report

Koivisto, Marion Burkhardt; Luvizotto, Maria Cristina Rui; Nogueira, Guilherme Padua; Vicente, Wilter Ricardo Russiano; Costa, Marcelo Tadeu Alvarenga
Fonte: Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) Publicador: Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 27-31
ENG
Relevância na Pesquisa
67.17%
Um reprodutor bovino, Bos indicus, com varicocele bilateral detectado por palpação e ultra-sonografia foi acompanhado por um período de 24 meses quanto à biometria testicular, valores espermáticos e concentração de testosterona comparados entre as estações do ano e outros animais da mesma espécie. As alterações morfológicas dos defeitos maiores e menores não variaram entre o touro com a patologia e os demais touros, no entanto, durante o verão o touro com varicocele apresentou maior percentual de defeitos totais se comparado aos demais touros da mesma espécie (49,86%±6,9 e 27,91%±2,9). O animal apresentou maior percentual de defeitos maiores no verão se comparado às outras estações do ano. Os achados de necrópsia confirmaram o diagnóstico clínico. Pode-se concluir que esta patologia, caracterizada por trombose nos vasos do cordão espermático, comprometeu a termoregulação determinando degeneração testicular severa. O aumento das concentrações de testosterona sérica sugerem a diminuição da retenção de esteroides nos testículos pelo plexo pampiniforme, a produção espermática estava anormal.; A bovine, Bos indicus, with bilateral varicocele diagnosticed by palpation and ultrasound observation was observed during 24 months measuring scrotal circumference...

Influência do genótipo das receptoras de embriões bovinos (Bos taurus ou Bos indicus) sobre a taxa de gestação

Rebelo, Carolina Sant'ana da Silva
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
67.34%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; O presente estudo teve como objectivo avaliar a influência do genótipo da receptora de embriões bovinos sobre a taxa de gestação. Foram utilizadas fêmeas bovinas da raça Nelore registadas na ABCZ (Associação Brasileira de Criadores de Zebu) de superioridade genética comprovada como dadoras de embriões. Para receptoras, seleccionaram-se 571 fêmeas bovinas em idade reprodutiva, cruzadas de genótipos Bos taurus e cruzadas de genótipos Bos indicus com condição corporal entre 3 e 4 (escala de 1 a 5). Todas as fêmeas utilizadas foram avaliadas quanto ao seu estado clínico-ginecológico, para verificar se estavam aptas ao processo de superovulação (dadoras) e à manutenção de uma possível gestação (receptoras). As receptoras foram divididas em dois grupos, tendo como principal critério a divisão dos genótipos entre as espécies Bos taurus e Bos indicus. Não houve diferença estatística (p>0,05) entre os grupos, pelo que a variavél genótipo da receptora não influenciou a taxa de gestação. Porém, a taxa de gestação foi influenciada por outros factores como o estádio de desenvolvimento do embrião e a dificuldade de passagem pelo cervix. Assim...

Efeito do diâmetro folicular e da condição corporal sobre a taxa de gestação em vacas Bos indicus sujeitas a programa de inseminação artificial em tempo fixo

Rosa, Gonçalo Morais Salvador Teles da
Fonte: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 30/09/2015 POR
Relevância na Pesquisa
67.22%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; Diversos estudos indicam que o tamanho do folículo pré-ovulatório (FPO) no momento da inseminação influencia de forma significativa as taxas de gestação (TG) e a mortalidade embrionária/fetal, em vacas no pós-parto sujeitas a um protocolo de inseminação artificial em tempo fixo (IATF). Para além disso, nos bovinos, o status de energia, particularmente o balanço energético negativo (BEN), tem uma grande influência no desempenho reprodutivo dos mesmos. Dessa forma, o presente trabalho teve como objectivo determinar e compreender a relação existente entre o diâmetro do FPO e os efeitos da condição corporal (CC) sobre a TG, em bovinos Bos indicus (n=376) sujeitos a um programa de IATF. O protocolo utilizado consistiu num protocolo de 3 maneios [Dia 0 (D0) - 2 mg de benzoato de E2 (BE) + dispositivo intravaginal (DIV) com 0,7 g de progesterona (P4); Dia 8 ou D8,5 (D8/8,5) - remoção do DIV de P4 + 1 mg de BE + 0,150 mg de D-cloprostenol (PGF2α) + 300 UI de gonadotrofina coriónica equina (eCG); Dia 9,5 ou D10 (D9,5/10) – IATF]. O diâmetro do FPO (D9,5/10) e a gestação (DG30, DG60, DG100) foram determinados por ultra-sonografia. O score de condição corporal (SCC) foi obtido ao D0 e o cio foi diagnosticado ao D9...

Urinary excretion of purine derivatives in Bos indicus x Bos taurus crossbred cattle

Ojeda, Álvaro; Parra, Ornella de; Balcells, Joaquín; Belenguer, Álvaro
Fonte: Cambridge University Press Publicador: Cambridge University Press
Tipo: Artículo Formato: 262869 bytes; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
67.21%
8 pages, 5 tables, 5 figures.-- PMID: 16022751 [PubMed]; Four experiments were performed to study the kinetics of purine metabolism and urinary excretion in Zebu crossbred cattle. Fasting excretion was established in Expt 1, using eighteen male Bos indicus x Bos taurus crossbred cattle (261 (SE 9.1) kg body weight), six of each of the following genotypes: 5/8 Bos indicus, 1/2 Bos indicus and 3/8 Bos indicus. No significant differences were observed among genotypes in fasting purine derivative excretion (277.3 (SE 35.43) micromol/metabolic body weight). In a second experiment we measured the xanthine oxidase activity, which was higher in liver than in duodenal mucosa (0.64 and 0.06 (SE 0.12) units/g wet tissue per min respectively; P>0.05) being in plasma 0.60 (SE 0.36) units/l per min. The kinetics of uric acid were measured by intravenous pulse dose of [1,3-15N]uric acid (Expt 3). The cumulative recovery of the isotope in urine was 82 (SE 6.69) %, and uric acid plasma removal, pool size and mean retention time were 0.284 (SE 0.051) per h, 5.45 (SE 0.823) mmol and 3.52 (SE 0.521) h, respectively. Allantoin was removed from plasma at an estimated fractional rate of 0.273 (SE 0.081) per h and mean retention was 3.66 (SE 1.08) h. In Expt 4...

Concentração de testosterona em um bovino Bos Indicus com varicocele bilateral: relato de caso; Testosterone concentration in a bovine Bos indicus with bilateral varicocele: case report

Koivisto, Marion Burkhardt; Luvizotto, Maria Cristina Rui; Nogueira, Guilherme Padua; Vicente, Wilter Ricardo Russiano; Costa, Marcelo Tadeu Alvarenga
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 ENG
Relevância na Pesquisa
67.22%
Um reprodutor bovino, Bos indicus, com varicocele bilateral detectado por palpação e ultra-sonografia foi acompanhado por um período de 24 meses quanto à biometria testicular, valores espermáticos e concentração de testosterona comparados entre as estações do ano e outros animais da mesma espécie. As alterações morfológicas dos defeitos maiores e menores não variaram entre o touro com a patologia e os demais touros, no entanto, durante o verão o touro com varicocele apresentou maior percentual de defeitos totais se comparado aos demais touros da mesma espécie (49,86%±6,9 e 27,91%±2,9). O animal apresentou maior percentual de defeitos maiores no verão se comparado às outras estações do ano. Os achados de necrópsia confirmaram o diagnóstico clínico. Pode-se concluir que esta patologia, caracterizada por trombose nos vasos do cordão espermático, comprometeu a termoregulação determinando degeneração testicular severa. O aumento das concentrações de testosterona sérica sugerem a diminuição da retenção de esteroides nos testículos pelo plexo pampiniforme, a produção espermática estava anormal.; A bovine, Bos indicus, with bilateral varicocele diagnosticed by palpation and ultrasound observation was observed during 24 months measuring scrotal circumference...

Estudo comparativo da digestibilidade aparente da matéria seca do capim Napier (Pennisetum purpureum Schun) em bovinos europeus (Bos taurus) e indianos (Bos indicus); A comparative study of "Napier" grass (Pennisetum purpureum Schun) using taurine and zebuine cattle

Nogueira Filho, José Carlos Machado; Veiga, João Silva Marcondes; Oliveira, Maria Ely Miserochi de; Rocha, Uriel Franco; Veiga, Maria Cecilia Marcondes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 15/03/1982 POR
Relevância na Pesquisa
67.21%
Utilizando os métodos de colheita total e indicador (Cr2O3), para medir, respectivamente, a ingestão a estimar a excreção de matéria seca, foram estudados os coeficientes de digestibilidade aparente da matéria seca do capim Napier (Pennisetum purpureum Schun), em cinco Bos taurus e cinco Bos indicus, fêmeas de 18 a 24 meses. Os resultados médios de dez dias de colheita de amostras revelaram que os de origem indiana possuíam capacidade de melhor digerir a forragem (CD=46,41 ± 1,28%), que os componentes do grupo formado por taurinos (CD=42,41 ± 0,85%). Estas diferenças apresentaram significância estatística ao nível de 0,05. A comparação com dados constantes na literatura mostrou que, relativamente à característica aqui estudada, os Nelores brasileiros tiveram comportamento semelhante ao das demais raças de zebuínos existentes em outros países, quando cotejados com bovinos europeus.; The apparent coefficient of digestibility of "Napier" grass was comparatively studied in 10 heifers (5 Bos taurus and 5 Bos indicus) using the daily total collectioon or the Cr2O3 indicator method for estimation of both and faecal output. Results show that the zebuine heifers had a better digestibility coefficient than the taurine heifes (P<0...

Efeito da suplementação mineral sobre ingestão voluntária e digestibilidade da matéria seca, em Bos Taurus e em Bos Indicus; The influence of mineral supplementation upon the voluntary green forage intake and on the dry matter digestibility comparatively in Bos taurus and Bos indicus

de Oliveira, Maria Ely Miserochi; Veiga, João Silva Marcondes; Nogueira Filho, José Carlos Machado; Rocha, Uriel Franco; Veiga, Maria Cecilia Marcondes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/1982 POR
Relevância na Pesquisa
67.29%
Foram estudadas as quantidades ingeridas e a digestibilidade da matéria seca do capim Napier (Pennisetum purpureum Schum) em 4 fêmeas Bos taurus e 4 Bos indicus, sem e com suplementação mineral. As colheiras de amostras foram feitas em 2 fases de 10 dias, com intervalo de 20. Na primeira os animais receberam apenas capim e cloreto de sódio. Misturas minerais existentes no comércio foram oferecidas durante o intervalo e a segunda fase de colheita. A suplementação mostrou-se eficiente para incrementar a ingestão voluntária tanto no lote europeu (de 4.484,4 ± 51,3g a 5.221,1 ± 201,6g de matéria seca) como no lote zebuíno (de 3.631,3 ± 111,8g e 4.166,4 ± 188,3g de matéria seca). Relativamente à digestibilidade, as respostas não foram concordes nos dois lotes. O grupo europeu mostrou elevação no coeficiente de digestibilidade (de 42,4 ± 1,1% para 47,2 ± 0,4%) enquanto que o lote de zebuínos não exibiu diferenças de significado estatístico entre os períodos, sem e com suplementação (de 47,4 ± 1,1% a 45,7 ± 1,1%).; To compare the influence of mineral supplementation upon green forage intake and digestibility between B. taurus and B. indicus, four heifers of the first breed and four of the second one were stabled in individual pens and given "ad libitum ” common salt...