Página 1 dos resultados de 1658 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Avaliação do perfil urinário de biomarcadores do stress oxidativo e a sua correlação com as doenças cardiovasculares

Mendes, Berta Rodrigues
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.22%
Com a realização deste trabalho pretendeu-se estabelecer o perfil urinário de níveis de biomarcadores do stress oxidativo (5-HMU; UAc; MDA; 8-OHdG) em indivíduos saudáveis (grupo controlo) comparando com o de doenças cardiovasculares (grupo CVD) de modo a avaliar o seu potencial como possíveis biomarcadores da possibilidade de ocorrência de CVD. A extração dos compostos alvos foi realizada por recurso a uma nova técnica extrativa - microextração com adsorvente empacotado em seringa (MEPS) controlada digitalmente (eVol). A análise dos biomarcadores foi efetuada por cromatografia líquida de ultra eficiência (UHPLC) utilizando como coluna analítica a HSS T3 (100 mm × 2,1 mm, 1,7 μm de tamanho da partícula) e com um sistema deteção de fotodiodos (PDA). Otimizaram-se os parâmetros experimentais com influência no processo extrativo, nomeadamente no que se refere ao tipo de adsorvente, á influência do pH, ao volume de amostra, ao número de ciclos extrativos, lavagem e ao volume de eluição. Foram ensaiadas diferentes condições experimentais e selecionadas as que corresponderam a uma maior eficiência extrativa, expressa pela área total relativa dos analitos e reprodutibilidade. Os melhores resultados foram obtidos usando como adsorvente C8...

Biomarcadores de contaminação ambiental em Cathorops spixii nos Estuários de Santos/São Vicente e Cananéia, São Paulo, Brasil; Biomarkers of Environmental Contamination in athorops spixii inthe Santos/ São Vicente and Cananéia estuarines, São Paulo, Brazil

Azevedo, Juliana de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.22%
O presente estudo compreendeu : a caracterização dos estuários de Santos/São Vicente e Cananéia quanto ao processo de contaminação; e o estudo de biomarcadores somáticos, bioquímicos, genotóxicos e morfológicos em Cathorops spixii. Os resultados hidroquímicos, nutrientes e concentração de mercúrio total confirmaram a maior influência humana no estuário de Santos/São Vicente, principalmente na área mais interna do sistema, em comparação com a baixa influência antropogênica do estuário de Cananéia. Os dados de mercúrio total no músculo de C. spixii corroboram as características de bioindicador desta espécie. A associação entre os valores de FACs e os diferentes componentes do sistema oxigenase de função múltipla (MFO) reforçam a influência de contaminação por compostos orgânicos, principalmente no Canal de Santos. Os dados de catalase e peroxidação lipídica não indicaram a presença de estresse oxidativo decorrente da exposição aos múltiplos xenobiontes. Glutationa-S-transferase (GST) e -aminolevulinato desidratase (ALAD) não mostraram respostas satisfatórias quanto à sua utilização como biomarcador em C. spixii. Entretanto, metalotioneínas (MTs) foram induzidas nos peixes de Santos/São Vicente. Alterações nucleares...

Variações inter-individuais em biomarcadores de exposição ao mercúrio em uma população ribeirinha do rio Tapajós, Pará; Inter-individual variations of mercury exposure biomarkers in a population of the Tapajós river, Pará.

Schulz, Aretha Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.22%
O mercúrio (Hg) é um metal tóxico extensamente estudado em todo mundo, distribuído no ambiente a partir de fontes naturais ou antropogênicas e que oferece risco a população por ser altamente biocumulativo e possuir efeitos nocivos à saúde. Até algum tempo atrás, acreditava-se que a principal fonte de exposição ao Hg na Região Amazônica, decorria do uso deste metal para amalgamação de ouro nos garimpos da região. No entanto, o Hg é encontrado naturalmente nos solos da Região Amazônica e ao atingir os sistemas aquáticos, favorecidos principalmente pela erosão e pelas chuvas, passa por um processo de metilação catalisada por microorganismos, dando origem à forma orgânica do metal, o metilmercúrio (MeHg). Esta forma do metal se acumula no sedimento dos rios e em peixes representando atualmente a principal fonte de exposição ao mercúrio em população ribeirinha. Os biomarcadores de exposição ao Hg são freqüentemente utilizados para identificar e estimar o risco em que um indivíduo ou uma população está exposta. No entanto, pouco se conhece a respeito das variações inter-individuais de cada um deles. Neste sentido, este estudo teve como objetivo avaliar as variações inter-individuais em biomarcadores de exposição ao Hg em uma população ribeirinha do rio Tapajós...

Avaliação analítica de potenciais biomarcadores para câncer de bexiga em urina; Analytical evaluation of potential biomarkers for bladder cancer in urine

Alberice, Juliana Vieira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
O câncer de bexiga é uma neoplasia urogenital que acomete homens e mulheres, sendo que somente no Brasil 8.600 novos casos ao ano são diagnosticados. Cistoscopia transuretral é a conduta padrão no diagnóstico e acompanhamento do câncer de bexiga. Entretanto, tal procedimento é extremamente invasivo e doloroso além de ter elevado custo e não garantir todos os resultados. Assim, busca-se por marcadores moleculares que possam auxiliar no diagnóstico e progressão do câncer de bexiga, bem como diminuir a necessidade de exames invasivos no acompanhamento de pacientes tratados. Nesse sentido, a urina tem papel de destaque como fonte de biomarcadores devido principalmente ao seu caráter não invasivo.
Nesse trabalho foram utilizadas duas abordagens 'ômicas': proteômica e metabolômica, para a busca de biomarcadores em urina para o diagnóstico e prognóstico do câncer de bexiga, respectivamente. Com a abordagem proteômica buscou-se apenas por biomarcadores para o diagnóstico da doença e, utilizando as técnicas de eletroforese 2-DE, OFFGEL e MS, juntamente com análise estatística multivariada, foi possível identificar 32 proteínas que apresentam-se como potenciais marcadores para o câncer de bexiga. A abordagem metabolômica foi empregada para a busca de biomarcadores para reincidência e progressão da doença. As técnicas analíticas utilizadas nessa abordagem...

Estudo de variações genômicas para a identificação de biomarcadores personalizados e novos alvos terapêuticos em tumores colorretais; Study of genomic variation to identify biomarkers and novel therapeutic targets in colorectal tumors

Moreira, Elisa Rennó Donnard
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.22%
O câncer colorretal é um dos tipos de tumores mais frequentes no mundo. A atual dificuldade na avaliação correta da resposta ao tratamento torna necessário o desenvolvimento de novas abordagens de detecção tumoral. Atualmente, o sequenciamento genômico em larga escala permite um estudo mais compreensivo das alterações estruturais e de sequência presentes no tumor. A aplicação destas abordagens de maneira personalizada permite o desenvolvimento de biomarcadores tumor específicos que podem facilitar a avaliação de resposta ao tratamento e a presença de doença residual, bem como revelar alterações de sequência em genes capazes de servir de novos alvos terapêuticos. Neste estudo foi desenvolvida uma metodologia eficiente para a identificação de biomarcadores baseados na existência de variações estruturais em genomas de tumores de reto, eliminando a necessidade de sequenciamento do genoma normal do mesmo paciente e diminuindo portanto o custo da abordagem. Os biomarcadores encontrados para cada um dos seis pacientes foram utilizados para avaliar a presença de doença residual após o tratamento através da detecção de DNA tumoral circulante nas amostras de plasma coletadas em momentos diferentes do tratamento. O sequenciamento em baixa cobertura personalizado é portanto uma alternativa viável e promissora para avaliar a resposta ao tratamento em pacientes com tumores de reto. Na segunda parte do estudo...

Identificação e estudo de biomarcadores personalizados para avaliação e seguimento de pacientes com câncer de reto tratados com quimioradioterapia neoadjuvante; Identification and study of personalized biomarkers for assessment and follow-up of patients with rectal cancer treated with neoadjuvant chemoradiotherapy.

Carpinetti-Oliveira, Paola de Avelar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/01/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
O tratamento padrão para pacientes com câncer de reto localmente avançado consiste no uso de quimioradioterapia neoadjuvante (QRTn), seguida por cirurgia. Uma fração significativa dos pacientes responde completamente ao tratamento e no momento da reavaliação não apresenta evidência clínica nem radiológica de doença. Uma abordagem alternativa, Watch and Wait, propõe não operar imediatamente esses pacientes e submetê-los a um protocolo de observação frequente, a fim de evitar as morbidades associadas à cirurgia. No entanto, a avaliação da resposta ao tratamento ainda é um desafio, devido à subjetividade da avaliação clínica e a ausência de exames radiológicos suficientemente sensíveis e específicos para garantir a ausência de células tumorais residuais ou capazes de detectar a recorrência precoce da doença. DNA circulante contendo alterações genéticas específicas do tumor (ctDNA) pode ser encontrado na fração livre de células do sangue e tem sido utilizado para monitorar a dinâmica tumoral em tumores sólidos. Avanços recentes das tecnologias de sequenciamento permitem a identificação eficiente e rápida e a um custo relativamente baixo de alterações genéticas em tumores individuais, superando o problema imposto pela ausência de alterações genéticas recorrentes nesses tumores. Essas alterações podem ser utilizadas como biomarcadores personalizados para monitorar a resposta ao tratamento...

Avaliação de biomarcadores de risco cardiovascular em pacientes com transtorno de humor bipolar

Chiarani, Fabria
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.22%
A prevalência do transtorno de humor bipolar (THB) na populção mundial é em média 4%. Essa doença psiquiátrica está associada a elevadas taxas de mortalidade, principalmente devido a doenças cardiovasculares (DCVs). Pacientes com THB apresentam risco duas vezes maior de desenvolver doenças cardiovasculares em relação à população geral. Componentes importantes das DCVs incluem disfunção endotelial, ativação plaquetária, ativação imunológica e inflamação. Para este estudo foram avaliados biomarcadores associados com risco de doença cardiovascular em pacientes bipolares. Os níveis séricos de homocisteína, folato, vitamina B12, ferritina, creatina kinase e proteína C-reativa foram medidos em pacientes com THB em dois momentos: durante um episódio maníaco e após a remissão dos sintomas. A expressão do mRNA de MMP-2 e MMP-9, em sangue total, também foi analisada. Todos os parâmetros foram comparados com controles saudáveis. Pacientes e controles estavam aparentemente livres de doenças cardiovasculares. A expressão da MMP-2 mostrou uma relação negativa em relação ao IMC nos pacientes com THB nos estados maníaco e eutímico, enquanto que essa relação foi positiva nos indivíduos controles. Os níveis de ferritina se mostraram reduzidos apenas durante os episódios de mania. Não foram verificadas diferenças estatisticamente significantes nos demais biomarcadores estudados quando comparados os pacientes com THB e os controles. Exceto para a ferritina...

Estudo geoquimico de oleos do Campo de Marlim, Bacia de Campos, sintese de biomarcadores esteranos aromaticos

João Eduardo Borin
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/05/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.22%
Este trabalho compreende o estudo de três amostras de óleos: PCM1, PCM2 e PCM3, todas pertencentes ao Campo de Marlim localizado na Bacia de Campos no Rio de Janeiro, cujas geradoras são de origem lacustre salina. Esse estudo dos óleos foi realizado utilizando-se a técnica de Cromatografia Gasosa acoplada a Espectrometria de Massas (GC/MS), incluindo padrões sintetizados no próprio laboratório, bem como padrões fornecidos pelo CENPES-Petrobrás. Os óleos estudados foram divididos em duas frações principais: a fração neutra (hidrocarbonetos) e a fração ácida (ácidos carboxílicos). Na fração neutra foram identificadas importantes classes de biomarcadores até então nunca estudadas nesses óleos como: esteranos monoarómaticos, alquil esteranos monoaromáticos e carotenóides. A fração ácida destas amostras de óleos também nunca tinha sido objeto de estudo, esta fração foi derivatizada a hidrocarbonetos e estes então foram analisados. As principais classes de biomarcadores ácidos identificados foram: n-alcanóicos, terpanóicos, alquil esteranóicos e alquil esteranóicos monoaromáticos. Uma outra etapa do trabalho correspondeu à síntese do 12-metil-18--norergosta-8, 11, 13, 22-tetraen- 3?-ol, um precursor de biomarcadores derivado do ergosterol...

Estudo qualitativo e quantitativo de biomarcadores ácidos e hidrocarbonetos presentes em óleos da Bacia Potiguar; Qualitative and quantitative study of acidic and hydrocarbon biomarkers of oil from the Potiguar Basin

Rosane Alves Fontes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.42%
rabalho foram sintetizados quatro biomarcadores ácidos, a saber: ácido 5b (H) colânico (2), 5a (H) homopregnânico (4), 8,13-tetraidrocopálico (6) e 15-isocopálico (7). Para tanto, foram utilizadas matérias primas comerciais (ácido litocólico e estigmasterol) e o ácido copálico (extraído e purificado a partir de bálsamo de copaíba). Também foi preparado o biomarcador hidrocarboneto 5b (H) colano (8). Estas moléculas foram sintetizadas com o objetivo de serem utilizadas como padrões de referência na quantificação de biomarcadores ácidos e hidrocarbonetos presentes em dois conjuntos de óleos provenientes da Bacia Potiguar. O conjunto I contém cinco óleos de diferentes origens, sendo dois lacustres (LC-1 e LC-2), um marinho evaporítico (ME) e dois mistos (M-1 e M-2) e o conjunto II contém quatro óleos de mesma evolução térmica e mesma origem (ME-a, ME-b, ME-c e ME-d), todos marinho evaporíticos. O que os distingue são os diferentes níveis de biodegradação. Utilizou-se também o isocopalano (9), previamente preparado e cedido pelo Dr. Imamura (2011), na quantificação de biomarcadores terpanos. Os resultados das análises quantitativas dos biomarcadores terpanos e esteranos, quantificados com os padrões de referência 9 e 8...

Estudo da influência do exercício, da idade e da presença de lesões de osteocondrose nos níveis séricos de biomarcadores ósseos no cavalo Lusitano linha Alter Real

Bernardes, Nuno Filipe Gomes
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária. Instituto Superior de Agronomia Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária. Instituto Superior de Agronomia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Dissertação de Mestrado; O presente estudo pretendeu avaliar a influência do exercício, da idade e da presença de lesões de osteocondrose (OC) nos níveis séricos de biomarcadores ósseos em cavalos de raça Lusitana, em particular numa população de garanhões Alter Real. Os biomarcadores ósseos constituem uma forma expedita e não invasiva de avaliar e monitorizar o metabolismo ósseo em várias espécies animais incluindo os cavalos. Alguns destes biomarcadores ósseos traduzem a actividade de deposição e formação de osso enquanto outros traduzem a actividade reabsorptiva neste mesmo tecido. Uma população de 50 garanhões de raça Lusitana, linha Alter Real, foi sujeita a um exame radiográfico sumário das articulações metacarpo- e metatarsofalângicas e também das articulações de ambos os tarsos para pesquisa de lesões de osteocondrose. A esses cavalos foi também recolhido sangue para poder avaliar os níveis séricos de biomarcadores de deposição/formação óssea, osteocalcina, fosfatase alcalina de especificidade óssea (FAO) e propeptídeo aminoterminal de procolagénio tipo-I (PINP), e de reabsorção óssea, telopeptídeo carboxiterminal de colagénio tipo-I (ICTP). Esta avaliação permitiu estudar diferentes grupos tendo em conta a presença ou a ausência de lesões de osteocondrose (grupo controlo – ausência de lesões vs. grupo OC – presença de lesões)...

Impacto da maturação esquelética em biomarcadores do metabolismo ósseo e na densidade mineral óssea em adolescentes brasileiros saudáveis

Silva,Carla C.; Goldberg,Tamara B. L.; Nga,Hong S.; Kurokawa,Cilmery S.; Capela,Renata C.; Teixeira,Altamir S.; Dalmas,José C.
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
OBJETIVO: Avaliar o comportamento de biomarcadores de formação e reabsorção óssea em adolescentes brasileiros em função da sua maturação biológica. MÉTODOS: Oitenta e sete voluntários foram divididos em grupos segundo a idade óssea (IO): 10-12 anos (n = 25), 13-15 anos (n = 36) e 16-18 anos (n = 26). Foram analisados peso (kg), estatura (m), índice de massa corporal (kg/m2), ingestão de cálcio de 3 dias (mg/dia), avaliação dos eventos pubertários pelos critérios de Tanner, níveis dos biomarcadores [osteocalcina (OC) (ng/mL), fosfatase alcalina óssea (FAO) (U/L), telopeptídeo carboxiterminal sérico (S-CTx) (ng/mL)] e sua correlação com a densidade mineral óssea (DMO) (g/cm2) por atenuação de raios X de dupla energia da coluna lombar, do fêmur proximal e de corpo total. RESULTADOS: Os biomarcadores mostraram comportamento semelhante, apresentando medianas elevadas dos 13 aos 15 anos (FAO = 154,71 U/L, OC = 43,0 ng/mL, S-CTx = 2,09 ng/mL; p < 0,01) e no estágio puberal G4. As medianas decresceram com o avançar da IO e da maturação sexual. Os níveis dos biomarcadores mostraram paralelismo com pico de velocidade em estatura, e, curiosamente, os biomarcadores de formação indicaram correlação negativa com a DMO...

Testes sanguíneos de biomarcadores para diagnóstico e tratamento de desordens mentais: foco em esquizofrenia

Bahn,Sabine; Schwarz,Emanuel; Harris,Laura W.; Martins-de-Souza,Daniel; Rahmoune,Hassan; Guest,Paul C.
Fonte: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
A descoberta e a aplicação clínica de biomarcadores para desordens mentais são confrontadas com muitos desafios. Em geral, os atuais métodos de descoberta e validação de biomarcadores não produziram os resultados que foram inicialmente aguardados depois da finalização do Projeto Genoma Humano. Isso se deve principalmente à falta de processos padronizados conectando a descoberta de marcadores com tecnologias para a validação e a tradução para uma plataforma que ofereça precisão e fácil uso em clínica. Como consequência, a maior parte dos psiquiatras e praticantes em geral são relutantes em aceitar que testes de biomarcadores pode suplementar ou substituir os métodos de diagnóstico utilizados baseados em entrevista. Apesar disso, agências regulatórias concordam agora que melhoras nos correntes métodos são essenciais. Além disso, essas agências estipularam que biomarcadores são importantes para o desenvolvimento de futuras drogas e iniciaram esforços no sentido de modernizar métodos e técnicas para suportar esses esforços. Aqui revisamos os desafios encontrados por essa tentativa do ponto de vista de psiquiatras, praticantes em geral, agências reguladoras e cientistas de biomarcadores. Também descrevemos o desenvolvimento de um novo teste sanguíneo molecular para esquizofrenia como um primeiro passo a esse objetivo.

Os biomarcadores e sua aplicação na avaliação da exposição aos agentes químicos ambientais

Amorim,Leiliane Coelho André
Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
A Saúde Ambiental tem como um de seus objetivos, a prevenção dos danos à saúde causados por contaminantes químicos presentes no meio ambiente, fazendo com que os níveis desta exposição sejam mantidos em valores que não constituam um risco inaceitável. Para isso, tornam-se necessárias a identificação e quantificação deste risco através da avaliação biológica da exposição humana. Este é um artigo de revisão que busca apresentar conceitos e concepções que abrangem o uso dos parâmetros biológicos com a finalidade de avaliar a exposição às substâncias químicas e estimar o risco das populações expostas. Os biomarcadores podem ser usados para vários propósitos, dependendo da finalidade do estudo e do tipo da exposição e podem ser classificados em três tipos: de exposição, de efeito e de suscetibilidade, os quais são instrumentos que possibilitam identificar a substância tóxica ou uma condição adversa antes que sejam evidenciados danos à saúde. Novos parâmetros são apresentados, como os biomarcadores de neurotoxicidade (ou marcadores substitutos), que têm como desafio detectar ações precoces de agente químicos que agem no sistema nervoso central através da identificação de indicadores presentes no sistema periférico...

Biomarcadores para avaliação da exposição humana às micotoxinas

Bando,Érika; Gonçales,Leandro Nishikawa; Tamura,Nathalie Kira; Machinski Junior,Miguel
Fonte: Sociedade Brasileira de Patologia Clínica; Sociedade Brasileira de Patologia; Sociedade Brasileira de Citopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Patologia Clínica; Sociedade Brasileira de Patologia; Sociedade Brasileira de Citopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
Atualmente, as micotoxinas representam um risco de contaminação ambiental, acarretando sérios prejuízos à saúde humana. Essas toxinas podem estar presentes em diferentes tipos de alimentos, que constituem a principal fonte de exposição para o homem. As exposições podem ser monitoradas através do uso de biomarcadores, que elucidam a relação causa/efeito e dose/efeito na avaliação de risco à saúde para fins de diagnóstico clínico e laboratorial. Realizou-se uma revisão bibliográfica do período de 1981-2005, no MEDLINE, sobre utilização e propostas de biomarcadores para a exposição a aflatoxinas, fumonisinas, desoxinivalenol e ocratoxina A. Os possíveis biomarcadores para avaliar a exposição humana às aflatoxinas foram os metabólitos urinários de aflatoxina B1, como aflatoxina M1, aflatoxina P1, aflatoxina Q1, aflatoxina livre em soro ou plasma, os adutos de AFB-N7-guanina, os adutos de albumina ou mutação no gene supressor de tumor p53, presentes em fluidos biológicos. Para as fumonisinas, os biomarcadores foram os níveis de fumonisina B1 e fumonisina B2 livres, ou de esfinganina e esfingosina em sangue e urina. O desoxinivalenol tem como biomarcadores de exposição os produtos de seu metabolismo e adutos macromoleculares (proteína/DNA) presentes nos fluidos biológicos. Para a exposição à ocratoxina A (OA) os biomarcadores se restringem à quantificação da própria toxina nos fluidos biológicos. A avaliação da exposição às micotoxinas constitui um importante aspecto para a saúde pública...

Programas de exercícios físicos e níveis de biomarcadores inflamatórios em mulheres com distúrbios metabólicos: uma revisão sistemática

Soares, Fabiano Henrique Rodrigues
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Uma grande quantidade de informações dá suporte à relação existente entre inatividade física e processos inflamatórios latentes em distúrbios metabólicos. O objetivo deste trabalho foi acessar criticamente o corpo de evidências existentes na literatura sobre a associação entre programas de exercícios físicos e os níveis de biomarcadores inflamatórios em mulheres entre 18 e 82 anos de idade. Foram realizadas buscas bibliográficas sistemáticas usando as bases de dados PubMed Medline, Cochrane Central Register of Controlled Trials, Web of Science, LILACS e SciELO de publicações entre janeiro de 1993 e janeiro de 2012 usando os seguintes termos: inflamação, citocinas, exercícios, treinamento físico, treinamento aeróbico, treinamento cardiovascular, treinamento de força, treinamento contra resistência, treinamento intervalado, reabilitação cardíaca e gerenciamento/modificação terapêutica de estilo de vida. Do total de estudos incluídos na revisão, três deles reportaram mudanças não significativas nos níveis de biomarcadores inflamatórios, um estudo documentou um aumento nos biomarcadores e 12 estudos reportaram decréscimos nos níveis de biomarcadores inflamatórios associados com exercício. Características secundárias do estilo de vida...

Estratégias metaloproteômicas na investigação de biomarcadores de mercúrio em amostras de tecido muscular de tucunarés; Strategies metalproteomics in research mercury biomarkers in tucunares muscle tissue samples; Estrategias de investigación metaloproteômicas biomarcadores de mercurio en muestras de tejido muscular tucunarés

Figueiredo, Wllyane Silva
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.38%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural, 2015.; A mensuração de contaminantes no ambiente não traz respostas completas sobre os reais efeitos adversos que estas substâncias podem estar causando aos organismos. A identificação de biomarcadores relacionados ao mapeamento e expressão de metaloproteínas associadas a contaminantes poderão auxiliar na elucidação da dinâmica de vários elementos no ambiente, indicar previamente possíveis riscos de contaminação dos recursos ambientais e ser base para elaboração de mecanismos de neutralização dos seus efeitos. Dessa forma, este estudo buscou a identificação de possíveis biomarcadores de exposição ao mercúrio em tucunarés do rio Negro através de métodos metaloproteômicos. Inicialmente, foram determinadas as concentrações de mercúrio total no tecido muscular de tucunarés capturados em rios e reservatórios hidrelétricos. As concentrações apresentaram pouca variação independente do local de amostragem e algumas estavam superiores aos limites máximos definidos na legislação brasileira. As concentrações aumentaram na sequência: reservatório de Cana Brava < reservatório de Balbina < rio Madeira < rio Purus < reservatório de Tucuruí < rio Apuaú < rio Solimões < rio Negro. As amostras do rio Negro foram selecionadas para definição de um biomarcador proteico através da eletroforese bidimensional (2D-PAGE). O mercúrio foi determinado em 15 possíveis proteínas com massa molar abaixo de 20...

Biomarker blood tests for diagnosis and management of mental disorders: focus on schizophrenia; Testes sanguíneos de biomarcadores para diagnóstico e tratamento de desordens mentais: foco em esquizofrenia

Bahn, Sabine; Schwarz, Emanuel; Harris, Laura W.; Martins-de-Souza, Daniel; Rahmoune, Hassan; Guest, Paul C.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/01/2013 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
37.28%
The discovery and clinical application of biomarkers for mental disorders is faced with many challenges. In general, the current methods for discovery and validation of biomarkers have not produced the results which were first anticipated after completion of the human genome project. This is mostly due to the lack of a standardized pipeline connecting marker discovery with technologies for validation and translation to a platform that offers accuracy and ease of use in a clinical setting. As a consequence, most psychiatrists and general practitioners are still reluctant to accept that biomarker tests can supplement or replace the long standing interview-based methods for diagnosis. Despite this, the regulatory agencies now agree that improvements over the current methods are essential. Furthermore, these agencies stipulate that biomarkers are important for future drug development and have initiated efforts to modernize methods and techniques to support these efforts. Here, we review the challenges faced by this endeavour from the point of view of psychiatrists, general practitioners, the regulatory agencies and biomarker scientists. We also describe the development of a novel molecular blood-test for schizophrenia as a first promising step towards achieving this goal.; A descoberta e a aplicação clínica de biomarcadores para desordens mentais são confrontadas com muitos desafios. Em geral...

Avaliação de Biomarcadores Geoquímicos e Salinidade em Perfis Sedimentares na Lagoa do Ribeirão em Paulo Lopes, SC; Evaluation of Geochemical Biomarkers and Salinity in Sediment Core in the Lagoa do Ribeirão in Paulo Lopes, SC

Martinho Rau; UFSC; Giovana Anceski Bataglion; UFSC; Luiz Augusto dos Santos Madureira; UFSC
Fonte: Revista Virtual de Química Publicador: Revista Virtual de Química
Tipo: ; Formato: binary/octet-stream
Publicado em 06/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
Os biomarcadores geoquímicos são compostos presentes na geosfera e estão relacionados com os precursores biológicos específicos, permitindo obter informações sobre as mudanças ambientais que ocorreram ou ainda ocorrem nos ecossistemas aquáticos e suas vizinhanças. A Lagoa do Ribeirão, localizada no município de Paulo Lopes, SC, é o sistema aquático avaliado neste trabalho através de biomarcadores geoquímicos e salinidade, principalmente. Os dados obtidos indicam a predominância de ambiente marinho, quando o nível relativo do mar estava mais elevado que o nível atual, sendo observados os aumentos da salinidade, da fração granulométrica silte+argila, da quantidade de enxofre total, dinosterol e das menores quantidades de biomarcadores geoquímicos de fontes terrestres. Houve um período de transição do ambiente marinho para o ambiente de água doce, caracterizado pela diminuição de carbono orgânico total e aumento da quantidade de areia e de biomarcadores de fontes terrestres. Após este período, a água doce começou a predominar nesta lagoa, caracterizada pelo aumento da quantidade de biomarcadores geoquímicos de origem terrestre como alcanos lineares n-C27, n-C29, n-C31, friedelina, taraxerol, ?-sitosterol e campesterol e pela diminuição da salinidade. Os biomarcadores com maiores concentrações estão situados principalmente nas regiões leste...

Exposición ambiental a plaguicidas: biomarcadores en matrices de la tríada madre-placenta-feto

Magnarelli,Gladis
Fonte: Acta bioquímica clínica latinoamericana Publicador: Acta bioquímica clínica latinoamericana
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 ES
Relevância na Pesquisa
37.38%
El biomonitoreo tiene un papel fundamental en la evaluación de la salud ambiental de poblaciones expuestas a contaminantes. Este artículo analiza información referente a biomarcadores de exposición y susceptibilidad así como también a biomarcadores de efecto que pueden ser útiles en estrategias diagnósticas y preventivas en la exposición a plaguicidas persistentes (órganoclorados) y a plaguicidas moderadamente persistentes (órganofosforados), en un período de alta vulnerabilidad como el embarazo. También revisa diferentes estudios en los que se ha observado correlación entre biomarcadores de exposición en matrices de la tríada madre-placentafeto y el impacto en el desarrollo del embarazo y el crecimiento intrauterino así como también en la funcionalidad del cerebro en la infancia. Finalmente, este trabajo describe noveles biomarcadores inespecíficos entre los que se incluyen biomarcadores epigenéticos, de estrés oxidativo, de disrupción endocrina y de expresión genética.

Os biomarcadores e sua aplicação na avaliação da exposição aos agentes químicos ambientais

Amorim,Leiliane Coelho André
Fonte: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
A Saúde Ambiental tem como um de seus objetivos, a prevenção dos danos à saúde causados por contaminantes químicos presentes no meio ambiente, fazendo com que os níveis desta exposição sejam mantidos em valores que não constituam um risco inaceitável. Para isso, tornam-se necessárias a identificação e quantificação deste risco através da avaliação biológica da exposição humana. Este é um artigo de revisão que busca apresentar conceitos e concepções que abrangem o uso dos parâmetros biológicos com a finalidade de avaliar a exposição às substâncias químicas e estimar o risco das populações expostas. Os biomarcadores podem ser usados para vários propósitos, dependendo da finalidade do estudo e do tipo da exposição e podem ser classificados em três tipos: de exposição, de efeito e de suscetibilidade, os quais são instrumentos que possibilitam identificar a substância tóxica ou uma condição adversa antes que sejam evidenciados danos à saúde. Novos parâmetros são apresentados, como os biomarcadores de neurotoxicidade (ou marcadores substitutos), que têm como desafio detectar ações precoces de agente químicos que agem no sistema nervoso central através da identificação de indicadores presentes no sistema periférico...