Página 1 dos resultados de 20444 itens digitais encontrados em 0.021 segundos

Um Aleph: Borges, segundo o Livro das Mil e Uma Noites: estudo comparativo da poética árabe como elemento de construção da poética narrativa de Jorge Luis Borges; An Aleph: Borges, according to the The Arabian Nights: comparative study of the Arabian poetics as an element for the construction of the narrative poetics of Jorge Luis Borges

Silva, Sandra Aparecida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.67%
Este estudo compara a mímese poética do mundo árabe-islâmico, especialmente no livro de contos As mil e uma noites, com a mímese poética do mundo hispano-americano na obra literária de Jorge Luis Borges. A obra anônima das Noites tornou-se a principal referência para especular tanto as formas e as estratégias de construção narrativa quanto os conteúdos temáticos na criação poética do escritor argentino. Devido à magnitude da produção literária borgeana, este estudo considerou o livro El Aleph (1946) e três contos de El libro de arena (1975)- El espejo y la máscara, Undr e El disco. O trabalho se propõe afirmar que a poética árabe-islâmica, enquanto acervo da cultura universal constituiu-se num dos elementos vitais para a construção da poética narrativa de Jorge Luis Borges; This study compares the poetic mimesis of the Arabic-Islamic world, specially the book of tales The Arabian Nights, with the poetic mimesis of the American- Hispanic world in Jorge Luis Borges literary production. The anonymous literary composition The Arabian Nights became the main reference to speculate both the form and the narrative construction strategies as well as the thematic contents as a poetic creation of the Argentinian author. Due to the magnitude of the borgesian literary production...

Borges e o realismo: o outro da literatura borgeana; Borges and the realism: the other of the Borgesean works

Rocha, Jéssica Aracelli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.73%
Busca compreender o conto El Otro, de Jorge Luis Borges. Para tanto, efetua sua análise formal; acrescida pelo exame de um corpus secundário. Uma vez que a narrativa apresenta dois personagens autobiográficos, sendo o jovem similar e estranho à produção deste autor, é necessário comparar tal personagem à obra borgeana de juventude, no tocante ao realismo, engajamento, biografismo e ultraísmo. Verifica que o Borges de 1918 a 1920 não exibe tais concepções literárias, exceto pelo ultraísmo. Na segunda etapa juvenil, entre 1921-1928, encontra ultraísmo, biografismo e alguns pontos de contato, com elementos do realismo. Contudo, observa a existência de realismo, engajamento, biografismo e ultraísmo no contexto literário argentino dos anos vinte. Os três primeiros rasgos estão especialmente ligados ao grupo boedista. No entanto, como o conto alude ao Modernismo, entende-se que não só o Realismo, mas toda a geração de vinte é contemplada na figura do personagem mais novo. Na leitura do conto, entende que as personagens produzem um diálogo entre a obra borgeana e a geração argentina dos anos vinte, na qual, o jovem Borges da realidade fica incluso. A matéria sob o diálogo, tanto nas estruturas quanto na temática...

O "Livro das Mil e uma Noites" em Jorge Luis Borges; "The book of the Thousands Nights and a Night" in Jorge Luis Borges

Morais, Thais de Godoy
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.69%
O Livro das mil e uma noites, traduzido por Richard Francis Burton do árabe para o inglês, no séc. XIX, causou um forte impacto na sociedade vitoriana por seu conteúdo erótico. Ao tentar superar as traduções de seus antecessores, Burton reuniu diversos manuscritos e versões impressas, para tentar abarcar o máximo possível de contos, além de acrescentar abundantes notas de rodapé acerca dos costumes da sociedade árabe dos países por onde ele viajou como representante do governo britânico. Sua tradução, constante na biblioteca pessoal de Jorge Luis Borges, inspirou um considerável número de contos desse autor. No âmbito da literatura comparada, as Noites representam um importante hipotexto para a obra borgeana, que reutilizou seus temas, argumentos, imitou seu estilo. Analisar as formas de transcendência textual na obra do autor argentino, através das classificações de Gérard Genette, possibilita uma interpretação das suas relações inter e hipertextual com os contos árabes. Genette procura delimitar com mais precisão termos como paródia, charge, pastiche, sátira, por exemplo, que continuamente são confundidos numa análise mais geral. A obra borgeana tem sido muito genericamente taxada de paródica, mas suas relações intertextuais são muito mais complexas...

O clássico-romântico na composição da narrativa de Jorge Luis Borges; The classical-romantic in the composition of the narrative of Jorge Luis Borges

Rocha, Jéssica Aracelli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.69%
Essa tese procura compreender a narrativa borgeana a partir do projeto de constituição de uma narrativa clássico-romântica, sugerida nos ensaios e no metatexto de narrativas desse autor. A partir de uma interpretação de três narrativas de Jorge Luis Borges, procura analisar o modo como os pressupostos teórico-poéticos do autor se configuram como forma ou encontram paralelo na composição da sua narrativa. A tese investiga a estrutura da figura do autor (a película), a síntese entre uma realidade ficcional clássica e procedimentos do realismo; e a retomada de um enredo anterior na conformação da trama borgeana. Pretendemos demonstrar que essa ficção retoma elementos de enredos prévios, a partir de uma operação de leitura, para um processo de recontextualização. Sua realidade ficcional se constrói a partir de um postulado, submetido a duas linhas de causalidade, a realista e a causalidade mágica borgeana, de maneira que um fato problemático permita duas possibilidades de compreensão dessa realidade ficcional. Entende-se que Borges buscava uma síntese entre formas da narrativa moderna e da narrativa anterior ao romance na criação de um novo tipo de épica.; This thesis seeks to comprehend the narrative of Jorge Luis Borges by examining the authors project of constitution of a classical-romantic narrative...

Augusto Meyer (Brasil/RS) e Jorge Luís Borges (Argentina) : aproximações e diferenças ensaísticas em torno da poesia gauchesca

Venturini, Aline
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.67%
A literatura gaúcha se constitui em um gênero peculiar que surgiu na região platina e no RS, devido à figura identitária destes dois locais: o gaucho. Essa região e sua literatura formam uma espécie de “comarca do pampa.” Devido a sua grande semelhança identitária, a literatura gaúcha rio-grandense e a poesia gauchesca da região platina são consideradas uma só literatura, sem diferenças. Muitos escritores e ensaístas discorreram sobre ela, entre dos quais destacamos Jorge Luís Borges (argentino) e Augusto Meyer (rio-grandense). Os dois escritores também são semelhantes: contemporâneos, ensaístas, poetas e cosmopolitas, mas que voltaram suas obras, em determinado momento, para discutir a respeito da literatura local, a gauchesca, em relação a literatura universal. Cada escritor tem um entendimento próprio sobre a figura identitária do gaúcho e da literatura gaucha. O posicionamento deles pode ser explicado por vários fatores. Primeiro, o contexto histórico de formação de seus locais de nascimento, do sentimento de pertencimento e da figura identitaria gaúcho. Embora muito semelhantes, o gaucho platino e o riograndense tem suas diferenças. Segundo, analisamos suas trajetórias de vida e obra. Terceiro...

Mil años de ciencia ficción hermética latinoamericana [1492-2500]: En tres episodios: Borges, la conspiración; Sor Juana y Antônio Vieira, íntimos herejes; Bizarros profetas ciberculturales

Lépori, Roberto
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 399 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.63%
Pós-graduação em Letras - IBILCE; A forma mais simples de apresentar os três episódios que compõem este trabalho é supor que o argentino Jorge Luis Borges ocupe provisoriamente o centro duma rede de obras e de escritores de ficção científica hermética latino-americana – uma rede que pode ser lida como uma conspiração. A figura de Borges – mistura heterodoxa de literatura e de “vida”, de revelações, de epifanias, de “mentiras verdadeiras”, de excessos intelectuais – permite ingressar na tradição da ficção científica herege desde o instante inicial quando os conquistadores invadiram o território que ainda não era América. O “kairós” histórico, político, cultural, ideológico, econômico do desencontro dessas duas cosmovisões provocou uma “guerra de imagens” e de discursos em cujo fragor mestiçaram-se desejos milenaristas europeus e concepções ameríndias também proféticas, também transcendentes e com idêntica impossibilidade – como o sonho dos seus invasores – de ser utopia em uma “terra sem mal”. Nessas heterodoxias misturadas – caóticas, potentes para pensar e híbridas na sua origem europeia – cozinhou-se o húmus da ficção científica hermética que, com maior ou menor intensidade...

De autor a personagem: Jorge Luis Borges na mira de romancistas latino-americanos

Milreu, Isis
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 246 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
Pós-graduação em Letras - FCLAS; Jorge Luis Borges is regarded as one of the most important XX century writers from many critics’ and writers’ standpoint. Therefore, his poetry, which became a paradigmatic one, has revolutionized the literary practice as well as the literary studies. Currently, we observe that the Argentinian writer is not only analyzed in several essays, theses and biographies, but also the writer himself has been converted into a recurring character in various novels, short stories, chronicles, plays, films and comics. In this sense, Pablo Brescia (2008) points out that there is a tendency in fictionalizing Borges, that is, to make him into a literary object. Brescia adds that instudies on Borges there is still an ignored aspect concerning the way some writers have (re)read the Argentinian author, especially within the fictional sphere. Considering the existence of that gap we may justify the accomplishment of a study about this topic. Thus, this research work aims at contributing to the understanding of the process of Borges’ conversion into a character in the production by other writers, specifically within the scope of Latin American literature, such as, the Argentinian and Brazilian ones. Thereby, the corpus of this research consists of the following novels: Jorge Manzur’s El simulador (1990); María Rosa Lojo’s Las libres del Sur. Una novela sobre Victoria Ocampo (2004); Francisco Cappellotti’s Matar a Borges (2012); Luis FernadoVeríssimo’s Borges e os orangotangos eternos (2000); Hamilton Alves’s O romance de Borges (2000); and Antonio Fernando Borges’s Memorial de Buenos Aires (2006). We observe that those narratives are structured around Borges’ biografemas and his literature which dialogs with both Borges’ poetry and the history of literature...

Mistério e alteridade : reflexões sobre o Sagrado na obra de Borges; Mystery and otherness : considerations of Sacrate in the work of Borges

Marcella Abboud
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.65%
Jorge Luis Borges fez de inúmeras áreas do conhecimento arma para o mesmo intuito: construir uma realidade ficcional. Com algumas tópicas do sagrado, não foi diferente; o autor argentino apropriou-se delas para construir grande parte de suas narrativas. Seu objetivo, no entanto, não era um mero trabalho estético. Borges intencionava a compreensão de algo maior: a compreensão do mistério. As referências foram muitas, especialmente as judaico-cristãs. Havia uma predileção notável por místicas e pela literatura marginal, o que evidencia um aspecto bastante relevante da sua obra, a saber, uma predisposição e um respeito notável pela alteridade. Nesse sentido, temos como escopo, no presente trabalho, perscrutar os movimentos estabelecidos por Borges e de que modo eles dão conta do seu intuito principal: estetizar o sagrado de modo a garantir a força ficcional do seu texto, buscando compreender o mistério e considerando, antes de tudo, a alteridade. Para alcançarmos tal desiderato, tomaremos como objeto de análise os contos La Biblioteca de Babel, La Escritura del Dios, Tlön, Uqbar, OrbiusOrbius Tertius, El Aleph e Los Teólogos.; Jorge Luis Borges made the same purpose with numerous areas of knowledge: to build a fictional reality. With some topical from sacred...

O Aleph e seus duplos: mimesis e auto-reflexividade na obra de Jorge Luis Borges

Torres, José Wanderson Lima
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem; Linguística Aplicada; Literatura Comparada Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem; Linguística Aplicada; Literatura Comparada
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
This study approach the Jorge Luis Borges s prose of fiction under the perspective of mimesis and the self-reflexivity. The hypothesis is that the Aleph is a central symbol of the Borges s fictional universe. The rewriting and the retake of this symbol along of his work entail to a reflection about the possibilities and the limits of mimesis. This study is divided in three parts which contain two chapters. The first part Bibliographic revision and conceptual fundaments of inquiry discuss the critical fortune of author (Chapter 1) and the concepts that will give sustentation to the inquiry (Chapter 2). The second part About the Borges s aesthetic project sketch out the literary project defended by Borges that is his conception of the literature and his ideological matrix (Chapter 3) beside his anti-psychologism and his nostalgia of epos (Chapter 4). The third and last part is entitled The Aleph and his doubles. In the chapter 5 this study analyses the short story El Aleph and consider its centrality on the Borges s work. The argument that is on this short story Borges elaborates a reflection about mimesis. In the chapter 6, on the same hand, four short stories will be analysed: Funes el memorioso ; El Libro de Arena ; El evangelio según Marcos and Del rigor en la ciencia . The conclusion that is the Borges s literature is self-awake of its process as such demonstrate its parodic sense and its bookish origin. Hence...

O Entrelugar em Borges: fragmentos de uma poética; The in-between in Broges: fragments of a poetics

OLIVEIRA, Gustavo Ponciano Cunha de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Letras e Linguística; Lingüística, Letras e Artes Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Letras e Linguística; Lingüística, Letras e Artes
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.69%
This study, presented as an essay, starts from the indeterminacy of meaning as a critical assumption in an attempt to seize possible fragments of a poetics in the work of Jorge Luis Borges. Thus, its outcome is not the definition of the poet and his creation, but a possible critical reading. The study connects specific fragments of Borges work with different support texts, critical and philosophical ones, by Joseph Hillis Miller, Antoine Compagnon, Jacques Derrida, Paul de Man, Gilles Deleuze. This contact enables the perception of the author s dissatisfaction before a couple of binary or polar oppositions (metaphysical paradigms inheritance), and consequent imposition of order favoring one of the words: literature/criticism, reading/writing, poetic/antipoetic, self/ one another, totality/suggestion. Such dissatisfaction is expressed in the borgesian creation through a metaphor which I call in-between. Its fundamental characteristic is the refutation of discourses that present themselves as having a fixed and unshakable truth through a reversion of the hierarchy which establishes them. Borges is, therefore, understood here as an inquirer who employs the language, testing its limits and strength. The inquiring feature assigned to his texts...

Do livro de areia ao livro sobre nada: o projeto literário e o papel do leitor em Jorge Luís Borges e Manoel de Barros

Oliveira, Rubens Aquino de
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.67%
Este trabalho apresenta um estudo crítico-comparativo entre os textos literários e os processos de construção literária empreendidos por Jorge Luis Borges em O Livro de Areia (1975) e por Manoel de Barros em Livro sobre Nada (1996). Trata-se de uma pesquisa que visou a análise literária de cada obra, além de comparação entre elas, construindo e desconstruindo sua recepção, a fim de estabelecer significados sobre o fazer literário de cada um dos escritores para o leitor, na perspectiva de suas realidades culturais e de seus locais de enunciação. Para tanto foram essenciais os registros das semelhanças, das dessemelhanças e das ferramentas linguísticas utilizadas nos processos criativos de Borges e de Barros. Entre os teóricos que fundamentam a estrutura da pesquisa constam nomes como os precursores dos estudos de recepção, Wolfgang Iser, Hans Robert Jauss e Karlheinz Stierle, e os reformuladores de conceitos contemporâneos desse ideário: Ricardo Piglia, Umberto Eco e Leila Perrone-Moisés. Para os estudos comparados entre as obras de Borges e Barros, enumeram-se Tânia Carvalhal, Silviano Santiago e Ana Cecília Olmos, entre outros. Em O Livro de Areia, Borges narra a história de um livro infinito cujas páginas...

Novos meios de expressão filosófica: o debate com o pensamento monadológico na obra de Jorge Luis Borges

Oliveira, Gustavo Palma de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
A presente dissertação tem por objeto o conteúdo da produção ficcional e ensaística do escritor Jorge Luis Borges, mais especificamente aquela composta durante as décadas de 1930 e 1940 e que tocam ou tematizam temas metafísicos. O objetivo é investigar se existe ali, subjacente, um projeto filosófico, e quais são as linhas gerais desse projeto. A introdução inclui breves considerações a respeito da importância da obra de Borges para o pensamento ocidental da segunda metade do século XX. O primeiro capítulo discute as limitações que se impõem a um projeto filosófico inscrito numa obra ficcional, e o horizonte de sua eficácia crítica. No capítulo seguinte, investigam-se os ensaios metafísicos que o escritor redigiu ao longo do período analisado, em busca de suas raízes filosóficas. Esse esforço concentra-se nas interpretações feitas por Borges dos sistemas edificados por Georges Berkeley, David Hume e Francis Herbert Bradley, e conduz à discussão da refutação, promovida pelo escritor por meio da aplicação do princípio dos indiscerníveis, da concepção de tempo que permeia a corrente idealista britânica. A refutação borgiana do tempo traz consigo, no entanto, o solapamento da noção de identidade pessoal...

A Century of Mathematics at the Naval Postgraduate School with Carlos Borges [video]

Borges, Carlos
Fonte: Monterey, California: Naval Postgraduate School. Publicador: Monterey, California: Naval Postgraduate School.
Tipo: Vídeo Formato: 385 MB. Duration: 00:57:25
EN_US
Relevância na Pesquisa
46.44%
Chairman of the Applied Mathematics Department Carlos Borges surveys 100 years of NPS math history.

El abismo lógico (Borges y los filósofos de las ideas)

Botero Camacho, Manuel
Fonte: Filosofía Publicador: Filosofía
Tipo: info:eu-repo/semantics/bookPart; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2009 SPA
Relevância na Pesquisa
36.69%
Este libro explora un fenómeno que se repite en algunos textos del escritor argentino Jorge Luis Borges (1899-1986). Está compuesto por nueve capítulos, que corresponden al análisis de la reescritura de nueve distintas propuestas filosóficas. Las propuestas están cobijadas bajo la misma doctrina: el idealismo. Es un libro que se escribe para validar la propuesta de un método de lectura que cuenta a la vez con una dosis de ingenio y con planteamientos rigurosos, permitiendo así un tipo de análisis que, siendo sistemático, es también lúdico, conservando de este modo las funciones fundamentales de la literatura. No pocas conjeturas ha habido acerca de las intenciones de Borges o de sus creencias.El texto propone análisis novedosos de los cuentos de Borges y reevalúa y critica algunos análisis existentes elaborados por diferentes comentaristas. El tipo de análisis propuesto se haría extensivo a otros cuentos de Borges y a otros autores. Es un texto que se esfuerza por tomar distancia de las interpretaciones existentes que hay sobre la obra de Borges y de proponer nuevas lecturas siguiendo un cierto rigor interpretativo. Las conclusiones finales sitúan la propuesta del libro en el centro de debates contemporáneos de la literatura como la muerte del autor...

Literatura y azar. Cuatro ensayos sobre Borges

Oliva Mendoza, Carlos
Fonte: D. R. Gobierno del Estado de Coahuila D. R. Coordinación de Bibliotecas, Publicaciones y Librerias Publicador: D. R. Gobierno del Estado de Coahuila D. R. Coordinación de Bibliotecas, Publicaciones y Librerias
Tipo: Libro
ES
Relevância na Pesquisa
36.63%
El libro aborda tres de los problemas fundamentales de la obra de Borges, a) la consideración de la lectura, y por ende la traducción, como el hecho más radical de la creación literaria; b) la invención artificial de la tradición o, como señala Borges, la invención de nuestros precursores y c) la radical apuesta creativa que se fundamenta en la consideración de que todo obra es un borrador. En este contexto, Borges aparece como el autor fundamental, junto con Kafka, de la literatura del siglo XX. Ambos, engloban al último autor moderno, al pensador y creador que a través de la literatura muestra la indeclinable formación del yo y su condena o nostalgia infinita por la comunidad desaparecida. Palabras clave: Literatura latinoamericana; Borges y Cervantes; Borges y Foucault; El canon occidental; Hermenéutica y literatura.

DESTERRITORIALIZACIÓN Y RETERRITORIALIZACIÓN DE TYGER DE BLAKE Y NIGHTINGALE DE KEATS EN LA OBRA DE JORGE LUIS BORGES: ¿Diálogo Interdiscursivo e intercultural entre el romanticismo inglés y la Argentina postmoderna?

Barra van Treek, Erika de la
Fonte: Universidad de Chile; Programa Cybertesis Publicador: Universidad de Chile; Programa Cybertesis
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
36.67%
Como es sabido y Borges (1899-1986) mismo lo señala, pasó su niñez “detrás de una verja con lanzas, y en una biblioteca de ilimitados libros ingleses. Palermo del cuchillo y de la guitarra andaba (me aseguran) por las esquinas” Esta pequeña cita instala una problemática no menor en su obra y que contiene la relación siempre en tensión entre Latinoamérica (periferia) y Europa (centro). La investigación examina especialmente el diálogo interdiscursivo e intercultural entre Borges y dos románticos ingleses: William Blake (1757-1827) y John Keats (1795-1821) a través de la desterritorialización de Tyger y Nightingale del contexto romántico inglés decimonónico y su reterritorialización en la Argentina borgeana moderna / postmoderna del siglo XX. Metodológicamente, se ha realizado un análisis del poema “The Tyger” de Blake y del poema “Ode to a Nightingale” de Keats para dilucidar su significación o significaciones románticas. Posteriormente se ha examinado la obra ensayística, cuentística, lírica de Borges en búsqueda de los significados que él atribuye a tyger y nightingale descubriéndose una polisemia compleja otorgada por sus acercamientos serios o jocosos. En otras palabras, Borges desestabiliza la relación significante /significado de tyger y nightingale y su contexto romántico. Tanto tyger como nightingale diseminan rizomáticamente por la obra de Borges a través de los principios de conexión y heterogeneidad que permiten unirlos a nuevos significados diversos sin que se llegue jamás a un significado definitivo. Borges instalaría una postergación infinita del significado que asemeja un deslizamiento...

Borges, traductor imposible de Dante

Fernández Speier, Claudia
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html; application/pdf
Publicado em //2013 SPA
Relevância na Pesquisa
36.69%
La Comedia de Dante es una referencia intertextual que atraviesa toda la obra de madurez de Borges, que la considera el ápice de todas las literaturas, el clásico por antonomasia, un texto en el que cada palabra está justificada. En 1952, la Universidad de Puerto Rico le encomendó la traducción del texto dantesco, que Borges nunca realizó. El propósito de este trabajo es rastrear en la obra de Borges señales de las causas literarias de esta decisión. Para ello, a partir de sus ricas y a menudo contradictoras posiciones acerca de la traducción, y de las características de su labor traductiva, se estudian las distintas estrategias (de traducción literal, paráfrasis, resumen o cita textual en italiano) a las que Borges recurre en las ocasiones en que debe referir palabras de Dante en conferencias, ensayos, poemas y cuentos. Se cotejan, por último, estas estrategias con las que Borges despliega en sus traducciones, con el fin de establecer la especificidad de su vínculo con Dante en el marco de su poética.; Borges, impossible translator of Dante Dante’s Comedy is an intertextual reference that runs throughout the mature work of Borges, who considers it the pinnacle of all literature, a classic par excellence and a text in which every word is justified. In 1952...

THE MICRO-HISTORIES IN ZAMBEZE WATERS: AN INTERDISCIPLINARY PROJECT IN “THE TWO SHADOWS OF THE RIVER” BY JOÃO PAULO BORGES COELHO; AS MICRO HISTÓRIAS NAS ÁGUAS DO ZAMBEZE: UM PROJETO INTERDISCIPLINAR EM “AS DUAS SOMBRAS DO RIO”, DE JOÃO PAULO BORGES COELHO

Franco, Roberta Guimarães; Universidade Federal Fluminense (UFF)
Fonte: NEPA/UFF Publicador: NEPA/UFF
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Artigo avaliado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.63%
This paper, part of the project “Memories in transit: dystopian displace­ments in three post-colonials novels”, guided by Professor Laura Cavalcan­te Padilha, intends to present an appraisal of the first book written by the Mozambican João Paulo Borges Coelho, As duas sombras do rio (2003), focusing on the interdisciplinarity, associated to the fact that Borges Coelho is a professional Historian. Therefore, we intended to make some con­siderations about the relationship between Literature and History, thinking about the reinterpretations proposed by the École des Annales (France, 1929), and also think about the social representation of some characters as a reflex of the Micro History (Italy, 1981), in other words, the presence of figures that represents one microcosm of Mozambique (the Zumbo region) as a way to problematize the post-independence.; Este trabalho, parte integrante do projeto de doutorado “Memórias em trânsito: descolamentos distópicos em três romances pós-coloniais”, orientado pela professora Laura Cavalcante Padilha, pretende apresentar uma leitura do romance inaugural do escritor moçambicano João Paulo Borges Coelho, As duas sombras do rio (2003), atentando para a inter­disciplinaridade presente na obra...

; Gauchos e bárbaros: a história da formação da nacionalidade argentina a partir da leitura de Jorge Luis Borges; Gauchos and barbarians: the history of the formation of Argentine nationality from the reading of Jorge Luis Borges

Braga, Márcio Bobik; Universidade de São Paulo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; 350; Formato: application/pdf
Publicado em 17/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7917.2011v16n2p169O presente artigo tem como objetivo mostrar que Borges convida o leitor a mergulhar, em alguns de seus textos, em uma complexa e instigante história acerca da formação da nacionalidade na Região do Prata durante o século XIX. Nessa história, podemos encontrar o debate entre duas visões que prevaleceram na literatura argentina na segunda metade do século retrasado: a “interpretação da barbárie”, de Domingo Faustino Sarmiento, em seu Facundo o Civilización y Barbarie e a “denúncia da exploração”, de José Hernández em seu poema El Gaucho Martin Fierro. Nesse debate, Borges procura caracterizar o gaucho, aquele que teria sido assimilado ou desaparecido no processo de consolidação da cidade de Buenos Aires como centro político e econômico da região. Podemos também encontrar um Borges contraditório. Se por um lado ele defende a civilização, por outro se vê fascinado pelo autêntico, por um ser não necessariamente civilizado. Estaria Borges preocupado em mostrar sua contradição? Essa talvez seja uma pergunta menor. Mais importante aqui é o método, o que une a história e a literatura.; This article aims to show that Borges invites the reader to dive in some of his texts in a complex and compelling history about the birth of the nation in the Region of the Prata during the nineteenth century. In this history...

Sobre as ruínas de Babel - A construção da tradução em Borges

Strasser, Melanie Patrizia; Universidade de Viena
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.65%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-4237.2013n13p150Este artigo pretende apresentar o papel da tradução e a construção da relação entre original e tradução em Jorge Luis Borges. Partindo do mito de Babel, será demonstrada a superação das suas implicações melancólicas de perda e incompletude em Borges. Através da afirmação da falácia de um texto definitivo e do caráter de rascunho de todo texto – cujo sentido não é descoberto, mas vai sendo construido –, da ilusão da suposta fidelidade do tradutor – e portanto, da dessacralização do original e da valorização da tradução enquanto força transformadora –, Borges vai desconstruir o lugar inferior tradicional da tradução em relação ao original.ABSTRACTThe present paper discusses the role of translation in Jorge Luis Borges and his construction of the relation between original and translation. Starting from the myth of Babel, it will be demonstrated how Borges overcomes its melancholic implications of loss and incompleteness. By making evident the fallacy of a definitive text and that every text is a draft – whose meaning is not discovered, but con-structed -, that the translator’s suppo-sed fidelity is an illusion – thus demystifying the original and valuing translation as a transformative power...